Você está na página 1de 9

FÍSICA

Beraldo Eletrostática II

CAMPO ELÉTRICO
A interação elétrica entre partículas carregadas pode ser reformulada, usando-se o conceito de campo
elétrico, que não é apenas um método de cálculo, mas um conceito muito importante com significado teórico
fundamental.

A verificação experimental da existência de um campo elétrico em um ponto qualquer consiste


simplesmente em colocar um corpo carregado, chamado carga de prova (ou de teste) nesse ponto. Se uma força
(de origem elétrica) for exercida sobre a carga de prova, então, existe um campo elétrico nesse ponto.

Diz-se que existe um campo elétrico num dado ponto, se uma força de origem elétrica atuar sobre um
corpo carregado, colocado neste ponto.

Sendo a força uma grandeza vetorial, o campo elétrico é um campo vetorial, cujas propriedades são
determinadas quando tanto a intensidade quanto a direção de uma força elétrica são especificados.

Vetor campo elétrico E no ponto P é por definição:

F
E Portanto F  q ·  
E
Q

Se q > 0, F e E têm mesmo sentido; se q < 0, F e E têm sentidos opostos; F e E têm sempre
mesma direção.

a) Campo elétrico criado por uma carga elétrica puntiforme.

|Q|
Intensidade: E  K  ·   2
d
Direção: da reta OP

de afastamento se Q > 0
Sentido:
de aproximação se Q < 0

1
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

Campo elétrico de diversas cargas puntiformes.

E  E  1     E  2

Em cada ponto do campo o vetor campo elétrico é a soma dos vetores campo produzidos por cada carga
individualmente.

O CAMPO ELÉTRICO UNIFORME

Quando uma carga é distribuída uniformemente ao longo de uma superfície plana, o campo elétrico
gerado é uniforme, desde que se despreze o “efeito das bordas” (veja figura a):

Se uma partícula de massa (m) e carga (q) é colocada num campo uniforme E , sofrerá a ação de uma
força constante F de módulo:

F  E  ·  q

e, se nenhuma outra força estiver agindo sobre ela, irá adquirir uma aceleração constante a de módulo:

F E  ·  q
a          
m m

2
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

LINHAS DE FORÇA UM CAMPO ELÉTRICO

São linhas traçadas de modo a permitir uma rápida visualização do campo elétrico.

É uma linha imaginária tal que qualquer um de seus pontos tangencia o respectivo vetor campo elétrico.

PROPRIEDADES DAS LINHAS DE FORÇA

 As linhas de força nunca se cruzam;

 Na região onde há uma maior concentração de linhas de força, o campo elétrico é mais intenso;

 Tem como fonte a(s) carga(s) positiva(s) e como sorvedouro a(s) carga(s) negativa(s).

As figuras abaixo representam algumas configurações de linhas de força (linhas mais grossas) e das
equipotenciais (linhas mais finas) que serão estudadas no próximo capítulo.

3
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

EXERCÍCIOS

1. (2000 – Fís. 2) Duas partículas com cargas Q A = +1,0 nC e QB = +2,0 nC estão posicionados conforme
indica a figura. Determine o módulo do campo elétrico resultante no ponto P, em V/m.

a) 15
b) 19
c) 23
d) 12
e) 13

2. (2002 – Fís. 3) Duas cargas puntiformes no vácuo, de mesmo valor Q = 125μC e de sinais opostos, geram
campos elétricos no ponto P (vide figura). Qual o módulo do campo elétrico resultante, em P, em unidades de
107N/C?

a) 13 -Q
b) 23
3 cm

c) 47
d) 54 P
e) 63
3 cm

4 cm

+Q

3. (UEL-PR) Considere duas cargas puntiformes Q 1 = 3 μC e Q 2 = 12 μC, fixas e isoladas de outras cargas,
nas posições indicadas na figura abaixo.

O módulo que o vetor campo elétrico é nulo no ponto:

a) I c) III e V
)
b) II d IV
)

4. (2001 – Fís. 2) Três cargas pontuais positivas estão dispostas em posições fixas sobre uma circunferência
de raio R, de acordo com a figura . Qual a razão, Q / q, entre as cargas, para que o campo elétrico no centro
da circunferência seja nulo?

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

4
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

5
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

5. (2004 – Fís. 3) A figura mostra um triângulo isósceles, de lado L = 3 cm e ângulo de base 30°. Nos
vértices da base temos cargas pontuais q 1 = q2 = 2 μC. Deseja-se colocar uma outra carga Q = 8 μC, a uma
distância Y verticalmente acima do vértice A, de modo que o campo elétrico total em A seja igual a zero. Qual
o valor de Y, em centímetros?

a) 2 Q
b) 4
c) 6 Y
d) 8
e) 10 A

L L

30 30
q1 q2

6. Uma gotícula de óleo, de massa m = 9,6 · 10-15 kg e carregada com carga q = -3,2 · 10-19 C, cai
verticalmente no vácuo. Num certo instante, liga-se nessa região um campo elétrico uniforme, vertical e
apontando para baixo. O módulo desse campo elétrico é ajustado até que a gotícula passe a cair com
movimento retilíneo e uniforme. Nessa situação, qual o valor do módulo do campo elétrico? (Dado: g = 10
m/s2.)

a) 3,0 · 105 c) 5,0 · 103 N/C


N/C
b) 2,0 · 107 d 8,0 · 10-3 N/C
N/C )

7. Uma esfera de massa m e carga q está suspensa por um fio frágil e inextensível, feito de um material
eletricamente isolante. A esfera se encontra entre as placas paralelas de um capacitor plano, como mostra a
figura. A distância entre as placas é d, a diferença de potencial entre as mesmas é V e esforço máximo que o
fio pode suportar é igual ao quádruplo do peso da esfera.
Para que a esfera permaneça imóvel, em equilíbrio estável, é necessário que:

a) (qV/d)2 < 15mg


b) (qV/d)2 < 4 (mg)2
c) (qV/d)2 < 15 (mg)2
d) (qV/d)2 < 16 (mg)2
e) (qV/d)2 > 15mg

8. (2000 – Fís. 1) O pêndulo da figura está em equilíbrio sob ação do campo gravitacional vertical e de um
campo elétrico horizontal de amplitude E = 2,0 kV/m. A esfera do pêndulo tem massa m = 3,0 kg e carga
elétrica q = 2,0 x 10–2C. O fio tem massa desprezível. Qual o valor da tensão no fio, em newtons?

a) 10
b) 20
c) 30
d) 40
e) 50

6
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

7
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II

9. (Unaerp-SP) Um campo elétrico uniforme existe na região entre duas placas planas paralelas com cargas
de sinais opostos. Um elétron de massa m ≈ 9 · 10 -31 kg e carga q = -1,6 · 10 -19 C é abandonado em repouso
junto à superfície da placa carregada negativamente e atinge a superfície da placa oposta, a 12 cm de
distância da primeira, em um intervalo de tempo de 3 · 10 -7 s. determine a intensidade do campo elétrico e a
velocidade do elétron no momento em que atinge a segunda placa. Assinale a opção correta:

a) E = 15 N/C;  = 8 · 105 m/s; d E = 106 N/C;  = 2 · 106 m/s;


)
b) E = 200 N/C;  = 4 m/s; e E = 5 N/C;  = 8 · 105 m/s;
)
c) E = 100 N/C;  = 2 · 106
m/s;

10. No instante t = 0s, um elétron é projetado em um ângulo de 30° em relação ao eixo x, com velocidade v 0
de 4 · 105 m/s, conforme o esquema. Considerando que o elétron se move num campo elétrico constante
E = 100 N/C, o tempo que o elétron levará para cruzar novamente o eixo x é de aproximadamente:
(Dados: massa do elétron = 9 · 10-31 kg; carga do elétron = -1,6 · 10-19 C).

a) 10ns
b) 15ns
c) 23ns
d) 12ns
e) 18ns

GABARITO
8
FÍSICA
Beraldo Eletrostática II
1) B 2) 3) 4) 5) 6) 7) 8) 9) 10) C
D B A C A C E A

Você também pode gostar