Você está na página 1de 4

CARTILHA DE

PROTEÇÃO AUDITIVA

Programa de Conservação
Auditiva

www.cpsol.com.br
Ruído - ameaça constante à saúde O ruído, porém, não afeta apenas a audição.
Além da perda auditiva, a exposição ao ruído
O desenvolvimento tecnológico, traz também pode provocar outros efeitos maléficos ao
conseqüências negativas para a organismo, como : zumbidos, tontura, dor de
modernidade: o aumento das doenças cabeça, insônia, irritabilidade, baixa
ocupacionais e a conseqüente queda na concentração, diminuição no rendimento do
qualidade de vida dos trabalhadores. trabalho, entre outros sintomas.

Dentre todos os fatores ou agentes que se


caracterizam como risco para a saúde do
homem no seu ambiente de trabalho, o ruído
aparece como o mais freqüente e o mais
universalmente distribuído, o que o
transforma em uma das mais freqüentes
causas de insalubridade. Zumbido Tontura

A Perda Auditiva Induzida por Ruído - PAIR,


é a perda auditiva causada por exposição
prolongada ao ruído intenso. É uma lesão
auditiva irreversível, que tem
desenvolvimento lento e progressivo ao
longo dos anos em que o indivíduo está
exposto ao ruído. Aparece aos poucos e é
dificilmente notada nos estágios iniciais,
geralmente o indivíduo só se dá conta da
deficiência quando a doença já está em
estágio avançado, apresentando dificuldade
em entender fala. Nesta fase já não há o que
fazer, por se tratar de uma doença Dor de cabeça Insônia
irreversível.
1 2
A eficácia de um protetor auditivo depende
Como evitar os danos de suas características constituintes (formato
provocados pelo ruído? e material), das características anatômicas
do usuário e ainda das características do
ambiente e processo de trabalho do usuário.
A prevenção é a solução!!!
A ação do protetor vai depender
O uso do PROTETOR AUDITIVO é uma principalmente: da COLOCAÇÃO
das formas de se proteger dos efeitos ADEQUADA e do TEMPO DE USO. Desta
maléficos do ruído. forma é necessário que o protetor seja
Existem basicamente dois tipos de protetor: confortável, do tamanho adequado ao ouvido
tipo PLUGUE e CONCHA. (no caso dos protetores do tipo plugue) e
compatível com a função e com o ambiente
de trabalho.
Plugues

Aspectos considerados na escolha dos


protetores auditivos utilizados pela EMAV:

• Certificado de Aprovação – CA;


• Atenuação necessária de ruído;
• Conforto para o usuário;
• Ambiente e processo de trabalho;
Concha
• Distúrbios médicos;
• Compatibilidade com outros equipamentos
de proteção individual;
• Aceitação do protetor pelo trabalhador.

3 4
• O tipo concha deve ser limpo com pano
Higiene do protetor auditivo úmido. Faça isso nos finais de semana
para dar tempo de secar totalmente.
Quando não estiver em uso deve ser
• Os plugues de borracha ou silicone devem ser
lavados diariamente, com água morna e mantido em locais livres de poeira (dentro
sabão; em seguida devem ser secos e de saco plástico, por exemplo).
guardados na embalagem (caixinha).
Não lave o protetor no momento em que for usá-
lo;

Atenção: NUNCA utilize o protetor


úmido, qualquer que seja o tipo.
• O plugue de espuma, é DESCARTÁVEL, por
isso não pode ser lavado. Troque-o sempre que ------------------------------------------------------------------------
estiver sujo, ou com no máximo 3 dias de uso. Eu,
Quando não estiver sendo usado deve ser ______________________________________,
guardado na sua embalagem plástica; registro _______, declaro que recebi informações
sobre minha situação auditiva, sobre os efeitos do
ruído na audição e medidas de proteção auditiva,
por ocasião do exame médico periódico.

______________, ____ de ____________ de 20__.

_____________________________________
5 6