Você está na página 1de 3

Tema: A Verdadeira Natureza dos Lideres Cristãos

Texto: 1Coríntios 3: 5 – 11

INTRODUÇÃO

Paulo expôs as razões que levaram os coríntios a formar partidos


dentro da igreja:
1) A carnalidade dos crentes de Corinto – 3: 1 – 4;
2) A tendência dos coríntios de exaltar as virtudes humanas.

Agora, observaremos mais uma razão para a criação desses partidos,


a falta de compreensão correta por parte dos crentes de Corinto
quanto ao ministério cristão.

I. A NATUREZA E O SUCESSO DO MINISTÉRIO CRISTÃO – 3: 5 –


9

1) O Que é Apolo ou Paulo? – v. 5

O foco da pergunta não é a pessoa, mas a função deles.


Paulo faz uma pergunta retorica.
A resposta de Paulo é “servos” – diákonos
A palavra é usada em vários sentidos:
 No sentido básico, um servente, um empegado de um rei –
Mt. 22:13
 Diácono de uma igreja – 1Tm. 3: 8, 12
 Um servente doméstico – Jo. 2: 5
 Um pregador do evangelho a serviço de Deus em favor do
seu povo – 1Co. 3: 5
- Isso fazia os coríntios lembrarem-se de que foi Paulo que
esteve entre eles, como servo de Cristo, ensinando a Palavra,
discipulando-os e ajudando-os a crescer na fé.

2) Eles eram apenas cooperadores – v. 6


a) Nenhum pregador ou líder é alguma coisa, Deus é quem deve
receber todo a glória – v. 6, 7
b) A recompensa dos pregadores e líderes vem de Deus
somente, e ele recompensará a cada um – v. 8
c) Os pregadores são companheiros de trabalho de Deus na obra
da edificação da igreja de Cristo – v. 9

3) Porque Paulo estava lembrando os coríntios disso?


Porque ninguém formaria um partido dos admiradores e
seguidores de um servo.

II. O TRABALHO DOS APÓSTOLOS E DOS PASTORES – 3: 10 –


11

1) O trabalho dos Apóstolos – v. 10a


2) O trabalho dos pastores – v. 10b
3) Cristo, o único fundamento da igreja – v. 11
Os lideres de Corinto tinham colocado outro fundamento. Eles
criaram pequenas igrejas sobre o fundamento da pessoa de
Paulo, Apolo e Cefas.

CONCLUSÃO
1) Os pregadores, líderes pastores e mestres da igreja de Cristo
são apenas servos de Deus, instrumentos por intermédio dos
quais Deus realiza a sua vontade;
2) O sucesso do ministério deles é resultado da graça soberana de
Deus e não de seus dons e talentos;
3) Não precisamos mais de apóstolos hoje, a missão deles já foi
completada, com o lançamento do fundamento da igreja, Jesus
Cristo;
4) Nenhum outro fundamento pode ou deve ser colocado, além de
Cristo.

Você também pode gostar