Você está na página 1de 7

COMO SABER SE

UMA EDIFICAÇÃO
PRECISA DE SPDA?

https://www.pabloguimaraes-professor.com.br/

Elétrica Academy -
@eng.pabloguimaraes /engenheiropabloguimaraes
Eng. Pablo Guimarães
O que a Norma NBR 5419
antiga fala sobre a
obrigatoriedade do SPDA?

A segunda parte da ABNT NBR 5419 estabelece os


requisitos.
Nessa parte da norma avalia o risco de falhas em
equipamentos eletrônicos, perdas financeiras, riscos de
vida, índice de incidência de raios na região entre
outros, ou seja, é feito um cálculo para avaliar a
obrigatoriedade, logo se seu prédio não possui um
SPDA, obrigatoriamente deverá possuir essa
metodologia de avaliação no local com uma ART
(anotação de responsabilidade técnica) assinado por
um engenheiro eletricista.
Fonte: Rw Engenharia
Estruturas que necessitam de SPDA - UNB

www.pabloguimaraes-professor.com.br/ @eng.pabloguimaraes
FUNCIONAMENTO DE UM SPDA
O sistema de proteção contra descargas
atmosféricas (SPDA) é constituído por três
subsistemas: subsistema captor; subsistema de
descida e o subsistema de aterramento.
Subsistema captor é composto basicamente por
elementos condutores localizados na parte mais
elevada da edificação ou local a ser implantado o
sistema, responsável pelo o contato direto das
descargas atmosféricas.
Subsistema de descida possui elementos
condutores expostos ou não que permitem a
continuidade elétrica entre os captores e o
subsistema de aterramento.
Subsistema de aterramento é constituído de
elementos condutores enterrados no solo ou
embutidos nas fundações das edificações, possuindo
o papel principal de escoar a corrente elétrica no solo.

www.pabloguimaraes-professor.com.br/ @eng.pabloguimaraes
NECESSIDADE DO SPDA
A norma ABNT 5419 orienta que antes de haver
qualquer aplicação da norma á edificação a ser
protegida com o SPDA, precisa-se da aplicação de um
estudo que consiste no gerenciamento de risco para
que através de cálculos se comprove a necessidade do
SPDA no local. Alguns locais possuem uma
probabilidade baixa da queda de raios por km², porém,
não se pode basear apenas neste fato, inúmeros fatores
são considerados para que este estudo seja concluído
de forma correta.
O número das descargas atmosféricas que
influenciam a estrutura depende das dimensões e das
características das estruturas e das linhas conectadas,
das características do ambiente da estrutura e das
linhas, assim como da densidade de descargas
atmosféricas para a terra na região onde estão
localizadas a estrutura e as linhas (ABNT NBR 5419-2).
Este estudo garante de uma maneira clara e
demonstrativa através de cálculos probabilísticos,
oferecendo a certeza da utilidade do sistema no local,
promovendo a redução de gastos desnecessários. A
partir da premissa de que o local necessita de SPDA é
necessário se atentar ao nível de proteção adotado para
o local. Este nível variará de I ao IV, o qual resultará na
eficiência adequada para proteção para determinada
edificação. A classe do SPDA requerido deve ser
selecionada com base em uma avaliação de risco
(ABNT NBR 5419-2).
www.pabloguimaraes-professor.com.br/ @eng.pabloguimaraes
10.2.4 Os estabelecimentos com carga instalada
superior a 75 kW devem constituir e manter o
Prontuário de Instalações Elétricas, contendo,
além do disposto no subitem 10.2.3, no mínimo:

b) documentação das inspeções e medições do


sistema de proteção contra descargas
atmosféricas e aterramentos elétricos;

g) relatório técnico das inspeções atualizadas


com recomendações, cronogramas de
adequações, contemplando as alíneas de “a” a “f”.

www.pabloguimaraes-professor.com.br/ @eng.pabloguimaraes
O SPDA é obrigatório em alguns edifícios e o laudo é
o documento que prova que a sua empresa está de
acordo com a lei.

Quando o sistema de proteção contra descarga


atmosférica está instalado de forma adequada é
possível evitar:
Multas, já que a instalação do SPDA de acordo com as
normas técnicas e características de cada edificação é
uma exigência legal
Danos às edificações e ao patrimônio
Curtos-circuitos e incêndios gerados por descargas
atmosféricas
Prejuízos com equipamentos eletrônicos e máquinas
que podem “queimar”;
Perda de vidas sob a responsabilidade da empresas, já
que raios podem causar mortes (no Brasil, cerca de 130
pessoas morrem por ano em decorrência de descargas
atmosféricas).

Percebemos que a maioria das estruturas necessitam


de um sistema de proteção a descargas atmosféricas, as
estruturas que através de um gerenciamento de risco
foram dispensadas, devem conter um relatório técnico
com sua devida ART (anotação de responsabilidade
técnica); a responsabilidade por um relatório dessa
significância deva ser feito realmente por profissionais
capacitados para isso.

www.pabloguimaraes-professor.com.br/ @eng.pabloguimaraes
Invista no seu
conhecimento

@ENG.PABLGUIMARAES
www.pabloguimaraes-professor.com.br/
04 @eng.pabloguimaraes

Você também pode gostar