Você está na página 1de 4

ACIDENTE VASCULAR

ENCEFÁLICO

Definição Tipos
Conhecido popularmente como acidente AVE ISQUÊMICO
vascular cerebral ou derrame é quando
 O AVE isquêmico é o tipo mais comum
uma artéria cerebral se rompe
de AVE. É quando uma artéria cerebral
ou fica bloqueada por coágulos sanguíneos (inclusive as artérias carótidas, localizadas
ou por placas ateroscleróticas (gordura), no pescoço, a principal fonte de sangue
impedindo que uma parte do cérebro para o cérebro) se torna obstruída por
receba sangue e nutrientes. placas de gordura ou coágulos de sangue.
Temos como consequência a morte dos Normalmente, acontece quando esses
tecidos cerebrais. Não existe nenhum artigos viajam pelo corpo, até parar numa
método para recuperar aquele tecido que artéria cerebral, que tem como
foi morto, mas na maioria das vezes outras característica ser muito estreita e fina.
partes do cérebro consegue fazer a função
da área que foi perdida. Por isso, é de AVE Hemorrágico
extrema importância que os sintomas de  É quando uma artéria cerebral se rompe,
AVE seja percebido de forma rápida e gerando um sangramento focal no
que haja o encaminhamento ao hospital, parênquima cerebral, excluindo causas
para evitar que grande parte do cérebro decorrentes de traumas ou processo
morra, deixando sequelas graves na vida patológico estrutural.
da vítima
.SUBTIPOS:
As sequelas podem ser leves e pouco
incapacitante ou grave e incapacitante,  HEMORRÁGICA
sendo o diagnostico feito de forma INTRACEREBRAL
extremamente rápida fundamental para É o sangramento focal que ocorre no
evitar uma gravidade na sequela. interior do parênquima. Cerebral
(didaticamente, ocorre dentro do
Um AVE é uma lesão AGUDA. Os cérebro) na ausência de trauma.
sintomas devem permanecer por no (HEMORRÁGIA
mínimo 24h. O AVE é súbito, ou seja, os INTRACEREBRAL
sintomas se instalam de forma SÚBITA. ESPONTÂNEA OU PRIMARIA)
É a principal causa de deficiência e morte
no mundo.
Os sintomas típicos desse tipo de Fatores de risco não modificáveis
AVE é vômito, cefaleia intensa, pra essa hemorragia são:
perda da consciência. Parente primário que teve HSA
Constitui de 10-30% dos casos de hemorrágica.
AVEs Possui os mesmos sintomas da
Em grande parte desse tipo de AVE hemorragia intracerebral.
acontece por hipertensão crônica ou As dores de cabeça são tão fortes
transitória, e, por isso, uma HAS que são relatadas como as piores
mal controlada aumenta muito as dores de cabeça. Normalmente as
chances de sofrer uma HICE, dores de cabeça chega no pico em
principalmente se for maior de 55 segundos (Thunderclap headache). Essa
anos.. (50% dos casos) dor de cabeça intensamente forte é
bem característico da HSA.
Pode ocorrer também, mas em
menor parte, por infecções, Etiologia
aneurimas, malformação ISQUÊMICO
arteriovenosa, tumores
hemorrágicos, dentre outros.  Embolia
Tem uma mortalidade de cerca de 35  Aterosclerose
a 56% em 30 dias. Desses, 38%  Vasoespasmo
sobrevivem com sequelas e apenas  Vasculite
20% adquirem independência em 6  PCR
meses.  Fibrilação ventricular
A mortalidade e morbidade vai  Hipoperfusão
depender bastante de qual foi o
volume do hematoma cerebral. Hemorrágico
Sendo 30cm3 muito provável terá
resultados desfavoráveis e 60cm3  Hipertensão arterial sistêmica (HAS)
fatal.  Má formação artério venosa
Esse subtipo de AVE é muito mais  Tumores
fatal do que o isquêmico, sendo na
maioria das vezes extenso e Sintomas
catastrófico.
 Os sintomas são súbitos. Não acontece
 HEMORRAGIA
sintoma de forma lenta e gradual. Vão
SUBARACNOIDEA
depender de qual área foi afetada. São eles:
É o rompimento e extravasamento
de sangue ‘’ao redor’’ do cérebro, no  Distúrbios da fala e comunicação
espaço subaracnóidea, entre o (disartria ou afasia)
cérebro e o tecido que reveste o
Ou seja, quando a pessoa não
cérebro (meninge).
consegue falar de forma correta. A
A hemorragia subaracnóidea
pessoa não consegue pronunciar as
primaria na maior parte das vezes é
palavras de forma normal, pois os
causada por aneurisma congênito ou
músculos e órgãos estão
sacular. (80%)
comprometidos (disartria). Ela pode  Alcoolismo
entender bem, mas a fala está  Sedentarismo
comprometida.  Dieta de alto risco
Pode acontecer da pessoa não se  Estresse psicossocial
comunicar bem, ou seja, a pessoa  Doenças cardíacas
não consegue formular sentenças  Uso de determinadas drogas
que façam sentido e pode não  Hipercoagulabilidade
entender o que as outras pessoas  Vasculite
estão dizendo (afasia).  Obesidade abdominal
 Fraqueza ou dificuldade para  AC ORAL
movimentar um lado da face, um
Não modificável
membro ou um lado do corpo ou
paralisia. (Hemiplegia ou  Idade avançada
hemiparesia)  História familiar de AVE
 Dificuldade para engolir  AVE anterior
 Dificuldade para comer  Raça negra
 Tontura
 Desequilibrio Escala de Cincinnati
 Alteração da visão: perda da visão,  A escala pré-hospitalar de acidentes
visão turva, episódio da visão dupla, vasculares de Cincinnati é utilizada para
sombra diagnosticar a presença de um AVE.
 sobre a linha da visão, normalmente
em um olho (hemianopsia) É composta por 3 comandos e, se ao menos
 Queda súbita ou dificuldade de uma delas for positiva, é indicativo de
andar AVE com chance de acerto de 72% e, se
caso as 3 estiverem positivas, a chance é de
 Fraqueza muscular (Hipotonia)
95% de um AVE.
 Dor de cabeça forte e persistente
 Sensação de dormência Portanto, ao utilizar essa escala, é
 Hemianestesia (falta de imprescindível que tenhamos em mente
sensibilidade em metade do corpo) que, se no mínimo UMA das assertivas for
 Naúsea positiva, é necessário o encaminhamento
 Vômitos da vítima até o hospital o mais rápido
 Nível de consciência baixo POSSÍVEL.
 PA maior que 220mmHG É um teste rápido, com duração de 1
minuto aprox..
Fatores de risco
TABELA:
Modificável
Pedir para a É normal se É anormal
 Hipertensão pessoa o sorriso se se um lado
 Tabagismo sorrir ou mantém se mexe e o
mostrar os simétrico e outro não;
 Diabetes
dentes. flúido. Se tiver
 Dislipidemia
uma dificuldade intelectual (analfabetismo, por
assimetria exemplo).
facial é
anormal. É caracterizado pela dificuldade de
Pedir para a É normal se É anormal compreensão e de se expressar
pessoa a pessoa se um braço verbalmente.
levantar os conseguir não se mexe
braços com manter o ou cai em
os olhos braço relação ao
fechados imóvel ou outro.
por 10 com
segundos. movimento
Com a juntos.
palma da
mão para
cima
Pedir para a É normal se É anormal
pessoa dizer a pessoa se a pessoa
uma frase consegue falar
falar de arrastado,
forma confundir
correta, sem ou trocar
alteração ou palavras ou
fala não
arrastada conseguir
falar. Ou
não
compreende
r de forma
clara.

É importante pontuarmos que, no último


comando, podemos lembrar de afasia e
disatria, que são esses os 2 pontos que
devemos avaliar na fala da pessoa.
Disartria: Dificuldade da pessoa em
articular palavras de maneira correta.
É semelhante a uma pessoa bêbada
falando. É uma fala arrastada, enrolada. O
som não sai de forma correta.
Afasia: Perturbação da compreensão e
formulação da linguagem, uma alteração
da linguagem, mas essa, sendo adquirida
de forma normal e não causada por

Você também pode gostar