Você está na página 1de 10

Escola Estadual de Ensino Médio Integral

Apolônio Bouret de Melo


Av. Bandeirantes nº 2529/Centro – Paranatinga-MT
Telefone: (66) 3573-1766 – (66) 9-9962-0312

SUSTENTABILIDADE EM FOCO
Energia e meio ambiente

1. IDENTIFICAÇÃO
Professor: Wellington Fava Roque
Professores Colaboradores:

Disciplina: Eletiva
Turma: 1º; 2º e 3º anos do ensino médio.
Tempo Estimado: Semestral

2. JUSTIFICATIVA

Os recursos naturais estão cada dia estão mais escassos no planeta terra por
causa da demanda de recursos energéticos requerido pela civilização. A
sustentabilidade está associada aos aspectos ambientais, econômicos, sociais
e culturais em uma sociedade mais humanizada., voltada ao desenvolvimento
econômico e material sem agredir o meio ambiente. Nos ideais sustentáveis, os
recursos naturais são utilizados de forma inteligente e consciente, para que
eles possam ser mantidos para as gerações futuras, pois um ambiente
ecologicamente equilibrado é um direito de todos.
Faz se há necessário estudar alternativas que visem conscientizar a
humanidade da necessidade de pensar em tecnologias mais eficientes e
economicamente possíveis para substituir essas fontes energéticas, tais como
o petróleo, gás natural, energia hídrica e a queima de carvão, buscando ideias
mais sustentáveis.
Para alcançarmos esse objetivo, precisamos relacionar os conhecimentos das
áreas de biologia, química, física, matemática, geografia, sociologia e filosofia.
Os conceitos dessas disciplinas serão aplicados dentro da eletiva para a
elaboração de protótipos e maquetes para produção de energia limpa, tão
quando aos estudos sociais sobre os hábitos humanos que acarretam na
destruição da natureza.
3. OBJETIVO GERAL

Compreender a influência do homem sobre a natura e as ações que devem ser


repensadas para a redução do desperdício de energia, bem como construir
protótipos pensados como alternativas energéticas viáveis a sociedade.

4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Desenvolver o sentido critico através dos estudos das interações


ecológica do homem com o meio ambiente;
 Aperfeiçoar os conhecimentos sobre ambiente e sociedade através dos
estudos aplicados sobre os serviços ambientais que água e a energia solar
prestam a sociedade;
 Ampliar a visão do mundo e das tecnologias conhecendo as diferentes
fontes de energia renováveis existente e suas aplicações na sociedade;
 Relacionar -se com a sociedade através da divulgação de dados e
conscientização sobre o racionamento de energia;
 Aguçar o raciocino logico e criativo através da construção de protótipos
para produção de biogás; gás hidrogénio e gerador de energia elétrica através
do vento e da força cinética.

5. COMPETÊNCIA E HABILIDADES

COMPETÊNCIA 3
Investigar situações-problema e avaliar aplicações do conhecimento científico e
tecnológico e suas implicações no mundo, utilizando procedimentos e
linguagens próprios das Ciências da Natureza, para propor soluções que
considerem demandas locais, regionais e/ou globais, e comunicar suas
descobertas e conclusões a públicos variados, em diversos contextos e por
meio de diferentes mídias e tecnologias digitais de informação e comunicação
(TDIC).
HABILIDADES
(EM13CNT301). Construir questões, elaborar hipóteses, previsões e
estimativas, empregar instrumentos de medição e representar e interpretar
modelos explicativos, dados e/ou resultados experimentais para construir,
avaliar e justificar conclusões no enfrentamento de situações-problema sob
uma perspectiva científica.
(EM13CNT302). Comunicar, para públicos variados, em diversos contextos,
resultados de análises, pesquisas e/ou experimentos, elaborando e/ou
interpretando textos, gráficos, tabelas, símbolos, códigos, sistemas de
classificação e equações, por meio de diferentes linguagens, mídias,
tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC), de modo a participar
e/ou promover debates em torno de temas científicos e/ou tecnológicos de
relevância sociocultural e ambiental.
(EM13CNT303). Interpretar textos de divulgação científica que tratem de
temáticas das Ciências da Natureza, disponíveis em diferentes mídias,
considerando a apresentação dos dados, tanto na forma de textos como em
equações, gráficos e/ou tabelas, a consistência dos argumentos e a coerência
das conclusões, visando construir estratégias de seleção de fontes confiáveis
de informações.
(EM13CNT308.1.MT). Investigar e analisar o funcionamento de equipamentos
elétricos e/ou eletrônicos e sistemas de automação para compreender as
tecnologias contemporâneas, inclusive nanotecnologia, e avaliar seus impactos
sociais, culturais e ambientais.
(EM13CNT309). Analisar questões socioambientais, políticas e econômicas
relativas à dependência do mundo atual em relação aos recursos não
renováveis e discutir a necessidade de introdução de alternativas e novas
tecnologias energéticas e de materiais, comparando diferentes tipos de
motores e processos de produção de novos materiais.
(EM13CNT309.1.MT). Elaborar inferências em relação às questões
socioambientais, políticas locais e à interdependência dos recursos não
renováveis, discutir alternativas, novas tecnologias energéticas e de materiais
no estado de Mato Grosso, comparando diferentes tipos de motores e
processos de produção de novos materiais.
6. METODOLOGIA

Aula expositiva e dialogada com auxílio das multimidias existentes com


atividades que partem do conhecimento prévio do aluno sobre as tecnologias
aplicáveis a produção de energias renováveis e sustentáveis e os
desequilíbrios ambientais causados pela utilização por certas fontes
energéticas.
Criar mesas redondas de debates sobre os mais diversos assuntos a serem
trabalhados, com base na leitura de resumos, artigos científicos e
documentários sobre meio ambiente.
Montar oficinais juntos aos alunos da disciplina para criar “núcleos” de
conscientização ambiental, como coleta seletiva, reutilização do lixo, orgânico
gerado na escola, artesanato com objetos achados no lixo.
Estudar leis ambientais brasileira aplicadas a geração de energia e
preservação da fauna, flora e criação de aterros sanitários para montar um
ponto de coleta de lixo eletrônico na escola.
Fazer uma abordagem histórica sobre o padrão de consumo da sociedade com
base na leitura e debate do livro: “A história das Coisas”.
Fazer a leitura do artigo cientifico As hidroelétricas e seus impactos
ambientais”, para construção de resumo científico, desenvolvido a partir de
uma aula a campo em um PCH (pequena central hidroelétrica), com objetivo de
analisar os impactos ambientais gerados.
Fazer aulas a campo em regiões com alta degradação ambiental provocado
pela construção de hidroelétricas, para elaboração de relatórios técnicos –
científicos que mensurem a degradação ambiental.
Fazer um estudo sobre a produção de resíduos sólidos no município de
Paranatinga-MT, para propor uma ideia de geração de energia no aterro
sanitário, com confecção de uma maquete e elaboração de resumo cientifico.
Construir um fogareiro alimentado com biogás gerado pelo biodigestor
desenvolvidos pelos alunos com matérias descartados e usar como fonte de
alimentação, lixo o orgânico descartado no latão de coleta seletiva da cozinha.
Construir um ponto de recarga de celulares na escola, alimentado pela geração
de energia eólica, com gerador construído pelos alunos.
Estudar e criar uma proposta eficiente e economicamente viável para produção
do gás hidrogênio.
Para construção de todos os protótipos, serão utilizados materiais recicláveis
coletados no lixo ou doados aos alunos da eletiva.

7. RECURSOS DIDÁTICOS

- Caderno de matérias destinado à disciplina de eletiva;


- Computador e celulares com câmeras fotográficas e GPS;
- Slides, datashow, televisão,
- Cartolinas, papel cartão, tesoura, fita métrica, barbantes, papelão;
- Uso de ônibus para transporte dos alunos.

8. AVALIAÇÃO

O processo de avaliação será contínuo, e todas as atividades de leitura,


produção escrita, apresentação de fotografia/documentário e trabalhos serão
avaliados, além das eventuais avaliações formais: pesquisas e produção de
resumos científicos e desenvolvimentos dos protótipos. Cooperação em grupos
e dedicação dos alunos aos trabalhos propostos.

9. RESULTADOS ESPERADOS

Por fim, espera – se que alunos consigam pensar de maneira crítica sobre a
dependência que a sociedade tem sobre os recursos naturais e possam tem
criatividade e ferramentas intelectuais para construção e exploração de
ferramentas energéticas e sustentáveis.

10. CULMINÂNCIA

Será feita através da apresentação dos resumos e dos protótipos


desenvolvidos em eventos científicos ou na feira da escoa.
10. CRONOGRAMA

Data Tema Da Aula Atividade Externa


Apresentação da eletiva para os alunos
participantes;
28/02 Apresentação do curta metragem:
Sustentabilidade social
Mesa de debate: - O que Sustentabilidade?
Leitura do texto reflexivo sobre a geração de
energias renováveis e não renováveis e os
06/03 custos ambientais que cada uma tem.
Mesa redonda: As hidroelétricas geram energia
limpa?
Aula expositiva sobre os fundamentos de
ecologia e meio ambiente e geração de
13/03
resíduos.
Atividade prática e estudos aplicados ao tema.
Saída externa para conhecer o
aterro sanitário da cidade a ampliar
20/03 os debates sobre os cuidados da
gestão pública com o descarte dos
resíduos.
Construção de relatório cientifico sobre os
27/03 aspectos ambientais levantados no aterro
sanitário da cidade.
Planejamento do projeto de coleta seletiva na
03/04 escola e ponto de descarte para o lixo
eletrônico.
Palestra com responsável público pela gestão
17/04
ambiental e manejo de resido na cidade.
Feira de divulgação e implantação do projeto
24/03
de coleta seletiva na escola.
Aula expositiva sobre o funcionamento das
hidroelétricas e os impactos ambientais gerados
08/05 por ela
Estudo e debate do artigo cientifico: As
hidroelétricas e seus impactos ambientais.
Visita a uma pequena PCH
próximo à cidade de Prima Vera
dos Leste para conhecer seu
15/05 funcionamento e fazer o
levantamento dos impactos
ambientais gerados na área de
alagamento.
Construção de relatório técnico- cientifico para
22/05 relatar os impactos ambientais gerados pelo
estabelecimento visitado.
Aula expositiva ministrada pelos alunos sobre
29/05 as fontes de geração de energia sustentáveis
existentes no mundo.
Elaboração do pré-projeto das maquetes do
05/06 biodigestor, gerador de energia eólica e gerador
de gás hidrogênio.
Saída da escola para coletar os
12/06 Construção dos protótipos materiais necessários e faltantes
para a construção dos protótipos.
19/06 Construção dos protótipos

26/06 Organização da culminância.

03/07 Culminância

10/07 Confraternização da turma da eletiva

11. MATÉRIAS A SEREM UTILIZADOS E CUSTOS

LISTA DE MATERIAIS DIDÁTICOS


Item Quantidade Valor
Notebook 1 R$ 2500,00
Data – Show 1 R$ 1800,00
Cartolinas 50 R$ 75,00
Resma de papel A4 2 R$ 60,00
Máquina fotográfica 2 R$ 750,00
Impressão de fotografias em tamanhos diversos 80 R$ 650,0
TNT Verde 20 metros R$ 40,00
Transporte para alunos dentro da cidade (3 - R$ 1500,00
viagens)
Transporte para alunos outros municípios - R$ 4500,00
(Chapada dos Guimarães)
Hospedagem para alunos fora do município 25 R$ 2500,00
Alimentação para alunos em viagem 25 R$ 500,00
Sub total 14875,00

LISTA DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO DO BIODIGESTOR


Item Quantidade Valor
Bombona de 100 L 1 R$ 100,00
Tubulação de unção PVC esgoto 75 mm 1 R$ 7,00
Cap PVC esgoto 75 mm 2 R$ 20,00
Tubulação joelho PVC 32 mm 2 R$ 4,50
Tubulação joelho PVC 25 mm 1 R$ 2,50
Tubulação em T 90º Soldável 32 mm 1 R$ 3,00
Cap soldável 32 mm 1 R$ 5,00
Registro esfera PVC 32 mm 1 R$ 12,00
Adaptador soldável rosca 32 mm 1 R$ 3,50
Flange PVC 32 mm 2 R$ 12,00
Registro gás alta pressão 1/8 1 R$ 35,00
Tubulação flange PVC 25mm 1 R$ 7,00
Mangueira 1/8 2 metros R$ 22,00
Câmara de ar de pneu de trator 1 R$ 250,00
Resina acrílica 500 gramas R$ 15,00
Fita veda rosca 1 R$ 4,50
Fita crepe 2 R$ 8,00
Sub total R$ 518,00

LISTA DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO DO GERADOR DE ENERGIA


EÓLICA
Item Quantidade Valor
Tubo PVC egoto100 mm 1 barra R$ 18,00
Motor de liquidificador ventilador usado 1 R$ 50,00
Tubo PVC 25 mm 1 barra R$ 12,00
Fio de cobre 1,5 mm 5 metros R$ 20,00
Bateria de moto 1 R$ 90,00
Cola para tudo PVC 1 R$ 7,50
Resina acrílica durepox 3 R$ 30,00
Mini transformador de tensão 1 R$ 50,00
Sub total R$ 277,50

LISTA DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO DO GERADOR HIDROGÊNIO


Item Quantidade Valor
Balde PVC 10 L 1 R$ 20,00
Placa de cobre 4 mm (2,5x15 cm) 2 R$ 22,00
Garras tipo jacaré 2 R$ 12,00
Fio de cobre 2,5 mm 3 metros R$ 20,00
Máquina para solda eletrônica 1 R$ 20,00
Eletrodo para solda eletrônica 1 rolo R$ 30,00
Solda caustica 1 kg R$ 20,00
Mangueira cristal 2 metros R$ 5,00
Registro 1/8 1 R$ 35,00
Sub total R$ 184,00

TOTAL GERAL: R$ 15554,5


12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICA

ANNIE, L. A História Das Coisas - da Natureza Ao Lixo, o Que Acontece


Com Tudo Que Consumimos. ed. Zahar, p. 304, ano 2011.

BIODIGESTION OF KITCHEN WASTE. A comparative evaluation ofmesophilic


and thermophilic biodigestion for the stabilisation of kitchen waste.Disponível
em www.southampton.ac.uk/~sunrise/Biodigestion%20final%20report.pdf.

COLDEBELLA, Anderson; SOUZA, Samuel N. M.; FERRI, Priscila;KOLLING,


Evandro M. Viabilidade da geração de energia elétrica atravésde um motor
gerador utilizando biogás da suinocultura. Informe Gepec, v.12, n. 2,
Jul./Dez. 2008

Como construí uma gerados de energia eólica: disponível em:


https://www.portal-energia.com/aerogerador-de-1000w/

HINRICHS, R..A. Energia e Meio Ambiente. Ed.3, ano 203

 Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)


– disponível em: https://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-
solidos/politica-nacional-de-residuos-solidos

MEC, Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares Nacionais


(PCN’S), 1997.

POMPERMAYER, Raquel de S.; JÚNIOR, Durval R. de P. Estimativa


dopotencial brasileiro de produção de biogás através da biodigestão
davinhaça e comparação com outros energéticos. An. 3. Enc. Energ. Meio
Rural2003
POPPER, K. A lógica da investigação científica. São Paulo: Abril Cultural,
1974.

SOARES, J. Construção de biodigestores didáticos e estudo da


biodigestãode co-produtos do biodiesel. Disponível em
www.enerbio.ind.br/wp content/uploads/2011/05/Construcao-de-Biodigestores-
Didaticos.pdf.
TEIXEIRA, V. H. Biogás. 1. Ed. Minas Gerais: Universidade Federal de
Lavras,2005. 93 f.

wiljorge@furnas.com.br – Willian APM Manso

Você também pode gostar