Você está na página 1de 1

Universidade Federal do Oeste da Bahia

Centro das Ciências Exatas e das Tecnologias


Matemática

1a Exame de Álgebra linear I


Nome:
Data:

1. Assinale V(erdadeiro) ou F(also) e justifique:

(a) A união de dois subespaços é ainda um subespaço vetorial..

(b) Considere os subespaços F1 , F2 ⊂ R3 assim definidos: F1 é o conjunto


de todos os vetores v = (x, x, x) que tem as três coordenadas iguais
e F2 é o conjunto de todos os vetores w =L(x, y, 0) que tem a última
coordenada igual a zero. Então R3 = F1 F2 .
(c) O polinômio 3 + 3x + 5x2 pode ser escrito como combinação dos
polinômios 2 + x + 4x2 e 3 + 2x + 5x2
2. Sejam E, F espaços vetoriais. Uma função f : E → F chama-se par
(respectivamente impar) quando f (−v) = f (v) (respect. f (−v) = −f (v))
para todo v ∈ E. Prove que o conjunto A das funções pares e o conjunto
B das funções impares são subespaços vetoriais do conjunto das funções
de E para F , L(E, F ).
3. Mostre que se {u, v, w} é um conjunto linearmente independente de vetores
em um espaço V e se x não pertence ao subespaço gerado por {u, v, w},
então {u, v, w, x} é linearmente independente.
4. Dados os elementos v1 , v2 , ..., vn de um espaço vetorial E, mostre que esses
são L.I. se e somente se, a aplicação

f (a1 , ..., an ) = a1 v1 + ... + an vn

é injetiva, onde a1 , ..., an são todos números reais.


5. Prove que {1, ex , e2x , e3x , e4x } é um conjunto L.I. no espaço C ∞ (R).
6. Seja f : R2 → R2 um operador linear. Sabendo que f (1, 3) = (−1, 2) e
f (−1, 3) = (2, 3), determine, se possı́vel, f (1, 0) e f (0, 1).
L L
7. Seja E = F1 F2 = G1 G2 . Se F1 ⊂ G1 e F2 ⊂ G2 , prove que F1 = G1
e F2 = G 2 .