Você está na página 1de 10

Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado.

Este material pode ser protegido por direitos autorais e


não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 11

   +         
   =    = ln 1 + 
   
 
 =
 
A eq. 12.15 se torna (12.16)

12.6.1 – Equilíbrio Entre FASE CONDENSADA E O GÁS

  
  (á   )
Fase condensada → Gás  = = 
(Sólido ou Líquido)

 ΔH = Calor de Vaporização (ou sublimação) molar do líquido


(ou sólido)
 ΔVC = á     =Volume molar da fase condensada
  = 
á    á  Se G.I.: á = 

       ln  
=    =   (12.17)
 .   .     
= = 

Eq. de Clausius – Clapeyron
Relaciona PRESSÃO DE VAPOR (líquido ou sólido) com calor de
Vaporização (ou sublimação) e a TEMPERATURA!
 Integrando-se 12.17, obtém-se:

  1 1  
ln =    = (12.18)
    
+


  1 1
ln =     Cap 5; pág 92/93
   
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 12

Eq. 12.18
Po = pressão de vapor a To
P = pressão de vapor a T
Quando po = 1 atm  To = Temperatura de Ebulição
Ponto normal de ebulição do
líquido ou de sublimação do sólido.


Gráfico ln p x 1/T = tg θ =  

θ
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 13

12.7 – Efeito da PRESSÃO SOBRE PRESSÃO DE VAPOR

Obs: Até aqui  Líq  Vapor = 2 fases, mesma pressão.

Pressão sobre o líquido:


P = pf + p Pressão do Vapor

Pressão do Gás Inerte

Condição de Equilíbrio:  (,) = í (,) (12.20)

 
 A T constante: p = f (P)

 Derivando 12.20 a p, T constante:      =  í
     


   = í

Da eq. 12.2.b:   =  ;
   

ou (12.21)
 í
  = 
  
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 14
Pressão de Vapor aumenta com Pressão total
Eq. de Gibbs sobre o líquido.
TAXA DE AUMENTOPEQUENA - í  á

 í
  =

Eq. 12.21:
  


Se vapor = G.I.:  =
.

.
 = í 
 

 
  
= í  
  


 ln  í (   )
= (12.22)


p = pressão de vapor sob pressão P


po = pressão de vapor quando Vapor e Líquido estão sob mesma
pressão po (pressão ortobárica).

Equação 12.21 e 12.22: utilizar para pressão osmótica.


Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 15

12.8 – A REGRA DAS FASES

- 2 FASES EM EQUILÍBRIO

 (,) =  (,) (12.23)

Para descrever o ESTADO do sistema:


 2 Variáveis INTENSIVAS
Não são INDEPENDENTES, são RELACIONADAS.

 Se são relacionadas, necessitamos apenas 1 das variáveis (a


temperatura ou a pressão) para descrever o sistema.

 O sistema possui 1 GRAU de liberdade (UNIVARIANTE)

- 1 SÓ FASE: São necessárias duas variáveis para descrever o


ESTADO.
 Sistema possui 2 GRAUS de liberdade (BIVARIANTE)

- 3 FASES: Há 2 relações entre T e P:

 (,) =  (,)  (,) =  (,) (12.24)

PONTO TRIPLO!!!
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 16

 2 relações determinam T e p COMPLETAMENTE; não há


necessidade de outra informação para descrever o ESTADO DO
SISTEMA!

- SISTEMA INVARIANTE: não possui NENHUM grau de


liberdade!

 A tabela sugere a regra que relaciona o nº de graus de


liberdade (F) com o nº de fases presentes (P)

F=3–P (12.25)

Regra das Fases para 01 Componente!

 Estado do Sistema: Para descrevê-lo, quantas variáveis


independentes são necessárias?
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 17

 TAB 12.2: Para descrição do Estado do Sistema com C


componentes e P fases  Nº total de VARIÁVEIS INTENSIVAS!
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 18

 Nº total de Variáveis Independentes = F = Nº de Graus de


Liberdade
F  é obtido Subtraindo-se o nº total de Equações do nº total de
Variáveis
 = (.  + 2)   + (  1)
 = .  + 2     .  + 

Regra das Fases de


(12.26)  =+2
J. Willard Gibbs

Se C = 1 (1 SÓ COMPONENTE)
F = 1 + 2 – P = 3 – P → Sendo P = 2 (2 fases)
F = 1  Necessitamos apenas de 1 das variáveis INTENSIVAS,
Temperatura ou Pressão, para descrição do sistema.
 Equilíbrios: Linhas de Gráficos p x T
• Se P = 3  F = 0

 (,) =  (,)  (,) =  (,)

Estas 2 relações determinam T e p,


não existe necessidade de outras
informações para descrição do
sistema
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 19

Se C = 2 (2 COMPONENTES = 3 VARIÁVEIS)
3 Variáveis → Superfícies

12.9 – PROBLEMA DOS COMPONENTES

Definição: Menor nº de espécies quimicamente independentes


necessárias para a descrição da composição de CADA FASE
existente no sistema  NÚMERO DE COMPONENTES
Impresso por Rafaela Menezes, CPF 149.298.686-02 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos autorais e
não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 26/06/2021 10:56:43

Cap 12 - 20

EXEMPLO 12.1: PCl5, PCl3 e Cl2


     +  
3 Espécies
2 Componentes

PORQUE 2 COMPONENTES  Se for alterado o nº de mols da


3ª espécie e dada pela condição de EQUILÍBRIO Kx:
 .  Apenas 2 componentes
 =  quimicamente
 
independentes

Nº de COMPONENTES = 2

EXEMPLO 12.2: H2O, Líquida.


 , ( ) , ( ) , … , ( ) =1 Componente

  +    ( ) n espécies


  + ( )  ( ) n-1 equilíbrios
   + ( )  ( )
Apenas 1 espécie
quimicamente
independentes (H2O)
1 SÓ COMPONENTE
EXEMPLO 12.3: H2O – Álcool
 2 componentes = não há equilíbrio a temperatura ambiente!

EXEMPLO 12.4: CaCO3, CaO, CO2