Você está na página 1de 48

Paulo e o silêncio das mulheres:

3 interpretações de
1 Coríntios 14: 34-38
PROFA. DRA. ALESSANDRA CASTILHO FERREIRA DA COSTA
TÓPICOS AVANÇADOS EM LINGUÍSTICA TEÓRICA E DESCRITIVA VII
2021.1
PPGEL/UFRN
Roteiro da Aula (10/06/2021)
2

1 Apresentação do estudo »1 Corinthians 14:33b–38 as a Pauline Quotation-Refutation


Device », de MacGregor (2018).

2 Discussão dos achados de MacGregor (2018) a partir dos aportes da Análise Textual
dos Discursos (ADAM 2008) e do Modelo de Tradições Discursivas (KOCH 1997;
KOCH/OESTERREICHER 1990; KABATEK 2006), levando-se em consideração,
sobretudo, as seguintes categorias de análise:
2.1 Tradições Discursivas
2.2 Formação Discursiva
2.2 Responsabilidade Enunciativa e Ponto de Vista
2.3 Atos do discurso
Três interpretações de 1 Coríntios 14:34–38
(MACGREGOR 2018, p. 23) 3
1 Coríntios 14:34–38
34
As mulheres estejam caladas nas igrejas, porque lhes não é permitido falar; mas estejam sujeitas, como
35
também ordena a lei. E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos;
porque é indecente que as mulheres falem na igreja. 36 Porventura, saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou
veio ela somente para vós? 37 Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos
escrevo são mandamentos do Senhor. 38 Mas, se alguém ignora isto, que ignore.

Interpretação 1 Interpretação 2 Interpretação 3


Proibição por Paulo de Interpolação Citação por Paulo de
mulheres falarem na (inserção do texto de argumento judaizante e sua
igreja outro autor por um subsequente refutação
editor)
1 Coríntios 14:34-38 4

34 permaneçam as mulheres em silêncio nas igrejas, pois não lhes é permitido


falar; antes permaneçam em submissão, como diz a lei.
35 Se quiserem aprender alguma coisa, que perguntem a seus maridos em
casa; pois é vergonhoso uma mulher falar na igreja.
36 Acaso a palavra de Deus originou-se entre vocês? São vocês o único
povo que ela alcançou?
37 Se alguém pensa que é profeta ou espiritual, reconheça que o que lhes
estou escrevendo é mandamento do Senhor.
38 Se ignorar isso, ele mesmo será ignorado.
1ª interpretação – proibição por Paulo da fala feminina na igreja
5

 MacGregor (2018) menciona brevemente a 1ª interpretação


(proibição de fala feminina) no início do artigo, mas não a
discute na sequência, dado que o objetivo do autor é refutar a
hipótese de interpolação postulada por Payne (2009). Trata-se,
portanto, de um debate interno ao campo igualitarista.
2ª interpretação - Argumentos favoráveis à interpolação
(PAYNE 2015; MACGREGOR 2018) 6

1) Todos os manuscritos do tipo “ocidental” trazem os versículos 34-35 de 1


Coríntios 14 posicionados depois do versículo 40. Demais manuscritos
trazem-nos depois do versículo 33. Esses deslocamentos diferentes são
típicos de interpolações. Assim, 1 Coríntios 14:34-35 não teria estado
originalmente no texto, mas teria sido adicionado à sua margem. Mais tarde,
escribas teriam inserido o texto da margem no corpo do texto.
2) Nenhum dos Padres Apostólicos cita 1 Coríntios 14:34-35. Por exemplo,
Clemente de Alexandria discute o comportamento das mulheres na igreja
(Pedagogo 3:11), citando 1 Co 11: 5, 13, mas não 1 Cor 14: 34-35,
embora, em outro trecho da mesma obra, ele cite 1 Coríntios 14: 6, 9,
10, 11, 13, 20.
2ª interpretação - Argumentos favoráveis à interpolação
7
(continuação)
3) Os versículos 34-35 contradizem afirmação de Paulo no mesmo
capítulo de que “todos” podem ensinar e profetizar (1 Co. 14: 5;
24; 26; 31; 39) e de que mulheres podem profetizar (1. Co.
11:5-6).
4) A referência à “lei” também é problemática, já que não existe no Velho
Testamento nenhum commando para que as mulheres estejam caladas
em assembleias religiosas. Pelo contrário, o Salmo 68:11 diz que “O
Senhor deu a palavra, grande é a falange das mensageiras das boas-
novas” (Almeida Revista e Atualizada 1993).
Algumas Traduções do Salmo 68:11
8
rāḇ. ṣā·ḇā ham·ḇaś·śə·rō·wṯ, ’ō·mer; yit·ten- ’ă·ḏō·nāy
‫ָֽרב׃‬ ‫צ ָ֥בא‬ ‫ש ֗רֹות‬
ְַֽ֝ ‫ה ְמב‬
ַָֽֽ֝ ‫אמֶ ר‬
ַֽ֝ ‫תן־‬
ֶַֽ֝ ִ‫י‬ ‫אֲ ד ַָֽ֥֝ני‬
Adjetivo Nome Artigo verbo Piel Nome Verbo Qal Nome próprio
masculino singular Particípio feminino plural masculino imperfeito 3ª masculino
Singular singular pessoa singular
masculino
singular
grande o exército das que a proclamavam a palavra proferiu O Senhor

 O Senhor deu a palavra; grande era o exército dos que anunciavam as boas-novas. (Almeida Revista e Corrigida
2009)
 O Senhor deu a palavra, grande é a falange das mensageiras das boas-novas. (Almeida Revista e Atualizada 1993)
 Jeová dá a ordem; As mulheres que proclamam as boas novas são um grande exército. (Tradução do Novo Mundo
2015)
 Apenas o Senhor profere uma palavra, tornam-se numerosas as mulheres que anunciam a boa nova. (Versão Católica)
2ª interpretação - Argumentos favoráveis à interpolação (continuação)
9
5) Alguns intérpretes amenizam o comando de silêncio, afirmando que se trata
de uma proibição de que as mulheres ensinem, profetizem ou julguem
profecias em público. Todavia, a passagem proíbe até mesmo que mulheres
façam perguntas aos maridos na igreja quando querem aprender. Portanto,
a exigência dos versículos 34 e 35 é de silêncio absoluto, o que contradiz
a afirmação por Paulo, no mesmo capítulo, de que todos devem profetizar
e ainda, no capítulo 11, a de que as mulheres profetizam na igreja.
6) 1 Co. 14:34-35 contraria tanto a teoria quanto a prática de Paulo, o
que significa que não pode ser de sua autoria. A seguir, evidências dessas
contradições em 6.1 (a prática de Paulo) e 6.2 (sua teoria).
6.1 A prática de Paulo: equalidade de homens e mulheres na
10
liderança da igreja ( PAYNE 2009)
 Os títulos que Paulo dá às mulheres que ele menciona implicam posições de
liderança: “diácono” (Rm 16: 1), “líder” (Rm 16: 2), “colega de trabalho em
Cristo Jesus” (Rm 16: 3; Fp 4: 3), “apóstolo” (Rm 16: 7).
 Além disso, Paulo descreve essas mulheres cumprindo funções associadas com a
liderança da igreja: elas “trabalharam arduamente no Senhor” (Rm 16: 6, 12) e
“contenderam ao meu lado na causa do evangelho ”(Fl 4: 3). Mais de dois
terços dos colegas a quem Paulo elogia por seu ministério cristão em Rm 16: 1-
16 - sete entre dez - são mulheres.
11

Paulo refere-se a Febe como


diácono (diakonos) e líder
(prostatis).
Synist de hymin Phoib tēn adelph hēmō ousan kai diakon tēs ekklēsi tēs en Kenchr
ēmi ēn ēn n on as eais
12
Συνίσ δὲ ὑμῖν Φοίβ τὴν ἀδελ ἡμῶν οὖσα ‹καὶ› διάκο τῆς ἐκκλ τῆς ἐν Κενχρ
τημι ην φὴν ν νον ησίας εαῖς

Verbo Conj Prono Nome Artigo nome Prono Verbo Conj Nome Artigo nome Artigo Prepos Nome
Present me própri acusati Acusat me particí acusati genitiv genitiv genitiv ição dativo
e dativo o vo ivo posses pio vo o o o feminin
Indicat acusati feminin Femini sivo present Femini feminin feminin feminin o
ivo vo o no genitiv e no o o o plural
1p.s. feminin singular Singula o acusati singular singular singular singular
o r vo
singular feminin
o
singular

Recom agora lhes Febe a irmã nossa sendo també serva da igreja ---- em Cencré
endo m a
Algumas Traduções de “diakonos”
13
 Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela; porquanto ela é ministro
(diakonos) de Deus para teu bem. Romanos 13:3-4
 Digo, pois, que Jesus Cristo foi ministro (diakonos) da circuncisão. Romanos 15:8
 Tíquico, o irmão muito amado e fiel ministro (diakonos) no Senhor, vos informará de tudo. Efésios
6:21
 Como aprendestes de Epafras, nosso amado conservo, que para vós é um fiel ministro (diakonos) de
Cristo. Colossenses 1:7
 E enviamos Timóteo, nosso irmão, e ministro (diakonos) de Deus 1 Tessalonicenses 3:2
 Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros (diakonoi) pelos quais crestes, e conforme o
que o Senhor deu a cada um? 1 Coríntios 3:5
 Ele nos capacitou para sermos ministros (diakonos) de uma nova aliança. 2 Coríntios 3:6
 Paulo e Timóteo, servos de Jesus Cristo, a todos os santos em Cristo Jesus, que estão em Filipos, com
os bispos e diáconos (diakonois). Filipenses 1:1
 Recomendo-vos a nossa irmã Febe, que é serva (diakonos) da igreja que está em Cencréia. Romanos
16:1
14
kai gar autē prostatis pollōn egenēth kai emou autou
ē

καὶ γὰρ αὐτὴ προστ πολλῶ ἐγενή καὶ ἐμοῦ αὐτοῦ


άτις ν θη

Conj Conj PPro- N-NFS Adj- V-AIP- Conj PPro- PPro-


NF3S GMP 3S G1S GM3S

e pois ela líder de tem sido e de mim mesmo


muitos
Prostatis (líder no feminino) vem do verbo Proistemi (= 15
liderar, presidir). Algumas traduções:

 Os presbíteros que governam (proestōtes) bem sejam estimados por dignos de duplicada
honra. 1 Timóteo 5:17
 Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que
preside (proistamenos), com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria. Romanos
12:8
 E rogamo-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós e que presidem
(proistamenous) sobre vós no Senhor, e vos admoestam 1 Tessalonicenses 5:12
 [...] porque ela tem sido o amparo (prostatis) de muitos, e de mim em particular. Romanos
16:2
16

Paulo refere-se tanto a homens quanto a


mulheres como seus cooperadores/colaboradores
(synergos) no evangelho
Algumas ocorrências de synergos
17
(= cooperador, colaborador)
 Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus, e o irmão Timóteo, ao amado Filemom, também nosso
colaborador (synergō). Filemon 1:1
 assim como também Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores (synergoi).
 e enviamos Timóteo, nosso irmão, e ministro de Deus, e nosso cooperador (synergon) no evangelho
de Cristo. 1 Tessalonicenses 3:2
 Saudai a Urbano, nosso cooperador (synergon) em Cristo, e a Estáquis, meu amado. Romanos
16:9
 Saudai Priscila e Áquila, meus cooperadores (synergous) em Cristo Jesus Romanos 16:3
 Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor. E peço-te também a ti, meu
verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo (synēthlēsan) no
evangelho, e com Clemente, e com os meus outros cooperadores (synergōn), cujos nomes estão no
livro da vida. Filipenses 4:2-3.
Em Romanos 16:1-16, sete das dez pessoas que Paulo menciona
como colegas no ministério são mulheres: 18

Recomendo-vos, pois, Febe, nossa irmã, a qual serve na igreja que está em Cencréia,
Para que a recebais no Senhor, como convém aos santos, e a ajudeis em qualquer coisa que de vós necessitar; porque tem
hospedado a muitos, como também a mim mesmo.
Saudai a Priscila e a Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus,
Os quais pela minha vida expuseram as suas cabeças; o que não só eu lhes agradeço, mas também todas as igrejas dos
gentios.
Saudai também a igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em Cristo.
Saudai a Maria, que trabalhou muito por nós.
Saudai a Andrônico e a Júnia, meus parentes e meus companheiros na prisão, os quais se distinguiram entre os
apóstolos e que foram antes de mim em Cristo.
Saudai a Amplias, meu amado no Senhor.
Saudai a Urbano, nosso cooperador em Cristo, e a Estáquis, meu amado.
Saudai a Apeles, aprovado em Cristo. Saudai aos da família de Aristóbulo.
Saudai a Herodião, meu parente. Saudai aos da família de Narciso, os que estão no Senhor.
Saudai a Trifena e a Trifosa, as quais trabalham no Senhor. Saudai à amada Pérside, a qual muito trabalhou no Senhor.
19

Paulo referiu-se a uma mulher como apóstolo.

Saudai a Andrônico e a Júnia, meus parentes e meus companheiros na


prisão, os quais se distinguiram entre os apóstolos e que foram antes
de mim em Cristo. Romanos 16:7
20
Iounian: Júnia (mulher) ou Júnias (homem)?(EPP 2005)
21
 Morfologicamente, Iounian pode ser o acusativo da forma masculina “Junias” ou da forma
feminina “Júnia”.
 Alguns manuscritos trazem o nome “Julia” (Ioulian), um nome decididamente feminino, no lugar
de “Júnia” (Iounian). Tal é o caso do Papyrus 46 (de 200-250 d.C), o mais antigo
testemunho da epístola aos Romanos.
 Iuounian é atestado com mais de 250 ocorrências em inscrições latinas e gregas antigas como
nome latino feminino bastante comum.
 Orígenes, Crisóstomo e outros pais e comentaristas gregos entenderam que Iounian era uma
apóstola. Também os pais latinos do quarto ao décimo segundo séculos reconheciam Iounian
como uma mulher notável entre os apóstolos.
 Nenhum comentarista do texto considerou esse nome masculino até Aegidus de Roma (1245-
1316).
 Os autores Piper e Grudem defendem que Iounian é um homem. Todavia, não conseguiram
identificar nenhum exemplo de homem chamado “Júnias” na literatura antiga ou em inscrições
latinas ou gregas. Quer dizer, uma forma masculina “Júnias” é apenas hipotética.
Episēmoi en tois apostolois: “notáveis entre os apóstolos”
ou “conhecidos pelos apóstolos”? 22

 Alguns comentaristas sugerem que a construção “episēmoi en tois


apostolois” tem o sentido de “conhecidos pelos apóstolos”, de modo
que nem Andrônico nem Júnia seriam apóstolos, mas meramente
conhecidos pelos apóstolos.
 Todavia, os dicionários apontam como significado de
ἐπίσημος (epísēmos) “notável”, “eminente”, “digno de nota”.
 Os manuais de grego ensinam que a preposição “en” seguida de dativo
normalmente significa “em, sobre ou entre”. Por exemplo, “en” é
traduzido como “entre” nas seguintes passagens:
 Todavia falamos sabedoria entre (en) os perfeitos. 1 Coríntios
2:6 23
 Então toda a multidão se calou e escutava a Barnabé e a Paulo,
que contavam quão grandes sinais e prodígios Deus havia feito
por meio deles entre (en) os gentios. Atos 15:12
 Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal,
que nem ainda entre (en) os gentios se nomeia, como é haver
quem possua a mulher de seu pai. 1 Coríntios 5:1
 E subi por uma revelação, e lhes expus o evangelho, que prego
entre (en) os gentios. Gálatas 2:2
 Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da
glória deste mistério entre (en) os gentios, que é Cristo em vós,
esperança da glória. Colossenses 1:27
 Tendo o vosso viver honesto entre (en) os gentios [...] 1 Pedro
2:12
6.2 A teoria de Paulo: “não há macho nem fêmea” e “todos
24
podeis profetizar” ( PAYNE 2009)
 E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é
maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba
edificação. 1 Coríntios 14:5
 Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar. 1
Coríntios 14:1-5
 Mas, se entrar algum descrente ou não instruído quando todos estiverem profetizando, ele por
todos será convencido de que é pecador e por todos será julgado 1 Coríntios 14:24
 Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros; para que todos aprendam, e todos sejam
consolados. 1 Coríntios 14:31
 Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar, e não proibais falar línguas. 1 Coríntios 14:39
 Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos
vós sois um em Cristo Jesus. Gálatas 3:28
6.2 A teoria de Paulo (continuação):
25
mutualidade ( PAYNE 2009)
1) O homem e a mulher têm deveres e direitos conjugais mútuos:
O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.
1 Coríntios 7:3
2) Um tem autoridade sobre o corpo do outro:
A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da
mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a
mulher. 1 Coríntios 7:4
3) Eles tomam decisões por consentimento mútuo:
Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para
vos aplicardes ao jejum e à oração. 1 Coríntios 7:4
6.2 A teoria de Paulo (continuação):
26
mutualidade ( PAYNE 2009)
4) Ambos são instruídos a não se separarem
Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido. Se, porém, se
apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher. 1
Coríntios 7:10-11
5) Ambos são instruídos a não deixarem o cônjuge descrente e a santificá-lo:
Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com
ele, não a deixe. E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe.
Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido. 1
Coríntios 7:12-14
6) Ambos estão livres para se casarem de novo se forem abandonados pelo cônjuge descrente.
Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não está sujeito à servidão; mas
Deus chamou-nos para a paz. Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó
marido, se salvarás tua mulher? 1 Coríntios 7:15-16
Sobre o caráter não-paulino de 1 Co. 14:34-35
27
 Antes de Kirk MacGregor, Gottfried Fitzer (1963) já tinha argumentado que os
versículos 34 e 35 de 1 Coríntios 14 não são coerentes com o caráter de Paulo:

“A partir desse achado histórico, da amizade com o casal


Priscila e Áquila e com Lídia, de seu respeito por outras mulheres,
parece impossível que um espírito tão diferenciado como Paulo
fizesse julgamentos tão negativos e radicais sobre o falar e o
aprender da mulher conforme expressos em 1. Coríntios 14:34 e
verso seguinte”.
(Fitzer 1963, p. 25; Trad. Alessandra C. F. da Costa)
[No original: “Von diesem geschichtlichen Befund aus, von der Freundschaft mit dem
Ehepaar Prisca und Aquila und der mit Lydia her, von seiner Hochachtung vor anderen
Frauen aus erscheint es unmöglich, daß ein so differenzierter Geist wie Paulus so negative
Pauschalurteile über das Reden oder Lernen der Frau fällt, wie sie in 1 Kor 14, 34 f zum
Ausdruck kommen”.]
2ª interpretação: Críticas à hipótese de interpolação
(MACGREGOR 2018) 28

• A cópia mais antiga de 1 Coríntios 14 é o manuscrito chamado de


Papyrus 46 (P46), que não contém o meio do versículo 34 em virtude
de uma lacuna. Quer dizer, o início e o fim do versículo 34 e os versículos
35 a 38 constam desse manuscrito.
• Depois do Papyrus 46, os três manuscritos mais antigos de 1 Coríntios
14 são o P123, o Codex Sinaiticus e o Codex Vaticanus, todos de
meados do século 4 d.C.. Dois deles, o P123 e o Codex Sinaiticus,
também contêm essa passagem.
• Isso significa que a cópia mais antiga de 1 Coríntios 14 e duas das três
cópias mais antigas seguintes atestam a autenticidade dessa passagem;
2ª interpretação: Críticas à hipótese de interpolação (continuação)
29
• A passagem está em todos os manuscritos existentes, salvo os três seguintes casos
problemáticos:
• o Vaticanus (século IV) traz a passagem, mas há um símbolo na margem adjacente a
14:33 com a indicação de uma leitura variante;
• o Codex Fuldensis ( de 541-544 d.C.) contém o texto, mas foi corrigido pelo
Bispo Victor de Cápua, Itália, para excluir os versículos 34-35 ou alterar a
formulação dos versículos 36-40.
• Os manuscritos "ocidentais" (do século VI) trazem o conteúdo dos versículos 34-
35 depois do versículo 40.
• Não há evidência de manuscrito anterior sem a interpolação.
• O fato de a passagem de 1Coríntios 14:34-35 contradizer o pensamento e a prática
de Paulo pode ser melhor explicado não por uma interpolação, mas por citação do
discurso oponente para sua subsequente refutação.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação (MACGREGOR 2018)
A 3ª hipótese postula que 1 Coríntios 14: 33b-38 é um mecanismo de citação-refutação, 30
em que os versículos 33b-35 compreendem a citação de Paulo da carta dos Coríntios enviada a ele,
enquanto os versículos 36-38 constituem a refutação decisiva dessa citação:
Coríntios 14:34–38
As mulheres estejam caladas Porventura, saiu dentre vós
nas igrejas, porque lhes não a palavra de Deus? Ou
é permitido falar; mas veio ela somente para
Judaizante estejam sujeitas, como
vós? Se alguém cuida ser
também ordena a lei. E, se
profeta, ou espiritual,
querem aprender
reconheça que as coisas
alguma coisa, interroguem
que vos escrevo são Paulo
em casa a seus próprios
mandamentos do Senhor.
maridos; porque é indecente
que as mulheres falem na Mas, se alguém ignora isto,
igreja”. que ignore.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 31
Paulo apresenta ambas as questões retóricas no versículo 36 com "ou" ( ē ), o que ele faz 6 vezes
em outros lugares em 1 Coríntios para argumentar contra a posição dos coríntios e 4 vezes para expressar
desaprovação de uma conduta coríntia.
Coríntios 14:34–38
As mulheres estejam caladas Porventura ( ē ), saiu
nas igrejas, porque lhes não dentre vós a palavra de
é permitido falar; mas Deus? Ou ( ē ) veio ela
Judaizante estejam sujeitas, como somente para vós? Se
também ordena a lei. E, se alguém cuida ser profeta,
querem aprender ou espiritual, reconheça
alguma coisa, interroguem que as coisas que vos Paulo
em casa a seus próprios escrevo são
maridos; porque é indecente mandamentos do Senhor.
que as mulheres falem na
Mas, se alguém ignora isto,
igreja”.
que ignore.
Paulo argumenta CONTRA a posição dos coríntios
32
1) Está Cristo dividido? foi Paulo crucificado por vós? ou ( ē ) fostes vós batizados em
nome de Paulo? 1 Coríntios 1:13
2) Ou ( ē ) não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela?
Porque serão, disse, dois numa só carne. 1 Coríntios 6:16
3) Ou ( ē ) só eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar? 1 Coríntios 9:6
4) Digo eu isto segundo os homens? Ou ( ē ) não diz a lei também o mesmo? 1
Coríntios 9:8
5) Ou ( ē ) não o diz certamente por nós? Certamente que por nós está escrito;
porque o que lavra deve lavrar com esperança e o que debulha deve debulhar com
esperança de ser participante. 1 Coríntios 9:10
6) Não tendes porventura casas para comer e para beber? Ou ( ē ) desprezais a igreja
de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não
vos louvo. 1 Coríntios 11:22
Paulo DESAPROVA condutas coríntias
33

1) Ou ( ē ) não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o


mundo há de ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas
mínimas?1 Coríntios 6:2
2) Ou ( ē ) não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? 1
Coríntios 6:9
3) Acaso ( ē ), não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo,
que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós
mesmos? 1 Coríntios 6:19
4) Ou ( ē ) provocaremos zelos no Senhor? Somos, acaso, mais fortes do que
ele? 1 Coríntios 10:22
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 34
Os complementaristas (adeptos da interpretação tradicional de proibição de fala das mulheres) normalmente
sustentam que Paulo repreende as mulheres, porque, ao falarem na igreja, elas agem como se só elas tivessem
recebido a palavra de Deus. Mas esta interpretação é gramaticalmente impossível.
Coríntios 14:34–38

Porventura, saiu dentre vós a palavra de Deus?


Ou veio ela somente para vós?

Paulo

(Na interpretação tradicional,


Paulo repreende as mulheres
com as perguntas acima.)
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 35

Coríntios 14:34–38
Porventura, saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela
somente (monous) para vós?

• Se Paulo pretendia dirigir a pergunta “Ou veio ela somente para


vós?” para mulheres em particular, ele teria usado o feminino
plural monas ("somente mulheres“).

• Todavia, em vez disso, Paulo emprega o masculino plural monous, Paulo


que pode ser traduzido como “somente homens” ou “somente
pessoas”(porque grupos de homens e mulheres são referidos pelo
plural masculino).
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 36

Coríntios 14:34–38
Porventura, saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela
somente (monous) para vós?
Gramaticalmente, há duas referências possíveis para “somente
(monous) vós”:

“somente vós” (genérico) vs. “somente vós homens”

• O sentido genérico não cabe no contexto, pois os versículos 34-35


Paulo
dirigem-se especificamente às mulheres e não à igreja toda.
• O sentido “somente vós homens” cabe perfeitamente no
contexto, estabelecendo um contraste entre a fala dirigida às
mulheres nos versículos 34-35 e a reprovação de Paulo aos
homens, como se só eles tivessem recebido a palavra de Deus.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 37

Coríntios 14:34–38
Porventura, saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela
somente (monous) para vós?
• Paulo repreende os homens coríntios por proibirem as mulheres de falar
na igreja, pois ele considera tal restrição como equivalente a dizer que
a palavra de Deus pertence primariamente aos homens e apenas
secundariamente às mulheres.
• Ele expõe o absurdo dessa alegação com as duas perguntas retóricas,
que requerem uma resposta negativa: obviamente, a palavra de Deus
NÃO se originou com os homens somente nem veio somente para Paulo
eles; portanto, é errado proibir as mulheres de falarem na igreja.
• A unidade de pensamento dos versículos 34-35 revela-se como a
citação que Paulo faz do discurso oponente (de judaizantes da igreja
de coríntios) enviado anteriormente por carta.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 38
Esse mecanismo de citação-refutação é usado por Paulo em outros trechos da primeira epístola
aos Coríntios.
Coríntios 14:34–38
As mulheres estejam caladas Porventura ( ē ), saiu
nas igrejas, porque lhes dentre vós (humas, pl.) a
(autais, fem. Pl.) não é palavra de Deus? Ou ( ē )
Judaizante permitido falar; mas estejam veio ela para vós homens
sujeitas, como também somente (humas monous)?
ordena a lei. E, se querem Se alguém cuida ser
aprender profeta, ou espiritual,
Paulo
alguma coisa, interroguem reconheça que as coisas
em casa a seus próprios que vos escrevo são
maridos; porque é indecente mandamentos do Senhor.
que as mulheres falem na Mas, se alguém ignora isto,
igreja”. que ignore.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 39
1 Coríntios 7: 1-2 é a passagem em que esse mecanismo ocorre de forma mais explícita,
com a demarcação da citação.
Quanto ao que me escrevestes, é bom que o homem não toque em
mulher; mas, por causa da impureza, cada um tenha a sua própria
esposa, e cada uma, o seu próprio marido. 1 Coríntios 7:1-2

ESTRUTURA

Introdução de tópico Quanto (Peri de) ao que me escrevestes (hōn egrapsate),

Citação “é bom que o homem não toque em mulher”

mas, por causa (dia de) da impureza, cada um tenha a


Refutação sua própria esposa, e cada uma, o seu próprio marido.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 40
1 Coríntios 8:1 – estrutura similar, mas menos explícita

No que se refere às coisas sacrificadas a ídolos, reconhecemos que


todos somos senhores do saber. O saber ensoberbece, mas o amor
edifica. 1 Coríntios 8:1

ESTRUTURA

Introdução de tópico No que se refere (Peri de) às coisas sacrificadas a ídolos,

Citação “reconhecemos que todos somos senhores do saber”

Refutação O saber ensoberbece, mas (de) o amor edifica.


3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 41
1 Coríntios 6:12-13
Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas,
mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. Os alimentos são para o
estômago, e o estômago, para os alimentos; mas Deus destruirá tanto estes como
aquele. 1 Coríntios 6:12-13
ESTRUTURA
Citação “Todas as coisas me são lícitas”
Refutação Mas (all’) nem (ou[k]) todas convêm.

Citação “Todas as coisas me são lícitas”


Refutação Mas (all’) eu não (ou[k]) me deixarei dominar por
nenhuma delas

Citação “Os alimentos são para o estômago, e o estômago, para os


alimentos”
Refutação Mas (de) Deus destruirá tanto estes como aquele.
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 42
1 Coríntios 10:23
Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas
são lícitas, mas nem todas edificam. 1 Coríntios 10:23

ESTRUTURA

Citação “Todas as coisas são lícitas”

Refutação Mas (all’) nem (ou[k]) todas convêm.

Citação “Todas são lícitas”

Refutação Mas (all’) nem (ou[k]) todas edificam.


3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 43
 A evidência linguística não deixa dúvida de que 1 Coríntios 14:34-38 é
um Mecanismo de Citação-Refutação e, portanto, a proibição de mulheres
falarem na igreja não é paulina.
 Essa conclusão só pode ser evitada, negando-se a existência desse mecanismo
em outros trechos de 1 Coríntios.
 Paulo não sinaliza explicitamente os versículos 34-35 como uma declaração falsa
dos coríntios, pois os coríntios sabiam o que eles próprios haviam escrito. Do
mesmo modo, em 6: 12-13, 8:1, 8: 8 e 10:23, os coríntios não precisavam
de nenhum lembrete de sua própria posição.
 Além disso, a evidência contextual levou os Padres Apostólicos, que não tinham
acesso à epístola dos Coríntios a Paulo, precisamente à mesma conclusão.
[Nota da professora: Com “evidência contextual”, o autor (Kirk MacKregor)
refere-se, na verdade, a relações intertextuais e interdiscursivas, a serem discutidas
na sequência.]
3ª interpretação - Mecanismo de citação/refutação 44
Além das evidências gramaticais, as relações intertextuais indicam a fonte dos versículos 34-35 como o
discurso judaizante, ao qual Paulo se opôs decisivamente em seus escritos.
“[...] permaneçam as mulheres em silêncio nas igrejas, pois não lhes é permitido falar;
antes permaneçam em submissão, como diz a Lei [kathōs kai ho nomos legei]. Se
quiserem aprender alguma coisa, que perguntem a seus maridos em casa; pois é
vergonhoso uma mulher falar na igreja. 1 Coríntios 14:34
Lei Escrita Lei Oral
(Velho Testamento) Qual Lei? (mais tarde, Mishná)
Não há nenhuma lei do Velho Testamento “É pecado para uma mulher falar com
ordenando o silêncio das mulheres em assembleias qualquer homem em assembleias”. (Mishná
religiosas. Ketub. 7: 6)
Além disso, Paulo nunca usa a fórmula “kathōs kai
ho nomos legei” e sempre traz uma citação Filo de Alexandria, em um comentário
concreta do VT quando usa a expressão “nomos” sobre a Torá oral: “O marido parece
(Fitzer 1963; Payne 2009). competente para transmitir o
Por fim, Paulo opôs-se aos judaizantes e à guarda conhecimento das leis para sua esposa”
da lei mosaica pelos cristãos (por exemplo, (Hipotética 8.7.14).
circuncisão).
Estilo paulino vs. uso de “nomos” 45
em 1 Co. 14:34 (Fitzer 1963)
 Paulo nunca cita o Velho Testamento usando a fórmula “kathōs kai ho nomos
legei” (“assim como diz a lei”, 1 Coríntios 14:34).
 Entre as 12 diferentes fórmulas de citação que Paulo usa, “kathōs gegraptai”
(“como está escrito”) é a mais frequente, ocorrendo 27 vezes, com variações,
por exemplo, em Romanos 1:17; 3:10; 15:3; 1 Coríntios 1:31; 2:9; 2 Coríntios 9:9,
entre outros.
 As mais semelhantes a esta fórmula são “hē graphē legei” (“Que diz a
Escritura?”, Romanos 4:3; Gálatas 4:30, entre outros) e “en tō nomō gegraptai”
(“Está escrito na lei”, 1 Coríntios 14:21; 1 Coríntios 9:8).
 A passagem de 1 Coríntios 9:8 revela a diferença de estilo característica: ela é
introduzida pela pergunta “ē kai ho nomos tauta ou legei” (“Ou não diz a lei
também o mesmo?”), continua com “en gar tō Mōuseōs nomō gegraptai”
(“Porque na lei de Moisés está escrito”, 1 Coríntios 9:9) e segue com a citação
de Deuteronômio 25:4.
 O modo concreto de falar distingue o estilo paulino da fórmula usada em de 1
Coríntios 14:34 (por exemplo, também Romanos 7:7). Quando Paulo se refere à
Escritura sem uma citação concreta, ele não utiliza “nomos” (“lei”, como em
Romanos 7:7), mas “graphas” (1 Coríntios 15:3-4).
Conclusão
46
(MACGREGOR 2018, p. 26-27)

 Em 1 Coríntios 14: 34-38, Paulo não proíbe as mulheres de falarem na


igreja; antes, repreende duramente os homens de Corinto por sua
arrogância em tentar silenciá-las eclesiasticamente. O apóstolo
insiste, como mandamento do Senhor, que elas desempenhem os
mesmos papéis na adoração que os homens .

 É uma das ironias mais trágicas na história da interpretação bíblica


que o próprio texto que Paulo escreveu para garantir a participação
eclesiástica irrestrita das mulheres tenha sido utilizado para lhes
negar isso.
Discussão dos achados a partir de subsídios
da ATD e do Modelo de TD 47

• Tradições Discursivas e
fórmulas paulinas de
citação
• Formação discursiva e
referência em 1 Co. 14:34
• Responsabilidade
Enunciativa e Ponto de Vista
nos versículos 34-35 de 1 Co.
14 e 36-38.
• Atos de discurso e refutação
em 1 Co. 14:36-38
Referências 48
Leitura Básica
MACGREGOR, Kirk R. 1 Corinthians 14:33b–38 as a Pauline Quotation-Refutation Device. In: Priscilla Papers, Vol. 32, No. 1,
Winter 2018, p. 23-28.

Leituras Complementares
ADAM, Jean Michel. A linguística textual: introdução à análise textual dos discursos. Tradução de Maria das Graças Soares Rodrigues, Luis
Passeggi, João Gomes da Silva Neto e Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin. São Paulo: Cortez 2008.
EPP, Eldon Jay. Junia: the first woman apostle. Fortress Press, 2005.
FITZER, Gottfried. “Das Weib schweige in der Gemeinde”: über den unpaulinischen Charakter der mulier-taceat-Verse in 1. Korinther 14.
Theologische Existenz heute 110. München: Kaiser, 1963.
PAYNE, Phillip B. The Bible Teaches the Equal Standing of Man and Woman. Priscilla Papers, Vol. 29, No. 1, Winter 2015, p. 3-10.
PAYNE, Philip B. Man and Woman, One in Christ: An Exegetical and Theological Study of Paul’s Letters. Grand Rapids: Zondervan,
2009.
KABATEK, Johannes. Tradições discursivas e mudança linguística. In: Lobo, Tânia; Ribeiro, Ilza; Carneiro, Zenaide e Almeida, Norma: Para
a História do Português Brasileiro Volume VI: Novos Dados, Novas Análises. Tomo II. Salvador: EDUFBA, 2006, 505-527.
KOCH, Peter. Tradições discursivas: de seu status linguístico-teórico e sua dinâmica. Tradução de Alessandra Castilho Ferreira da
Costa. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, v. 24, n. 42, p. 360-401, 2021. Disponível em:
https://www.revistas.usp.br/pg/article/view/176747
KOCH, Peter; Oesterreicher, Wulf. Gesprochene Sprache in der Romania: Französich, Italienisch, Spanisch. Tübingen: Niemeyer, 1990.