Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPIRITO SANTO

CAMPUS SÃO MATEUS


CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

BRENDA DA SILVA

CIRCUITOS RC COM ONDA QUADRADA

SÃO MATEUS – ES
MAR/2021
Brenda da Silva
CIRCUITOS RC COM ONDA QUADRADA

Relatório solicitado na
disciplina de Práticas
de Laboratório,
ministrada pelo
Professor Flavio
Duarte Couto Oliveira.
No curso de Eng. Da
Computação, na UFES

Professor Flavio Duarte Couto Oliveira.

SÃO MATEUS - ES
MAR/2021
1. INTRODUÇÃO

1.1. CAPACIDORES

O capacitor é um dispositivo capaz de acumular cargas elétricas quando


uma diferença de potencial é estabelecida entre seus terminais.
Os capacitores, geralmente, são produzidos de forma simples, formados
por duas placas condutoras paralelas, chamadas de armaduras, que
podem ou não ser preenchidas com um meio altamente dielétrico
(isolante), cuja característica principal é o fato de que quando aplicamos
uma dada tensão a essas placas, elas acumulam uma quantidade de
cargas elétricas cujo valor é proporcional à diferença de potencial aplicada
é chamada de capacitância do capacitor, ou seja,

𝑞 = 𝐶𝑉𝐶 (1 )

onde q é a carga adquirida, 𝑉𝑐 é a tensão aplicada entre as placas dos


capacitores e C é a capacitância do capacitor.
Essa definição pode ser considerada como uma definição estática ou
instantânea, relacionando a tensão no capacitor em um dado momento e
o módulo da carga acumulada em cada uma de suas placas. Como, em
geral, medimos tensões e correntes, podemos reescrever a equação
acima em função da corrente que passa no circuito do capacitor, dada por
𝑑𝑞
𝑖= (2 )
𝑑𝑡
Logo, substituindo a Eq. 2 em 1, obtemos
𝑑𝑉𝐶
𝑖=𝐶 (3)
𝑑𝑡
A Eq.3 mostra que somente teremos corrente no circuito se houver uma
variação da tensão no capacitor.
Caso contrário, a corrente elétrica circulando no capacitor será nula. Num
circuito elétrico, usamos dois segmentos de reta paralelos (representando
duas placas paralelas condutoras) como símbolo do capacitor (Fig.1).
A unidade de capacitância no Sistema Internacional de Unidades (SI) é o
Farad (F), unidade que equivale a coulomb por volt (C/V).

1.2. OS CIRCUITOS RC

Um circuito composto de um resistor e de um capacitor e uma força e


eletromotriz, é denominado circuito RC. Se conectamos uma bateria aos
terminais de um capacitor, aparecerá uma corrente elétrica, no circuito
enquanto a diferença de potencial aplicada de tal capacitor estiver
variando no tempo, ou seja, enquanto o carregador estiver se carregando.
Em casos reais, o capacitor está sempre associado a um resistor em série,
devido à resistência interna das baterias ou fontes de alimentação.
Aliás, a utilidade prática do capacitor baseia-se no fato de podermos
controlar o tempo que ele leva para se carregar (ou descarregar)
totalmente, além da carga que queremos que ele adquira.

2. OBJETIVO

O objetivo deste experimento é o de observar o comportamento de


circuitos elétricos envolvendo resistores e capacitores associados. Esse
tipo de circuito é muito comum no mundo da eletrônica e é chamado de
circuito RC.
3. EXPERIMENTOS

3.1. EXPERIMENTO I

FIG 1-CIRCUITO I MONTADO NO MULTISIM

FIG 2- RESULTADO GRAFICO OBTIDO NO MULTISIM


TABELA 1 - Resultados das medidas do tempo de meia-vida e do tempo de
relaxação obtidos diretamente a partir da curva de descarga do capacitor:

Medição [ms]
t1/2 3,12
τ 3,55

3.2. EXPERIMENTO II

Parte I

FIG 3- VERSÃO DO DIAGRAMA MONTADO NO


MULTISIM

FIG 4- CURVA DA TENSÃO DISSIPADA SOBRE UM RESISTO DE


UM CIRCUITO RC
Pergunta 1: Como pode ser observado na figura 9, a tensão no resistor é
máxima e igual a 2V0 quando a tensão da fonte muda de sinal. Explique
o porquê disso.

R: Por causa do capacitor. Quando o capacitor está totalmente carregado,


ele leva o resistor a tensão máxima. Consequentemente como um ciclo é
descarregado com a mudança da corrente, sendo assim o resistor
também vai variar.

PARTE II

FIG 5- Visão maximizada da tensão sobre o resistor durante a carga do


capacitor

Tabela 2 – Preencher com valores de tempo e tensão no resistor

# t [ms] VR [V]
1 0 10

2 0,5 6

3 1 3,70

4 1,50 2,23

5 2 1,32

6 2,5 0,8

7 3 -5,6
3.3. EXPERIMENTO III

FIG 6- VISÃO MAXIMIZADA DA TENSÃO SOBRE O RESISTOR


DE 60 KΩ DURANTE A CARGA DO CAPACITOR

Pergunta 2: Por suas observações, o tempo de relaxação aumenta ou


diminui com o aumento da resistência do circuito RC? Comente.

R: Sabendo que t = rc sendo diretamente proporcionais, quanto maior a


resistência maior o tempo de relaxamento do capacitor.

Você também pode gostar