Você está na página 1de 2

Persistentes na oração e comunhão com Deus

Como ativamos a comunhão com Deus?


Se você pesquisar “Parque nacional de Jericoacoara- Pedra Furada” vai se deslumbrar com
uma paisagem impressionante de uma pedra que foi esculpida ao longo dos anos pela ação do
mar. Isso nos remete ao ditado: águe mole, pedra dura, tanto bate até que fura, nos
motivando a ser persistentes em nossos propósitos e muito mais para manter a comunhão
com Deus.

A comunhão é como um dos pilares de uma vida cristã. De acordo com a bíblia não
conseguimos ser cristão sozinho. É na comunhão, na vida em congregação que conseguimos
praticar tudo o que Deus nos ensina em sua Palavra.

Em Hebreus 10: 24-25 “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao
amor e as boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é de costume de alguns; antes,
façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o dia se aproxima”.

Ser Cristão não se resume em aprender princípios bíblicos para a vida. Como poderemos
crescer na fé, desenvolver os dons que temos, aprender a perdoar, viver em amor se
estivermos sozinho?

Precisamos crescer espiritualmente, usar meus dons para ajudar outras pessoas e aprender
com os outros. Pois a comunhão é o laboratório onde Deus nos dá a chance de pormos em
prática tudo o que nos ensina em sua palavra.

Eclesiastes 4: 9-11

Nos existimos para viver em comunhão. Em guerras, os soldados protegem um ao outro.


Relacionamento não é duelo é dueto dá trabalho mas é lindo