Você está na página 1de 9

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE

SÃO PAULO

ENGENHARIA CIVIL - FÍSICA EXPERIMENTAL 2

RELATÓRIO 3 - MOVIMENTO CIRCULAR UNIFORMEMENTE VARIADO - MCUV

Felipe Ferreira do Santos Júnior - SP3031306

Gustavo Tazawa Diniz - SP303254x

Rubens Einstein de Carvalho - SP3023371

Yumi Waki Kato - SP3011976

Física Experimental 2

Professores: José Paulo Cury Kirkorian


Winston Gomes Schmiedecke

São Paulo, SP

19/01/2021
OBJETIVOS

Este experimento tem como objetivo estudar a representação do movimento


de uma partícula de massa M com trajetória circular de raio R, e caracterizar o tipo
de movimento circular que ela descreve.

MATERIAIS UTILIZADOS

● Barbante
● Câmera digital (aparelho celular)
● Cronômetro do celular
● Disco de inércia
● Haste fixa
● Massor de 100g
● Régua
● Software Tracker (para obtenção de dados a partir de vídeos)
● Tabela dos discos de inércia.

RESULTADOS E ANÁLISES
Primeiramente, com o auxílio do Software Tracker, pegou-se as posições
lineares (em metros) para cada espaço de tempo (em segundos) e montou-se uma
tabela com seu respectivo gráfico. Em seguida, este foi linearizado, a fim de se
encontrar a aceleração tangencial. A tabela 1 demonstra os dados colhidos durante
experimento com seu gráfico gerado:

s (m) 0 0,170 0,204 0,241 0,285 0,371 0,500 0,700 0,791

t (s) 0 3,803 4,390 5,362 6,166 7,473 8,914 10,656 11,326


Tabela 1: Medidas das posições lineares (s) em metros e dos respectivos intervalos de tempo de
queda (t) em segundos dos massores presos aos discos.
Gráfico 1: Medidas das posições lineares (s) em metros em função dos intervalos de tempo de queda
(t) em segundos dos massores presos aos disco.
Gráfico 2: Linearização do gráfico 1: Medidas das posições lineares (s) em metros (multiplicado por
2) em função dos intervalos de tempo de queda (t) (elevado ao quadrado) em segundos dos
massores presos aos disco.

A partir desta linearização, através da equação 1, encontrou-se a aceleração


tangencial:
S=S 0+ V 0∗t +( a∗t ²/2) (EQUAÇÃO 1)
S∗2
=a

Logo, a aceleração tangencial, pegando os valores de 1,562 (metros) e
128,28 (segundo ao quadrado), resulta em: 0,012 m/s²

Após, com o auxílio, novamente, do Software Tracker, foram obtidas para


cada espaço de tempo (em segundos) a posição angular (em radianos), com o
intuito de encontrar a aceleração angular (γ) da polia. Em seguida, montou-se uma
tabela (2) e seu respectivo gráfico (3):

∆ϕ (rad) 0 2 4 6 8 10

t (s) 0 4,089 5,782 7,122 8,261 9,2


Tabela 2: Medidas das posições angulares (ϕ) em radianos e dos respectivos intervalos de tempo de
rotação (t) em segundos do disco.

Gráfico 3: Medidas das posições angulares (ϕ) em radianos em função dos intervalos de tempo de
rotação (t) em segundos do disco.
Gráfico 4: Linearização do gráfico 3: Medidas das posições angulares (ϕ) em radianos (multiplicado
por 2) em função dos intervalos de tempo de rotação (t) (elevado ao quadrado) em segundos do
disco.

A partir desta linearização, com a equação 2, encontrou-se a aceleração


angular da polia:
γ
φ=φ 0+W 0 ⋅ t +( ) ⋅t ❑2 (EQUAÇÃO 2)
2
φ∗2
=y

Logo, a aceleração angular, pegando os valores de 20ℼ (radianos) e 84,64
(segundos ao quadrado), resulta em: 0,742 m/s²

Com os valores encontrados até aqui, calculou-se, a partir deles, o raio


experimental do semi-eixo:
a
r experimental = (EQUAÇÃO 3)
γ
0,012
r experimental = =0,016 m
0,742
Encontrado o raio experimental, a partir da equação 4, calculou-se o erro
experimental, sabendo que o raio teórico deveria resultar em 0,0189 metros.
|valor teórico−valor experimental|
E% = .100(EQUAÇÃO 4)
valor teórico

|0,0189−0,016|
E% = . 100=15,34 %
0,0189

CONCLUSÃO
Com a realização deste experimento, obtivemos um erro percentual de
15,34% no raio de cada semi-eixo, tal erro pode ser atribuído ao fato de não
considerar a inércia do disco no cálculo da aceleração e também as limitações do
software utilizado (Tracker), assim como a qualidade da câmera, prumo da régua e
pausas no quadro de capturas dos deslocamentos, pois mesmo que pequenas, a
distorção na imagem e do tempo são intensificadas pelo fator humano presente na
manipulação da ferramenta, capaz de provocar a variação entre os valores teórico e
experimental observados no experimento.
Na construção civil, há situações nas quais são utilizados corpos realizando
movimentos circulares, como no trabalho de turbinas hidráulicas em usinas
hidrelétricas, no qual a água gira as pás da turbina transformando a energia cinética
da água em energia mecânica.Na utilização de bombas centrífugas para
reservatórios de água localizados em grandes alturas e nos sistemas de combate a
incêndio, onde as paletas do rotor da bomba realizam movimentos circulares,
expulsando o fluído que entra pelo centro do rotor para a periferia, que com o
formato da carcaça ocorre a diminuição da velocidade e o aumento da pressão. O
movimento também é visto em roldanas presentes em equipamentos de uso em
altura muito utilizados na inspeção, manutenção, limpeza, pintura, reparos e
transporte de materiais na fachada do edifício, como no caso de balancins e
cadeiras de uso individual.
Nas situações cotidianas, como uma brincadeira utilizando um peão, além de
realizar MCUV retardado, o movimento de rotação faz com que o corpo fique
carregado eletricamente, gerando um campo elétrico com intensidade, direção e
sentido após a perda de elétrons. Este movimento ocasiona a corrente elétrica,
criada por meio da diferença de potencial presente nos pontos periféricos em
constante giro do pião.
Por fim, há em outras situações, como no atual modelo explicativo sobre
matéria, a presença de movimentos circulares através dos elétrons que se movem
ao redor do núcleo, mas em órbitas circulares, chamadas de níveis de energia.
Também nos lançamentos de foguetes e satélites, o movimento circular interfere
nas decisões de escolha da base de lançamento. A base de lançamento de
foguetes localizada em Alcântara (MA) é uma base extremamente disputada
mundialmente, isso se dá porque ela é uma das bases mais bem localizadas do
mundo.O principal motivo para que sua localização seja tão privilegiada, é o fato de
que ela está a dois graus da Linha do Equador, isso significa que nessa região a
velocidade de rotação da Terra é maior do que em relação a latitudes mais
elevadas, pois o raio do movimento circular próximo a Linha do Equador é maior em
relação aos outros pontos da terra, como todos os pontos percorrem a
circunferência completa com o mesmo período de tempo, um ponto da
circunferência de maior raio terá uma maior distância para percorrer. Essa diferença
não é considerada muito grande, mas acaba sendo crucial no lançamento de
foguetes, pois resulta em uma economia de aproximadamente 30% de combustível
a menos para os que são lançados a partir de Alcântara. Além disso, as condições
climáticas do Nordeste são ótimas, pois vulcões e terremotos são inexistentes nesta
região.

REFERÊNCIAS
(1) ENEL. Turbina hidrelétrica. Disponível em:
<https://www.enelgreenpower.com/pt/learning-hub/energias-renoveveis/energia-
hidraulica/turbina-hidreletrica>. Acesso em: 25 jan 2021.
(2) Propeq, 2019. Como funciona uma bomba centrífuga? Disponível em:
<https://propeq.com/post/como-funciona-uma-bomba-centrifuga/#:~:text=Ao
%20girar%2C%20o%20rotor%20imprime,convertida%20em%20aumento%20de
%20press%C3%A3o>. Acesso em: 25 jan 2021.

(3) OLIVEIRA, Alexandre. Globo, 2019. Disponível em:


https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2019/04/11-mitos-e-
verdades-sobre-base-de-alcantara-e-o-acordo-com-os-eua.html. Acesso em:
25.JAN.2021

(4) FOGAÇA, Jennifer R. V. Modelo Atômico de Rutherford-Bohr. Disponível


em: <https://mundoeducacao.uol.com.br/quimica/modelo-atomico-rutherford-
bohr.htm#:~:text=Os%20el%C3%A9trons%20n%C3%A3o%20se%20movem,cada
%20el%C3%A9tron%20de%20um%20%C3%A1tomo>. Acesso em: 25 jan 2021.

(4) BARROS, Thauany B. Brincadeira de criança: O pião como objeto


pedagógico no processo de ensino-aprendizagem de física no terceiro ano do
ensino médio. Disponível em: <file:///C:/Users/Home/Downloads/Disserta
%C3%A7%C3%A3o__Thauany%20B.%20Barros.pdf>. Acesso em 25 de janeiro de
2021.

Você também pode gostar