Você está na página 1de 35

O Estudo

das últimas coisas.


Pastor Sérgio
Moreno
Apresentação:

Este livro pode e deve mudar seu ponto de vista com relação à
vida e ao futuro.
É um livro para aqueles que têm fome e sede de conhecimento.
Fome e sede de saber a vontade daquele que está assentado
sobre o círculo da terra , e os planos que ele tem para a vida
pessoal de cada um, e para a humanidade em geral.
Aqui veremos mistérios revelados.
Aqui veremos planos definidos à muito tempo atrás, na
eternidade de um Deus Sublime e Poderoso.
Está revelado aqui também, a amor de Deus pelos homens , e
o plano de salvação para nós.
Veremos o amor do Pai, a graça do Filho e a doce comunhão
do Espírito Santo na vida daqueles que o servem , e
principalmente , na vida daqueles que têm fome e sede de Deus.

Este é um livro sobre escatologia bíblica.


Escatologia é o estudo dos eventos que estão para acontecer,
segundo as escrituras bíblicas.
O termo escatologia, deriva do grego “eschatos”= último, e
“logia”= trato ou estudo. Logo, escatologia é:
É o estudo das últimas coisas.

Capitulo 1
A divisão da humanidade:
Para entendermos o que está para acontecer num futuro
próximo, devemos considerar a divisão da humanidade em três
grupos distintos, conforme a bíblia sagrada relata em 1 corintios
10.32:

1. Os Judeus: São os Israelitas. Todo o povo de Israel.

2 . Os Gentios: São todos aqueles que não são judeus. São


chamados de estrangeiros ou nações.

3. A igreja de Deus: São todos os gentios e judeus, convertidos


à Jesus Cristo.

A saída do Egito:
Após 430 anos como escravos no Egito , o povo de Israel
foi liberto da escravidão por um homem chamado Moisés.
Deus falou com Moisés de uma sarça ardente e o enviou para
resgatar o povo hebreu, que lá se encontrava em total estado de
escravidão ( Êx 3. 1-10)
Libertos da escravidão , o povo seguiu seu caminho ,
chegando aos pés do Monte Sinai , onde receberam a revelação
da lei de Deus .

O Monte Sinai:
No primeiro dia do terceiro mês da saída dos filhos de Israel do
Egito, subiu Moisés ao Monte Sinai, e Deus falou com ele ( Ex
19. 1-3)

Então Deus deu a Moisés no Monte Sinai , três coisas muito


importantes:
Os 10 mandamentos , as leis , e as ordenanças .
Entre as leis e ordenanças dadas a Moisés, Deus falou sobre
o “Ano de descanso da terra”:

O Ano Sabático: ( Lv 25. 2-4)


Fala aos filhos de Israel e dize-lhes:
Quando tiverdes entrado na terra que Eu vos dou, a terra
guardará um sábado ao
Senhor.

Seis anos semearás, e seis anos podarás a tua vinha, e


colherás os seus frutos.
Porém no sétimo ano a terra terá o seu Sábado de
descanso, um sábado ao Senhor.
Não semearás o teu campo, nem podarás a tua vinha ( Lv 25.
2-4)

Em levitico 26, Deus fala ao povo que se fossem


desobedientes, não cumprindo os estatutos , as ordens dadas, e
entre estes estatutos estava o de deixar a terra descansar no
sétimo ano, Ele mandaria sobre os pecadores a tísica e a febre,
e que eles semeariam a semente , mas não comeriam dela . Os
seus inimigos é que comeriam a sua colheita, e assim aconteceu
(Lv 26.16)
Alem da ordem de não cultivar a terra no sétimo ano , Deus
havia falado que Ele era o Deus deles, e que só a Ele deveriam
adorar.
Mas , se não cumprissem os estatutos de Deus , e optassem
em agir conforme a própria vontade (Lv 26.19) , entregando-se
ao pecado ( Lv 26.21) , e a idolatria (Lv 26.30 ) , Deus mandaria
sobre eles a guerra (Lv 26.17) , a peste (Lv 26.25), e a fome (Lv
26.26).

E disse mais Deus ao povo de Israel : Se o povo confessasse o


seu pecado, e se humilhasse perante o Senhor, e aceitasse por
bem o castigo por causa de seus pecados (Lv 26. 40-41) , eles
iriam ser retirados de sua terra (por causa de seus pecados) ,
mas Deus não os rejeitaria (Lv 26.44), antes por amor deles, se
lembraria da aliança que fez com seu servo Abraão, com Isaque
e com Jacó, e continuaria a ser o Deus deles (Lv 26.44-45)
Eles teriam que pagar pela desobediência, mas não seriam
rejeitados. Isto nos ensina que o pecado traz conseqüências
desastrosas para o homem.
O homem é perdoado , mas sofrerá as conseqüências dos
seus atos pecaminosos.
Deus tinha determinado que a terra teria que descansar todos
os anos sétimos , mas os israelitas não acataram a ordem de
Deus. Não confiaram que Deus proveria alimento e trabalharam
no ano sétimo por muitos e muitos anos a terra não descansou.

Então Deus disse:


Mas a terra na sua assolação , deixada por eles, folgará nos
seus sábados; e tomarão eles por bem o castigo de sua
iniquidade, visto que rejeitaram os meus juízos e a sua alma se
aborreceu dos meus estatutos (Levitico 26.43).
A Palavra do Senhor tem que se cumprir;
Assim será a palavra que sair de minha boca; não voltará para
mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para
que a designei (Isaias 55.11)
Deus havia dito, que se o seu povo não deixasse a terra
descansar no sétimo ano, ele seria obrigado a tirar o povo
daquela terra para que a terra pudesse descansar (Lv 26.35)
Os israelitas não cumpriram a ordem de Deus. A Terra não
descansou durante os anos de descanso que Deus havia
determinado.
Então Deus se viu obrigado a cumprir a sua Palavra: Tirar o
povo de sua terra para a terra descansar.

A Deportação de Israel:
A Biblia diz que no reinado de Oséias, um dos reis de Israel,
após o período que as doze tribos já haviam se dividido , sendo
que dez delas ficaram unidas , e se tornaram o povo de Israel, o
rei Salmaneser , rei da Assíria transportou toda a Israel para a
terra da Assíria como escravos ( 2 Reis 17.1-5)
Israel nunca mais voltou do cativeiro por causa dos seus
pecados, porque não se arrependeram do mal que praticaram.

A Deportação de Judá :
No capitulo 25 do livro do profeta Jeremias, este profeta fala ao
povo de Judá , que por longos vinte e três anos tem vindo a ele a
Palavra do Senhor.
E por longos vinte e três anos tem falado e avisado o povo de
Judá para que se convertessem de seus maus caminhos, para
pararem de adorar a outros deuses e para voltarem aos
caminhos do Senhor, mas não lhe deram ouvidos ( Jeremias 25.
1-7).
Também não cumpriram o ano sabático , não deixando a terra
descansar.
Então Deus diz que enviou contra eles o rei da Babilônia e
revela que o povo deverá permanecer no exílio, para que se
cumpra o tempo determinado para que a terra possa descansar.
Jeremias 25.11: Toda a terra virá a ser um deserto e um
espanto; estas nações servirão ao rei da Babilônia setenta anos
( 2 Cr 36 . 17-21).
Jeeremias 29.10 diz; Assim diz o Senhor: Logo que se
cumprirem para a Babilônia setenta anos, atentarei para vós
outros e cumprirei para convosco a minha boa palavra,
tornando-vos a trazer-vos para este lugar.

O povo de Israel não cumpriu o mandamento de Deus , que


lhes disse para não cultivarem a terra nos sétimos anos.
Jeremias revela para nós , que o povo de Deus permaneceria
no cativeiro por 70 anos e somente depois de passado este
tempo é que retornariam à sua terra. Somente depois que a terra
descansasse no tempo determinado por Deus.
Estes 70 anos , são referentes a 70 sétimos anos que a terra
não descansou.
Por 490 anos , Israel não cumpriu a ordem de Deus , e durante
estes 490 anos , seus sétimos anos não descansaram.
...................................................

As etapas da deportação

Judá foi retirada de sua terra em três etapas. foram três ondas
de deportação para as terras da Babilônia:
1ª - A primeira onda ocorreu quando o rei Jeoaquim , rei de
Judá , foi deportado para a Babilônia. (2 Reis 24.1 e 2 Cr 36.6)
2ª - A segunda onda foi quando o rei Joaquim , filho de
Jeoaquim e mais 10 mil pessoas foram levados cativos (2 Reis
24.10-17).
3ª - E a terceira onda de deportação ocorreu quando o rei
Zedequias e o restante do povo que havia ficado na terra, foram
levados presos para a Babilônia (2 Reis 25.7 e 2 Reis 25.11).

Houveram três ondas ou fases da retirada de Judá da terra.


Mas a contagem começou a partir do momento que os primeiros
habitantes da terra foram retirados.
Assim como ocorreram três siclos ou fases na deportação do
povo , aconteceram também três retornos da tribo de Judá da
terra da Babilônia:

O três retornos:

1º Retorno deu-se com Zorobabel , para a Reconstrução


do templo de Deus que estava destruído .
Neste primeiro retorno , completaram-se os 70 anos de
descanso da terra, e Deus começou a trazer o povo novamente à
sua terra.
2º Retorno: Com Esdras , para reconduzir o povo á
condição espiritual
Oitenta e um anos após o primeiro retorno de Zorobabel (
Menos de 2000 homens)

3º Retorno:
- Em 445 aC com Neemias.
Reconstrução dos muros e
- Objetivo:
consequentemente da cidade.
Observação: Este terceiro dado, o ano de 445 aC, que fala da
reconstrução de Jerusalém é que será usado na contagem das
setenta semanas de Daniel , que veremos mais à frente.
..............................................................................................
...................

As 70 Semanas de Daniel :
Daniel 9.24
Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e
sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, e
dar fim aos pecados, e para expiar a iniquidade, e trazer justiça
eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santo dos
Santos.

Daniel, estudando as escrituras , entendeu que as assolações


de Jerusalém , haviam de durar Setenta anos
Exilado em terra estranha, na Babilônia , Daniel orou em favor
do santuário , do templo de Jerusalém (Dn 9.17). Chorou por
causa da destruição que houve contra Jerusalém (Dn 9.18), e em
favor de todo o povo de Judá (Dn 9.19). Confessou os pecados
da nação e clamou o perdão (Dn 9.19), e a misericórdia de Deus.
Perante a súplica de Daniel Deus enviou o anjo Gabriel (Dn
9.21), revelando a ele todo o seu plano para a restauração de
todas as coisas sobre a face da terra.

Após os Setenta Anos de exílio na Babilônia, o juízo sobre a


desobediência com relação ao descanso da terra teve fim .
Deus trouxe de volta os exilados judeus depois de setenta anos
, novamente para sua terra, cumprindo a sua Palavra.
Este episódio serviria de ensino para os tempos futuros ,
quando Deus após passarem Setenta Semanas de Anos daria
fim aos pecados de toda a humanidade e faria vir o juízo sobre
todos os pecadores por sobre a face da terra, assim como
também restauraria o seu povo Israel (e sua terra Jerusalém) ,
trazendo-os novamente à sua terra , de todos os lugares por
onde foram espalhados, dentre todas as nações do mundo.

Daniel Suplicou , e o anjo Gabriel, trouxe-lhe a revelação:


Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e
sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, e
dar fim aos pecados, e para expiar a iniquidade, e trazer justiça
eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santo dos
Santos (Daniel 9.24)

Esta passagem diz: SETENTA SEMANAS...


Mas Daniel 9.2 diz que as assolações de Israel deveriam durar
setenta anos e não setenta semanas.
No primeiro ano de seu reinado, eu , Daniel, entendi, pelos
livros, que o numero de anos, de que falara o Senhor ao profeta
Jeremias, que haviam de durar as assolações de Jerusalém,
era de Setenta anos (Daniel 9.2)

Qual seria o certo? Anos ou semanas?????


Leviticos 25.8 nos esclarece este assunto, quando estudamos
sobre o ano de Jubileu:
Levitico 25.8 – Contarás sete semanas de anos...
Concluímos então que quando Deus fala em semanas, na
verdade são “SEMANAS DE ANOS”
Voltemos ao versiculo 24 do capitulo 9 do livro de Daniel (Dn
9.24):

Quatrocentos e noventa anos estão determinadas sobre o teu


povo. (Sobre o povo de Daniel , o povo judeu. O povo de Israel)

...e sobre a tua santa cidade, (a cidade de Daniel ,


Jerusalém)...

...para fazer cessar a transgressão, (a transgressão de Israel


com relação a desobediência das leis de Deus para o seu povo,
os judeus)...

...para dar fim aos pecados, (para que os pecados de toda a


humanidade chegassem ao fim)...

....para expiar a iniquidade, (expiar quer dizer apagar , perdoar.


Para que os pecados da humanidade fossem apagados)...

...para trazer a justiça eterna , (através do fim de Satanás , da


morte , e do fim do sofrimento dos santos de Deus que são
todo o povo de Deus , a IGREJA de Jesus Cristo)....

...para selar a visão e a profecia (para o cumprimento integral


da profecia das setenta semanas de anos)...

...e para ungir o Santo dos Santos (dando possibilidade aos


homens de entrarem no Santo dos Santos, tendo livre acesso à
presença de Deus , pelo sangue de Jesus Cristo).

Através desta passagem, Deus estava revelando que :

A partir de 445 aC ...490


anos estão determinados
para ...o fim de tudo ...sobre a face da terra.
As 70 Semanas de Daniel.
O Inicio da Contagem:
Este versículo é muito profundo, e aponta diretamente para o
fim dos tempos.
70 semanas de anos estão determinadas para cessar a
transgressão de Israel, sobre a quebra das leis de Deus
(transgressão), e para que os pecados da humanidade
chegassem ao fim.
Para trazer à luz a justiça eterna de Deus, acabando com
Satanás e com a morte e com o sofrimento dos santos.
Para selar o cumprimento desta a profecia , e para ungir o
Santo dos Santos, dando possibilidade aos homens de entrarem,
no Santo dos Santos, e adorar ao Nosso Deus, Por Jesus Cristo
, Nosso Senhor.

Daniel 9.25 nos dá também esta revelação:


Daniel 9.25 – Sabe e entende: Desde a saída da ordem
para restaurar e para edificar Jerusalém, até o Ungido, O
Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas. As praças
e tranqueiras se reedificarão, mas em dias angustiosos.
Temos de descobrir primeiramente quando foi dada a ordem
para se iniciar a restauração de Jerusalém:

Saída da Ordem: ( para restaurar e para edificar Jerusalém)

Houveram três ordens relacionadas à reconstrução de


Jerusalém :
1ª Ordem: No reinado de Ciro , rei da Pérsia.
2ª Ordem: No reinado do rei Artaxerxes , rei da Pérsia.

3ª Ordem: No reinado do rei Artaxerxes , rei da Pérsia.


Esta ordem foi promulgada , no vigésimo ano de reinado do rei
Artaxerxes, rei da Pérsia. Neemias , copeiro do rei , judeu exilado
na Babilônia, pediu ao rei que o liberasse para voltar à sua terra
e reedificar a cidade de Jerusalém (Ne 2.5) , a começar pela
reedificação dos muros da cidade (Ne 2.17).
Este decreto deu-se no mês de Nisã, no ano vigésimo de
reinado deste rei (Ne 2.1)
É sobre esta terceira ordem que Daniel 9.25 fala. As duas
primeiras foram para reconstrução e embelezamento do templo
de Jerusalém.

Daniel 9.25 – Sabe e entende: Desde a saída da ordem para


restaurar e para edificar Jerusalém, até o Ungido, O Príncipe,
sete semanas e sessenta e duas semanas. As praças e
tranqueiras se reedificarão, mas em dias angustiosos (Daniel
9.25)

É o inicio da contagem das SETENTA SEMANAS DE DANIEL: “


14 de Março de 445 aC”. É o inicio do FIM.
Nesta data , saiu o decreto para restaurar e para reedificar
Jerusalém.

Daniel 9.25 – Sabe e entende: Desde a saída da ordem para


restaurar e para edificar Jerusalém, até o Ungido, O Príncipe ,
sete semanas e sessenta e duas semanas;
Atentando para a palavra UNGIDO e PRINCIPE, vemos que
estão escritas com letras maiúsculas, referindo-se a Jesus
Cristo.
Então temos: Sabe e entende: Desde a saída da ordem
(444/445 aC ) para restaurar e para edificar Jerusalém, até o
Ungido, ( Jesus) o Principe...
...sete semanas e sessenta e duas semanas;... = 483 anos.

Daniel 9.25 – Sabe e entende: Desde a saída da ordem para


restaurar e para edificar Jerusalém
( 14 – 03 - 444/445 aC ) , até o Ungido (Jesus Cristo) , O
Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas( 483 anos)
. As praças e tranqueiras se reedificarão, mas em dias
angustiosos.
(Resumindo , 69 semanas de anos se passariam até a vinda e
morte de Jesus Cristo à terra).
Continuando:
Depois das 62 semanas (483 anos) , será morto o Ungido e já não
estará; (Daniel 9.2)

Esta passagem nos leva à morte de Jesus em 32/33 dC, pois é


sabido que Jesus Cristo foi crucificado nesta época.
Inicio da
contagem Morte do Ungido.
444/445 aC 33 dC
483 anos

Este calculo leva-nos à Jerusalém, em 6/4/ 32 DC, quando Jesus


entrou na cidade de Jerusalém montado em um Jumentinho. (Mc
11.7).

Passaram-se as 7 semanas e também as 62 semanas de anos, ou


seja , passaram-se 69 semanas de anos
483 anos da profecia já se cumpriram.

Mas, a profecia não fala de 70 semanas de anos? (Dn 9.24)


Falta 1 semana para que se completem as 70 Semanas de
Daniel. Então, vamos à ela.
Vamos analisar a passagem de Daniel 9.26, quando
fala que o povo do príncipe que há de vir, destruirá a cidade e o
santuário.
Note que este príncipe está escrito com letra minúscula:
Vejamos:
1. Povo do príncipe:
No inicio da formação da igreja , o povo do príncipe foram os
romanos, que no ano 70 DC, destruíram Jerusalém. O mesmo
ocorrerá com Jerusalém no futuro.
Jerusalém e o santuário que será reerguido pelos judeus será
destruído pelo “príncipe” do futuro.
2. O príncipe que há de vir :
Este príncipe é o anticristo que aparecerá durante a última
semana.

A última Semana de anos.


(A 70ª Semana)

Daniel 9.27- Ele confirmará uma aliança com muitos por


uma semana, mas na metade da semana fará cessar o
sacrifício e a oferta de cereais.

Esta semana é futura.


A contagem das semanas parou na 69ª semana, com a
morte do Messias e a destruição de Jerusalém pelos romanos.
Com a destruição da cidade de Jerusalém e a destruição do
templo , as Setenta Semanas de Daniel não puderam se cumprir.
Será necessário que o templo seja restaurado para que o
anticristo que ainda aparecerá , se “sente” nele e a profecia se
cumpra.

Veja o final do versículo 26:


“ Até o FIM haverá guerra, e estão determinadas desolações”.
Esta passagem fala do FIM. É uma palavra chave para a
interpretação. e que surge um intervalo, para que entre a 70ª
semana.
Daniel 9.27 diz - Ele confirmará uma aliança com muitos por
uma semana, mas na metade da semana fará cessar o
sacrifício e as ofertas de cereais;

Assim como os romanos ( o povo do príncipe da época de


Jesus) destruiram a cidade e o templo em 70 dC, assim
também será no final dos tempos.
A bíblia diz que tudo o que foi escrito , o foi para nosso ensino.
O general Tito , comandante do exército que invadiu Jerusalém
em 70 dC é uma representação do anticristo que invadirá
Jerusalém nos últimos dias.
Daniel 9.24 fala de 70 semanas.
Daniel 9.25 fala de 7 semanas e 62 semanas, que somadas
completam 69 semanas.
Vemos então que para se completarem as 70 semanas falta o
cumprimento de 1 semana de anos que ainda não chegou.
Mas como sabemos que ela ainda não chegou?

Quatrocentos e oitenta e três anos já se passaram até a morte


de Jesus Cristo.
Com quatrocentos e noventa anos, segundo a profecia , teria
que ter chegado o FIM de todas as coisas.
Mas vemos que isto não aconteceu.
A profecia havia falhado ?
A Palavra de Deus não se cumpriu?
O que teria acontecido?
Porque Daniel 9.27 diz que “ ele confirmará uma aliança com
muitos por uma semana, mas na metade da semana fará
cessar o sacrifício e as ofertas de cereais;”

Ora , a bíblia nos ensina que eram os judeus que ofereciam a


Deus sacrifícios pelos pecados , e ofertas dos frutos da terra,
ofertas de cereais , portanto este versículo está se referindo ao
povo de Israel, e não às demais nações do mundo.
Daniel 9.26 revela que até o fim haverá guerras e desolações e
Daniel 9.27 diz que sobre as asas das abominações virá o
assolador.
Este assolador é o ANTICRISTO, um homem que se colocará
em oposição a Jesus Cristo. Ele confirmará no futuro uma aliança
com os judeus por uma semana , ou seja , durante a última
semana das 70 semanas proféticas.
O anticristo ainda não apareceu , portanto a última semana
ainda não se cumpriu.

Mas o relógio de Deus não pode parar.


Como Israel foi expulso de sua terra em 70 dC, pelos romanos,
a profecia das Setenta Semanas não pôde se cumprir em sua
seqüência normal.
Ela sofreria um intervalo , já planejado.

Assim, a contagem sofreu um intervalo para o


SURGIMENTO DA IGREJA, que estava nos planos de Deus, e
para que , dentro deste tempo, os judeus possam retornar à sua
terra.
Este intervalo já alcança mais de 2000 anos, e é chamado de
dispensação da graça ( Rm 12.3) , tempo da igreja , ou tempo
dos gentios (Rm 11.25).

Atos 15.14 diz - Simão relatou como primeiramente Deus


visitou os gentios, para tomar dentre eles um povo para o seu
Nome.
A Bíblia chama a igreja como o mistério, que esteve oculto
desde todos os séculos, e em todas as gerações e que agora foi
manifestado aos seus santos.
Veja Romanos 16.25- Ora, àquele que é poderoso para vos
confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus
Cristo, conforme a revelação do mistério que desde tempos
eternos esteve oculto.
Como já vimos, os Judeus rejeitaram a Jesus, o qual foi aceito
pelos gentios, os demais povos do mundo.

A ÚLTIMA SEMANA.
Esta semana ainda não aconteceu.
Ela inicia-se com o arrebatamento da igreja e será conhecida
como A Grande Tribulação que terá a duração de 7 anos .
No inicio destes sete últimos anos, a igreja será arrebatada
da terra para o céu.
Enquanto a igreja se encontra no céu , na terra ocorrerá um
período de muita tortura e dor.
Sete anos de terríveis calamidades assolarão a humanidade.
Aqueles que não aceitarem a Cristo ficarão aqui, juntamente com
os milhões de desviados da igreja, aqueles que um dia
conheceram e serviram ao Senhor.
Enquanto na terra ocorrerão coisas horríveis para a
humanidade, no céu a igreja passará por no mínimo , dois
grandes eventos:
1. O Tribunal de Cristo.
2. As bodas do Cordeiro.

Mas estará longe esta última semana?


Veremos em detalhes, sempre nos orientando pela Palavra
de Deus. Este assunto não é mera ficção. É pura realidade e
realmente está prestes a acontecer.
Nós vimos que para iniciar a última semana, a igreja terá que
ser arrebatada ou seja , retirada de terra , sendo levada para o
céu.
Para isto , o Senhor Jesus, pessoalmente virá buscar a sua
noiva, a igreja.

E Como se dará a volta de Jesus? Como se dará o


arrebatamento?
Estará longe a volta do Senhor?
Mateus 24. 42 diz - Portanto vigiai, porque não sabeis a hora
que há de vir o vosso Senhor.
Não sabemos a hora que Jesus virá, mas a bíblia nos diz que
está muito próximo. O período da graça já se estende por mais
de 2018 anos e a volta do Senhor poderá acontecer a qualquer
momento.
Por isso estais vós também apercebidos, porque o Filho do
Homem há de vir à hora em que não penseis (Mateus 24.44)
A qualquer momento, Jesus pode voltar.

Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os


anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai (Marcos 13.
32,33)
Estai de sobreaviso! Vigiai ( e orai ) ! Não sabemos quando
o Senhor virá.
Não sabemos a hora irmão, mas Deus nos informa que está
muito perto.

A Grande tribulação:
Duração: 7 anos ( 2 períodos de três anos e meio cada um )
Corresponde à Ultima Semana de Daniel.
No versículo 25, o Príncipe está escrito com letras maiúsculas,
representando Jesus, e no versículo 26, o príncipe esta escrito
com letras minúsculas representando o anticristo.
Nos primeiros 3 anos e meio, ou 42 meses , ou 1260 dias, o
anticristo fará uma aliança com os judeus , mas depois quebrará
esta aliança, e mostrará a sua cara, mostrará porque veio.
Veja:

7 semanas + 62 semanas + 1 semana = 70


semanas.
49 anos + 434 anos + 7 anos = 490
anos
Estes últimos 7 anos serão chamados de a grande tribulação.
Um período de grande tristeza e dor que se estenderá por todas
as nações.
Assolará todo o planeta terra.
Os principais objetivos da grande tribulação será levar Israel a
aceitar a Jesus e trazer juízo ao mundo, julgando as nações por
sua impiedade, por causa de seus pecados.
Jesus está voltando , mas ninguém sabe a hora.
Mas está muito perto , e os verdadeiros adoradores podem
sentir no ar o quão perto está a sua volta.
Jesus Cristo nos falou de sinais , que haveriam de nos mostrar
a proximidade da hora. Ele nos falou de sinais dos tempos:
(Mateus 16. 2-3) e (Mateus 24. 3 – 44 ).

A seguir , relacionamos alguns sinais, que comprovam que a


volta de Jesus para buscar a sua igreja está às portas.

1º Sinal: O Renascimento de Israel: (Zacarias 10.9,10)


2º Sinal: A Explosão do conhecimento:(Daniel 12.4 )
3º Sinal: Comunicação internacional instantânea:
4º Sinal: Guerras: (Mateus 24.6)
5º Sinal: Fome: (Mateus 24.7)
6º Sinal: Pestes: (Mateus 24.7)
7º Sinal: Terremotos: Mateus 24.7)
8º Sinal: A Multiplicação do mal: (Mateus 24.12)
9º Sinal:Abortos. (Jeremias 2.34)
10º Sinal- Apostasia: . (1 Timóteo 4.1,2)

Estes são apenas 10 sinais , comprovando o quão próximo


está a volta de Nosso Senhor para buscar a igreja , e o quão
próximo está o cumprimento da última semana.
E ela se inicia com : O Arrebatamento da Igreja.

Na primeira fase , Jesus virá para buscar sua igreja.


Numa segunda fase , Jesus virá para livrar Israel da destruição
pelo anticristo.

Primeira fase:
1 Tessalonissenses 4.16,17 - Pois o mesmo Senhor descerá
do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da
trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressurgirão
primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos
arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro
do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o
senhor.

Em toda parte do planeta, o terror atingirão a população.


Aviões cairão em todas as partes do mundo , pois os pilotos
sumirão. Acontecerão centenas de acidentes automobilísticos.
Carros se chocarão em vias publicas em alta velocidade, e seus
motoristas não se encontrarão no volante, Filhos sumirão . Pais
sumirão . Avós sumirão em todas as partes do mundo. Os povos
gritarão : O que aconteceu? Onde estão os crentes? Eles
sumiram!!!!!!!!!!!!!!!!

O arrebatamento será uma surpresa: Jesus virá


secretamente:
( 1 Corintios 15.51, 52 )
1. Um dos propósitos do arrebatamento, será livrar a
igreja da grande tribulação. Em apocalipse 3,10, Jesus fala:
“ Eis que guardaste a palavra da minha perseverança,
também eu te guardarei da hora da tribulação que há de vir
sobre todo o mundo, para provar os que habitam sobre a terra”.

A convocação:

Abrindo 1 tessalonicenses 1.1, vemos que esta carta foi


escrita á igreja. O brado de Jesus (1 ts 4.16), será para que sua
igreja ouça.
O mesmo caso acontecerá com a voz do arcanjo. Quem
escutará a trombeta será a igreja. Pois é a igreja que será
arrebatada para o encontro com o Senhor nos ares, nas nuvens (
1 Ts 4.16)

Os 144.000:
Alguns dizem que somente 144000 pessoas irão para o céu ,
mas através das passagens abaixo , vemos que os 144.000
citados no apocalipse são Judeus , e no versiculo 9 , vemos
multidões diante de Jesus.
Apocalipse 7 - Versículo 4-"E ouvi o numero dos que foram
selados, e eram cento e quarenta e quatro mil, de todas as
tribos de Israel."
Apocalipse 7 - Versículo 9-"Depois destas coisas olhei, e vi
uma grande multidão que ninguém podia contar, de todas as
nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do
trono e perante o Cordeiro, trajando compridas vestes brancas,
e com palmas nas mãos."

A morte:
Trata-se de um inimigo, que entrou no mundo por causa dos
pecados.
1 Corintios 15.26- Ora, o ultimo inimigo que há de ser
destruído é a morte.
Romanos 5.12- Pelo que, como por um homem entrou o
pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a
morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

Antes a morte não estava no mundo. A partir da hora que o


pecado entrou no mundo, através de Adão e Eva, a morte
também entrou. Quem abriu esta porta? Quem deu legalidade
para a morte entrar no mundo ? Sim ! Foi Adão quando pecou.

Existem três tipos de morte:


1. Morte física:
É a separação entre o corpo, a alma e o espirito.

2. Morte espiritual:
É a separação entre Deus e o homem:

3. Morte Eterna:
É chamada de 2ª morte:
Será o sofrimento final do corpo unido novamente à alma e
ao espirito. No caso do pecador não regenerado, fica
completamente separado de Deus e dos salvos, por toda a
eternidade.

O estado intermediário:
A bíblia ensina que os justos mortos, assim como os ímpios
mortos, continuam existindo após a morte física, e antes da
ressurreição.

Quando o ser humano morre, o corpo volta ao pó ( Gn 3,19),


mas seu espirito juntamente com a sua alma, vão para o
paraíso , onde o apostolo Paulo esteve .
Antes da ressurreição de Cristo, no antigo testamento, todos os
mortos justos ou ímpios iam para o Hades (palavra grega
equivalente a Selo no hebraico).
Havia porém uma separação entre os bons e os maus. Os
justos ficavam no Seio de Abraão ( chamado de paraíso), e os
ímpios iam para o lugar de tormentos, um lugar horrível.
Vemos , pela bíblia , que o rico viu o pobre no Seio de Abraão,
portanto ele estava consciente no estado intermediário.

Depois da ressurreição de Jesus:


Com a morte de Jesus por nós pecadores, houve uma mudança
quanto ao estado intermediário dos justos. Na verdade a
mudança ocorreu entre a morte e a ressurreição do Senhor.
Na cruz, Jesus falou ao ladrão que estava à sua direita, que
no mesmo dia ele estaria com Jesus no paraíso. Não falou que
teria que esperar no pó da terra, mas sim que estaria com o
Senhor.
Em Efésios 4. 8,9, a bíblia fala: Por isso diz: Subindo ao
alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. Ora ,isto -
ele subiu - que é, senão que também antes desceu às partes
mais baixas da terra.
Sim! Jesus levou para o terceiro céu as almas que estavam
cativas no Seio de Abraão, o cativeiro, onde ele desceu para
pegá-las, nas partes inferiores da terra. Este Seio de Abraão
encontrava-se no interior da terra.
O Lugar de tormentos e o poço do abismo ainda
continuam lá, a mais ou menos 6000 quilômetros abaixo de nós.
Ao ressuscitar, Jesus levou consigo os justos do antigo
testamento que estavam no Seio de Abraão.

Os Mortos em Cristo
Veremos agora , o estado dos justos que faleceram em Jesus
Cristo, Nosso Senhor:
1. Eclesiastes 12.7, fala que estão com Deus.
2. Estão no paraíso (Lucas 23.43 e 2 Corintios 12.4)
3. Eles estão vivos e conscientes (Mt 22.32)
4. Estão em descanso (Apocalipse 14.13)

Os mortos sem Cristo


1. Estão vivos e conscientes (Lucas 16.23)
2. Eles estão separados de Deus (Lucas 16 23)
3. Estão em prisão (1 Pedro 3.19)
4. Estão debaixo de punição. (2 Pedro 2.4,9).

O céu e o inferno
Muitos já ouviram falar em céu e inferno, mas a maioria não
acredita na existência deles. Diversas religiões distorcem as
escrituras, tentando amenizar o futuro sombrio para o qual eles
estão caminhando. Outra ainda, inventou o purgatório, pregando
que lá, as almas passam por um período de prisão para pagar
os pecados e depois saem daquele lugar. Isto é um absurdo
perante a bíblia. Se tão somente eles lessem as escrituras ,
descobririam que não passa de uma grande mentira, e milhões
estão sendo enganados.

O céu:
O céu é onde está Deus , O Todo Poderoso. O destino final da
igreja é a sua habitação na eterna presença de Deus.

O Inferno:
A alma de todo ser humano treme só de pensar em um
dia ir para este lugar. Mesmo que não acreditem, ninguém gosta
de ouvir que um dia poderá ir parar no inferno. Ali, os ímpios,
ficam conscientes , no sofrimento eterno(Lucas 16.23). Ele situa-
se abaixo de nós (Pv 15.24).

No Novo testamento, três palavras são traduzidas pôr inferno:


1. Hades – Lugar de tormentos. Situa-se abaixo da
terra. Os ímpios do antigo testamento ainda estão lá, e os
mortos sem salvação continuam a irem para aquele lugar
terrível.
2. Geena- Com relação à geena, veremos mais tarde
com detalhes. Tem relação com o castigo eterno. É o
inferno final.
3. Tártaro – É a prisão dos anjos caídos de Judas 6.
São os demônios mais poderosos que lá estão presos.
Chamado também de poço do abismo.(ap 20.1,3).

A Ressurreição
Na bíblia sagrada , existem três grupos de ressurretos:
1.As primícias:
Composto de Jesus e dos que ressuscitaram após sua morte
na cruz
2. A colheita geral:
Todos os forem arrebatados na sua vinda, como diz o versículo
acima. São os mortos e os vivos em Cristo Jesus. ( 1 Ts 4.16)
3.Os rabiscos da colheita:
São os gentios salvos durante a grande tribulação.
Ressuscitarão logo antes do milênio.(Ap 6,9,10).

O dia de Cristo:
Com o arrebatamento, inicia-se o Dia de Cristo. É o dia de
triunfo da igreja. Nada tem a ver com o dia do senhor.
Dia de Cristo: 1 Co 1.8- O qual vos confirmará até ao fim, para
serdes irrepreensíveis no dia do Nosso senhor Jesus Cristo

O Tribunal de Cristo:
Chegará então o dia de Cristo. A igreja é arrebatada para o
céu. Agora os salvos devem comparecer perante um tribunal
especial, mencionado na bíblia como o tribunal de Cristo. (1 Co
5.10)
É um tribunal para receber galardão ou recompensas. Toda a
vida , do crente, após ele aceitar a Jesus vai ser repassada.
Tudo vai ficar às claras para ser julgado.

O tribunal de Cristo ocorrerá logo após o arrebatamento (1 Pe


5.4), e o Juiz será o Senhor Jesus(2 Tm 4.8)

No tribunal de Cristo para galardão, as nossas obras passarão


por um fogo provador, no que diz respeito às obras praticadas
por cada convertido. Para muitos, o fogo será para aprovar ,
mas infelizmente para outros será para reprovar.(1 Co 3.12-14)

Dois tipos de obras serão reveladas no Tribunal de Cristo:


1ª- Obras que foram reprovadas pelo fogo:
-Madeira, feno e palha. Como estes materiais queimam-se com
muita facilidade, e após queimados , restam deles apenas pó e
cinzas, sendo então levados pelo vento, assim serão reprovadas
estas obras. São obras sem valor , obras feitas sem vontade,
sem amor, só por obrigação. Obras estas não merecedoras de
recompensas. Obras de homens para agradar a homens, e não
para agradar a Deus.

2ª -Obras que foram aprovadas pelo fogo:


-Ouro , prata e pedras preciosas. Estes são materiais que,
além de serem resistentes ao fogo, são peças nobres e de valor.
Estas obras receberão grande galardão, pois fizeram diferença,
tanto no mundo físico como no mundo espiritual.

Recompensas aos justos no tribunal de Cristo:

1. Coroa da vida (Tg 1.12)


2. Coroa da gloria (1 Pe 5.4)
3. Coroa da justiça (2 Tm 4.8)
4. Coroa da alegria (Coroa incorruptível(1 Co 9.25,27)

As bodas do Cordeiro:
Após passar pelo tribunal de Cristo, a igreja , cheia de
recompensas, participará das Bodas do Cordeiro. Quanta
majestade, e quanta alegria estará acontecendo no céu. Todos
os salvos participando do encontro com o Senhor Jesus, nosso
Salvador, para a grande ceia no céu.
Regozigemo-nos e alegremo-nos, e demos-lhe gloria porque
vindas são as bodas do Cordeiro, e já sua esposa se aprontou
(Ap 19.7).

A grande tribulação:
Mateus 24. 21- Por que nesse tempo haverá grande
tribulação, como desde o principio do mundo até agora não tem
havido.

Será um período terrível para que ficar na terra. É a


última semana de Daniel. A 70ª semana. Chamada biblicamente
de “Grande Tribulação”.
Também é conhecida por dia do Senhor(Jl 3.14), O tempo de
angustia de Jacó( Jr 30.7), O dia de trevas (Am 5.18), O dia da
vingança do nosso Deus (Is 34.8), Dia da ira( Sf 2.3) , etc...
Em 2 Ts 2.1,4 , o povo estava preocupado, achando que o dia
de Cristo já havia chegado e eles tinham ficado na terra. Paulo
apóstolo lhes escreve, dizendo que só acontecerá quando
aparecer a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o
filho da perdição. Ele se assentará no templo de Deus, querendo
parecer Deus,
Este homem , na bíblia é conhecido como...O anticristo:

Será um grande líder, personificando o próprio diabo. Terá


poderes intelectuais extraordinários, grande orador, muitíssimo
sábio, Será excelente estrategista, líder nato, grande carisma,
agradará à população de todo o mundo. Ele terá uma
personalidade incrível.
Os homens que não conhecem a Deus , irão ama-lo, e
adora-lo como um Deus.
A terra ficará sob o seu total controle. Controlará o mundo
em todos os seus aspectos:

Agora, no período da grande tribulação, entra em cena o plano


de Satanás de dominar o mundo. Dentro deste plano se encaixa
o Movimento Nova Era.

NOVA ORDEM MUNDIAL- Nova Era.


A Nova Era é um movimento de nível mundial, que visa
preparar o mundo para o reinado do Anticristo.

A Aliança:
Em Daniel 9.27, nos vemos que ele confirmará uma aliança com
muitos por uma semana ( 7 anos), mas na metade da semana ( 3
½ anos) fará cessar o sacrifício e a oferta de cereais.
Ao subir ao poder , o anticristo fará aliança com todos os
povos do mundo , e governará como apoio de uma confederação
europeia ( Dez dedos da estatua de Nabucodonosor (Dn
2.41,42). (A Estátua de Nabucodonosor)

Quanto ao anticristo , ele acabará com a fome, com as guerras,


e com o dinheiro. Haverá estabilidade econômica no planeta
todo. Por 3 ½ anos a terra terá “paz”.
Em sua terra, os judeus estarão adorando a Deus com
sacrifícios e ofertas de cereais , conforme o padrão do antigo
testamento, pois eles não aceitam Jesus como salvador.
Então na metade dos 7 anos, exatamente 3 ½ anos , ele
quebrará o pacto, proibirá o culto dos judeus , exigirá adoração a
si como Deus e se sentará no trono de Deus, querendo parecer
Deus.

Mas, como este período chama-se grande tribulação,


(alguns chamam a primeira metade de tribulação), muitos
sofrerão terríveis perseguições, os conhecedores das escrituras,
os recém convertidos, os que não aceitarem a marca da besta,
etc... ( Ap 13.17 - ap 15.2 ), serão massacrados e mortos por
amor a Deus. Ainda muitos se salvarão (ap 7.9 e 7.14).

Durante a grande tribulação, uma trindade satânica estará


agindo na terra:
1. O dragão: É o próprio satanás, querendo imitar a
Deus.(ap 13.1,3)
2. O anticristo : É a besta que subiu do mar, as
nações. (ap 13.1). Uma fera. Imitação de Jesus.
3. O falso profeta: A Segunda besta, que sobe da
terra. Poder religioso. (ap 13.11). Imitação do espirito Santo.

Logo após o arrebatamento, acorrerá os seguintes


acontecimentos durante a grande tribulação:
1 . O antigo império romano ressurgirá, na forma de uma
confederação de nações. (Dn 7.20).
2 .O templo será reconstruído (Mt 24.15).
3 . A derrota de guogue. Povos persas, etíopes, etc...,
liderados pela Rússia,( príncipe de Moscou), marcharão contra
Israel mas serão derrotados.(Ez
38).

Os selos:
A ira de Deus agora se derrama sobre a terra. Nesta primeira
parte, na forma de sete selos:
1º selo: Aparece o cavalo branco, simbolizando o
aparecimento do anticristo. O branco representa a falsa paz
sobre a terra e a tentativa de imitar a Jesus.( ap 6.1,2)
2º Selo: Cavalo vermelho. Guerra. Guerras em toda as partes
do planeta. Carnificina. O horror da grande tribulação.(ap 6.3,4)
3º Selo: Cavalo preto. Fome . Fome causada pelas guerras. Há
grande racionamento de alimentos.( ap 6.5,6)
4º selo: Cavalo amarelo. Morte. Causada por guerras, pestes, e
feras da terra.( ap 6.7,8)
Neste período, surgem duas testemunhas, com grande
poder, para fechar o céu e para não chover, para converter
águas em sangue, e ferir a terra com todo tipo de pragas, assim
como Elias e Moisés.(Ap 11.3,13).
5º Selo: O clamor dos mártires. Mortos estão debaixo do altar
de Deus pedindo vingança. Devem ser os mortos do antigo
testamento, pois os mortos do novo testamento não pedem
vingança, mas misericórdia.(ap 6.9,10).
6º Selo: Sinal no céu e angustia na terra. Ocorrerá grande
terremoto. O sol tornar -se-á negro. A lua em sangue. Estrelas
cairão do céu. O céu se enrola. Montes e ilhas removidos de
seus lugares.(ap 6.12.17)
7º Selo: Silencio no céu. Aparecem sete anjos com sete
trombetas. Um anjo lança fogo sobre a terra e há terremotos e
tempestades. Agora os anjos irão tocar suas trombetas:

As Trombetas:
1ª trombeta: Saraiva , fogo e sangue caem sobre a terra. A
Terça parte da terra morre (ap 8.7).
2ª trombeta: Algo gigantesco em chamas cai no mar e o
contamina. 1/3 da vida marinha morre e 1/3 dos navios são
destruídos.(ap 8.8,9).
3ª trombeta: Uma estrela chamada absinto cai sobre a 1/3 dos
rios e sobre 1/3 das fontes das águas. As águas tornam-se
amargas e muitos homens morrem .(ap 8.10,11).
4ª trombeta: Trevas na terra. 1/3 do sol , da lua e das estrelas
deixam de brilhar (ap 8.12).
5ª trombeta: Praga de gafanhotos demônios saem sobre aterra.
(ap 9.1,12)
6ª trombeta: Cavalaria infernal. 200 milhões de soldados
infernais saem para a guerra. 1/3 dos homens morrem.(ap
9.13,21)
7ª trombeta: Relâmpagos , trovões e grande chuva de pedras
(ap 11.15,19).

As sete visões:
João viu sete grandes visões, visões estas que se cumprirão no
seu tempo determinado:
1ª visão: Jesus com os 144000 remidos sobre o monte Sião.
(ap 14.1,5)
2ª visão: Um anjo anunciando o evangelho eterno.( ap 14.6,7)
3ª visão: Um anjo anuncia a queda da Babilônia.(ap 14.8)
4ª visão: O julgamento dos que adorarem o anticristo (ap
14.9,12)
5ª visão: O descanso dos mortos (ap ap 14.13)
6ª visão: A ceifa da terra (ap 14.14,16)
7ª visão: A vindima da terra (ap 14.17,20)

Sete anjos com sete pragas:


São as sete últimas pragas do juízo de Deus sobre a terra.
Sete taças cheias da ira de Deus são dadas a sete anjos, e
ordenados que derramem sobre a terra estas taças:
1ª - Chagas malignas sobre os adoradores da besta (ap 16.2)
2ª - O mar vira sangue e morre toda a vida marinha.(ap 16.3)
3º - Todas as águas potável do planeta torna-se em sangue.
(ap16.4)
4ª - O calor do sol torna-se insuportável –(ap 16.8,9)
5ª - Dor no trono da besta( ap 16.10,11)
6ª - Reunião dos reis para a batalha do armagedom (ap 16.12)
7ª - Terremoto e chuvas de pedras. (ap 16.17,21)

Estamos chegando no final dos sete anos, no final da grande


tribulação. Coisas terríveis acontecerão aos homens, e tudo
culminará com uma grande guerra:

A guerra do armagedom:
Armagedom é um lugar na Palestina, e se chama montanha de
megido. É o local onde acontecerá a terrível batalha entre as
nações e o grande Jeová, Deus eterno.
Este lugar fica ao norte de Israel e foi palco de grandes
batalhas durante toda a historia da humanidade.(ap16.16)
O anticristo envolverá, com enganos, as nações num grande
ataque contra Israel. Acamparão no vale do armagedom, e dali
avançarão contra Israel. A guerra será terrível. Judá pelejará
com todas as suas forças.(Zc 14.14 - Jl 3.2 - Jl 3.14 - Zc
12.3 ).

O anticristo cercará Jerusalém (Zc 14.2)


Israel fugirá para Edom , Moabe e Amom (Is 63 .1,7)
Israel clamará pelo Messias Zc 12.5)
A volta de Jesus-2ª fase. (ap 19.11)
A igreja virá com ele (ap19.14 e Mt 25.31)
Virá para livrar Israel (ap 19. 11,16)
Todo olho o verá (ap 1.7)
Pisará sobre o monte das oliveiras (Zc 14.3,4)
Os judeus se converterão (Zc 12.10,14)
O Senhor lutará com fogo (Is 66.15)
As nações, desorganizadas lutarão entre si e se matarão(Zc
14.13)
O sangue chegará até o freio dos cavalos(ap
14.20)
Se formará um rio de sangue de mais ou menos 30 Km(ap
14.20)
Gases mortíferos apodrecerão os olhos dos homens(Zc 14.12)
O anticristo e o falso profeta serão lançados vivos no lago de
fogo(ap 19.20)
Abutres se ajuntarão para comer carne de mortos (ap 19.17,18)

A guerra chegou ao final. A mortandade é enorme, mas a vitória


é do Senhor. Agora começa o julgamento das nações. O Senhor
Jesus assume o controle de tudo:

Primeiro Satanás será preso com cadeias, amarrado e lançado


no abismo pôr mil anos (ap20.1,3)
Este julgamento está descrito em Mateus 25.31,33 . Este
julgamento será para determinar quais nações participarão do
milênio:
1. Ovelhas: Nações que defenderão e protegerão
Israel durante a grande tribulação
2. Bodes: Nações aliadas ao anticristo.
O julgamento girará em torno do tratamento dispensado
aos judeus (Mt 25.40,43)
As nações que lutarão contra Israel serão lançados no
inferno (Mt 25.41)
As nações protetoras participarão do milênio(Mt 25.34).

O milênio:
Será um período de mil anos , na terra (1 Co 6.2), sob o
governo de Jesus Cristo(ap 20.6)
Todos os justos, mortos na grande tribulação
ressuscitam e entram no milênio. Esta é a primeira ressurreição
(Ap 20. 4,6).
Israel será o centro do mundo e ocupará a terra que lhe
pertence(Is 11.10)
Jesus reinará de Jerusalém(Is 2.1,5)

A igreja:
A igreja participará do julgamento e será glorificada(ap 20.4,6)

# Alguns estudiosos afirmam que a cidade de Deus, a


Jerusalém celestial estará na terra durante o milênio, e que de lá
, Jesus governara o planeta e a igreja será seu auxiliar ( Mq
4.1 - Is 2.2 )
A Terra.
Haverá fertilidade (Am 9.13,14)
Desertos desaparecerão(Is 35.1,6)
Abundância de águas(Is 30.25)
Animais serão dóceis(Is 65.25)
Armas se converterão em objetos de lavoura(Is 2.4)
Vida prolongada(Is 65.20)
Elevado índice de natalidade(Is 8.5)
Prosperidade(Is 65.20,21)
De ano em ano, as nações deverão enviar seus representantes
a Jerusalém. Quem não enviar sofrerá falta de chuvas(Zc
14.16,20)

Ao se completarem, os mil anos satanás será solto ,


enganará e ajuntará as nações para a ultima guerra contra
Jesus. Apesar de os homens conviverem com o Senhor pelo
período de mil anos, sua natureza má ainda os levará pelo
caminho da maldade(ap 20.8)
Cercam Jerusalém com seus exércitos, mas chove fogo do
céu e os consomem (ap20.9).
Finalmente, satanás é lançado no lago de fogo, para todo o
sempre.(ap20.10)

O grande trono branco:


Este trono, tem a ver com o julgamento final: Todos os ímpios
mortos, desde Adão ate o final do milênio, deverão comparecer a
este julgamento para saber a seu destino(ao 20.11.15). E todos
serão lançados no lago de fogo.
Livros que serão usados no julgamento:
1.A bíblia (Jo 12.47 - Dt 18.19) - ap 5. 1,8)
2.O livro das obras (Dn 7.10 - ap 20.12)
4.O livro da vida ( Ap 20.12)

Novo Céu e nova terra:


Deus agora faz novo céu e nova terra. Alguns apostam que será
uma renovação, mas o versiculo1 do capitulo 1 não fala de
renovação, mas de tudo novo. A cidade de Deus descerá sobre
esta terra, e Deus habitará entre os homens.

Sergio Luiz Guedes Moreno.

Você também pode gostar