Você está na página 1de 123

Contabilidade Geral

@feliphearaujoprofessor
Contabilidade Geral

@feliphearaujoprofessor
@feliphearaujoprofessor

https://www.youtube.com/c/ProfFelipheAraújo

https://t.me/joinchat/ScPENUNnd1DdK6tf

https://pt-br.facebook.com/feliphearaujoprofessor/
1 Conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade.

@feliphearaujoprofessor
Em relação aos conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade, julgue os itens
subsequentes.
01. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) O principal objetivo da
contabilidade é fornecer informações úteis sobre o patrimônio da entidade para
finalidades diversas, entre as quais, planejamento, controle e auxílio no processo
decisório.
( ) Certo ou ( ) Errado.
02. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) O objeto da contabilidade se
restringe ao aspecto quantitativo do patrimônio organizacional.
2 Patrimônio: componentes, equação fundamental do
patrimônio, situação líquida, representação gráfica.

@feliphearaujoprofessor
Patrimônio: Componentes Patrimoniais
BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO

Obrigações
Aplicação de Origem de
Recursos Recursos
Bens +
Direitos PATRIMÔNIO
LÍQUIDO (PL)
Ativo -
Passivo
Sinônimos
Ativo Passivo
Patrimônio Bruto Passivo Exigível
Ativo Total Passivo Real
Capital Investido Capital de Terceiros
Capital Aplicado Capital Alheio
Aplicação de Recursos Recursos de Terceiros

Patrimônio Líquido
Capital Próprio
Situação Líquida
Passivo Não Exigível
Recursos Próprios

Capital Total à disposição da empresa = Passivo Exigível + PL


Equação Fundamental do Patrimônio
A = P + PL ou PL = A - P
Situação Líquida ou PL

Negativa ou Deficitária
Positiva ou Superavitária Nula ou Equilibrada
(ou Passivo a Descoberto)

A > PE A < PE A = PE
PL > 0 PL < 0 PL = 0

Conclusões: A > 0; P > 0; PL > 0 ou PL < 0.


A > P ou A < P; P > PL ou P < PL.
A > PL. O ativo não pode, jamais, ter valor menor que o patrimônio líquido.
03. (CESPE/Perito Criminal – Contabilidade - PF/2018) O patrimônio líquido constitui
uma obrigação da entidade para com outras pessoas físicas ou jurídicas.
( ) Certo ou ( ) Errado.
04. (CESPE/TRT 21/2010) Acerca das noções básicas de contabilidade, julgue o item
seguinte.
Muitas são as condições em que a equação patrimonial de uma entidade pode
apresentar-se, mas em nenhuma hipótese a situação líquida pode ser maior do que o
ativo total.
05. (CESPE/Auditor – TCE - RN/2015) A existência de saldo total de passivo maior que o
saldo total de ativo configura que o direito dos sócios é negativo.
( ) Certo ou ( ) Errado.
06. (CESPE/Analista Superior - Auditoria – Telebrás/2015) A existência de prejuízo
acumulado não garante que a companhia esteja em situação líquida negativa.
( ) Certo ou ( ) Errado.
07. (CESPE/Analista Superior - Auditoria – Telebrás/2015) A situação líquida nula
ocorre caso o passivo seja igual ao patrimônio líquido.
( ) Certo ou ( ) Errado.
08. (CESPE/Técnico em Contabilidade - SUFRAMA/2014) No que se refere às noções
básicas de contabilidade, julgue o item que se segue.
Uma empresa que tenha ativos totais de R$ 100,00, passivos totais de R$ 90,00 e capital
social realizado de R$ 20,00 apresenta uma situação patrimonial líquida deficitária.
( ) Certo ou ( ) Errado.
4 Contas: conceitos, contas de débitos, contas de créditos e saldos.
5 Plano de contas: conceitos, elenco de contas, função e
funcionamento das contas.

@feliphearaujoprofessor
Resumo - Contas
Os elementos essenciais da conta são: Nome da conta; Data do fato contábil; Histórico do fato
contábil; Valor debitado; Valor creditado; e Saldo da conta.

Devedora Ativo, (-) Passivo, (-) PL e Despesas


Natureza das
Contas
Credora Passivo, PL, (-) Ativo e Receitas

Contas de Natureza Devedora Contas de Natureza Credora

Débitos Créditos Débitos Créditos


Classificação das Contas
➢ Quanto à funcionalidade, as contas dividem-se em:
a) Contas unilaterais: são aquelas que sofrem variações somente em um sentido (registro a
débito ou registro a crédito).
b) Contas bilaterais: são aquelas que sofrem variações nos dois sentidos, aceitando tanto
registro de débito quanto de crédito.

➢ Quanto à natureza do saldo, as contas podem ser:


a) Estáveis: são as contas que admitem somente um tipo de saldo, devedor ou credor.
b) Instáveis: São aquelas que podem apresentar, ora saldo devedor, ora saldo credor. São
exemplos de contas instáveis: Resultado do Exercício, Ajuste de Avaliação Patrimonial etc.
Classificação das Contas
➢ Quanto ao desdobramento, as contas dividem-se em:
a) Contas sintéticas: resumem uma série de contas de mesma natureza. As contas sintéticas não
recebem lançamentos e são os de menor grau.
b) Contas Analíticas: são aquelas que representam os elementos patrimoniais em seu maior
grau de detalhamento. Por isso, são a base do sistema de acumulação contábil. São as contas
reais que recebem os registros.
Resumo - Contas
O plano de contas será elaborado com base nas informações constantes abaixo:
➢ Elenco de Contas: consiste na relação de contas que serão utilizadas para o registro dos Fatos
Contábeis;
➢ Função das contas: representar os elementos patrimoniais (bens, direitos, obrigações ou
patrimônio líquido) e do resultado (receita ou despesa).
➢ Funcionamento das contas: está ligado ao modo de registro nela, ou seja, como a conta é
debitada ou creditada (método das partidas dobradas).
➢ Manual das contas: informações detalhadas sobre cada conta informando a natureza de
cada conta, a função e o funcionamento das contas.
Teoria das Contas
09. (CEBRASPE/Analista de Controle Externo - Ciências Contábeis - TCE-RJ/2021)
Conforme o que estabelece a teoria personalista, por ocasião do recebimento do
adiantamento feito pelo cliente, a empresa Beta deve tratar a conta caixa como se ela
representasse uma pessoa com quem mantém um relacionamento, de modo que a
conta caixa passa a ser devedora da empresa, no momento em que o adiantamento for
recebido.
10. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) Contas caixa, ações em tesouraria e
depreciação têm em comum o fato de serem todas de natureza devedora.
11. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) A aplicação de recursos em uma
entidade é representada por um lançamento a crédito em uma conta patrimonial
credora.
12. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) Plano de contas é uma lista de
rubricas patrimoniais e de resultado organizada de forma sistemática e que possui,
geralmente, uma parte numérica — código contábil da conta — e uma parte alfabética
— denominação da conta.
Julgue os seguintes itens, que tratam do plano de contas.
13. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) As contas patrimoniais,
independentemente da posição hierárquica que ocupem no grupo a que pertençam,
podem receber lançamentos a débito e a crédito.
( ) Certo ou ( ) Errado.
14. (CESPE/TRE-RJ/2012) Com relação aos tipos, às funções e à estrutura das contas
contábeis, julgue o item a seguir.
As contas devem ser classificadas como estáveis ou instáveis, quando avaliadas pelo
critério de variação na natureza do seu saldo.
15. (CESPE/MTE/2003) Julgue os itens a seguir, relativos a plano de contas e a funções e
estrutura das contas.
A conta juros ativos é uma conta de resultado, analítica, de natureza credora, unilateral
e dinâmica.
6 Escrituração: conceitos, lançamentos contábeis, elementos
essenciais, fórmulas de lançamentos, livros de escrituração,
métodos e processos.
6 Regime de competência e regime de caixa.

@feliphearaujoprofessor
Escrituração
➢ Escrituração é a técnica contábil utilizada para registrar os fatos contábeis que
afetem o patrimônio das entidades. Os fatos contábeis são acontecimentos que
provocam alterações qualitativas e/ou quantitativas no patrimônio das
entidades.
➢ O registro dos fatos é feito mediante a sua descrição em livros contábeis ou fiscais
destinados ao registro das transações que afetem o patrimônio da entidade, por
meio de contas contábeis.
➢ O ato de descrever um fato contábil é chamado de lançamento.
➢ Existem vários métodos de escrituração, sendo os principais o método das
partidas simples e o método das partidas dobradas.
Método das Partidas Dobradas
Conclusões do método das partidas dobradas ou método veneziano:
➢ Não há débito sem crédito correspondente.
➢ A soma dos débitos é sempre igual à soma dos créditos.
➢ Um ou mais débitos numa ou mais contas deve corresponder a um ou mais
créditos de valor equivalente em uma ou mais contas.
➢ O total do ativo será sempre igual a soma do passivo exigível com o patrimônio
líquido.
Processos de Escrituração
Escrituração e Lançamento
Ressalva é uma forma de retificação de históricos de lançamentos contábeis
corrigidos imediatamente após o momento em que o erro é cometido. Utiliza-se
expressões como "digo", "ou melhor" ou outra equivalente.
Livros de Escrituração
Os principais livros de escrituração contábil são:
✓ Livro Diário: Obrigatório (exigido pelo Código Civil), Principal (registra os fatos contábeis),
Comum (para todas as empresas) e cronológico.
✓ Livro Razão: Facultativo, principal e sistemático (objetivo de organizar as informações).
Segundo a legislação do Imposto de Renda, o livro razão é obrigatório para os
contribuintes sujeitos a apuração do lucro real. Além disso, segundo a ITG 2000 (R1) –
Escrituração Contábil, aprovada pela Resolução CFC nº 1.330/2011, o livro razão também é
obrigatório.
✓ Livro Caixa: É obrigatório para os contribuintes que estejam no regime simplificado
previsto na Lei Complementar nº 123/06 ou que optarem pela tributação com base no
lucro presumido.
Regime de Caixa e de Competência
Regimes Contábeis

Regime de Caixa Regime de Competência

Receitas --> Recebidas Receitas --> Ganhas


Despesas --> Pagas Despesas --> Incorridas
Importante para a sua prova: Registra no Resultado

Fato Regime de Competência Regime de Caixa

Receitas realizadas (ganhas) e recebidas SIM SIM


Receitas realizadas (ganhas) e não recebidas SIM NÃO
Receitas não realizadas (não ganhas) e NÃO SIM
recebidas

Despesas incorridas e pagas SIM SIM


Despesas incorridas e não pagas SIM NÃO
Despesas não incorridas e pagas NÃO SIM
16. (CESPE/ABIN/2010) O item apresenta um fato contábil, seguido de uma proposta de
lançamento contábil desse fato, devendo ser julgado certo se o lançamento proposto
estiver adequado ao respectivo fato, ou errado, em caso contrário.
pagamento de juros devidos
débito em: despesas financeiras de juros
crédito em: juros a transcorrer
17. (CESPE/Agente de Polícia Federal-PF/2000) Com referência a movimentações do
patrimônio líquido, segundo a Lei nº 6.404/76, julgue o item abaixo.
No recebimento de dinheiro de acionistas para integralização do capital social subscrito,
deverá haver um registro a crédito do capital social ou da conta que registra o capital a
integralizar.
Julgue os itens a seguir, a respeito de escrituração.
18. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) O livro caixa é, ao mesmo tempo,
facultativo e obrigatório; neste último caso, para alguns tipos de entidades, como as
microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo SIMPLES Nacional.
( ) Certo ou ( ) Errado.

19. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) O lançamento é a técnica


utilizada para se processar a escrituração. No caso dos livros caixa e de contas a pagar,
os eventos são registrados por meio de lançamentos contábeis que seguem o método
das partidas simples.
( ) Certo ou ( ) Errado.
20. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) No lançamento contábil, é
permitido o uso de código de histórico padronizado, desde que esteja baseado em
tabela auxiliar que contenha os códigos e respectivos textos padrão.
( ) Certo ou ( ) Errado.

21. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) No caso de operações que sejam


realizadas fora da sede do estabelecimento, é admitida a escrituração resumida no livro
diário, por totais relativos ao período máximo de 60 dias, desde que sejam conservados
os documentos que permitam verificação posterior.
( ) Certo ou ( ) Errado.
22. (CESPE/Analista - Contabilidade - FUNPRESP-JUD/2016) Segundo o método das
partidas dobradas, o registro de um fato contábil sempre implicará um lançamento a
débito, que corresponde à aplicação dos recursos da entidade, e um lançamento a
crédito, que corresponde à origem dos recursos aplicados.
( ) Certo ou ( ) Errado.
23. (CESPE/Contabilidade - TRT/2013) A retificação de lançamento é o processo técnico
de correção de registro que tenha sido realizado com erro na escrituração contábil da
entidade e pode ser feita por meio de estorno, transferência ou complementação.
( ) Certo ou ( ) Errado.
24. (CESPE/Agente de Polícia Federal/2018) Em função da competência contábil, deve
ser considerado despesa do exercício corrente o valor do aluguel do imóvel que tenha
sido utilizado no exercício corrente e só será pago no exercício seguinte.
( ) Certo ou ( ) Errado.
25. (CESPE/Analista - Contabilidade - MPU/2013) A confrontação das receitas com as
despesas correlatas é um pressuposto do princípio da competência, segundo o qual o
reconhecimento de receitas e despesas deve ocorrer nos períodos a que se referem,
independentemente do recebimento ou pagamento. De acordo com esse princípio, o
pagamento antecipado de uma despesa não afeta o resultado da empresa no momento
de sua ocorrência.
( ) Certo ou ( ) Errado.
26. (CESPE/Contabilidade – TRT 10ª/2013) O balanço patrimonial e o de resultado
econômico devem ser lançados no livro razão. Ambos têm de ser assinados por técnico
em ciências contábeis legalmente habilitado e pelo empresário ou sociedade
empresária.
( ) Certo ou ( ) Errado.
3 Atos e fatos administrativos: conceitos, fatos permutativos,
modificativos e mistos.

@feliphearaujoprofessor
27. (CESPE/Analista - Contabilidade - FUNPRESP-JUD/2016) Todos os fatos contábeis
modificativos e mistos envolvem, ao menos, um lançamento em alguma conta de
resultado.
( ) Certo ou ( ) Errado.
28. (CESPE/Auditor – Contabilidade – TCE - PA/2016) A compra de uma mercadoria à
vista, com desconto incondicional, é um fato contábil misto que aumenta o patrimônio
da entidade.
( ) Certo ou ( ) Errado.
29. (CESPE/AJ – Contabilidade – TRT 17ª/2013) O recebimento do valor relativo a um
título de crédito em atraso, acrescido de juros, é um fato patrimonial permutativo-
modificativo, pois representa uma troca de ativos e produz impacto sobre o patrimônio
líquido da entidade.
( ) Certo ou ( ) Errado.
11 Lei nº 6.404/1976 e suas alterações, legislação
complementar e pronunciamentos do Comitê de
Pronunciamentos Contábeis (CPC).

@feliphearaujoprofessor
Com relação a notas explicativas às demonstrações financeiras, julgue os itens
subsecutivos, à luz dos pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos
Contábeis e da Lei n.º 6.404/1976 e suas alterações.
30. (CESPE/Analista GRS – Ciências Contábeis – SLU-DF/2019) Companhias abertas de
capital fechado cujo patrimônio líquido seja inferior a R$ 2.000.000 são dispensadas da
elaboração de notas explicativas.
( ) Certo ou ( ) Errado.
7 Contabilização de operações contábeis diversas: juros,
descontos, tributos, aluguéis, variação monetária/cambial,
folha de pagamento, compras, vendas e provisões,
depreciações e baixa de bens.

@feliphearaujoprofessor
Descontos
Aluguéis
➢ Apropriação da Despesa de aluguel ➢ Pagamento do aluguel do mês anterior
D – Despesa de aluguel D – Aluguel a pagar
C – Aluguel a pagar ou Caixa/bancos C – Caixa/bancos

➢ Realização da Receita de aluguel ➢ Recebimento do aluguel do mês anterior


D – Aluguel a receber ou Caixa/bancos D – Caixa/bancos
C – Receita de aluguel C – Aluguel a receber
Variação monetária/cambial
➢ Variação monetária/cambial passiva
D – Variação cambial passiva (despesa)
C – Empréstimos em moeda estrangeira

➢ Variação monetária/cambial ativa


D – Empréstimos em moeda estrangeira
C – Variação cambial ativa (receita)
a) Compra de Mercadorias para revenda a prazo com ICMS a recuperar.
D – Mercadorias para revenda (⇧ Ativo Circulante)
D – ICMS a Recuperar (⇧ Ativo Circulante)
C – Fornecedores (⇧ Passivo Circulante)

b) Compra de bens para uso a prazo.


D – Veículo para uso (⇧ Ativo Não Circulante Imobilizado)
C – Fornecedor de veículos ou Financiamento (⇧ Passivo Circulante)

c) Compensação de ICMS na apuração.


D – ICMS a recolher (⇩ Passivo Circulante)
C – ICMS a recuperar (⇩ Ativo Circulante)
d) Venda de Mercadorias.
D – Caixa ou Clientes (⇧ Ativo Circulante)
C – Receita de Vendas (⇧ PL)

Baixa do Estoque:
D – CMV (⇩ PL)
C – Estoques (⇩ Ativo Circulante)

Contabilização dos Tributos sobre vendas:


D – ICMS s/ vendas (⇩ PL)
C – ICMS a Recolher (⇧ Passivo Circulante)
Duplicatas Descontadas
1. Lançamento da operação de desconto de duplicatas:
D – Bancos Conta Movimento (Ativo Circulante)
D - Encargos Financeiros a Transcorrer (Ret. Passivo Exigível)
C – Duplicatas Descontadas (Passivo Exigível)

2. Lançamento de apropriação das despesas com juros:


D – Despesa de Juros (Resultado)
C – Encargos Financeiros a Transcorrer (Ret. Passivo Exigível)

Lançamentos depois do vencimento

Cliente paga a Duplicata: Cliente não paga a Duplicata:


D - Duplicatas Descontadas D - Duplicatas Descontadas
C - Duplicatas a Receber C - Bancos conta Movimento
Receitas e Despesas Antecipadas
Receita antecipada é o dinheiro que uma empresa recebe antes de entregar bens ou
executar serviços. Quando o cliente efetua o pagamento, gera uma obrigação (passivo) para
a empresa. Ex.: adiantamento de clientes.
(1) Lançamento Contábil referente ao recebimento do dinheiro:
D – Caixa (Ativo circulante)
C - Adiantamento de clientes (Passivo)

(2) Registro na data da entrega da mercadoria ou da prestação do serviço:


D – Adiantamento de clientes (Passivo)
C – Receita de vendas (Resultado)
Despesas antecipadas são valores desembolsados pela empresa de forma antecipada,
representando saídas de caixa, sem haver a ocorrência imediata da despesa. Quando a entidade
efetua o pagamento, gera um direito (ativo) para a empresa.
Exemplo: pagamento de seguro antecipado. A conta para registrar o pagamento do seguro
antecipado é seguros a vencer ou seguros pagos antecipadamente.
(1) Lançamento do pagamento antecipado:
D - Seguros a Vencer (Ativo)
C - Caixa (Ativo circulante)

(2) Apropriação da despesa mensal:


D - Despesa de seguros ou prêmio de seguros (resultado)
C - Seguros a Vencer (Ativo)
Estimativa para Perdas com Créditos de Liquidação Duvidosa
1. Constituição da Estimativa para Perdas com Créditos de Liquidação Duvidosa (EPCLD):
D – Despesa com EPCLD (resultado)
C – EPCLD (Ret. Ativo)

2. No caso de os créditos serem considerados incobráveis no ano seguinte ao da constituição:


D – EPCLD (Retificadora do ativo)
C – Duplicatas a Receber ou Clientes (ativo)
3. Se as perdas com inadimplência superarem o valor das perdas estimadas no ano anterior,
o excesso deverá ser contabilizado em conta do resultado.
D – PECLD (ret. do ativo)
D – Perdas com clientes (resultado)
C – Duplicatas a receber (ativo)

4. A reversão da EPCLD é a contabilização que se faz necessária para reconhecer que parte dos
valores considerado perdidos pela entidade foram, ao longo do exercício seguinte, recebidos
de seus clientes.
D – EPCLD (retificadora do Ativo)
C – Reversão de EPCLD (receita – resultado)
5. Este lançamento ocorre quando a empresa recupera créditos que foram considerados
incobráveis em anos anteriores e acabou sendo dado baixa na conta de direitos a receber.
Com isso, a empresa reconhece uma receita com recuperação de créditos em contrapartida a
um débito em caixa, pela entrada dos recursos:
D – Caixa (ativo)
C – Receita com Recuperação de Crédito (resultado)
Folha de Pagamentos
1. Reconhecimento da despesa de salário mensal:
D – Salários (despesa de salários)
C – Salários a pagar (Passivo)

2. Retenção da previdência do empregado:


D – Salários a pagar (Passivo)
C – INSS a recolher (Passivo)

3. Contabilização do pagamento do salário no mês seguinte:


D – Salários a pagar (Passivo)
C – Caixa (ativo)
Folha de Pagamentos
4. Registro da despesa de salário mensal com imediato pagamento:
D – Salários (despesa de salários)
C – Caixa (ativo)

5. Adiantamento de salários
D – Adiantamento de salários (ativo)
C – Caixa (ativo)
Custo de aquisição dos
Estoques

Descontos
Abatimentos
comerciais

Outros
Custo de
Preço de Impostos de Outros Seguro, custos
transporte
compra Importação tributos manuseio atribuíveis a
(frete)
aquisição

Exceto os
tributos
recuperáveis

Observação: Neste caso, o preço de compra está líquido dos tributos incidentes na operação.
Por isso, os tributos não recuperáveis devem ser adicionados ao custo de aquisição dos
estoques.
Integra o custo do
Aquisição IPI ICMS
estoque
Consumo Não recupera Não recupera IPI e ICMS
Comércio (Revenda) Não recupera Recupera IPI
Matéria prima (Indústria) Recupera Recupera -

Tributos Registrados em contas representativas de direitos


Recuperáveis realizáveis no Ativo;

Tributos Não
Integram o custo das mercadorias adquiridas;
Recuperáveis
Depreciação
O valor depreciável de um ativo deve ser apropriado de forma sistemática (regular) ao longo da
sua vida útil estimada.
Valor depreciável = Custo – valor residual
A depreciação de um ativo se inicia quando este está disponível para uso, ou seja, quando está
no local e em condição de funcionamento na forma pretendida pela administração.
Lançamento de registro da despesa de depreciação, amortização ou exaustão no período:
D - Despesas de Depreciação, Amortização ou Exaustão (Resultado)
C – Depreciação, Amortização ou Exaustão Acumulada (Redutora do Ativo)
Fórmula mais rápida para encontrar a depreciação anual do bem no método linear

Depreciação Anual = (Custo de aquisição – Valor residual)


Vida útil em anos
Alienação e Baixa de Ativos
Resultado na venda = Valor de alienação – Valor Contábil

Lançamento na venda com ganho: Baixa de bem inservível


D – Depreciação Acumulada D – Despesa com baixa
D – Caixa C – Bem
C – Bem
C – Ganho
Determinada sociedade comercial realizou, no período corrente, a transação
apresentada a seguir.
• Descontou, no banco onde mantém conta, uma duplicata a vencer em 60 dias. O
título, com valor nominal de R$ 100.000, gerou um crédito de R$ 97.000 na
conta-corrente da empresa.
31. (CESPE/Agente de Polícia Federal/2018) A empresa, no momento do desconto do
título, contabilizou despesa com encargos financeiros de R$ 3.000.
( ) Certo ou ( ) Errado.
32. (CESPE/FUB/2013) A respeito do custo e controle dos estoques de mercadorias e
dos impostos a eles relacionados, julgue o item.
O valor do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços sobre compras, em
empresas comerciais, deve ser contabilizado a débito de conta específica de ICMS a
recuperar e, na venda, a crédito de ICMS a recolher, admitida a compensação.
Determinada entidade privada adquiriu, para revenda, mercadorias pelo valor de R$
500.000. Com base nesse montante, o fornecedor cobrou, ainda, 10% referentes aos
tributos não recuperáveis e 5% de frete para entrega.
A partir dessas informações, julgue os itens a seguir.
33. (CESPE/Auditor Fiscal – SEFAZ DF/2020) O gestor contábil deve contabilizar as
mercadorias como ativo circulante ao custo de R$ 550.000.
( ) Certo ou ( ) Errado.
34. (CESPE/Auditor Fiscal – SEFAZ DF/2020) O gestor contábil deve debitar como
despesa operacional o valor de R$ 25.000, referente ao valor pago pelo frete.
( ) Certo ou ( ) Errado.
35. (CESPE/Analista - Contabilidade - FUNPRESP-EXE/2016) Uma entidade adiantou os
salários de seus funcionários e o contador dessa entidade lançou os pagamentos na
conta salários a pagar, a débito, e na conta adiantamento de salário, a crédito. Nessa
situação, o procedimento contábil foi realizado de forma correta.
( ) Certo ou ( ) Errado.
36. (CESPE/Auditor – Fiscalização – TCE - PA/2016) A obtenção de empréstimos junto a
instituições financeiras provoca, na data da liberação dos recursos, um aumento
simultâneo do ativo e do passivo das entidades beneficiárias desse tipo de operação de
crédito.
( ) Certo ou ( ) Errado.
Com relação à escrituração contábil nos livros das sociedades, julgue os itens
subsequentes.
37. (CESPE/Agente de Polícia Federal/2018) A aquisição à vista de um veículo pelo valor
de R$ 80.000, ainda que esse valor resulte de um desconto, negociado no momento da
aquisição, no valor de R$ 4.000, representa-se por meio de um lançamento de primeira
fórmula.
( ) Certo ou ( ) Errado.
38. (CESPE/MDIC/2008) Com base nos princípios contábeis fundamentais e nos tipos de
fatos contábeis, julgue o item a seguir.
Caso um bem do ativo imobilizado, adquirido e registrado por R$ 300.000,00, já tiver
acumulado uma depreciação correspondente a 40% de sua vida útil, nessa ocasião, a
venda à vista desse bem por R$ 150.000,00 caracterizará um fato contábil misto
diminutivo.
39. (CESPE/Contador - SUFRAMA/2014) A provisão estimada para crédito de liquidação
duvidosa é uma conta redutora de ativo, ao passo que a provisão para férias e 13.°
salário representa um passivo.
( ) Certo ou ( ) Errado.
Julgue os itens a seguir, relativos aos procedimentos contábeis e à forma correta de
registro das transações.
40. (CESPE/AGE – Contabilidade - SEDF/2017) A depreciação de um ativo somente deve
ser contabilizada a partir do momento em que o ativo estiver efetivamente em uso.
( ) Certo ou ( ) Errado.
41. (CESPE/Agente de Polícia Federal/2014) No momento da apropriação mensal de um
seguro contratado para doze meses, o crédito deverá ser feito na conta bancos ou na
conta caixa.
( ) Certo ou ( ) Errado.
8 Balancete de verificação: conceitos, modelos e técnicas de
elaboração.

@feliphearaujoprofessor
Em relação ao balancete de verificação, julgue os itens seguintes.
42. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) A diferença entre os modelos de
balancete de 6 e de 8 colunas corresponde aos saldos devedores e credores que dizem
respeito ao movimento do período, constantes no segundo modelo e ausentes no
primeiro.
43. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) Na elaboração do balancete, o livro
diário é a fonte de informações do contabilista para a realização dos trabalhos
relacionados à referida demonstração contábil.
44. (CESPE/TRE-ES/2011) Com relação a balancetes de verificação, julgue o item a
seguir.
Lançamentos omitidos ou em duplicidade não alteram os totais das colunas de débito e
de crédito.
9 Balanço patrimonial: conceitos, objetivo, composição.

@feliphearaujoprofessor
Balanço Patrimonial
BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO
Ativo Circulante Passivo Circulante
Ativo Não Circulante Passivo Não Circulante
Realizável a Longo Prazo Patrimônio Líquido (PL)
Investimentos
Imobilizado Capital Social
Intangível (-) Ações em Tesouraria
Ajustes de Avaliação Patrimonial
Reservas de Lucros
Reservas de Capital
(-) Prejuízos Acumulados
➢ O exercício social é de 1 ano, exceto nos casos de alterações estatutárias ou constituição da companhia.
➢ O exercício social não necessariamente coincide com o ano civil (01 a 31/12).
➢ A classificação em circulante e não circulante é feita com base no exercício social, exceto quando o ciclo
operacional for maior que o exercício social.
Contas frequentes em prova
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo

Caixa Salários a Pagar


Bancos Tributos ou Impostos a Recolher
Clientes Fornecedores E
Duplicatas a Receber = Duplicatas Emitidas Seguros a pagar X
(-) PECLD Duplicatas a Pagar = Duplicatas Aceitas I
(-) Juros ativos a apropriar Adiantamento de Clientes
L G
Créditos contra clientes NP a pagar = NP emitidas
I Adiantamentos a Empregados Duplicatas Descontadas
I
Q Adiantamento a Fornecedores Empréstimos e Financiamentos B
U Impostos a Recuperar (-) Encargos Financeiros a Transcorrer I
Estoques ou Mercadorias para Revenda (-) Juros Passivos a Transcorrer L
I
Despesas Antecipadas Provisão
D Seguros a Vencer
I
Patrimônio Líquido
E NP a receber = NP aceitas D
Z Empréstimos concedidos Capital Social A
Imóveis (-) Capital a Integralizar D
(-) Depreciação, Amortização ou Exaustão Acumulada (-) Gastos com Emissão de Títulos E
Terrenos Reservas de Lucros
Edifícios S
Reservas de Capital
(-) Ações em Tesouraria
(+/-) Ajuste de Avaliação Patrimonial
(-) Prejuízos Acumulados
Patrimônio Líquido. Reservas.
▪ É o valor previsto no Estatuto Social das empresas para aumento do capital social sem
CAPITAL AUTORIZADO
a necessidade de alteração estatutária;

▪ É uma conta do PL formada por ações subscritas na constituição da sociedade ou por


CAPITAL SOCIAL aumento do capital;
(SUBSCRITO OU
CONTÁBIL) ▪ A conta do capital social discriminará o montante subscrito e, por dedução, a parcela
ainda não realizada;

CAPITAL A REALIZAR (A ▪ É a parcela do capital social que os sócios ainda não realizaram;
INTEGRALIZAR) ▪ Capital a realizar = capital social - capital realizado;

▪ É a parcela do capital social que os sócios já integralizaram;


CAPITAL INTEGRALIZADO
(REALIZADO) ▪ Do capital social, no mínimo 10% deve ser realizado em dinheiro ou bens suscetíveis a
avaliação em dinheiro;
Reservas: São contas credoras do Patrimônio Líquido.

Reservas de Capital (contabilizados diretamente Reservas de Lucros (destinações do Lucro


no Patrimônio Líquido) Líquido do Exercício)

• Reserva de Ágio na Emissão das Ações • Reserva Legal (Única obrigatória)


• Reserva de Alienação de Bônus de Subscrição • Reserva Estatutária
• Reserva de Alienação de Partes Beneficiárias • Reserva para Contingências

• Lucros na Alienação de Ações em Tesouraria • Reserva de Lucros a Realizar


• Reserva de Incentivos Fiscais
• Reserva do resultado da correção monetária do
capital realizado • Reserva de Retenção de Lucros
• Reserva Especial de Dividendos Obrigatórios
Não Distribuídos
• Reserva Específica de Prêmio na Emissão de
Debêntures
Julgue os itens a seguir, referentes a balanço patrimonial.
45. (CESPE/Técnico em Contabilidade - FUB/2018) As contas representativas de direitos
autorais e da correspondente amortização acumulada devem figurar no ativo não
circulante, no subgrupo intangível.
46. (CESPE/Analista Judiciário – STM/2018) Para fins de levantamento do balanço
patrimonial e outras demonstrações financeiras, o exercício social deve ter a duração de
um ano, mas, na constituição da entidade e quando de alterações estatutárias, a
duração do exercício poderá ser diferente.
( ) Certo ou ( ) Errado.
47. (CESPE/Oficial Técnico de Inteligência – ABIN/2018) Quando a apresentação do
balanço patrimonial baseada na liquidez proporcionar informação confiável e mais
relevante, a entidade deverá apresentar seus grupos de contas de forma sequenciada,
sem separá-los em circulante e não circulante.
( ) Certo ou ( ) Errado.
48. (CESPE/Contador - MJ/2013) O balanço patrimonial demonstra a composição
qualitativa do patrimônio da entidade.
( ) Certo ou ( ) Errado.
49. (CESPE/Analista GRS – Ciências Contábeis – SLU-DF/2019) Ágio na emissão de
ações, alienação de partes beneficiárias e obtenção de incentivos fiscais são eventos
que exigem a constituição das respectivas reservas de capital
( ) Certo ou ( ) Errado.
50. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) Se os motivos pelos quais
determinada reserva foi constituída deixarem de existir, tal reserva deverá ser revertida
para a conta de lucros e prejuízos acumulados.
( ) Certo ou ( ) Errado.
10 Demonstração de resultado de exercício: conceito,
objetivo, composição.

@feliphearaujoprofessor
Apuração do Resultado do Exercício - ARE
➢ O resultado do exercício é apurado mediante o confronto entre receitas e despesas para
avaliar se a empresa teve lucro ou prejuízo.
➢ Resultado = Receitas – Despesas
➢ Receitas = Despesas --> Resultado = 0
➢ Receitas > Despesas --> Lucro
➢ Receitas < Despesas --> Prejuízo

➢ A conta de Resultado do Exercício, também denominada Resultado, Rédito, Apuração de


Resultado do Exercício etc., é transitória e apresenta o resultado de forma geral.
➢ As contas de resultado são denominadas de contas transitórias, porque terão seus saldos
encerrados ao fim de cada exercício.
➢ A contabilidade utiliza o regime de competência.
Apuração do Resultado do Exercício - ARE
O encerramento das contas de resultado é feito em contrapartida a uma conta de Resultado do
Exercício:
➢ As contas de receitas são encerradas por meio de um débito em contrapartida a um crédito
na conta ARE.
➢ As contas de despesas são encerradas por meio de um crédito em contrapartida a um
débito na conta ARE.
Após apuração do resultado do exercício, que deverá apresentar saldo devedor (prejuízo) ou
saldo credor (lucro), o saldo dessa conta é transferido para o patrimônio líquido, para a conta
lucros ou prejuízos acumulados.
Resultado do Exercício

Prejuízo Lucro

Saldo Devedor Saldo Credor


Demonstração do Resultado do Exercício - DRE
➢ Demonstrativo obrigatório e dinâmico.
➢ Apura o resultado econômico da empresa.
➢ Utiliza o regime de competência.
➢ A DRE é apresentada por período e inclui todas as atividades da empresa.

Lei nº 6.404/1976 Inicia pela Receita Bruta


DRE
CPC’s Inicia pela Receita Líquida
DRE
1 Receita Bruta das Vendas e Serviços (ou Vendas Brutas)
Lei nº 6.404/1976
2 (-) Deduções da Receita Bruta
Art. 187. A demonstração do resultado do exercício discriminará:
(-) Devoluções de vendas e vendas canceladas
I - a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os
(-) Impostos sobre vendas e serviços
abatimentos e os impostos;
(-) Descontos incondicionais (ou comerciais) concedidos
II - a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e
serviços vendidos e o lucro bruto;
(-) Abatimentos concedidos
III - as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas
3 = Receita Operacional Líquida (Receita Líquida ou Vendas Líquidas)
(-) Custo das Mercadorias Vendidas (CMV) e dos Serviços Prestados das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas
4
(CSP) operacionais;
5 = Resultado Operacional Bruto (Lucro Bruto ou Prejuízo Bruto) IV – o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras
despesas;
V - o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a
provisão para o imposto;
1. Não são deduções da Receita Bruta de Vendas: VI – as participações de debêntures, empregados, administradores e
partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e
➢ Desconto Financeiro (ou Desconto
de instituições ou fundos de assistência ou previdência de
Condicional Concedido); empregados, que não se caracterizem como despesa;
➢ Frete sobre Vendas; VII - o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por
ação do capital social.
➢ Despesa com Comissões;
➢ Impostos sobre o Lucro (IR).
Comparação entre a estrutura da DRE de acordo com o CPC 26 (R1) e a Lei nº 6.404/76:
51. (CESPE/TRE-ES/2011) No item, é apresentada uma situação hipotética, seguida de
uma assertiva a ser julgada acerca de escrituração e análise e conciliações contábeis.
Os lançamentos de ajustes realizados ao final do período contábil tornaram uma
situação patrimonial líquida negativa em positiva. Nessa situação, os saldos credores
das contas de resultados superarão os saldos devedores das outras contas de resultado.
52. (CESPE/CL-DF/2006) Considere a seguinte situação.
Uma empresa apresentou o razonete da apuração do resultado do período. Havia R$
40.000,00 registrados a débito e R$ 35.200,00, registrados a crédito. Além do razonete
de apuração do resultado, a empresa apresentou o razonete da conta de lucros ou
prejuízos acumulados, devedor em R$ 500,00.
Nessa situação, os lançamentos de encerramento do exercício proporcionarão
decréscimo de R$ 5.300,00 no patrimônio líquido da empresa.
A respeito dos procedimentos estabelecidos pela legislação societária e pelo Comitê de
Pronunciamentos Contábeis (CPC) em relação às demonstrações contábeis, julgue o
item a seguir.
53. (CEBRASPE/Analista de Controle Externo - Ciências Contábeis - TCE-RJ/2021) Na
demonstração do resultado do exercício de uma empresa comercial, o lucro bruto
representa a diferença entre a receita bruta das vendas e o somatório dos seguintes
eventos: deduções das vendas, abatimentos e impostos.
54. (CESPE/Técnico em Contabilidade - EBSERH/2018) Os descontos e abatimentos
incondicionais concedidos constituem montante destacado das despesas operacionais
na demonstração do resultado do exercício.
( ) Certo ou ( ) Errado.
A tabela a seguir representa, em reais, o balancete de verificação de uma sociedade
anônima em 31/12/20x0.

55. (CESPE/Escrivão – Polícia Federal/2018) Nessa situação hipotética, separando-se as


contas patrimoniais das contas de resultado, será identificado um lucro no período.
( ) Certo ou ( ) Errado.
56. (CESPE/Escrivão – Polícia Federal/2018) O balanço patrimonial elaborado a partir
dos dados constantes do balancete deverá apresentar um passivo de R$ 48.000.
( ) Certo ou ( ) Errado.
57. (CESPE/Escrivão – Polícia Federal/2018) O saldo devedor de caixa representa
disponibilidade financeira imediata que a entidade possui na data do balancete.
( ) Certo ou ( ) Errado.
12 Norma Brasileira de Contabilidade - NBC TSP Estrutura
Conceitual, de 23 de setembro de 2016.

@feliphearaujoprofessor
Características Qualitativas
NBC TG Estrutura Conceitual NBC TSP Estrutura Conceitual
Estes são definidos como segue:
Ativo: Recurso econômico presente controlado pela entidade como resultado de eventos
passados.
Passivo: Obrigação presente da entidade de transferir um recurso econômico como resultado de
eventos passados.
Patrimônio líquido: Participação residual nos ativos da entidade após a dedução de todos os seus
passivos.
Receitas: Aumentos nos ativos, ou reduções nos passivos, que resultam em aumento no
patrimônio líquido, exceto aqueles referentes a contribuições de detentores de direitos sobre o
patrimônio.
Despesas: Reduções nos ativos, ou aumentos nos passivos, que resultam em reduções no
patrimônio líquido, exceto aqueles referentes a distribuições aos detentores de direitos sobre o
patrimônio.
Uma instituição europeia, ao analisar demonstrações contábeis de entidades brasileiras
com a finalidade de realizar investimentos, tomou conhecimento de que os relatórios
financeiros publicados no Brasil possuem diversos atributos, entre eles as características
qualitativas fundamentais da relevância e da representação fidedigna.
A respeito dessa situação hipotética, julgue os próximos itens.
58. (CESPE/Escrivão – Polícia Federal/2018) Se uma demonstração contábil analisada
tiver valor confirmatório para a investidora, então a característica da relevância estará
presente na informação.
59. (CESPE/Escrivão – Polícia Federal/2018) Na situação descrita, o fato de a
representação fidedigna ser um atributo das demonstrações contábeis garante para a
investidora estrangeira que as informações publicadas apresentam exatidão em todos
os seus aspectos.
60. (CESPE/Escrivão – Polícia Federal/2018) Por serem passíveis de comparação com
demonstrações contábeis de entidades de outros países, os relatórios publicados pelas
entidades brasileiras representam para a investidora uma informação relevante e
fidedigna.
Muito obrigado pela confiança depositada no nosso trabalho.
Conte conosco e Firmeza nos Estudo (FÉ)!
Um forte abraço, Feliphe Araújo.

@feliphearaujoprofessor

ProfFelipheAraújo

t.me/joinchat/ScPENUNnd1DdK6tf

feliphearaujoprofessor
Contabilidade Geral

@feliphearaujoprofessor

Você também pode gostar