Você está na página 1de 2

Lista de Exercícios - Unidade 1

1.1 Um movimento harmônico possui uma amplitude de 0,01 mm e freqüência de 50 Hz. Escrever a equação do
movimento harmônico e determinar a máxima velocidade e a aceleração máxima.
1.2 Um movimento harmônico tem uma amplitude de 0,05 m e uma frequência de 10 Hz. Achar o seu período,
velocidade máxima e aceleração máxima.
1.3 Um movimento harmônico é expresso pela equação x(t ) = 0,3 cos 227t mm. Determinar a freqüência circular, a
velocidade máxima e a máxima aceleração.
1.4 Um movimento harmônico é expresso pela equação x(t ) = 0,5 + 0,3 cos(227t + π 4 ) mm. Determinar a
amplitude, o máximo deslocamento, o ângulo de fase, a freqüência angular, a velocidade máxima e a aceleração
máxima.
1.5 Um movimento harmônico possui velocidade máxima igual a 1,5 mm/s e freqüência de 50 Hz. Escrever a
equação do movimento harmônico e determinar sua amplitude e máxima aceleração.
1.6 Um movimento harmônico possui amplitude de 0,02 mm e velocidade máxima de 2 mm/s. Determinar a
freqüência angular, a aceleração máxima e escrever a equação do movimento harmônico.
1.7 Em um teste de vibração, um acelerômetro mediu uma aceleração máxima de 14,5 m/s2 e um osciloscópio
mediu o período da vibração em 16,6 ms. Determinar a amplitude da vibração, assumindo movimento
harmônico.
1.8 Durante um teste, a velocidade máxima e a aceleração máxima da vibração de uma máquina foram medidas
iguais a vmáx = 0,01 m/s e amáx = 0,2 g. Assumindo que ocorre um movimento harmônico, determinar a
freqüência da vibração.
1.9 Um acelerômetro montado na estrutura de um edifício indica que a mesma está vibrando harmonicamente com
15 cps, com uma aceleração máxima de 0,5g. Determinar a amplitude do deslocamento e a máxima velocidade
da estrutura.
1.10 A máxima amplitude e a máxima aceleração da base de uma bomba centrífuga são xmax= 0,25 mm e amax= 0,4g.
Achar a velocidade de operação da bomba.
1.11 Para localizar a fonte da vibração a bordo de um navio, foram medidas suas amplitude e velocidade máxima,
sendo iguais a xmáx = 0,002 m e vmáx = 0,75 m/s. Existem duas máquinas operando no mesmo setor: uma a 3580
rpm e outra a 1720 rpm. A vibração medida é compatível com uma destas duas máquinas? Justifique.
1.12 A velocidade de um movimento harmônico possui uma amplitude de 3,4 mm/s. Determinar o valor rms da
velocidade e sua amplitude em decibéis usando como referência o valor v0 = 10-8 m/s.
1.13 Um movimento harmônico possui uma amplitude de 0,5 mm e uma freqüência de 50 Hz. Determinar o valor
rms do deslocamento e a velocidade máxima em decibéis usando como referência o valor v0 = 10-8 m/s.
1.14 Um movimento harmônico possui uma amplitude de 1 mm e uma freqüência de 60 Hz. Determinar o valor rms
do deslocamento, velocidade e aceleração máximas em decibéis usando como referências os valores v0 = 10-8
m/s e a0 = 9,81 x 10-6 m/s2.
1.15 O valor rms da amplitude de deslocamento um movimento harmônico é 0,05 mm e sua freqüência angular é
157 rad/s. Determinar o deslocamento máximo em mm e a velocidade e a aceleração máximas em decibéis
usando como referência os valores v0 = 10-8 m/s e a0 = 9,81 x 10-6 m/s2.
1.16 Mediu-se a pressão de uma onda sonora verificando-se um comportamento harmônico com valor rms p0 = 2,57
N/m2. Determinar a pressão máxima.
1.17 Um turbo-compressor operando a 4000 rpm apresenta vibrações em sua freqüência de operação. Suspeita-se
que, adicionalmente, ocorra um problema vibratório na freqüência correspondente a 3100 rpm. O instrumento
de medição disponível pode medir a soma dos valores rms do deslocamento, da velocidade e da aceleração da
vibração (valor global incluindo as duas freqüências). Com base nisso, a amplitude rms é 1,45 mm e a
velocidade rms é 525 mm/s. Determinar as amplitudes de vibração em cada uma das duas freqüências.
1.18 Um ponto A executa movimento harmônico ao longo de uma linha reta, relativo a um ponto O, com freqüência
ω = 100 rad/s. Se, no instante t = 0, o ponto está a uma distância AO = x0 = 0,1 m e possui velocidade v0 = 15
m/s, determinar a equação do movimento, identificando a amplitude e o ângulo de fase da vibração, velocidade
máxima e aceleração máxima.
1.19 Uma máquina está submetida ao movimento x(t) = A cos(50t+α) mm. As condições iniciais são dadas por x(0) =
3 mm e x& (0) = 1,0 m/s.
(a) Determinar as constantes A e α.
(b) Expressar o movimento na forma x(t) = A1cosωt + A2senωt, e identificar as constantes A1 e A2.
1.20 Determinar a soma de dois movimentos harmônicos x1(t) = 5 cos(3t+1rad) mm e x2(t) = 10 cos(3t+2rad) mm.
1.21 Se um dos componentes do movimento harmônico x(t) = 10 sen(ωt+60o) é x1(t) = 5 sen(ωt+30o), achar o outro
componente.
1.22 Um sensor de velocidade (tipo de instrumento de medição de vibração) indica a velocidade máxima de 125
mm/s e uma freqüência de 120 Hz.
(a) Determinar os valores máximos do deslocamento e da aceleração.
(b) Desenhar um diagrama vetorial de deslocamento, velocidade e aceleração em t = 0.
1.23 Determinar os ângulos de fase entre os seguintes movimentos:
(a) Aeiωt e iAeiωt.
(b) (2 + 3i) eiωt e (-1 + 4i) eiωt .
1.24 Expressar o número complexo 5 + 2i na forma exponencial Aeiθ.
1.25 Somar os números complexos (1 + 2i) e (3 - 4i) e expressar o resultado na forma exponencial Aeiθ.
1.26 Determinar o comprimento de um pêndulo que tenha um período de oscilação de:
(a) 1 s;
(b) ½ s.
1.27 Um relógio de pêndulo é projetado para efetuar uma oscilação completa por segundo, em uma temperatura
ambiente de 20oC. Determinar o atraso diário se a temperatura ambiental é 28oC e o coeficiente de expansão
térmica da haste do pêndulo é α = 22,2 x 10-6 mm/oC.
1.28 Um pêndulo de comprimento l = 0,5 m é deslocado de sua posição inicial por um ângulo de 30o . Determinar a
velocidade máxima quando o pêndulo passa por sua posição inferior.
1.29 O comprimento de um pêndulo é l = 0,5 m mas devido a defeitos de fabricação o mesmo pode variar 0,03 %.
Determinar qual será a variação correspondente na frequência natural do pêndulo (e em seu período de
oscilação).

Você também pode gostar