Você está na página 1de 5

IRRF/RJ FISPQ Código: ESCQ023

Titulo: CLORO CLORAL DESINFETANTE DE


USO GERAL Página: 01 de 05

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA.

 Nome do produto: CLORO CLORAL DESINFETANTE DE USO GERAL.


 Código interno de identificação do produto: 357, 368, 369.
 Nome da empresa: Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte S/A
 Endereço: Rua Iramaia, 74 – Parada de Lucas, RJ.
 Telefone da empresa: (21) 2485-2030.
 E-mail: laboratoriorio@rfonte.com.br.
 Fax: (21) 2485-2030.
 Telefone de emergência Ceatox: 2290-3344 e 2573-3244.
 Serviço de Atendimento ao Consumidor: 2485-2030.

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES.

 Composição: HIPOCLORITO DE SÓDIO E ÁGUA.


 Componente ativo: NaOCl – Hipoclorito de Sódio.
 Nome Químico comum ou nome genérico: alvejante a base de cloro.

3. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS.

 Perigos mais importantes: Irritações a pele, aos olhos e as vias respiratórias.


- Efeitos do produto adversos à saúde humana:
 Olhos: Pode causar queimaduras graves e possíveis perda de visão.
 Pele: Pode causar irritações ou até mesmo queimaduras.
 Ingestão: Pode causar queimaduras às mucosas da boca, esôfago e
estômago.
 Inalação: Pode causar irritação da via respiratória superior.
 Efeitos ambientais: O produto é um forte agente oxidante.
 Perigos físicos e químicos: Risco de decomposição quando em contato com
metais pesados, agentes redutores, ácidos fortes e substâncias incompatíveis.
 Perigos específicos: Por ser agente oxidante, reage com produtos orgânicos,
 Podendo liberar oxigênio e contribuir na combustão de materiais inflamáveis. É
incompatível com amônia.

4. PRIMEIROS SOCORROS.

 Recomendação geral: Não dê nada por via oral a uma pessoa inconsciente.
 Inalação: Remova as pessoas afetadas para um local com ar fresco.
 Contato com a pele: Lavar imediatamente com água em abundância, removendo as
roupas sujas ou embebidas. Caso haja irritação da pele, não deixar de consultar um
médico.
 Contato com os olhos: Lavar com água corrente por pelo menos 15 minutos. Consultar
um oftalmologista se persistir a irritação ou ocorrer queimaduras.
 Ingestão: Beber água em abundância para diluir o conteúdo no estômago. Não induzir
ao vômito. Em seguida procurar o médico, levando a embalagem ou o rótulo
do produto. Não dê nada por via oral a uma pessoa inconsciente.
IRRF/RJ FISPQ Código: ESCQ023

Titulo: CLORO CLORAL DESINFETANTE DE


USO GERAL Página: 02 de 05

5. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO.

 Meios de extinção apropriados: Fogo envolvendo este produto é improvável, mas


caso ocorra, pode-se utilizar água pulverizada, pó químico seco ou dióxido de carbono
(CO2).
 Perigos específicos: Contato com ácidos pode gerar reações violentas com produção
de gases de Cloro.

6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTO.

 Precauções pessoais.
- Remoção de fontes de ignição: Não aplicável.
- Controle de poeira: Não aplicável.
- Prevenção da inalação e do contato com a pele, mucosa e olhos: Afastar as
pessoas e mantê-las numa direção contrária ao vento com relação ao derrame.
assegurar ventilação adequada.
 Precauções ao meio ambiente: Não são necessárias medidas de proteção ambiental
especiais.
 Métodos para limpeza: Conter o vazamento e recolher o produto, quando possível, em
recipiente de PVC ou polietileno para posterior descarte. Caso seja possível, absorver o
produto com substâncias inertes como areia ou talco. Em caso de derrame, recomenda-
se diluí-la com água em abundância.

7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO.

 Manuseio: Evitar o contato direto com o produto antes de diluí-lo.


Não reutilizar o vasilhame para outros fins.
Não usar em recipientes e objetos metálicos.
Lavar os objetos e utensílios utilizados como medida antes de reutiliza-los.

 Armazenamento:
- Exigências para áreas de estocagem e recipientes:
Mantenha o produto no frasco original.
Para manter a qualidade do produto, manter o frasco protegido do sol e do calor.
Estocar em local seco e fresco.
- Recomendações para estocagem conjunta:
Não misturar com produtos à base de amônia.
- Outras informações:
Incompatível com ácido, produtos orgânicos, agentes redutores (amônia, éter,
etc) e metais pesados (Níquel, Cobalto, Cobre e Ferro).

8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO/PROTEÇÃO INDIVIDUAL.

 Medidas de planejamento: Nenhuma.


 Proteção individual:
- Proteção respiratória: Não aplicável.
- Proteção para as mãos: Para um contato prolongado usar luvas de borracha ou
plástico.
IRRF/RJ FISPQ Código: ESCQ023

Titulo: CLORO CLORAL DESINFETANTE DE


USO GERAL Página: 03 de 05

- Proteção para os olhos: Óculos de segurança.


- Proteção da pele e do corpo: Lavar com bastante água após o contato direto
com o produto.
 Precauções especiais: Evitar o contato direto com o produto.
 Medidas de higiene: Lavar as mãos antes de comer, beber ou fumar.

9. PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS.

 Estado físico: Líquido.


 Cor: Levemente amarelo esverdeado.
 Odor: Pungente a cloro.
 pH do produto puro: Máximo 13,5
 Densidade média (g/cm3 a 25 ° C): 1,075.
 Ponto de fulgor: Produto não combustível.
 Temperatura de auto-ignição: Não inflamável.
 Temperatura de vapor: Não aplicável.
 Solubilidade: Totalmente solúvel (água).
 Outras informações: O componente ativo é um agente oxidante.

10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE.

 Condições específicas:
- Instabilidade: Instável.
- Reações perigosas: Nenhuma reação perigosa nas condições normais de
utilização.
 Condições a evitar:
 Materiais ou substâncias incompatíveis: Contato com produtos orgânicos, agentes
redutores e metais pesados.
 Produtos de decomposição: Luz solar, não misturar ou contaminar com amônia,
ácidos, álcoois e éteres.

11. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS.

 Informações de acordo com as diferentes vias de exposição:

Toxidade aguda:
Olhos: Pode causar queimaduras graves e até lesões irreversíveis.
Pele: Pode causar irritações.
Ingestão: Pode causar queimaduras às mucosas da boca, esôfago e estômago.
Inalação: Pode causar irritação da via respiratória superior, resultando em tosse,
sensação de engasgo e de queima na garganta e edema pulmonar.
IRRF/RJ FISPQ Código: ESCQ023

Titulo: CLORO CLORAL DESINFETANTE DE


USO GERAL Página: 04 de 05

12. INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS.

 Efeitos ambientais, comportamentos e impactos do produto:


- Impacto ambiental: O produto é altamente tóxico para organismos aquáticos.
-

13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO.

 Métodos de tratamento e disposição:

- Produto: O produto deve ser tratado como oxidante e deve ser descartado como
efluente após diluição com bastante água , observando-se o
atendimento de regulamentações locais.

- Restos de produtos: Pode ser descartado em águas superficiais após diluição


com bastante água, observando-se o atendimento de
regulamentações locais.

- Embalagem usada: Lavar com água antes de eliminar os recipientes vazios.


A embalagem descontaminada pode ser reciclada.

14. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSPORTE.

 Nome apropriado para embarque: Não aplicável.


 Classe e número da ONU: Não aplicável.
 Rótulo de risco: Não aplicável.

Nota:
Por se tratar de uma solução de HIPOCLORITO DE SÓDIO com pH abaixo de 11,5, este
produto não se enquadra como perigoso para transporte sendo classificado como risco 2.

15. REGULAMENTAÇÕES.

 Regulamentações: Informações sobre riscos e segurança conforme escritas no rótulo


do produto.

Frase de segurança: Conserve fora do alcance das crianças e dos animais


domésticos. Não misturar com produtos à base de amônia.

16. OUTRAS INFORMAÇÕES.

 Utilizar todas as instruções disponíveis no rótulo, bem como todas as recomendações


para armazenamento, transporte e descarte.
IRRF/RJ FISPQ Código: ESCQ023

Titulo: CLORO CLORAL DESINFETANTE DE


USO GERAL Página: 05 de 05

TODAS AS INFORMAÇÕES, RECOMENDAÇÕES E SUGESTÕES CONTIDAS NESTA FICHA


SÃO ORIGINÁRIAS DE VÁRIAS FONTES CONFIÁVEIS. ESTAS INFORMAÇÕES SÃO
FORNECIDAS SEM NENHUMA GARANTIA EXPRESSA OU IMPLÍCITA, QUANTO À SUA
EXATIDÃO.

Versão: 03 Elaborado por: Tec.Químico. Revisado por: Químico. Aprovado por: Gerente.
Data próx. revisão: 12/12/2016 Em: 20 / 08 / 2008. Em: 12 / 12 /2013 Em: 12/ 12 / 2013

Você também pode gostar