Você está na página 1de 5

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

EEEFM "FLORENTINO AVIDOS"


Av. Vitória Régia - Ibes, Vila Velha - ES
PROJETO EscoLAR - ATIVIDADE NÃO PRESENCIAL
ATIVIDADE DA 8ª SEMANA-2EM-MATEMÁTICA
ASSUNTO: SEMELHANÇA DE POLÍGONOS E TRIANGULOS
TURMA: 2EM
PROFESSORA: MARIA NAYARA SANTOS LADEIA DE BRITO
RITA DE CASSIA DA FONSECA

8ª SEMANA como resultado.


SEMELHANÇA DE POLÍGONOS E
TRIÂNGULOS

Quando comparamos duas figuras


geralmente queremos saber quais
as semelhanças existentes entre
elas. Algumas vezes elas são
iguais, algumas vezes são apenas
parecidas e também existem os
casos em que as figuras
Isso ocorre no caso dos hexágonos
comparadas são completamente
da imagem acima. Repare que a
diferentes. Na matemática,
divisão de qualquer lado do primeiro
frequentemente as figuras
hexágono por qualquer lado do
geométricas são comparadas e os
segundo tem 3 como resultado.
resultados possíveis são: Figuras
Para que dois polígonos sejam
congruentes, figuras semelhantes e
semelhantes, deve existir
figuras diferentes. A seguir,
proporcionalidade entre seus lados
discutiremos a semelhança entre
correspondentes, além de ângulos
polígonos e os casos de
correspondentes congruentes.
semelhança entre triângulos.
Voltando ao exemplo dos
Dois polígonos são
hexágonos acima, observe que a
semelhantes quando existe
razão entre lados correspondentes
proporcionalidade entre seus lados
é sempre 3:
e seus ângulos correspondentes
AB = BC = CD = DE = EF = FA = 3
são todos iguais. Existir uma razão
GH    HI      IJ     JK      KL   LG      
de proporcionalidade quer dizer que
Para mostrar que eles são
se dividirmos a medida de um lado
semelhantes, falta apenas mostrar
da primeira figura pelo valor de um
que seus ângulos correspondentes
lado da segunda figura e o resultado
são congruentes. Nesse caso são,
for, por exemplo, o número 3, então
por terem sido construídos como
todas as divisões entre medidas de
polígonos regulares.
lados da primeira figura por medidas
Para os triângulos a regra é a
dos lados da segunda figura terão 3
mesma. Dois triângulos são
semelhantes caso três ângulos razões entre lados correspondentes
correspondentes sejam congruentes têm o mesmo resultado:
e 3 lados correspondentes possuam AB = BC = CA = 1
a mesma razão de DE    EF    FD    2
proporcionalidade. Então, pelo segundo caso de
Porém, é possível verificar a semelhança, esses triângulos são
semelhança nos triângulos de uma semelhantes.
forma mais simples. Basta observar
se eles se enquadram em um 3- Caso: Lado Ângulo Lado
dos casos de semelhança de (LAL): Dois triângulos que possuem
triângulos a seguir: dois lados proporcionais e o ângulo
entre eles congruente são
1- Caso Ângulo Ângulo (AA): Dois semelhantes. Observe este caso de
triângulos são semelhantes se semelhança no exemplo:
possuírem dois ângulos
correspondentes congruentes.
Não é necessário verificar o terceiro
ângulo e nenhuma
proporcionalidade entre os lados.
Basta que dois ângulos sejam
congruentes e os dois triângulos já
podem ser declarados semelhantes,
como no exemplo a seguir:

AB = CA = 1
DE    FD    2
Nesse exemplo, o ângulo de 90
graus fica entre os lados
proporcionais. Configurando assim
o caso LAL.

EXERCÍCIOS

1) Existem alguns procedimentos que


2- Caso Lado Lado Lado (LLL): Se podem ser usados para descobrir se
dois triângulos possuem três lados dois triângulos são semelhantes sem ter
proporcionais, então esses dois de analisar a proporcionalidade de
triângulos são todos os lados e, ao mesmo tempo, as
semelhantes. Portanto, não é
medidas de todos os ângulos desses
necessário verificar os ângulos.
triângulos. A respeito desses casos,
assinale a alternativa correta:
A) Para que dois triângulos sejam
congruentes, basta que eles tenham os
três lados correspondentes com
medidas proporcionais.
B) Para que dois triângulos sejam
semelhantes, basta que eles tenham
três ângulos correspondentes
congruentes.
Na imagem acima, observe que as
C) Para que dois triângulos sejam a: medida da hipotenusa (lado oposto
semelhantes, basta que eles tenham ao ângulo de 90º)
dois lados proporcionais e um ângulo b: cateto
congruente, em qualquer ordem. c: cateto
D) Dois triângulos que possuem dois h: altura relativa à hipotenusa
lados correspondentes proporcionais m: projeção do cateto c sobre a
não serão semelhantes em qualquer hipotenusa
hipótese. n: projeção do cateto b sobre a
hipotenusa
Na figura abaixo  ||  .
Se AB = 136cm, CE = 75 cm e CD = 50 SEMELHANÇA E RELAÇÕES
MÉTRICAS
cm, determine a medida de  .

Para encontrar as relações métricas,


utilizaremos semelhança de triângulos.
Considere os triângulos semelhantes
ABC, HBA e HAC, representados nas
imagens:

A) AE = 200
B) AE = 202
C) AE = 204
D) AE = 206

9ª SEMANA
RELAÇÕES MÉTRICAS NO
TRIÂNGULO RETÂNGULO

As relações métricas relacionam as


medidas dos elementos de um Como os triângulos ABC e HBA são
triângulo retângulo (triângulo com um semelhantes ( ), temos
ângulo de 90º). as seguintes proporções:
Os elementos de um triângulo
retângulo estão apresentados abaixo:

Usando que   
encontramos a proporção:

Da semelhança entre os triângulos HBA


e HAC encontramos a proporção:
Sendo:
As razões (ou relações) trigonométricas
estão relacionadas com os ângulos de
Temos ainda que a soma das projeções um triângulo retângulo. As principais
m e n é igual a hipotenusa, ou seja: são: o seno, o cosseno e a tangente.
As relações trigonométricas são
resultado da divisão entre as medidas
TEOREMA DE PITÁGORAS de dois lados de um triângulo
retângulo, e por isso são chamadas de
A mais importante das relações razões.
métricas é o Teorema de Pitágoras.
Podemos demonstrar o teorema RAZÕES TRIGONOMÉTRICAS NO
usando a soma de duas relações TRIÂNGULO RETÂNGULO
encontradas anteriormente.
Vamos somar a relação b2 = a . n com O triângulo retângulo recebe esse
c2 = a . m, conforme mostrado abaixo: nome pois apresenta um ângulo
chamado de reto, que possui o valor de
90°.
Como a = m + n, substituindo na Os outros ângulos do triângulo
expressão anterior, temos: retângulo são menores que 90°,
chamados de ângulos agudos. A soma
Assim, o Teorema de Pitágoras pode ser dos ângulos internos é de 180°.
enunciado como:
A hipotenusa ao quadrado é igual a
soma dos quadrados dos catetos.

EXERCÍCIOS

1) Encontre o valor de x e de y na figura


abaixo:
Observe que os ângulos agudos de um
triângulo retângulo são chamados de
complementares. Ou seja, se um deles
tem medida x, o outro terá a medida
(90°- x).

LADOS DO TRIÂNGULO RETÂNGULO:


HIPOTENUSA E CATETOS

A) 6 e 12 Antes de mais nada, temos que saber


B) 7 e 14 que no triângulo retângulo, a
C) 8 e 16 hipotenusa é o lado oposto ao ângulo
D) 9 e 18 reto e o maior lado do triângulo. Já os
catetos são os lados adjacentes e que
10ª SEMANA formam o ângulo de 90°.
TEOREMA DE PITÁGORAS E RAZÕES Note que dependendo dos lados de
TRIGONOMÉTRICAS NO TRIÂNGULO referência ao ângulo, temos o cateto
RETÂNGULO: SENO. oposto e o cateto adjacente.
Feita essa observação, as razões
trigonométricas no triângulo
retângulo são:
EXERCÍCIOS

1) Determine o valor de x  no triângulo


a seguir.

Lê-se cateto oposto sobre a hipotenusa.

Lê-se cateto adjacente sobre a


hipotenusa.
A) 5
B) 6
C) 7
D) 8
Lê-se cateto oposto sobre o cateto
2) Observe a figura, qual é o
adjacente.
comprimento da rampa?
Vale lembrar que pelo conhecimento de
um ângulo agudo e a medida de um
dos lados de um triângulo retângulo,
podemos descobrir o valor dos outros
dois lados.

ÂNGULOS NOTÁVEIS

Os chamados ângulos notáveis são os


que surgem com maior frequência nos A) 0,25m
estudos de razões trigonométricas. B) 0,50m
Veja a tabela abaixo com o valor dos C) 0,75m
ângulos de 30°; 45° e 60° D) 1,0m