Você está na página 1de 75

COPEL DISTRIBUIÇÃO

SEE – SUPERINTENDÊNCIA DE ENGENHARIA DE EXPANSÃO


DERG – DEPARTAMENTO DE EXPANSÃO DE REDES E
GERÊNCIA DE INFRAES DIS

MANUAL DE
INSTRUÇÕES
TÉCNICAS

PASTA : Gestão de Contratos de Engenharia da Distribuição

TÍTULO : Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição

MÓDULO : Avaliação Técnica de Empreiteiras

Órgão emissor : SEE/DERG Número: 163002

Data da última revisão: 16/06/2020


Data de publicação: 18/06/2020
Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 2
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

INTRODUÇÃO

Este Manual de Instruções Técnicas estabelece procedimentos para avaliação


técnica de empreiteiras interessadas em habilitar-se como fornecedores de serviços de
engenharia na área de atuação da COPEL DISTRIBUIÇÃO.

Dessa forma, busca-se assegurar isonomia, transparência e uniformização nos


procedimentos de qualificação técnica de empreiteiras tanto para cadastramento de
fornecedores quanto para execução de contratos de obras e serviços de engenharia.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 3
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

SUMÁRIO

1 - OBJETIVO .......................................................................................................................................................................... 5
2 - FUNDAMENTAÇÕES LEGAIS E ADMINISTRATIVAS .............................................................................................................. 5
2.1 - LEGISLAÇÃO BÁSICA.................................................................................................................................................................. 5
2.2 - MANUAIS DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS....................................................................................................................................... 5
3 - CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES PARA OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DA DISTRIBUIÇÃO............................ 6
3.1 - FORMALIZAÇÃO DO PEDIDO DE INGRESSO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL .......................................................................... 6
3.2 - ITENS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DA DISTRIBUIÇÃO ...................................................................................................... 6
3.3 - QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DE FORNECEDORES ........................................................................................................................ 7
4 - EXIGÊNCIAS TÉCNICAS PARA HABILITAÇÃO DE FORNECEDORES, POR ITEM DE SERVIÇO ................................................. 7
4.1 - ITEM 90.02.01.000 – TOPOGRAFIA PARA REDES ELÉTRICAS ................................................................................................... 7
4.2 - ITEM 90.04.08.000 – PROJETO DE REDES ELÉTRICAS .............................................................................................................. 8
4.3 - ITEM 90.05.01.001 – CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS ...................................................................................................... 9
4.4 - ITEM 90.05.01.002 – CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS POR PARTICULAR .................................................................... 11
4.5 - ITEM 90.05.01.004 – CONSTRUÇÃO, LIGAÇÃO E REGULARIZAÇÃO DE CABINAS DE TRANSFORMAÇÃO .......................... 13
4.6 - ITEM 90.05.04.000 – CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS SUBTERRÂNEAS ...................................................................... 14
4.7 - ITEM 90.07.01.001 – MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE REDES ELÉTRICAS ..................................................... 16
4.8 - ITEM 90.07.01.003 – MANUTENÇÃO EMERGENCIAL E SERVIÇOS COMERCIAIS EM REDES ELÉTRICAS............................. 17
4.9 - ITEM 90.07.01.004 – MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE REDES ELÉTRICAS – LINHA VIVA.............................. 18
4.10 - ITEM 90.07.14.001 – CONSTRUÇÃO E MANUTENÇÃO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS ..................................................... 20
4.11 - ITEM 90.10.02.002 – ROÇADA EM FAIXA DE SERVIDÃO DE REDES ELÉTRICAS .................................................................. 21
4.12 - ITEM 90.10.02.004 – PODA DE ÁRVORES SOB REDES ELÉTRICAS ...................................................................................... 22
4.13 - ITEM 90.10.02.006 – LIMPEZA DE SUBESTAÇÕES.................................................................................................................. 23
4.14 - ITEM 90.10.07.000 – AEROFOTOGRAMETRIA ......................................................................................................................... 24
4.15 - ITEM 90.10.12.003 – LEVANTAMENTO CADASTRAL DE REDES ELÉTRICAS ........................................................................ 24
4.16 - ITEM 90.10.16.000 – EXECUÇÃO DE ENTRADAS DE SERVIÇO DE UNIDADES CONSUMIDORAS ........................................ 25
4.17 - ITEM 90.10.16.011 – INSTALAÇÃO DE MEDIÇÃO INTELIGENTE............................................................................................. 26
4.18 - ITEM 90.10.21.002 – DIGITALIZAÇÃO E/OU ADEQUAÇÃO DE BASES CARTOGRÁFICAS..................................................... 27
4.19 - ITEM 90.10.73.000 – SUSPENSÃO DE FORNECIMENTO E RELIGAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DE UNIDADES
CONSUMIDORAS ............................................................................................................................................................................... 28
5 - INSPEÇÃO PARA HABILITAÇÃO DE EMPREITEIRAS NA EXECUÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DA
DISTRIBUIÇÃO...................................................................................................................................................................... 30
5.1 - QUADRO DE PESSOAL .............................................................................................................................................................. 31
5.1.1 - Composição das Turmas de Trabalho ................................................................................................................... 31
5.1.2 - Responsável Técnico ........................................................................................................................................... 31
5.2 - QUALIFICAÇÃO DOS EMPREGADOS ........................................................................................................................................ 31
5.2.1 - Qualificação de Eletricistas para trabalhos em redes desenergizadas (linha morta) .................................................. 31
5.2.2 - Qualificação de Eletricistas para trabalhos em redes energizadas (linha viva) .......................................................... 32
5.2.3 - Qualificação de Podadores e Roçadores – NR-12 ................................................................................................... 32
5.2.4 - Qualificação de Operadores de Guindauto ............................................................................................................. 33
5.2.5 - Qualificação em Espaço Confinado (NR-33) ........................................................................................................... 33
5.2.6 - Qualificação em Trabalho em Altura (NR-35) .......................................................................................................... 33
5.2.7 - Reciclagens......................................................................................................................................................... 33
5.2.8 - Teste de Proficiência para Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão ............................................................. 34
5.2.9 - Padrões de Tarefas da COPEL .............................................................................................................................. 34
5.2.10 - Qualificação de Eletricista Comercial................................................................................................................... 34
5.2.11 - Qualificação de Eletricista para Instalação de Medição Inteligente ......................................................................... 34
5.2.12 - Qualificação de Eletricista para Sistema Fotovoltaico ........................................................................................... 35
5.2.13 - Qualificação em Cesto Acoplado – NR-12 ............................................................................................................ 35
5.2.14 - Qualificação em NR-10 ....................................................................................................................................... 35
5.2.15 - Qualificação em NR-10 SEP ................................................................................................................................ 36
5.2.16 - Qualificação em Segurança para Encarregados Terceirizados ............................................................................... 36
5.2.17 - Qualificação de Técnico de Medição .................................................................................................................... 36

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 4
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

5.2.11 - Qualificação de Eletricista para os serviços de Medição ....................................................................................... 36


5.3 - EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS .......................................................................................................................................... 37
5.4 - VEÍCULOS................................................................................................................................................................................... 38
5.5 - INSTALAÇÕES DA EMPREITEIRA ............................................................................................................................................. 39
6 - REGISTRO DAS INSPEÇÕES PELA FISCALIZAÇÃO ............................................................................................................ 39
6.1 - APLICATIVO INFORMATIZADO DE CONTROLE DE EMPREGADOS TERCEIRIZADOS ............................................................ 39
7 - QUADRO DE REVISÕES DO DOCUMENTO ......................................................................................................................... 40
8 - APROVAÇÃO ................................................................................................................................................................... 42
ANEXO B - RESPONSABILIDADE TÉCNICA, POR ITEM DE SERVIÇO........................................................................................ 46
ANEXO C - FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO DOS RECURSOS DA EMPREITEIRA .......................................................................... 47
ANEXO D - FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO DAS INSTALAÇÕES DA EMPREITEIRA ...................................................................... 49
ANEXO E - CURSOS DE QUALIFICAÇÃO ................................................................................................................................ 51
ANEXO F - MÓDULO PARA TRANSPORTE DE PASSAGEIROS EM VEÍCULO DE CARGA ........................................................... 65
ANEXO G - EXEMPLO DE CERTIFICADO DE APROVAÇÃO - CA ............................................................................................... 66
ANEXO H - RELAÇÃO DE RECURSOS MÍNIMOS PARA O ITEM DE SERVIÇO 90.05.01.002 - CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS
POR PARTICULAR ................................................................................................................................................................ 67
Rebobinadeira hidráulica, mecânica ou similar........................................................................................................................ 69
ANEXO I - PLANO DE MANUTENÇÃO DO EQUIPAMENTO GUINDAUTO .................................................................................... 72
ANEXO J - ESPECIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTO DE COMUNICAÇÃO DE VOZ E DADOS (TABLET) ............................................ 72

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 5
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

1 - OBJETIVO

Estabelecer critérios e procedimentos para avaliação técnica de empresas interessadas em habilitar-se para atuar
na execução de obras e serviços de engenharia na área de concessão da COPEL DISTRIBUIÇÃO,
regulamentando o assunto de forma a garantir isonomia, transparência e uniformização nas avaliações realizadas
quando do cadastramento de empreiteiras e execução de contratos.

2 - FUNDAMENTAÇÕES LEGAIS E ADMINISTRATIVAS

2.1 - LEGISLAÇÃO BÁSICA

▪ Lei de Licitações n.º 8.666 de 21/06/1993


▪ Lei das Estatais nº 13.303 de 30/06/2016
▪ Lei Estadual de Licitações n.º 15.608 de 16/08/2007
▪ Norma Regulamentadora n.º 01 (NR-01)
▪ Norma Regulamentadora n.º 06 (NR-06)
▪ Norma Regulamentadora n.º 10 (NR-10)
▪ Norma Regulamentadora n.º 12 (NR-12)
▪ Norma Regulamentadora n.º 18 (NR-18)
▪ Norma Regulamentadora n.º 33 (NR-33)
▪ Norma Regulamentadora n.º 35 (NR-35)

2.2 - MANUAIS DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS

▪ MIT 165101 - Procedimentos de Poda e Corte de Árvores


▪ MIT 160921 - Procedimentos de Roçada e Limpeza de Faixa de Servidão sob Redes e Linhas de
Distribuição até 34,5kV
▪ MIT 161004 - Cesto Aéreo para Guindauto
▪ MIT 161606 - Aterramento Temporário para Rede Secundária Isolada
▪ MIT 161612 - Conjunto de Aterramento Sela para Redes Convencionais
▪ MIT 161613 - Conjunto de Segurança para Trabalhos em Altura
▪ MIT 161614 - Procedimentos de Resgate e Salvamento de Acidentado em Redes e Linhas de Distribuição
até 34,5 kV
▪ MIT 161703 - Ensaio de Ferramentas e Equipamentos de Linha Viva
▪ MIT 161705 - Ensaio Mecânico de Equipamentos e Ferramentas
▪ MIT 163203 - Serviços Comerciais e/ou Emergenciais e/ou Manutenção Preventiva e Corretiva – Equipe
de 2 elementos
▪ MIT 163204 - Atividades de Manutenção Preventiva e Corretiva de Redes até 34,5kV (3 elementos)
▪ MIT 163806 - Programa e Permissão de Entrada em Ambientes Confinados nas Redes Subterrâneas de
Distribuição de Energia Elétrica
▪ MIT 163811 - Condições Gerais para Empreendimentos por Particular com Redes de Distribuição
Subterrâneas
▪ MIT 163812 - Atividades de Manutenção de Redes Subterrâneas
▪ MIT 165001 - Procedimentos de Execução de Obras para Sistemas Fotovoltaicos
▪ MIT 165002 - Atividades de Construção para Sistemas Fotovoltaicos

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 6
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

3 - CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES PARA OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DA


DISTRIBUIÇÃO

3.1 - FORMALIZAÇÃO DO PEDIDO DE INGRESSO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

As empresas interessadas em ingressar ou renovar seu cadastro na COPEL como fornecedores de serviços de
engenharia da Distribuição deverão atender os requisitos de habilitação jurídica, regularidade fiscal,
qualificação econômico-financeira e qualificação técnica.

Para formalizar a solicitação, os interessados deverão acessar a página da COPEL na Internet,


“www.copel.com”, no link “fornecedores”, onde constam os formulários para preenchimento e as exigências
para cadastramento nos diferentes Itens de Serviço. Toda documentação exigida deverá ser apresentada à
área de Cadastro de Fornecedores da COPEL.

Serão necessários, pelo menos, 15 dias para análise dos documentos cadastrais. Exceção ao item
90.05.01.002, para o qual se exige inspeção, sendo necessários, pelo menos, 30 dias de avaliação.

3.2 - ITENS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DA DISTRIBUIÇÃO

Após a entrega da documentação na área de Cadastro de Fornecedores da COPEL, a documentação inerente


à cada parte da avaliação (quais sejam: qualificação jurídica; fiscal; econômica-financeira; técnica) será
encaminhada às áreas competentes.

A parte do processo relativa à qualificação técnica será encaminhada à Superintendência de Engenharia da


Distribuição, quando corresponder aos seguintes itens de serviço:

Tabela de Itens de Serviço sob responsabilidade da Engenharia da Distribuição


Classificação
Código Itens de Serviço
A B C
90.02.01.000 Topografia para Redes Elétricas x
90.04.08.000 Projeto de Redes Elétricas x x
90.05.01.001 Construção de Redes Elétricas x x x
90.05.01.002 Construção de Redes Elétricas por Particular x x x
90.05.01.004 Construção, Ligação e Regularização de Cabinas de Transformação x
90.05.04.000 Construção de Redes Elétricas Subterrâneas x
90.07.01.001 Manutenção Preventiva e Corretiva de Redes Elétricas x
90.07.01.003 Manutenção Emergencial e Serviços Comerciais em Redes Elétricas x
90.07.01.004 Manutenção Preventiva e Corretiva de Redes Elétricas - Linha Viva x x x
90.07.14.001 Construção e Manutenção de Sistemas Fotovoltaicos x
90.10.02.002 Roçada em Faixa de Servidão de Redes Elétricas x x
90.10.02.004 Poda de Árvores sob Redes Elétricas x
90.10.02.006 Limpeza de Subestações x
90.10.07.000 Aerofotogrametria x x
90.10.12.003 Levantamento Cadastral de Redes Elétricas x
90.10.16.000 Execução de Entradas de Serviço de Unidades Consumidoras x
Órgão Emissor: SEE/ DERG
Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 7
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

90.10.16.011 Instalação de Medição Inteligente x


90.10.21.002 Digitalização ou Adequação de Bases Cartográficas x x
90.10.73.000 Suspensão de Fornecimento e Religação de UC’s x x

3.3 - QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DE FORNECEDORES

A análise da documentação referente à qualificação técnica visa avaliar se a empresa interessada em ingressar ou
renovar seu cadastro atende aos seguintes requisitos, quando exigível:

- Regularidade da empresa e do responsável técnico junto ao Conselho de Classe;


- Experiência, tanto da empresa quanto do responsável técnico, na execução de serviço compatível com o
Item de Serviço cujo cadastramento é pretendido;
- Vínculo do responsável técnico e dos empregados da Turma de Trabalho, com a empresa;
- Disponibilidade dos recursos mínimos, quando exigível.

4 - EXIGÊNCIAS TÉCNICAS PARA HABILITAÇÃO DE FORNECEDORES, POR ITEM DE SERVIÇO

4.1 - ITEM 90.02.01.000 – TOPOGRAFIA PARA REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A

4.1.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no Conselho de Classe.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de topografia para obras de redes de
distribuição de energia elétrica, ou outros serviços de características compatíveis ao item de serviço
pretendido, contendo o requisito b.1. O Atestado deverá estar registrado no Conselho de Classe e
acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

b.1) Para a comprovação da execução de serviços de topografia em redes de distribuição de energia


elétrica o atestado deve conter no mínimo 100 (cem) US COPEL de atividades de topografia ou 2 (dois)
quilômetros de redes de distribuição de média tensão (MT). Será considerado o somatório de atestados no
período de 60 (sessenta) meses.

4.1.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 8
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no Conselho de Classe.

d) Acervo Técnico, expedido pelo Conselho de Classe, do responsável técnico pelos serviços,
comprovando a experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos
no edital de licitação.
e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o
vínculo do responsável técnico com a empresa.

4.2 - ITEM 90.04.08.000 – PROJETO DE REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A (para Pessoa Jurídica)


Classificação TIPO B (para Pessoa Física – atuação apenas em obras da modalidade “por Particular”)

4.2.1 – Para Cadastro

❖ Classificação TIPO A

a) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no Conselho de Classe.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na elaboração de projetos eletromecânicos e orçamentos para
execução de obras de redes de distribuição de energia elétrica, ou outros serviços de características
compatíveis ao item de serviço pretendido, contendo o requisito b.1. O Atestado deverá estar registrado no
Conselho de Classe e acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando
emitido pela COPEL. (*)

b.1) Para a comprovação da execução de serviços de projeto em redes de distribuição de energia elétrica
o atestado deve conter no mínimo 100 (cem) US COPEL de atividades de projeto estruturas e instalação
de equipamentos no sistema de distribuição de energia elétrica ou 2 (dois) quilômetros de redes de
distribuição de média e baixa tensão (MT/BT) com instalação de transformadores em tensão igual ou
superior a 13,8kV. Será considerado o somatório de atestados no período de 60 (sessenta) meses.

c) Acervo Técnico do responsável técnico, expedido pelo CREA, que comprove experiência do profissional
na elaboração de projetos eletromecânicos e orçamentos para execução de obras de redes de distribuição
de energia elétrica ou outros serviços de características compatíveis ao item de serviço pretendido. É aceita
declaração da COPEL, para seus ex-empregados, atestando que o profissional atuou com projeto de redes,
em substituição ao Acervo Técnico do CREA.

d) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 9
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

e) Relação de empregados que compõem a(s) turma(s) de trabalho, contendo nome do empregado, RG ou
CPF, e cargo na carteira profissional.

(*) Quando se tratar de renovação cadastral é dispensada a apresentação do Atestado de Capacidade Técnica
da empresa.

❖ Classificação TIPO B

a) Prova de inscrição do responsável técnico no Conselho de Classe.

b) Acervo Técnico do responsável técnico, expedido pelo Conselho de Classe, que comprove sua
experiência na elaboração de projetos eletromecânicos e orçamentos para execução de obras de redes de
distribuição de energia elétrica ou outros serviços de características compatíveis ao item de serviço
pretendido. É aceita declaração da COPEL, para seus ex-empregados, atestando que o profissional atuou
com projeto de redes, em substituição ao Acervo Técnico do Conselho de Classe. (*)

▪ (*) Quando se tratar de renovação cadastral é dispensada a apresentação do Atestado de Capacidade


Técnica da empresa.

4.2.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

NOTA:

▪ A qualquer tempo, se constar utilização indevida das informações cartográficas e cadastrais da Copel e,
desde que, tenha havido a notificação pela Copel e assegurado o direito de defesa, o cadastramento da
empresa e/ou do profissional neste item poderá ser suspenso por até 12 meses.

4.3 - ITEM 90.05.01.001 – CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A (dispõe de 3 ou mais turmas de trabalho com a composição definida no Anexo A)
Classificação TIPO B (dispõe de 2 turmas de trabalho com a composição definida no Anexo A)
Classificação TIPO C (dispõe de 1 turma de trabalho com a composição definida no Anexo A)

4.3.1 – Para Cadastro

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 10
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na construção ou montagens de redes de distribuição de energia
elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço pretendido,
contendo o requisito b.1. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente
Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

b.1) Para a comprovação da execução de serviços de construção ou montagens de redes de distribuição de


energia elétrica o atestado deve conter no mínimo no mínimo, 8 (oito) quilômetros ou 5.000 (cinco mil) US
de redes de distribuição de MT/BT com instalação de transformadores em tensão igual ou superior a
13,8kV, por turma. Será considerado o somatório de atestados no período de 60 (sessenta) meses.

4.3.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculodos dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Curso de Qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão: exigido de todos os


eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Operação de Guindauto (Linha Morta e Linha Viva): exigido, pelo menos,
de um empregado da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a
especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 11
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 4-100 e 5-100: exigido de todos os
empregados da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação
do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Poda de Árvores / Roçada: exigido, pelo menos, de um empregado da


Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de NR-10 e NR-10 SEP: exigido de todos os empregados da Turma, comprovado mediante
apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2
(Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Cesto Acoplado NR-12 – Anexo 12: exigido dos empregados em qualquer das funções de
trabalho que operem Cesto Acoplado, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a
especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual.

▪ Curso de Qualificação em Trabalho em Altura (NR-35): exigido dos empregados em qualquer das
funções de trabalho em altura na rede de distribuição, comprovado mediante apresentação de certificado
que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e
Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Segurança para Encarregados Terceirizados: exigido do Encarregado comprovado


mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item
5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Reciclagens (Qualificação item 5.2.7).

4.4 - ITEM 90.05.01.002 – CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS POR PARTICULAR

Classificação TIPO A (dispõe de 3 ou mais turmas de trabalho com a composição definida no Anexo A)
Classificação TIPO B (dispõe de 2 turmas de trabalho com a composição definida no Anexo A)
Classificação TIPO C (dispõe de 1 turma de trabalho com a composição definida no Anexo A)

4.4.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na construção ou montagem de redes de distribuição de energia
elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço pretendido. O
Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico,
exceto quando emitido pela COPEL. (*)

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 12
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

c) Acervo Técnico do responsável técnico, expedido pelo CREA, que comprove experiência do profissional
na construção ou montagem de redes de distribuição de energia elétrica ou outros serviços de engenharia
de características compatíveis ao item de serviço pretendido.

d) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

e) Relação de empregados que compõem a(s) turma(s) de trabalho, contendo nome do empregado, RG ou
CPF, e cargo na carteira profissional.

f) Submeter-se à inspeção para comprovar o atendimento às seguintes exigências: (**)

f.1) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no Anexo H deste Manual.

f.2) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no Anexo A deste Manual.

f.3) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Curso de Qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão: exigido de todos os


eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Operação de Guindauto (Linha Morta e Linha Viva): exigido, pelo menos,
de um empregado da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a
especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual.

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 4-100 e 5-100: exigido de todos os
empregados da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação
do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Poda de Árvores / Roçada: exigido, pelo menos, de um empregado da


Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de NR-10 e NR-10 SEP: exigido de todos os empregados da Turma, comprovado mediante
apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2
(Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Cesto Acoplado NR-12 – Anexo 12: exigido dos empregados em qualquer das funções de
trabalho que operem Cesto Acoplado, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a
especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 13
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Curso de Qualificação em Trabalho em Altura (NR-35): exigido dos empregados em qualquer das
funções de trabalho em altura na rede de distribuição, comprovado mediante apresentação de certificado
que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e
Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Segurança para Encarregados Terceirizados: exigido do Encarregado comprovado


mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item
5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Reciclagens (Qualificação item 5.2.7).

NOTAS:
▪ (*) Quando se tratar de renovação cadastral é dispensada a apresentação do Atestado de Capacidade
Técnica da empresa.

▪ (**) Caso a empresa interessada tenha firmado contrato de prestação de serviço com a COPEL nos últimos
12 meses, a inspeção poderá ser dispensada.

▪ A qualquer tempo, ao constar 21 pontos nas inspeções de padrões de procedimentos GSST conforme
disposto no MIT 162601 - Projeto e Construção de Redes de Distribuição por Particular, no histórico da
empresa no Cadastro de Fornecedores da COPEL, no último período cadastral e, desde que, tenha havido a
notificação pela Copel e assegurado o direito de defesa, o cadastramento da empresa neste item poderá ser
suspenso por até 12 meses.

4.5 - ITEM 90.05.01.004 – CONSTRUÇÃO, LIGAÇÃO E REGULARIZAÇÃO DE CABINAS DE


TRANSFORMAÇÃO

Classificação TIPO A

4.5.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de construção, ligação e regularização de
cabinas de transformação, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de
serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente
Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.
4.5.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 14
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Curso de Qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão: exigido de todos os


eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Operação de Guindauto (Linha Morta e Linha Viva): exigido, pelo menos,
de um empregado da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a
especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual.

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100 e 3-100: exigido de todos os
empregados da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação
do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

Para a Turma que trabalhar com a equipe rede de distribuição subterrânea, será necessário comprovar a
qualificação além das solicitações acima:

▪ Curso de Qualificação em Espaço Confinado (NR-33): exigido de todos os integrantes da Turma de


Trabalho, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-200, 4-200 e 5-500: exigido de todos os
empregados da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação
do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

4.6 - ITEM 90.05.04.000 – CONSTRUÇÃO DE REDES ELÉTRICAS SUBTERRÂNEAS

Classificação TIPO A

4.6.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 15
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na construção ou montagem de redes subterrâneas de distribuição
de energia elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço
pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de
Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.6.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Curso de Qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão: exigido de todos os


eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Operação de Guindauto (Linha Morta e Linha Viva): exigido, pelo menos,
de um empregado da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a
especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual.

▪ Curso de Qualificação em Espaço Confinado (NR-33): exigido de todos os integrantes da Turma de


Trabalho, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo
curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-200, 4-200 e 5-500: exigido de todos os
empregados da Turma, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda a especificação
do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 16
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

4.7 - ITEM 90.07.01.001 – MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A

4.7.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de manutenção em redes de distribuição
de energia elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço
pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de
Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.7.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.
c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

Cursos exigidos de todos os eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda
a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual, conforme relação a seguir:

▪ Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão (Qualificação no item 5.2.1 e Item 1 do Anexo E);
▪ Curso de Poda de Árvores (Qualificação item 5.2.3 e Item 6 do Anexo E);
▪ Operação de Guindauto - (Qualificação item 5.2.4 e Item 5 do Anexo E);
▪ Trabalho em Altura – NR-35 (Qualificação item 5.2.6 e Item 11 do Anexo E);
▪ Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 4-100 e 5-100 (Qualificação no item 5.2.9 e item 7 do
Anexo E);

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 17
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Cesto acoplado* (Qualificação item 5.2.12 e Item 12 do Anexo E);


▪ Manutenção em Rede Compacta
▪ NR-10 (Qualificação item 5.2.13 e Item 9 do Anexo E);
▪ NR-10 SEP (Qualificação item 5.2.14 e Item 10 Anexo E) ;
▪ Encarregados** (Qualificação no item 5.2.15 e item 13 do Anexo E);
▪ Reciclagens (Qualificação item 5.2.7).

* Cesto acoplado para os contratos que utilizam cesto aéreo acoplado.


** Exclusivo para o Encarregado.

Poderão ser exigidas as seguintes qualificações para o empregado, cujos treinamentos serão
ministrados e os correspondentes certificados emitidos pela COPEL:

▪ Medição Comercial - MECO


▪ Operação de Redes de Distribuição – OPRD
▪ Operação de Subestação - OPSE ou Operação de Reguladores, Religadores e Capacitores – OREC

4.8 - ITEM 90.07.01.003 – MANUTENÇÃO EMERGENCIAL E SERVIÇOS COMERCIAIS EM REDES


ELÉTRICAS

Classificação TIPO A

4.8.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de manutenção em redes de distribuição
de energia elétrica e nas instalações de unidades consumidoras, ou outros serviços de engenharia de
características compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e
acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL. (*)

4.8.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 18
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

Cursos exigidos de todos os eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda
a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual, conforme relação a seguir:

▪ Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão (Qualificação no item 5.2.1 e Item 1 do Anexo E);
▪ Curso de Poda de Árvores (Qualificação item 5.2.3 e Item 6 do Anexo E);
▪ Trabalho em Altura – NR-35 (Qualificação item 5.2.6 e Item 11 do Anexo E);
▪ Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 2-100, 2-200, 4-100, 4300 e 5-100 (Qualificação no
item 5.2.9 e item 7 do Anexo E);
▪ NR-10 (Qualificação item 5.2.13 e Item 9 do Anexo E);
▪ NR-10 SEP (Qualificação item 5.2.14 e Item 10 Anexo E);
▪ Reciclagens (Qualificação item 5.2.7);
▪ BASOPHI (exclusivo para contratos que tenham veículo com hidroelevador).

Poderão ser exigidas as seguintes qualificações para o empregado, cujos treinamentos poderão ser
ministrados pela COPEL, com a correspondente emissão de certificados:

▪ Medição Comercial – MECO


▪ Operação de Redes de Distribuição – OPRD
▪ Operação de Subestação – OPSE ou Operação de Reguladores, Religadores e Capacitores – OREC
▪ Manutenção em Rede Compacta

4.9 - ITEM 90.07.01.004 – MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE REDES ELÉTRICAS – LINHA


VIVA

Classificação TIPO A (habilitação para trabalhos em tensão superior a 13,8 kV)


Classificação TIPO B (habilitação para trabalhos em tensão até 13,8 kV)
Classificação TIPO C (habilitação para trabalhos de poda de árvores com linha viva até 34,5 kV)

4.9.1 – Para Cadastro

❖ Classificação TIPO A, B e C

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 19
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de manutenção em redes de distribuição
de energia elétrica energizadas (linha viva), ou outros serviços de engenharia de características
compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado
da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.9.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

❖ Para classificação “Tipo A, B e C”

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

Cursos exigidos de todos os eletricistas, comprovado mediante apresentação de certificado que atenda
a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste
Manual, conforme relação a seguir:

▪ Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão (Qualificação no item 5.2.1 e Item 1 do Anexo E)
▪ Manutenção com Linha Viva em 13,8kV (Qualificação item 5.2.2 e Item 2 do Anexo E)
▪ (*) Manutenção com Linha Viva em 34,5kV (Qualificação item 5.2.2 e Item 3 do Anexo E)
▪ Curso de Poda de Árvores (Qualificação item 5.2.3 e Item 6 do Anexo E)
▪ (**) Operação de Guindauto - (Qualificação item 5.2.4 e Item 5 do Anexo E)
▪ Trabalho em Altura – NR-35 (Qualificação item 5.2.6 e Item 11 do Anexo E)
▪ Padrões de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 4-100, 5-100 e 5-200 (Qualificação no item 5.2.9 e
item 7 do Anexo E)
▪ Manutenção em Rede Compacta (Item 4 do Anexo E)
▪ NR-10 (Qualificação item 5.2.13 e Item 9 do Anexo E);
▪ NR-10 SEP (Qualificação item 5.2.14 e Item 10 Anexo E) ;
▪ (***) Encarregados (Qualificação no item 5.2.15 e item 13 do Anexo E)

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 20
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Reciclagens (Item 5.2.7)

* Somente para Tipos A e C


** Somente para o Tipo A e B
*** Exclusivo para o Encarregado

Nota. O treinamento para operação do cesto aéreo é item do treinamento da Manutenção com Linha Viva.

Poderão ser exigidas as seguintes qualificações para o empregado, cujos treinamentos serão ministrados e
os correspondentes certificados emitidos pela COPEL:

▪ Medição Comercial - MECO


▪ Operação de Redes de Distribuição – OPRD
▪ Operação de Subestação - OPSE ou Operação de Reguladores, Religadores e Capacitores – OREC

4.10 - ITEM 90.07.14.001 – CONSTRUÇÃO E MANUTENÇÃO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS

Classificação TIPO A

4.10.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de construção e manutenção de sistemas
fotovoltaicos, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço
pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de
Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.10.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 21
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Qualificação de instalação de Sistema Fotovoltaico que atenda a especificação do respectivo curso,


contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de NR-10 e NR-10 SEP: exigido de todos os empregados da Turma, comprovado mediante
apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2
(Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Curso de Qualificação em Trabalho em Altura (NR-35): exigido dos empregados em qualquer das
funções de trabalho em altura na rede de distribuição, comprovado mediante apresentação de
certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de
Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Reciclagens (Qualificação item 5.2.7).

4.11 - ITEM 90.10.02.002 – ROÇADA EM FAIXA DE SERVIDÃO DE REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A (turma de trabalho composta por 9 elementos)


Classificação TIPO B (turma de trabalho composta por 5 elementos)

4.11.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no Conselho de Classe.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de roçada em faixa de servidão de redes
de distribuição de energia elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item
de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no Conselho de Classe e acompanhado da
correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.11.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 22
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

c) Prova de inscrição da empresa, do responsável técnico e do corresponsável técnico no Conselho de


Classe.

d) Acervo Técnico, expedido pelo Conselho de Classe, do responsável e do corresponsável técnico pelos
serviços, comprovando a experiência desses profissionais na prestação de serviços conforme requisitos
estabelecidos no edital de licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico e do corresponsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho Tipo A e Tipo B, como segue:

Cursos exigidos do encarregado e roçadores, comprovados mediante apresentação de certificados que


atendam as especificações dos respectivos cursos, contidas no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e
Anexo E deste Manual, conforme relação a seguir:

▪ Curso de Poda de Árvores (Qualificação item 5.2.3 e Item 6 do Anexo E);


▪ Trabalho em Altura – NR-35 (Qualificação item 5.2.4 e Item 11 do Anexo E);
▪ Padrão de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 5-161, 5-164 e 5-171 (Qualificação no item 5.2.9 e
item 7 do Anexo E);
▪ NR-10 (Qualificação item 5.2.13 e Item 9 do Anexo E);
▪ Curso para Encarregados de Roçada* (Qualificação no item 15 do Anexo E)
▪ * Exclusivo para o Encarregado

4.12 - ITEM 90.10.02.004 – PODA DE ÁRVORES SOB REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A

4.12.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no Conselho de Classe.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de poda de árvores localizadas sob as
redes de distribuição de energia elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis
ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no Conselho de Classee acompanhado
da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.12.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 23
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa, do responsável técnico e do corresponsável técnico no Conselho de


Classe.

d) Acervo Técnico, expedido pelo Conselho de Classe, do responsável e do corresponsável técnico pelos
serviços, comprovando a experiência desses profissionais na prestação de serviços conforme requisitos
estabelecidos no edital de licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico e do corresponsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

Cursos exigidos do motorista, encarregado, podadores e recolhedores de galhos, comprovado mediante


apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2
(Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual, conforme relação a seguir:

▪ Curso de Poda de Árvores (Qualificação item 5.2.3 e Item 6 do Anexo E);


▪ Trabalho em Altura – NR-35 (Qualificação item 5.2.4 e Item 11 do Anexo E);
▪ Padrão de Tarefas da COPEL, Módulos 1-100, 5-161, 5-162 e 5-172 (Qualificação no item 5.2.9 e
item 7 do Anexo E);
▪ NR-10 (Qualificação item 5.2.133 e Item 9 do Anexo E).

4.13 - ITEM 90.10.02.006 – LIMPEZA DE SUBESTAÇÕES

Classificação TIPO A

4.13.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no Conselho de Classe.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de limpeza de subestações, ou outros
serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá
estar registrado no Conselho de Classe e acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico,
exceto quando emitido pela COPEL.

4.13.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 24
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa, do responsável técnico e do corresponsável técnico no Conselho de


Classe.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável e do corresponsável técnico pelos serviços,
comprovando a experiência desses profissionais na prestação de serviços conforme requisitos
estabelecidos no edital de licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico e do corresponsável técnico com a empresa.

4.14 - ITEM 90.10.07.000 – AEROFOTOGRAMETRIA

Classificação TIPO A, B ou C (conforme a categoria estipulada na Portaria EMFA).

4.14.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de aerofotogrametria, ou outros serviços
de engenharia de características compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar
registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando
emitido pela COPEL. (*)

c) Acervo Técnico do responsável técnico, expedido pelo CREA, que comprove experiência do profissional
na execução de serviços de aerofotogrametria ou outros serviços de engenharia de características
compatíveis ao item de serviço pretendido.

d) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

e) Portaria que concede a inscrição no Estado-Maior das Forças Armadas (EMFA).

(*) Quando se tratar de renovação cadastral é dispensada a apresentação do Atestado de Capacidade Técnica
da empresa.

4.15 - ITEM 90.10.12.003 – LEVANTAMENTO CADASTRAL DE REDES ELÉTRICAS

Classificação TIPO A

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 25
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

4.15.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de levantamento cadastral de redes de
distribuição de energia elétrica, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de
serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente
Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.15.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

4.16 - ITEM 90.10.16.000 – EXECUÇÃO DE ENTRADAS DE SERVIÇO DE UNIDADES CONSUMIDORAS

Classificação TIPO A

4.16.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de montagem de entradas de serviço e nas
instalações elétricas de unidades consumidoras, ou outros serviços de engenharia de características
compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado
da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 26
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

4.16.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Eletricistas: Curso de Qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão, mediante


apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2
(Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Todos os empregados da Turma de Trabalho: Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL,


Módulo 1-100, mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo curso,
contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

4.17 - ITEM 90.10.16.011 – INSTALAÇÃO DE MEDIÇÃO INTELIGENTE

Classificação TIPO A

4.17.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de manutenção em redes de distribuição
de energia elétrica e nas instalações de unidades consumidoras, ou outros serviços de engenharia de
características compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e
acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.17.2 – Para Contrato

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 27
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Eletricistas: NR-10, NR-10 SEP, ‘Curso de Instalação de Medição Inteligente – IMI’ e Treinamento
nos Padrões de Tarefas da Copel, Módulos 1-100 e 2-100, mediante apresentação de certificado que
atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e
Anexo E deste Manual.

▪ Reciclagens (Qualificação item 5.2.7).

4.18 - ITEM 90.10.21.002 – DIGITALIZAÇÃO E/OU ADEQUAÇÃO DE BASES CARTOGRÁFICAS

Classificação TIPO A

4.18.1 – Para Cadastro

❖ Classificação TIPO A

a) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de digitalização e/ou adequação de bases
cartográficas, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço
pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de
Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL. (*)

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 28
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

c) Acervo Técnico do responsável técnico, expedido pelo CREA, que comprove experiência do profissional
na execução de serviços de digitalização e/ou adequação de bases cartográficas, ou outros serviços de
engenharia de características compatíveis ao item de serviço pretendido.

(*) Quando se tratar de renovação cadastral é dispensada a apresentação do Atestado de Capacidade Técnica
da empresa.

❖ Classificação TIPO B

a) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços técnicos na área de cartografia, topografia,
geodésia, ou outros serviços de engenharia de características compatíveis ao item de serviço pretendido. O
Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado da correspondente Certidão de Acervo Técnico,
exceto quando emitido pela COPEL. (*)

(*) Quando se tratar de renovação cadastral é dispensada a apresentação do Atestado de Capacidade Técnica
da empresa.

4.19 - ITEM 90.10.73.000 – SUSPENSÃO DE FORNECIMENTO E RELIGAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA


DE UNIDADES CONSUMIDORAS

Classificação TIPO A

4.19.1 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de suspensão de fornecimento e religação
de energia elétrica de unidades consumidoras, ou outros serviços de engenharia de características
compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado
da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.19.2 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 29
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Curso de NR-10, mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo


curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulo 2-100 e 3-100, mediante apresentação de
certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de
Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Treinamento Operação de Redes de Distribuição – OPRD para a Turma que trabalhar nos serviços
de medição do Grupo A e medição indireta do Grupo B.

▪ Treinamento Medição Comercial - MECO para a Turma que trabalhar nos serviços de medição do
Grupo A e medição indireta do Grupo B.

Classificação TIPO B

4.19.3 – Para Cadastro

a) Prova de inscrição da empresa no CREA.

b) Atestado de Capacidade Técnica da empresa, emitido por Pessoa Jurídica de direito público ou privado,
que comprove experiência da empresa na execução de serviços de suspensão de fornecimento e religação
de energia elétrica de unidades consumidoras, ou outros serviços de engenharia de características
compatíveis ao item de serviço pretendido. O Atestado deverá estar registrado no CREA e acompanhado
da correspondente Certidão de Acervo Técnico, exceto quando emitido pela COPEL.

4.19.4 – Para Contrato

Além de atender as exigências para Cadastro, após a contratação a empresa deverá submeter-se à inspeção
para comprovar o atendimento às seguintes exigências:

a) Disponibilidade dos recursos mínimos estabelecidos no edital de licitação.

b) Registro em carteira profissional ou contrato social, comprovando o vínculo dos empregados que
compõem a Turma de Trabalho com a empresa, observando a composição mínima das Turmas de
Trabalho fixada no edital de licitação.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 30
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

c) Prova de inscrição da empresa e do responsável técnico no CREA.

d) Acervo Técnico, expedido pelo CREA, do responsável técnico pelos serviços, comprovando a
experiência desse profissional na prestação de serviços conforme requisitos estabelecidos no edital de
licitação.

e) Registro em carteira profissional ou contrato de prestação de serviço ou contrato social comprovando o


vínculo do responsável técnico com a empresa.

f) Comprovação de qualificação dos empregados da Turma de Trabalho, como segue:

▪ Curso de NR-10, mediante apresentação de certificado que atenda a especificação do respectivo


curso, contida no item 5.2 (Qualificação de Empregados) e Anexo E deste Manual.

▪ Treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, Módulo 2-100, mediante apresentação de


certificado que atenda a especificação do respectivo curso, contida no item 5.2 (Qualificação de
Empregados) e Anexo E deste Manual.

5 - INSPEÇÃO PARA HABILITAÇÃO DE EMPREITEIRAS NA EXECUÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS DE


ENGENHARIA DA DISTRIBUIÇÃO

A inspeção para Avaliação Técnica de empresas é realizada para confirmação da disponibilidade dos recursos
humanos e materiais mínimos exigidos pela COPEL para a adequada execução dos serviços. Na inspeção, serão
verificados itens como quadro de pessoal, qualificação de empregados, ferramentas e equipamentos, veículos e
instalações da empresa.

As empresas deverão se submeter à inspeção nas seguintes situações:

a) Após a assinatura do contrato e antes do início de execução dos serviços, para verificação da
disponibilidade dos recursos mínimos exigidos na licitação.

b) Durante a execução do contrato, por iniciativa da COPEL, para confirmação da capacidade executiva da
empresa contratada.

c) Nas renovações, antes de novas vigências contratuais.

d) Para obtenção ou renovação de registro no Cadastro de Fornecedores da COPEL, no Item de Serviço


90.05.01.002 – Construção de Redes Elétricas por Particular, sempre que a COPEL julgar necessário.

As inspeções serão efetuadas pelas áreas responsáveis pela fiscalização e gestão do contrato, com o apoio das
áreas de Segurança do Trabalho, em data e local definidos pela COPEL quando da convocação.

Excepcionalmente, as empresas com sede fora do Estado do Paraná, mediante solicitação prévia e expressa à
área responsável pela inspeção, poderão ser inspecionadas nas suas instalações, desde que haja viabilidade para

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 31
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

a COPEL e que a interessada assuma todos os gastos com viagem, hospedagem e alimentação do(s)
empregado(s) da COPEL designado(s) para inspeção.

O não comparecimento ou não atendimento, por parte da empresa interessada, às exigências atinentes à
inspeção, implicará em sua reprovação na Avaliação Técnica, sujeitando-a às medidas cabíveis.

Na inspeção a empresa deverá atender as exigências estabelecidas neste Manual, além das condições
estabelecidas, quando for o caso, no edital de licitação.

5.1 - QUADRO DE PESSOAL

5.1.1 - Composição das Turmas de Trabalho

a) Apresentar Turma(s) de Trabalho com a composição mínima estabelecida no edital de licitação, devendo
atender a quantidade de empregados por função.

b) Comprovar o vínculo dos empregados da Turma de Trabalho com a empresa, mediante registro em
carteira profissional (CTPS) ou contrato social no caso de sócio. No caso de CTPS, deverá apresentar cópia
das seguintes partes: qualificação; contrato de trabalho; alteração de função.

c) Atestados de Saúde Ocupacional (ASO) emitidos para cada empregado da Turma de Trabalho, contendo
a relação dos exames médicos realizados.

5.1.2 - Responsável Técnico

Dispor de Responsável Técnico vinculado à empresa, com habilitação compatível ao item de serviço
pretendido, atinente à sua responsabilidade técnica, conforme atribuições definidas nas normas do CREA. A
comprovação do vínculo poderá se dar por meio de contrato social ou contrato de prestação de serviço ou
registro em carteira profissional.

O Anexo B deste Manual indica previamente algumas modalidades profissionais da Engenharia que
comumente assumem a responsabilidade técnica dos correspondentes Itens de Serviço. Entretanto, outras
modalidades não expressas no Anexo B, desde que devidamente reconhecidas pelo CREA, também poderão
ser aceitas. É aceitável, ainda, que o mesmo Responsável Técnico assuma a responsabilidade de mais de um
item de serviço.

5.2 - QUALIFICAÇÃO DOS EMPREGADOS

Em razão de Termo de Ajustamento firmado entre o Ministério Público do Estado do Paraná, a COPEL e o
Sindicato das Empresas de Eletricidade, Gás, Água, Obras e Serviços do Estado do Paraná – SINELTEPAR, e
em cumprimento à Norma Regulamentadora nº 10, n° 12, nº 33 e n° 35, os empregados integrantes das
Turmas de Trabalho deverão possuir qualificação adequada, comprovado por meio de Certificados.

5.2.1 - Qualificação de Eletricistas para trabalhos em redes desenergizadas (linha morta)

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 32
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

O empregado em qualquer das funções de eletricista para atuação em redes desenergizadas deve possuir o
Certificado de qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou ainda por outra concessionária de energia elétrica,
devendo o mesmo possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido
no Anexo E deste Manual, cujo conteúdo relativo à qualificação de empregados da contratada é resultado do
Termo de Ajustamento celebrado entre o Ministério Público do Estado do Paraná e a COPEL.

NOTA:
• Para os eletricistas que atuarem em contratos de Manutenção Emergencial e Serviços Comerciais,
Manutenção preventiva e corretiva de redes elétricas e Manutenção preventiva e corretiva de redes elétricas –
Linha viva poderá, ainda, ser exigido as seguintes qualificações para o empregado, cujos treinamentos serão
ministrados e os correspondentes Certificados emitidos pela COPEL, como segue:
▪ Medição Comercial - MECO
▪ Operação de Redes de Distribuição - OPRD
▪ Operação de Subestação - OPSE ou Operação de Reguladores, Religadores e Capacitores – OREC

5.2.2 - Qualificação de Eletricistas para trabalhos em redes energizadas (linha viva)

O empregado em qualquer das funções de eletricista para atuação em redes energizadas deve possuir o
Certificado de qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão, nas condições estabelecidas
no item anterior (5.2.1), bem como o Certificado do curso de qualificação em Manutenção de Rede de
Distribuição Energizada 13,8 kV ou 34,5 kV pelo Método ao Contato, de acordo com o item de serviço ou
objeto contratual, e em Manutenção de Rede de Distribuição Compacta Energizada 13,8 kV.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso para atuar em rede energizada
13,8kV e 34,5 kV, bem como em Rede Compacta 13,8 kV, deverão ser expedidos ou por escola reconhecida
pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL nos casos de seu ex-empregado, ou por outra concessionária de
energia elétrica, ou ainda por responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de
Responsabilidade Técnica, devendo o curso possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou
superiores ao estabelecido no Anexo E deste Manual.

5.2.3 - Qualificação de Podadores e Roçadores – NR-12

O empregado na função de Encarregado de Poda ou Roçada, ou Podador ou Roçador devem possuir o


Certificado de conclusão do curso de qualificação de mão-de-obra para execução de podas de árvores sob as
redes de distribuição de energia elétrica, bem como de qualificação em NR-10 e NR-35.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) dos cursos para atuar em trabalho de poda
de árvores deverão ser expedidos ou por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL nos
casos de seu ex-empregado, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda por responsável técnico
registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica, devendo o curso possuir
conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no Anexo E deste Manual.
No conteúdo programático do item 6, estão incluídos os itens que englobam a qualificação em operação de
motosserras conforme descrito no Anexo V da NR-12.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 33
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

5.2.4 - Qualificação de Operadores de Guindauto

O empregado responsável pela operação de guindauto deve possuir o Certificado de qualificação em


Operação de Guindauto (rede desenergizada e energizada).

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos por escola
reconhecida pelo MEC, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda por responsável técnico
registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica, devendo o mesmo
possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no Anexo E deste
Manual.

5.2.5 - Qualificação em Espaço Confinado (NR-33)

Os empregados em qualquer das funções de trabalho em rede subterrânea deverão possuir Certificado de
qualificação em Espaço Confinado (NR-33).

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso para atuar em rede subterrânea
deverão ser expedidos ou por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL nos casos de seu
ex-empregado, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda por responsável técnico registrado no
CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica, devendo o curso possuir conteúdo
programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no Anexo E deste Manual.

5.2.6 - Qualificação em Trabalho em Altura (NR-35)

Os empregados em qualquer das funções de trabalho em altura na rede de distribuição deverão possuir
Certificado de qualificação em Trabalho em Altura (NR-35).

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso para atuar em trabalho em altura
na rede de distribuição deverão ser expedidos ou por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela
COPEL nos casos de seu ex-empregado, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda por
responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o curso possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no
Anexo E deste Manual.

5.2.7 - Reciclagens

Os empregados já qualificados deverão realizar reciclagens, conforme estabelecem as Normas


Regulamentadoras (NRs) e o Termo de Ajustamento firmado entre o Ministério Público do Estado do Paraná, a
COPEL e o Sindicato das Empresas de Eletricidade, Gás, Água, Obras e Serviços do Estado do Paraná –
SINELTEPAR. Dessa forma, não serão considerados válidos os Certificados de Curso de Qualificação com
prazo de validade expirado expedidos há mais de 2 anos para os cursos de NR-10, NR-35 e Padrões de
Tarefas da COPEL e 1 ano para os cursos de NR-33, sem os correspondentes Certificados de reciclagem.

Curso de Reciclagem Carga horária Periodicidade


NR-10 40 horas Bienal

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 34
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

NR-35 8 horas Bienal


NR-33 8 horas Anual
Padrões de Tarefas da COPEL, nos módulos compatíveis com o objeto 4 horas por módulo Bienal
contratado.
IMI 8 horas Bienal

Os Certificados de reciclagem (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou
por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda
por responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica.

5.2.8 - Teste de Proficiência para Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão

Para o empregado em qualquer das funções de eletricista, com 3 ou mais anos de experiência, comprovado
por meio de registro em Carteira de Trabalho, e que não possui o Certificado de qualificação de Instaladores
em Linha de Média e Baixa Tensão, poderá ser aplicado teste de proficiência com grade curricular do curso,
realizado por instituição de ensino oficial e reconhecida pelo MEC ou aplicado pela COPEL.

A aprovação no teste dispensa a necessidade do curso de qualificação, mas não afasta a necessidade de
reciclagem.

5.2.9 - Padrões de Tarefas da COPEL

Os empregados que compõem a turma de trabalho alocada na execução de contratos junto à COPEL, além
das qualificações exigidas, também deverão possuir treinamento nos Padrões de Tarefas da COPEL, nos
módulos compatíveis com o objeto contratado.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou por responsável técnico registrado no CREA e
mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica, devendo o mesmo possuir conteúdo
programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no Anexo E deste Manual.

5.2.10 - Qualificação de Eletricista Comercial

O empregado na função de Eletricista Comercial, para atuação em suspensão e religação de unidades


consumidoras, deve possuir o Certificado de qualificação em NR-10.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou ainda por outra concessionária de energia elétrica,
devendo o mesmo possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido
no Anexo E deste Manual.

NOTA: Poderá, ainda, ser exigida qualificação do empregado no curso Medição Comercial - MECO, cujo
treinamento será ministrado e os correspondentes Certificados emitidos pela COPEL

5.2.11 - Qualificação de Eletricista para Instalação de Medição Inteligente

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 35
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

O empregado na função de Eletricista Instalador de Medição Inteligente, para atuação em Entradas de Serviço
de Unidades Consumidoras para a Instalação de Medidores Inteligentes (Smart Grid) em baixa tensão, deve
possuir o Certificado de qualificação em NR-10, NR-10 SEP e IMI.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou por
ainda responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o mesmo possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido
no Anexo E deste Manual.

5.2.12 - Qualificação de Eletricista para Sistema Fotovoltaico

O empregado na função de Eletricista para trabalho com Sistema Fotovoltaico, deve possuir o Certificado de
qualificação em Instalação de Sistemas Fotovoltaicos, NR-10 e NR-10 SEP.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou por
ainda responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o mesmo possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido
no Anexo E deste Manual.

5.2.13 - Qualificação em Cesto Acoplado – NR-12

Os empregados em qualquer das funções de trabalho que operem Cesto Acoplado na rede de distribuição
deverão possuir Certificado de qualificação em Cesto Acoplado – NR-12 – Anexo 12.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso para atuar em trabalho em altura
na rede de distribuição deverão ser expedidos ou por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela
COPEL nos casos de seu ex-empregado, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda por
responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o curso possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no
Anexo E deste Manual.

5.2.14 - Qualificação em NR-10

Os empregados nas funções de encarregado, técnico de medição, eletricista, ajudante, motorista, podador,
recolhedores de galhos ou roçador deverão possuir Certificado de qualificação em NR-10.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso para atuar em instalações e
serviços em eletricidade deverão ser expedidos ou por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela
COPEL nos casos de seu ex-empregado, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou ainda por
responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o curso possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido no
Anexo E deste Manual.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 36
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

5.2.15 - Qualificação em NR-10 SEP

Os empregados nas funções de encarregado (Exceto poda e roçada), técnico de medição, eletricistas,
ajudante ou motorista deverão possuir Certificado de qualificação em NR-10 SEP.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso para atuar no sistema elétrico de
potência (SEP) e em suas proximidades deverão ser expedidos ou por escola reconhecida pelo MEC, ou pelo
SENAI, ou pela COPEL nos casos de seu ex-empregado, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou
ainda por responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade
Técnica, devendo o curso possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao
estabelecido no Anexo E deste Manual.

5.2.16 - Qualificação em Segurança para Encarregados Terceirizados

Os empregados nas funções de encarregado deverão possuir Certificado de qualificação em Segurança para
Encarregados Terceirizados.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) do curso deverão ser expedidos ou por
escola reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL nos casos de seu ex-empregado, ou por outra
concessionária de energia elétrica, ou ainda por responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão
de Anotação de Responsabilidade Técnica, devendo o curso possuir conteúdo programático e carga horária
compatíveis ou superiores ao estabelecido no Anexo E deste Manual.

5.2.17 - Qualificação de Técnico de Medição

É o trabalhador com formação técnica, enquadrado como Técnico em Eletrotécnica, devidamente registrado no
CREA, podendo ser alocado na execução de serviços compatíveis com suas atribuições profissionais
regulamentadas e que possua conhecimentos necessários para execução dos serviços rotineiros de medição e
para instalações elétricas em geral, independentemente de classe de tensão e modalidade de montagem.
O empregado na função de técnico da Medição, para atuação em Entradas de Serviço de Unidades
Consumidoras do Grupo A e em baixa tensão, deve possuir o Certificado de qualificação em NR-10, NR-10
SEP, NR-35, OPRD e MECO.

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou por
ainda responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o mesmo possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido
no Anexo E deste Manual.

5.2.18 - Qualificação de Eletricista para os serviços de Medição

O empregado na função de Eletricista da Medição, para atuação em Entradas de Serviço de Unidades


Consumidoras do Grupo A e Grupo B com medição indireta, deve possuir o Certificado de qualificação em NR-
10, NR-10 SEP, NR-35, OPRD e MECO.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 37
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Os Certificados (apresentados em via original ou cópia autenticada) deverão ser expedidos ou por escola
reconhecida pelo MEC, ou pelo SENAI, ou pela COPEL, ou por outra concessionária de energia elétrica, ou por
ainda responsável técnico registrado no CREA e mediante emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica,
devendo o mesmo possuir conteúdo programático e carga horária compatíveis ou superiores ao estabelecido
no Anexo E deste Manual.

5.3 - EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS

Na inspeção, a empresa interessada deverá:

a) Dispor de equipamentos e ferramentas nas quantidades e especificações estabelecidas na Relação de


Recursos Mínimos do respectivo Edital de Licitação, em adequadas condições de funcionamento, conservação
e acondicionamento de cada item.

b) Apresentar os Termos de Recebimento referentes aos Equipamentos de Proteção Individual – EPI,


devidamente assinados pelos empregados. Nos Termos deve constar tipo, marca, modelo, fabricante, lote de
fabricação, número do CA e prazo de validade dos equipamentos fornecidos.

NOTAS:
▪ Os EPI devem apresentar em caracteres indeléveis e bem visíveis, o nome comercial da empresa
fabricante, o lote de fabricação e o número do CA, ou, no caso de EPI importado, o nome do importador, o
lote de fabricação e o número do CA.
▪ A Fiscalização deverá confirmar o Certificado de Aprovação – CA, no site do Ministério do Trabalho e
Emprego (www.mte.gov.br), referente aos EPI.
▪ O Certificado de Aprovação apresentado deverá estar válido e aprovado para a finalidade à que se
destina o equipamento (ver exemplo no Anexo G).
Validade: o Certificado deverá estar vigente no momento da inspeção.
Aprovado: o Certificado deverá indicar a finalidade a qual se destina o EPI (exemplo: próprio para
trabalhos com eletricidade) e, por conseguinte, essa finalidade deverá ser compatível com os serviços
para os quais se está procedendo a inspeção. Na falta de clareza do CA, a empreiteira poderá
comprovar a finalidade do equipamento através do Laudo Técnico que originou o Certificado.

c) Apresentar os Laudos/Relatórios referenciados ao corpo de prova, com respectivas Anotações de


Responsabilidade Técnica - ART, de Ensaios Elétricos e Mecânicos dos equipamentos e ferramentas,
conforme indicado na Relação de Recursos Mínimos, nas condições fixadas nos Manuais de Instruções
Técnicas – MIT n.º 161703 - Ensaio de Ferramentas e Equipamentos de Linha Viva e n.º 161705 - Ensaio
Mecânico de Equipamentos e Ferramentas.

d) Apresentar a Licença de Porte e Uso de motosserras, registrada no órgão ambiental competente.

e) Dispor de capacetes com identificação visual para o fácil monitoramento dos empregados durante a
execução de serviços, como segue:
▪ De cor cinza para os empregados na função de Eletricista Encarregado;
▪ De cor azul royal para empregados na função de Eletricista Oficial e Meio-oficial;
▪ De cor amarela para empregados na função de Ajudante e Motorista.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 38
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

NOTAS:
▪ Por força do Termo de Ajustamento com o Ministério Público do Estado do Paraná, capacetes da cor
branca serão de uso exclusivo de empregados da COPEL.

f) Dispor de uniformes adequados para os empregados, contendo identificação da empresa.

5.4 - VEÍCULOS

Na inspeção, a empresa interessada deverá:

a) Apresentar os correspondentes Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV, no caso de


veículos próprios. No caso de veículos locados, apresentar o Contrato de Locação junto à terceiros.

b) Dispor de veículos nas quantidades e especificações estabelecidas na “Relação de Recursos Mínimos” do


respectivo edital de licitação, em adequadas condições de funcionamento e conservação.

b1) Caminhões e Camionetas à diesel, de grande porte: Entende-se de grande porte os veículos para
transporte de carga com capacidade igual ou superior a 800kg. Esses veículos deverão ter ano de
fabricação não superior há 10 anos do ano vigente (ver NOTAS a seguir).
Exemplo: ano de fabricação 2000, aceito até 2010.

b2) Veículos de passageiro/apoio e Camionetas à gasolina/álcool, de menor porte: Entende-se de menor


porte os veículos para transporte de carga com capacidade inferior a 800kg. Esses veículos deverão ter ano
de fabricação não superior há 6 anos do ano vigente (ver NOTAS a seguir).
Exemplo: ano de fabricação 2000, aceito até 2006.

c) Quando houver Módulo para Transporte de Passageiros em Veículos de Carga, instalado no caminhão,
apresentar o Certificado que confirma a vistoria e autoriza o transporte de trabalhadores no módulo, expedido
pelo Departamento de Estradas de Rodagem - DER/PR e Polícia Rodoviária. Por sua vez, este módulo deverá
atender os requisitos mínimos de segurança estabelecidos no Anexo F deste Manual.

d) Para veículos com guindautos, apresentar o Plano de Manutenção do equipamento, realizado a cada 12
meses, atendendo, pelo menos, o especificado no Anexo I, deste Manual.

e) Para veículos com cestos acoplados a guindautos, apresentar LAUDO emitido por engenheiro mecânico,
acompanhado de ART, com evidências concludentes que o equipamento atende aos requisitos da NR-12.
Obs.: Anexar junto ao LAUDO as especificações do equipamento contidas no anexo do MIT 161004.

f) Para veículos com cestos aéreos (hidroelevador), apresentar o Plano de Manutenção do equipamento,
realizado a cada 6 meses, atendendo, pelo menos, o especificado no Anexo I, deste Manual.

NOTAS:

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 39
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Todos os veículos deverão ter afixados em ambas as portas a logomarca da empresa, com destaque para o
nome da empreiteira. Deverá constar ainda a inscrição “a serviço da COPEL”, de forma facilmente identificável
e somente durante o prazo de execução do contrato de prestação de serviço.
▪ Os veículos disponibilizados pela empreiteira na quantidade excedente a exigida na Relação de Recursos
Mínimos do respectivo Edital de Licitação, para auxiliar na execução dos serviços, incluindo-se aí o caminhão
empregado no recolhimento de poda, não necessitam atender os requisitos de tempo de fabricação. Porém,
devem apresentar condições mínimas de funcionamento e conservação.

5.5 - INSTALAÇÕES DA EMPREITEIRA

A empreiteira deve possuir área de depósito ou almoxarifado que garanta condições mínimas para a segurança
contra incêndios e furtos de bens de propriedade da COPEL que ficam sob sua guarda temporária, bem como
para o adequado acondicionamento dos materiais e acessórios necessários à execução das obras e serviços
autorizados pela COPEL.

Quando houver “alojamento” da empreiteira contratada para a execução de serviços, o mesmo deverá dispor de
instalações sanitárias adequadas, além de dormitório, local de refeições e cozinha (quando houver preparo de
refeições), em perfeito estado de conservação, higiene e limpeza, atendendo as determinações contidas na NR-
18.

No Anexo D deste Manual consta o formulário de inspeção das instalações da empreiteira contendo os requisitos
mínimos a serem observados pela fiscalização.

6 - REGISTRO DAS INSPEÇÕES PELA FISCALIZAÇÃO

As inspeções deverão ser registradas adequadamente, em relatórios e formulários, contendo informações


mínimas que assegurem critério e transparência nas ações, e o resultado da inspeção deverá ser comunicado à
empreiteira. Na inspeção, deverão ser adotados os formulários apresentados neste Manual, em especial os
Anexos C, D e I, com referência às evidências fotográficas.

Todos os apontamentos realizados durante a inspeção deverão ficar arquivados na área de fiscalização da região
responsável.

6.1 - APLICATIVO INFORMATIZADO DE CONTROLE DE EMPREGADOS TERCEIRIZADOS

O aplicativo informatizado para controle de empregados da empreiteira foi desenvolvido por força do Termo de
Ajustamento entre o Ministério Público do Estado do Paraná e a COPEL para permitir o monitoramento da
qualificação dos empregados das empresas fornecedoras de serviço.

Caberá às Distritais manter permanentemente atualizadas as informações do aplicativo quanto à qualificação e


reciclagem dos empregados de empreiteiras, seja quando ocorrerem as inspeções (no início da execução de
contratos e durante os serviços) ou quando da substituição de empregados pela empreiteira, para posterior
consulta pelas diferentes áreas contratantes e de fiscalização.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 40
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

7 - QUADRO DE REVISÕES DO DOCUMENTO

Início de
Versão Área Responsável Descrição
Vigência
▪ Alteração de todos os códigos dos itens de serviços
▪ Inclusão do item de serviço: Item 90.07.14.001 – Construção e
Manutenção de Sistemas Fotovoltaicos
03 06/02/2012 SED/DNGO
▪ Melhoria na descrição dos itens: 5.2.3, 5.2.4 e 5.2.6
▪ Inclusão do item 5.2.10
▪ Revisão dos Anexos: A, B e C
▪ Inclusão das NR-12, NR-33 e NR-35 no item 2.1 Legislação Básica;
▪ Revisão do item 2.2 Manuais de Instruções Técnicas;
▪ Inclusão de nota no item 90.04.08.000 Projetos de Redes Elétricas;
▪ Inclusão do Curso de Qualificação em Poda de Árvores / Roçada
para os itens 90.05.01.001 e 90.05.01.002;
▪ Alteração do Padrão GSST 5-000 para 5-100;
▪ Alteração na nota sobre suspensão de cadastro do item 4.4.1;
▪ Melhorias nas descrições dos itens 4.5 e 5.2;
▪ Inclusão do item 5.2.6 – NR-35;
04 09/10/2014 SEE/DPRD/VPON ▪ Inclusão no item 5.3 que a empresa deverá apresentar uniforme com
identificação da empresa;
▪ Inclusão do plano de manutenção e documentação referente aos
veículos no item 5.4;
▪ Anexo B – Acrescentado Eng. Agrônomo com RT de Topografia e
corresponsabilidade do Eng Eletricista ou Técnico Eletrotécnico para
as atividades de Poda e Roçada.
▪ Inclusão no Anexo E do curso de NR-35
▪ Revisão do Anexo H, lista de materiais.

▪ Inclusão de Corresponsável técnico no item 90.10.02.006 – Limpeza


de subestações
▪ Anexo A – Alteração na composição mínima da equipe de
Manutenção Emergencial e Serv. Comerciais
▪ Anexo B – Acrescentado Corresponsabilidade do Eng Eletricista ou
Técnico Eletrotécnico para as atividades de Limpeza de
subestações.
▪ Atualização do Anexo H - Relação de recursos mínimos para o item
05 11/11/2015 SEE/DPRD/VPON
de serviço 90.05.01.002 - Construção de redes elétricas por
particular.
▪ Inclusão Anexo J – especificação de equipamento de comunicação de
voz e dados (TABLET).
▪ Inclusão Anexo K - Especificação equipamentos de guindar para
elevação de pessoas e realização de trabalho em altura, atendendo
Anexo XII da NR-12

▪ Inclusão do treinamento GSST módulo 4-100 nos itens 90.05.01.001 e


90.05.01.002.
▪ Inclusão de quantidade mínima de atestados de capacidade técnica
nos itens 90.02.01.000, 90.04.08.000 e 90.05.01.001.
▪ Atualização dos treinamentos das Turmas nos itens 90.05.01.001,
90.05.01.002, 90.05.04.000, 90.07.01.001, 90.07.01.003,
90.07.001.004, 90.07.14.001, 90.10.02.002 e 90.10.02.004.
▪ Alteração no item 90.05.01.002 das condições para suspensão do
cadastro.
▪ Inclusão da classificação Tipo C no item 4.9;
▪ Inclusão no item 5.2.1 os contratos de Manutenção preventiva e
06 10/07/2018 SEE/DERG/VEOR corretiva de redes elétricas e corretiva de redes elétricas de Linha
Viva.
▪ Atualização do item 5.2.3.
▪ Detalhamento no item 5.2.7 dos cursos que necessitam de
reciclagem.
▪ Inclusão do item 5.2.12 – Qualificação em Cesto Acoplado NR-12.
▪ Inclusão do item 5.2.13 – Qualificação em NR-10.
▪ Inclusão do item 5.2.14 – Qualificação em NR-10 SEP.
▪ Inclusão do item 5.2.15 – Qualificação em Qualificação de
Encarregado.
▪ Inclusão nos Anexos A e B da equipe COL = Construção ou
Montagem de Rede Elétrica com Turma Leve.

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 41
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Atualização do Anexo E –Cursos e Qualificação.


▪ Atualização do Anexo H - Relação de recursos mínimos para o item
de serviço 90.05.01.002 - Construção de redes elétricas por
particular.
▪ Atualização do Anexo J – especificação de equipamento de
comunicação de voz e dados (TABLET).
▪ Atualização do Anexo K - Especificação equipamentos de guindar
para elevação de pessoas e realização de trabalho em altura,
atendendo Anexo XII da NR-12
▪ Item 2.2: Inclusão dos MITs que tratam dos procedimentos do sistema
fotovoltaico e substituído o MIT de poda e corte de árvores.
▪ Item 4: Atualização da documentação exigida para habilitação de
fornecedores para cadastro e para contrato.
▪ Item 4.7.2 alínea f) correção dos apontamentos dos itens de
qualificação
▪ Item 4.8.2 alínea f) correção dos apontamentos dos itens de
qualificação
▪ Ajustes nos subitens do item 4.9
▪ Ajuste no item 4.10.2 alínea f) na descrição da qualificação para
sistema fotovoltaico
▪ Correção no apontamento da qualificação na alínea f) do item 4.11
▪ Inclusão dos padrões 5-161, 5-164, 5-171 e treinamento para
encarregados de roçada no item 4.11.2 e alínea f).
▪ Acréscimo de recolhedor de galhos na qualificação na alínea f) do
item 4.12.1.
▪ Item 4.12.2: Corrigido o item do treinamento de NR-10 e incluído o
motorista na relação de cursos exigidos.
▪ Inclusão dos padrões 5-161, 5-164 e 5-172 no item 4.12.2 e alínea f).
▪ Item 5: Inspeção para Habilitação de Empreiteiras na Execução de
Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição / As empresas
deverão se submeter à inspeção nas seguintes situações – Inclusão
do subitem “c”: Nas renovações, antes de novas vigências
07 18/11/2019 SEE/DERG/VEOR
contratuais.
▪ Item 5.2.7: Reciclagens – Alterada a vigência do curso de Padrões de
Tarefas da Copel para 2 (dois) anos, validade bienal.
▪ Inserção de qualificação no item 5.2.11.
▪ Inserção de qualificação no item 5.2.13.
▪ Item 5.3: Equipamentos e Ferramentas, subitem “c” – Referenciar o
Laudo/Relatório ao corpo de prova.
▪ Item 5.4: Veículos, subitem “e” – Alterado para necessidade de
apresentar LAUDO emitido por engenheiro mecânico, acompanhado
de ART, com evidências concludentes que o equipamento atende
aos requisitos da NR-12. Inserido a observação – Anexar junto ao
LAUDO as especificações do equipamento contidas no anexo do
MIT 161004.
▪ Item 6: Registro das inspeções pela Fiscalização – Incluído a
necessidade de referenciar a inspeção a evidências fotográficas.
▪ Anexo E: Inclusão da carga horária do treinamento de reciclagem dos
módulos do Curso de Qualificação nos Padrões de Tarefas da
COPEL.
▪ Inclusão do item 15 no anexo E, referente ao conteúdo do curso de
encarregado de roçada.
▪ Anexo K: Inserido a necessidade dos ensaios Periódicos no cesto
acoplado e equipamento de guindar.
▪ Anexo J: Atualização da especificação do tablet.
▪ Sumário: inclusão do item "90.10.16.011 - Instalação de Medição
Inteligente", à posição 4.17, com renumeração dos itens posteriores;
▪ Item 3.2: inclusão do item 90.10.16.011 na Tabela de Itens de Serviço
sob responsabilidade da Engenharia da Distribuição e inclusão da
classificação tipo B para o item 90.10.73.000;
▪ Item 4.17: alteração por completo, passando a tratar do item de
serviço "90.10.16.011 - Instalação de Medição Inteligente", com
08 16/06/2020 SEE/DERG/VEOR
renumeração dos itens posteriores;
▪ Item 4.19 – inclusão da classificação tipo B para o item 90.10.73.000 e
atualização dos treinamentos solicitados em contratos;
▪ Item 5.2.7: incluída linha referente ao treinamento 'Instalação de
Medição Inteligente - IMI' na tabela que explicita carga horária e
periodicidade dos cursos de reciclagem;
▪ Item 5.2.11: alteração por completo, passando a tratar da qualificação

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 42
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

de Eletricista para Instalação de Medição Inteligente, com


renumeração dos itens posteriores;
▪ Item 5.2.17: inclusão da qualificação de Técnico de Medição;
▪ Item 5.2.18: inclusão da qualificação de Eletricista para serviços de
Medição;
▪ Anexo A: inclusão das Funções "Eletricista Instalador de Medição
Inteligente", “Técnico de Medição” e “Eletricista de Medição” na
tabela de quantidade de empregados por item de serviço; e na
tabela de descrição das funções;
▪ Anexo B: inclusão da atividade IMI na tabela de responsabilidade
técnica por item de serviço;
▪ Anexo C: inclusão do item 90.10.16.011 no formulário de inspeção dos
recursos da Empreiteira e atualização da descrição do item
90.10.73.000;
▪ Anexo E: inclusão do item "Curso de Instalação de Medição
Inteligente", à posição 14, com renumeração dos itens posteriores.
Inclusão dos itens 17 e 18 “Curso de Operação de Redes de
Distribuição” e “Curso de Medição”.

8 - APROVAÇÃO

Esta versão de MIT entra em vigor dia 18 de junho de 2020.

Visto: _________________________________
Marcos André Bassetto
Gerente do Departamento de Expansão de Redes e Gerência de Infraestrutura da Distribuição

_________________________________
Rodrigo Zempulski Fanucchi
Gerente do Departamento de Procedimentos de Manutenção e Operação da Distribuição

_________________________________
Thiago Rodrigues Puchta
Gerente do Departamento de Procedimentos de Serviços Operacionais

_________________________________
Fabio Bianchetti
Gerente do Departamento de Medição da Distribuição

Aprovação: _________________________________
Andrea Cristina Brotto Bertolin
Superintendente de Engenharia de Expansão da Distribuição

_________________________________
Diego Augusto Corrêa
Superintendente de Engenharia de Operação e Manutenção da Distribuição

_________________________________
Francis de Alencar Prado
Superintendente de Serviços Operacionais da Distribuição

_________________________________
João Acyr Bonat Junior
Superintendente Comercial da Distribuição

Órgão Emissor: SEE/ DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 43
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO A - COMPOSIÇÃO MÍNIMA DA TURMA, POR ITEM DE SERVIÇO E FUNÇÃO


Quantidade de empregados por item de serviço e função
Função TOP PRO CON COL SUB CAB MAN MLV MEM CMF ROÇ POD LSE CAD ENS SRE IMI
A B
Eletricista Encarregado 1 1 1 1 1
Eletricista Oficial 2 1 4 1 1 1 1
Eletricista Meio-Oficial 2 1 2 1 1 1 1
Eletricista Encarregado de Linha Viva 1
Eletricista Oficial de Linha Viva 2
Eletricista Comercial 1
Eletricista Instalador de Medição
2
Inteligente
Técnico de Medição 1 1
Eletricista de Medição 1 1
Eletricista para Sistema Fotovoltaico 2
Motorista 1 1 1 1
Ajudante 1 2 4 4
Encarregado de Poda/Roçada 1 1 1 1
Podador 4
Roçador 8 4
Topógrafo 1
Auxiliar de Topografia 1
Projetista 1
Técnico de Cadastro 1
Auxiliar de Cadastro 1

Mínimo de empregados, por Turma 2 1 7 4 10 3 3 3 2 2 9 5 10 5 2 2 1 2

TOP = Topografia para Rede Elétrica; PRO = Projeto de Rede Elétrica; CON = Construção ou Montagem de Rede Elétrica (inclusive por Particular); COL = Construção ou Montagem de Rede Elétrica com Turma Leve; SUB = Construção de
Rede Elétrica Subterrânea; CAB = Construção de Cabines de Edifícios; MAN = Manutenção Preventiva e Corretiva de Rede Elétrica; MLV = Manutenção Preventiva e Corretiva de Rede Elétrica – Linha Viva; MEM = Manutenção Emergencial e
Serv. Comerciais; CMF = Construção e Manutenção de Sistemas Fotovoltaicos; ROÇ = Roçada em Faixa de Servidão de Rede Elétrica; POD = Poda de Árvores sob a Rede Elétrica; LSE = Limpeza de Subestações; CAD = Cadastro de Rede
Elétrica; ENS = Execução de Entradas de Serviço; SRE = Suspensão e Religação de Unidade Consumidora; IMI = Instalação de Medição Inteligente.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 44
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

DESCRIÇÃO DAS FUNÇÕES:


Função Descrição
Eletricista Encarregado É o trabalhador com qualificação profissional, responsável pelo comando e orientação das equipes de trabalho, bem como pela
coordenação dos serviços em redes elétricas na tensão até 34,5 kV, desenergizadas.
Eletricista Oficial É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços em redes elétricas na tensão até 34,5 kV,
desenergizadas.
Eletricista Meio-Oficial É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços em redes elétricas na tensão até 34,5 kV,
desenergizadas. Nesta função, são considerados os trabalhadores com menor experiência e capacidade produtiva daqueles na função de
Eletricista Oficial.
Eletricista Encarregado de Linha Viva É o trabalhador com qualificação profissional, responsável pelo comando e orientação das equipes de trabalho, bem como pela
coordenação dos serviços em redes elétricas na tensão até 34,5 kV, energizadas.
Eletricista Oficial de Linha Viva É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços em redes elétricas na tensão até 34,5 kV,
energizadas.
Motorista É o trabalhador sem qualificação profissional, podendo ser alocado apenas na execução de serviços de menor complexidade, realizados
ao nível do solo e sem invasão à área de risco elétrico. É o responsável pelo transporte dos trabalhadores, materiais e equipamentos,
devendo possuir Carteira Nacional de Habilitação compatível com o tipo de veículo.
Ajudante É o trabalhador sem qualificação profissional, podendo ser alocado apenas na execução de serviços de menor complexidade, realizados
ao nível do solo e sem invasão à área de risco elétrico.
Encarregado de Poda/Roçada É o trabalhador com qualificação profissional, responsável pelo comando e orientação das equipes de trabalho, bem como pela
coordenação dos serviços de poda e roçada próximos às redes elétricas na tensão até 138 kV, desenergizadas.
Podador É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços de poda e roçada próximos às redes elétricas
na tensão até 138 kV, desenergizadas.
Recolhedor de galhos É o trabalhador com qualificação profissional, responsável pelo recolhimento a nível de solo em vias públicas, carregamento e descarte dos
galhos in natura ou triturados, oriundos dos serviços de poda de árvores realizadas próximos às redes elétricas
Roçador É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços de poda e roçada próximos às redes elétricas
na tensão até 138 kV, desenergizadas.
Topógrafo É o trabalhador sem qualificação profissional, podendo ser alocado apenas na execução de serviços de topografia, realizados ao nível do
solo e sem invasão à área de risco elétrico.
Auxiliar de Topografia É o trabalhador sem qualificação profissional, podendo ser alocado apenas na execução de serviços de topografia, realizados ao nível do
solo e sem invasão à área de risco elétrico. Nesta função, são considerados os trabalhadores com menor experiência e capacidade
produtiva daqueles na função de Topógrafo.
Projetista É o trabalhador sem qualificação profissional, podendo ser alocado apenas na execução de serviços de projeto, realizados ao nível do solo
e sem invasão à área de risco elétrico.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 45
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Técnico de Cadastro É o trabalhador com formação técnica, devidamente registrado no CREA, podendo ser alocado na execução de serviços compatíveis com
suas atribuições profissionais regulamentadas.
Técnico de Medição É o trabalhador com formação técnica, enquadrado como Técnico em Eletrotécnica, devidamente registrado no Conselho de Classe,
podendo ser alocado na execução de serviços compatíveis com suas atribuições profissionais regulamentadas.
Auxiliar de Cadastro É o trabalhador sem qualificação profissional, podendo ser alocado apenas na execução de serviços de levantamento cadastral, realizados
ao nível do solo e sem invasão à área de risco elétrico.
Eletricista Comercial É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços de suspensão do fornecimento, ligação,
religação e leitura de medidores em unidades consumidoras, sempre atuando ao nível do solo.
Eletricista Instalador de Medição É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços inspeção da entrada de serviço, leitura de
Inteligente medidores, adequação da entrada de serviço e substituição de medidor, em unidades consumidoras com entrada de serviço em baixa
tensão, sempre atuando ao nível do solo.
Eletricista de Medição É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços em Entradas de Serviço de Unidades
Consumidoras do Grupo A, do Grupo B com medição indireta.
Eletricista para Sistema Fotovoltaico É o trabalhador com qualificação profissional, podendo ser alocado na execução de serviços de construção e manutenção de sistemas
fotovoltaicos.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 46
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO B - RESPONSABILIDADE TÉCNICA, POR ITEM DE SERVIÇO


CON SRE
Responsável Técnico TOP PRO SUB CAB MAN MLV MEM CMF ROÇ POD LSE CAD ENS
COL IMI
Engenheiro Eletricista RT RT RT RT RT RT RT RT RT RT RT
Engenheiro Eletrotécnico RT RT RT RT RT RT RT RT RT RT RT
Engenheiro Agrônomo RT RT (**) RT (**) RT (**)
Engenheiro Florestal RT (**) RT (**) RT (**)
Engenheiro Agrícola RT (**) RT (**) RT (**)
Engenheiro Civil RT
Engenheiro Agrimensor RT
Engenheiro Cartógrafo RT
Engenheiro Geógrafo RT
Engenheiro de Geodésia e Topografia RT
Técnico Eletrotécnico (*) RT RT RT
Técnico Florestal (*) RT (**) RT (**) RT (**)
Técnico Agrícola (*) RT (**) RT (**) RT (**)
Técnico em Edificações (*) RT
Técnico em Agrimensura (*) RT

TOP = Topografia para Rede Elétrica; PRO = Projeto de Rede Elétrica; CON = Construção ou Montagem de Rede Elétrica (inclusive por Particular); COL = Construção ou Montagem de Rede Elétrica com Turma Leve; SUB = Construção de Rede Elétrica
Subterrânea; CAB = Construção de Cabines de Edifícios; MAN = Manutenção Preventiva e Corretiva de Rede Elétrica; MLV = Manutenção Preventiva e Corretiva de Rede Elétrica – Linha Viva; MEM = Manutenção Emergencial e Serv. Comerciais; CMF =
Construção e Manutenção de Sistemas Fotovoltaicos; ROÇ = Roçada em Faixa de Servidão de Rede Elétrica; POD = Poda de Árvores sob a Rede Elétrica; LSE = Limpeza de Subestações; CAD = Cadastro de Rede Elétrica; ENS = Execução de Entradas de
Serviço; SRE = Suspensão e Religação de Unidade Consumidora; IMI = Instalação de Medição Inteligente.

NOTAS:
1) O quadro acima apresenta as modalidades profissionais da Engenharia que comumente assumem a responsabilidade técnica (RT) dos correspondentes Itens de
Serviço. Porém, não limita à essas modalidades.
2) (*) Será aceito desde que autorizado pelo CREA e sem restrições que comprometam a completa responsabilidade pelos serviços.
3) (**) O profissional habilitado para se responsabilizar pelas atividades de poda de árvores localizadas próximo à linhas energizadas na área urbana, roçada em
faixa de servidão de redes elétricas e limpeza de subestações é o Engenheiro Agrônomo, ou Engenheiro Florestal, ou Engenheiro Agrícola, ou Técnico Agrícola ou
Técnico Florestal, com a corresponsabilidade obrigatória de um Engenheiro Eletricista ou um Técnico em Eletrotécnica.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 47
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO C - FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO DOS RECURSOS DA EMPREITEIRA


FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO

DOS RECURSOS DA EMPREITEIRA


Empreiteira: ___________________________________________________________________________
Endereço: _______________________________________ n.º: _______ bairro: ____________________
Município: _________________________________________________ n.º contrato: _______________

1. QUADRO DE PESSOAL SIM NÃO NSA


1.1. Dispõe Responsável Técnico?
1.2. Dispõe de Turma de Trabalho na quantidade e composição exigidas?
1.3. Comprova o vínculo da empresa com o responsável técnico e com os empregados?
2. QUALIFICAÇÃO DE PESSOAL SIM NÃO NSA
2.1. Comprova a qualificação necessária dos empregados?
3. EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS SIM NÃO NSA
3.1. Dispõe ferramentas e equipamentos nas quantidades e especificações exigidas?
3.2. Apresenta Termo de Recebimento dos EPI, com correspondentes CA?
3.3. Apresenta Laudos/Relatórios de Ensaios e Licenças dos equipamentos?
4. VEÍCULOS SIM NÃO NSA
4.1. Dispõe veículos nas quantidades e especificações exigidas?
4.2. Apresenta Certificado de Registro ou Contrato de Locação dos veículos?
4.3. Apresenta Plano de Manutenção do equipamento guindauto?
4.4. Apresenta Certificado do Módulo de Passageiros em Veículos de Carga?
5. CLASSIFICAÇÃO DA EMPREITEIRA, POR ITEM DE SERVIÇO A B C
90.02.01.000 - Topografia para Redes Elétricas
90.04.08.000 - Projeto de Redes Elétricas
90.05.01.001 - Construção de Redes Elétricas
90.05.01.002 - Construção de Redes Elétricas por Particular
90.05.01.004 - Construção, Ligação e Regularização de Cabinas de Transformação
90.05.04.000 - Construção de Redes Elétricas Subterrâneas
90.07.01.001 - Manutenção Preventiva e Corretiva de Redes Elétricas
90.07.01.003 - Manutenção Emergencial e Serviços Comerciais em Redes Elétricas
90.07.01.004 - Manutenção Preventiva e Corretiva de Redes Elétricas - Linha Viva
90.07.14.001 - Construção e Manutenção de Sistemas Fotovoltaicos
90.10.02.002 - Roçada em Faixa de Servidão de Redes Elétricas
90.10.02.004 - Poda de Árvores sob Redes Elétricas
90.10.02.006 - Limpeza de Subestações
90.10.12.003 - Levantamento Cadastral de Redes Elétricas
90.10.16.000 - Execução de Entradas de Serviço
90.10.16.011 - Instalação de Medição Inteligente
90.10.73.000 - Suspensão de Fornecimento e Religação de Energia Elétrica de Unidades
Consumidoras

_______________________________ _____________________________ data: __/__/____


Fiscal: Gerente:
NOTA: O item 5 deve ser preenchido somente nos casos de inspeção para Cadastro de Fornecedores.
Órgão Emissor: SEE/DERG
Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 48
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO C (verso)
FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO

DOS RECURSOS DA EMPREITEIRA


6. OBSERVAÇÕES

_______________________________ _____________________________ data: __/__/____


Fiscal: Gerente:

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 49
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO D - FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO DAS INSTALAÇÕES DA EMPREITEIRA


FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO

DAS INSTALAÇÕES DA EMPREITEIRA


Empreiteira: ___________________________________________________________________________
Endereço: _______________________________________ n.º: _______ Bairro: ____________________
Município: _________________________________________________ n.º Contrato: ________________

1. DEPÓSITO OU ALMOXARIFADO SIM NÃO NSA


1.1. Local é de fácil acesso?
1.2. Apresenta boas condições de conservação, higiene e limpeza?
1.3. Espaço é suficiente para o armazenamento adequado de postes e materiais?
1.4. Dispõe de prateleiras, trados e outros recursos para a acomodação dos materiais?
1.5. Dispõe de dispositivos contra incêndio? (extintores, hidrantes, etc.)
1.6. Instalação apresenta recursos mínimos contra furtos? (muros, cercas, alarmes, etc.)
2. ACONDICIONAMENTO DOS MATERIAIS DE PROPRIEDADE DA COPEL SIM NÃO NSA
2.1. Materiais fornecidos pela COPEL estão classificados por tipo ou obra?
2.2. Materiais fornecidos pela COPEL estão acondicionados em prateleiras/trados?
2.3. Materiais salvados estão adequadamente armazenados?
2.4. Postes estão corretamente empilhados?
2.5. Material frágil está adequadamente acondicionado e protegido?
3. ALOJAMENTO (quando houver) SIM NÃO NSA
3.1. Dispõe de instalações sanitárias adequadas, além de dormitórios, local de refeições e
cozinha (quando houver preparo de refeições)?
3.2. Áreas de vivência estão em perfeito estado de conservação, higiene e limpeza?
4. OBSERVAÇÕES (se necessário, utilizar também o verso desta folha)

_______________________________ _____________________________ data: __/__/____


Fiscal: Gerente:
NOTA: O item 2 não se aplica nas inspeções realizadas antes do início da execução de contratos.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 50
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO D (verso)
FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO

DAS INSTALAÇÕES DA EMPREITEIRA

_______________________________ _____________________________ data: __/__/____


Fiscal: Gerente:

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 51
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO E - CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

1 – Curso de Qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa Tensão

1.1 – Carga horária: 180 horas para os cursos realizados até 31/12/2005 ou 200 horas, já contempladas as 80
horas estabelecidas pela NR-10, para os cursos realizados a partir de 01/01/2006 ou 168 horas a partir da
publicação da versão 6 deste Manual.

1.2 – Conteúdo programático:

▪ Módulo: Segurança do Trabalho - 8 horas


- Acidente do trabalho;
- Motivação para segurança;
- Finalidade e uso correto dos equipamentos de proteção e ferramental;
- Choque elétrico;
- Teste de verificação de ausência de tensão;
- Conjunto de aterramento temporário;
- Distância de trabalho;
- Utilização de Escadas;
- Uso de espora em poste duplo “T”;
- Posicionamento no trabalho;
- Sinalização do local de trabalho;
- Subida e descida de material através de corda (içamento);
- Levantamento de peso;
- Atitudes de segurança no trabalho.

▪ Módulo: Fundamentos Básicos de Eletricidade - 16 horas


- Histórico da eletricidade
- Detalhamento das etapas do sistema elétrico
- Geração
- Transmissão
- Distribuição
- Utilização
- Constituição da matéria
- Estrutura atômica
- Corrente elétrica
- Efeito luminoso
- Efeito térmico
- Efeito magnético
- Medição da corrente elétrica
- Medição direta
- Medição através dos dados de placa
- Diferença de Potencial ou Tensão Elétrica.
- Resistência Elétrica;
- Lei de Ohm;
- Potência Elétrica:

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 52
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

- Ativa
- Indutiva
- Reativa
- Instrumentos de medição da potência elétrica.
- Circuitos de C.C com várias cargas:
- Circuito série;
- Sentido da corrente e polaridade;
- Sentido Real e Convencional da corrente;
- Circuito paralelo;
- Cargas ligadas em paralelo.
- Geração de Corrente Alternada.
- Transformador Básico;
- Energia Elétrica.
- Circuitos trifásicos:
- Ligação Estrela;
- Ligação Triângulo ou Delta;
- Ligação de banco de transformadores monofásicos.
- Exercícios de fixação.
- Teste de verificação de aprendizagem.

▪ Módulo: Construção, Manutenção e Operação de Redes de Distribuição Aérea - 144 horas


- Interpretar croqui e/ou projeto de RDU e RDR
- Exercícios de aprendizado
- Croqui para a elaboração da relação de materiais.
- Elaborar relação de materiais de um projeto, com consulta à RDA
- Efetuar teste de ausência de tensão
- Instalar aterramento temporário
- Cava para implantar poste
- Implantar e remover poste
- Cava para instalar estai
- Instalar estai de âncora
- Instalar estai de contraposte
- Montar e/ou substituir estrutura c/cruzeta simples N1 e B1 e similares
- Instalar/substituir cruzeta dupla com isolador de disco vidro, bastão porcelana
- Instalar armação secundária
- Instalar ou substituir isoladores pilar
- Lançar condutores de alumínio ou cobre em RDU e/ou RDR
- Tensionar condutores de alumínio ou cobre em RDU e/ou RDR
- Encabeçar condutores de alumínio em redes de A T.
- Encabeçar condutores de alumínio em redes de B.T.
- Amarrar condutores de alumínio em redes de A T.
- Amarrar condutores de alumínio em redes de B.T.
- Emendar condutores de alumínio e/ou aço-alumínio
- Executar ou reparar ligações em cruzamento aéreo de B.T
- Executar ou reparar ligações em cruzamento aéreo de A.T
- Executar conexões com conectores tipo cunha

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 53
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

- Operar alicate de compressão manual tipo “MD 6”


- Operar alicate de compressão hidráulico tipo “Y 35”
- Instalar aterramentos de A.T e/ou B.T na rede
- Instalar ou substituir para-raios
- Isolar para-raios com defeito
- Instalar braços e luminárias de iluminação pública
- Instalar ou substituir transformador trifásico
- Substituir transformador monofásico
- Testar transformador
- Substituir/trocar cabos de saída de transformadores
- Substituir elos fusíveis em transformadores e/ou derivações
- Instalar chave seccionadora unipolar
- Executar conexões com solda exotérmica
- Operar chave fusível s/dispositivo p/abertura c/carga
- Operar chave fusível sob carga com Load-Buster
- Executar ligação e abertura de grampo de linha viva
- Operar seccionador unipolar
- Operar chaves interruptora de carga à Ar, à Óleo e a Gás SF6
- Selecionar elos fusíveis
- Identificar NIO - Número de Identificação Operacional de medidores de energia
- Medir resistência de terra com instrumento de medição apropriado
- Medir corrente e tensão c/alicate Volt-amperímetro.
- Instalar e ligar ramal aéreo de B.T de cobre e alumínio
- Analisar e interpretar Normas de Montagem de Rede Aérea Primária Convencional - RDA - NTC
856000/830
- Analisar e interpretar Normas de Montagem de Rede Aérea Secundária Isolada - RSI - NTC 855210/235
- Analisar e interpretar Normas de Materiais de Distribuição

2 - Curso de Qualificação em Manutenção de Rede de Distribuição Energizada em 13,8kV, pelo Método ao


Contato (Linha Viva)

Para este treinamento, é pré-requisito apresentar também qualificação de Instaladores em Linha de Média e Baixa
Tensão.

2.1 – Carga horária - 200 horas

2.2 – Conteúdo programático:

▪ Módulo 1 – Histórico e implantação de trabalho com linhas e redes energizadas


▪ Módulo 2 – Segurança (aspectos normativos e legislativos)
▪ Módulo 3 – Tecnologia do ferramental e equipamentos
▪ Módulo 4 – Utilização dos equipamentos e ferramentas necessárias a cada tipo de tarefa
▪ Módulo 5 – Aspectos teóricos e práticos sobre manutenção de ferramental e equipamentos
▪ Módulo 6 – Estudo sobre normas e manuais de operação e preservação do meio ambiente
▪ Módulo 7 – Planejamento na execução das tarefas
▪ Módulo 8 – Observação dos riscos elétricos

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 54
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Módulo 9 – Sinalização e isolamento da área a ser realizado o trabalho


▪ Módulo 10 – Execução de atividades práticas em linhas e redes energizadas de 13,8kV

3 - Curso de Qualificação em Manutenção de Rede de Distribuição Energizada em 34,5kV, pelo Método ao


Contato (Linha Viva)

Para este treinamento, é pré-requisito apresentar também qualificação em Manutenção de Rede de Distribuição
Energizada em 13,8kV, pelo Método ao Contato (Linha Viva).

3.1 – Carga horária - 80 horas

3.2 – Conteúdo programático:

▪ Módulo 1 – Histórico e implantação de trabalho com linhas e redes energizadas 34,5kV


▪ Módulo 2 – Segurança e aspectos normativos segundo NR´s especificas
▪ Módulo 3 – Tecnologia do ferramental e equipamentos
▪ Módulo 4 – Utilização dos equipamentos e ferramentas necessárias a cada tipo de tarefa
▪ Módulo 5 – Aspectos teóricos e práticos sobre manutenção de ferramental e equipamentos
▪ Módulo 6 – Estudo sobre normas e manuais de operação e preservação do meio ambiente
▪ Módulo 7 – Planejamento na execução das tarefas
▪ Módulo 8 – Observação dos riscos elétricos
▪ Módulo 9 – Sinalização e delimitação da área a ser realizado o trabalho
▪ Módulo 10 – Execução de atividades práticas em linhas e redes energizadas de 34,5kV

4 - Curso de Qualificação em Manutenção de Rede de Distribuição Compacta (cabo protegido) Energizada


em 13,8 kV, pelo Método ao Contato (Linha Viva)

Para este treinamento, é pré-requisito apresentar também qualificação em Manutenção de Rede de Distribuição
Energizada em 13,8kV, pelo Método ao Contato (Linha Viva).

4.1 – Carga horária - 80 horas

4.2 – Conteúdo programático:

▪ Módulo 1 – Noções básicas sobre rede compacta


▪ Módulo 2 – Segurança (aspectos normativos e legislativos)
▪ Módulo 3 – Estudo sobre normas e manuais de operação e noção sobre preservação do meio ambiente
▪ Módulo 4 – Principais materiais da RDC
▪ Módulo 5 – Tecnologia de equipamentos e ferramentas
▪ Módulo 6 – Utilização dos equipamentos e ferramentas necessárias para execução de cada tarefa
▪ Módulo 7 – Sinalização e isolação da área no local a ser executado o serviço
▪ Módulo 8 – Montagem da RDC
▪ Módulo 9 – Execução de atividades práticas em rede compacta energizada 13,8kV

5 - Curso de Qualificação em Operação de Guindauto (Linha Morta e Linha Viva)

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 55
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

5.1 – Carga horária - 32 horas

5.2 – Conteúdo programático:

▪ Funções e componentes do equipamento guindauto;


▪ Inspeção no veículo e no equipamento guindauto;
▪ Capacidades de carga do equipamento guindauto;
▪ Consequências da operação inadequada do equipamento guindauto;
▪ Distâncias de trabalho com equipamento guindauto em relação às redes e equipamentos energizados;
▪ Carga, descarga e acondicionamento de materiais e equipamentos no veículo caminhão;
▪ Delimitação e sinalização da área de trabalho;
▪ Aterramento do equipamento guindauto;
▪ Operação do equipamento guindauto;
▪ Operação do estabilizador auxiliar (terceira sapata);
▪ Operações com a lança auxiliar;
▪ Operação da perfuratriz hidráulica;
▪ Operações com “saca-poste” e cesto aéreo;
▪ Instalação e substituição de equipamentos em estrutura energizada e desenergizada;
▪ Implantação e retirada de poste em rede energizada e desenergizada.

6 - Curso de Qualificação em Poda de Árvores / Roçada

6.1 – Carga horária - 40 horas

6.2 – Conteúdo programático:

▪ Primeiros Socorros;
▪ APR – Análise Preliminar de Risco – Distâncias;
▪ Acidentes de Trabalho;
▪ Salvamento em árvores e riscos em quedas;
▪ Choque elétrico;
▪ Animais peçonhentos;
▪ Normas de segurança da Copel;
▪ Contratos – Direitos, Deveres e Penalidades;
▪ EPI’s;
▪ Manutenção e limpeza de equipamentos e ferramentais;
▪ Sinalização e isolamento de áreas – uso de cones;
▪ Utilização de cintos e talabartes;
▪ Comportamento em público – áreas VIP’s, hospitais, etc.;
▪ Uso correto e/ou amarração de escadas;
▪ Tipos de árvores;
▪ Tipos de poda;
▪ Qualidade da poda;
▪ Apresentação do MIT 160909 – Procedimentos de Poda de Árvores e do Manual de Poda Copel;
▪ Avaliação de Aprendizado – Prática.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 56
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Nota: Estão inclusos nesse conteúdo os treinamentos conforme orientação do Anexo V da NR-12.

7 - Curso de Qualificação nos Padrões de Tarefas da COPEL

7.1 – Carga horária: 8 horas, por módulo. Para reciclagem a carga horária é de 4 horas, por módulo.

7.2 – Conteúdo programático:

▪ Módulo 1-100 – Tarefas Preliminares em Redes Aéreas


▪ Módulo 1-200 – Tarefas Preliminares em Redes Subterrâneas
▪ Módulo 1-300 – Tarefas Preliminares em Subestações
▪ Módulo 2-100 – Serviços Comerciais
▪ Módulo 2-200 – Serviços Emergenciais
▪ Módulo 3-100 – Serviços de Medição de Energia
▪ Módulo 4-100 – Operação de Equipamentos de Redes
▪ Módulo 4-200 – Operação de Redes Subterrâneas
▪ Módulo 4-300 – Operação de Subestações
▪ Módulo 5-100 – Construção e Manutenção de Redes Aéreas
▪ Módulo 5-200 – Construção e Manutenção de Redes Aéreas – Linha Viva
▪ Módulo 5-300 – Manutenção Eletromecânica em Subestações
▪ Módulo 5-400 – Manutenção Eletromecânica em Subestações – Linha Viva
▪ Módulo 5-500 – Manutenção de Redes Subterrâneas

8 - Curso de Qualificação em Espaço Confinado (NR-33)

8.1 – Para todos os integrantes da Turma de Trabalho

▪ Carga horária - 16 horas

▪ Conteúdo programático:
- Definições;
- Reconhecimento, avaliação e controle de riscos;
- Funcionamento de equipamentos utilizados;
- Procedimentos e utilização da Permissão de Entrada e Trabalho; e
- Noções de resgate e primeiros socorros.

8.2 – Para Encarregados

▪ Carga horária - 40 horas

▪ Conteúdo programático:
- Definições;
- Reconhecimento, avaliação e controle de riscos;
- Funcionamento de equipamentos utilizados;
- Procedimentos e utilização da Permissão de Entrada e Trabalho;
- Noções de resgate e primeiros socorros;

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 57
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

- Identificação dos espaços confinados;


- Critérios de indicação e uso de equipamentos para controle de riscos;
- Conhecimentos sobre práticas seguras em espaços confinados;
- Legislação de segurança e saúde no trabalho;
- Programa de proteção respiratória;
- Área classificada; e
- Operações de salvamento.

9 - Curso de Qualificação em NR-10

9.1 – Carga horária - 40 horas

9.2 – Conteúdo programático

▪ Módulo 1 – Noções básicas de eletrotécnica - 16 horas


- Introdução a Segurança
- Riscos em Instalações e Serviços com Eletricidade
- Choque elétrico - mecanismos e efeitos
- Arcos elétricos - queimaduras e quedas
- Campos eletromagnéticos
- Medidas de controle do risco elétrico
- Normas Técnicas Brasileiras – ABNT
- Regulamentações do MTE
- Equipamentos de proteção Individual e Coletiva
- Rotinas de Trabalho – procedimentos
- Documentação de instalações elétricas
- Riscos adicionais
- Acidentes de origem elétrica
▪ Módulo 2 – Noções de Primeiros Socorros - 12 horas
- Protocolo ABC de atendimento a acidentados
▪ Módulo 3 – Prevenção e combate a incêndios - 04 horas
▪ Módulo 4 – Análise Preliminar de Risco - 04 horas
▪ Módulo 5 – Responsabilidade Civil e Criminal - 02 horas
▪ Módulo 6 – Avaliação de Aprendizagem - 02 horas/

10 - Curso de Qualificação em NR-10 SEP - Segurança no sistema elétrico de potência (SEP) e em suas
proximidades.

10.1 – Carga horária - 40 horas

10.2 – Conteúdo programático

- Organização do Sistema Elétrico de Potência – SEP;


- Organização do trabalho:
- Aspectos comportamentais.
- Condições impeditivas para serviços.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 58
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

- Riscos típicos no SEP e sua prevenção:


- Técnicas de análise de Risco no SEP.
- Procedimentos de trabalho - análise e discussão.
- Técnicas de trabalho sob tensão:
- Equipamentos e ferramentas de trabalho (escolha, uso, conservação, verificação, ensaios)
- Sistemas de proteção coletiva
- Equipamentos de proteção individual
- Posturas e vestuários de trabalho
- Segurança com veículos e transporte de pessoas, materiais e equipamentos
- Sinalização e isolamento de áreas de trabalho
- Liberação de instalação para serviço e para operação e uso
- Treinamento em técnicas de remoção, atendimento, transporte de acidentados
- Acidentes típicos - Análise, discussão, medidas de proteção.
- Responsabilidades.

11- Curso de Qualificação em Trabalho em Alturas (NR-35)

11.1 – Carga horária - 16 horas

11.2 – Conteúdo programático:

- Aplicação de Técnicas de confecção de "nós": oito, simples, guiado, prussik;


- Procedimentos de resgate de escadas simples;
- Procedimentos de resgate de escadas extensível;
- Procedimentos de resgate de escadas giratória;
- Procedimento de regaste de escadas fixada em fachada (parede);
- Procedimentos de resgate de estrutura (poste duplo "T");
- Procedimentos de resgate de estrutura (poste circular)
- Exercícios práticos de resgate com aplicação das Técnicas e Procedimentos.

12 - Curso de Cesto Acoplado – NR-12 – Anexo 12

12.1 – Carga horária - 8 horas

12.2 – Conteúdo programático:

▪ Atividades Teóricas – Item 3 do anexo 12 - 02 horas/


- Características dos Cestos
- Bloqueios
- Aterramento
- Dispositivo de Parada de Emergência
- Estabilizadores
- Ancoragem de Cinto de Segurança
- Controles Superiores e Inferiores
- Controle Manual
- Travamento de Segurança

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 59
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

▪ Atividades Práticas - 06 horas


- Utilização do Controle Manual
- Instalação e Confirmação do dispositivo de aterramento
- Instalação e Confirmação dos estabilizadores
- Confirmação da Ancoragem do cinto de segurança
- Operação do Travamento de Segurança

13 - Curso de Segurança para Encarregados Terceirizados

13.1 – Carga horária - 24 horas

13.2 – Conteúdo programático:

▪ Supervisão e Liderança - 04 horas


- Comportamento
- Papeis definidos
- Responsabilidade mútua
- Comunicação e Diálogo
- Relacionamento grupal
- Relacionamento interpessoal
- Gerenciamento de conflitos
Segurança do Trabalho - 08 horas/aula
- Acidentes Típicos
- Planejamento de trabalhos com eletricidade (NR-10)
- Planejamento de trabalhos em plano elevado (NR-35)
- Planejamento de trabalhos em espaços confinados (NR-33)
- Utilização de equipamentos de guindar (NR-12)
- Uso adequado, guarda e conservação de EPI e EPC’s
- Comunicação via rádio
- Análise preliminar de risco - APR
- Sinalização e delimitação de área;
- Bloqueios, testes de ausência de tensão, aterramentos;
- Análise das estruturas ou espaços adjacentes

▪ Documentação e Planejamento de tarefas - 8 horas


- Interpretação do projeto, interpretação de NTC’s e Ferramental
- Abordagem dos padrões e tarefas paras as principais atividades (PADRÕES GSST)
- Planejamento da obra e atividades relacionadas
- Verificação e confirmação da área livre para os trabalhos (Manobras)
- Cuidados no Manuseio de máquinas elétricas e equipamentos hidráulicas;
- Características e cuidados com equipamentos de redes;
- Cuidados na escavação, concretagem e montagem

▪ Responsabilidade Civil e Criminal - 3 horas


- Histórico de processos relacionados

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 60
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

- Responsabilidade Civil
- Responsabilidade civil brasileira, atual.
- As obrigações por atos ilícitos no código civil
- Responsabilidade penal
- Processo de responsabilidade civil
- Responsabilidade civil por fato de outrem

Avaliação de Aprendizagem - 1 hora


- Verificação aprendizagem

14 - Curso de Instalação de Medição Inteligente

14.1 – Carga Horária - 32 horas

14.2 – Conteúdo Programático

▪ Contextualização - 0,5 horas


- Redes elétricas inteligentes
- Medição Inteligente
- Novas situações de campo
▪ Aspectos Específicos de Segurança- 3 horas
- Informar aspectos legais: diferenciando obrigações de empregados das dos empregadores
- Apresentar situações de Risco a serem encontradas
- Habilitar participantes no Uso da APR Digital-
▪ Procedimentos de Registro da Atividade – 1,5 horas
- Apresentação do procedimento detalhado
- Detalhamento da motivação das evidências necessárias
▪ Inspeção em Entrada de Serviço – 6 horas
- Verificação de conexões dos ramais
- Estado de conservação dos lacres
- Ligação dos medidores
- Estado de conservação dos aterramentos
- Principais situações adversas encontradas
- Procedimentos de contra-prova
▪ Intervenção em Entrada de Serviço - 5 horas
- Avaliação dos comprimentos dos condutores
- Julgamento da necessidade de troca
- Critérios da realização de emendas
- Metodologia de identificação da fiação
- Substituição do equipamento de medição por medição inteligente
- Análise do esquema de ligação dos medidores
- Procedimentos para utilização de lacres de segurança
▪ Atividades Práticas - 16 horas
- Experimentação dos procedimentos prescritos
- Exposição dos alunos a situações que exercitem a tomada de decisão

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 61
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Avaliação de Aprendizagem
- Verificação da aprendizagem durante as atividades práticas

15 - Curso de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos

15.1 – Carga Horária - 16 horas

15.2 – Conteúdo Programático

- Instalação dos equipamentos


- Introdução aos Sistemas Fotovoltaicos
- Noções de projetos de Sistemas Fotovoltaicos
- Instalação de placas fotovoltaicas em telhados e lajes (prática)
- Instalação de equipamentos, string box, inversor de tensão (prática)
- Interligação elétrica entre os equipamentos (prática)
- NR-35 – Trabalhos em altura, serviços em telhados
- Introdução e Campo de Aplicação da NR-35, aplicada à telhados
- Responsabilidades
- Planejamento e Organização
- Equipamentos de Proteção Individual e Coletivo
- Metodologia de Trabalho
- Emergência e Salvamento

16 – Curso para Encarregados de Roçada

16.1 – Carga horária - 12 horas

16.2 – Conteúdo programático:

Módulo 1 – Segurança do Trabalho - 4 horas


- Acidente do trabalho;
- Choque elétrico;
- Animais peçonhentos;

Módulo 2 - Comportamento - 1,5 horas


- Comportamento;
- Atitudes seguras;

Módulo 3 – Comunicação, Responsabilidade e Deveres do Encarregado - 2,5 horas


- Histórico de processos relacionados
- Contratos – Direitos, Deveres e Penalidades;
- Comunicação voltada para liderança e supervisão

Módulo 4 – Derrubada de árvore - 4 horas


- Leitura e interpretação do MIT 165101(Procedimentos de Poda e Corte de Árvores);

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 62
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

- Leitura e interpretação do MIT 161608(Motosserra) e MIS 06.00(Procedimentos para utilização de


motosserra, motopoda e serra poda hidráulica);
- Leitura e interpretação do MIT 160921 – Procedimentos de Roçada e Limpeza de Faixa de Servidão Sob
Redes e Linhas de Distribuição até 34,5kV
- Leitura e interpretação do padrão GSST 5-161 (Corte de árvore próximas a MT/BT);
- Técnicas para derrubada de árvore.

17 – Curso de Operação de Redes de Distribuição – OPRD

17.1 – Conteúdo programático:

- Aspectos gerais de coordenação e seletividade;


procedimentos para operação de redes;
- Operação de redes;
o Chave a óleo
o Chave seccionadora
o Chave tripolar basculante
o Chave tripolar interruptora de carga
o Chave tripolar a gás SF6
- Operação de sistema de distribuição - paralelo, interligação e anel;
- Desligamento e religamento;
- Repasse das tarefas do GSST 4-100.

18 - Curso de Medição Comercial - MECO

18.1 – Conteúdo programático:

MECO I
1.INTRODUÇÃO;
2. NOÇÕES DE MATEMÁTICA;
2.1 Círculo Trigonométrico;
2.2 Quadrantes do Círculo Trigonométrico;
2.3 Grandezas Escalares;
2.4 Grandezas Vetoriais;
2.5 Teorema de Pitágoras;
2.6.Noções de Trigonometria;
2.7. Sistema internacional de Unidades (SI);
3.NOÇÕES DE ELETRICIDADE BÁSICA;
3.1 Corrente Elétrica;
3.2 Tensão Elétrica;
3.3 Resistência Elétrica;
3.4 Lei de Ohm;
3.5 Potência Elétrica;
4.NOÇÕES DE CIRCUITOS ELÉTRICOS;
4.1 Geração de Tensões Polifásicas;
4.2 Tensões Trifásicas;

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 63
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

4.3 Tensões Simples e Compostas;


4.4 Potência Ativa (P);
4.5 Potência Reativa (Q);
4.6 Potência Aparente (S);
4.7 Triângulo das Potências;
5.NOÇÕES DE ENERGIA, DEMANDA E FATOR DE POTÊNCIA;
5.1 Energia Ativa;
5.2 Energia Reativa;
5.3 Conceitos de Demanda;
5.4 Fator de Potência;
5.5 Causas e Consequências do baixo fator de Potência;
6.MEDIDORES DE ENERGIA ELÉTRICA;
6.1 Medidores Eletromecânicos;
6.2 Medidores eletrônicos;
6.3 Medidores eletrônico especiais;
6.4 Número de Identificação Operacional (NIO);
6.5 Transporte e armazenamentos de medidores;
6.6 Instalação e retirada de medidor;
6.7 Teste de medidores eletromecânicos e eletrônicos "em campo";
6.9 By-pass em medidores;
6.10. Esquemas de ligações de medidores;
6.11 Leitura de medidores eletromecânicos;
7.DISJUNTOR TERMOMAGNÉTICO;
7.1 Definição de disjuntor;
8.ALICATE VOLT-AMPERÍMETRO;
8.1 Utilização do aparelho;
8.2 Recomendações na Utilização do aparelho;
8.3 Manutenção.

MECO II
1.INTERPRETAÇÃO DA NTC 901100;
2.ESPECIFICAÇÃO DE ENTRADA DE SERVIÇO;
2.1 Conceitos;
2.1.1 Carga Instalada;
2.1.2 Demanda de Utilização;
2.2 Avaliação e Classificação das Cargas;
2.3 Detalhes de Carga Instalada;
2.4 Critérios para Especificação da ES;
2.5 Verificação de Medidores em Laboratório;
3.BY-PASS EM TC OU TP DE MEDIÇÃO;
3.1 Medição em Baixa Tensão Indireta;
3.2 Medição em Média Tensão 13,8 kV;
3.3 Módulo de Medição;
3.4 Procedimento para a Substituição de Disjuntor de E.S. até 200 A;
4.NÍVEIS DE TENSÃO DE ATENDIMENTO EM BT;
4.1 Conformidade dos Níveis de Tensão;

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 64
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

4.2 Registro de Reclamação de Variação/Oscilação de Energia;


4.3 Fluxo do Processo de Reclamação de Variação / Oscilação de Energia;
5.LEGISLAÇÃO ANEEL;
6.VISTORIA EM ENTRADA DE SERVIÇO;
7.INSPEÇÃO EM INSTALAÇÕES ATENDIDAS EM BT COM MEDIÇÃO DIRETA;
8. TOI-TERMO DE OCORRÊNCIA DE IRREGULARIDADE, FRM FICHA DE RETIRADA DE
MEDIDOR;
9.DETALHES DA CARGA INSTALADA - DCI;
10.VISITA TÉCNICA EM UNIDADES CONSUMIDORAS.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 65
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO F - MÓDULO PARA TRANSPORTE DE PASSAGEIROS EM VEÍCULO DE CARGA

Os módulos para transporte de passageiros em veículos de carga devem apresentar condições mínimas de
segurança e, para tanto, atender pelo menos os seguintes requisitos:

1. Estar posicionado próximo à cabine original do veículo, sem a interposição de outros equipamentos, tais
como guindauto, hidroelevador, etc.;

2. Estar fixado ao quadro do chassi pela longarina em, no mínimo, 6 (seis) pontos, podendo ser interpostas
pelo sobre-chassi;

3. Estar apoiado no quadro do chassi ou sobre-chassi em coxins de borracha rígida e coincidentes com os
pontos e fixação;

4. Dispor de saída de emergência do lado oposto à porta de acesso ao módulo;

5. Dispor de dutos de ventilação, independentes da abertura das janelas, que possibilitem a circulação do ar,
sendo que estes deverão ser dimensionados e posicionados de modo a ficar protegido da chuva e fora da
linha direta de descarga dos gases do escapamento do veículo;

6. Dispor de campainha instalada no interior do módulo, possibilitando a comunicação de emergência entre


os passageiros do módulo e o condutor do veículo;

7. Dispor de cintos de segurança individuais e em quantidade igual à capacidade de ocupantes estabelecida


pelo fabricante do módulo. Na atual situação de transporte, esse número deve ser no mínimo igual a
8(oito);

8. Dispor de iluminação interna e extintor de incêndio, em condições de operação.

9. Manter disponível a Anotação de Responsabilidade Técnica - ART do Responsável Técnico, relativa ao


projeto, execução e montagem do módulo;

10. Portar o Certificado que confirma a vistoria e autoriza o transporte de trabalhadores nos módulos, expedido
pelo Departamento de Estradas de Rodagem - DER/PR e Polícia Rodoviária.

O transporte de passageiros em veículos de carga está previsto no art. 106 do Código de Trânsito Brasileiro, Lei
n.º 9.503 de 23/09/97, e regulamentado pelo Ato Normativo n.º 002/92, do DER/PR, publicado no Diário Oficial do
Estado n.º 3.755 de 05/05/92, com vigência a partir de 20/05/92.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 66
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO G - EXEMPLO DE CERTIFICADO DE APROVAÇÃO - CA

Certificado de Aprovação

N.º do CA: 13848 N.º do Processo: 46016.003486/34-82


Data de Emissão: 28/2/2008 Validade: 20/02/2011
Tipo do Equipamento: CAPACETE DE SEGURANÇA TIPO CLASSE B
Natureza: Nacional
Descrição do Equipamento: CAPACETE DE SEGURANÇA, TIPO ABA FRONTAL, INJETADO EM PLÁSTICO, COM
OU SEM FENDAS LATERAIS, LOCALIZADAS NA PARTE INFERIOR DO CASCO, PARA ACOPLAGEM DE
ACESSÓRIOS E COM TRÊS NERVURAS NA PARTE SUPERIOR DO CASCO, SENDO UMA NERVURA EM "V" E
UMA NERVURA CENTRAL. CADA CAPACETE É DOTADO DE SUSPENSÃO COMPOSTA DE CARNEIRA
INJETADA EM PLÁSTICO FLEXÍVEL, COM TIRA ABSORVEDORA DE SUOR CONFECCIONADA EM ESPUMA
DE POLIÉSTER E COROA COMPOSTA DE DUAS FITAS CRUZADAS MONTADAS EM QUATRO "CLIPS" DE
PLÁSTICOS FIXOS Á PARTE INTERNA DO CASCO ATRAVÉS DE QUATRO PONTOS DE ENCAIXE, COM
REGULAGEM DE TAMANHO FEITA ATRAVÉS DE AJUSTE SIMPLES OU CATRACA. O CAPACETE É
CONFECCIONADO NAS CORES BRANCA, AZUL, AMARELA, LARANJA, VERMELHA, VERDE E CINZA E PODE
SER FORNECIDO COM OU SEM JUGULAR PRESA AO CASCO. REF.: CAPACETE CLASSE B TIPO 02,
FABRICANTE XXXXX, MODELO YYYYY (COROA COM REGULAGEM SIMPLES OU COM CATRACA);
PROTETOR AUDITIVO TIPO FONE, FABRICANTE XXXXX, MODELO YYYYY.

Dados Complementares

Norma: ABNT.NBR 8221/1983; ANSI S12.6/1997.- MÉTODO B (OUVIDO REAL, COLOCAÇÃO PELO OUVINTE).
Fabricante: XXXXX DO BRASIL LTDA
Endereço: Bairro:
Cidade: UF:
CEP:
Telefone: Fax:
Aprovado: PROTEÇÃO DA CABEÇA DO USUÁRIO CONTRA IMPACTOS E PERFURAÇÕES PROVENIENTES DA
QUEDA DE OBJETOS E CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS, E PROTEÇÃO AUDITIVA DO USUÁRIO CONFORME
TABELA DE ATENUAÇÃO A SEGUIR: TABELA DE ATENUAÇÃO - REF.: MPA 101C.
Observação: TABELA DE ATENUAÇÃO - REF.: MPA 103C Freqüência (Hz) 125 250 500 1000 2000 3150 4000 6300
8000 NRRsf Atenuação dB 11,2 18,5 24,4 30,6 32,7 - 37,9 - 39 22 dB Desvio Padrão 2,2 2,8 3,3 2,8 2,6 - 3,7 - 5,2 -

Laudo/Atenuação:

Tipo do Laudo: Laboratório


Laboratório: WWWWW / UF
Número Laudo: Data do Laudo:
Responsável: Registro Profissional:

Freqüência(Hz): 125 250 500 1000 2000 3150 4000 6300 8000 NRRsf
Atenuação(dB): 6,3 12,7 22,8 25,7 31,6 - 31 - 33,4 17
Desvio Padrão: 2,1 4,1 3,4 2,3 3,4 - 4,1 - 5,4 0

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 67
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO H - RELAÇÃO DE RECURSOS MÍNIMOS PARA O ITEM DE SERVIÇO 90.05.01.002 - CONSTRUÇÃO


DE REDES ELÉTRICAS POR PARTICULAR
EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS PARA USO COLETIVO ENSAIO (1) QUANT. INSPEÇÃO
Alavanca de aço 1”x 1,80 m 2
Alicate compressão hidráulica e/ou elétrica - 12 toneladas EM 1
Alicate compressão mecânica - 4 toneladas EM 1
Alicate prendedor com lâmina deslizante (bomba d’água) de 305 mm de comprimento 4
Alicate universal de 200 mm, cobertura isolada, conforme NTC 890050 4
Alicate Volt-amperímetro, 600V, Categoria IV (para uso no SEP), com classe de exatidão de 2% EE 1
Arco de serra de 300 mm com lâmina 1
Balde de lona para içar materiais – 20 litros, carga mínima nominal de 10kg 4
Bandeira ou placa sinalizadora de 300 x 300 mm, para transporte de postes 1
Bastão pega tudo 32x3190 mm, conforme NTC 817358 EE 1
Batedor de haste B220 1
Bolsa de lona para proteção de luva de borracha de AT e BT 8
Calço para veículos operacionais de até 3.500 kg (conforme especificado no Padrão de Tarefas 1
da COPEL 1-100)
Calço para caminhões (conforme especificado no Padrão de Tarefas da COPEL 1-100) 1
Canivete de 80 mm (bico chato) 4
Capacete com protetor facial, conforme especificação técnica Copel 1.086 - (CA)6. Obs: Logotipo 1
específico da contratada.
Capacete de aba frontal, tipo II - classe E, conforme especificação técnica Copel 1.015 - (CA)6. 7
Obs: Com identificação e logotipo da contratada e cores do capacete conforme MIT 163002.
Catraca guincho portátil para 1500 daN com corrente, conforme NTC 890540 EM 1
Catraca guincho portátil para 750 daN com cabo de aço ou corrente, conforme NTC 890539/541 EM 3
Cavadeira articulada bater e tirar, com cabo de madeira 3
Cavadeira de corte com espátula 2
Cavalete para lançamento de cabo 1
Chave de fenda 150 x 6 mm 4
Chave estrela 10 x 11 mm 4
Chave estrela 12 x 13 mm 4
Chave estrela de 17 x 19 mm 4
Chave inglesa de 300 mm 4
Colher de pedreiro de 18 cm 1
Cone de sinalização altura 750mm com faixas reflexivas , conforme Especificação Técnica Copel 10
nº 1.031
Conjunto de aterramento temporário para rede secundária isolada (atender as especificações do 2
MIT n° 161606 e NTC 890900), com capa
Conjunto de aterramento temporário tipo sela (atender as especificações definidas no MIT n° 4
161612 e NTC 890900)
Conjunto de segurança para operador de motosserra (Capacete de segurança articulado, 1
equipado com protetor auricular tipo concha e facial de tela, e calça de segurança) - (CA)6
Conjunto de segurança para Trabalhos em Altura (Especificação Técnica Copel nº 1.019), 4
contendo: cinto de segurança com proteção contra arco elétrico e fogo repentino(CA)6, tipo pára-
quedista, em peça única, de formato “Y”, constituída por cinturão abdominal, porta-
coxas/perneiras almofadadas que possibilita a transpiração; talabarte de posicionamento (CA)6
com regulador e protetor de corda; trava-quedas com prolongador (CA)6; mosquetão (CA)6;
agulhão (ETC nº 1.059); gancho de ancoragem (ETC nº 1.060); corda de linha de vida de fibra
sintética 12mm na cor branca com faixas pretas Especificação Técnica Copel nº 1.038, e bolsa.
Procedimentos de utilização conforme MIT 161613.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 68
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Conjunto para resgate em plano elevado e ambiente vertical – Especificação Técnica Copel nº 1
1.090
Corda de poliamida (NTC 890174) ou poliéster (NTC 890176) 12mm com 13 metros 3
Corda de seda/poliamida com diâmetro mínimo de 6 mm e 15 metros de comprimento, para 2
delimitação da área de trabalho conforme especificado no Padrão de Tarefas da COPEL 1-100
Corrente com gancho e argola 1
Cortadeira ou pá com cabo de madeira 1
Cunha de madeira ou polimérica para uso em rede secundária isolada – similar NTC 890181 4
(par)
Desenroladeira para lançamento vertical 1
Detector de BT por contato com luz e som conforme especificação técnica COPEL nº 1034 1

Detector de MT por contato com luz e som conforme especificação técnica COPEL nº 1034 1

Cinta plana em poliéster com olhais para elevação de cargas, com 600mm de comprimento, cor EM 1
violeta padrão NBR 15637. Carga nominal de trabalho 1.000 kgf (NTC 890016)
Cinta plana em poliéster com olhais para elevação de cargas, com 800mm de comprimento, cor EM 1
violeta padrão NBR 15637. Carga nominal de trabalho 1.000 kgf (NTC 890017)
Cinta plana em poliéster com olhais para elevação de cargas, com 1.200mm de comprimento, cor EM 1
violeta padrão NBR 15637. Carga nominal de trabalho 1.000 kgf (NTC 890018)
Cinta tubular de poliéster em anel para elevação de cargas, com 1.400mm de comprimento, cor EM 1
verde padrão NBR 15637. Carga nominal de trabalho 2.000 kgf (NTC 890027)
Cinta tubular de poliéster em anel para elevação de cargas, com 2.200mm de comprimento, cor EM 1
marrom padrão NBR 15637. Carga nominal de trabalho 6.000 kgf (NTC 890029)
Dinamômetro para 1500 daN EM 1
Dinamômetro 500 daN EM 1
Dispositivo de segurança anti queda do porta fusível – DAQC (NTC 20010420) 1
Enxada com cabo de madeira, lâmina de 28 a 35mm 2
Enxadão com cabo de madeira, lâmina de 10 a 15mm 2
Escada extensível de fibra de vidro de 4,00 x 7,00m, conforme Especificação Técnica Copel 1
1.030
Escada extensível de madeira ou fibra de vidro 4,90 x 8,60 m. 2 (3)
Escova de aço, tipo V, para limpeza de cabos 4
Espora com correia para poste duplo T (par) 4
Esticador de cabo 4 a 3/0 AWG 3
Esticador de cabo 4/0 AWG a 477 MCM 3
Esticador para cordoalha de aço, diâmetro 6,4 a 9,5 mm 2
Estropo de nylon, com 800mm de comprimento, (NTC 890241) EM/EE 1
Foice com cabo de madeira 1
GPS Cadastral, com precisão de 1 a 5m, com correção diferencial, e respectivo software de pós- 1
processamento de dados coletados pelo receptor GPS que garanta a precisão indicada e exporte
os dados nos formatos “.txt” e “.dxf”, e dados brutos em formato rinex.
Içador de poste (tesoura para carga e descarga), com capacidade para 2000 kg – conforme NTC 1
890740
Jogo de gabarito em zinco, para pintura de letra, 50 mm 1
Jogo de gabarito em zinco, para pintura de número, 50 mm 1
Kit de ferramenta para instalação do conector tipo cunha 2
Lençol isolante para BT com bolsa de lona, conforme NTC 817100 EE 4
Luva isolante de borracha para BT – classe 0 – 1.000 V (par), conforme NTC 817252 - (CA)6 EE 4
Luva de pelica para proteção da luva de borracha (par) - (CA)6 4
Luva de raspa ou vaqueta, cano médio (par) - (CA)6 7 (9)
Luva isolante de borracha, Classe II – 17.000 V (par) , conforme NTC 817252 - (CA)6 EE 4
Órgão Emissor: SEE/DERG
Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 69
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Luva para cravar haste 1


Machado com cabo de madeira 95 cm 1
Marreta 500 g, com cabo de madeira 4
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 165 (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 166 (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 167 (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 169 (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 242 (uso RDR) 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 245 (uso RDU e RDR) 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 248 (uso RDR) 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 249 (uso Litoral, RDU e RDR) 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 317 (uso RDU) 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice 321 (uso RDU) 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice D 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice O 1
Matriz c. hidráulica 12 t - índice H (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. hidráulica 12 t – índice 163A sextavada (uso RDC e RSI) 1 (5)
Matriz c. hidráulica 12 t – índice 245A sextavada (uso RDC e RSI) 1 (5)
Matriz c. hidráulica 12 t – índice 249A sextavada (uso RDC e RSI) 1 (5)
Matriz c. hidráulica 12 t – índice 321A sextavada (uso RDC e RSI) 1 (5)
Matriz c. mecânica 4 t - índice 161 (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. mecânica 4 t - índice 162 (uso RDU e RDR) 1
Matriz c. mecânica 4 t - índice 163 (uso Litoral, RDU e RDR) 1
Matriz c. mecânica 4 t - índice 236 (uso RDR) 1
Matriz c. mecânica 4 t - índice 237 (uso Litoral e RDR) 1
Matriz c. mecânica 4 t - índice 239 (uso Litoral) 1 (4)
Matriz c. mecânica 4 t - índice 243 (uso RDU e RDR) 1
Medidor resistência de terra com acessórios 1
Moitão triplo para 1000 kgf com 60 m de corda de polipropileno de ½ “ , conforme NTC 890418 EM 1
Motosserra 1,3 kW, sabre 30 cm 1
Nível com indicação de 45 graus 1
Óculos de segurança com lente escura, conforme Especificação Técnica Copel 1.037 - (CA)6 4
Óculos de segurança com lente incolor, conforme Especificação Técnica Copel 1.037 - (CA)6 7
Pasta de lona para ferramentas 4
Picareta com cabo de madeira 1
Pincel para pintura 1
Placa de alerta 20x30cm com descrição: “ATENÇÃO – NÃO OPERE ESTE EQUIPAMENTO” 2
Protetor solar, fator de proteção mínimo 30, conforme Especificação Técnica Copel 1.074 7 (10)
Prumo 1
Rebobinadeira hidráulica, mecânica ou similar 1
Serrote corta galhos, com lâmina de 35 cm 2
Soquete com cabo de madeira 2
Rádio VHF portátil (walk talk), de longo alcance 3
Talhadeira ou ponteiro 1
Termômetro para cabo 1
Tesourão para corte de cabo de aço 1
Trena de 2m 1
Trena de 50m 1
Vara de manobra com encaixe universal, comprimento mínimo 5,2 m, com 4 elementos, EE 1
conforme NTC 890585
Vara de manobra telescópica, conforme NTC 890586 EE 2

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 70
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

Virador para poste duplo T 1


EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS ESPECÍFICOS PARA USO NA REDE COMPACTA ENSAIO (1) QUANT. INSPEÇÃO
Camisa de puxamento de condutor XLPE 185 mm 3 (4)
Camisa de puxamento de condutor XLPE 35 mm 3 (4)
Camisa de puxamento para cordoalha de aço 6 mm 1 (4)
Camisa de puxamento para cordoalha de aço 9 mm 1 (4)
Carretilha de tração 1 (4)
Carretilha para lançamento de condutor XLPE 185 mm 50 (4)
Carretilha para lançamento de condutor XLPE 35 mm 15 (4)
Carretilha horizontal para lançamento de condutor da rede compacta 10 (4)
Carretilha para lançamento em deflexão de condutor da rede compacta 3 (4)
Corda em polietileno de 1/2" 450 m (4)
Corda em polietileno de 5mm para ligação das carretilhas 450 m (4)
Descascador, meio e ponta para cabos cobertos XLPE com isolamento 15kV, conforme NTC 1 (4)
890191.
Descascador, meio e ponta para cabos cobertos XLPE com isolamento 35kV, conforme NTC 1 (4)
890190.
Luva giratória 4 (4)
UNIFORMES ENSAIO (1) QUANT. INSPEÇÃO
Vestimenta de brim, 100% algodão (calça e camisa de manga longa), com faixas refletivas. 2 (11)
Vestimenta antichama (calça (CA)6 e camisa de manga longa (CA)6), com faixas refletivas, 5 (12)
conforme Especificação Técnica Copel 1.055. Obs: Identidades visuais (cor da camisa e logotipo)
específicas da contratada. As identidades visuais da ETC 1.055, são exclusividades da COPEL.
Camiseta de uso geral 100% algodão, manga longa. 7 (13)
Conjunto impermeável (calça e jaqueta, preferencialmente de cor amarela), conforme 7
Especificação Técnica Copel 1.006.
Japona de brim 100% algodão, conforme Especificação Técnica Copel 1.005. Obs: Identidades 2
visuais (logotipo) específicas da contratada. As identidades visuais da ETC 1.005, são
exclusividades da COPEL..
Jaqueta antichama (CA)6, com faixa reflexiva, conforme Especificação Técnica Copel 1.081. Obs: 5
Identidades visuais (cor da jaqueta e logotipo) específicas da contratada. As identidades visuais
da ETC 1.081, são exclusividades da COPEL.
Meia bota ou coturno de couro com solado isolado (par), conforme Especificação Técnica Copel EE 7 (14)
1.020 - (CA)6
VEÍCULOS QUANT. INSPEÇÃO
Caminhão com carroceria, equipado com giroflex, alarme de sapata e guindauto cuja capacidade de carga seja 1 (7)
de 5.000 kg e momento de carga útil de 10.000 kgf/m, no mínimo. – com cesto acoplado que atenda ao Anexo
XII da NR-12 (ver Anexo K)
Caminhão com carroceria e giroflex 1 (2)
Veículo de passageiro ou de carga – menor porte (para uso geral e da supervisão) 1 (2)
EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO QUANT. INSPEÇÃO
Equipamento de comunicação de voz e dados (tablet), com telefone celular integrado, carregador veicular e 1 (8)
demais acessórios obrigatórios (ver Anexo J)
COMPOSIÇÃO DA TURMA QUANT. INSPEÇÃO
Eletricista Encarregado 1
Eletricista Oficial 2
Eletricista Meio-oficial 2
Ajudante 1
Motorista 1

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 71
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

NOTAS:

(1) Ensaios: EE = ensaios elétricos, conforme MIT nº 161703; EM = ensaios mecânicos, conforme MIT nº 161705. Serão aceitos relatórios
ou laudos de ensaios que acompanham os correspondentes Certificados de Aprovação – CA dos Equipamentos de Proteção
Individual.
(2) Este recurso poderá atender até 3 Turmas de Trabalho, locadas em um ou mais contratos, desde que na área de abrangência de um

único Departamento.
(3) Recursos para uso em redes com postes circulares.
(4) Recursos para uso na rede compacta ou no litoral. Exclusivamente nas inspeções para “assinatura de contratos”, a área contratante

poderá dispensar tais recursos caso não haja previsão de serviços na rede compacta ou no litoral. Entretanto, esses recursos não são
dispensáveis quando da inspeção para “cadastramento de fornecedor”.
(5) A disponibilidade das matrizes sextavadas, por serem de uso exclusivo em cabos com baixa tração mecânica, tais como redes

compactas e subterrânea, não dispensam as matrizes convencionais correspondentes (de mesmo número).
(6) CA: Certificado de Aprovação de Equipamento de Proteção Individual (EPI), consulta em: http://www.mte.gov.br/.
(7) O cesto acoplado deve atender aos requisitos, cujo especificação consta no Anexo K.
(8) O equipamento de comunicação de voz e dados (tablet), cuja especificação consta do Anexo J, deve ser adquirido pela CONTRATADA,

a qual será responsável por todos os custos relativos a assinatura do plano GPRS/3G de tráfego ilimitado Internet 250MB. Também
será de responsabilidade da CONTRATADA todos os custos relativos a ligações locais e de longa distância e acessos à Internet, assim
como pela reparação, substituição, operação e manutenção do equipamento e seus acessórios.
(9) Contabilizado o fornecimento de quatro pares de luvas durante o ano, por empregado.
(10) Contabilizado o fornecimento de um protetor solar ao mês, por empregado.
(11) Contabilizado o fornecimento de quatro vestimentas de brim 100% algodão durante o ano, para cada.
(12) Contabilizado o fornecimento de quatro vestimentas antichama durante o ano, para cada.
(13) Contabilizado o fornecimento de quatro camisetas de uso geral manga longa durante o ano, por empregado.
(14) Contabilizado o fornecimento de três pares de meia bota ou coturno de couro com solado isolado durante o ano, por empregado.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 72
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO I - PLANO DE MANUTENÇÃO DO EQUIPAMENTO GUINDAUTO

PLANO DE MANUTENÇÃO DO EQUIPAMENTO GUINDAUTO

Empreiteira: _________________________________________
Nº Série do Equipamento: _________________________
Fabricante do Equipamento: ___________________________________
Data da manutenção: ____/____/________

Item Ação
Óleo hidráulico trocar
Filtro de sucção trocar
Filtro de retorno trocar
Bujão magnético limpar
Soldas e articulações (cilindros, lanças, giro, base, etc.) verificar
Fixação do equipamento ao chassi reapertar
Suporte e fixação do cesto verificar
Estanqueidade do circuito hidráulico verificar
Comandos e válvulas em geral verificar
Sistema elétrico verificar
Lanças hidráulicas e manuais (calços) verificar
Tomada de força e bomba hidráulica verificar
Estado das mangueiras, tubulações e terminais verificar
Pintura em geral do equipamento (pontos de oxidação e trincas) verificar
Folgas nos componentes do equipamento verificar
Cilindros hidráulicos em geral verificar
Cabos de aço verificar
Alavancas de comando verificar
Malhal verificar
Engates para ferramentas verificar
Adesivos e gráfico de carga verificar
Gancho de carga lubrificar
Graxeiras, buchas e articulações lubrificar
Articulação da tomada de força lubrificar
Intervalos das lanças (inclusive as sapatas) lubrificar
Engrenagens da coluna de giro do equipamento lubrificar
Articulação do comando hidráulico lubrificar/regular
Pressão do sistema hidráulico regular
Sistema de aceleração regular
Respiro do reservatório hidráulico limpar
Pinos, buchas e contra-pinos revisar

carimbo ou identificação da oficina


responsável pela manutenção

representante da empreiteira:
CPF:

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 73
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO J - ESPECIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTO DE COMUNICAÇÃO DE VOZ E DADOS (TABLET)


Tecnologia
• GPRS disponível
• 4G disponível- Tri Band (B28 700 MHz/B3 1800 MHz/B7 2600 MHz)
• 3G disponível- Tri Band (850/1900/2100 Mhz)
• EDGE disponível
• Android 7.0 até 8.1 (para versões superiores, efetuar consulta antes da compra)
• Navegador da internet WML / WMLScript (V), WSP Stack (X) ou HTML ADOBE FLASH
• Java disponível
• Processador mínimo (conjunto dos núcleos): 8GHz
• Memória RAM mínima: 3GB

Display
• TFT, PLS LCD ou Super Amoled HD
• Resolução da Tela: 1024 x 600 ou 1280 x 800
• Tamanho da Tela: 7”
• Quantidade de cores: 16M

Conectividade:
• Bluetooth integrado

• USB disponível
• Navegador da internet disponível
• WiFi (801.11 a / b / g / n)
• GPS disponível

Funções de Ligação
• Viva-voz disponível
• Identificador de chamada disponível
• Conferência disponível
• Chamadas efetuadas / não atendidas / recebidas

Interface com o usuário


• Teclado Qwerty Virtual disponível

Memória
• 32GB de memória interna
• Suporte para memória externa (micro SD)
▪ Cartão de memória micro SD com capacidade para 32 Gb ou superior

Bateria
▪ 3600mAh ou superior

Câmera
• Câmera até no mínimo de 8.0 megapixels
• Foco automático disponível
• Modos de disparo disponível
• Efeitos para foto disponível

Mensagem
• SMS disponível
• MMS disponível

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 74
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

• Entrada de Texto Pré-editado T9 disponível


• E-mail disponível

Informações adicionais
• Touch Screen

Cada equipamento deverá possuir no mínimo:


• Carregador de bateria de parede bivolt ou com tensão automática 100-240V.
• Carregador de bateria veicular com tensão de entrada de 12-24V, tensão de saída de 5V +- 5% e corrente
Max de 2100 mA.
• Fone de ouvido
• Cabo USB
• Case de proteção
• Bolsa para acomodação do tablet
• Suporte veicular com ventosa (recomendável)
• Licença da Plataforma TotalCross (totally cross-platform) disponível.

Órgão Emissor: SEE/DERG


Título Módulo Folha
MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS - MIT 30 02 75
TÍTULO: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia da Distribuição Versão Data
08 16.06.2020
MÓDULO: Avaliação Técnica de Empreiteiras

ANEXO K – ESPECIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO DE GUINDAR PARA ELEVAÇÃO DE PESSOAS E


REALIZAÇÃO DE TRABALHO EM ALTURA, ATENDENDO AO ANEXO XII DA NR-12

O cesto acoplado deve atender aos requisitos da NR-12 e conter:


• Sistema mecânico e/ou hidráulico, ativo e automático, que promova permita o nivelamento do cesto, evite
seu basculamento e assegure que o nível do cesto não oscile além de 5° em relação ao plano horizontal
durante os movimentos do braço móvel ao qual o cesto está acoplado;

• O cesto deve possuir isolação própria para até 1000V e ser equipado com cuba isolante (liner), garantido
assim o grau de isolamento adequado, e devem ser adotadas outras medidas de proteção coletivas para a
prevenção do risco de choque elétrico, nos termos da NR-10;

• O cesto deve ser submetido a inspeções e ensaios previstos na norma NBR 16092/2012 - Cestas aéreas /
Especificações e ensaios.
o Ensaio Periódico ( validade até 12 meses )
▪ Apresentar LAUDO de manutenção do cesto acoplado para elevação de pessoas.

▪ Apresentar LAUDO de ensaio elétrico da Caçamba Isolante e Cuba Isolante (liner).

• O cesto deve ser dimensionado para suportar e acomodar o operador e as ferramentas indispensáveis para
realização do serviço e atender às dimensões contidas no Anexo "C" da norma NBR 16092/2012.

• As demais especificações e controles do Equipamento de Guindar e Cesto Acoplado estão descritas no


anexo do MIT 161004 - Cesto Acoplado para Guindauto.

• O equipamento de guindar que receber cesto acoplado para elevação de pessoas deve ser submetido a
ensaios e inspeções periódicas de forma a garantir seu bom funcionamento e sua integridade estrutural.
o Ensaio Periódico ( validade até 12 meses )
▪ Apresentar LAUDO de manutenção do equipamento, conforme NBR 14.768/2015 –
Guindaste articulado hidráulico – requisitos.

Observação: Os LAUDOS de manutenção deverão ser acompanhados de ART, emitida por engenheiro
mecânico.

Órgão Emissor: SEE/DERG

Você também pode gostar