Você está na página 1de 6

Recordar o sistema circulatório humano:

Sangue arterial- rico em O2, lado esquerdo (onde o


miocárdio é maior), tem de enviar o sangue para o corpo
coração vasos sanguíneos todo.
Bombear o sangue para estrutura onde circula o sangue Sangue venoso-rico em CO2, lado direito, este sague vai
todas as partes do corpo (artérias,veias,capilares)
para os pulmões
Função: O sistema circulatório humano assegura o Separados pelo septo cardíaco, para não se misturarem
transporte de substâncias necessárias às células de todo o
organismo, assim como remove dos tecidos as que são
Coração
rejeitadas pelas células.
Músculo cardíaco-miocárdio
Tipos de vasos sanguíneos
Tem 4 cavidades – 2 aurículas e 2 ventrículos – separadas
Artérias- Possuem paredes espessas e elásticas para
por válvulas auriculoventriculares. Possui ainda válvulas
resistirem á pressão sanguínea. Ramificam-se em vasos de
sigmoides na entrada das artérias.
menor calibre, as arteríolas. Transportam o sangue do
As duas aurículas superiores possuem paredes mais finas e
coração para os diferentes órgãos e tecidos.
funcionam como reservatórios para o sangue; Os dois
Veias- Possuem paredes mais finas e menos elásticas do
ventrículos possuem paredes mais espessas que
que as artérias onde circula sangue com menor pressão.
impulsionam o sangue para todo o corpo.
Nas suas paredes encontram-se válvulas que impedem que
o sangue retroceda. Ramificam-se em vasos de menor
calibre, as vénulas.
Capilares sanguíneos- são vasos de pequeno diâmetro, as

paredes são muito finas e permeáveis, para facilitar as trocas


de moléculas com as células dos diferentes tecidos/órgãos.
Estabelecem a ligação entre as arteríolas e as vénulas, são
constituídos por uma única camada de células-endotélio.
Capilares sanguíneos- são vasos de pequeno diâmetro, as

paredes são muito finas e permeáveis, para facilitar as trocas


de moléculas com as células dos diferentes tecidos/órgãos.
Estabelecem a ligação entre as arteríolas e as vénulas, são -O sangue chega ao coração por veias e sai por artérias

constituídos por uma única camada de células-endotélio.

Ciclo cardíaco
-O sangue, proveniente do coração, circula em artérias que Consiste numa sequência de fenómenos que ocorrem no
se ramificam em arteríolas e estas em capilares sanguíneos, coração aquando do batimento cardíaco e engloba 3 fases:
tornando possível a troca entre o sangue e as células. Diástole geral, sístole auricular, sístole ventricular
-O sangue que se dirige para o coração, passa dos capilares
sanguíneos para as vénulas e é recolhido nas veias até
chegar ao coração
Circulação pulmonar: leva o sangue do coração para
os pulmões

-Esta circulação inicia-se quando o sangue venoso sai do


ventrículo direito pela artéria pulmonar em direção aos
pulmões. A artéria pulmonar ramifica-se e segue cada uma
para um pulmão. Nesse órgão elas se ramificam em artérias
de pequeno calibre até os capilares que envolvem os
alvéolos pulmonares. Nos alvéolos, ocorrem as trocas
Constituintes do sangue
gasosas (hematose), que se caracterizam pela passagem do
Sangue- O sangue é formado por um líquido (plasma)
dióxido de carbono do sangue para o interior dos alvéolos e
no qual circulam os elementos figurados: hemácias,
do oxigênio presente nos alvéolos para o interior do capilar.
leucócitos e plaquetas sanguíneas. Função: Transporte de
Após o processo de hematose, o sangue segue pelas
substâncias necessárias ao metabolismo (como nutrientes,
vênulas e, posteriormente, para as veias pulmonares. Essas
oxigénio e hormonas) e de produtos de excreção (como
veias são responsáveis por levar o sangue novamente para
dióxido de carbono e ureia), regulação da temperatura
o coração. O sangue chega a esse órgão pela aurícula
corporal, Imunidade, ou seja, defesa do organismo,
esquerda.
coagulação sanguínea, em caso de hemorragia.

Circulação sistémica: o sangue é levado do coração


Plasma sanguíneo-É um fluído de cor amarelada,
para os tecidos e, depois, é levado novamente para o
coração. composto principalmente por água, sais minerais e
substâncias orgânicas (como proteínas, lípidos, glícidos e
vitaminas). . O plasma transporta as células sanguíneas,
nutrientes, resíduos do metabolismo (como a ureia e o
dióxido de carbono), hormonas e outros produtos.
- Esta circulação inicia-se quando o sangue sai do ventrículo
esquerdo pela artéria aorta. Dessa artéria, partem ramos Glóbulos vermelhos, hemácias ou eritrócitos-
que irrigam o corpo todo. Nos capilares sanguíneos, o São as células sanguíneas mais abundantes; têm forma de
sangue faz trocas gasosas com as células do tecido e torna- disco bicôncavo e não possuem núcleo. Apresentam cor
se rico em dióxido de carbono. vermelha devido à presença de uma proteína com ferro – a
Após as trocas gasosas, o sangue é coletado pelas vênulas hemoglobina – responsável pela função essencial das
que levam o sangue até as veias cavas superior e inferior. As hemácias: o transporte de oxigénio e de algum dióxido de
veias cavas levam o sangue para o coração, chegando na carbono.
aurícula direita.
Sangue arterial
Sangue venoso
Glóbulos brancos ou leucócitos-São células Linfa intersticial- é constituída por plasma e
incolores, com forma irregular, de maiores dimensões alguns glóbulos brancos que saem dos capilares
que os glóbulos vermelhos e as únicas células sanguíneos para o espaço entre as células). Não
sanguíneas com núcleo. Estas células desempenham
contém hemácias daí a coloração amarelada, nem
funções de defesa do organismo. Têm a capacidade
plaquetas sanguíneas. Este fluido faz a
de mudar de forma, o que lhes permite atravessar as
comunicação entre o sangue e as células,
paredes dos vasos sanguíneos.
fornecendo as substâncias necessárias à atividade

Plaquetas sanguíneas ou trombócitos-são celular e recolhendo os produtos de excreção.

fragmentos de células, sem núcleo, que intervêm no Assim, o líquido intersticial vai perdendo oxigénio

processo de coagulação do sangue em caso de e nutrientes e vai recebendo das células o dióxido

hemorragia e reparação dos vasos sanguíneos lesados. de carbono e as substâncias de excreção.

A composição do plasma difere da linfa intersticial


apenas pela presença de proteínas,

macromoléculas que muito dificilmente


atravessam as paredes dos capilares.

Parte da linfa intersticial é recolhida pelos


capilares sanguíneos na região mais próxima das

vénulas. Outra parte segue para uma rede de


capilares linfáticos, pelo que se designa linfa
Recordar sistema linfático:
circulante.
-Não possui um órgão propulsor
Os capilares linfáticos reúnem-se em vasos
- A circulação da linfa dentro dos vasos linfáticos
sucessivamente maiores e acabam por lançar a
deve-se principalmente à compressão provocada
linfa na veia cava superior, voltando o fluido ao
pelo movimento dos músculos.
sangue, de onde tinha provindo.
No interior dos vasos linfáticos existem válvulas

que impedem o retrocesso da linfa.


Assim, o movimento do corpo é essencial à

drenagem de fluidos do meio interno.


Os animais necessitam de efetuar trocas com o meio Deverá ser constituído por um fluído circulante
exterior, nomeadamente, de receber oxigénio e nutrientes e (sangue, linfa ou hemolinfa), um conjunto de vasos

eliminar dióxido de carbono e outros materiais decorrentes ou lacunas onde o fluído circule e um órgão

do processo metabólico. Assim, em todos os animais, as propulsor do sangue: coração.

células estão rodeadas por um fluído intersticial, com o


Animais mais simples
qual estabelecem as trocas materiais. À medida que os
Ex: esponjas, corais e hidras
animais se tornam mais complexos, os seus sistemas de
Todas as células estão relativamente próximas do meio
transporte tornam-se mais especializados.
externo e o intercâmbio de substâncias realiza-se por
difusão simples (não há sistema de transporte)
Tipos sistema circulatório:
Fechado, pois o sangue circula sempre e apenas Hidras- São formadas por apenas duas
dentro de vasos. camadas de células e estão em contacto direto

Duplo, pois o sangue realiza dois circuitos diferentes: com o meio o que permite que o oxigénio se

entre o coração e os pulmões (para realizar trocas difunda, de forma direta, da água para as
células. Os nutrientes difundem-se do interior
gasosas com o ar, passando a sangue arterial) e entre
da cavidade gastrovascular para as células e os
o coração e os restantes órgãos do corpo (passando
produtos de excreção, resultantes do
de arterial a venoso).
metabolismo celular são lançados diretamente
Completo, pois o sangue arterial nunca se mistura
para o meio
com o sangue venoso, assegurando assim uma
grande eficiência nas trocas gasosas com as células. Planárias-É um verme aquático, tem mais camadas
de células entre a cavidade gastrovascular e o meio
externo do que a hidra. Contudo, apresenta uma
Animais
cavidade gastrovascular mais ramificada, conseguindo,
Mais complexos: assim, assegurar as trocas de forma eficaz.
Mais simples:
Possuem órgãos especializados no
Não existe um sistema de
transporte de nutrientes e oxigénio e
transporte especializado
na excreção de substâncias

Um sistema de transporte deverá:

-Garantir a rápida chegada de nutrientes e oxigénio às células


e eliminar dióxido de carbono e outros produtos resultantes
do metabolismo
-Assegurar a distribuição de calor metabólico no organismo, a
defesa do organismo contra substâncias estranhas e o
transporte de hormonas
Animais mais complexos Gafanhoto
Possuem um sistema de transporte especializado - A hemolinfa entra para o coração tubular através dos
-sistema circulatório ostíolos vindo dos seios ou lacunas preenchidas de
hemolinfa. Os ostíolos fecham o coração contrai e a

Tipos de sistemas de transporte hemolinfa é impulsionada para a aorta dorsal, passando


desta para as lacunas ou seios. O vaso dorsal relaxa, os

Sistema circulatório aberto ou lacunares ostíolos abrem e a hemolinfa entra para o coração tubular.

- O líquido circulante designa-se hemolinfa, deve-se ao


facto de não existir qualquer diferença entre o sangue e a
linfa, pois o sangue abandona os vasos e acumula-se em
lacunas no corpo (líquido que banha as células nos animais
com sistema circulatório fechado)
-A hemolinfa é bombeada por um coração tubular, ao
longo de vasos, até aos tecidos. Ao chegar aos tecidos, a
hemolinfa abandona os vasos e passa para um sistema de
Sistemas circulatórios fechados
cavidades, as lacunas, que no seu conjunto formam o
-O líquido circulante designa-se sangue e, em
hemocélio. (ex: artrópodes)
condições normais, nunca abandona os vasos
-Num sistema circulatório aberto o sangue flui muito mais
sanguíneos (ex: anelídeos)
lentamente do que num sistema de transporte fechado,
sendo este, portanto, muito menos eficiente na distribuição
-Vantagens dos sistemas circulatórios fechados:

de oxigénio e de nutrientes às células. Um sistema circulatório fechado permite maior rapidez

Como ocorre? nas trocas de moléculas entre o meio e as células. O

-No hemocélio, a hemolinfa entra em contacto com as sangue pode ser encaminhado de forma diferente

células, fornecendo-lhes nutrientes e recebendo para os órgãos do corpo, consoante as necessidades.

produtos de excreção. Como a hemolinfa abandona Os organismos que possuem estes sistemas podem ter

os vasos sanguíneos e contacta diretamente com as taxas metabólicas mais altas, ou seja, conseguem ter
mais energia disponível, pois o transporte é eficaz e as
células, este sistema designa-se sistema circulatório
aberto. células recebem rapidamente nutrientes e oxigénio.

- Após a irrigação dos tecidos, a hemolinfa entra


Como ocorre?
-Devido à contração do coração, o sangue é distribuído por todo
novamente no coração tubular, através dos ostíolos A
o organismo, no interior de vasos, cujo calibre vai diminuindo até
entrada da hemolinfa no coração ocorre devido à
serem tão finos que as suas paredes apresentam apenas uma
força de sucção que é gerada quando este órgão camada de células (capilares sanguíneos). Os capilares formam

relaxa. Seguidamente, os ostíolos fecham, o coração uma rede em cada um dos órgãos, de forma a atingirem todas as
células. As trocas realizam-se entre o sangue dos capilares e a linfa
contrai e a hemolinfa é, novamente, impulsionada ao
intersticial (linfa que envolve as células). O sangue fornece oxigénio
longo dos vasos
e nutrientes e recebe produtos resultantes do metabolismo celular.
- É pelo sistema circulatório fechado que animais mais Peixes
complexos com taxas metabólicas mais elevadas, há -O coração dos peixes possui apenas uma aurícula e um
necessidade de fornecer, com maior rapidez, oxigénio e ventrículo e é atravessado somente por sangue venoso.
nutrientes e, por outro lado, remover os produtos tóxicos - O sangue venoso, proveniente dos diferentes órgãos,
resultantes do metabolismo entra na aurícula através do seio venoso. A contração da
aurícula impele o sangue para o ventrículo. A contração do
Minhoca ventrículo impulsiona o sangue para o cone arterial e depois
-Existem dois vasos principal: um vaso dorsal e um vaso para as brânquias
ventral, estando estes vasos unidos por uma rede de vasos - Nas brânquias efetuam-se trocas gasosas (hematose
laterais que se ramificam constituindo uma rede de branquial), o sangue é recolhido na artéria aorta onde se
capilares. Destacam-se ainda cinco corações laterais ou ramifica em arteríolas e depois em capilares conduzindo o
arcos aórticos situados na parte anterior do animal. sangue ao corpo todo.
-O sangue circula no vaso dorsal que funcionando como
um coração impulsiona o sangue para os arcos aórticos Nos tecidos dos diferentes órgãos, o sangue circula numa
conduzindo-o para o vaso ventral e seguidamente para a rede de capilares, que permitem a libertação de oxigénio e
rede de capilares de nutrientes e a recolha de dióxido de carbono e de outros
produtos metabólicos. A rede de capilares reúne-se em
vénulas e em veias, regressando ao coração.

A passagem de sangue pela rede de capilares


branquiais conduz a uma diminuição da pressão
sanguínea. Assim, nos peixes, o sangue atinge a
artéria aorta com uma baixa pressão, diminuindo
a eficácia de oxigenação nos restantes tecidos

Tipos de circulação

Simples Dupla

Completa incompleta

Circulação simples
- Num circuito completo, o sangue passa apenas uma vez
pelo coração

Você também pode gostar