Você está na página 1de 14

LISTA - MECÂNICA DOS SÓLIDOS

1 - Determine os ângulos de direção coordenados da força

2 - Expresse a força como um vetor cartesiano.

3 - Determine o ângulo coordenado 𝛾 para F2 e expresse cada força que atua sobre o
suporte como um vetor cartesiano. Determine a intensidade e os ângulos de direção
coordenados da força resultante que atua sobre o suporte.
4 - A força F atua sobre o suporte dentro do octante mostrado. Se as intensidades das
componentes x e z de F são Fx = 300 N e Fz = 600 N, respectivamente, e β = 60º, determine
a intensidade de F e de sua componente y. Além disso, encontre os ângulos de direção
coordenados α e γ.

5 - A engrenagem está submetida às duas forças causadas pelo contato com outra
engrenagem. Expresse cada força como um vetor cartesiano e determine a resultante das
duas forças e expresse essa resultante como um vetor cartesiano.
6 - O eixo S exerce três componentes de força sobre a ferramenta D. Encontre a
intensidade e os ângulos de direção coordenados da força resultante. A força F2 atua
dentro do octante mostrado.

7 - Especifique a intensidade de F3 e seus ângulos de direção coordenados α3, β3, γ3 de


modo que a força resultante seja FR = 9j kN.
8- Determine a intensidade e os ângulos de direção coordenados da força resultante que
age em A.

9- Determine a intensidade e os ângulos de direção coordenados da força resultante que


age em A.
10– O lustre é sustentado por três correntes que são concorrentes no ponto O. Se a força
resultante em O possui intensidade de 650 N e é direcionada ao longo do eixo z negativo
determine a força em cada corrente.

11– A torre é mantida no lugar pelos três cabos. As forças em cada cabo que atuam sobre
a torre estão indicadas na figura. Determine a intensidade e os ângulos de direção
coordenados α, β e γ da força resultante. Considere x = 20 m, y = 15 m.
12- A porta é mantida aberta por duas correntes. Se as forças em AB e em CD são
FA=300 N e FC=250 N, respectivamente, expresse cada uma dessas forças na forma de
um vetor cartesiano.

13– Dois cabos são usados para segurar o mastro do guincho na posição e sustentar a
carga de 1500 N. Se a força resultante é direcionada ao longo do mastro do ponto A para
O, determine os valores de x e z para as coordenadas do ponto C e a intensidade da força
resultante. Considere FB = 1610 N e FC = 2400 N.
14– O cabo AO exerce uma força sobre o topo do poste de F = {–120i –90j –80k} N. Se
o cabo possui um comprimento de 1,02 m, determine a altura z do poste e a posição (x,
y) de sua base.

15– A torre de antena é sustentada por três cabos. Se as forças desses cabos que atuam
sobre a antena são FB = 520 N, FC = 680 N e FD = 560 N, determine a intensidade e os
ângulos de direção coordenados da força resultante que atua em A.
16– O tubo é suportado em sua extremidade por uma corda AB. Se a corda exerce uma
força F = 60 N, no tubo em A, expresse essa força com um vetor cartesiano.

17– A chapa cilíndrica está submetida às três forças dos cabos que são concorrentes no
ponto D. Expresse cada força que os cabos exercem na chapa como um vetor cartesiano e
determine a intensidade e os ângulos de direção coordenados da força resultante.
18 – Determine a componente projetada da força FAB = 560 N que atua ao longo do
tuboAC. Expresse o resultado como um vetor cartesiano.

19– Determine as intensidades das componentes da força F = 600 N que atua ao longo e
perpendicular ao segmento DE do encanamento.

20– Duas forças atuam sobre o gancho. Determine a intensidade da projeção de F2 ao


longo de F1.
21– Determine a intensidade da componente projetada da força FAC que atua ao longo do
eixo z.

22– O cabo AO é usado para suportar a coluna OB. Determine o ângulo 𝜙 que ele forma
com a viga OD.

23–Determine o ângulo  entre os dois cabos presos ao poste.


24– Se os membros AC e AB podem suportar uma tração máxima de 300 lb e 250 lb,
respectivamente, determine o peso máximo da caixa que pode ser suportada com
segurança.

25– Se o bloco D e B pesam respectivamente 1.5 kN e 1.375 kN, determine a massa do


bloco C e do ângulo  para o equilíbrio.

26– O comprimento não deformado da mola AB é de 3 m. Se o bloco é mantido na


posição de equilíbrio mostrada, determine a massa do bloco em D.
27– A esfera D possui massa de 20 kg. Se uma força F = 100 N é aplicada horizontalmente
no anel em A, determine a dimensão d, de modo que a força no cabo AC seja zero.

28– As molas no arranjo de cabos estão originalmente não deformadas quando  = 0º.
Determine a tração em cada cabo quando F = 450 N. Despreze a dimensão das polias em
B e D.

29– Duas esferas A e B, tem massas iguais e estão eletrostaticamente carregadas, de modo
que a força repulsiva que atua entre elas tem uma intensidade de 20 mN e está
direcionada ao longo da linha AB. Determine:
a – Ângulo .
b – Tração nos cabos AC e
BC. c – A massa m de cada
esfera.
30– O peso de 10 lb é suportado pela corda AC, pelo rolete, e por uma mola. Se a mola
possui um comprimento não deformado de 8 in e o peso está em equilíbrio quando d = 4
in. Determine a rigidez k da mola.

31– O guincho é usado para puxar a rede de peixe de 200 kg para o píer. Determine a
força compressiva ao longo de cada uma das barras AB e CB e a tração no cabo do guincho
DB. Considere que a força em cada barra atua ao longo de seu eixo.
32– Determine a força que atua ao longo do eixo de cada um dos três suportes para
sustentar o bloco de 500 kg.

33– As extremidades dos três cabos estão presas a um anel em A e à borda da placa
uniforme. Determine a maior massa que a placa pode ter se cada cabo pode suportar uma
tração máxima de 15 kN.