Você está na página 1de 8

40T 72 PID

TERMORREGULADOR UNIVERSAL COM DISPLAY ÚNICO

MANUAL DO USUÁRIO

VERSÃO DE SOFTWARE 1.0x


código 81761B / Edição 06 - 06/09

1 • INSTALAÇÃO 2 • CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS


Display 4 dígitos vermelhos; altura dos algarismos 14 mm
• Dimensões externas máximas e medidas para Teclas 3 do tipo mecânico (INC, DEC, F)
furação; montagem em painel Precisão 0,2% do fundo de escala a temperatura ambiente de 25°C
TC, RTD (Pt100), PTC
Entrada principal
60mV, Ri ≥ 500K; 20mA, Ri = 50Ω; 10V Ri > 20K
Termopares IEC 584-1 (J, K, R, S, T, B, E, N)
Erro na junta fria 0,1° / °C
Tipo RTD (escala configurável dentro do
DIN 43760 (Pt100)
campo indicado, com ou sem ponto decimal)
76
Resistência de linha máx. para RTD 20Ω
72 69,5
Tipo PTC (a pedido) 990Ω, 25°C
detecção de curto-circuito ou abertura das sondas,
Segurança
alarme LBA
36 30 Seleção de graus °C / °F configurável com teclado
Intervalo das escalas lineares -1999...9999 ponto decimal configurável
43 Tipos de controle Pid, Autotune, on-off
pb 0,0...999,9 %
dt 0,00...99,99 min
di 0,00...99,99 min
Ações de controle aquecimento ou resfriamento
52 83 Saídas de controle on / off, pwm
Limite Máx de potência para aquecimento / resfriamento 0,0...100,0 %
Tempo de ciclo 0...200 sec
Tipo de saída principal relé, lógica
9,5 Softstart 0,0...500,0 min
Definição de falha de potência -100,0...100,0 %
Função desligamento software Possibilidade de exclusão
Até 3 funções de alarme associáveis a uma saída
Alarmes configuráveis e configuráveis do tipo: máximo, mínimo, desvio,
absolutos/relativos, LBA
Acionamento dos alarmes exclusão durante a partida
! Tipo de contato do relé NO (NF) 5 A, 250 V

Para uma instalação prevista com alimentação >18 Vca/cc,


Saída lógica para relés estáticos
correta, leia as Rout = 560Ω (6Vmin / 20mA)
advertências contidas Saída Triac 20...240 Vca ±10%, 2 A máx. I2t = 128A2s
neste manual possibilidade de configurar o estado dos alarmes
Definição de falha
na condição de falha da sonda
Alimentação para transmissor de 18V ±10% 50 mA
Montagem em quadro
2 fios (opcional) 1,2 Vcc para potenciômetro > 100Ω (versão R77)
Fixar os instrumentos usando o suporte especial antes de fazer as ligações elétricas.
Para montar dois ou mais instrumentos dispondo-os lado a lado, faça os furos Alimentação (não isolada relativamente
11...27Vcc, 18...27Vca ±10%, 50/60Hz, 4,5VA
respeitando as medidas indicadas na figura. à entrada do sensor)
Proteção frontal IP65
MARCA DA CE: O instrumento está em conformidade com as Diretivas da União
Temperatura de trabalho / armazenamento 0...50°C / -20...70°C
Européia 2004/108/CE e 2006/95/CE com referência às normas genéricas:
EN 61000-6-2 (imunidade em ambiente industrial) EN 61000-6-3 (emissão em Umidade relativa 20...85% Ur não condensante
ambiente residencial) EN 61010-1 (segurança). Instalação painel
MANUTENÇÃO: Reparos devem ser realizados somente por técnicos especializados ou Peso 110 g na versão completa
por pessoas devidamente treinadas neste tipo de trabalho. Antes de acessar às partes
internas do instrumento, desligue-o da alimentação. Não limpe a caixa com solventes
derivados de hidrocarbonetos (tricloroetileno, gasolina, etc.). O emprego dos referidos
solventes compromete a confiabilidade mecânica do instrumento. Para limpar as partes
externas de plástico use um pano limpo umedecido com álcool etílico ou com água. A conformidade com a EMC foi verificada usando as seguintes ligações
ASSISTÊNCIA TÉCNICA: a GEFRAN tem um departamento de assistência técnica FUNÇÃO TIPO DE CABO COMPRIMENTO UTILIZADO
nas próprias instalações, que está à disposição do cliente. Sonda de entrada do termopar 0,8 mm2 compensado 5 mt
Sonda de entrada da termorresistência “PT100” 1 mm2 3 mt
Os defeitos provocados por uso inadequado e não conforme as instruções de
Cabo de alimentação 1 mm2 1 mt
utilização não estão cobertos pela garantia. Fios de saída do relé 1 mm2 3,5 mt

81761B_MHW_40T72PID_0609_POR 1
3 • DESCRIÇÃO FRONTAL DO INSTRUMENTO

Display PV: indicação da variável de processo. Botões “Incrementa” e “Decrementa”:


Sinalização de fora de escala positivo (HI) ou Permitem aumentar (diminuir) qualquer
negativo (Lo) •• Indicação de sonda aberta (br) ou parâmetro numérico •• A velocidade de aumento
em curto-circuito (Er) •• Visualização das (diminuição) é proporcional ao tempo que dura a
mensagens de configuração e de calibração pressão sobre a tecla •• A operação não é
cíclica. Isto quer dizer que, mesmo que o
operador continue a pressionar a tecla depois de
atingir o máx. (mín.) de um determinado campo
de definição, o sistema bloqueia a função de
Indicação do estado das saídas: aumento (diminuição).
OUT 1 (PRINCIPAL); OUT 2 (Alarme 1);
OUT 3 (Alarme 2)

Botão função:
Etiqueta com unidade de medida Permite o acesso às várias fases de configuração
•• Confirma a alteração dos parâmetros definidos

4 • CONEXÕES
• Saídas
• Saídas Saídas de uso
genérico configuráveis
Saída de uso pelo usuário
genérico configurável 5 10 +
pelo usuário - relé 5 A/250 Vca
Out3 - lógica 6 V/20 mA, Out1 Load
- relé 5A/250Vca
6 Rout = 560Ω 9 -
prevista com
alimentação
8 + ~
>18Vca/cc
- triac 20...240Vca Out2 Line
±10%, 2A máx
7 -
~

5 6 7 8 9 10
• Alimentação
Padrão:
1 2 3 4 11 12
!
18...27Vca, 11...27Vcc ±10%
11 ~
50/60 Hz, 4,5 VA máx. não PWR
isolada relativamente à
entrada do sensor 12 ~

• Entradas
• Entrada linear para potenciômetro • Entrada linear com transmissor de 2 fios • TC
+ 4...20mA Termocoppie disponibili:
4 4 J, K, R, S, T, B, E, N
2 -
- - - Rispettare le polarità
3 3 +
- Per estensioni, usare
Rin
potenciômetro
Ri = 50Ω - cavo compensato adatto
2 R >100Ω
>10M 2 al tipo di TC utilizzata
(P77)
1 +
+ 1,2Vdc
1 1

• Pt100 / PTC / NTC • Linear (I) • Linear (V)


Utilize fios de seção Entrada linear em Entrada linear em
3 4 - tensão contínua 2 -
adequada corrente contínua
(mín. 1mm2) 60mV, 1V, 5V, 10V,
2 20mA, Ri = 50Ω 2
PT100, JPT100, T T Ri ≥ 500KΩ
PTC. (O sinal deve ser isolado (O sinal deve ser isolado
1 relativamente à 1 + relativamente à 1 +
PTC
Pt100 3 fios
alimentação) alimentação)
Pt100 2 fios

• Estrutura do instrumento: identificação das placas


Placa CPU Placa de SAÍDAS
Entrada Aliment. Alimentação do sensor
RTD, PTC, NTC Transmis. e S1
Potenciôm. Tensão Pontes

S3 ON OFF 1V S4 - S6B - S7A

S4 OFF ON 24V (18V) S6B - S7A


S3
S4
S5 = Estado do relé Out1
S8 = Estado do relé Out2
S9 S3
S5 S9 = Estado do relé Out3
S4 S7 A= Direto
S8 B= Inverso
S6

2 81761B_MHW_40T72PID_0609_POR
5 • Menu de Configuração Padrão

CFG Parâmetros de controle

Configur.
S.tu Autotuning Selftuning Softstart
Predefinida Personal.
Habilitação contínuo
de selftuning, 0 NAO NAO NAO
0 autotuning, 1 SIM NAO NAO
softstart 2 NAO SIM NAO
3 SIM SIM NAO
4 NAO NAO SIM

Banda proporcional
de aquecimento ou
10.0 histerese em DE 0 ... 999,9% f.e.
LIGAR/DESLIGAR
regulamentar

Tempo integral para


4.0 0,00 ... 99,99 min
aquecimento

Tempo derivativo para


1.0 0,00 ... 99,99 min
aquecimento

Limite máximo da
100.0 potência para 0,0 ... 100,0%
aquecimento

InP Definições para as entradas

Configur.
Predefinida Personal.

Tipo de controle Ver tabela no


22
[0...11] menu InP

Tipo de sonda, sinal e


Ver tabela no
0 escala da entrada
menu InP
principal

Posição do ponto dP.S Formato


0 decimal para a escala da 0 xxxx
entrada principal 1 xxx.x
2 xx.xx (*)
3 x.xxx (*)

Limite mínimo da escala mín...máx da entrada


0
da entrada principal selecionada em tyP

Limite máximo da escala mín...máx da entrada


1000
da entrada principal selecionada em tyP

Out Definições para as saídas

Configur.
Predefinida Personal.

Ver tabela no
0 Tipo de alarme 1
menu Out

OUT 1
0 Atribuição do r.o.x Função da saída principal lógica, relé (OUT1)
sinal de 0 HEAT (saída de controle aquecimento)
referência: 1 COOL (saída de controle resfriamento)
HEAT, COOL, 2 AL1 - alarme 1
AL1, AL2, AL3 3 AL2 - alarme 2
4 AL3 - alarme 3
5 -
OUT 2 6 LBA - alarme LBA
2 Atribuição do 7 (AL1) OU (AL2)
sinal de 8 (AL1) OU (AL2) OU (AL3)
referência: 9 (AL1) E (AL2)
HEAT, COOL, 10 (AL1) E (AL2) E (AL3)
AL1, AL2, AL3

+16 para nível lógico negado à saída

Tempo de ciclo da saída


10 OUT1 relé ou lógica = HEAT 0. ... 200 seg
ou COOL

81761B_MHW_40T72PID_0609_POR 3
6 • PROGRAMAÇÃO e CONFIGURAÇÃO
MENU NÍVEL 1 F
Pressionada UPd Versão de software
P.V. Variável de processo (display PV) por cerca de
2 seg.

CFG Parâmetros de controle


Variável de Setpoint

InP Definições das entradas


Limite de alarme 1

Out Definições das saídas


Limite de alarme 2

PASS Password (Senha)


Limite de alarme 3 A sucessão de
menus é obtida
mantendo a tecla F
NÃO pressionada.
Valor das saídas de controle
(*) PASS = 99
(+Aquecimento / -Resfriamento) Liberando o botão
SIM seleciona-se o
7
menu visualizado.
(*) Desabilitado o retorno automático a PV
Prot Código de proteção
Para o acesso aos
parâmetros
pressione a tecla F.
NÃO
PASS = 199 Para sair de
qualquer menu,
SIM mantenha a tecla F
pressionada.
NÃO
S5 = ON
Se i tasti Inc, Dec, F non sono premuti entro 15sec, SIM
la visualizzazione torna al valore P.V.
_CAL Seleção do menu de calibração [ 0...6 ]

Nota: Uma vez que se entra em uma determinada configuração, todos os parâmetros não necessários deixam de ser visualizados.

• CFG
CFG Parâmetros de controle
-999 ... 999
Reset manual
Configur. pontos de escala
S.tu Autotuning Selftuning Softstart
Predefinida Personal.
Habilitação contínuo
de selftuning, 0 NAO NAO NAO
0 autotuning, 1 SIM NAO NAO Potência de reset -100,0 ... 100,0%
softstart 2 NAO SIM NAO
3 SIM SIM NAO
4 NAO NAO SIM

Tempo de softstart 0,0 ... 500,0 min

Banda proporcional para


10.0 0 ... 999,9% f.e.
aquecimento ± 999
Histerese para alarme 1
pontos de escala

Tempo integral para


4.0 0,00 ... 99,99 min ± 999
aquecimento Histerese para alarme 2
pontos de escala

Tempo derivativo para


1.0 0,00 ... 99,99 min ± 999
aquecimento Histerese para alarme 3
pontos de escala

Limite máximo da
100.0 potência para 0,0 ... 100,0% Tempo de espera para disparo do
0,0...500,0 min
aquecimento alarme LBA (introduzindo 0, o alarme
(*)
LBA é desabilitado)

Setpoint de resfriamento
-999 ... 999
relativo ao set de Limite da potência para -100,0 ... 100,0%
pontos de escala
aquecimento condição de alarme LBA c.on / OFF / h.on (*)

Banda proporcional para Saída de potência em


0 ... 999,9% f.e. -100,0 ... 100,0%
resfriamento condição de falha (em
c.on / OFF / h.on
condições de avaria da sonda)

Tempo integral para (*) Se o alarme LBA estiver ativo (display intermitente alternadamente com os 4 pontos
0,00 ... 99,99 min
resfriamento
decimais) pode ser reinicializado pressionando-se simultaneamente as teclas ∆ + ∇
quando se visualiza OutP, ou passando-se para o controle Manual.
Tempo derivativo para
0,00 ... 99,99 min
resfriamento
NOTA: No controle de tipo ON/OFF, o alarme LBA está desativado.

Limite máximo da
potência para 0,0 ... 100,0%
resfriamento

4 81761B_MHW_40T72PID_0609_POR
• InP
InP Definição das entradas
Configur.
Predefinida Personal. CtrL Tipo de controle
0 P quente Limite máximo de escala Mín.…máx. da escala da
Tipo de controle 1 P frio 1000
22 da entrada principal entrada selecionada em t.P
[0...27] 2 P quente / frio
3 PI quente
4 PI frio
+16 desabilitação dos parâmetros 5 PI quente / frio
CFG: rst, PrE, SoF, Lbt, Lbp, FAP, 6 PID quente
7 PID frio Offset de correção da -999 ... 999
HY.2, HY.3
8 PID quente / frio entrada principal pontos da escala
InP: FLt, FLd, oFS, LoL, HIL
Out: ALn, A2t, A3t, rEL. 9 ON-OFF quente
10 ON-OFF frio
FLt, FLd, oFS mantêm o valor definido 11 ON-OFF quente / frio
Todos os outros parâmetros são considerados 0 Limite inferior de definição do
setpoint local e dos alarmes Lo.S ... Hi.S
absolutos

0 Tipo de sonda, sinal e escala da entrada principal

Limite superior de definição


SENSOR: TC (CAL = 1) do setpoint local e dos Lo.S ... Hi.S
tYP Tipo de sonda Escala Campo máx. da escala Campo máx. da escala alarmes absolutos
(C/F) sem ponto decimal com ponto decimal
0 J (Fe-CuNi) C 0 / 1000 0,0 / 999,9
1 J (Fe-CuNi) F 32 / 1832 32,0 / 999,9
2 K (NiCr-Ni) C 0 / 1300 0,0 / 999,9
3 K (NiCr-Ni) F 32 / 2372 32,0 / 999,9
4 R (Pt13Rh - Pt) C 0 / 1750 não disponível
5 R (Pt13Rh - Pt) F 32 / 3182 não disponível
6 S (Pt10Rh - Pt) C 0 / 1750 não disponível
7 S (Pt10Rh - Pt) F 32 / 3182 não disponível
8 T (Cu-CuNi) C -200 / 400 -199,9 / 400,0 • Out
9 T (Cu-CuNi) F -328 / 752 -199,9 / 752,0
10 B (Pt30Rh - Pt6Rh) C 44 / 1800 não disponível
11 B (Pt30Rh - Pt6Rh) F 111 / 3272 não disponível
12 E (NiCr-CuNi) C -100 / 750 -100,0 / 750,0
13 E (NiCr-CuNi) F -148 / 1382 -148,0 / 999,9
14 N (NiCrSi-NiSi) C 0 / 1300 0,0 / 999,9
15 N (NiCrSi-NiSi) F 32 / 2372 32,0 / 999,9
Out Definições para as saídas

SENSOR: RTD 3 fios (CAL = 2)


Configur.
tYP Tipo de sonda Escala Campo máx. da escala Campo máx. da escala
Predefinida Personal.
(C/F) sem ponto decimal com ponto decimal
16 PT100 C -200 / 600 -199,9 / 600,0
17 PT100 F -328 / 1112 -199,9 / 999,9 Número de alarmes 0 ... 3

SENSOR: PTC (a pedido) [em alternativa ao RTD de 3 fios] (CAL = 3)


tYP Tipo de sonda Escala Campo máx. da escala Campo máx. da escala
(C/F) sem ponto decimal com ponto decimal AL.x Direto Absoluto Normal
18 PTC C -55 / 120 -55.0 / 120.0 (de máximo) Relativo Simétrico
19 PTC F -67 / 248 -67.0 / 248.0 Tipo de
0 Inverso ao setpoint (janela)
alarme 1
(de mínimo) ativo
SENSOR: TENSÃO 60mV (CAL = 4) 0 direto absoluto normal
tYP Tipo de sinal Escala Campo máx. da escala 1 inverso absoluto normal
20 0...60mV linear -1999 / 9999 2 direto relativo normal
21 12...60mV linear -1999 / 9999 Tipo de 3 inverso relativo normal
alarme 2 4 direto absoluto simétrico
5 inverso absoluto simétrico
SENSOR: CORRENTE 20mA ou TRANSMISSOR (CAL = 5)
6 direto relativo simétrico
tYP Tipo de sinal Escala Campo máx. da escala 7 inverso relativo simétrico
22 0...20mA lineare -1999 / 9999
23 4...20mA lineare -1999 / 9999 Tipo de +8 para desabilitar no momento da
alarme 3 partida até o primeiro alarme
SENSOR: TENSÃO 10V ou TRANSMISSOR (CAL = 6)
tYP Tipo de sinal Escala Campo máx. da escala
24 0...10V linear -1999 / 9999
25 2...10V linear -1999 / 9999

Filtro digital na entrada


0,0 ... 20,0 seg.
principal

Filtro digital na visualização da


0 ... 9,9
variável de processo; atua como
pontos de escala
histerese

dP.S Formato
Posição do ponto 0 xxxx
0 decimal para a escala da 1 xxx.x
entrada principal 2 xx.xx (*)
3 x.xxx (*)

(*) não disponível para as


escalas TC, RTD, PTC

Limite mínimo de escala Mín.…máx. da escala da


0
da entrada principal entrada selecionada em t.P

81761B_MHW_40T72PID_0609_POR 5
OUT 1 r.o.x Função da saída principal lógica, relé (OUT1)
0 Atribuição do sinal de 0 HEAT (saída de controle aquecimento)
referência: HEAT, COOL, 1 COOL (saída de controle resfriamento)
AL1, AL2, AL3 2 AL1 - alarme 1
3 AL2 - alarme 2
4 AL3 - alarme 3
OUT 2 5 -
2 Atribuição do sinal de 6 LBA - alarme LBA
referência: HEAT, COOL, 7 (AL1) OU (AL2)
AL1, AL2, AL3 8 (AL1) OU (AL2) OU (AL3)
9 (AL1) E (AL2)
10 (AL1) E (AL2) E (AL3)
OUT 3 +16 para nível lógico negado à saída
Atribuição do sinal de
referência: HEAT, COOL,
AL1, AL2, AL3

Tempo de ciclo da saída


10 OUT1 relé ou lógica = HEAT 0. ... 200 seg.
ou COOL

Tempo de ciclo da saída


OUT2 relé ou lógica = HEAT 0. ... 200 seg.
ou COOL

Tempo de ciclo da saída


OUT3 relé ou lógica = HEAT 0. ... 200 seg.
ou COOL

Ação de falha rEL Alarme Alarme Alarme


(definição do 1 2 3
estado em caso 0 OFF OFF OFF
de sonda 1 ON OFF OFF
avariada) alarmes 2 OFF ON OFF
AL1, AL2, AL3. 3 ON ON OFF
Seleção da 4 OFF OFF ON
segurança 5 ON OFF ON
intrínseca. 6 OFF ON ON
7 ON ON ON

1) Em caso de avaria da sonda o estado lógico de cada alarme assume o valor lógico selecionado sem considerar
o tipo de alarme (direto ou inverso): ON = alarme ativo, OFF = alarme inativo
2) A atribuição dos alarmes às saídas disponíveis é feita através da introdução dos códigos r.o.1, r.o.2, r.o.3

• Prot

Pro Pro Código de proteção

Pro Visualização Modificação


0 SP, alarmes, OutP SP, alarmes
1 SP, alarmes, OutP SP
2 SP SP
3 SP
Para ativar a função de desligamento do SW,
+4 desabilitação InP, Out pressionar as teclas F + ∆ durante 5 seg. em P.V.
+8 desabilitação CFG Para regressar ao funcionamento normal, pressionar a
+16 desabilitação do “ligar - desligar do SW” tecla F durante 5 seg.

6 81761B_MHW_40T72PID_0609_POR
7 • ACESSÓRIOS
• Cabo de Interface RS232 para a configuração dos instrumentos

NOTA: O cabo para configuração usando o PC é


fornecido junto com o software de programação.
A conexão deve ser feita com o instrumento ligado e
com as entradas e saídas não conectadas.

• CÓDIGO DE PEDIDO
Cabo de Interface
WSK-0-0-0
+ CD Winstrum

• Transformador
Dimensões
TRAFO 1: L: 44,5mm, B: 46,2mm, H: 32,5mm

TRAFO 5: L: 51,5mm, B: 52,5mm, H: 35mm

• CÓDIGO DE PEDIDO
TRAFO 1 Transformador 3VA, 230/24 Vca
TRAFO 5 Transformador 5VA, 230/24 Vca
TRAFO 1 TRAFO 5
Em conformidade com VDE 0551, EN 60742, CE

• PTC

25 ±1 5,50m DADOS TÉCNICOS

Mod: sonda: Sonda Ambiente


Ø 7 ±0,5

Material da tampa: Plástico (Ø 7 x 25mm)


Campo de temperatura: -20...80°C
PTC: R 25°C = 1KΩ ±1% (KTY 81-110)
Tempo de resposta: 20 seg. (em ar parado)
Isolamento: 100MΩ, 500Vc.c. entre a tampa e os terminais
• CÓDIGO DE PEDIDO Material do cabo: Unipolar em PVC (12/0,18)
PTC 7 x 25 5m Comprimento do cabo: 5,50m

• Notas de instalação
É necessário impor sempre a alimentação dos instrumentos através dos transformadores TRAFO1 indicados no manual, um para cada instrumento, quando:
• A aplicação não for conhecida
• Vários instrumentos tiverem sinais na entrada não isolados entre si, como por exemplo: termopares não isolados ligados à terra, transdutores ou transmissores
alimentados por uma única fonte de alimentação, entradas lineares sob tensão ou corrente não isoladas entre si
• O critério geral é que os instrumentos que possuem sinais em comum (sensores, transmissores, retransmissão de sinais, …) devem ser alimentados mediante um
transformador para cada instrumento
• Outros casos especiais que não pertencem às hipóteses anteriores devem ser avaliados caso por caso
• Um exemplo possível de alimentação através de um único transformador é o caso de instrumentos com sensores tipo termorresistência RTD ou termistor PTC, com
saídas tipo relé ou lógico ligadas a dispositivos isolados entre si (ex. Grupos estáticos de potência GTS)
ATENÇÃO: para o caso de entrada com termopar NÃO isolado ligado à terra, o secundário do transformador de alimentação do instrumento NÃO pode ser ligado à
terra; esta situação danifica o instrumento com a provável intervenção do fusível interno

81761B_MHW_40T72PID_0609_POR 7
CÓDIGO DE PEDIDO

40T 72 PID 9

Alimentação do Sensor Alimentação


Ausente 00 9 11...27 Vcc, 18...27 Vca não isolada
Para a entrada T (em alternativa a RTD, PTC)
Saída 3
1,2 Vcc para potenciômetro (*) 01
00 Ausente
18 Vcc, 50 mA
24 R0 Relé
para transmissor de 2 fios
D0 Estática D2
Saída 1, Saída 2
Relé, Relé RR
Relé, Estática D2 RD
Triac, Ausente T0

(*) Para entrada proveniente de potenciômetro pedir a versão R77 (R entrada > 10 MΩ)

Entre em contato com os técnicos da GEFRAN para maiores informações acerca da disponibilidade dos códigos

• ADVERTÊNCIAS
ATENÇÃO: este símbolo indica perigo.
! Você irá encontrá-lo próximo da alimentação e dos contatos dos relés que podem ser conectados a tensão de rede.
Antes de instalar, ligar ou usar o instrumento, leia as advertências abaixo:
• ligue o instrumento seguindo rigorosamente as indicações do manual
• faças as conexões utilizando sempre os tipos de cabos adequados aos limites de tensão e corrente indicados nos dados técnicos
• o instrumento NÃO possui interruptor On/Off. Deste modo, assim que se liga à corrente acende imediatamente. Por motivo de segurança, todos os
dispositivos conectados permanentemente à alimentação necessitam de: um interruptor selecionador bifásico marcado com a marca apropriada,
colocado nas imediações do aparelho e facilmente acessível ao operador; um único interruptor pode comandar vários aparelhos
• se o instrumento estiver ligado a aparelhos eletricamente NÃO isolados (ex. termopares), deve-se fazer a ligação à terra com um condutor específico
para evitar que esta ocorra diretamente através da própria estrutura da máquina
• se o instrumento for utilizado em aplicações onde há risco de ferimento de pessoas, danos para máquinas ou materiais, é indispensável que seja usado
com aparelhos de alarme auxiliares. É aconselhável contemplar a possibilidade de verificar a intervenção dos alarmes mesmo durante o funcionamento
normal do equipamento
• antes de usar o instrumento, cabe ao usuário verificar se os seus parâmetros estão definidos corretamente, para evitar ferimentos nas pessoas ou
danos a objetos
• o instrumento NÃO pode funcionar em ambientes onde a atmosfera seja perigosa (inflamável ou explosiva); só pode ser ligado a elementos que
operem neste tipo de atmosfera através de interfaces de tipo apropriado que estejam em conformidade com as normas de segurança vigentes locais
• o instrumento contém componentes sensíveis às cargas eletrostáticas; assim, é necessário que o manuseio das placas eletrônicas nele contidas seja
feito com as devidas precauções a fim de evitar danos permanentes aos próprios componentes.
Instalação: categoria de instalação II, grau de poluição 2, isolamento duplo
• as linhas de alimentação devem ser separadas das de entrada e saída dos instrumentos; certifique-se sempre de que a tensão de alimentação
corresponda à indicada na sigla indicada na etiqueta do instrumento
• reúna a instrumentação da parte de potência e de relés, separadamente
• não instale no mesmo quadro contatores de alta potência, contatores, relés, grupos de potência com tiristores, sobretudo “com defasagem”, motores, etc.
• evite pó, umidade, gases corrosivos, fontes de calor
• não feche as entradas de ventilação; a temperatura de trabalho deve estar compreendida entre 0 ... 50°C.
Se o instrumento estiver equipado com contatos tipo faston, é necessário que estes sejam do tipo protegido e isolados; se estiver equipado com contatos
de parafuso, é necessário fixar os cabos solidamente e, pelo menos, dois a dois.
• alimentação: proveniente de um dispositivo de secionamento com fusível para a parte de instrumentos; a alimentação dos instrumentos deve ser o mais
direta possível, partindo do secionador e, além disso, não deve ser utilizada para comandar relés, contatores, válvulas de solenóide, etc.. Quando for
fortemente disturbada pela comutação de grupos de potência com tiristores ou por motores, é conveniente usar um transformador de isolamento só para
os instrumentos, ligando a blindagem destes à terra. É importante que a instalação elétrica tenha uma boa conexão à terra, que a tensão entre o neutro e
a terra não seja >1V e que a resistência Ohmica seja <6 Ohms. Se a tensão de rede for muito variável, use um estabilizador de tensão para alimentar o
instrumento. Nas imediações de geradores de alta frequência ou de arcos de solda, use filtros de rede. As linhas de alimentação devem ser separadas
das de entrada e saída dos instrumentos. Certifique-se sempre de que a tensão de alimentação corresponde à indicada na sigla indicada na placa de
identificação do instrumento
• conexão das entradas e saídas: os circuitos externos conectados devem respeitar o duplo isolamento. Para conectar as entradas analógicas (TC, RTD),
é necessário separar, fisicamente, os cabos de entrada dos de alimentação, de saída e de ligação de potência. Utilize cabos trançados e blindados, com
blindagem ligada à terra num único ponto. Para conectar as saídas de controle, de alarme (contatores, válvulas de solenóide, motores, ventoinhas, etc.)
monte grupos RC (resistência e condensador em série) em paralelo com as cargas indutivas que trabalham em corrente alternada (Nota: todos os
condensadores devem estar em conformidade com as normas VDE (classe x2) e suportar uma tensão de, pelo menos, 220 Vca. As resistências devem
ser, pelo menos, de 2 W). Monte um díodo 1N4007 em paralelo com a bobina das cargas indutivas que trabalham em corrente contínua.
A GEFRAN spa não se considera, de modo nenhum, responsável por ferimento de pessoas ou danos a objetos provocados por adulteração,
uso errado, inadequado e não conforme as características do instrumento.

8 81761B_MHW_40T72PID_0609_POR

Você também pode gostar