Você está na página 1de 13

CEI

CEI/EMEI PROFª MARIA ONICIE DIAS PEREIRA

TURMA: 2 Fase A Professora: Sandra Silva G.Oliveira

MÓDULO 6

REMOTO 1
SEMANA 21 DE JUNHO A 09 DE JULHO
MAR – MEDIDAS

NOME:
Planejamento 2021 – 2ª Fase

Escola: ___________________________________________
Nome:_____________________________________________
Professora:________________________________________

ATIVIDADE REMOTA 1

1 - HISTÓRIA: GABRIEL TEM 99 CENTÍMETROS.

Experiências: (EI03ET01) Estabelecer relações de comparação entre objetos,


observando suas propriedades.

Orientação: O adulto deve fazer a leitura ao


lado da criança e apontando o dedo para
cada trecho lido. Conversar com a criança
sobre o texto. O adulto pode ajudar a criança
a fazer essas comparações: Você é grande
ou pequeno comparado a mamãe ou “Sua
mão é grande ou pequena comparada com a
da mamãe ou responsável”,etc.

EU ME CHAMO GABRIEL E, HOJE DE


MANHÃ MINHA MÃE TIROU MINHA
MEDIDA.
AGORA EU TENHO 99 CENTÍMETROS.
MINHA MÃE É MUITO MAIOR QUE EU, ELA TEM 76 CENTÍMETROS A
MAIS.
O NARIZ DELA É MAIOR QUE O MEU E AS MÃOS DELA TAMBÉM.
AS PERNAS E OS BRAÇOS SÃO BEM MAIS LONGOS. É QUE ELA JÁ É
ADULTA.
SER ADULTO SIGNIFICA QUE A PESSOA NÃO VAI MAIS CRESCER.
SÓ OS CABELOS E AS UNHAS DAS MÃOS E DOS PÉS CONTINUARÃO
CRESCENDO.
(...)
Annette Huber. Gabriel tem 99 centímetros. Saber e ler, p. 1 a 5.
A criança apreciou a A criança apreciou a A criança não demonstrou
leitura e fez boas leitura mas não refletiu interesse pela leitura.
reflexões sobre o tema. sobre a temática do texto
2 - VAMOS PESCAR?

Experiência: (EI03ET11A) Resolver problemas cotidianos fazendo uso de cálculos


mentais.

Orientação: O adulto deve ler o enunciado e incentivar a criança a resolver o problema


desenhando.

JULIANO PESCOU 6 PEIXES PEQUENOS E 4 PEIXES GRANDES.


DESENHE A QUANTIDADE DE PEIXES QUE JULIANO PESCOU:

PINTE O QUADRINHO QUE REPRESENTA O NÚMERO DE PEIXES


QUE JULIANO PESCOU?

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

A criança desenhou a A criança se perdeu na A criança desenhou peixes


quantidade correta de contagem e precisou de sem se preocupar com a
peixes. ajuda para organizar o quantidade solicitada.
pensamento.
A criança reconheceu o A criança pintou outro
número 10 na reta numérica. número.
3 – EXPLORANDO AS MEDIDAS

Experiências: (EI03ET02) Observar e descrever mudanças em diferentes materiais,


resultantes de ações sobre eles, em experimentos envolvendo fenômenos naturais e
artificiais.

Orientação: O adulto deve medir a criança com palmos.


Deve explicar que a medida do palmo vai da ponta do
polegar até a ponta do dedo mínimo com a mão bem
aberta. A criança deve deitar no chão para ser medida.
Marcar o tamanho dela dos pés a cabeça no chão com um
lápis. O adulto faz a medida em palmos com base nos
riscos do chão e depois é a vez da criança. Como as
medidas ficarão bem diferentes instigue a criança a
investigar o motivo.

Depois de chegarem a conclusão na diferença de tamanho das mãos escolham um


material para medir de forma justa,, por exemplo: Quantos lápis você mede? Somente
depois desse processo o adulto deve convidar a criança para explorar materiais
convencionais de medida: Fita métrica, trena ou régua.
Escolha um objeto para medir e permita que a criança faça suas tentativas. Não
precisam ser corretas, é apenas uma exploração. Meçam objetos da casa.

A criança percebeu A criança não levantou A criança participou


que a diferença de hipóteses e o adulto teve mas não percebeu
tamanho das mãos que dar dicas para ela as interferências nas
pode interferir na concluir o motivo das diferenças de
exatidão da medida diferenças. tamanho dos palmos.
A criança ficou A criança ficou motivada A criança não
motivada a medir em explorar os objetos demonstrou
os objetos e mas, não fez tentativas interesse em
explorar os de medição. explorar os objetos
4– materiais.

VAMOS CHEGAR NO NOSSO BARCO


Experiências: (EI03ET07) Relacionar números às suas respectivas quantidades e
identificar o antes, o depois e o entre em uma sequência.

Orientação: O adulto deve ler o problema para a criança e esperar que ela
responda olhando a figura. Se ela não chegar a uma conclusão sobre
passos curtos e largos, façam uma dramatização. A criança será o
Guilherme e dará os seis passos. Deve ficar parada no lugar. O adulto será
a Roberta e dará passos curtos chegando ao lado dela com dez passos e
novamente faça a pergunta

ROBERTA E GUILHERME PERCORRERAM O MESMO CAMINHO ATÉ


CHEGAR NO BARCO, POREM GUILHERME DEU SEIS PASSOS PARA
CHEGAR AO FIM DO CAMINHO E ROBERTA PRECISOU DAR DEZ
PASSO. POR QUE ISSO ACONTECEU?

A criança conseguiu O adulto teve que A criança não soube


compreender as dramatizar com a explicar a diferença.
diferentes passadas criança a situação para
apenas olhando a ela perceber a diferença
imagem entre as passadas

5 - OBSERVE AS FIGURAS E MONTE SEU BARCO


Orientação: Recorte as figuras geométricas abaixo. Pergunte para a criança o nome e a
cor de cada figura, peça para observar o desenho do barco, montar e colar conforme o
modelo.
Experiência: (EI03ET05) Classificar objetos e figuras de acordo com suas semelhanças e
diferenças, identificando suas formas e características, em situações de Brincadeira, observação e
exploração.

A criança conseguiu O adulto precisou dar A criança apresentou


montar o desenho, dicas para a criança dificuldade, pois não
identificando suas montar o desenho. reconheceu as figuras.
formas e características.

CEI/EMEI PROFª MARIA ONICIE DIAS PEREIRA


TURMA: 2 Fase A Professora: Sandra Silva G. Oliveira

MÓDULO 6

REMOTA 2

SEMANA 21 DE JUNHO A 09 DE JULHO

MAR

NOME:

Planejamento 2021 – 2ª Fase


Escola: ___________________________________________
Nome:_____________________________________________
Professora:________________________________________

ATIVIDADE REMOTA 2
1 - NO DIA NOVE DE JULHO É FERIADO NACIONAL REVOLUÇÃO
CONSTITUCIONALISTA. PINTE ESSE DIA E ESCREVA QUAL DIA DA SEMANA.

Experiência: (EI03ET07E) Identificar e usar os números nas diferentes práticas sociais em que
se encontram;
(EI03EF06C) Presenciar situações significativas de leitura e escrita;

Orientação: O adulto deve ler todos os dias da semana para a criança, mas não
deverá mostrar onde está o dia onze. Caso a criança não saiba, incentive-a a contar a
partir do um. Peça para a criança escrever o dia da semana no retângulo abaixo.

A criança localizou a data com Localizou apenas depois de contar A criança não localizou o número
autonomia. de um a até o nove. nove.
A criança escreveu o dia da O adulto precisou mostrar à criança A criança não conseguiu escrever
semana com autonomia. o dia da semana para ela registrar. o dia da semana.

2 – BRINCADEIRA TERRA / MAR


Experiência: (EI03EF07) Levantar hipóteses sobre gêneros textuais veiculados
em portadores conhecidos, recorrendo a estratégias de observação gráfica e/ou
de leitura.

Orientações: No vídeo a seguir vamos aprender a brincadeira Africana Terra / Mar que
foi adaptada para o nosso país Brasil. Link sugerido https://www.youtube.com/watch?
v=5aVoVijJNI4&t=22s

A criança conseguiu realizar A criança precisou de A criança teve dificuldade


a brincadeira com auxílio para realizar as ou não quis brincar.
autonomia. brincadeira.

3 - TRILHA DAS BRINCADEIRAS


Experiência: (EI03ET07) Relacionar números às suas respectivas quantidades e
identificar o antes, o depois e o entre em uma sequência, utilizando a linguagem
matemática para construir relações, realizar descobertas e enriquecer a
comunicação em situações de brincadeiras e interações.
(EI03EO08B) Fazer escolhas e vivenciar perda e ganhos lidando com a frustração

Orientação: O adulto poderá colar tabuleiro em papel mais firme. O jogo de trilha
precisa de no mínimo 2 jogadores, quem chegar primeiro ganha! Siga as orientações.
Para saber quem inicia o jogo, lance o dado, quem tirar o maior número começa. Para
jogar, utilize objetos pequenos para representar os pinos e um dado. Para quem não tem
o dado, recorte, monte e cole esse modelo abaixo! Boa sorte!

A criança conseguiu contar A criança precisou de A criança teve dificuldade


as casas sozinha durante o auxílio para contar durante ou não quis jogar a trilha
jogo. o jogo.
4 – QUEBRA-CABEÇA DO MAR

Experiência: (EI03CG05) Coordenar suas habilidades manuais no atendimento adequado a


seus interesses e necessidades em situações diversas.
(EI03CG05B) Vivenciar situações de brincadeiras de montar quebra- cabeças, construir com
legos, lig-lig, toquinhos e sucatas para favorecer movimentos de pinça, encaixe, preensão e
lançamento;
Orientação: Para iniciar a atividade, o adulto com antecedência poderá colar a figura
em um papel mais duro. Deixar a criança recortar a figura, utilizando uma tesoura sem
ponta. Pedir para a criança montar o quebra-cabeça e colar com autonomia no quadro
abaixo.

MONTAR O QUEBRA-CABEÇA