Você está na página 1de 22

1 (Prova 2018.

2) - Uma Universidade verificou que a probabilidade de que um aluno abandone


seu curso antes de completa-lo e de 50% dos créditos é de 20%

Considerando que suas turmas tem 50 alunos, calcule a média e o desvio-padrão por turma da
quantidade de alunos que abandonam o curso antes de completar 50% dos créditos.

a) média 10, desvio-padrão 8


b) média 25, desvio-padrão √8
c) média 8, desvio-padrão 10
d) média 25, desvio-padrão 8
*e) média 10, desvio-padrão √8

2 (Prova 2018.2) - Uma empresa de logística, LogK S.A., está se lecionando fornecedores
de caixas do Tipo A, sendo que dez empresas fizeram propostas e suas caixas foram
testadas pela LogK S.A, por meio de amostras compostas por 50 ele mentos. Se rá
contratada a empresa cuja caixa apresentar resistência mais homogênea aos estímulos
realizados. Assim, testou -se a resistência de cada caixa, determinando -se a pressão
necessária para rompê-las . Os resultados dos testes dos três melhores concorrentes foram:

Atendendo ao critério da LogK S.A., julgue os itens a seguir como verdadeiros ou falsos.
( ) O fornecedor escolhido deve ser o 3, porque a pressão média de ruptura
apresentada por suas caixas é a maior.
( ) O fornecedor escolhido deve ser o 3, porque o desvio-padrão nos testes de pressão de
ruptura apresentados por suas caixas é o maior.
( ) O fornecedor escolhido deve ser o 1, porque a resistência à pressão de ruptura
apresentada por suas caixas é a menor.
( ) O fornecedor escolhido deve s er o 2, porque o desvio -padrão nos testes de
resistência à pressão de ruptura apresentado por suas caixas é o menor.
A alternativa que apresenta a sequência correta de julgamento das assertivas é:

*a) F, F, F, V.
b) V, F, F, V.
c) F, V, F, V.
d) F, F, V, V.
e) V, V, F, V.

3(Prova 2018.2)- Ao analisar um diagrama de dispersão entre duas variáveis aleatórias, X


(variável independente) e Y (variável dependente), conforme gráfico apresentado a seguir, um
estatístico optou por utilizar uma equação linear aproximada entre X e Y tal que Y = 4 + 3X,
tendo em vista que nem todos os pontos pertencem a uma mesma reta.

By TD
Se o coeficiente de correlação linear entre X e Y for r, então, podemos
afirmar que:

a) 0 < r < 1
b) − 1 < r < 0.
c) r = 1.
d) r = 0.
e) r = − 1.
Resposta: a) 0<r<1
Justificativa:

4(Prova 2018.2) - As probabilidades de que duas pessoas A e B executem exatamente uma


tarefa de estatística durante um dia de trabalho são: P(A)=3/4 e P(B)=3/5. Calcule a
probabilidade de que ao menos uma dessas pessoas realize uma tarefa de estatística hoje:
a)3/20
b)9/20
c)1/10
*d)9/10
e)3/10

Resposta: 9/10

5(Prova 2018.2) - A renda média de uma grande comunidade tem distribuição normal, com
média R$ 15.000,00 e desvio -padrão R$ 3.000,00. Sabendo-se que a probabilidade de se
escolher ao acaso, entre a população dessa comunidade, uma pessoa com renda inferior a

By TD
R$12.000,00 é 0,159, calcule a probabilidade de se escolher, também ao acaso, uma pessoa
com renda superior a R$ 18.000,00.

A) 0,50.
B) 0,159.
C) É impossível realizar este cálculo.
D) 0,841.
E) 0,341.

Resposta:

6 (Prova 2018.2) - Uma creche organiza seus brinquedos em três caixas: na 1ª coloca bichos
de pelúcia, na 2ª coloca bichos de borracha/plástico e na 3ª, brinquedos educativos diversos.
Observou-se que a probabilidade de uma criança escolher a caixa 1 para retirar um brinquedo
aleatoriamente é de 0,3; a caixa 2 é 0,2 e a caixa 3 é 0,5. Dentro de cada caixa, há brinquedos
classificados segundo duas faixas etárias: até 1 ano e acima de 1 ano. Em cada caixa, temos:

Caixa 1: 40% dos brinquedos são para crianças até 1 ano.


Caixa 2: 30% dos brinquedos são para crianças até 1 ano.
Caixa 3: 20% dos brinquedos são para crianças até 1 ano.
Um brinquedo para criança com até 1 ano foi selecionado. Calcule a probabilidade de que ele
seja da caixa 3:

A) 1/2.
*B) 5/14.
C) 1/10.
D) 9/10.
E) 1/5.

Resposta: 5/14
Justificativa: Identifiquemos o evento A da seguinte forma: A: brinquedo para criança com até 1
ano. A probabilidade pedida é: A probabilidade de A é: . A probabilidade pedida é: . #
Distratores: 1/2=0,5 está errado porque é a probabilidade de seleção da caixa 3. 1/5=0,2 está
errado porque é a probabilidade de seleção de A apenas na caixa 3. 1/10=0,1 está errado
porque é a probabilidade . 9/10=0,9 está errado porque é a soma das probabilidades de
ocorrência de A nas três urnas.

7(Prova 2018.2)** - Os dados que constam na planilha são medições dos diâmetros de dois
tipos de eixos fabricados pela Indústria W, em duas amostras de 20 medições cada uma. A
indústria não permite que eixos sejam vendidos se fizerem parte do tipo de eixo cuja amostra
apresente dispersão em torno da média maior do que 5%. Se isso ocorrer, os processos de
produção devem ser alterados.

By TD
A direção da Indústria W solicitou ao gerente de produção que definisse se algum dos tipos de
eixos deveria ter seu processo de produção alterado e a justificativa para tal decisão.
Considerando os dados e medidas apresentados na imagem que contém a planilha, o gerente
de produção deve responder à direção que:

a) Os processos dos dois tipos de eixos devem ser alterados, porque o desvio-padrão de cada
amostra é maior que o limite de 5%.
b) O processo de produção do eixo tipo 2 deve ser alterado, pois o coeficiente de variação de
sua amostra é menor que o limite de 5%.
c) O processo de produção do eixo tipo 2 deve ser alterado, porque o desvio-padrão de sua
amostra é maior que 6,67%.
d) O processo de produção do eixo tipo 2 deve ser alterado porque o desvio-padrão de sua
amostra é de 7,4% aproximadamente.
* e) O processo de produção do eixo tipo 1 deve ser alterado, pois o coeficiente de variação de
sua amostra é de 5,23%, aproximadamente.

Resposta correta: e) O processo de produção do eixo tipo 1 deve ser alterado, pois o
coeficiente
de sua amostra é de 5,23%, aproximadamente.
Justificativa: O processo de produção do eixo tipo 1 deve ser alterado, pois o coeficiente de
variação de sua amostra é de 5,23%, aproximadamente. O coeficiente de variação da amostra
do tipo 1 é de 5,23% > 5%, que é o padrão comparativo utilizado pela Indústria W. Distratores:
Os processos dos dois tipos de eixos devem ser alterados, porque o desvio-padrão de cada
amostra é maior que o limite de 5%. Errada, pois, no tipo 2, o coeficiente de variação é menor
que 5%, 4,39%, e, então, esse tipo de eixo não requer alteração em seu processo de produção.
O processo de produção do eixo tipo 2 de ve ser alterado, pois o coeficiente de variação de sua
amostra é menor que o limite de 5%. Errada, vide justificativa anterior. O processo de produção
do eixo tipo 2 deve ser alterado, porque o desvio-padrão de sua amostra é maior que 6,67%.
Errada, pois o desvio-padrão não é uma medida percentual. Neste caso, é dado em mm. O
processo de produção do eixo tipo 2 deve ser alterado porque o desvio-padrão de sua amostra
é de 7,4% aproximadamente. Errada, pois o desvio-padrão da amostra de eixos do tipo 1 é
0,7406 mm.

8(prova 2018.2) - Fernanda fez aniversário e ganhou de presente uma caixa de bombons, que
continha 26 bombons diversos, sendo que 7 tinham recheio de avelã, 8 eram recheados com
chocolate branco e o restante tinha recheio de morango. Fernanda abriu a caixa, fechou os
olhos e escolheu aleatoriamente um dos bombons.
Calcule a probabilidade de o bombom escolhido ter recheio de avelã ou morango.

By TD
Resposta correta:a) 9/13.
Justificativa: 9/13. Contas realizadas: quantidade de bombons de morango = 26 - (7+8) = 26-15
= 11. P(avelã ou morango) = (7+11)/26 = 18/26 = 9/13. Usa a probabilidade da união. Como
nesse caso os eventos são mutuamente exclusivos, temos que P(avelã ou morango) = P(avelã)
+ P(morango). Distratores: 11/26. Errado, porque esse é o valor de P(morango). 9/26. Errado,
porque o denominador tem que ser 13, embora o numerador esteja correto. 11/13. Errado,
porque o numerador corresponde ao número de bombons de morango, enquanto o
denominador é o valor quando simplificamos a razão por 2. 15/26.Errado, porque essa é a
probabilidade de o bombom ser de avelã ou chocolate branco.

9(prova 2018.2) * - A gerência de um estacionamento próximo à universidade estimou que a


média da quantidade de carros que chegam num período de 15 minutos é de 10 carros.
Calcule o desvio-padrão.
*a) √10
b) √15
c) 10.
d) 15.
e) Faltam dados para este cálculo.

Resposta: A situação proposta pode ser modelada como uma distribuição de Poisson. Para
esse tipo de distribuição, é necessário apenas o parâmetro , que representa a taxa de
ocorrência de “sucessos” em um determinado intervalo. Neste caso, carros num inter valo de
15 minutos. Numa distribuição de Poisson, a média e a variância são iguais a . O desvio-
padrão é a raiz quadrada da variância, e esta, na distribuição de Poisson, é calculada pela
fórmula . Logo, . Distratores: . Errada. O valor poderia ter sido obtido caso fosse utilizado,
indevidamente, o tamanho do intervalo como parâmetro da distribuição. 10. Errada. O valor 10
poderia ter sido obtido caso não se lembrasse que o desvio-padrão é a raiz da variância, ou se
não se lembrasse que é a variância, e não o desvio-padrão que é igual ao parâmetro na
distribuição de Poisson. 15. Errada. O valor 15 poderia ter sido obtido caso fosse utilizado,
indevidamente, o tamanho do intervalo como parâmetro da distribuição, e não se lembrasse
que o desvio-padrão é a raiz da variância, ou se não se lembrasse que é a variância, e não o
desvio-padrão que é igual ao parâmetro na distribuição de Poisson. Faltam dados para este
cálculo.Errada. Como demonstrado acima, é possível calcular o desvio-padrão com os dados
do problema, logo podemos descartar essa alternativa.

By TD
10 (Prova 2018.2)* - Anderson conseguiu um emprego, no qual é exigido o uso de camisa
social. A empresa determinou que Anderson ficasse uma semana na filial de Buenos Aires. Ele,
então, separou 8 camisas brancas e 4 camisas azuis, mesmo sabendo que, provavelmente,
não usaria todas elas. Considere que, no seu primeiro dia em Buenos Aires, 2 camisas tenham
sido selecionadas aleatoriamente e sem reposição.
Calcule a probabilidade de se ter duas camisas brancas:

a) 19/33.
b) 2/3.
c) 1/3.
*d) 14/33.
e) 4/9.

Resposta correta: d) 14/33. Como são 8 camisas brancas e 4 azuis, há um total de 12 ca Como
é uma seleção sem reposição, a probabilidade é: . Distratores: 2/3 está er porque é a
probabilidade de apenas 1 camisa branca ser escolhida. 1/3 está errado po a probabilidade de
apenas 1 camisa azul ser escolhida, 19/33 está errado porque é a probabilidade de haver duas
seleções sem reposição, mas de não ocorrem 2 camisas brancas. 4/9 está errado porque é a
probabilidade das duas camisas serem brancas co seleção com reposição.

11 (Prova 2018.2)** - Em uma pesquisa feita com dez famílias que possuem renda bruta
mensal entre 10 e 60 salários mínimos, mediram-se as variáveis X: renda bruta mensal
(expressa em números de salários mínimos) e Y: a porcentagem da renda bruta anual gasta
com assistência médica. O coeficiente linear de Pearson calculado para as duas variáveis foi
igual a -0,94.
Diante de tais informações, conclui-se que:

a) Existe uma associação direta entre as variáveis, ou seja, ao aumentar a renda bruta mensal,
aumenta a porcentagem da renda bruta anual gasta com
assistência médica.
b) Existe uma associação inversa entre as variáveis, ou seja, ao diminuir a renda bruta mensal,
diminui a porcentagem da renda bruta anual gasta com
assistência médica.
*c) Existe uma forte correlação negativa entre as variáveis, e, à medida que aumenta o valor da
renda bruta mensal, diminui a porcentagem sobre ela gasta em assistência médica.
d) O coeficiente de correlação próximo de -1 descreve uma fraca correlação entre as variáveis.
e) Não existe correlação linear entre as variáveis.

Resposta: c) Existe uma forte correlação negativa entre as variáveis, e à medida que
aumentao valor da renda bruta mensal, diminui a porcentagem sobre ela gasta em
assistência médica.

By TD
O coeficiente de correlação linear de Pearson sendo negativo indica que existe uma
associação inversa entre as variáveis, isto é, aumentando a renda bruta mensal, diminui a
porcentagem sobre ela gasta em assistência médica, e
vice-versa. Isso é comprovado pelo coeficiente de correlação negativo. Além disso, temos um
coeficiente de correlação próximo de -1, descrevendo, assim, uma forte correlação negativa
entre as variáveis. Distratores: Existe uma associação direta entre as variáveis, ou seja, ao
aumentar a renda bruta mensal, aumeta a porcentagem da renda bruta anual gasta com
assistência médica. Errada, pois o coeficiente de correlação linear sendo negativo indica que
existe uma associação inversa entre as variáveis. Existe uma associação inversa entre as
variáveis, ou seja, ao diminuir a renda bruta mensal, diminui a porcentagem da renda bruta
anual gasta com assistência médica. Errada, pois, como existe uma associação inversa entre
as variáveis, isto é, aumento da renda bruta mensal, diminui a porcentagem sobre ela gasta em
assistência médica, e vice-versa. O coeficiente de correlação próximo de -1 descreve uma
fraca correlação entre as variáveis. Errada, pois o módulo de coeficiente de correlação linear é
um valor, em módulo, muito próximo de 1, o que indica forte correlação. Não existe correlação
linear entre as variáveis. Errada, pois existe correlação linear e o coeficiente de correlação
linear indica haver forte correlação entre as variáveis

12 (prova 2018.2)** - O Sistema Alerta Rio, da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, monitora
as condições meteorológicas do município e divulga, por exemplo, dados pluviométricos
(volume de chuvas). O quadro a seguir apresenta dados registrados por 5 das 33 estações
meteorológicas que compõem o Sistema Alerta Rio distribuídas na cidade. São dados de
chuvas acumuladas, por mês, em milímetros.

O tipo de gráfico mais adequado para representar os dados pluviométricos mensais de cada
uma das cinco estações acima é o:
a) De setores, porque representará claramente o volume de chuvas mensais, por estação.
* b) De linhas, porque representará o volume de chuvas mensais, por estação, sendo o gráfico
para registros ao longo do tempo.
c) De colunas, porque os nomes das estações ficariam bem representados no eixo horizontal,
mensalmente.
d) De barras, porque é o mais adequado para representar séries de dados ao longo do tempo.
e) De linhas, porque somente esse tipo de gráfico pode representar dados de séries temporais.

Resposta correta: b) De linhas, porque representará o volume de chuvas mensais, por estação,
sendo
gráfico para registros ao longo do tempo.

De linhas, porque representará o volume de chuvas mensais, por estação, sendo o gráfico para
registros ao longo do tempo. Correta, pois o gráfico de linhas é o mais adequado para a
representação de séries históricas. Distratores: De setores, porque representará claramente o
volume de chuvas mensais, por estação. Incorreta, porque o gráfico de setores não é
adequado para séries temporais nem para muitas categorias diferentes. De colunas, porque os
nomes das estações ficariam bem representados no eixo horizontal, mensalmente. Incorreta,
porque os nomes das estações ficariam mal organizados no eixo horizontal, e, ainda, a

By TD
representação dos 12 meses para cada estação não facilitaria a visualização. De barras,
porque é o mais adequado para representar séries de dados ao longo do tempo. Incorreto,
porque o tipo de gráfico mais adequado para séries temporais é o de linhas, sendo o de barras
mais adequado para frequências de variáveis cujos nomes das categorias são maiores. De
linhas, porque somente esse tipo de gráfico pode representar dados de séries temporais.
Incorreto, porque outros tipos de gráficos podem representar séries temporais, mesmo não
sendo os mais adequados na maioria das vezes.

13 (prova 2018.2) * - O Índice de Desenvolvimento Humano ― IDH e o Índice de


Desenvolvimento Humano Municipal ― IDHM são índices que fazem parte do Programa das
Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil. Esses índices são calculados a partir de
dados nacionais e de cada município.
Diante do exposto, identifique a instituição que coleta os dados necessários para o cálculo do
IDH e IDHM no Brasil:
a) Organização das Nações Unidas – ONU.
b) Instituto Brasileiro de Opinião e Pesquisa Estatística – Ibope.
c) Federação das Indústrias do Rio de Janeiro – Firjan.
* d) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.
e) Instituto Nacional de Estudos Populacionais – Inep.

Resposta correta: d) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.

Justificativa: O IDH e o IDHM, apesar de serem vinculados à ONU, são índices calculados a
partir do censo realizado pelo IBGE, no Brasil, com dados que se referem especificamente ao
Brasil, ou seja, é um índice que trabalha com dados de cada país para ser calculado.
Distratores: Organização das Nações Unidas – ONU. Errado, pois esta é a entidade que propôs
o índice, mas os dados para calculá-lo vêm de cada país. No caso do Brasil, são gerados pelo
IBGE, durante o censo populacional. Instituto Brasileiro de Opinião e Pesquisa Estatística –
Ibope. Errado, pois o Ibope é uma instituição privada e não realiza censos populacionais que
dêem conta de gerar os dados necessários para o cálculo do IDH. Federação das Indústrias do
Rio de Janeiro – Firjan. Errado, pois a Firjan é uma organização das indústrias e gera dados
que fundamentam o IFDM, e não o IDH. Instituto Nacional de Estudos Populacionais – Inep.
Errado, pois o Inep trata somente de questões educacionais, portanto não pode gerar dados
sobre trabalho, por exemplo, que fazem parte do cálculo do IDH.

14*- Varejista S.A. tem 500.000 clientes cadastrados e realizou pesquisa sobre o lançamento
de um amaciante de roupas com sua própria marca. Nesse sentido, enviou e-mail para todos
os clientes cadastrados, no qual o cliente responderia a uma única pergunta. A empresa teve
retorno de 1.200 clientes e, a partir de suas respostas, está avaliando o lançamento do novo
amaciante. Considerando o contexto descrito, a quantidade de indivíduos que compuseram a
amostra e a população foi, respectivamente:

a) 500.000 e 1.200.
b) 380.000 e 500.000.
c) 1.200 e .501.200.
d) 500.000 e 498.800.
* e) 1.200 e 500.000.

Alternativa marcada:
e) 1.200 e 500.000.

Resposta correta: 1.200 e 500.000. A população é formada pelo universo de clientes


cadastrados, portanto, neste contexto, a população é de 500.000 e a amostra é formada pelos
clientes dos quais efetivamente se coletou dados, sendo a amostra de 1.200 clientes.
Distratores: 500.000 e 1.200. Errado, pois houve uma inversão dos valores de amostra e
população, de acordo com a definição do gabarito. 500.000 e 498.800. Errado, pois, além de
haver uma inversão do valor de amostra, o valor de população está como se fosse a população

By TD
menos o valor que seria o da amostra. 498.800 e 500.000. Errado, pois o valor da amostra é
1.200, e não o da população menos 1.200. 1.200 e
501.200. Errado, pois o segundo valor seria da soma da amostra com a população.

15* - Em relação aos possíveis resultados numéricos do Coeficiente de Correlação Linear (r) de
Pearson entre duas variáveis estatísticas X (variável independente) e Y (variável dependente),
identifique a alternativa que contém a análise correta sobre o valor do Coeficiente r:

a) Se r > 0, r = 0,89, por exemplo, há uma fraca correlação linear e a variável dependente
aumenta quando a
variável independente aumenta.
b) Se r < 0, r = - 0,52, por exemplo, há uma fraca correlação linear e a variável dependente
decresce quando a
variável independente decresce, pois r é negativo.
c) Se r < 0, r = - 0,23, por exemplo, a variável dependente decresce quando a variável
independente decresce, pois r
é negativo.
* d) Se r = 1, as observações estão todas sobre uma linha reta no diagrama de dispersão.
e) Se r = 0, não existe qualquer relação entre as duas variáveis.

Alternativa marcada:
d) Se r = 1, as observações estão todas sobre uma linha reta no diagrama de dispersão.

Resposta correta: Se r = 1, as observações estão todas sobre uma linha reta no diagrama de
dispersão. Se r = 1 , a relação linear é perfeita e, além disso, as duas variáveis têm relação
direta (quando uma aumenta, a outra aumenta; quando uma diminui, a outra diminui).
Distratores: Se r > 0, r = 0,89, por exemplo, há uma fraca correlação linear e a variável
dependente aumenta quando a variável independente aumenta. Errado. Se r > 0, a relação
entre as variáveis é direta (quando uma aumenta, a outra aumenta; quando uma diminui, a
outra diminui). No entanto, r = 0,89 indica forte correlação linear. Se r < 0, r = - 0,23, por
exemplo, a variável dependente decresce quando a variável independente decresce, pois r é
negativo. Errado. Se r < 0 , a relação é inversa (quando uma aumenta, a outra diminui). Se r <
0, r = - 0,52, por exemplo, há uma fraca correlação linear e a variável dependente decresce
quando a
variável independente decresce, pois r é negativo. Errado. Se r < 0 , a relação é inversa
(quando uma aumenta, a outra diminui). Além disso, r = - 0,52 indica uma média correlação
linear. Se r = 0, não existe qualquer relação entre as duas variáveis. Errado. Se r = 0 , temos
um forte sinal de que não há relação linear, o que não impede que haja outro tipo de relação
(polinomial, exponencial, logarítmica etc.).

16** - Considere uma moeda desonesta, na qual a probabilidade de sair cara seja 3/4. Essa
moeda é lançada 3 vezes consecutivas. Calcule a probabilidade de
só sair coroa:
a) 9/16.
b) 3/4.
*c) 1/64.
d) 27/64.
e) 1/16.

Resposta correta: c) 1/64.

Justificativa: 1/64. Se P(cara) = 3/4, então P(coroa) = 1 - 3/4 = 1/4. Como a moeda é lançada 3
vezes e pergunta-se a probabilidade de só sair coroa, considerando que os eventos são
independentes, tem-se: P(coroa, coroa, coroa) = P(coroa) . P(coroa) . P(coroa) = 1/4 . 1/4 . 1/4
=1/64. Distratores: 3/4 está errado porque corresponde ao resultado de 3 . 1/4. 9/16 está errado
porque corresponde ao quadrado de 3/4. 27/64 está errado porque corresponde ao cubo e 3/4.
1/16 está errado porque corresponde ao quadrado de 1/4.

By TD
17 ** - Em uma linha de produção automotiva, o tempo necessário para a realização de uma
determinada tarefa apresenta um desvio-padrão de 12 minutos. Assim, uma amostra de 25
execuções dessa tarefa foi obtida, fornecendo uma média de 140 minutos. Ao efetuar a
construção de um intervalo de confiança de 95% para a média populacional, referente ao
tempo gasto para a execução da tarefa, podemos afirmar que:

a) O desvio-padrão da média é igual a 1,96.


b) O valor que deverá ser verificado na tabela da distribuição T de student é 0,475.
*c) O desvio-padrão da média é igual a 2,4.
d) O limite inferior do intervalo de confiança será de 144,7 minutos.
e) O limite superior do intervalo de confiança será de 135,3 minutos.

Resposta correta: O desvio-padrão da média é igual a 2,4. Na leitura da questão, obtemos os


seguintes dados: Estimativa pontual: 140 minutos. Tamanho da amostra (n): 25 colaboradores.
Desvio-padrão populacional: 12 minutos. Nível de confiança: 95% ou 0,95. Significância: 5% ou
0,05. Primeiramente, devemos buscar o valor tabelado para nossa confiança. Assim, de dividir
o nível de confiança por dois e, em seguida, buscar no corpo da tabela norm resultado. 0,95
divido por 2 será igual a 0,475. Utilizando a tabela da Distribuição acharemos o valor de z,
cruzando o título da linha (1,9) com o título da coluna (0,0 somando ambos para chegar até
1,96. Em seguida, devemos calcular o desvio-pa amostras, que, de acordo com uma leitura
anterior, é dada por:

- Limite inferior do intervalo de confiança = 135,3 - Limite superior do intervalo de 144,7


Distratores: O desvio-padrão da média é igual a 1,96. Errada, pois 1,96 ref valor tabelado da
distribuição normal. O valor que deverá ser verificado na tabela distribuição T de student é
0,475. Errada, pois o valor que deverá ser verificado na tabela Distribuição Normal, e não na
distribuição T de Student. O limite inferior do confiança será de 144,7 minutos. Errada, pois o
Limite inferior do intervalo de con 135,3. O limite superior do intervalo de confiança será de
135,3 minutos. Errada, p superior do intervalo de confiança = 144,7. c) O desvio-padrão da
média é igua

Resposta:
Justificativa: Resposta correta: O desvio-padrão da média é igual a 2,4. Na leitura da questão,
obtemos os seguintes dados: Estimativa pontual: 140 minutos. Tamanho da amostra (n): 25
colaboradores. Desvio-padrão populacional: 12 minutos. Nível de confiança: 95% ou 0,95.
Significância: 5% ou 0,05. Primeiramente, devemos buscar o valor tabelado para nossa
confiança. Assim, devemos dividir o nível de confiança por dois e, em seguida, buscar no corpo
da tabela normal o seu resultado. 0,95 divido por 2 será igual a 0,475. Utilizando a tabela da
Distribuição Normal, acharemos o valor de z, cruzando o título da linha (1,9) com o título da
coluna (0,06) somando ambos para chegar até 1,96. Em seguida, devemos calcular o desvio-
padrão das amostras, que, de acordo com uma leitura anterior, é dada por : Agora, devemos
apenas trazer as informações para a construção do intervalo de confiança: - Limite inferior do
intervalo de confiança = 135,3 - Limite superior do inter valo de confiança = 144,7 Distratores:
O desvio-padrão da média é igual a 1,96. Errada, pois 1,96 refere -se ao valor tabelado da
distribuição normal. O valor que deverá ser verificado na tabela da distribuição T de student é
0,475. Errada, pois o valor que deverá ser verificado na tabelaDistribuição Normal, e não na
distribuição T de Student. O limite inferior do inter valo de confiança será de 144,7 minutos.
Errada, pois o Limite inferior do intervalo de confiança = 135,3. O limite superior do intervalo de
confiança será de 135,3 minutos. Errada, pois o Limite superior do intervalo de confiança =
144,7.

18- De acordo com o Relatório de Análise Econômica dos Gastos Públicos Federais no Brasil:
*** falta gráfico
Uma análise para o período 2006-15 (2016): "As despesas primárias do Governo Federal têm
apresentado uma tendência positiva de crescimento em percentagem do PIB ao longo dos
últimos anos. Esse comportamento cria pressões sobre o aumento da carga tributária e dificulta

By TD
o papel estabilizador da política fiscal. O presente estudo propõe uma análise sobre a estrutura
da despesa e os principais elementos que contribuíram para a dinâmica recente. (...) Como
observado dentro dos vários grupos discutidos, as despesas com a função Educação
apresentaram crescimento significativo no período, passando de 0,9% do PIB para 1,4% do
PIB, chegando próximo do total gasto com Saúde.

A Tabela 3 consolida os gastos federais com essas duas funções. " Fonte:
<http://www.spe.fazenda.gov.br/notase-relatorios/relatorio_gasto_publico_federal_site.pdf>.

Considerando os dados expostos, as médias de gastos públicos com educação e saúde, dos
últimos cinco anos, são, respectivamente:

a) 1,38 milhões de reais e 1,66 bilhões de reais.


b) 1,38% do PIB e 1,66% do PIB.
c) R$ 1,38 do PIB e R$1,66 do PIB.
d) 13,8% do PIB e 16,6% do PIB.
e) 1,66% do PIB e 1,38% do PIB.

Alternativa marcada:
b) 1,38% do PIB e 1,66% do PIB.

Resposta correta: 1,38% do PIB e 1,66% do PIB. A média dos gastos públicos com educação,
medida em % do PIB, é de 1,38%, valendo a mesma unidade de medida para os gastos com
saúde, com média de 1,66% . Últimos 5 anos Soma Média Unidade de medida Educação 1,3
1,3 1,4 1,5 1,4 6,9 (6,9/5) = 1,38 em percentuais do PIB Saúde 1,6 1,7 1,6 1,7 1,7 8,3 (8,3/5) =
1,66 Distratores: 13,8% do PIB e 16,6% do PIB. Incorreta, valor de média de saúde errado. R$
1,38 do PIB e R$1,66 do PIB. Incorreta, unidade de medida 'R$' errada. 1,38 milhões de reais e
1,66 bilhões de reais. Incorreta, unidade de medida R$, erradas. 1,66% do PIB e 1,38%do PIB.
Incorreta, valores trocados entre educação e saúde.

19- Felipe é aluno de Ciência da Computação e estuda pela manhã. Ele tem o hábito de dormir
tarde e, por isso, costuma acordar com muito sono para ir à faculdade. Ele sempre usa o
mesmo par de tênis com meia, que é trocada diariamente. Com todo sono na manhã de hoje,
Felipe escolheu aleatoriamente um par de meias dentre os 11 disponíveis, sendo 6 pares de
cor branca, 3 pares de cor vermelha e o restante de cor preta. Calcule a probabilidade de ele
ter escolhido ao acaso hoje um par de meias de cor preta.

a) 9/11.
b) 3/11.
* c) 2/11.
d) 6/11.
e) 5/11.

Resposta correta: 2/11. P(pares de meias pretas)=2/11 Total de pares de meia é 11. nº de
pares de meia brancas + nº de pares de meia vermelhas + nº de pares de meia pretas = 11 6 +
3 + nº de pares de meia pretas = 11 nº de pares de meia pretas = 11-9 = 2 Os eventos são
equiprováveis, portanto a probabilidade procurada é: P(meias pretas) = nº de pares de meia
pretas / total de pares de meia = 2/11 Distratores: 6/11. Está errado porque é a probabilidade
de as meias serem brancas. 3/11. Está errado porque é a probabilidade de as meias serem
vermelhas. 9/11. Está errado porque é a probabilidade de as meias serem brancas ou
vermelhas. 8/11. Está errado porque é a probabilidade de as meias serem vermelhas ou pretas.

20 - O Sistema Alerta Rio é o sistema de alerta de chuvas intensas e de deslizamentos em


encostas da cidade do Rio de Janeiro. O gráfico a seguir apresenta os registros de dados
pluviométricos, organizados de forma que se possa observar as máximas acumuladas
mensais, originadas em cinco estações do sistema Alerta Rio, onde essas máximas ocorreram
no ano de 2016.

By TD
Sabendo que o Sistema Alerta Rio possui 33 estações distribuídas no município do Rio de
Janeiro, julgue cada uma das assertivas a seguir:
I. Aproximadamente 15% das estações do Sistema Alerta Rio estão representadas na figura.
II. Na estação Alto da Boa Vista, foi registrado o volume correspondente a 66,67% do volume
anual de chuvas.
III. As máximas de chuvas acumuladas por mês foram registradas na estação Alto da Boa
Vista, em 66,67% dos meses do ano de 2016.
IV. A frequência relativa acumulada referente às estações Anchieta, Estrada Grajaú-
Jacarepaguá, Rocinha e Urca é menor que a frequência relativa correspondente à estação Alto
da Boa Vista, significando que em mais da metade do ano de 2016, as máximas pluviométricas
acumuladas mensais foram registradas na estação Alto da Boa Vista.

É correto o que se afirma em:

a) I, II e III, apenas.
* b) I, III e IV, apenas.
c) I, II, III, e IV.
d) II e III, apenas.
e) I e II, apenas.

Resposta correta: I, III e IV, apenas. I. As 5 estações representam 15% do total de estações do
sistema (5/33 = 0,151515... aprox. 15%). III. A interpretação da variável de interesse como
número de meses em que ocorreu máximas acumuladas na Estação Alto da Boa Vista, em
2016 está correta. IV. Quanto a variável de interesse vale o mesmo da III; e na a frequência
relativa acumulada verifica-se que (8,33% x 4) < 66,67%., conforme está registrado nesta
assertiva. Distratores: A assertiva II erra quando diz que 66,67% se refere a volume de chuvas,
pois a variável de interesse mede a quantidade de meses em que o acumulado mensal ocorreu
em cada estação, considerando as
estações do sistema em que essas máximas ocorreram em 2016.

21 - A tabela a seguir apresenta a distribuição de frequência para todos os valores possíveis de


uma variável discreta.

By TD
Com base nesses valores, selecione a alternativa correta em relação à probabilidade:
a) A probabilidade associada ao valor x=2 é de 0,14.
b) A probabilidade associada ao valor x=2 é maior que a probabilidade associada ao valor x=1.
c) A probabilidade associada ao evento “X inferior a 3” é de 0,20.
d) A probabilidade associada ao intervalo é de 0,42.
*e) A probabilidade associada ao intervalo é de 0,31.

resposta: e) A probabilidade associada ao intervalo é de 0,31.

Resposta correta: A probabilidade associada ao intervalo é de 0,31. A probabilidade associada


ao intervalo citado pode ser escrita como , e p ser expressa por: Além diss uma dessas
probabilidades pode ser calculada dividindo-se a frequência do valor de correspondente pela
soma das frequências de todos os valores possíveis de . Distratores: A probabilidade
associada ao valor x=2 é de 0,14. Errado. Para calcular a probabilidade , basta dividir a
frequência de X = 2 pela soma das frequênc todos os valores de X . Assim, . O valor de 0,14
poder sido obtido somando-se com , o que corresponderia à probabil de “X no máximo 2”, ou “X
menor que 3”. A probabilidade associada ao valor x=2 é m
que a probabilidade associada ao valor x=1. Errado. Para calcular as probabilidades e , basta
dividir as frequências de X = 1 e X = 2, respectivame pela soma das frequências de todos os
valores de X. Assim, , e . Ou seja, as duas probabilidades são exatamente nesta distribuição
discreta. A probabilidade associada ao evento “X inferior a 3” é de
Errado. A probabilidade de “X inferior a 3” pode ser escrita como , e pode s expressa por: Além
disso, cada uma destas probabilidades pode ser calculada dividindo a frequência do valor de X
correspondente soma das frequências de todos os valores possíveis de X. O valor de 0,20
seria ob caso somássemos, ainda, o valor de . Porém, neste ca probabilidade que estaríamos
calculando seria a probabilidade de “X inferior a 4” ou de máximo 3”. A probabilidade associada
ao intervalo é de 0,42. Errado. A probabilidade associada ao intervalo citado pode ser escrita
como , e p ser expressa por: Além diss uma destas probabilidades pode ser calculada
dividindo-se a frequência do valor de X correspondente pela soma das frequências de todos os
valores possíveis de X. valor de 0,42 seria obtido caso somássemos, ainda, o valor de . Porém,
neste caso, a probabilidade que estaríamos calculando seria a probabilidade associada ao
intervalo .

By TD
22 - Considere a figura a seguir, que representa uma distribuição normal com média 6,5 e
desvio-padrão 1,5.

By TD
resposta: e) A área C pode ser calculada como 1 - 2 x P(X < 5).

23 - Considere a figura a seguir, que representa uma distribuição normal com média 6,5 e
desvio-padrão 1,5.

Com base nesta figura, identifique a alternativa com o tamanho correto da área A em
relação com a área B e suarespectiva explicação:

A) A área A é menor que a área B, pois o ponto x=3,5 está mais distante da média do que o
ponto x=8.

By TD
B) A área A é igual à a área B, pois a distribuição normal é simétrica em relação à média.
C) A área A é maior que a área B, pois está à esquerda da média.
D) A área A é igual à área B, pois os pontos x=3,5 e x=8 estão à mesma distância da média.
E) A área A é menor que a área B, pois o ponto x=3,5 é menor que o ponto x=8.

Resposta:

24- O quadro, a seguir, fornece o quantitativo de pessoas, de acordo com o sexo e o time pelo
qual torce.

Uma pessoa desse grupo é selecionada aleatoriamente. Calcule a probabilidade de essa


pessoa ser do sexo feminino e torcer pelo Botafogo:
a) 7/116.
b) 15/116.
c) 25/58.
d) 57/116.
* e) 2/29.

resposta: e) 2/29.

25 -

By TD
Resposta: e) Diferentes entre si, e ambos são superiores a 0,5.

Justificativa: A distribuição Poisson é assimétrica em relação à média, e há mais probabilidade


acumulada an média do que depois. Porém, a probabilidade acumulada até a média vai ser
difer cada distribuição, dependendo do valor da média. Por este motivo, a alternativa co que diz
'Diferentes entre si, e ambos são superiores a 0,5'. Distratores: Iguais, p ambos são diferentes
de 0,5, pois o único parâmetro da distribuição de Poisson é ela não é simétrica em relação à
média. ERRADO, pois diz que os valores são igu e ambos são iguais a 0,5, pois o único
parâmetro da distribuição de Poisson é a m é simétrica em relação à média. ERRADO, pois diz
que ambos os valores são igu que a distribuição é simétrica em relação à média. Diferentes
entre si, e o segundo do primeiro (ou seja, na segunda distribuição é igual a 2 vezes primeira).
ERRADO, pois a razão entre as probabilidades não é proporcional aos v médias. Diferentes
entre si, e ambos são inferiores a 0,5. ERRADO, pois diz que o são inferiores a 0,5. Abaixo são
feitas as contas para verificar os resultados nu que dão suporte às análises acima. A fórmula
da distribuição de Poisson é:

Como se vê, os valores são diferentes e superiores a 0,5, e o segundo valor não é primeiro - na
realidade, ele é até mesmo inferior a este. e) Diferentes entre si, e são superiores a 0,5.

26- Considere a distribuição binomial correspondente a um experimento que consiste em


quatro repetições e
probabilidade de sucesso p=0,5. Diante disso, calcule a probabilidade de se obter sucesso:

* a) A probabilidade de serem obtidos 4 sucessos é a mesma que a de não se obter sucesso


algum
b) A probabilidade de serem obtidos pelo menos 3 sucessos é maior que a probabilidade de
serem obtidos pelo menos 2 sucessos.
c) A probabilidade de serem obtidos 4 sucessos é nula.
d) A probabilidade de serem obtidosalgum sucesso é 1.
e) A probabilidade de não se obter sucesso algum é metade da probabilidade de serem obtidos
dois sucessos

Resposta: a) A probabilidade de serem obtidos 4 sucessos é a mesma que a de não se obter


sucesso algum
Justificativa: A fórmula da distribuição binomial é . Substituindo os valores, teremos, para a
probabilidade de não se obter sucesso algum: E, para a probabilidade de serem obtidos 4
sucessos: Observamos, então, que todos os termos de uma fórmula são iguais aos da outra.
Logo, os resultados são os mesmos, o que significa que as probabilidades calculadas são
iguais. Ou seja, sempre que tivermos p=q=0,5, P(X=0)=P(X=n). Distratores: A probabilidade de
serem
obtidos pelo menos 3 sucessos é maior que a probabilidade de serem obtidos pelo menos 2
sucessos. Errado: Podemos calcular a probabilidade de serem obtidos pelo menos 3 sucessos
como sendo: Já a probabilidade de serem obtidos pelo menos 2 sucessos pode ser calculada
como: Como podemos perceber, na segunda fórmula temos um valor que, por menor que seja,

By TD
é maior que zero, logo a probabilidade de serem obtidos pelo menos 2 sucessos tem que ser
pelo menos igual à probabilidade de serem obtidos pelo menos 3 sucessos, nunca inferior. A
probabilidade de serem obtidos 4 sucessos é nula. Errado: Os resultados possíveis neste
experimento, em cada repetição, são . Logo, uma combinação que tenha está entre os
resultados possíveis, logo há uma probabilidade associada a ela, superior a zero. A
probabilidade de serem obtidos algum sucesso é 1. Errado Podemos entender “obter algum
sucesso” como as todas as combinações de resultados, exceto aquela em que não haja
sucesso, ou seja, o resultado . A soma de todas as probabilidades associadas aos diversos
resultados possíveis é 1. Em outras palavras, a probabilidade total é 1. Como a combinação em
que não há sucesso está entre os resultados possíveis, a soma de todas as demais
combinações de resultados não pode ser igual a 1. A probabilidade de não se obter sucesso
algum é metade da probabilidade de serem obtidos dois sucessos. Errado: A probabilidade de
não se obter sucesso algum é dada pela fórmula: Já a probabilidade de serem obtidosdois
sucessos é dada por : Como se vê, a probabilidade de serem obtidos 2 sucessos é seis vezes
maior que a probabilidade de não se obter sucesso algum.

27 -

28 -

Resposta:

29 - Duas variáveis, X e Y, apresentam coeficiente de correlação linear r = -0,059 e o seguinte


gráfico de dispersão:

By TD
Com base nessas informações, conclui-se que:
A) O coeficiente de correlação linear sendo um valor negativoindica que as variáveis
possuem uma
associação direta.
B) O diagrama de dispersão apresentado indica queas variáveis possuem correlação
positiva.
C) O diagrama de dispersão apresentado indica que,à medida que a variável X aumenta, a
variável Y também
aumenta.
D) O diagrama de dispersão apresentado indica queas variáveis possuem forte correlação
negativa.
E) O coeficiente de correlação linear é aproximadamente nulo, indicando não haver correlação
linear entre as
variáveis.

30 - Uma empresa tem a política de investir 5,3% do seu orçamento anual no aprimoramento
profissional dos seus 933 funcionários. Mesmo assim, no ano passado, 69 não participaram de
nenhuma atividade de aperfeiçoamento. Um funcionário é selecionado ao acaso.
Calcule a probabilidade de esse funcionário ter participado de algum dos programas de
treinamento oferecidos:

31 - Considere uma distribuição de Poisson com média e outra com (ou seja, a média da
segunda distribuição é o dobro da média da primeira). Se compararmos a probabilidade
acumulada até a média na primeira distribuição(), ou seja, com a probabilidade acumulada
até a média na segunda distribuição(),ou seja

Podemos afirmar que esses valores são:

a) Iguais, porém ambos são diferentes de 0,5, pois o único parâmetro da distribuição de
Poisson é a média, e ela não é simétrica em relação à
média.

By TD
b) Iguais, e ambos são iguais a 0,5, pois o único parâmetro da distribuição de Poisson é a
média, e ela é simétrica em relação à média.
c) Diferentes entre si, e o segundo é o dobro do primeiro (ou seja, P(X menor ou igual a
lambida 2) na segunda distribuição é igual a 2 vezes P(Xmenor ou igual lambida 1) na
primeira).
d) Diferentes entre si, e ambos são inferiores a 0,5.
*e) Diferentes entre si, e ambos são superiores a 0,5.

Resposta correta: Diferentes entre si, e ambos são superiores a 0,5. A distribuição de Poisson
é assimétrica em relação à média, e há mais probabilidade acumulada antes da média do que
depois. Porém, a probabilidade acumulada até a média vai ser diferente em cada distribuição,
dependendo do valor da média. Por este motivo, a alternativa correta é a que diz 'Diferentes
entre si, e ambos são superiores a 0,5'. Distratores: Iguais, porém ambos são diferentes de 0,5,
pois o único parâmetro da distribuição de Poisson é a média, e ela não é simétrica em relação
à média. ERRADO, pois diz que os valores são iguais; Iguais, e ambos são iguais a 0,5, pois o
único parâmetro da distribuição de Poisson é a média, e ela é simétrica em relação à média.
ERRADO, pois diz que ambos os valores são iguais a 0,5 e que a distribuição é simétrica em
relação à média. Diferentes entre si, e o segundo é o dobro do primeiro (ou seja, na segunda
distribuição é igual a 2 vezes na primeira). ERRADO, pois a razão entre as probabilidades não
é proporcional aos valores das médias. Diferentes entre si, e ambos são inferiores a
0,5.ERRADO, pois diz que os valores são inferiores a 0,5. Abaixo são feitas as contas para
verificar os resultados numéricos que dão suporte às análises acima. A fórmula da distribuição
de Poisson é: . Na primeira distribuição, temos: . Substituindo os valores correspondentes,
temos: Portanto: Na segunda distribuição, temos: . Substituindo os valores correspondentes,
temos: Portanto: Como se vê, os valores são diferentes e superiores a 0,5, e o segundo valor
não é o dobro do primeiro - na realidade, ele é até mesmo inferior a este.

Resposta: 14/33

32- A tabela a seguir apresenta a distribuição de probabilidades correspondente a uma variável


discreta X.

Diante disso, calcule o valor da probabilidade associada ao valor x=4, se todos os valores
possíveis de X estão relacionados na tabela:

Resposta: 0,12

Justificativa: A soma de todas as probabilidades (ou frequências relativas) associadas a cada


um dos valores de X deve totalizar 1. Ou seja, 0,12 + 0,22 + 0,46 + P(X=4) + 0,08 = 1,00 Logo,
P(X=4) = 1,00 - 0,12 - 0,22 - 0,46 - 0,08 = 1,00 - 0,88 . P(X=4) = 0,12

30 - O Ministério do Trabalho realizou um levantamento de dados de salários na classe


profissional dos professores, utilizando uma amostra de 100 profissionais, na qual foi obtida
uma média de R$ 2.860,00 e um desvio-padrão de R$ 786,00. A partir dos dados
apresentados, calcule o desvio-padrão da distribuição das médias amostrais dos salários, em
R$:

Resposta: 78,60

By TD
Resposta: 78,60

33 - A distribuição normal é a principal distribuição contínua de probabilidades, e seu uso está


disseminado em diversas áreas de conhecimento e aplicação. Considerando a distribuição
normal de probabilidades, assinale a alternativa correta:

Resposta: Se quisermos usar uma tabela de distribuição normal padronizada


Resposta: Se quisermos usar uma tabela de distribuição normal padronizada para calcular a
probabilidade acumulada até z=K, sendo K um valor não negativo e z o z-score da distribuição
normal padronizada, devemos somar 0,5 ao valor encontrado na tabela.

Resposta: 9/10

34 - A tabela a seguir apresenta a distribuição de probabilidades correspondente à variável


discreta X = quantidade de grupos na fila do restaurante na hora do almoço.

Calcule a probabilidade de que haja pelo menos três grupos na fila:

Resposta: 0,66

35- O bufê de saladas de um restaurante apresenta alface, tomate, agrião, cebola, pepino,
beterraba e cenoura. Calcule os tipos de saladas diferentes que podem ser preparados com
cinco desses ingredientes:

a) 21
b) 7
c) 5
d) 42
e) 12

36- O quadro a seguir mostra o comportamento dos valores arrecadados referentes ao imposto
chamado imposto sobre tudo (IST), devido por pessoas físicas, no ano de 2016, no município
Sofrência, do país Brasílias Unidas. Sabendo que o IST assume valores diferentes,
dependendo da faixa de renda do contribuinte, analise as informações que podem ser extraídas
do quadro a seguir.

By TD
Considere que todos os intervalos de classe da distribuição são fechados à esquerda e abertos
à direita. Utilizando as informações contidas na distribuição exposta e considerando que, para
efeitos de cálculo de média aritmética, cada classe será representada pelo seu ponto médio,
podemos concluir que o valor:

a) Tomado para cálculo da média, referente à última classe é de R$ 5,50 e que 300 pessoas
pagaram esse mesmo valor de IST
b) Tomado para cálculo da média, referente à primeira classe é de R$ 150,00 e que 200
pessoas pagaram esse valor.
c) Considerado para cálculo da média, referente à primeira classe é de R$ 1.500,00 e que 200
pessoas pagaram esse valor.
d) Tomado para cálculo da média, referente à primeira classe é de R$ 1.500,00; e que 200
pessoas pagaram de R$ 1.000,00 até R$ 2.000,00 de IST.
e) Tomado para cálculo da média, referente à primeira classe é de R$ 1.500,00; e que 200
pessoas pagaram a partir de R$ 1.000,00 e menos de R$ 2.000,00 de IST.

36 - 9.

By TD

Você também pode gostar