Você está na página 1de 4

Avaliação Presencial (APX1)

DISCIPLINA: PRÁTICA DE ENSINO I


Coordenadoras: Maria Letícia Machado e Paula Cid

CURSO: Matemática

POLO: São Pedro da Aldeia

ALUNO: Arthur da Silva Santos Costa

MATRÍCULA:19113010313 DATA: 13/ 04 / 2020

Querido(a) aluno(a),

Devido às especificidades do momento de isolamento social que estamos


vivendo, nossa AP1 não acontecerá presencialmente e deverá ser enviada
pela Plataforma, exclusivamente. Portanto, não serão aceitas avaliações
entregues no polo, assim como enviadas pelos Correios ou e-mail.

A avaliação deverá ser digitada em fonte Arial, tamanho 12, cor preta.
Deve ter a primeira página preenchida. Pedimos atenção para que
concluam o processo de envio do arquivo, pois quando aparece a
palavra RASCUNHO é porque o envio não foi finalizado.

É responsabilidade de cada aluno(a) verificar se a atividade foi


enviada com êxito e se o arquivo não está corrompido. Em nenhuma
hipótese serão aceitas avaliações enviadas fora do prazo.

Para não ter problemas com o prazo, não deixe para enviar sua avaliação
nos últimos momentos, pois problemas técnicos são passíveis de
acontecerem.

A avaliação deve ser enviada em arquivo do word (.doc ou .docx).

Bons estudos!
Imagine-se na seguinte situação hipotética:

Na elaboração de um projeto escolar sobre “As diversidades entre histórias, culturas e


memórias”, a equipe de sua disciplina elegeu o tema “30 anos da libertação de Nelson
Mandela” para o aprofundamento das questões. Você é o relator das discussões da
equipe e deverá preencher os seguintes campos no formulário do projeto.

Atenção! O formulário permite que cada resposta tenha no máximo oito linhas.

Informe a sua disciplina: _Matemática_____________________________________

1ª etapa – Discutir sobre a preparação dos professores para o projeto

“A escola é um espaço político por excelência, logo uma arena natural para
discussões” (Aula 9)

a) De que forma uma perspectiva mais contemporânea de formação


poderia explicar o conceito de educação continuada para professores? (2 pontos)

R: Podemos dizer que em uma perspectiva mais atual a educação continuada


é a troca de conhecimento que acontece dentro da escola, tanto entre
professores, como entre professor e aluno, pois desse modo há a troca de
experiências, e assim, o enriquecimento de todos.

b) Que desafios são colocados à sua equipe de professores quando


pretendem trabalhar os 30 anos da libertação de Nelson Mandela, como parte
do projeto “As diversidades entre histórias, culturas e memórias”? (2 pontos)

R: O desafio principal acerca do tema é despertar o primeiro interesse do


aluno. Uma vez feito isso, no decorrer da discussão sobre o tema, a introdução
dos conceitos matemáticos é feita organicamente e assim se tem um
aprendizado mais fluido.
2ª etapa – Discutir sobre os objetivos do projeto “30 anos da libertação de
Nelson Mandela”

“Não podemos pensar em educação sem entendê-la no contexto das relações sociais
de que se origina”

(Aula 14)

c) Objetivo geral, relativo à aprendizagem do aluno em sua disciplina, que


deverá ser alcançado ao longo do desenvolvimento do tema “30 anos da
libertação de Nelson Mandela”. (2 pontos)q

R: Dinamizar as aulas de matemática de modo que os alunos participem


ativamente e ao mesmo tempo recordar um dos episódios mais marcantes da
história da África do Sul.

d) Dois objetivos específicos, relativos ao geral e à aprendizagem do aluno


em sua disciplina. (2 pontos)

R: 1 – Incentivar o respeito ao próximo e a respeitar regras;

2 – Proporcionar novos conhecimentos a partir de uma temática concientizadora.

3ª etapa – Discutir sobre como a sua equipe e o trabalho desenvolvido em


suas turmas poderão contribuir para os estudos sobre “As diversidades
entre histórias, culturas e memórias”.
e) Discorra sobre as possibilidades de articulação entre os conhecimentos
relativos à sua disciplina e o projeto “As diversidades entre histórias,
culturas e memórias”. (2 pontos)

R: Podemos relacionar a matemática com o projeto “As diversidades entre


histórias, culturas e memórias” através da construção e interpretação de
gráficos e porcentagem e estatística relacionada a população da África do Sul
durante esse período da história.

Você também pode gostar