Você está na página 1de 3

 Toda célula possui capacidade de crescer e se  A duração do ciclo celular é muito variável e

reproduzir. depende de vários fatores


 A divisão celular mantem a vida em seres  A fase G1 é a de duração mais variável
multicelulares e produz a vida em seres  A mitose dura em média 1 hora
unicelulares.  A G2 dura de 2 a 4 horas
 Zigoto  duplicações sucessivas  ser  O período S dura de 7 a 8 horas
humano
 Promove o crescimento de um tecido, de um Células que se dividem continuamente
órgão, ou de todo um organismo por meio da  Células embrionárias, folículos capilares, etc
multiplicação no número de células
 Divisões celulares no adulto repõe células Células que se dividem em resposta a estímulos
mortas e regenera lesões.
 São células que permanecem adormecidas
 Apoptose é a morte celular programada
num período denominado G0
 Existe um balanço entre a proliferação celular
 Os estímulos podem ser: nutrientes,
e a morte programada
hormônios, estimulo mecânico, lesões.
 A formação de novas células nem sempre
 Ponto de restrição (R): ponto crítico a ser
ocorre por meio do ciclo celular típico. A
vencido pela célula para que a fase S possa ser
origem de celular germinativas não é cíclica.
iniciada
O ciclo celular ocorre em duas etapas  Exemplos: hepatócitos, fibroblastos, células
renais, etc
 Na interfase a célula cresce e se prepara para a
nova divisão Células terminalmente diferenciadas
 Na mitose a célula passa pela divisão
 São células sem capacidade reprodutiva
propriamente dita
 Exemplo: neurônios, células da musculatura
Fases do ciclo celular esquelética e cardíaca
 Essas células permanecem indefinidamente no
 Na interfase ocorre a duplicação dos período G0
Ciclocomponentes
Celular da célula mãe, bem como a 1
 Jamais serão naturalmente substituídas.
duplicação do DNA
 A interfase se divide em 3 fases = G1. S e G2 Período G1
 O ciclo celular se divide em = G1, S, G2 e M
 Célula cresce continuamente
 No período S ocorre a duplicação ou síntese do
 Acontece a síntese de proteínas
DNA
imprescindíveis para a fase S
 G1: intervalo de tempo entre o fim da mitose
 Momento que a célula decide se vai continuar
(M) e o início da síntese de DNA (S)
proliferando ou retirar-se do ciclo e entrar no
 G2: intervalo entre o termino da síntese de
estado G0. Essa decisão é determinada por
DNA e a próxima mitose
sinais extracelulares.
 Ponto R
Período S

 O início da síntese de DNA marca o início do


período S
 Ponto de não retorno, na maioria das vezes
 Célula duplica seu conteúdo de DNA
(replicação)
 A cromatina que sofre duplicação nesse
período
 Duplicação do DNA e das histonas
 Primórdios de novos centríolos

Replicação Semiconservativa
Duração dos Períodos do ciclo  A replicação conserva uma das fitas molde
 Cada nova molécula de DNA é cópia perfeita  A primeira fase identifica a parte defeituosa e
de uma molécula preexistente faz a remoção. Na segunda parte, o segmento
removido é substituído por um segmento
 Replicação é assincrônica correto.
Existem origens de replicação Período G2
 A replicação inicia-se em diversas origens nas  Acontece os preparativos para a próxima
células eucariontes. Isso faz com que a mitose.
replicação aconteça em um certo espaço de
 Antes de ir para a G2 é necessário que a
tempo necessário
replicação tenha sido completa e que possíveis
 Em um cromossomo humano médio existem danos do DNA tenham sido completamente
pelo menos 200 pontos de origem reparados.
Replicação é bidirecional  Em G2 acontece um dos mais bem definidos
pontos de checagem. Existem mecanismos
 Uma vez iniciada, a replicação se propaga para que detectam qualquer tipo de anormalidade
os dois lados da molécula na replicação e bloqueiam a ativação de
moléculas que desencadeiam a entrada em
Replicação é semidescontínua
mitose, caso necessário.
A replicação do DNA é realizada por enzimas  São sintetizadas proteínas não histônicas
 Acumulo do complexo ciclina-CDK
 DNA polimerases
 Ocorre síntese de DNA.
 Desoxirribonucleotídeos trifosfatados: dATP,
dCTP. dTTP, dGTP Mitose
 Os Desoxirribonucleotídeos são moléculas
estruturais, além de fornecer energia para a  A divisão celular é o momento que a célula
síntese dos novos filamentos de DNA. reparte igualmente o seu conteúdo, já
 Helicase: desenrola as fitas de DNA duplicado na interfase, em duas células-filhas.
 Proteína  Esse período inclui dois processos: a partilha
Ciclo CelularSSP: estabiliza a fita que foi exata do material nuclear, mitose ou 2
desenrolada.
cariocinese, e a divisão citoplasmática ou
 DNA-topoisomerases: impede que o
citocinese.
superenovelamento ocorra.
 A mitose é subdividida em 4 fases: prófase,
 DNA-girase
metáfase, anáfase, telófase.
 Primer: pequena sequência inicial
 DNA-ligase Prófase
As células apresentam mecanismos para manter a  Condensação gradual das fibras de cromatina.
integridade do DNA  Cromatina  Cromossomo
 A condensação é induzida pelo complexo
 A replicação é extremamente precisa
ciclina-CDK
 A DNA-polimerase é uma enzima capaz de
 As duas cromátides são mantidas unidas na
conferir as bases, à medida que as adiciona ao
região centromérica, desde a replicação até a
novo filamento de DNA. Característica
anáfase.
chamada de “leitura de prova”.
 Os nucléolos se desorganizam e voltam a se
 Confere as bases e remove imediatamente uma
organizar na telófase.
errada.
 No citoplasma, centrossomos agem na
 Poucas bases conseguem escapar dessa
formação do fuso.
correção.
 As membranas nucleares se rompem.
 O DNA é uma molécula que pode sofrer
muitos danos, tanto devido a fatores físicos
quanto a fatores químicos. Por essa razão as
células possuem vários mecanismos de reparo. Metáfase
 O reparo do DNA danificado pode ser feito em  Condensação máxima dos cromossomos.
duas fases. A primeira fase é especifica para Cromátides são visíveis ao microscópio.
cada tipo de defeito e a segunda fase é de  Complementação do alinhamento dos
natureza geral. cromossomos na região equatorial da célula.
Anáfase

 Separação e migração das cromátides irmãs.


 Cada célula tem de refazer o envoltório
nuclear e reestabelecer a identidade do núcleo,
o que se inicia no final da anáfase.
Telófase

 Inicia-se quando os cromossomos filhos


alcanças os respectivos polos, o que
caracteriza pelo total desaparecimento dos
microtúbulos.
 Reconstituição dos núcleos e a divisão
citoplasmática.
 Descondensação da cromatina
 Reorganização dos nucléolos.
 Inativação do complexo ciclina-CDK, que foi
responsável por iniciar a mitose fosforilando
determinadas proteínas celulares.
 Fosfatases  desfosforila essas proteínas,
resultando no fim da mitose.

Ciclo Celular 3

Você também pode gostar