Você está na página 1de 7

UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO - UNINOVE

FICHA DE ESTÁGIO- DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO


Nome do (a) Estagiário (a): Luciana Alves de Oliveira

Endereço: Rua Dr. Elviro Carrilho, 156 – Vila Albertina

Telefones: 11 96213-6024 R.A. 1719103743

Sexo: M ( ) F (x ) Data de Nasc.: 01 / 03 / 1976

Natural de: Recife Estado: PE FOTO RECENTE

Curso: 16033 - versão: 191 - PEDAGOGIA - EAD

Nome do professor (Uninove) orientador (a): Luciana Cicutto Mortarello;

Instituição ou Plataforma onde cumpriu o estágio : Centro de Mídias da Educação


de São Paulo (CMSP).

Tendo cumprido as horas de estágio:

DOCÊNCIA

 Educação Infantil (EI): 25 horas


 Anos Iniciais (EF): 25 horas
 Anos Finais (EF): _______ horas
 Ensino Médio (EM): 25 horas

GESTÃO ESCOLAR
 Gestão Escolar:
_______ horas em EI
_______ horas em Anos Iniciais EF
_______ horas em Anos Finais EF
_______ horas em EM

ESPAÇOS NÃO-ESCOLARES
 Espaços não escolares: _______ horas

São Paulo, 27 / 05 / 2021


(data do último dia de estágio)
RELATÓRIO DE OBSERVAÇÃO

01 CMSP – Formação de Professores, vídeo pelo canal Link


https://www.youtube.com/watch?v=pKzdgSomhxk de 18 de Fevereiro de 2021 -
Mediador Marcelo Navarro Da Silva - Formador EFAPE e Palestrante Denise da
Silva Martins - Formadora EFAPE - assisti em dia 24.04.2021 as 20h30

ATPC - Ensino Hibrido: Caraterísticas e Potencialidades

A palestrante Denise da Silva inicia o vídeo destacando o DNA da


sistematização do ensino hibrido, o posicionamento pode ser direcionado às
questões que envolvam a aprendizagem e a metodologia que é usado neste
trabalho.

Relacionado na pedagogia ativa, contanto que essa atuação


ocorresse no sentido de amenizar o entendimento do ensino diversificado por
perfil.

O ensinamento do misturado, dinâmico e engajador , Friedmann e


Pocher (1977) indicam que as tecnologias são mais do que ferramentas a serviço
do ser humano, elas podem transforma o próprio ser e também levá-lo em
direções não para rumos perigosos.

02 CMSP – Formação de Professores, vídeo pelo canal Link


https://www.youtube.com/watch?v=O5KBqYJHwJg de 19 de Maio de 2021 -
Mediador Rosa Lamana - Formadora EFAPE e Palestrante Juliana Vilas Bôas
Carpi - Professora CMSP - assisti em dia 22.05.2021 as 17h30

Assunto:  ATPC - Tecnologia e Inovação: Cultura Maker

O vídeo tem como objetivo expor as diretrizes e o componente do


Movimento Make.

O movimento Maker se inicia nos Estados Unidos por volta da


década de 50, o objetivo desta cultura é que qualquer pessoa pode construir,
consertar e modificar os mais diversos tipos de objetos em situações reais, seja de
modo presencial ou virtual.

“Faça você mesmo” este movimento pode contribuir de maneira


expressiva para o ensino, dai a importância do desenvolvimento desta habilidade e
expandir conhecimento na área de atuação do professor.

03 CMSP – Formação de Professores , vídeo pelo canal Link


https://youtu.be/8ZfBT1k6TBI de 21 de Maio de 2021 - Palestrante – Kristine
Simone Martins - Formadora EFAPE e Tatiana Pereira de Amorim Lucca -
Formadora EFAPE - assisti em dia 28.05.2021 as 17h30

Assunto: Formação Guia Ensino Híbrido: PCAE

O vídeo esta relacionado às atividades presenciais e remotas,


Tatiana Pereira explica como surgiu, o motivo da elaboração e a importância do
Guia ensino hibrido relacionada.

O Guia hibrido tem como papel fundamental nortear o indivíduo a


capacidade de aprender novas habilidades, incorporar novos conceitos, computar
novas situações e lidar com o inesperado.

Dentro dessa realidade, a forma de inserir as ações dentro da sala da


aula pode ser enriquecida com a utilização de alguns recursos didático-
pedagógicos que não seja somente o presencial.

De acordo com a palestrante Kristine Simone, o uso do Guia Pratico


do é valioso no processo de mapear as ações do professor neste período de
aprendizagem.

Segundo Lima Junior (2011), o desafio dos professores está em


utilizar as ferramentas de maneira motivadora, com a finalidade de exaltar,
considerar o resultado com o desenvolvimento , o contexto e o direito de
aprendizagem para todos.

04 CMSP – Formação de Professores, vídeo pelo canal Link


https://www.youtube.com/watch?v=47qDjunq3FM de 19 de Maio de 2021 -
Mediador João Paulo Almeida - Vivescer - Instituto Península. Palestrantes
Francisco Cardoso - Professor de História e Renato Nunes Dias - Camino
Education - assisti em dia 27.05.2021 as 17h30

Assunto: Desafios do uso da Tecnologia

A ideia principal deste vídeo é o relato do desafio do avanço


tecnológico na vida social, e na educação não poderia ser diferente, pois o impacto
complexo desse avanço atingiu a todos.

O palestrante Renato Nunes Dias comentou que a Tecnologia é um


instrumento para empoderar e dar repertorio ao professor para que este
profissional faça o trabalho de maneira melhor .

Para os palestrantes, as ferramentas tecnológicas são elementos que


compõem recursos para utilização e busca pela estabilidade e o equilíbrio, pois a
tecnologia não e a solução apenas um dispositivo de segurança .

05 CMSP – Formação de Professores, vídeo pelo canal Link


https://youtu.be/evT43g97bg8 de 26 de Maio de 2021 - Mediadora – Profa .
Helena Isoppo Schmid - Formadora Instituto iungo, Palestrante Camila Tribess -
Formadora Instituto iungo e Letícia Avelino - Formadora EFAPE - assisti em dia
01.06.2021 as 21h30

Assunto: ATPC - Integração curricular na área de Linguagens e


suas tecnologias: Diálogos possíveis
Com objetivo da Integração Curricular por áreas de conhecimento,
analisar os possíveis diálogos de integração na área de LGG por meio de
exploração de situações de aprendizagem e compreender a integração por área
integral do ensino médio.

O vídeo aborda de forma critica o caderno e Currículo em ação –


linguagens e suas tecnologias (Primeira serie ) Volume , pensando o que o caderno
de aprendizagem trás individualmente ao professor do Ensino Médio sobre o
currículo da rede de São Paulo .

Para Kenski (2007) a necessidade de expressar sentimentos,


opiniões e de registrar experiências nos acompanha desde o surgimento da
humanidade.

A Profa. Helena menciona os fatores elencado na integração


curricular alinhado na habilidade “Compreender o funcionamento das diferentes
linguagens e praticas” e Habilidade “Analisar o funcionamento das linguagens”.

Tema integrador: O corpo fala: combatendo preconceitos,


possibilitando que o estudante desenvolva as dinâmicas sociais.

Neste sentido, as palestrantes mencionam que usam as ferramenta


digitais para interagir, ensinar e verificar a aprendizagem. Deseja-se que através da
tecnologia a inclusão da educação integral trabalhe em equipe, assim, é possível
inserir e adaptar a integração no processo de sua realidade educacional.

Visando melhorias nas formações/palestras de professores


realizadas pelo CMSP, o Ensino Híbrido tornou-se um potente modelo para
ressignificar as praticas na situação da Pandemia, pois são ações que favorece
uma aprendizagem efetivada através de interações e estimula a troca de
experiências e descobertas.
Transcorrendo que os fatores que interferem no processo ensino-
aprendizagem, e que esta ocorre sobre algo e que não segue um padrão como é o
caso da   Tecnologia e Inovação: Cultura Maker o desenhar os contornos sobre
esse tema na tentativa de replicar como a cultura Maker cooperar para que
crianças e jovens se tornem criativos e críticos dessas metodologia ativa e a troca
de informações entre os pares.
Referencia Bibliograficas

KENSKI, V, M. O Ensino e os recursos didáticos em uma sociedade cheia de


tecnologias.
In: VEIGA, Ilma passos Alencastro (org.). Didática: O ensino e suas relações.
Campinas: Campinas: Papirus, 1997.

ALVES, Gilberto Luiz. A produção da escola pública contemporânea. Campinas,


SP: Autores Associados, 2005.

MOREIRA, A. F. B.; KRAMER, S. Contemporaneidade, educação e tecnologia.


Educação e Sociedade, Campinas, v.28, n.100 (esp.), p.1037-1057, out. 2007.

GONZAGA, J. LIMA, E. Gestão da Informação e do Conhecimento. 3. ed. Curitiba:


IESDE Brasil S.A., 2009.

PASQUALOTTO, L. C. Delineamentos históricos sobre a educação à distância no


contexto da sociedade brasileira. Histedobr, Campinas, n.14, jun. 2004. Disponível
em: <http://www.histedbr.fae.unicamp.br/revista/revis/revis14/art12_14.pdf>.
Acesso em: 10 abr. 2021.

Você também pode gostar