Você está na página 1de 159

Manual HISS EMR

Código documento: 0886


Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Manual de Instalação e Configuração dos Servidores de


Aplicação para Tasy Java e HTML5
Sistema TASY Versão 3.01

Confidencial da Empresa Philips Página 1 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Sumário

1. Objetivo .................................................................................................................................................... 3
2. Requisitos de Infraestrutura de Ambiente para Tasy Java ....................................................................... 3
2.2. Configuração Data e Hora ................................................................................................................. 6
2.3. Criptografia do sistema de arquivos para o servidor de aplicativos ................................................. 6
3. Matriz de Aplicativos Homologados ......................................................................................................... 7
4. Uso da Ferramenta de Instalação............................................................................................................. 9
4.1. Ferramenta de instalação Philips-Installer (Weblogic) ..................................................................... 9
4.1.1. Instalação o Repositório Philips ............................................................................................... 10
4.1.2. Instalação do Weblogic ............................................................................................................ 13
4.2. Ferramenta de instalação e gerenciamento Philips-App-Manager (Docker) ................................. 27
4.2.1. Instalação do Repositório Philips ............................................................................................. 28
4.2.2. Instalação do Philips-App-Manager ......................................................................................... 28
4.2.3. Primeiro Acesso ....................................................................................................................... 28
4.2.4. Demais Acessos........................................................................................................................ 31
4.2.5. Configurações do Philips-App-Manager .................................................................................. 34
4.2.6. Configurações do Servidor....................................................................................................... 41
4.2.7. Instalação de um Novo Servidor .............................................................................................. 48
4.2.8. Sincronização de Aplicativos entre Servidores ........................................................................ 52
5. Iniciando o Weblogic .............................................................................................................................. 55
5.1. Iniciando e Finalizando Instâncias................................................................................................... 58
5.2. Alterando a Senha do Weblogic ...................................................................................................... 63
5.3. Publicando Aplicativos War ............................................................................................................ 68
5.4. Publicando Aplicativos Ear .............................................................................................................. 84
5.5. Publicando Aplicativo Tasy.............................................................................................................. 91
5.6. Testando as Aplicações Publicadas ............................................................................................... 100
6. Configuração do Weblogic ................................................................................................................... 105
6.1. Configuração da Fonte de Dados .................................................................................................. 106
6.2. Teste de Conexão da Fonte de Dados ........................................................................................... 110
6.3. Configuração do Domínio ............................................................................................................. 111
6.4. Configuração de Segurança .......................................................................................................... 112
6.5. Configuração das Instâncias .......................................................................................................... 114
7. Balanceador de Carga ........................................................................................................................... 116
7.1. Configuração para Apache Tomcat ............................................................................................... 117
8. Apache Tomcat ..................................................................................................................................... 119
8.1. Separação das Instalações ............................................................................................................ 121
8.2. Conflito de Portas.......................................................................................................................... 122
9. Configuração do Apache Tomcat ......................................................................................................... 123
9.1. Configuração da Fonte de Dados .................................................................................................. 124
9.1.1. Oracle Individual .................................................................................................................... 125
9.1.2. Oracle RAC ............................................................................................................................. 127
9.2. Configuração de Segurança .......................................................................................................... 128
9.3. Configuração da Jvm ..................................................................................................................... 129
9.3.1 Ativação dos logs de auditoria do EMR .................................................................................. 129
9.3.2. JCE (Java Criptography Extension) ......................................................................................... 129
9.3.3. Configurações da JVM para Tomcat ...................................................................................... 129
10. Iniciando o Apache Tomcat ................................................................................................................ 134
Confidencial da Empresa Philips Página 2 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

10.1. Publicando Aplicativos War ........................................................................................................ 134


11. Configuração para Atualização de Versão .......................................................................................... 143
12. Aplicativos Web .................................................................................................................................. 144
13. Habilitar Conexão Segura ................................................................................................................... 145
13.1. Conexão segura Weblogic ........................................................................................................... 145
13.2. Conexão segura Tomcat .............................................................................................................. 145
13.3. Configurando Tasy ...................................................................................................................... 145
14. Impressão de relatórios no TASY HTML5 ........................................................................................... 147
15. Aplicativo Tasy-Healthcheck............................................................................................................... 155

1. Objetivo

Este manual tem como objetivo definir requisito de infraestrutura e como fazer a instalação do servidor
de aplicação. Detalha todas as configurações que o servidor de aplicação deve ter e a lista as aplicações
da Philips que estão homologadas para os diversos tipos de servidores. Ainda apresenta os tipos de
aplicativos e sua forma de publicação.

2. Requisitos de Infraestrutura de Ambiente para Tasy Java

Esse capítulo apresenta os requisitos de infraestrutura para o servidor de aplicação Java. As


recomendações a seguir são para um ambiente single (1 servidor de aplicação) destinado a PRODUÇÃO.
Segue a tabela com a recomendação de hardware para quantidade de usuários:

Cache
Usuários Processador Memória Discos
Controladora
1 processador Intel Xeon de 4 4x 300GB SAS 15k
Até 100 16 GB 512 MB
cores 2.6Ghz RPM (RAID 1)
1 processador Intel Xeon de 6 6x 300GB SAS 15k
Até 300 32 GB 1 GB
cores 2.6Ghz RPM (RAID 10)
1 processador Intel Xeon de 8x 300GB SAS 15k
Até 500 96 GB 1 GB
10 cores 3.0Ghz RPM (RAID 10)
2 processador Intel Xeon de STORAGE SAS 15k
Até 700 144 GB 2 GB
10 cores 3.0Ghz RPM (RAID 10)
Acima de Efetuar contato com parceiro Philips para projeto customizado do ambiente servidor de
700 banco de dados.

Observações:

• Recomenda-se que os serviços de instalação e configuração no servidor de aplicações sejam


executados por profissionais especializados nessas tecnologias;
• As configurações acima de Processador, Memória, Cache e Discos são requisitos mínimos a serem
atendidos. Podem ser superiores caso o cliente dispuser de mais recursos;
• Esta recomendação de hardware é somente para suportar o servidor de aplicações para o sistema
TASY;
• O processador é baseada no Intel Xeon x86 HT cuja data lançamento seja igual ou inferior à 1 ano;
• Este ambiente pode ser virtualizado;
• Caso seja ambiente virtualizado deve ter como infraestrutura de virtualização VMWARE vSphere
(ESXi) ou o Oracle VM;
• Caso seja ambiente virtualizado a reserva de recursos da VM deve ser de 100%.

Confidencial da Empresa Philips Página 3 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

As recomendações a seguir são para servidor de aplicação Java, em um ambiente single (1 servidor de
aplicação) destinado a TESTE/HOMOLOGAÇÃO. Segue a tabela com a recomendação de hardware para
quantidade de usuários:

Cache
Usuários Processador Memória Discos
Controladora
1 processador Intel Xeon de 4 4x 300GB SAS 15k
Até 100 16 GB 512 MB
cores 2.6Ghz RPM (RAID 1)
1 processador Intel Xeon de 6 6x 300GB SAS 15k
Até 300 32 GB 1 GB
cores 2.6Ghz RPM (RAID 10)
1 processador Intel Xeon de 8x 300GB SAS 15k
Até 500 96 GB 1 GB
10 cores 3.0Ghz RPM (RAID 10)
2 processador Intel Xeon de STORAGE SAS 15k
Até 700 144 GB 2 GB
10 cores 3.0Ghz RPM (RAID 10)
Acima de Efetuar contato com parceiro Philips para projeto customizado do ambiente servidor de
700 banco de dados.

Observações:

• Recomenda-se que os serviços de instalação e configuração no servidor de aplicações sejam


executados por profissionais especializados nessas tecnologias;
• As configurações acima de Processador, Memória, Cache e Discos são requisitos mínimos a serem
atendidos. Podem ser superiores caso o cliente dispuser de mais recursos;
• Esta recomendação de hardware é somente para suportar o servidor de aplicações para o sistema
TASY;
• Este servidor acima recomendado é desenhado para testar funcionalidade e não performance.
Para testar performance, quanto mais próxima a configuração for do servidor de produção, maior
assertividade na comparação dos tempos da aplicação.

As recomendações a seguir são os softwares necessários para servidor de aplicação Java, tanto para
produção como para teste/homologação:

Ambientes utilizando Philips-Installer (Weblogic) e/ou ambientes legados (Tomcat).

Camada Produto Versão

Sistema Operacional Oracle Enterprise Linux 6 ou 7

Red Hat Enterprise Linux 6 ou 7

Community ENTerprise Operating System (CentOS) 6 ou 7

Servidor de aplicação Apache Tomcat (anterior ao recurso docker do item 6 ou 7


4.2)

Oracle Weblogic Standard Edition 12.1.2 ou 12.2.1.3

Observações:

Confidencial da Empresa Philips Página 4 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

• Deve utilizar a build mais recente do Java tanto para versão 1.7 quanto para versão 1.8, sendo
que no momento da última atualização desse manual o Java está na build 1.7_80 e 1.8_162;
• Deve utilizar a build mais recente do Apache Tomcat para a versão 7 quanto para versão 8.5,
sendo que no momento da última atualização desse manual o Apache Tomcat na build 7.0.85 e
8.5.29;
• A versão do Apache Tomcat 6 está referenciada apenas para as instalações legadas, sendo que
novas instalações devem ser feitas com o Apache Tomcat 7;
• O Apache Tomcat 8.5 deve ser utilizado apenas para Tasy Html5;
• A Oracle não homologa o uso do Weblogic para o sistema operacional CentOS;
• A Oracle homologa o uso do Weblogic 12.1.2 para versão 6 dos sistemas operacionais;
• A Oracle homologa o uso do Weblogic 12.2.1.3 para versão 7 dos sistemas operacionais;
• Verificar a lista de aplicativos homologados para o servidor de aplicação, segue lista a seguir.

Ambiente utilizando Philips-App-Manager (Docker).

Camada Produto Versão

Sistema Operacional Community ENTerprise Operating System (CentOS) 7

Serviço Docker Community Edition (Docker-CE) >= 17


API: >= 1.12

HAProxy 1.5.+

Keepalived 1.3.+

Compilador OpenJDK 8

Manager Philips-App-Manager >= 1.0

Observações:

• Caso seja utilizado o sistema operacional “Oracle Enterprise Linux”, o kernel utilizado não poderá
ser “UEK”, já que o mesmo é totalmente incompatível com o Philips-App-Manager e com os
serviços do Docker.
• Os serviços descritos acima devem estar instalados obrigatoriamente para o correto
funcionamento das aplicações. Todos são instalados automaticamente pelo Philips-App-Manager.
• As versões do Java para as aplicações do Tasy estão internamente nas imagens Docker, não sendo
necessária a instalação do Java Hotspot.
• Ambiente somente homologado até 400 usuários concorrentes.
• Este produto é destinado a clientes elegíveis para utilização.

2.1. Restrições para uso do Docker com container Tomcat OU somente Tomcat

Para utilização das ferramentas que envolvem a instalação do docker com contêineres Tomcat para
TASY ou ainda, somente Tomcat, o cliente deve possuir em seu ambiente, no máximo 400 usuários
de TASY.

Confidencial da Empresa Philips Página 5 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

2.2. Configuração Data e Hora

A sincronização de data e hora é feita através do serviço Ntpd, que normalmente, vem instalado
nativamente no sistema operacional. Para detalhes de uso e configuração pode ser consultado o site
http://ntp.br, no menu item Guias avançado selecionar o item Guia Linux.

2.3. Criptografia do sistema de arquivos para o servidor de aplicativos


Para estar em conformidade com os requisitos da Philips em matéria de segurança e privacidade, é
necessário que, durante a fase de configuração da sua distribuição Linux escolhida para o servidor de
aplicativos, criptografe seu sistema de arquivos usando os mecanismos padrão fornecidos pelo instalador
do Linux. Encontre abaixo como deve proceder a criptografar todas as suas partições de servidor durante
a execução gráfica do instalador, executada durante o processo de criação do servidor:

Figura 1 - Opções de criptografia


Depois de escolher as opções acima, a tela abaixo será apresentada para que você digite uma senha para
seu sistema de arquivos criptografado:

Confidencial da Empresa Philips Página 6 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Figura 2 - Chave de criptografia


Quando a instalação do Linux terminar, a senha configurada acima será necessária sempre que você
reiniciar seu servidor por qualquer motivo. Por favor, segure a senha com você e não compartilhe com
outras pessoas além dos administradores de servidores da sua organização.

3. Matriz de Aplicativos Homologados

Devido à diversidade e as constantes atualizações tecnológicas do sistema Tasy, os diversos aplicativos


que o compõem são homologados para mais de um provedor de recursos web. Alguns estão disponíveis
tanto para alguns servidores de aplicação quanto para contêineres web, porém, alguns ainda não estão.

Cada módulo/projeto deve ser instalado/configurado em um servidor de aplicação compatível, conforme


tabela abaixo:

Aplicativos Tomcat Tomcat Tomcat Weblogic Weblogic Weblogic Philips-


6 7 7 12.1.2 12.1.2 12.2.1.3 App-
Jdk 1.7 Jdk 1.7 Jdk 1.8 Jdk 1.7 Jdk 1.8 Jdk 1.8 Manager

AgendaWeb
AvaliacaoPacienteWeb
Bibliotecas
BoletimOcorrenciaWeb
CadastroSimplificadoPF
Confidencial da Empresa Philips Página 7 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

ComunicacaoInternacaoWS
CotacaoCompraWeb
ExamesWeb
GPI001OPS
GPI001Server
InfAtendimentoWeb
LaboratorioWeb
MultiMED
OPSCotacaoServer
OPSCotacaoWS
OrdemServicoWeb
PalmWeb
PhilipsLauncher
PlanodeSaude
PlanodeSaudeWS
PtuBaixaFaturaServer
SCS50OPS
SCS50Server
SCS60OPS
SCS60Server
Tasy
TasyAppServer
TasyEmr
TasyJava
TasyJavaReports
tasy-healthcheck
TasyReports
TasySchedulerWeb
TasyWeb
TISS30100OPS
TISS30200OPS
TISS30201OPS
Confidencial da Empresa Philips Página 8 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

TISS30202OPS
TISS30301OPS
TISSControleOPS
Wasterisk
WebServiceSIB
WhebPortal
WhebRepositorio
WhebServidor
WhebServidor-weblogic
WhebServidorIntegracao
WhebServidorSMS
WhebWS
Wheb_Config

Legenda

Homologado;
Não homologado mas está em roadmap para homologação;
Não homologado.

4. Uso da Ferramenta de Instalação

O uso das ferramentas de instalação e/ou de gerenciamento da Philips são de uso obrigatório, salvo
instalações legadas.

Clientes que possuem mais de 400 usuários concorrentes devem utilizar o Philips-Installer que efetua a
instalação do Weblogic, que é o produto atualmente homologado para este segmento. Demais clientes
que possuem até 400 usuários concorrentes podem utilizar a ferramenta Philips-App-Manager que não
possui custos OU também utilizar o Philips-Installer se tiverem optado por adquirir o servidor de aplicação
Oracle Weblogic. Clientes legados podem efetuar a migração do Tomcat para o Philips-App-Manager, que
irá suportar a quantidade de usuários concorrentes atuais bem como sua expansão.

4.1. Ferramenta de instalação Philips-Installer (Weblogic)

O uso do instalador é obrigatório para as instalações do Weblogic em ambiente de produção e


teste/homologação. Antes de realizar o processo de instalação, devem ser mapeados os servidores que
vão participar da instalação, seus endereços de IP e as senhas do ROOT, além de garantir que todos os
servidores têm acesso entre si, ao servidor do banco de dados e todos devem ter acesso à internet.
Lembrando que o servidor deve atender as especificações de infraestrutura do capítulo anterior.

Através do acesso à internet o instalador vai precisar de acesso há alguns repositórios externos. Todos os
servidores que vão passar pelo processo de instalação precisam desse acesso. Os repositórios são:

Confidencial da Empresa Philips Página 9 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

• Repositórios do próprio sistema operacional (Oracle, RedHat, CentOS, etc.);


• Repositório da Philips: https://repo.wheb.com.br/ e todos itens abaixo dele;

Durante a execução do instalador, vai ser realizada a instalação e a configuração do servidor de aplicação
e o balanceador de carga, nos próximos capítulos vão ser detalhados as configurações do que foi
instalado.

4.1.1. Instalação o Repositório Philips

Inicialmente deve ser feito o download do script que vai realizar o processo inicial de instalação. Esse
script vai realizar a instalação e validação dos repositórios necessários para instalador. Ao acessar o
sistema operacional com o usuário ROOT, deve ser executado o comando a seguir.

curl -k -o philips_repo_installer.sh https://repo.wheb.com.br/pub/philips_repo_installer.sh

OBS.: pode ser realizado o download do arquivo usando navegador de preferência.

Em seguida deve ser executado o comando para transformar o arquivo em arquivo executável.

chmod +x philips_repo_installer.sh

Agora pode executar o comando.

./philips_repo_installer.sh

Segue a imagem com exemplo do processo.

Confidencial da Empresa Philips Página 10 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao final desse processo vai ficar disponível o acesso aos repositórios da Philips Clinical Informatics. Com
esse acesso pode ser realizado uma pesquisa para listar os pacotes disponíveis para instalação. Pode ser
executado o comando seguinte para listar os pacotes. A lista de pacotes tende a mudar conforme forem
realizadas novas implantações.

yum search philips

Confidencial da Empresa Philips Página 11 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Segue as imagens com o exemplo da continuidade do processo.

Confidencial da Empresa Philips Página 12 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após executar o comando de pesquisa deve ser apresentado o conteúdo dos pacotes de instalação
utilizados pela Philips. Deve ser instalado apenas o pacote philips-installer.x86_64, que utiliza uma
interface gráfica simples, solicitando alguns dados para realizar o processo de instalação e gerenciar os
demais pacotes. Mais detalhes do instalador serão apresentados no capítulo a seguir. Para instalar o
philips-installer.x86_64 basta executar o comando a seguir.

yum -y install philips-installer.x86_64

Ao término desse processo o binário philips_installer estará disponível para ser acessado. Basta executar
ele para dar início a interface de instalação.

philips_installer

Segue as imagens com a continuidade do processo.

4.1.2. Instalação do Weblogic

O instalador tem por objetivo facilitar o processo de instalação do servidor de aplicação Weblogic, com o
domínio onde as aplicações vão ser publicadas, configurados conforme apresentado no próximo capítulo.
Durante o processo de instalação, vai ser solicitado quantas máquinas deve ser realizada a instalação,
sendo que a primeira vai receber o administrador (AdminServer) mais o balanceador de carga e as demais
serão apenas nós dele (NodeManagers).

Dentre os passos da instalação, ainda vão ser solicitados todos os endereços e as senhas de acesso para
que a instalação realize o processo. A Philips recomendada realizar o processo de instalação na mesma
máquina que vai ser o administrador das demais. Para cada máquina que for adicionada o instalador vai
realizar uma validação sobre o hardware checando se passa nos requisitos mínimos. Caso não atenda os
requisitos, o processo é interrompido com o aviso do motivo. Além disso, pode ser verificado o log do
Confidencial da Empresa Philips Página 13 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

processo de instalação, que está no caminho: /opt/philips/log/. Cada tentativa de instalação gera um novo
arquivo de log.

De forma resumida o processo de instalação vai:


• Solicitar o nome do domínio;
• Solicitar a quantidade de máquinas para realizar a instalação;
• Solicitar o IP e a senha de acesso ROOT de cada uma;
• Solicitar para cada máquina, o número de instâncias e o caminho a ser instalado;
• Lembrado que a quantidade de instâncias varia de acordo com a quantidade de memória da
máquina;
• Para o AdminServer, vai solicitar além do caminho da instalação o caminho do domínio;
• Ao término, vai solicitar as informações de acesso a base de dados para configurar a fonte de
dados.

IMPORTANTE: deve existir apenas uma instalação do Weblogic por máquina. O instalador reserva 70% de
memória para uso, os 30% restantes fica para o sistema operacional gerenciar seus recursos. É importante
manter essa proporção para a saúde da máquina e do servidor de aplicação.
Seguem as imagens de exemplo de instalação.

Deve ser selecionado o item New.

Confidencial da Empresa Philips Página 14 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser selecionada a versão. Conforme forem sendo homologados novas versões pela Philips essa lista
tende a crescer.

IMPORTANTE: deve entrar em contato com a Oracle para aquisição da licença de uso do Weblogic.

Confidencial da Empresa Philips Página 15 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser informado o nome do domínio.

Deve ser informado a quantidade de máquinas que vão receber a instalação do servidor de aplicação.

Deve ser informado o IP para acesso da primeira máquina. A Philips recomenda realizar o processo de
instalação na mesma máquina que vai ser o administrador das demais máquinas. Mesmo sendo uma
instalação local, deve ser utilizado o IP de acesso, não utilizar nem localhost ou 127.0.0.1.

Confidencial da Empresa Philips Página 16 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser informado a senha do ROOT.

Deve ser informado o caminho para instalação do Weblogic. A Philips recomenda que a instalação seja
feita no /opt.

Confidencial da Empresa Philips Página 17 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O domínio vai ser instalado baseado no caminho da aplicação em um diretório separado para melhor
gerenciamento dos recursos. Nesse momento não precisa informar o caminho da instalação apenas o
nome do diretório.

Confidencial da Empresa Philips Página 18 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Depois de acessar a máquina e definir o caminho do aplicativo e do domínio, deve ser escolhido a
quantidade de instâncias que essa máquina vai suportar. O instalador vai fazer uma avaliação sobre a
quantidade de memória e disponibilizar um range para realizar a instalação. Por exemplo, em um
equipamento com 16 GB de memória vai criar um range de apenas uma instância, para um equipamento
de 48 GB de memória vai disponibilizar de 3 a 4 instâncias e assim sucessivamente.

Lembrado que as instâncias sempre são criadas em pares, um MS para um RS e não devem ter um valor
de uso de memória muito elevado.

O MS vai receber os pacotes de acesso ao Tasy enquanto o RS vai receber os pacotes de geração de
relatórios. Historicamente o processo de geração de relatórios tem ocupado mais tempo de
processamento, devido ao volume de dados e/ou as customizações realizadas nele. Essa separação é
importante para não onerar a performance de acesso do sistema.

Confidencial da Empresa Philips Página 19 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O processo de informar IP, senha, caminho e número de instâncias vai ser executando repetidamente até
atingir o valor inicial informado quanto a quantidade de máquinas que vão participar do processo. Após
todas as máquinas serem configuradas vai ser solicitada as informações da base de dados. Existem três
opções para essa configuração:

• Normal, que vai solicitar o IP, porta, sid, usuário e senha de acesso ao banco;
• Avançado, que vai deixar disponível realizar qualquer configuração JDBC, tanto para
balanceamento, RACs e fail over que o driver da Oracle disponibiliza;
• Não configurar: que não vai realizar a configuração nesse momento, obrigado o usuário a
configurar, via console administrativo do Weblogic, as fontes de dados para acesso ao Tasy e
TASY_VERSAO para todas as instâncias. Essa opção não é recomendada pela Philips, devido à
complexidade de configuração dos itens no Weblogic. As configurações desses itens vão ser
apresentados no próximo capítulo.

Segue as imagens da configuração das fontes de dados usando a opção Normal.

Confidencial da Empresa Philips Página 20 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser informado o nome da fonte de dados.

Deve ser informado o IP do banco.

Confidencial da Empresa Philips Página 21 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser informado a porta do banco.

Deve ser informado o nome do banco.

Confidencial da Empresa Philips Página 22 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser informado o nome do usuário.

Deve ser informado a senha do usuário.

Confidencial da Empresa Philips Página 23 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser selecionado o driver de conexão.

IMPORTANTE: deve entrar em contato com o DBA para realizar a avaliação de qual driver escolher, cada
um deles tem um objetivo específico que pode melhorar ou piorar os acessos do servidor de aplicação à
base de dados.

Após informar todos os itens o instalador vai testar a conexão com o banco. Caso ocorra algum problema
vai voltar e solicitar as informações novamente.

Confidencial da Empresa Philips Página 24 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após validada as configurações da conexão com o banco de dados, basta informar os apelidos para os
aplicativos publicados localizarem o acesso à base de dados. O valor padrão para esses apelidos é
philips/TASY e philips/WTASY para o usuário principal e philips/TASY_VERSAO para o usuário da versão.
A Philips recomenda não editar os valores informados pelo instalador, ficando disponível a inclusão de
novos apelidos.

IMPORTANTE: esses apelidos são usados tanto para acesso dos aplicativos do Tasy quanto para sua
atualização de versão, caso sejam alterados, deve ser alterado o arquivo tasy-acesso-interno.jnlp e as
informações inseridas na tabela tasy_seg (explicados nos próximos capítulos).

A partir desse ponto é aguardar o processo de cópia e configuração dos arquivos. Em média leva 30

Confidencial da Empresa Philips Página 25 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

minutos por máquina, pode haver variação dependendo a qualidade da internet e das configurações de
rede.

Confidencial da Empresa Philips Página 26 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao apresentar essa imagem, o processo de instalação foi concluído com êxito. Caso apareça alguma
mensagem diferente, é interessante ler o arquivo de log buscando o motivo do problema encontrado. O
próximo capítulo demonstra como iniciar o Weblogic.

4.2. Ferramenta de instalação e gerenciamento Philips-App-Manager (Docker)

Os ambientes Docker são gerenciados pelo Philips-App-Manager, que efetua toda a instalação e
gerenciamento das aplicações e seus dependentes.

O aplicativo tem por objetivo facilitar o gerenciamento dos aplicativos do sistema Tasy e de suas
dependências. As configurações deles são automaticamente configuradas de acordo com as
especificações da Philips Clinical Informatics.

O aplicativo trabalha em um modo de alta disponibilidade, realizando a configuração do balanceador de


carga das aplicações e a configuração de um IP virtual para uma redundância de acesso entre servidores.
O aplicativo não tem por objetivo garantir a redundância necessária por parte de hardware do ambiente,
para isso é necessário ao menos dois servidores, sendo dois servidores físicos diferentes.

Observações:

• O aplicativo orquestra as imagens Docker geradas pela Philips. Imagens ou softwares de outra
origem podem sofrer interferências geradas pelo aplicativo.
• Foi construído com o intuito de rodar exclusivamente em um servidor Tasy, ou seja, de ter
exclusividade de todos os recursos de hardware do servidor de acordo com os requisitos da Philips
Clinical Informatics.
• Não suporta ambientes compartilhados no mesmo servidor, ou seja, produção e homologação
em um mesmo sistema operacional. A Philips Clinical Informatics não recomenda este tipo de
ambiente. Conforme descrito no capítulo 2.
Confidencial da Empresa Philips Página 27 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

• Os ambientes de homologação, devem possuir uma instância de sistema operacional e uma


instalação do Philips-App-Manager dedicada para este fim. Não há necessidade de compartilhar
o sistema operacional ou hardware entre produção e homologação, pois não há restrições
relacionadas a licenciamento de software na camada de servidor de aplicação que necessitem
deste tipo de configuração.
• As atualizações do Philips-App-Manager são liberadas via repositório YUM, que deve ser
atualizado sempre que possível.

4.2.1. Instalação do Repositório Philips

Inicialmente deve ser feito a execução do script que vai realizar o processo de download e execução da
configuração do repositório. Ao acessar o sistema operacional com o usuário com privilégios
administrativos ou o usuário ROOT, deve ser executado o comando a seguir.

curl -k https://repo.wheb.com.br/pub/philips_repo_public.sh | bash

4.2.2. Instalação do Philips-App-Manager

Efetuando a instalação do Philips-App-Manager será também instalado o Docker, HAProxy e o Keepalived,


todos são dependências do Philips-App-Manager e necessários para os aplicativos do sistema.

Para efetuar a instalação, basta executar o comando a seguir:

yum -y install philips-app-manager.x86_64

Após a instalação os serviços do philips-app-manager, docker, haproxy e keepalived serão iniciados


automaticamente. Se necessário os serviços podem ser geridos manualmente utilizando o “systemctl” ou
o “service”.

4.2.3. Primeiro Acesso


Após realizar o processo de instalação, fica disponível no servidor o aplicativo em execução para realizar
as configurações necessárias. Para acessar basta abrir o navegador, atualmente apenas o Google Chrome
possuí bom desempenho, informar o endereço de IP com a porta 8080. Por exemplo, no caso o IP do
servidor é 172.16.0.76. Sendo assim deve ser informado no navegador: http://172.16.0.76:8080.
Ao acessar a primeira vez, vai ser apresentado um aviso indicando que é necessário informa os dados de
conexão para uma base de dados do sistema. Segue imagem.

Confidencial da Empresa Philips Página 28 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Para realizar a configuração da base de dados basta clicar na tarja no meio da interface que vai ser
redirecionado para a configuração.

Confidencial da Empresa Philips Página 29 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

IMPORTANTE: como ainda não existe uma base cadastrada apenas a guia de cadastro da base fica
disponível.
Basta preencher o formulário com os dados de conexão, como o endereço de acesso da base de dados, a
porta que está disponível, o nome da base de dados, usuário e senha para base principal do Tasy e para o
Tasy Versão.
Caso seu ambiente tenha configurações avançadas como estrutura diferencia de acesso a serviços do
banco ou estrutura RAC, pode ser informado na área Advanced url a url completa de acesso, que os dados
básicos (url, port e name) serão desconsiderados (exemplo dessa configuração pode ser vista no capítulo
do Tomcat sobre configuração de Oracle RAC).
Segue imagem exemplo com os dados básicos informados.

Confidencial da Empresa Philips Página 30 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao clicar em salvar será realizada uma conexão a base de dados para validar os dados informados. Caso o
aplicativo consiga conectar tanto na base principal quanto na base de versão, vai ser redirecionado para
a interface de login, caso contrário vai indicar qual das duas não foi possível acessar.
Os motivos mais comuns para não conseguir acessar são:
• O servidor onde foi instalado o aplicativo não tem acesso ao servidor do banco de dados;
• O firewall não está configurado para permitir o acesso;
• Dados de conexão informados incorretamente;
• O Oracle pode estar configurado para prover o acesso via serviço, nesse caso pode ser informado
os dados básicos, copiar a url no topo da interface, colar no Advanced url, e substituir o último ‘:’
por uma ‘/’. Exemplo: jdbc:oracle:thin:@192.168.10.130:1521/orcl.
4.2.4. Demais Acessos
Uma vez a base de dados configurada no aplicativo, os demais acessos passam pela interface de login.
Deve ser informado um usuário do sistema que tenha perfil administrativo (o mesmo para atualizar a
versão do sistema).
Confidencial da Empresa Philips Página 31 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após informar usuário e senha válidos, vai ser realizado o redirecionamento para o painel dos servidores
cadastrados.
IMPORTANTE: ao realizar o primeiro acesso em um servidor que apenas configurou o banco de dados, vai
ser realizado automaticamente o cadastro do primeiro servidor, esse processo leva em torno de 30
segundos.

Confidencial da Empresa Philips Página 32 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao logar o painel de servidores apresenta todos os servidores que disponibilizam o acesso ao sistema.
Cada caixa representa um servidor. Em cada servidor é possível realizar algumas configurações através
dos botões. Acima dos botões é apresentado o endereço do servidor. Como são realizadas várias
checagens para garantir a saúde do servidor e o correto funcionamento do sistema, algumas mensagens
podem aparecer caso algo não esteja correto.

Ao lado dos botões tem o total de memória que os aplicativos do sistema utilizam e o total que o servidor
disponibiliza para o sistema. Por exemplo, ao baixar o Tasy Java, em ambiente de Homologação vai ser
consumido 1869mb por instância iniciada. Todo Tasy Java, deve ser executado com sua dependência que
é Tasy Reports consumindo mais 1459mb por instância. Ao chegar no limite disponível não será mais
possível ativar uma nova instância.

Abaixo dos botões são apresentados alguns metadados do servidor, como tempo de atividade, memória
utilizada, quantidade de processadores e média de uso dos processadores. Existe uma diferença em
disponibilizar memória para os aplicativos e efetivamente utilizar essa memória. O aplicativo aloca o
necessário executar o sistema em momentos de stress, sendo que na maior parte do tempo existirá mais
memória alocada que memória em uso.

Confidencial da Empresa Philips Página 33 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Na parte superior do painel existem alguns botões para realizar ações específicas. Seguindo da esquerda
para direita:

• Botão +: adiciona um novo servidor;


• Synchronize: facilita a configuração de múltiplos aplicativos ou versões em vários servidores;
• Config: configurações gerais que afetam todos os servidores;
• Logout: sai do aplicativo.

Na parte inferior ainda são apresentados:

• Tipo de ambiente, que pode ser: Produção, Homologação ou Teste;


• Tempo antes da sessão atual expirar (caso aconteça será necessário logar novamente);
• a versão do aplicativo.

4.2.5. Configurações do Philips-App-Manager

Ao clicar no botão Config no painel de servidores, vai ser redirecionado ao cadastro de configurações do
aplicativo, as configurações estão divididas em assuntos: base de dados, acessibilidade, arquivos
customizados, configurações de proxy, alta disponibilidade e configurações gerais. A base de dados já foi
apresentada no capítulo passado, assim, seguem os detalhes das demais configurações.

As configurações de acessibilidade são utilizadas pelo Tasy Java (semelhante ao que era definido no
arquivo Jnlp) e foram subdivididas em três colunas:

• Configurações do cliente: nessa coluna estão as configurações de aparência, consumo de


memória, região e idioma que vai ser configurado nas estações quando acessarem o Tasy Java;
• Configurações de rede interna: aqui é definido o tipo de acesso e o nome apresentado no ícone
do Tasy Java nas estações na rede interna;
• Configurações da rede externa: aqui é definido o tipo de acesso e o nome apresentado no ícone
do Tasy Java nas estações remotas.
Confidencial da Empresa Philips Página 34 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O item de arquivos customizados também é para o Tasy Java. Nessa interface é realizado a cópia dos
arquivos customizados do cliente para o sistema. Normalmente esses arquivos são compostos de: logo de
relatórios, arquivos de certificado de assinatura digital, jars, dlls.

Confidencial da Empresa Philips Página 35 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O item Proxy, serve para configurar os dados de servidor de proxy, caso existe esse tipo de configuração
no ambiente, onde filtra os acessos externos. O aplicativo precisa acessar dados na nuvem e em servidores
Philips, sendo assim precisa de alguns acessos externos. Essa também é a única configuração que pode
ser removida, todas as demais configurações têm valores padrões e podem apenas ser alterados.

Confidencial da Empresa Philips Página 36 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O item de alta disponibilidade dentre todos é o mais crítico. Sendo que é aqui que vai ser definida o
endereço de acesso ao sistema. Esse endereço vai ser compartilhado com todos os servidores do grupo,
como sendo um endereço virtual. Ele funciona como redundância de acesso, onde um dos servidores
aleatoriamente é designado como sendo o principal e os demais como suporte. Apenas o servidor
principal que vai realizar o balanceamento de carga entre todas as requisições e os aplicativos em
execução pelo Philips-App-Manager.

Caso o servidor principal fique indisponível, um dos servidores de suporte é designado como sendo o novo
principal. Esse processo é realizado de forma automática.

IMPORTANTE: essa configuração é obrigatória e deve ser realizada para ser criado o grupo de redundância
de acesso, sem essa configuração não é possível acessar os aplicativos do sistema, mesmo eles estando
em execução.

IMPORTANTE: o endereço de rede deve ter a mesma interface de rede dos servidores do grupo. Por
exemplo, se os servidores estão na sub-rede 192.168.0.0, o endereço virtual também deve participar
dessa mesma sub-rede. Todos exemplos apresentados têm como endereço 172.16.0.0, sendo assim a
configuração ficaria conforme imagem a seguir:

Confidencial da Empresa Philips Página 37 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Lembrando que o endereço virtual não deve existir na rede, para não ocorrer conflito de endereços IP.

Confidencial da Empresa Philips Página 38 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Por úlitmo as configurações gerais. Seguem os detalhes de cada item:


• Modo de execução: esse modo pode ser de Produção, Homologação ou Teste. Basicamente o que
muda é a quantidade de memória utilizada pelos aplicativos. O modo de Produção vem com os
valores maiores considerando momentos de grande uso do aplicativo. Enquanto os outros, vem
com a quantidade mínima para execução do aplicativo podendo denegrir a performance;
• Usuário e senha da área administrativa: para acessar alguns aplicativos é necessário informar
esses dados, por exemplo, para acesso as informações do WhebServidor, TasyReports ou Tasy-
Healthcheck, é necessário estar logado nessa área administrativa;
• Tempo de expiração da rede (em segundos): indica o tempo em que os processos que acessam
a rede aguardam, caso o processo não responda vai ser levado em consideração esse tempo para
indicar que houve algum problema na rede;
• Tempo de expiração de conexão ssh (em segundos): indica o tempo em que os processos via
conexão ssh acessam a rede e aguardam, caso o processo não responda vai ser levado em
consideração esse tempo para indicar que houve algum problema nessa conexão;
• Uso de relatório remoto para Tasy Java: configuração para uso de relatórios remotos. É
importante esse item se analisado com calma caso seja necessário desativá-lo. Sua desativação
pode comprometer a performance das instâncias que estão executando o Tasy Java.

Confidencial da Empresa Philips Página 39 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

IMPORTANTE: os itens “tempo de expiração de rede” e “tempo de expiração de conexão ssh” já possuem
o valor padrão para uma estrutura normal de rede. Caso o ambiente possua configurações especiais,
problemas de lentidão ou perda de pacotes, esse tempo deve ser alterado aumentando ele. O aumento
abusivo desse valor pode causar grande lentidão do Philips-App-Manager enquanto aguardando os
processos e validações de rede.

Dentre todas as configurações, apenas o item de alta disponibilidade é obrigatório ser informando.
Seguindo os exemplos até o momento, foi indicado como endereço virtual o IP 172.16.0.99. Isso provoca
duas mudanças no painel de servidores. Primeiro a mensagem de aviso, no servidor, é removida e o item
acima do servidor no centro do painel recebe um endereço e um indicativo de saúde. Segue imagem de
exemplo dessa mudança.
Posição inicial:

Após informar o endereço virtual:

Confidencial da Empresa Philips Página 40 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

4.2.6. Configurações do Servidor

Os dados básicos do servidor já vem pré definidos ao acessar o aplicativo pela primeira vez, porém, ainda
não foi definido qual aplicativo do sistema deve ser instalado no servidor, quais versões ficarão disponíveis
e quantas instâncias existirão.

No painel de servidores ao clicar no botão Edit de algum servidor, vai ser redirecionado a uma interface
de configuração semelhante a imagem a seguir.

Confidencial da Empresa Philips Página 41 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Essa interface apresenta algumas informações importantes, como o endereço do servidor, o usuário de
acesso e o tipo de conexão. Ao cadastrar um novo servidor (visto mais a frente) vai ser necessário informar
um usuário com privilégios administrativos ou o usuário ROOT. Ao iniciar a instalação de um novo servidor
é criado um usuário chamado Philips, com acessos apenas aos serviços que gerencia.

Outras informações importantes são a quantidade de memória que o servidor tem disponível para uso
dos aplicativos que compõem o sistema. O aplicativo calcula um percentual para o sistema operacional
se gerenciar e o resto é dividido entre os aplicativos do sistema. O valor apresentando a esquerda é o
total de todos aplicativos somando com o total de instâncias e suas dependências. O valor da direita é o
limite que o servidor suporta.

IMPORTANTE: durante a fase de cadastro é possível passar o limite que o servidor suporta em quantidade
de aplicativos ou instâncias, a interface vai dar um aviso que passou do limite alterando suas cores e
apresentado um aviso.

Logo abaixo da linha onde é apresentado o endereço, o usuário e a memória existe uma linha com uma
interface de rede. Essa configuração está diretamente ligada a alta disponibilidade das configurações

Confidencial da Empresa Philips Página 42 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

gerais. É nesse item que é identificado em que interface de rede do endereço virtual vai trabalhar para
manter o grupo de redundância de acesso entre os servidores.

Ao lado dos valores de memória existe um botão +, que serve para adicionar um novo aplicativo. Ao clicar
nele vai ser inserido no meio da interface uma nova linha. Nessa linha é possível escolher o aplicativo, a
versão, a build e a quantidade de instâncias. Podem ser adicionados quantos desejar, o limite aqui é a
quantidade disponível de disco. A Philips Clinical Informatics recomenda inserir apenas os aplicativos de
interesse da versão que vai ser utilizado e em caso de troca de versão ou build, manter cadastrado a
versão em uso e adicionar a próxima a ser utilizada, ativando ela em um momento propício. Segue imagem
com a nova linha para incluir um aplicativo do sistema.

Após adicionar o aplicativo, informar versão e build, vai ser listado as demais dependências que são
necessários para essa aplicação executar corretamente. As dependências são instaladas
automaticamente já com a versão correta de acordo com a versão do aplicativo selecionado.

Confidencial da Empresa Philips Página 43 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao terminar de selecionar todos aplicativos desejados basta clicar no botão Save para aplicar as
alterações. Nesse momento vai ser direcionado para o painel de servidores, indicando que esse servidor
está passando por um processo de configuração. Vai ser desativado o botão de edição e vai ser
apresentado algumas informações sobre os processos executados, como cópia de arquivos,
configurações, instalações, etc.

Confidencial da Empresa Philips Página 44 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao terminar todo processo a interface vai ser atualizada automaticamente, apresentado o aplicativo
selecionado, com suas dependências na quantidade de instâncias informada, conforme imagem a seguir.

Confidencial da Empresa Philips Página 45 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Conforme mencionado anteriormente, durante o cadastro é possível passar do limite de memória que o
servidor tem disponível, porém, até o momento nenhum aplicativo foi iniciando, sendo assim nenhuma
memória foi alocada ainda. Após ativar as chaves ligando as instâncias de interesse a memória começará
a ser alocada. Segue imagem da ativação de uma instância.

Confidencial da Empresa Philips Página 46 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

IMPORTANTE: cada aplicativo pode possuir aplicativos dependentes, quando isso ocorrer a interface vai
apresentar seus vínculos através de números, no caso da imagem acima, o tasy_tasyemr_1 é o frontend
que tem vínculo com tasy_tasyappserver_1 que é o backend, formando os dois componentes do Tasy
Html5. O mesmo pode ocorrer com outros aplicativos. Todas as partes devem estar ativas para o correto
funcionamento.

Após ser ativado o aplicativo e seus dependentes (no caso o Tasy versão Html5) já fica disponível no
endereço virtual que foi informado para alta disponibilidade (que aparece no meio da tela acima dos
servidores). Ao abrir uma nova guia e informar o endereço a página de login para acesso ao Tasy é
apresentada. Conforme imagem a seguir.

Confidencial da Empresa Philips Página 47 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Caso tivesse sido instalado e ativado o Tasy Java, o endereço precisaria de um complemento para o acesso,
no caso /Tasy, ficando http://172.16.0.99/Tasy, e assim para cada aplicativos instalado.

IMPORTANTE: o link que aparece no endereço meio da tela acima dos servidores, é um link para a página
do balanceador de carga com informações de tráfego entre os servidores. Para acessar os aplicativos é
necessário explicitamente informar o endereço.

Ao lado de cada instância existem alguns ícones, que tem os seguintes significados:
- a instância está executando;
- a instância não está executando;
- a instância está saudável;
- a instância apresenta algum problema;
- alguma alteração nas configurações foi realizada, é necessário reiniciar essa instância;
- botão para captura do log da instância.

4.2.7. Instalação de um Novo Servidor

No painel de servidores tem um botão +, ao clicar nele vai ser redirecionado para a interface de cadastro
de um novo servidor.

Confidencial da Empresa Philips Página 48 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

É necessário apenas informar o endereço de IP, usuário e senha. O usuário com privilégios administrativos
ou o usuário ROOT.

Confidencial da Empresa Philips Página 49 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após informar os dados clicar no botão Save. Ao clicar vai ser redirecionado para o painel de servidores,
onde vai apresentar uma nova caixa, sendo a representação do novo servidor e o que está sendo
processado nele.

Confidencial da Empresa Philips Página 50 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao termino de todo processo de instalação e configuração a interface vai ser atualizada, conforme imagem
abaixo.

Confidencial da Empresa Philips Página 51 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

4.2.8. Sincronização de Aplicativos entre Servidores

Após o cadastramento de vários servidores começa a ficar complicado acessar cada um deles e informar
qual aplicativo deve ser instalado, qual versão, buid, instâncias, etc. Para facilitar esse trabalho existe a
interface de sincronização. Para acessar ela basta clicar no botão Synchronize no painel dos servidores.

Essa interface vai listar por aplicativo, versão e build, quais os servidores que tem o aplicativo e quantas
instâncias dedicadas têm. Segue imagem.

Confidencial da Empresa Philips Página 52 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Essa interface tem o funcionamento muito semelhante ao editor de servidor, o botão + cria uma nova
linha para adicionar um novo aplicativo e o botão – remove a linha toda.

A maior diferença dela é que na mesma linha tem os servidores, representados pelo seu endereço IP e o
número de instâncias que vai ter. No caso vai ser apenas incluído o novo servidor no aplicativo existente,
porém, com uma instância a mais.

Para remover um servidor, basta clicar no X ao lado dele. Após realizar todas as configurações desejadas,
e clicar no botão Save, vai ser redirecionado para o painel de servidores.

Todos os servidores envolvidos vão realizar uma avaliação, identificando as alterações e processando de
acordo. Mesmo o primeiro servidor que não sofreu alterações vai ser avaliado novamente.

Confidencial da Empresa Philips Página 53 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao terminar todos os processos vai ser apresentada a lista de instâncias por servidor e seus dependentes.

Confidencial da Empresa Philips Página 54 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O processo de ativação e desativação do segundo servidor é o mesmo do primeiro, tendo o mesmo


comportamento.

5. Iniciando o Weblogic
Ao finalizar a instalação conforme demonstrado no capítulo anterior, o Weblogic já está pronto para ser
usado. Caso seja necessário iniciar ou parar tanto o Weblogic quanto o NodeManager, deve ser utilizado
os serviços disponibilizados pelo instalador. Para executar esses serviços basta executar o comando
abaixo.
Para iniciar o Weblogic:

systemctl start philips-weblogic

Para iniciar o NodeManager:

systemctl start philips-weblogic-nodemanager

Para finalizar o serviço basta trocar a palavra start por stop. Segue imagem como demonstrativo, primeiro
testando se a aplicação está executando e acessando os serviços.

Confidencial da Empresa Philips Página 55 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 56 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Nesse ponto o Weblogic está pronto para ser utilizado. Agora é possível acessar o console administrativo
através de um navegador web de preferência. Informar o IP da primeira máquina seguido da porta e do
nome do serviço.

http://192.168.222.1:7010/console/

O usuário padrão do é weblogic e a senha padrão é pwdPhilips@12c.

Confidencial da Empresa Philips Página 57 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

IMPORTANTE: a senha padrão do instalador da Philips é divulgado nesse manual, é obrigatório sua
alteração.

5.1. Iniciando e Finalizando Instâncias

Após instalar e executar o Weblogic, devem ser iniciados as instâncias das máquinas instaladas. Para
iniciar, deve acessar o console administrativo e navegar no menu no item Servers. Essa página vai listar
todas as instâncias disponíveis para serem utilizados.

IMPORTANTE: fique atento ao filtro, por padrão a lista apresenta apenas as 10 primeiras instâncias, tendo
que navegar para apresentar os demais ou editar as configurações de apresentação.

Confidencial da Empresa Philips Página 58 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 59 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser selecionado todas as instâncias que desejar executar, marcando a primeira coluna antes do
nome da instância. Depois clicar no botão Start. Segue imagem de exemplo do processo.

Confidencial da Empresa Philips Página 60 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao clicar no Start, vai ser apresentado uma página de confirmação com a lista de instâncias a serem
iniciadas. Deve clicar no botão Yes.

Após confirmar vai voltar para a página com a lista, apresentar uma mensagem de que foi realizada uma
solicitação para o NodeManager para iniciar as instâncias e alterar o status de cada instância.

Confidencial da Empresa Philips Página 61 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Depois de alguns segundos o status vai ser alterado novamente. Para não precisar ficar atualizando a
página para acompanhar o processo, podem ser clicado no ícone com as duas voltas, que a tabela vai ser
atualizada automaticamente de tempo em tempo.

Confidencial da Empresa Philips Página 62 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O processo para parar as instâncias é igual, porém, em vez de clicar no botão Start, deve ser clicado no
botão Shutdown e escolher uma das opções. A primeira (When work completes) vai aguardar até as
aplicações terminarem o trabalho para finalizar a instância. A segunda opção (Force Shutdown Now)
interrompe o processo derrubando as aplicações. A segunda opção é a mais comum em ser utilizada.

5.2. Alterando a Senha do Weblogic

A senha do Weblogic deve ser alterada para uma senha que contenha caracteres + números. A senha deve
ser alterada acessando o console administrativo e um arquivo de configuração que fica no mesmo
caminho do local onde o domínio foi instalado.

Primeiro deve ser navegado pelo menu no item Security Realms, selecionada a guia User and Groups e na
subguia Users, clicar no link com o nome weblogic.

Confidencial da Empresa Philips Página 63 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 64 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser selecionado a guia Passwords e informado a nova senha nos dois campos e clicar no botão Save.

Confidencial da Empresa Philips Página 65 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Agora todas as instâncias devem ser paradas (conforme descrito no capítulo anterior). Depois que as
instâncias estiverem paradas, deve ser editado o arquivo chamado boot.properties, que fica dentro da
pasta do AdminServer no caminho do endereço onde o domínio foi instalado.

Confidencial da Empresa Philips Página 66 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Na linha que está o username depois do símbolo de igual deve informar o nome do usuário weblogic e
depois do password deve informar pela última vez a nova senha.

Depois de salvar o arquivo, pode ser reiniciado o Weblogic, reiniciado o NodeManager e iniciar novamente
todas as instâncias.

IMPORTANTE: a senha no arquivo vai ser criptografada pelo próprio Weblogic.

Confidencial da Empresa Philips Página 67 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

5.3. Publicando Aplicativos War

A Philips disponibiliza vários aplicativos em formato war, onde a combinação de suas publicações
fornecem acesso as diversas funcionalidades que compõem o sistema Tasy. Os arquivos war abordados
nesse capítulo são os principais para utilização básica do Tasy Java. Existem vários outros arquivos que
complementam outras funcionalidades, como os aplicativos web e outras versões do Tasy, como Html5.
Para o Tasy Java, os arquivos estão separados em: WhebServidor, WhebRepositorio, Tasy e TasyReports.
Junto com eles ainda deve ser publicado um aplicativo de checagem da saúde a aplicação o tasy-
healthcheck.

O aplicativo Tasy tem uma publicação um pouco mais complexa e vai ser abordado com detalhes no
próximo capítulo.

Deve ser copiado da extranet os arquivos básicos que compõem o Tasy em um diretório junto ao servidor
de aplicação. A Philips recomenda criar um diretório chamado deploy dentro do diretório /opt. Segue
imagem como exemplo.

Confidencial da Empresa Philips Página 68 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Uma vez os arquivos listados no diretório deve ser acessado o console administrativo do Weblogic, clicar
no botão Lock & Edit, que vai ficar pressionado, navegar no menu no item Deployments e clicar no botão
Install.

Confidencial da Empresa Philips Página 69 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

No local indicado com o nome de Path, deve ser informado o caminho onde estão os arquivos no servidor.
Como foi criado o caminho /opt/deploy, deve ser informado esse caminho. A ferramenta permite realizar
uma navegação dos diretórios, conforme demonstrado nas imagens a seguir.

Confidencial da Empresa Philips Página 70 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 71 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve selecionar o WhebRepositorio e clicar no botão Next.

Confidencial da Empresa Philips Página 72 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

A interface apresenta duas opções para realizar a publicação, publicar como aplicativo ou biblioteca. No
caso dos arquivos war básicos do Tasy deve ser selecionado a opção aplicativo.

Confidencial da Empresa Philips Página 73 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Agora deve ser informado em que tipo de instância vai ser executado, para todos os aplicativos da Philips,
deve ser selecionado os MS(s). Apenas o TasyReports e o tasy-healthcheck são diferentes, suas diferenças
são demonstradas nesse capítulo.

IMPORTANTE: os aplicativos web e o Hml5 também devem ser publicados nas instâncias MS.

Confidencial da Empresa Philips Página 74 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 75 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Depois de realizar o processo de publicação o aplicativo vai aparecer na lista, junto com seu status atual
e quais instâncias está apresentado para ser executado.

IMPORTANTE: deve realizar o mesmo processo descrito para o WhebServidor.

Confidencial da Empresa Philips Página 76 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Deve ser seguido o processo de publicação para o TasyReports.

Confidencial da Empresa Philips Página 77 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Todos os passos até o momento da seleção das instâncias é igual, quando for selecionar as instâncias,
deve ser selecionadas as RS(s). Segue imagem de exemplo.

Confidencial da Empresa Philips Página 78 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após a publicação dos aplicativos WhebRepositorio, WhebServidor e TasyReports ficou faltando o tasy-
healthcheck.

Confidencial da Empresa Philips Página 79 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O aplicativo segue o mesmo processo, porém, em vez de selecionar MS ou RS devem ser selecionados os
dois.

Confidencial da Empresa Philips Página 80 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao final desse processo a tabela com a lista de aplicativos vai ficar muito parecida com a imagem a seguir,
faltando apenas ativar as alterações realizadas, clicando no botão Activate Changes.

Confidencial da Empresa Philips Página 81 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após ativar, deve ser selecionado todos os aplicativos e clicado no botão Start. Esse botão vai apresentar
duas opções. Deve ser selecionada a opção, Sevicing all requests, que vai solicitar uma confirmação para
iniciar as aplicações.

Confidencial da Empresa Philips Página 82 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 83 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após confirma a ativação os aplicativos estão ativos e executando.

5.4. Publicando Aplicativos Ear

No capítulo anterior foi apresentado o arquivo do tipo war e sua forma de publicação. A Philips também
disponibiliza arquivos do tipo ear, que contém um agrupamento de arquivos war. Sua foma de publicação
é semelhante e deve seguir o mesmo processo do capítulo anterior.

Atualmente existem dois arquivos do tipo ear, que são os básicos para instalação do Tasy Java, o
TasyJava.ear que deve ser publicado nas instâncias nomeadas como MS e o TasyJavaReports.ear que
deve ser publicado nas instâncias nomeadas como RS.

A seguir seguem as imagens como exemplo de publicação do ear. Nesse exemplo ainda é demonstrado
a seleção de múltiplos MS(s).

Confidencial da Empresa Philips Página 84 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 85 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 86 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 87 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 88 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 89 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 90 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Nesse ponto os aplicativos que fazem parte do ear, já estão prontos para serem utilizados. Ao clicar no
link com o nome do ear, vai ser listado os aplicativos que o compõem.

5.5. Publicando Aplicativo Tasy

A publicação do aplicativo Tasy é um pouco diferente. Esse aplicativo obrigatoriamente recebe


customização a cada nova instalação. Como cada ambiente tem seu grupo de endereços de IP, ele deve
ser configurado para atender a cada endereço específico. Com o uso do instalador um balanceador de
carga já é instalado e configurado, facilitando o processo de edição do aplicativo Tasy. Deve ser informado
o endereço de IP e a porta do balanceador, que vai ser a porta 80.

Antes de publicar ele, o arquivo Tasy.war que está na pasta /opt/deploy (detalhado no capítulo passado),
deve ser descompactado dando origem a um novo diretório. Segue o comando para executar a extração
e a imagem de exemplo.

unzip Tasy.war -d Tasy

Confidencial da Empresa Philips Página 91 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Agora que o diretório foi criado, deve ser editado o arquivo que contém o endereço de IP. Esse arquivo é
o tasy-acesso-interno.jnlp que fica dentro do diretório Tasy. Deve ser alterado os indicadores em
maiúsculo para o endereço IP e a porta, em que o Weblogic foi instalado. Segue imagem com destaque
dos locais que devem ser alterados no arquivo.

Confidencial da Empresa Philips Página 92 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 93 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após realizar as alterações necessárias no arquivo deve ser alterado o usuário do diretório. O usuário atual
deve ser o próprio ROOT, porém deve ser alterado para o mesmo usuário que está executado o Weblogic,
no caso o usuário oracle. Para alterar basta executar o comando abaixo.

chown -R oracle:oracle Tasy

Depois dessas alterações é possível dar início ao processo de publicação do Tasy. Diferente dos demais
aplicativos que sofrem alterações com relação a mudanças de versão esse aplicativo raramente sofre
mudanças, sendo que esse processo de publicação costuma ocorrer apenas uma vez por instalação,
enquanto os demais aplicativos são constantemente atualizados.

Deve ser seguido o mesmo passo de publicação do capítulo anterior, porém, não vai ser selecionado o
arquivo Tasy.war, mas o diretório Tasy. Os demais passos do processo de publicação são os mesmos do
WhebRepositorio e do WhebServidor. Ao final vai aparece na lista de aplicativos publicados.

Confidencial da Empresa Philips Página 94 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 95 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 96 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O aplicativo Tasy ainda tem uma última particularidade, deve ser editado o contexto de execução dele.
Para isso deve ser clicado no nome da aplicação, selecionado a guia Configuration e a subguia General.

Confidencial da Empresa Philips Página 97 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao final dessa página vai ter um item chamado Context Root, onde deve ser informado /Tasy, conforme
a imagem.

Confidencial da Empresa Philips Página 98 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao clicar no botão Save, vai ser indicado que alguns arquivos do diretório vão sofrer alteração, basta
confirmar.

Confidencial da Empresa Philips Página 99 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Por fim, clicar no botão de ativação aplicando no servidor todas as alterações realizadas.

5.6. Testando as Aplicações Publicadas

Ao término da publicação dos aplicativos e com as instâncias executando é possível realizar testes em
cada aplicativo para verificar se o mesmo está executando. Cada aplicativo tem um endereço de acesso
distinto e sua página de teste. Alguns deles vão requisitar usuário e senha do Weblogic, por se tratarem
de aplicativos que aplicam a mesma segurança de acesso que o Weblogic.

Para os aplicativos que solicitarem a senha vai apresentar uma tela semelhante a imagem abaixo.

Confidencial da Empresa Philips Página 100 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após informar o usuário e a senha vai se ativada a página de teste. Segue o endereço de cada aplicativo
com sua respectiva tela de teste.

http://192.168.222.1/Tasy/

Confidencial da Empresa Philips Página 101 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

http://192.168.222.1/WhebServidor/

http://192.168.222.1/WhebRepositorio/TasyCliente.jar

Observação: o aplicativo WhebRepositorio contém apenas um agrupamento de bibliotecas para o uso da


aplicação do lado do cliente. Como não tem página de teste disponibilizada é possível testar realizado o
download de qualquer biblioteca de seu conteúdo.

Confidencial da Empresa Philips Página 102 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

http://192.168.222.1:7031/TasyReports/

Observação: atenção a porta informada, o TasyReports fica fora do controle de balanceamento de carga,
obrigando ser informada a porta para o acesso. Cada RS tem uma porta diferente, para testar em cada
um deles, deve ser informada uma nova porta a cada teste.

Confidencial da Empresa Philips Página 103 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

http://192.168.222.1/tasy-healthcheck

Confidencial da Empresa Philips Página 104 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

IMPORTANTE: os testes são baseados no acesso via balanceador de carga, que aleatoriamente vai
selecionar internamente uma porta para o acesso, porém, é possível acessar diretamente cada aplicação
por instância. Para isso, deve ser informada a porta de acesso, em vez de não informar nada ou informar
80, deve ser informada a porta correspondente ao MS ou RS desejado.

6. Configuração do Weblogic

A Philips realiza pontualmente alterações sobre as configurações padrões do Weblogic. Essas alterações
estão distribuídas em quatro itens específicos:

• Fonte de dados, onde são criadas as configurações de acesso a base de dados, sendo que sempre
terão no mínimo duas fontes de dados, um para base principal e outro para base de atualização
da versão;
• Domínio, onde é alterada a porta administrativa, desativado o SSL, setado como ambiente de
produção, informado a senha padrão e ativado o caminho real arquivado;
• Segurança, onde é criado o item Philips WhebServidor, com suas atribuições de segurança usado
para validar o acesso há algumas ferramentas que a Philips disponibiliza;
Confidencial da Empresa Philips Página 105 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

• Instâncias ou servidores, onde ficam publicadas as aplicações desenvolvidas para uso do sistema,
são ajustados apenas as definições para a Jvm.

Todos os itens de configuração podem ser verificados com o aplicativo Tasy-Healthcheck. É importante
seu uso ao longo do ciclo de vida dos servidores, auxiliando a governança e mantendo as configurações
aderentes às necessidades do sistema Tasy e os diversos aplicativos que o compõem. Os detalhes de seu
uso são apresentado nos próximos capítulos.

6.1. Configuração da Fonte de Dados

Devem existir duas estruturas de fontes de dados configuradas. Cada estrutura deve possuir uma conexão
de usuário diferente, sendo uma o usuário principal e a segunda o usuário com as informações para
atualização de versão. A imagem a seguir mostrar o caminho onde deve ser configurado as fontes de
dados no Weblogic.

IMPORTANTE: os nomes das fontes de dados não são importantes para aplicação, porém, os apelidos ou
JNDI são importantes, sendo que a fonte de dados conectado na base principal deve ter em sua lista os
itens philips/TASY e philips/WTASY, enquanto a fonte de dados de atualização de versão deve ter em sua
lista o item philips/TASY_VERSAO.

Confidencial da Empresa Philips Página 106 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

A seguir são apresentados os detalhes de configuração da fonte de dados conectado na base principal. Os
itens marcados em vermelho são os itens que sofreram alterações, os demais são o padrão da criação da
fonte de dados.

Confidencial da Empresa Philips Página 107 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 108 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

A imagem a seguir apresenta as diferenças da fonte de dados conectado a base de atualização de versão
com relação a fonte de dados conectado a base principal. Apenas os itens da guia Configuration e subguia
Connection Pool são alterados os demais permanecem iguais.

Confidencial da Empresa Philips Página 109 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

6.2. Teste de Conexão da Fonte de Dados

Depois que as fontes de dados foram associados as instâncias e as instâncias foram iniciadas é possível
realizar um teste de conexão, validando as configurações realizadas. Ao selecionar uma fonte de dados
deve navegar na guia Monitoring e em seguida na subguia Testing. Marcar a instância que deseja validar
a conexão e clicar no botão Test Data Source.

Confidencial da Empresa Philips Página 110 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Se o banco estiver executando, com as permissões necessárias e a fonte de dados configurada


corretamente, vai apresentar a mensagem conforme imagem a seguir.

6.3. Configuração do Domínio

Deve estar marcado como ambiente de produção, sendo que a outra opção é desenvolvimento que
remove uma série de itens de seguranças tornando o ambiente produtivo instável. A porta administrativa
também não deve ser alterada, sendo que sua alteração provoca uma mudança generalizada de todas as
instâncias e por fim, deve estar marcado o atributo de caminho real arquivado conforme as imagens a
seguir.

Confidencial da Empresa Philips Página 111 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

6.4. Configuração de Segurança

Deve existir um item específico para os aplicativos da Philips no domínio de segurança, que é o Philips
WhebServidor. Com dois provedores informados o DefaultAuthenticator e o DefaultIdentityAsserter.

Segue as imagens dessas configurações.

Confidencial da Empresa Philips Página 112 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 113 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

6.5. Configuração das Instâncias

As instâncias possuem configurações dinâmicas que são calculadas no momento da instalação. Sua
complexidade está baseada na quantidade de processamento e memória disponível com relação a
quantidade de instâncias desejada no momento da instalação. As instâncias são criadas em pares, uma
chamada MS que vai receber os acessos dos usuários e uma chamada RS para a geração de relatórios.

O Weblogic nativamente informa vários atributos para a Jvm. A Philips utiliza o mesmo mecanismo de
configurações para alterar e adicionar alguns atributos para o bom funcionamento das aplicações do
sistema.

IMPORTANTE: esse manual tem o objetivo apresentar os atributos utilizados, porém, seus valores variam
de ambiente para ambiente e não devem ser considerados como valores fixos. Os valores limites devem
ser respeitados ou o ambiente pode apresentar instabilidade.

Segue a lista de atributos incluídos ou alterados para o MS e o RS.

Memória:

-XX:MaxMetaspaceSize, deve ser entre os valores 512m até 1024m.


-Xms e -Xmx, deve ser entre 4096m até 8192m. Tanto o Xms quanto o Xmx devem ter o mesmo valor.
Confidencial da Empresa Philips Página 114 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Região:

-Duser.language, deve ser informado de acordo com a região.


-Duser.region, deve ser informado de acordo com a região.

Garbage collector:

-XX:ParallelGCThreads, deve ter cinco oitavos do número de cores.


-XX:ConcGCThreads, deve ter um sexto do número de cores.
-XX:+UseG1GC, deve ser utilizando para troca o tipo de processamento do garbage collector.
-XX:+DisableExplicitGC, deve ser utilizado para diminuir a quantidade de garbage collector executados.

Philips:

-Dphilips.report.charset=UTF-8

IMPORTANTE: esse atributo é exclusivo da Philips, sendo que deve ser informado o valor do exemplo.
Salvo alguma customização que for acordada junto a Philips mediante a ordem de serviço.

Monitoramento:

-Djavax.management.builder.initial=
weblogic.management.jmx.mbeanserver.WLSMBeanServerBuilder
-Dcom.sun.management.jmxremote
-Dcom.sun.management.jmxremote.ssl=false
-Dcom.sun.management.jmxremote.authenticate=false
-Dcom.sun.management.jmxremote.local.only=false
-Djava.rmi.server.hostname=IP
-Dcom.sun.management.jmxremote.port=PORTA
-Dcom.sun.management.jmxremote.rmi.port=PORTA

IMPORTANTE: esses atributos são fixos para agilizar o processo de suporte, sendo elegível a alterações os
itens -Djava.rmi.server.hostname, -Dcom.sun.management.jmxremote.port e -
Dcom.sun.management.jmxremote.rmi.port que devem ser de acordo com o ambiente instalado. O
atributo -Djava.rmi.server.hostname deve ter o endereço de IP, não utilizar localhost nem 127.0.0.1.

Geral:

-Djava.security.egd=file:/dev/./urandom
-Djava.awt.headless=true
-Doracle.jdbc.useFetchSizeWithLongColumn=true
-Doracle.jdbc.fanEnabled=false

IMPORTANTE: esses atributos são fixos para otimizar o ambiente.


Segue a lista de atributos incluídos ou alterados para o MS.

Memória:

Os atributos -Xms e Xmx devem ter 70% sobre a soma do mesmo atributo entre o par MS e RS.
Ex.: o ms_1 tem 7168 (70%) e o rs_1 tem 3072 (30%) a soma deles é de 10240 (100%).

Confidencial da Empresa Philips Página 115 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Philips:

-Dphilips.location.Tasy=http://localhost:PORTA/Tasy/
-Dphilips.location.WhebRepositorio=http://localhost:PORTA/WhebRepositorio/
-Dphilips.location.WhebServidor=http://localhost:PORTA/WhebServidor/
-Dphilips.location.TasyReports=http://localhost:PORTA/TasyReports
-Dphilips.report.remote=true

IMPORTANTE: deve ser utilizado como acesso o localhost em vez do endereço de IP e a porta
correspondente ao par MS e RS. Ex.: o ms_2 tem porta 7012 e o RS_2 tem porta 7032, o atributo -
Dphilips.location.TasyReports vai ter a porta 7032, os demais têm porta 7012.

Segue a lista de atributos incluídos ou alterados para o RS.

Memória:

Os atributos -Xms e Xmx devem ter 30% sobre a soma do mesmo atributo entre o par MS e RS.
Ex.: o ms_1 tem 7168 (70%) e o rs_1 tem 3072 (30%) a soma deles é de 10240 (100%).

Philips:

-Dphilips.location.Tasy=http://localhost:PORTA/Tasy/
-Dphilips.location.WhebRepositorio=http://localhost:PORTA/WhebRepositorio/
-Dphilips.location.WhebServidor=http://localhost:PORTA/WhebServidor/
-Dphilips.location.tasy.server=http://localhost:PORTA/TasyAppServer/

IMPORTANTE: deve ser utilizado como acesso o localhost em vez do endereço de IP e a porta
correspondente ao par MS e RS. Ex.: o ms_2 tem porta 7012 e o RS_2 tem porta 7032, todos os atributos
deve ter a porta 7012.

7. Balanceador de Carga

Confidencial da Empresa Philips Página 116 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

O balanceador de carga utilizado é o haproxy. Durante o processo de instalação o balanceador é instalado


junto a máquina que recebe o administrador do Weblogic, sendo que o fluxo de dados bate nessa máquina
e é redistribuído entre todas as instâncias de todas as máquinas que participaram do processo de
instalação.

O balanceador faz o mapeamento da porta 80 da máquina que está do administrador do Weblogic para
todas as demais portas, mesmo em endereços IP diferentes, como é caso dos nós do Weblogic. Segue
diagrama simples de acesso e redirecionamento.

O objetivo desse manual não é detalhar a forma de configurar o balanceador de carga, porém, a
configuração dele se encontra no arquivo /etc/haproxy/haproxy.cfg.

7.1. Configuração para Apache Tomcat

Quando for utilizado o servidor de aplicação Apache Tomcat seguindo as configurações dos próximos
capítulos, vão existir várias instalações por máquina com várias portas diferentes. Para facilitar os acessos
o balanceador de carga deve fazer referência as portas de acesso http de cada instalação destinada ao
acesso do Tasy.

Como exemplo, em uma máquina que tem quatro instalações do Apache Tomcat, sendo duas de acesso
ao Tasy com as portas 8080 e 8081 e as outras duas para geração de relatório como as portas 9090 e
9091, deve configurar o balanceador para acessar apenas os dois de acesso ao Tasy, nas portas 8080 e
8081, seguem as imagens de exemplo.

Confidencial da Empresa Philips Página 117 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 118 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

8. Apache Tomcat

As referências de instalação e configuração para os ambientes disponíveis neste documento, contemplam


o uso do Apache Tomcat, como ferramenta de produção e/ou homologação em clientes, que se encaixem
no requisito descrito nas especificações de infraestrutura do capítulo anterior.

Durante o ciclo de vida dos aplicativos da Philips no Apache Tomcat existe uma troca de versão que é
importante listar, pois, entre uma versão e outra houve quebra de compatibilidade sendo necessário
alterar o servidor para utilização da versão mais recente.

Versão do Tasy Até (<=) 2.2.1677 Após (>) 2.2.1677

Versão do Tomcat 6 6 ou 7

Versão do Java 1.6 1.7 ou 1.8

IMPORTANTE: caso ainda existam servidores com o Apache Tomcat executando no sistema operacional
Windows, ele deve ser alterado para executar em um dos sistemas operacionais listados no capítulo sobre
a infraestrutura.

IMPORTANTE: sempre que possível, manter o Apache Tomcat e o Java, atualizados com a última versão
de build.

O Apache Tomcat é um contêiner web mais enxuto e portanto sua instalação é mais simples, bastando
realizar o download no site dele. Deve ser feita a cópia do arquivo com a extensão tar.gz.

Confidencial da Empresa Philips Página 119 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após realizado o download, deve ser copiado para o caminho /opt. Onde deve ser descompactado usando
o seguinte comando:

tar -xvf apache-tomcat-7.0.75.tar.gz

Confidencial da Empresa Philips Página 120 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após o término da extração os arquivos já estão prontos para serem configurados.

8.1. Separação das Instalações


Para utilização do Apache Tomcat deve ser realizada a mesma separação lógica que o Weblogic realiza.
Cada instalação deve ser feita em pares para executar o Tasy Java, sendo que uma instalação vai
representar o Ms, onde deve receber os pacotes de acesso ao Tasy enquanto a outra instalação vai
representar o Rs e vai receber os pacotes de geração de relatórios.

Em caso de utilização de aplicativos web, que compõem as funcionalidades do Tasy, deve ser configurado
uma terceira instalação, mantendo separado Tasy Java para acesso ao sistema, geração de relatórios e
aplicativos auxiliares.

Confidencial da Empresa Philips Página 121 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

IMPORTANTE: caso sejam utilizados vários aplicativos web em uma mesma instalação, ela pode
apresentar perda de performance devido à concorrência de recursos. Nesse cenário é recomendado
separar os aplicativos web em mais instalações do Apache Tomcat.

8.2. Conflito de Portas


Uma situação muito comum na utilização de múltiplas instalações do Apache Tomcat é o conflito de
portas. Nativamente ao iniciar o Apache Tomcat três portas são utilizadas por padrão:

• Porta 8080, que é a porta de acesso ao protocolo http;


• Porta 8005, que é a porta de finalização do servidor de aplicação;
• Porta 8009, que é a porta de acesso ao protocolo ajp.

Deve-se ter o cuidado ao instalar múltiplos Apaches Tomcat na mesma máquina, de criar um padrão de
separação de portas e documentar essa separação para manutenção futura.

As configurações de porta padrão estão no arquivo server.xml, porém, o arquivo setenv.sh também pode
possuir algumas configurações de porta, como a porta de acesso a monitoramento remoto, apresentado
nos próximos capítulos. Essa porta também deve ser alterada a cada nova instalação realizada na mesma
máquina.

Confidencial da Empresa Philips Página 122 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

9. Configuração do Apache Tomcat

A Philips realiza pontualmente alterações sobre as configurações padrões do Apache Tomcat. Essas
alterações estão distribuídas em quatro itens específicos:

• Fonte de dados (context.xml), onde são criadas as configurações de acesso a base de dados;
• Segurança (tomcat-users.xml), onde é configurado o usuário e senha para acessos a área
administrativa;
• Jvm (setenv.sh), onde são executados os aplicativos;
• Aplicativo manager, onde ficam as configurações da área administrativa.

Os itens de acesso a base de dados, segurança e Jvm serão detalhados nos próximos capítulos. Na área
onde ficam as configurações administrativas, existe apenas uma configuração que deve ser alterada, o
tamanho limite de publicação de arquivos. Por padrão, vem com o limite de 50 MB por arquivo que pode
ser publicado, esse valor deve ser alterado para 500 MB.

Essa alteração é feita editando um arquivo chamado web.xml, que fica em /opt/apache-tomcat-
7.0.75/webapps/manager/WEB-INF/, basta acrescentar um zero nas tags: max-file-size e max-request-
size. Segue as imagens de exemplo:

IMPORTANTE: atenção aos caminhos que podem alterar desse ponto em diante, caso o Apache Tomcat
tenha sido instalado e outro lugar ou com outra versão.

Confidencial da Empresa Philips Página 123 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Todos os itens de configuração podem ser verificados com o aplicativo Tasy-Healthcheck. É importante
seu uso ao longo do ciclo de vida dos servidores, auxiliando a governança e mantendo as configurações
aderentes às necessidades do sistema Tasy e os diversos aplicativos que o compõem. Os detalhes de seu
uso são apresentado nos próximos capítulos.

9.1. Configuração da Fonte de Dados

O Apache Tomcat possuí um arquivo chamado context.xml que fica em /opt/apache-tomcat-7.0.75/conf,


que é responsável pela configuração da fonte de dados. Como esse arquivo recebe qualquer tipo de
configuração do conector de dados escolhido, não vai ser apresentada todas as possíveis configurações.
Vai ser apresentado nos próximos capítulos dois exemplos de configuração de conexão, uma conexão a

Confidencial da Empresa Philips Página 124 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

uma base de dados Oracle individual e outra utilizando ambiente RAC. Segue imagem arquivo com a
configuração padrão.

Nesse arquivo vai ser configurado endereço da base de dados, usuário e senha de acesso. Existem três
maneiras de configurar esse arquivo:

• Senha Exposta: bastando informar usuário e senha diretamente no arquivo, muito comum em
exemplos de configuração encontrados em pesquisas na internet;
• Senha Criptografada na Base: utilizando como conexão padrão o usuário TASY_VERSAO/usuário
principal, que vai acessar o usuário TASY_VERSAO, fazer uma consulta na tabela tasy_seg, para
buscar a senha criptografada para acesso do /usuário principal;
• Senha Criptografada pela Aplicação: acessando o Tasy para que ele gere uma senha criptografada
com um hash de segurança baseado na senha informado pelo usuário.

IMPORTANTE: a Philips recomenda utilizar uma das opções onde a senha da base de dados é
criptografada.

O capítulo a seguir apresenta a forma de configuração usando a senha criptografada na base de dados.

9.1.1. Oracle Individual

Deve ser editado dentro da tag Context e configurar três apelidos de conexão com o banco:
• jdbc/TASY
• jdbc/WTASY
• jdbc/TASY_INTEGRACAO

A configuração é realizada criando um item chamado resource, conforme detalhado a seguir:


Confidencial da Empresa Philips Página 125 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

<Resource name="jdbc/TASY"
auth="Container"
type="javax.sql.DataSource"
driverClassName="oracle.jdbc.driver.OracleDriver"
url="jdbc:oracle:thin:@<IP_BANCO>:<PORTA_BANCO>:<ALIAS_BANCO>"
username="tasy_versao/<USUARIO_PRINCIPAL>"
password="aloiskve"
maxActive="-1"
maxIdle="-1"
maxWait="-1"/>

Deve ser alterado os itens:


• IP_BANCO: para o endereço de IP do banco de dados;
• PORTA_BANCO: para a porta do listener do banco de dados, por padrão a 1521;
• ALIAS_BANCO: para o nome do banco, por padrão a orcl;
• USUARIO_PRINCIPAL: para o nome do usuário principal do sistema, por padrão tasy.

Segue imagens com os exemplos de configuração dos três itens.

Confidencial da Empresa Philips Página 126 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

9.1.2. Oracle RAC

Deve utilizar a mesma forma de configuração apresentada no capítulo anterior, porém, o atributo url deve
ser alterado. Nesse atributo vai estar os endereços IP dos bancos mas os detalhes de configuração quanto
ao falha e a recuperação da conexão com o banco, quanto tempo e espera entre eles.

url="jdbc:oracle:thin:@(DESCRIPTION = (ADDRESS = (PROTOCOL = TCP)(HOST = IP_BANCO_1)(PORT =


PORTA_BANCO_1))(ADDRESS = (PROTOCOL = TCP)(HOST = IP_BANCO_2)(PORT =
PORTA_BANCO_2))(LOAD_BALANCE = yes)(CONNECT_DATA =(SERVER = DEDICATED) (SERVICE_NAME =

Confidencial da Empresa Philips Página 127 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

ALIAS_BANCO)(FAILOVER_MODE =(TYPE = SELECT)(METHOD = BASIC)(RETRIES = 180)(DELAY = 5))))"

Deve ser alterado os itens:


• IP_BANCO_1: endereço IP do primeiro banco;
• PORTA_BANCO_1: porta do listener do primeiro banco de dados, por padrão a 1521;
• IP_BANCO_2: endereço IP do segundo banco;
• PORTA_BANCO_2: porta do listener do segundo banco de dados, por padrão a 1521;
• ALIAS_BANCO: para o nome do banco, por padrão a orcl.

IMPORTANTE: caso o ambiente RAC esteja utilizando o recurso de “RAC SCAN”, deve manter a
configuração no capítulo anterior, sem alterar a url.

9.2. Configuração de Segurança

O Apache Tomcat possuí um arquivo chamado tomcat-users.xml que fica em /opt/apache-tomcat-


7.0.75/conf, que é responsável pela configuração do controle de segurança. Dentro desse arquivo deve
ser informado o usuário e senha, bem como as regras de segurança para acesso à interface de
gerenciamento e permissão para o gerenciamento dos aplicativos da Philips. Para isso deve ser incluído a
seguinte linha no arquivo.

<user username="USER" password="SENHA" roles="manager-gui,philips-manager" />

Deve ser alterado os itens:


• USER: para o nome do usuário, por padrão é tomcat;
• SENHA: para o acesso as permissões.

Segue imagem de exemplo.

Confidencial da Empresa Philips Página 128 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

9.3. Configuração da Jvm

9.3.1 Ativação dos logs de auditoria do EMR

Para ativar auditoria de operações relacionadas a funcionalidades diversas do EMR (ex: Login, Logout,
Acesso ao pronturário, acesso à funções e etc) deve ser aplicada na JVM do servidor de aplicação
homologado (tomcat ou weblogic) a seguinte propriedade:
-Dphilips.audit.driver.class=com.philips.app.audit.impl.oracle.driver.OracleAuditDriver
Para validar se a configuração está gerando os logs de auditoria corretamente, deve ser acessada a função
Administração de logs, e depois, opção de menu Consulta. Será solicitado autenticação de um segundo
usuário com acesso à esta função para completar o processo.

9.3.2. JCE (Java Criptography Extension)

Devido a legislação de alguns países, o Java possui uma restrição para determinados tipos que criptografia,
como o AES-256. Se for necessário o uso de criptografia acima do limite ativo no Java, é necessária a
instalação da JCE. Esta extensão remove as políticas de restrição a criptografia.

Para instalar a JCE, deve-se seguir as instruções de instalação embutidas nos pacotes, que estão
disponíveis em http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/index.html. A versão pode
variar de acordo com a versão do Java instalada.

9.3.3. Configurações da JVM para Tomcat

O Apache Tomcat ao ser iniciado permite alterar as configurações da Jvm em que vai executar. Essa
flexibilidade permite que algumas configurações de performance sejam aplicadas, melhorando a
utilização dos recursos da máquina. Como cada máquina tem as suas particularidades, quanto a

Confidencial da Empresa Philips Página 129 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

capacidade de processamento e quantidade de memória, os valores dos atributos a seguir serão


diferentes a cada instalação, sendo necessário calcular cada um deles.

IMPORTANTE: esse manual tem o objetivo apresentar os atributos utilizados, porém, seus valores variam
de ambiente para ambiente e não devem ser considerados como valores fixos. Os valores limites devem
ser respeitados ou o ambiente pode apresentar instabilidade.

Segue a lista de atributos incluídos ou alterados para a Jvm tanto para a instalação de acesso ao Tasy
quanto para a instalação para geração de relatórios.

Memória:

-XX:MaxPermSize, deve ser entre os valores 512m até 1024m.


-Xms e -Xmx, deve ser entre 1024m até 8192m. Tanto o Xms quanto o Xmx devem ter o mesmo valor.
Região:
-Duser.language, deve ser informado de acordo com a região.
-Duser.region, deve ser informado de acordo com a região.

Garbage collector:
-XX:ParallelGCThreads, deve ter cinco oitavos do número de cores.
-XX:ConcGCThreads, deve ter um sexto do número de cores.
-XX:+UseG1GC, deve ser utilizando para troca o tipo de processamento do garbage collector.
-XX:+DisableExplicitGC, deve ser utilizado para diminuir a quantidade de garbage collector executados.
Philips:
-Dphilips.report.charset=UTF-8
IMPORTANTE: esse atributo é exclusivo da Philips, sendo que deve ser informado o valor do exemplo.
Salvo alguma customização que for acordada junto a Philips mediante a ordem de serviço.

Monitoramento:
-Dcom.sun.management.jmxremote
-Dcom.sun.management.jmxremote.ssl=false
-Dcom.sun.management.jmxremote.authenticate=false
-Dcom.sun.management.jmxremote.local.only=false
-Djava.rmi.server.hostname=IP
-Dcom.sun.management.jmxremote.port=PORTA
-Dcom.sun.management.jmxremote.rmi.port=PORTA

IMPORTANTE: esses atributos são fixos para agilizar o processo de suporte, sendo elegível a alterações os
itens -Djava.rmi.server.hostname, -Dcom.sun.management.jmxremote.port e -
Dcom.sun.management.jmxremote.rmi.port que devem ser de acordo com o ambiente instalado. O
atributo -Djava.rmi.server.hostname deve ter o endereço de IP, não utilizar localhost nem 127.0.0.1.

Geral:
-Djava.security.egd=file:/dev/./urandom
-Djava.awt.headless=true

IMPORTANTE: esses atributos são fixos para otimizar o ambiente.

Segue a lista de atributos incluídos ou alterados para a instalação de acesso ao Tasy.

Confidencial da Empresa Philips Página 130 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Memória:
Os atributos -Xms e Xmx devem ter 70% sobre a soma do mesmo atributo entre o par de instalações.
Ex.: a instalação de acesso tem 7168 (70%) e a instalação de relatórios tem 3072 (30%) a soma deles é de
10240 (100%).

Philips:
-Dphilips.location.Tasy=http://localhost:PORTA/Tasy/
-Dphilips.location.WhebRepositorio=http://localhost:PORTA/WhebRepositorio/
-Dphilips.location.WhebServidor=http://localhost:PORTA/WhebServidor/
-Dphilips.location.TasyReports=http://localhost:PORTA/TasyReports
-Dphilips.report.remote=true

IMPORTANTE: deve ser utilizado como acesso o localhost em vez do endereço de IP e a porta
correspondente ao par de instalações. Ex.: a instalação de acesso tem porta 8080 e a instalação de
relatório tem porta 9090, o atributo -Dphilips.location.TasyReports vai ter a porta 9090, os demais têm
porta 8080.

Segue a lista de atributos incluídos ou alterados para a instalação geração de relatórios.


Memória:

Os atributos -Xms e Xmx devem ter 30% sobre a soma do mesmo atributo entre o par de instalações.
Ex.: a instalação de acesso tem 7168 (70%) e a instalação de relatórios tem 3072 (30%) a soma deles é de
10240 (100%).
Philips:
-Dphilips.location.Tasy=http://localhost:PORTA/Tasy/
-Dphilips.location.WhebRepositorio=http://localhost:PORTA/WhebRepositorio/
-Dphilips.location.WhebServidor=http://localhost:PORTA/WhebServidor/

IMPORTANTE: deve ser utilizado como acesso o localhost em vez do endereço de IP e a porta
correspondente ao par de instalações. Ex.: a instalação de acesso tem porta 8080 e a instalação de
relatório tem porta 9090, todos os atributos deve ter a porta 8080.

Segue as imagens com exemplos dessa configuração.

Confidencial da Empresa Philips Página 131 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 132 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 133 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

10. Iniciando o Apache Tomcat

O Apache Tomcat deve ser iniciado executando o script de inicialização nativo dele, o nome do arquivo é
startup.sh que está em /opt/apache-tomcat-7.0.75/bin. Para terminar o processamento, pode ser
executado o script shutdown.sh do mesmo caminho. Segue as imagens como exemplo.

10.1. Publicando Aplicativos War

A Philips disponibiliza vários aplicativos em formato war, onde a combinação de suas publicações
fornecem acesso as diversas funções que compõem o sistema Tasy. Os arquivos war abordados nesse
Confidencial da Empresa Philips Página 134 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

capítulo são os principais para utilização básica do Tasy. Esses arquivos estão separados em:
WhebServidor, WhebRepositorio e Tasy.
O aplicativo Tasy tem uma publicação um pouco mais complexa e já foi abordado no capítulo sobre
publicação do aplicativo Tasy em Weblogic. Toda configuração é a mesma, porém, deve considerar que
existe apenas uma instância.

Deve ser copiado da extranet os arquivos básicos que compõem o Tasy em um diretório junto ao servidor
de aplicação. A Philips recomenda criar um diretório chamado deploy dentro do diretório /opt. Segue
imagem como exemplo.

Assim que os arquivos já tiverem sido copiados e o diretório do Tasy criado e configurado, deve ser
acessado a parte administrativa, clicando no botão Manager App. Vai ser solicitado um usuário e uma
senha para acesso, que é o mesmo configurado no capítulo de segurança.

Confidencial da Empresa Philips Página 135 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Segue a lista de aplicativos padrões que vem com a instalação do Apache Tomcat.

Confidencial da Empresa Philips Página 136 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Ao final dessa página vai ser apresentada uma série de informações sobre a versão do Apache Tomcat,
do Java e do sistema operacional.

Confidencial da Empresa Philips Página 137 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Depois de logado basta clicar no botão Browse… e selecionar os aplicativos no formato war. Segue
imagem de exemplo.

Confidencial da Empresa Philips Página 138 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 139 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Após selecionado clicar no botão Open e em seguida no botão Deploy. No caso do aplicativo Tasy que é
um diretório, sua publicação é um pouco diferente. Deve ser informado endereço do contexto e o
diretório de origem. Segue imagem de exemplo.

Confidencial da Empresa Philips Página 140 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Por fim, segue a lista dos aplicativos publicados.

Confidencial da Empresa Philips Página 141 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 142 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

11. Configuração para Atualização de Versão

Antes de realizar a atualização da versão deve ser verificado se o Tasy têm acesso as duas fontes de dados:
acesso ao usuário principal e ao usuário TASY_VERSAO. No caso do servidor de aplicação, as duas fontes
de dados devem estar apresentados para as instâncias do tipo MS e no caso do contêiner web deve estar
configurada no arquivo de fontes de dados.

Acessando a base de dados e realizando uma consulta em estrutura de tabela no usuário TASY_VERSAO,
deve existir a seguinte tabela com essa estrutura:

desc tasy_seg

Nome Nulo Tipo

NM_USER NOT NULL VARCHAR2(15)

DS_SENHA NOT NULL VARCHAR2(200)

DT_ATUALIZACAO NOT NULL DATE

NM_USUARIO NOT NULL VARCHAR2(15)

DS_LICENCA VARCHAR2(2000)

NR_PORTA_BANCO NUMBER(10)

DS_CONTEXT VARCHAR2(50)

Deve também ter um registro que faça a ligação entre o usuário TASY_VERSAO e o usuário principal.
Seguindo os exemplos da instalação do Weblogic apresentados anteriormente o registro ficaria assim:

select * from tasy_seg

NM_USER NM_USER DT_ATUALIZACAO NM_USUARIO DS_LICENCA NR_PORTA_BANCO DS_CONTEXT

tasy ****** 22/02/2017 tasy 1521 WTASY

IMPORTANTE: o item DS_CONTEXT deve ter o apelido que faz a referência ao usuário principal. Em caso
de dúvida, pode olhar o apelido da fonte de dados, acessando o Tasy no canto inferior direito.

Confidencial da Empresa Philips Página 143 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

12. Aplicativos Web

Dentre os aplicativos disponibilizados pela Philips, alguns deles precisam de um acesso direto ao aplicativo
WhebServidor. Esse acesso direto é feito via comunicação socket através de uma porta direta. Caso não
seja informado nada, o WhebServidor vai utilizar por padrão a porta 4444. Assim os demais aplicativos
vão buscar por esse endereço nativamente.

Em caso de necessidade de alteração dessa porta, pode ser utilizado o argumento da Jvm a seguir:
-Dphilips.socketPort=(Número da porta)

IMPORTANTE: em caso de carregar múltiplos aplicativos WhebServidor, como é o caso do Weblogic ou


múltiplas instalações do Apache Tomcat, cada instância deve ter uma porta diferente, para evitar conflito
de portas.

Para que esse tipo de aplicativo gere corretamente as imagens de logo dos relatórios, deve ser informado
um parâmetro para realizar a conexão com o aplicativo Wheb_Config.
-Dphilips.location.Wheb_Config=http://localhost:PORTA/Wheb_Config/

IMPORTANTE: esses atributos são exclusivos da Philips, sendo que deve ser informado o valor do
exemplo. Salvo alguma customização que for acordada junto a Philips mediante a ordem de serviço. Deve
ser utilizado como acesso o localhost em vez do endereço de IP e a porta correspondente, que
normalmente é a 8080.

Confidencial da Empresa Philips Página 144 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

13. Habilitar Conexão Segura

Antes de realizar a ativação de segurança, deve ser verificado se a versão do Tasy é igual ou superior a
versão 2.2.1659. Também deve verificar se possuí o certificado que deve ser emitido e assinado por uma
autoridade certificadora (CA), como por exemplo Entrust, Certsign, entre outros.

IMPORTANTE: deve possuir criptografia de no mínimo 2048 bits.

13.1. Conexão segura Weblogic


O processo de configuração de criptografia de conexão está descrita no Blog da Oracle conforme link
abaixo:

https://blogs.oracle.com/blogbypuneeth/entry/steps_to_create_a_csr

13.2. Conexão segura Tomcat


O processo de configuração de criptografia de conexão é dividida em dois pontos: a importação do
certificado válido e a edição do arquivo de configuração de conexão.

A importação é feita utilizando uma ferramenta que vem junto com a instalação do Java. No caminho
instalado deve ser navegado na pasta /bin e localizado o arquivo keytool. A instalação do Java por padrão
fica no caminho /usr/java/jdk1.7.0_80. Segue o exemplo de importação do certificado.

keytool -import -alias root -keystore <nome_do_seu_keystore>


-trustcacerts -file <arquivo_do_certificado_valido>

Deve ser realizada a alteração da confguração do servidor de aplicação no arquivo server.xml, que fica em
/opt/apache-tomcat-7.0.75/conf/

<Connector
protocol="org.apache.coyote.http11.Http11NioProtocol"
port="8443" maxThreads="200"
scheme="https" secure="true" SSLEnabled="true"
keystoreFile="${user.home}/.keystore" keystorePass="alterar_senha"
clientAuth="false" sslProtocol="TLS"/>

Após a realização das alterações deverá ser reiniciado o servidor de aplicação.

13.3. Configurando Tasy


Para que o sistema Tasy execute com esse ambiente é necessário a adição do parâmetro -usesSSL no
arquivo tasy-acesso-interno.jnlp e configuração da porta de conexão HTTPS. O processo de edição e
publicação desse arquivo é detalhado no capítulo sobre a publicação do aplicativo Tasy. Segue imagem
de exemplo.
Confidencial da Empresa Philips Página 145 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Pode-se testar a criptografia da conexão HTTPS utilizando a ferramenta WIRESHARK, e fazendo um


escaneamento da porta do Servidor de aplicação, que está sendo utilizada pelo HTTPS para observar a
conexão segura em funcionamento.

Segue um exemplo de utilização do WIRESHARK na wiki oficial do projeto:


https://wiki.wireshark.org/CaptureFilters.

Confidencial da Empresa Philips Página 146 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

14. Impressão de relatórios no TASY HTML5

Para impressão de relatórios no TASY HTML5, é necessário utilizar um serviço do Linux que adiciona
capacidade ao servidor de aplicação de enviar os relatórios gerados dentro do sistema para os dispositivos
de impressão.

O serviço em questão chama-se CUPS® e deve ser instalado e configurado no sistema operacional Linux
de cada um dos servidores de aplicação que estiver rodando o Tasy HTML5 no ambiente (produção,
homologação entre outros). Uma vez instalado o serviço, o mesmo deve ser configurado para conter cada
uma das impressoras do ambiente do cliente independentemente do tipo (Laserjet, Deskjet,
Multifuncionais, Térmicas e demais dispositivos).

Para realizar a instalação do serviço de impressão CUPS, com o usuário root execute o seguinte comando
no terminal:

yum install –y cups

yum install –y ghostscript.x86_64 hplip-common.x86_64

service cups start


chkconfig cups on

Após o serviços estar executando pelo comando acima, edite o arquivo de configuração com o comando
abaixo:
vim /etc/cups/cupsd.conf

Adicione a linha abaixo para facilitar a administração do mesmo:

DefaultEncryption Never

Configure o endereço de execução para o endereço IPV4 do seu servidor:

Confidencial da Empresa Philips Página 147 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Configure o privilégio de acessar a interface de administração para o endereço de rede equivalente às


máquinas que vão acessar a interface do CUPS para configurar as impressoras. Ex.: VLAN do departamento
de TI do hospital, rede de administração dos servidores entre outros.

Faça o mesmo para as páginas de administração do CUPS:

Após adicionar estas configurações, feche o arquivo e salve o mesmo com auxílio do comando :x OU :wq
do editor vi do Linux.

Reinicie o serviço de impressão do CUPS para tornar as configurações ativas:

Após estes procedimentos, acesse a interface de configuração do cups via browser à partir da rede de
administração configurada anteriormente como permitida:
https://IPV4_servidor:631

Para autenticação utilize o usuário root e a senha do mesmo.

Confidencial da Empresa Philips Página 148 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Segue exemplo da interface de configuração do CUPS:

Para adicionar uma fila de impressão, utilize o botão Add Printer, conforme indicado abaixo:

No caso de impressoras TCP/IP, utilize a opção destacada abaixo:

Confidencial da Empresa Philips Página 149 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Adicione o ip da impressora em questão

Adicione detalhes e informações acerta da fila de impressão, inclusive o nome da fila de impressão. O
nome da fila de impressão encontra-se em destaque na imagem abaixo e será utilizado dentro do TASY
como nome da impressora vinculada ao relatório ou perfil:

Confidencial da Empresa Philips Página 150 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Em seguida, localize o fabricante da impressora e na sequência o modelo específico:

Confidencial da Empresa Philips Página 151 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Por último, configure as propriedades padrão da impressora que são necessárias como tamanho do papel,
orientação entre outros:

No caso de não localizar drivers específicos para a sua impressora a partir do fabricante para instalar no
sistema operacional Linux, deve-se realizar a configuração utilizando um driver genérico PS ou PCL. Segue
exemplo abaixo:

Confidencial da Empresa Philips Página 152 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 153 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Opções da impressora genérica como impressão frente e verso, também estão disponíveis através do “set
default options” do driver genérico:

Dependendo do modelo da impressora, diferentes drivers podem precisar ser testados no caso de não
haver driver específico para a impressora principalmente para que opções como impressão frente e verso
funcionem. Fica como tarefa para o cliente realizar tentativa com drivers genéricos diferentes até obter a
funcionalidade desejada se a sua impressora não possuir suporte para CUPS no Linux.

Após estas configurações, o CUPS estará pronto para utilização e as impressões via Tasy HTML5
funcionarão normalmente. Alguns ajustes, nomenclaturas ou telas deste manual podem mudar conforme
versão do CUPS e cabe ao especialista Linux do cliente realizar as adaptações necessárias neste passo a
passo.

Confidencial da Empresa Philips Página 154 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

15. Aplicativo Tasy-Healthcheck

O aplicativo tem o objetivo de checar as configurações do banco de dados e do servidor de aplicação,


comparando com o que está informado nos manuais da Philips. No caso do banco de dados, a avaliação
dos itens segue o manual: Manual de Configuração do Banco de Dados, enquanto o servidor de aplicação
segue este manual, detalhados nos capítulos anteriores.

Outro objetivo do aplicativo é auxiliar na governança durante a vida produtiva dos servidores. Com o
passar do tempo os servidores podem sofrer alterações com relação ao equipamento dele, aumentando
sua vida útil. Essas mudanças vão ser percebidas pelo aplicativo que vai re-avaliar o ambiente, podendo
apontar novos itens ou mesmo marcar itens resolvidos no passado.

Após publicar o aplicativo pode ser acessado através do endereço do servidor, mais a porta de acesso
padrão seguindo o nome do aplicativo, segue o exemplo do endereço de conexão.

http://192.168.222.1/tasy-healthcheck

Confidencial da Empresa Philips Página 155 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

A partir desse menu simples é possível navegar para as demais telas de validação:

• Philips – Process health status, apresenta uma avaliação do próprio aplicativo sobre os processos
que esta executando e as conexões que esta realizando;
• Philips – Oracle database health check, avalia as configurações e as permissões que o Tasy precisa
ter para que os processos executem sem problemas e com performance;
• Philips – Tomcat server health check, avalia as configurações do Tomcat, conforme apresentadas
no capítulo anterior;
• Philips – Weblogic server health check, avalia as configurações do Weblogic, conforme
apresentadas no capítulo anterior;
• Philips – Log, uma página simples onde pode ser acompanhado o log dos processos da aplicação.

Cada página de validação apresenta várias tabelas com diferentes agrupamentos de itens. Todas as
tabelas apresentam colunas com o nome do item, o valor que o item deveria ter e o valor atual do item.

Confidencial da Empresa Philips Página 156 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Quando o valor atual do item estiver de acordo com o valor esperado a linha vai ser pintada na cor verde.
Caso não atenda e o item é relevante tanto para itens relacionados a funcionalidade e performance a
linha vai ser pintada em vermelha. E por fim se o item não atender e for item que não está diretamente
ligado a funcionalidade nem a performance vai se apresentado a cor amarela.

Existem, basicamente dois tipos de item que são avaliados: os itens de valor objetivo e os itens de valor
subjetivo. Os itens de valor objetivo vão ser aqueles que devem ser setados exatamente como descrito
no manual, por exemplo: o item do banco de dados cursor sharing tem apenas um valor a ser informado,
assim como no servidor de aplicação o item -Djava.awt.headless que também tem apenas um valor a ser
informado. Enquanto que os valores subjetivos podem ser alterados de acordo com o equipamento
utilizado, por exemplo: o item do banco de dados job queue processes que deve ter um valor mínimo,
mas se o equipamento suportar, pode subir esse valor. O mesmo ocorre com o item do servidor de
aplicação -Xmx, que possui um valor mínimo e um valor máximo, dentro desse intervalo pode ser
informado qualquer valor conforme a quantidade de instâncias e memória disponível na máquina.

Além de apresentar os itens que não estão corretos em destaque, também realiza a correção dos itens.
Para isso basta marcar o item e clicar no botão ao final da página. Dependendo do servidor de aplicação
ou do banco de dados vai ser solicitado um usuário e senha para acesso. O aplicativo vai corrigir os itens
objetivos como determina o manual e ajustar pontualmente os itens subjetivos.

IMPORTANTE: os itens subjetivos devem ser revistos, o aplicativo sempre vai ajustar para o valor mais
seguro garantindo funcionalidade, porém, pode remover otimizações realizadas para performance.
Seguem as imagens de exemplo de validação e correção.

Confidencial da Empresa Philips Página 157 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 158 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS


Manual HISS EMR
Código documento: 0886
Manual de Instalação e Configuração dos Revisão: 023
Servidores de Aplicação para Tasy Java e Status: Aprovado
HTML5

Confidencial da Empresa Philips Página 159 de 159

CÓPIAS NÃO SÃO CONTROLADAS

Você também pode gostar