Você está na página 1de 47

Livro Eletrônico

Aula 00

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)


Professor: Mara Claudia Ribeiro

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

APRESENTAÇÃO DO CURSO / INTRODUÇÃO AO


EXERCÍCIO TERAPÊUTICO

SUMÁRIO

1. APRESENTAÇÃO ............................................................................................................ 2
2 - CONTEÚDOS DO CURSO DE CINESIOTERAPIA ............................................................... 5
3. SUGESTÃO DE PLANO DE ESTUDO ................................................................................. 6
0
4. CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES PARA A SUA PREPARAÇÃO ......................................... 9
5. CONHECENDO O NOSSO MATERIAL .... ........................................................................ 10
INTRODUÇÃO AO EXERCÍCIO TERAPÊUTICO .................................................................... 10
Definições em Cinesioterapia e Exercício Terapêutico ................................................................... 10
INDICAÇÕES E AÇÕES DA CINESIOTERAPIA .................................................................................... 13
TIPOS DE TRATAMENTO COM EXERCÍCIOS FISIOTERAPÊUTICOS (MODALIDADES) ........................ 16
FASES DA REABILITAÇÃO ................................................................................................................ 17
TIPOS DE EXERCÍCIO PARA GANHO DE ADM ................................................................................. 18
EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NA CINESIOTERAPIA ........................................................................ 20
EXERCÍCIOS EM CADEIA CINÉTICA ABERTA E FECHADA ................................................................. 22
6. BATERIA DE QUESTÕES COMENTADAS ........................................................................ 25
7. LISTA DE QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS. PARA TREINAR !!! ....................................... 37
8. GABARITO ................................................................................................................... 42
9. RESUMO ..................................................................................................................... 43



NÃO FIQUE COM DÚVIDAS,
ACESSE O FÓRUM E
CONVERSE COMIGO !!!


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 1
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

1. APRESENTAÇÃO

Prezado (a) concursando(a), parabŽns pela iniciativa de adquirir o curso, trata-
se de um passo importante para a sua aprova•‹o!!!

ƒ com imensa satisfa•‹o que iniciaremos os estudos do Curso Preparat—rio para


Concursos dos Tribunais Regionais do Trabalho 2018 / 2019. Neste curso ser‹o
abordados temas de CINESIOTERAPIA. Este material ser‡ desenvolvido com muita
dedica•‹o e responsabilidade. Esfor•ando-me ao m‡ximo para oferecer o melhor e
mais completo conteœdo poss’vel para concursos que pode ser encontrado no
mercado.

Em todas as aulas ser‹o apresentadas diversas quest›es de diferentes bancas


que desenvolvem provas para concurso em todo o Brasil. A fim de discutirmos e
ampliar os nossos conhecimentos as quest›es ser‹o TODAS COMENTADAS. E para
que voc• possa praticar bastante, teremos, no final do material quest›es sem
coment‡rios, com gabarito.

Em todos os cursos temos a aula 00, trata-se de uma aula gratuita e que
apresenta o curso, delimita os assuntos que ser‹o abordados, contŽm o cronograma
de lan•amento das aulas e o in’cio do conteœdo.

2
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

Mas antes de iniciarmos, tomo a liberdade de me apresentar sou a professora


MARA RIBEIRO, formada em fisioterapia e p—s graduada em Fisioterapia
Neurofuncional pela Universidade Estadual de Londrina, Mestre em Gerontologia pela
Universidade Cat—lica de Bras’lia e Doutora em Ci•ncias MŽdicas pela Universidade de
Bras’lia. Leciono no ensino superior h‡ 15 anos, em cursos de gradua•‹o e p—s-
gradua•‹o, em diversas disciplinas ligadas ao Sistema Locomotor. E sou
Fisioterapeuta do Hospital das For•as Armadas - Bras’lia.

Utilizarei uma linguagem informal, com •nfase nos temas que realmente s‹o
cobrados pela banca organizadora, ou seja, para que otimize ao m‡ximo a sua
prepara•‹o e te habilite para a resolu•‹o de quest›es na ‡rea de fisioterapia,
objetivando sua aprova•‹o.

Para isso, os alunos matriculados no curso ter‹o acesso ao seguinte


conteœdo:

a) Material em pdf com a teoria completa de todos os assuntos mais cobrados na


‡rea de fisioterapia, contendo os principais conceitos, as aplicabilidades, as teorias, os
recursos e as tŽcnicas fisioterap•uticas.

b) Quest›es comentadas de v‡rias bancas, com •nfase nas quest›es da FCC, banca
que organizou os œltimos concursos para os TRTs.
c) Figuras e Mapas Mentais para facilitar a memoriza•‹o dos principais t—picos da
disciplina.
d) Resumos do conteœdo explanado em cada uma das aulas.

e) Videoaulas, em aproximadamente 90% do curso, que complementar‹o o PDF.

f) Acesso ao F—rum de dœvidas, onde voc• poder‡ tirar todas as dœvidas


diretamente comigo.

Encontro-me sempre a disposi•‹o para tirar dœvidas e fazer esclarecimentos, via


f—rum de dœvidas ...

3
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

Curta tambŽm nossas redes sociais e fique bem informado sobre concursos e dicas de
estudo:

@profmararibeiro @fisioestrategiaconcursos

!@estrategia_fisioterapia

profmara.estrategiaconcursos@gmail.com

4
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

2 - CONTEÚDOS DO CURSO DE CINESIOTERAPIA








Aqui apresento os conteúdos e data de publicação das aulas do Curso de CINESIOTERAPIA:

==0==

DATA DE
AULA CONTEÚDO VÍDEO AULA
PUBLICAÇÃO

Apresentação do curso /
00 Introdução aos exercícios 02/08/2018 SIM
terapêuticos

Exercícios passivos, ativos-


assistidos, ativos-livres e
01 funcionais, Alongamento, 02/09/2018 SIM
Mobilização e Manipulação
Articular

Fortalecimento, reeducação
02 22/09/2018 SIM
sensório-motora e pliometria

Séries e Técnicas de Tratamento


03 12/10/2018 SIM
Cinesioterapia Respiratória






Os assuntos abaixo não farão parte deste curso:

5
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

3. SUGESTÃO DE PLANO DE ESTUDO


6
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

Aqui sugiro para você um plano de estudo, para facilitar e otimizar a sua preparação.

Este plano parte do princípio que você terá ao menos 4 semanas de preparação até a sua
prova, então, caso você tenha menos tempo, terá que acelerar o programa. Por outro lado, caso
tenha mais tempo, poderá ir mais devagar no avanço dos temas.

LINGUA
PORTUGUESA
CONTEÚDO BÁSICO
2 horas diárias POLÍTICAS
PÚBLICAS
ETAPA 1 - 1 a 2 'LEGISLAÇÃO
semanas ESPECÍFICA

CONTEÚDO
ESPECÍFICO AULAS 00 e 01
2 a 3 horas diárias

LINGUA
PORTUGUEESA
CONTEÚDO
BÁSICO
2 horas diárias
INFORMÁTICA
SEMANA 2 e 3 - 1 a
2 semanas
CONTEÚDO
ESPECÍFICO AULAS 02
2 a 3 horas diárias

7
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

INFORMÁTICA

SEMANA 4 REVISÃO POLÍTICAS


PÚBLICAS /
1 a 2 semanas para a CONTEÚDO BÁSICO
LEGISLAÇÃO
prova 3 horas diárias ESPECÍFICA

REVISÃO
REVISÃO GERAL LÍNGUA
CONTEÚDO PORTUGUESA
3 a 4 horas diárias
ESPECÍFICO


OBS: Trata-se de uma sugestão, adeque a sua preparação ao tempo que você tem até a prova !!!

Para aumentar suas chances de aprovação estabeleça uma rotina e dedique-se entre 4 a 6 horas
de estudos diárias














8
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

4. CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES PARA A SUA PREPARAÇÃO



1. O pacote deste concurso NÃO oferece os conteúdos básicos, mas você pode encontrá-los
no site do estratégica concursos: https://www.estrategiaconcursos.com.br

2. Durante a sua preparação tenha um CADERNO DE ANOTAÇÕES DE ASSUNTOS ESSENCIAIS e
procure anotar os temas e dicas principais de cada assunto.

3. Programe-se para manter uma rotina diária de estudos, isso te ajudará a conseguir
contemplar todos os temas que apareceram no edital do seu concurso e aumentarão as
suas chances de êxito.

4. Force-se a estudar com mais assiduidade os assuntos que não lhe são familiares ou que
você não goste de estudar.

5. Procure usar as Videoaulas como um complemento do seu estudo e não como a forma
principal.

6. O PDF contém texto completo + questões comentadas + figuras + dicas + resumos. Portanto
aproveite ao máximo o seu material.

7. Utilize o fórum de dúvidas para te ajudar a entender temas que não ficaram claros ou
solicitar esclarecimento de toda e qualquer dúvida, estamos aqui para isso !!!!

8. Dentro do seu PDF haverá várias sugestões de estudo, enquetes e diversos testes que
poderão ser aprofundados no fórum de dúvidas, portanto, não deixe de participar. Mas não
se preocupe, o seu material é o melhor e o mais completo do mercado e os seus
professores estão sempre acessíveis para te auxiliar.

9. Só os alunos que compram o material no site do Estratégia Concursos tem acesso ao fórum
de dúvidas.

10. Dedique-se e o retorno será certo.
9
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

5. CONHECENDO O NOSSO MATERIAL ....


INTRODUÇÃO AO EXERCÍCIO TERAPÊUTICO

DEFINIÇÕES EM CINESIOTERAPIA E EXERCÍCIO TERAPÊUTICO

A FISIOTERAPIA inclui:

1 Ð Examinar pacientes com defici•ncias, limita•›es funcionais e incapacidades

ou outras condi•›es relacionadas ˆ saœde, a fim de determinar um diagn—stico, um

progn—stico e uma interven•‹o;

2 Ð Combater defici•ncias e limita•›es funcionais por meio da elabora•‹o, da

implementa•‹o e da modifica•‹o das interven•›es terap•uticas;

3 Ð Prevenir as les›es, as defici•ncias, as limita•›es funcionais e as

incapacidades, incluindo a promo•‹o e a manuten•‹o de aptid‹o, saœde e qualidade

de vida nas popula•›es de todas as idades;

4 Ð Participar de pareceres, educa•‹o e pesquisa.

OBJETIVO DA FISIOTERAPIA

10
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

Reduzir ou eliminar a limita•‹o funcional e a incapacidade, e permitir que os


indiv’duos alcancem a melhor qualidade de vida poss’vel.

PORTANTO:

Os usu‡rios dos servi•os de fisioterapia em geral buscam o servi•o devido a


comprometimentos f’sicos associados a les‹o, doen•a ou distœrbio que interferem em
sua habilidade de desempenhar ou exercer quaisquer atividades necess‡rias ou
importantes para eles.

Os servi•os de fisioterapia tambŽm podem se preocupar com indiv’duos sem


comprometimentos que desejem melhorar o desempenho f’sico geral ou reduzir o
risco de les‹o ou doen•a.

Um programa de EXERCêCIOS FISIOTERAPæUTICOS elaborado


individualmente, com responsabilidade e com embasamento cient’fico Ž sempre um
componente essencial dos servi•os de fisioterapia.

O principal OBJETIVO do programa Ž obter o n’vel —timo de movimento sem a


ocorr•ncia de sintomas durante atividades funcionais b‡sicas ou complexas.

A Cinesioterapia Ž definida etimologicamente como a arte de curar, utilizando


todas as tŽcnicas de movimento. Trata-se da parte da Fisioterapia que se ocupa dos
EXERCêCIOS TERAPæUTICOS.

11
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

IMPLEMENTA‚ÌO DO TRATAMENTO

¥ O fisioterapeuta deve:

- Proporcionar um atendimento abrangente e personalizado aos pacientes;

- Confiar em habilidades especiais para a tomada de decis›es cl’nicas;

- Implementar uma grande variedade de interven•›es terap•uticas que sejam

complementares;

- Promover a independ•ncia do paciente sempre que poss’vel.


QUESTÃO COMENTADA

(INSTITUTO MACHADO DE ASSIS Ð IMA / Fisioterapeuta - Pref. Municipal


Canaviera/PI Ð 2015) Òƒ a designa•‹o dos processos terap•uticos que visam a
reabilita•‹o funcional atravŽs da realiza•‹o de movimentos ativos e passivos. Tem
como objetivo prevenir, eliminar ou diminuir os distœrbios do movimento e fun•‹oÓ. O
enunciado acima se refere a:

A) Eletroterapia

B) Hidroterapia.

C) Cinesioterapia.

D) Massoterapia.

12
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

COMENTçRIO: O recurso fisioterap•utico que utiliza diversos tipos de exerc’cios


terap•uticos com o objetivo que prevenir, tratar, corrigir ou recuperar distœrbios do
movimento e do sistema locomotor Ž a CINESIOTERAPIA.

Portanto, a alternativa a ser marcada Ž a C.

GABARITO: C

INDICAÇÕES E AÇÕES DA CINESIOTERAPIA

O Exerc’cio Terap•utico Ž fundamental para melhorar a fun•‹o do paciente e


reduzir diversas formas de incapacidades e limita•›es funcionais.

Trata-se da execu•‹o sistem‡tica de movimentos f’sicos planejados, posturas


ou atividades destinadas a permitir ao paciente:
1 Ð Corrigir ou prevenir defici•ncias;

2 Ð Aprimorar, restaurar ou aumentar a fun•‹o;

3 Ð Reduzir ou evitar fatores de risco;

4 Ð Otimizar a saœde global;

5 Ð Melhorar a aptid‹o e o bem-estar.

Os exerc’cios terap•utico pode incluir condicionamento e recondicionamento


aer—bico e de endurance; treinamento de equil’brio; coordena•‹o e agilidade;
treinamento da mec‰nica corporal e da percep•‹o da postura; alongamento

13
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

muscular; tŽcnicas de amplitude de movimento; treinamento da marcha e da


locomo•‹o; treinamento dos padr›es de movimento; ou treinamento d for•a ou
pot•ncia muscular.

Os exerc’cios terap•uticos podem ser benŽficos para numerosos sistemas do


corpo, porŽm age de maneira muito impactante no sistema musculoesquelŽtico e
consequentemente sobre o MOVIMENTO HUMANO.

Principais INDICA‚ÍES / VARIçVEIS que podem ser influenciadas pela pr‡tica


de Exerc’cios Terap•uticos s‹o:

EQUILêBRIO: Habilidade de alinhar os seguimentos do corpo contra a

gravidade para manter ou mover o corpo, dentro da base de sustenta•‹o

dispon’vel.

CONDICIONAMENTO CARDIOPULMONAR: Habilidade de realizar

movimentos repetitivos de baixa intensidade usando todo o corpo por um longo

per’odo de tempo.

COORDENA‚ÌO: Cad•ncia e sequenciamento correto do recrutamento de

fibras musculares, combinados com a intensidade apropriada de contra•‹o

muscular, propiciando o in’cio, a condu•‹o e a gradua•‹o do movimento. ƒ a

base do movimento suave, preciso e eficiente.

FLEXIBILIDADE: Capacidade de atingir uma determinada Amplitude de

Movimento, durante a realiza•‹o de uma determinada tarefa.

MOBILIDADE: Habilidade das estruturas ou dos segmentos do corpo de se

moverem ou serem movidos de modo a permitir a ocorr•ncia da Amplitude de

14
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

Movimento.

DESEMPENHO MUSCULAR: Capacidade do mœsculo de produzir tens‹o e

realizar trabalho f’sico. O desempenho muscular evolve, for•a, pot•ncia e

resist•ncia muscular.

CONTROLE NEUROMOTOR: Intera•‹o dos sistemas sensorial e motor que

possibilita aos mœsculos sinergistas, agonistas e antagonistas, assim como aos

estabilizadores e neutralizadores, anteciparem ou responderem ˆ informa•‹o

proprioceptiva ou cinestŽsica.


QUESTÃO COMENTADA

(UEPB - Fisioterapeuta - Pref. S‹o Vicente/RN - 2015) Na cinesioterapia, o exerc’cio Ž


o treinamento sistem‡tico e planejado de movimentos corporais, posturas ou
atividades f’sicas com a inten•‹o de proporcionar ao paciente meios de, EXCETO:

a) Tratar ou prevenir comprometimentos.

b) Estimular os nervos sensitivos, com vasodilata•‹o superficial.

c) Melhorar, aumentar ou restaurar a fun•‹o f’sica.

d) Evitar ou reduzir fatores de risco relacionados ˆ saœde.

e) Otimizar o estado de saœde geral, o preparo f’sico ou a sensa•‹o de bem-estar.

COMENTçRIO: V‡rias s‹o as indica•›es dos exerc’cios terap•uticos e muitos


objetivos podem ser atingidos. PorŽm, estimular nervos sensitivos por meio de
vasodilata•‹o superficial n‹o Ž um benef’cio atingido.

Portanto, a alternativa incorreta e que deve ser assinalada Ž a B. As demais est‹o


15
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

corretas.

GABARITO: B

TIPOS DE TRATAMENTO COM EXERCÍCIOS FISIOTERAPÊUTICOS


(MODALIDADES)

Os procedimentos que utilizam exerc’cios fisioterap•uticos envolvem uma


grande variedade de atividades, a•›es e tŽcnicas.
As tŽcnicas escolhidas para um programa de exerc’cio em cinesioterapia
individualizado baseiam-se na determina•‹o do fisioterapeuta de delinear as causas
das limita•›es funcionais ou das incapacidades do paciente.

Principais TIPOS:

v Condicionamento e recondicionamento aer—bico;

v Exerc’cios de desempenho muscular: for•a, potencia e treinamento de

resist•ncia ˆ fadiga.

v TŽcnicas de alongamento, incluindo procedimentos de alongamento muscular e

tŽcnicas de mobiliza•‹o articular.

v Controle neuromuscular, tŽcnicas de inibi•‹o e facilita•‹o, e treinamento de

consci•ncia postural.

v Exerc’cios de controle postural, mec‰nica corporal e estabiliza•‹o.

v Exerc’cios de equil’brio e treinamento de agilidade.

16
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

v Exerc’cios de relaxamento.

v Exerc’cios respirat—rios e treinamento muscular ventilat—rio.

v Treinamento funcional espec’fico ˆ tarefa.

ƒ muito comum, quando o fisioterapeuta tra•a um programa de tratamento

para a recupera•‹o de uma les‹o ou doen•a do parelho locomotor que o profissional

opte por utilizar uma sequencia b‡sica de tratamento:

FASES DA REABILITAÇÃO

1 Ð TƒCNICAS ANLGƒSICAS E ANTINFLAMATîRIA

2 Ð TƒCNICAS DE RECUPERA‚ÌO DA AMPLITUDE DE MOVIMENTO.

3 Ð TƒCNICAS DE FORTALECIMENTO MUSCULAR Ð (RESISTIDOS)

4 Ð TƒCNICAS DE REEDUCA‚ÌO SENSîRIO-MOTORA (PROPRIOCEPTIVAS)

ANTIINFLAMATîRIAS

- Crioterapia

17
Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

- Eletroterapia TƒCNICAS DE ADM

- Termoterapia - Exerc’cios passivos

- Exerc’cios ativos assistidos

- Exerc’cios ativos livres

- Alongamentos

- Mobiliza•‹o Articular

TIPOS DE EXERCÍCIO PARA GANHO DE ADM

¥ EXERCêCIO PASSIVO; Ž produzido por uma for•a externa,


sem contra•‹o muscular volunt‡ria.

¥ EXERCêCIO ATIVO-ASSISTIDO; Ž realizado voluntariamente e


com ajuda do terapeuta/aparelho.

¥ ATIVO-LIVRE: realizado voluntariamente, de maneira


independente.

18

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
www.estrategiaconcursos.com.br
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0


QUESTÃO COMENTADA
(AOCP - Fisioterapeuta - EBSERH/HE-UFPEL Ð 2015) A fisioterapia inicia com a
avalia•‹o e inclui assist•ncia, planejamento e implementa•‹o do programa de
tratamento e altera•‹o na terapia com as poss’veis evolu•›es do paciente. Durante a
cinesioterapia, Ž necess‡rio avaliar quais componentes do movimento n‹o est‹o
funcionando adequadamente no paciente. Assinale a alternativa que apresenta as
classifica•›es das tŽcnicas de movimento.

(A) Movimentos passivos, ativos assistidos,


0 crepitantes e resistidos.
(B) Movimentos articulado, hipert™nicos e ativos resistidos.

(C) Movimentos passivos, ativos assistidos, ativos livres e resistidos.

(D) Movimentos passivos, ativos cinŽticos, ativos livres e for•ados.

(E) Movimentos articulado, ativos assistidos, ativos livres e resistidos.

COMENTçRIO: A designa•‹o correta de exerc’cios terap•uticos s‹o:

- Exerc’cios Passivos;
- Exerc’cios Ativos Ð Assistidos; PARA MELHORAR ADM
- Exerc’cios Ativos-Livres;

- Exerc’cios Resistidos PARA FORTALECIMENTO MUSCULAR

Portanto, a alternativa correta Ž a C.

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 19
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NA CINESIOTERAPIA

Diversos recursos de mecanoterapia podem ser utilizados a fim de ajudar ou de


promover resist•ncia quando aplicamos exerc’cios terap•uticos, s‹o alguns exemplos:

- Bolas;

- Halteres;

- Caneleiras;

- Bast›es;

- Escada de dedos;

- Roda de ombro;

- Espaldar;

- Faixas El‡sticas;

- Polias;

- Cordas;

- Escadas;

- Escada e Rampa de canto;

- Barras Paralelas;

- Cama el‡stica;

- T‡buas e pranchas de equil’brio;

- Balancim

Dentre outros, estes s‹o alguns exemplos. Vale lembrar que devemos sempre
usar a criatividade e utilizar recursos espec’ficos para o treinamento de fun•›es
espec’ficas, como chaves, fechaduras, vassouras e etc.

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 20
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

QUESTÃO COMENTADA

(IMA - Fisioterapeuta - Pref. Inhuma/PI Ð 2015) S‹o equipamentos que permitem ao


paciente usufruir de uma Cinesioterapia adequada e satisfat—ria:

I. Caneleiras e stride.

II. Sistemas de el‡sticos.

III. Bolas terap•uticas.

IV. Trampolim.

A quantidade de itens corretos Ž:

A) 1

B) 2

C) 3

D) 4

COMENTçRIO: Como citado anteriormente, diversos s‹o os recursos e equipamentos


que podem ser utilizados para melhorar a a•‹o ou desempenho de um exerc’cio
terap•utico. Todos os itens citados na quest‹o podem ser utilizados.

Portanto, a alternativa D Ž aquela que deve ser marcada.

GABARITO: D

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 21
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

EXERCÍCIOS EM CADEIA CINÉTICA ABERTA E FECHADA

Outra premissa dos Exerc’cios Terap•uticos que devemos levar em considera•‹o Ž


o uso das atividades em Cadeia CinŽtica Aberta e Cadeia CinŽtica Fechada. Vamos
entender um pouco mais acerca deste assunto:

Considera-se que as articula•›es do corpo humano pertencem a uma Cadeia


CinŽtica. Esta refere-se a uma sŽrie de segmentos que est‹o conectados por um sŽrie
de articula•›es. Isto significa que, um segmento articular pode produzir movimento
em todas as outras articula•›es de uma maneira previs’vel.

Tais Cadeias Cinem‡ticas atuam em uma posi•‹o ABERTA ou FECHADA.

- CADEIA CINƒTICA FECHADA: Ž aquela na qual a extremidade distal est‡


fixada ao solo ou a um objeto, de forma que as partes proximais movem-se.
Exemplo: posi•‹o ortost‡tica. Na Cadeia Fechada, o movimento de um segmento,
exige que todos os segmentos se movimentem tambŽm.

- CADEIA CINƒTICA ABERTA: Ž aquela na qual a extremidade distal n‹o est‡


fixa, ou seja move-se no espa•o. Exemplo: movimentos de levar a m‹o ao cabelo.
Em movimentos de Cadeia Aberta, os segmentos podem mover-se de maneira
independente ou atŽ alguns segmentos podem n‹o se movimentar.

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 22
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

QUESTÃO COMENTADA

(CONPASS - Fisioterapeuta - Pref. Tibau do Sul/RN Ð 2015) O conceito de cadeia


cinŽtica originou-se em 1955, quando Steindler utilizou as teorias da engenharia
mec‰nica de cinem‡tica fechada e conceitos de liga•›es (links) para descrever a
cinesiologia humana. Assim, os movimentos corporais acontecem em planos
anat™micos e podem ser realizados em Cadeia CinŽtica Aberta (CCA) ou Cadeia
CinŽtica Fechada (CCF). Sobre cadeia cinŽtica, assinale a alternativa CORRETA:

a) CCF Ž aquela que ocorre quando o segmento distal de uma extremidade move-se
livremente no espa•o.

b) CCA Ž aquele que ocorre quando o seguimento distal de uma extremidade se


encontra fixo.

c) CCA Ž aquela que ocorre quando o segmento distal de uma extremidade move-se
livremente no espa•o.

d) CCF Ž aquele que ocorre quando o seguimento proximal de uma extremidade se


encontra fixo.

e) Nas CCA e CCF o segmento proximal encontra-se livre, respectivamente.

COMENTçRIO: Vamos analisar as alternativas:

ALTERNATIVA A - CCF Ž aquela que ocorre quando o segmento distal de uma


extremidade move-se livremente no espa•o.

ERRADO. A Cadeia CinŽtica Fechada Ž aquela que mantŽm o segmento distal fixo,
portanto ele n‹o se move livremente no espa•o.

ALTERNATIVA B - CCA Ž aquele que ocorre quando o seguimento distal de uma


extremidade se encontra fixo.

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 23
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

ERRADO. A Cadeia CinŽtica Aberta Ž aquela que mantŽm o segmento distal livre,
portanto ele se move livremente no espa•o.

ALTERNATIVA C - CCA Ž aquela que ocorre quando o segmento distal de uma


extremidade move-se livremente no espa•o. CORRETO. ƒ isso mesmo, a Cadeia
CinŽtica Aberta permite o movimento do segmento distal livre no espa•o, por n‹o
estar fixa.

ALTERNATIVA D - CCF Ž aquele que ocorre quando o seguimento proximal de uma


extremidade se encontra fixo. ERRADO. N‹o trata-se do segmento proximal, e sim do
segmento distal !!!

ALTERNATIVA E - Nas CCA e CCF o segmento proximal encontra-se fixo e livre,


respectivamente. ERRADO. E aqui novamente o RESPECTIVAMENTE far‡ a diferen•a
entre a assertiva estar certa ou errada. Os conceitos foram invertidos.

GABARITO: C

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 24
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

6. BATERIA DE QUESTÕES COMENTADAS





Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)



www.estrategiaconcursos.com.br 25
45
00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

1. 02. (ASSCON-PP - Fisioterapeuta - Pref. Nova Trento/SC - 2015)


Assinale a alternativa que indica uma das terapias mais utilizadas, de origem
oriental, Ž a designa•‹o dos processos terap•uticos que visam ˆ reabilita•‹o
funcional atravŽs da realiza•‹o dos movimentos ativos e passivos, previne e
elimina ou diminui os distœrbios do movimento e fun•‹o.

Assinale a alternativa que indica a forma terap•utica citada acima.

a) Crioterapia

b) Cinesioterapia

c) Laserterapia

d) Acromiplastia

COMENTçRIO: Continuando na mesma linha da quest‹o anterior. Lembre-se


sempre, que a tŽcnica ou recurso fisioterap•utico que utiliza EXERCêCIOS, sejam eles
ativos, passivos ou resistidos Ž a Cinesioterapia.

Portanto, a alternativa B Ž a correta.

GABARITO: B

2. (ASSCON-PP - Fisioterapeuta - Pref. Serra Alta/SC Ð 2015) Umas das


terapias mais utilizadas, sendo muito importante por estar ligada a todas as


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
26
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

outras formas de terapias f’sicas, de origem oriental, e a designa•‹o dos


processos terap•uticos que visam a reabilita•‹o funcional atravŽs da
realiza•‹o dos movimentos ativos e passivos, previne e elimina ou diminui os
distœrbios do movimento e fun•‹o.

Assinale a alternativa que indica a forma terap•utica citada acima.

a) Cinesioterapia

b) Crioterapia

c) Laserterapia

d) Acromiplastia

COMENTçRIO: A quest‹o 03 Ž muito semelhante a quest‹o 02. Trata-se de


quest›es da mesma banca. Mas acredito que j‡ entendemos o princ’pio. S— a
cinesioterapia busca a melhora da fun•‹o por meio do uso de exerc’cios terap•uticos.

Portanto, assinalamos a alternativa A.

GABARITO: A

3. (IMA - Fisioterapeuta - Pref. Inhuma/PI Ð 2015) A respeito da


Cinesioterapia, indique a alternativa ERRADA.

A) A Cinesioterapia Ž um mŽtodo terap•utico, portanto, uma avalia•‹o minuciosa do


paciente se faz necess‡ria para a correta prescri•‹o dos exerc’cios de acordo com os
objetivos estabelecidos.

B) A Cinesioterapia Ž a ci•ncia que abrange o tratamento dos sistemas


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
27
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

neuromusculoesquelŽtico e circulat—rio por meio do movimento estritamente.

C) Na recupera•‹o de traumas ortopŽdicos e esportivos, a Cinesioterapia Ž essencial,


devido ˆ necessidade de readquirir perfeitamente os movimentos do cotidiano e
tambŽm o gesto esportivo e retornar o mais breve poss’vel ˆs atividades.

D) Dentre os objetivos desta modalidade, pode-se citar a preven•‹o e tratamento das


disfun•›es ortopŽdicas: o desenvolvimento, a restaura•‹o e a manuten•‹o da
resist•ncia ou for•a muscular, alŽm da melhora da mobilidade articular, flexibilidade
muscular e coordena•‹o.

COMENTçRIO: Vamos analisar as alternativas:

A) A Cinesioterapia Ž um mŽtodo terap•utico, portanto, uma avalia•‹o


minuciosa do paciente se faz necess‡ria para a correta prescri•‹o dos
exerc’cios de acordo com os objetivos estabelecidos.

Correto. Umas das premissas da correta aplica•‹o dos exerc’cios terap•uticos na


recupera•‹o do paciente ou na preven•‹o de les›es Ž a avalia•‹o prŽvia minuciosa e
completa, que ser‡ capaz de nortear o melhor tratamento a ser empregado.

B) A Cinesioterapia Ž a ci•ncia que abrange o tratamento dos sistemas


neuromusculoesquelŽtico e circulat—rio por meio do movimento
estritamente.

Incorreto. A Cinesioterapia pode agir sobre o sistema muscular, neurol—gico e


circulat—rio. PorŽm, n‹o necessariamente lan•ar‡ m‹o de movimentos estridentes ou
extremos, pois h‡ v‡rias modalidades de exerc’cios terap•uticos que podem ser
empregados e conseguir resultados sobre estes sistemas.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
28
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

C) Na recupera•‹o de traumas ortopŽdicos e esportivos, a Cinesioterapia Ž


essencial, devido ˆ necessidade de readquirir perfeitamente os movimentos
do cotidiano e tambŽm o gesto esportivo e retornar o mais breve poss’vel ˆs
atividades.

Correto. ƒ uma das indica•›es e aplica•›es da cinesioterapia. Agir em les›es


ortopŽdicas e reproduzir gestos esportivos, procurando minimizar as perdas e
otimizar a recupera•‹o.

D) Dentre os objetivos desta modalidade, pode-se citar a preven•‹o e


tratamento das disfun•›es ortopŽdicas: o desenvolvimento, a restaura•‹o e
a manuten•‹o da resist•ncia ou for•a muscular, alŽm da melhora da
mobilidade articular, flexibilidade muscular e coordena•‹o.

Correto. Esta alternativa abrange grandes vertentes do tratamento cinesioter‡pico,


quais sejam: a restaura•‹o e a manuten•‹o da resist•ncia ou for•a muscular,
alŽm da melhora da mobilidade articular, flexibilidade muscular e
coordena•‹o.

Portanto, a alternativa a ser assinalada Ž a letra B. Uma vez que a quest‹o solicitava
que fosse marcada a incorreta.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
29
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

GABARITO: B

4. (IDECAN - Fisioterapeuta - Pref. Rio Pomba/MG Ð 2015) Ratcliff (1980)


prop™s um sistema de tomada de decis‹o que age como um verdadeiro
elemento condutor para o fisioterapeuta durante a avalia•‹o cinŽtico‐
funcional, denominado Subjective Objective Assessment Plan (SOAP).
Durante o contato inicial com o paciente ou seus familiares, o fisioterapeuta
deve promover a intera•‹o entre escuta, observa•‹o e mensura•‹o,
analisando os respectivos dados encontrados em cada uma das tr•s etapas
de avalia•‹o, para, ent‹o, estabelecer os procedimentos terap•uticos
adequados. Com rela•‹o a este mŽtodo, dentro destas fases, analise as
afirmativas a seguir.

I. Fase do relato: Ž registrado o discurso do paciente (ou familiares) em rela•‹o ˆ


dor, impot•ncia, incapacidade funcional etc.

II. Fase da observa•‹o: os sinais cl’nicos como perturba•‹o dos gestos, incapacidade
de manuten•‹o da postura est‡tica ativa, claudica•‹o, entre outros, s‹o anotados.

III. Fase da mensura•‹o: as disfun•›es apresentadas pelo paciente s‹o quantificadas,


dando o subs’dio final para o fisioterapeuta refletir e, posteriormente, decidir pelos
procedimentos terap•uticos mais adequados para cada caso.

Est‡(‹o) correta(s) a(s) alternativa(s)

A) I, II e III.

B) I, apenas.

C) I e II, apenas.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
30
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

D) I e III, apenas.

COMENTçRIO: Nesta quest‹o, todas as afirmativas est‹o corretas, alternativa A.

Interessante, nŽ !!!

Reforce seus conhecimentos no texto abaixo:

Uma nota SOAP Ž um mŽtodo de documenta•‹o empregados por prestadores


de cuidados de saœde para criar uma carta de paciente. H‡ quatro partes de uma
nota de SOAP: "Subjetivo, Objetivo, Avalia•‹o e Plano.

S ubjective

Descreve a condi•‹o atual do paciente em forma de narrativa. Esta se•‹o inclui


geralmente queixa principal do paciente, ou a raz‹o por que eles vieram para o
mŽdico.

inclui:

1. In’cio (quando e mecanismo de les‹o - se for o caso)


2. Cronologia (melhor ou pior desde o in’cio, epis—dica, vari‡vel, constante, etc.)
3. Qualidade (afiada, ma•ante, etc.)
4. Gravidade (geralmente uma classifica•‹o de dor)
5. fatores modificadores (o que agrava / reduz a queixa - atividades, posturas,
drogas, etc.)
6. Os sintomas adicionais (un / sintomas significativos relacionados ou para a
queixa principal)
7. Tratamento (tem o paciente visto outro provedor para este sintoma?)


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
31
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

O bjective

objectivo documentos, repet’veis e fatos rastre‡veis sobre o estado do paciente.

inclui:

1. Sinais vitais
2. Achados de exames f’sicos, tais como postura, n—doas negras, e anormalidades
3. Os resultados de laborat—rio
4. Medidas, tais como idade e peso do paciente

A valia•‹o

diagn—sticos mŽdicos do mŽdico para a visita mŽdica na data indicada de uma nota
escrita.

P lan

Este descreve o que o mŽdico vai fazer para tratar o paciente - encomendar
laborat—rios, refer•ncias, procedimentos realizados, medicamentos prescritos, etc.

GABARITO: A

5. (IDECAN - Fisioterapeuta - Pref. Astolfo Dutra/MG Ð 2015) O exerc’cio


terap•utico representa o elemento central na maioria dos planos de
assist•ncia fisioterap•utica e incluiu uma ampla gama de atividades visando
v‡rios objetivos a serem atingidos. Alguns autores tambŽm destacam o
exerc’cio terap•utico ser um recurso fundamental da fisioterapia, ocupando
o centro dos programas de tratamento e reabilita•‹o, elaborados para
melhorar ou restaurar fun•‹o de um paciente, ou ainda, para prevenir a
disfun•‹o.
6. No tocante aos objetivos principais frequentemente relacionados com o


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
32
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

exerc’cio terap•utico, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as


falsas.

( ) Aumento ou manuten•‹o do desempenho muscular; reestabelecimento da


amplitude de movimento funcional, tanto em casos de hipomobilidade quanto de
hipermobilidade.

( ) Piora do estado de relaxamento muscular; restabelecimento da coordena•‹o


motora e do controle neuromuscular.

( ) Adequa•‹o do t™nus muscular; diminui•‹o ou manuten•‹o da resist•ncia geral


ˆ fadiga (resist•ncia cardiovascular).

( ) Reequil’brio ou manuten•‹o do alinhamento postural em rela•‹o ˆ a•‹o da


gravidade.

A sequ•ncia est‡ correta em

A) F, F, F, F.

B) V, F, F, V.

C) V, V, F, F.

D) F, V, F, F.

COMENTçRIO: Vamos analisar as possibilidades:

1 - Aumento ou manuten•‹o do desempenho muscular; reestabelecimento da


amplitude de movimento funcional, tanto em casos de hipomobilidade quanto de
hipermobilidade.

Verdadeira. Esta alternativa descreve bem v‡rios objetivos da cinesioterapia.

2 - Piora do estado de relaxamento muscular; restabelecimento da coordena•‹o


motora e do controle neuromuscular.

Falsa. O exerc’cio terap•utico n‹o ter‡ objetivo de promover piora do quadro do


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
33
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

paciente.

3 - Adequa•‹o do t™nus muscular; diminui•‹o ou manuten•‹o da resist•ncia geral ˆ


fadiga (resist•ncia cardiovascular).

Falsa. Aqui, novamente, h‡ uma indica•‹o de que o exerc’cio terap•utico poderia ser
utilizado para provocar um efeito negativo sobre o paciente.

4 - Reequil’brio ou manuten•‹o do alinhamento postural em rela•‹o ˆ a•‹o da


gravidade.

Verdadeira. Ser‡ uma das indica•›es da cinesioterapia a melhora da postura.

Portanto, a alternativa a ser marcada Ž a B.

GABARITO: B

6.(CESPE - Fisioterapeuta - FPH/SE Ð 2008) Na fisioterapia domiciliar, a


cinesioterapia pode ser realizada com o apoio de objetos do lar, tais como
cabo de vassoura, pregadores de roupa, pesos com sacos de alimentos, entre
outros.

COMENTçRIO: Essa assertiva Ž correta. Nas provas do CESPE, sempre teremos


quest›es para assinalar se s‹o Corretas (C) ou Erradas (E).

E em rela•‹o ˆ cinesioterapia, a afirmativa Ž muito boa. Pois, por muitas vezes,


teremos que lan•ar m‹o da criatividade dos recursos dispon’veis a fim de recuperar a
fun•‹o dos nossos pacientes.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
34
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

GABARITO: CERTA

7. (IBFC - Fisioterapeuta Respirat—rio - SSA-HMDCC Ð 2015) Visando a


iniciar a recupera•‹o da for•a muscular, o fisioterapeuta hospitalar que atua
em processos de reabilita•‹o motora deve iniciar a cinesioterapia pela
seguinte tŽcnica:

a) Alongamento por inibi•‹o ativa.

b) Exerc’cio de amplitude de movimento ativo-livre.

c) Exerc’cio de amplitude de movimento ativo resistido mec‰nico.

d) Exerc’cio de amplitude de movimento passivo.

COMENTçRIO: Como se trata de um paciente hospitalizado e fragilizado a melhor


alternativa de exerc’cio terap•utico a ser empregado Ž a alternativa B.

O Alongamento e os Exerc’cios passivos n‹o produzem recrutamento muscular


suficiente para promover fortalecimento.

J‡ o exerc’cio resistido mec‰nico Ž muito avan•ado para o quadro do paciente que foi
apresentado na quest‹o.

GABARITO: B


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
35
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

8. (IDECAN - Fisioterapeuta - Pref. SimonŽsia/MG Ð 2016) A prescri•‹o de


exerc’cios Ž rotina na atua•‹o fisioterap•utica e alguns conceitos s‹o
fundamentais para isso. Relacionado ao conceito de exerc’cios de cadeia
aberta (CCA) e de cadeia fechada (CCF), uma das alternativas est‡
INCORRETA; assinale-a.

A) Sempre que o pŽ ou a m‹o encontre resist•ncia ou esteja fixado, como na cadeia


cinŽtica fechada, os movimentos dos segmentos mais proximais ocorrem em um
padr‹o previs’vel.

B) Atividades em CCF ajudam a refor•ar a sincroniza•‹o dos padr›es de ativa•‹o


muscular tanto para agonistas quanto para antagonistas, que se ativam durante
estabiliza•‹o e deambula•‹o. C) Caracter’sticas dos exerc’cios em CCF incluem for•as
compressivas articulares diminu’das, diminui•‹o da congru•ncia articular e, portanto,
maior estabilidade, redu•‹o das for•as de cisalhamento e das for•as de acelera•‹o.

D) Tradicionalmente, os protocolos de fortalecimento em reabilita•‹o utilizam


exerc’cios em CCA como, por exemplo, a flex‹o e a extens‹o de joelho com o
paciente sentado e com carga. Mas, apesar da popularidade atual dos exerc’cios em
CCF, deve-se enfatizar que tanto os exerc’cios em CCA quanto CCF t•m seu papel no
processo de reabilita•‹o.

COMENTçRIO: A alternativa incorreta Ž a C. Pois, quando realizamos exerc’cios em


CCF, a tend•ncia Ž que seja aumentada as for•as compressivas e congru•ncia
articular.

GABARITO: C







Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
36
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

7. LISTA DE QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS. PARA TREINAR !!!








01 . (ASSCON-PP - Fisioterapeuta - Pref. Nova Trento/SC - 2015) Assinale
a alternativa que indica uma das terapias mais utilizadas, de origem
oriental, Ž a designa•‹o dos processos terap•uticos que visam ˆ
reabilita•‹o funcional atravŽs da realiza•‹o dos movimentos ativos e
passivos, previne e elimina ou diminui os distœrbios do movimento e
fun•‹o.

Assinale a alternativa que indica a forma terap•utica citada acima.

a) Crioterapia

b) Cinesioterapia

c) Laserterapia

d) Acromiplastia

02. (ASSCON-PP - Fisioterapeuta - Pref. Serra Alta/SC Ð 2015) Umas das


terapias mais utilizadas, sendo muito importante por estar ligada a
todas as outras formas de terapias f’sicas, de origem oriental, e a
designa•‹o dos processos terap•uticos que visam a reabilita•‹o
funcional atravŽs da realiza•‹o dos movimentos ativos e passivos,
previne e elimina ou diminui os distœrbios do movimento e fun•‹o.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
37
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

Assinale a alternativa que indica a forma terap•utica citada acima.

a) Cinesioterapia

b) Crioterapia

c) Laserterapia

d) Acromiplastia

03. (IMA - Fisioterapeuta - Pref. Inhuma/PI Ð 2015) A respeito da


Cinesioterapia, indique a alternativa ERRADA.

A) A Cinesioterapia Ž um mŽtodo terap•utico, portanto, uma avalia•‹o minuciosa do


paciente se faz necess‡ria para a correta prescri•‹o dos exerc’cios de acordo com os
objetivos estabelecidos.

B) A Cinesioterapia Ž a ci•ncia que abrange o tratamento dos sistemas


neuromusculoesquelŽtico e circulat—rio por meio do movimento estritamente.

C) Na recupera•‹o de traumas ortopŽdicos e esportivos, a Cinesioterapia Ž essencial,


devido ˆ necessidade de readquirir perfeitamente os movimentos do cotidiano e
tambŽm o gesto esportivo e retornar o mais breve poss’vel ˆs atividades.

D) Dentre os objetivos desta modalidade, pode-se citar a preven•‹o e tratamento das


disfun•›es ortopŽdicas: o desenvolvimento, a restaura•‹o e a manuten•‹o da
resist•ncia ou for•a muscular, alŽm da melhora da mobilidade articular, flexibilidade
muscular e coordena•‹o.

04. (IDECAN - Fisioterapeuta - Pref. Rio Pomba/MG Ð 2015) Ratcliff (1980)


prop™s um sistema de tomada de decis‹o que age como um verdadeiro
elemento condutor para o fisioterapeuta durante a avalia•‹o cinŽtico‐
funcional, denominado Subjective Objective Assessment Plan (SOAP).
Durante o contato inicial com o paciente ou seus familiares, o fisioterapeuta
deve promover a intera•‹o entre escuta, observa•‹o e mensura•‹o,

Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
38
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

analisando os respectivos dados encontrados em cada uma das tr•s etapas


de avalia•‹o, para, ent‹o, estabelecer os procedimentos terap•uticos
adequados. Com rela•‹o a este mŽtodo, dentro destas fases, analise as
afirmativas a seguir.

I. Fase do relato: Ž registrado o discurso do paciente (ou familiares) em rela•‹o ˆ


dor, impot•ncia, incapacidade funcional etc.

II. Fase da observa•‹o: os sinais cl’nicos como perturba•‹o dos gestos, incapacidade
de manuten•‹o da postura est‡tica ativa, claudica•‹o, entre outros, s‹o anotados.

III. Fase da mensura•‹o: as disfun•›es apresentadas pelo paciente s‹o quantificadas,


dando o subs’dio final para o fisioterapeuta refletir e, posteriormente, decidir pelos
procedimentos terap•uticos mais adequados para cada caso.

Est‡(‹o) correta(s) a(s) alternativa(s)

A) I, II e III.

B) I, apenas.

C) I e II, apenas.

D) I e III, apenas.

05. (IDECAN - Fisioterapeuta - Pref. Astolfo Dutra/MG Ð 2015) O exerc’cio


terap•utico representa o elemento central na maioria dos planos de
assist•ncia fisioterap•utica e incluiu uma ampla gama de atividades visando
v‡rios objetivos a serem atingidos. Alguns autores tambŽm destacam o
exerc’cio terap•utico ser um recurso fundamental da fisioterapia, ocupando
o centro dos programas de tratamento e reabilita•‹o, elaborados para
melhorar ou restaurar fun•‹o de um paciente, ou ainda, para prevenir a
disfun•‹o.
06. No tocante aos objetivos principais frequentemente relacionados com o
exerc’cio terap•utico, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as
falsas.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
39
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

( ) Aumento ou manuten•‹o do desempenho muscular; reestabelecimento da


amplitude de movimento funcional, tanto em casos de hipomobilidade quanto de
hipermobilidade.

( ) Piora do estado de relaxamento muscular; restabelecimento da coordena•‹o


motora e do controle neuromuscular.

( ) Adequa•‹o do t™nus muscular; diminui•‹o ou manuten•‹o da resist•ncia geral


ˆ fadiga (resist•ncia cardiovascular).

( ) Reequil’brio ou manuten•‹o do alinhamento postural em rela•‹o ˆ a•‹o da


gravidade.

A sequ•ncia est‡ correta em

A) F, F, F, F.

B) V, F, F, V.

C) V, V, F, F.

D) F, V, F, F.

6.(CESPE - Fisioterapeuta - FPH/SE Ð 2008) Na fisioterapia domiciliar, a


cinesioterapia pode ser realizada com o apoio de objetos do lar, tais como
cabo de vassoura, pregadores de roupa, pesos com sacos de alimentos, entre
outros.

07. (IBFC - Fisioterapeuta Respirat—rio - SSA-HMDCC Ð 2015) Visando a


iniciar a recupera•‹o da for•a muscular, o fisioterapeuta hospitalar que atua
em processos de reabilita•‹o motora deve iniciar a cinesioterapia pela
seguinte tŽcnica:

a) Alongamento por inibi•‹o ativa.

b) Exerc’cio de amplitude de movimento ativo-livre.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
40
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

c) Exerc’cio de amplitude de movimento ativo resistido mec‰nico.

d) Exerc’cio de amplitude de movimento passivo.

08. (IDECAN - Fisioterapeuta - Pref. SimonŽsia/MG Ð 2016) A prescri•‹o de


exerc’cios Ž rotina na atua•‹o fisioterap•utica e alguns conceitos s‹o
fundamentais para isso. Relacionado ao conceito de exerc’cios de cadeia
aberta (CCA) e de cadeia fechada (CCF), uma das alternativas est‡
INCORRETA; assinale-a.

A) Sempre que o pŽ ou a m‹o encontre resist•ncia ou esteja fixado, como na cadeia


cinŽtica fechada, os movimentos dos segmentos mais proximais ocorrem em um
padr‹o previs’vel.

B) Atividades em CCF ajudam a refor•ar a sincroniza•‹o dos padr›es de ativa•‹o


muscular tanto para agonistas quanto para antagonistas, que se ativam durante
estabiliza•‹o e deambula•‹o. C) Caracter’sticas dos exerc’cios em CCF incluem for•as
compressivas articulares diminu’das, diminui•‹o da congru•ncia articular e, portanto,
maior estabilidade, redu•‹o das for•as de cisalhamento e das for•as de acelera•‹o.

D) Tradicionalmente, os protocolos de fortalecimento em reabilita•‹o utilizam


exerc’cios em CCA como, por exemplo, a flex‹o e a extens‹o de joelho com o
paciente sentado e com carga. Mas, apesar da popularidade atual dos exerc’cios em
CCF, deve-se enfatizar que tanto os exerc’cios em CCA quanto CCF t•m seu papel no
processo de reabilita•‹o.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
41
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

8. GABARITO

01 - B 02 - A 03 - B 04 - A 05 - B 06 - CERTA 07 - B

08 - C


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
42
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

9. RESUMO






1 Ð DEFINI‚ÌO DE CINESIOTERAPIA: A Cinesioterapia Ž definida etimologicamente


como a arte de curar, utilizando todas as tŽcnicas de movimento. Trata-se da parte
da Fisioterapia que se ocupa dos EXERCêCIOS TERAPæUTICOS.

2 Ð FASES DA REABILITA‚ÌO:

1 Ð TƒCNICAS ANLGƒSICAS E ANTINFLAMATîRIA

2 Ð TƒCNICAS DE RECUPERA‚ÌO DA AMPLITUDE DE MOVIMENTO.

3 Ð TƒCNICAS DE FORTALECIMENTO MUSCULAR Ð (RESISTIDOS)

4 Ð TƒCNICAS DE REEDUCA‚ÌO SENSîRIO-MOTORA (PROPRIOCEPTIVAS)


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
43
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00

ANTIINFLAMATîRIAS

- Crioterapia

- Eletroterapia

- Termoterapia

TƒCNICAS DE ADM

- Exerc’cios passivos

- Exerc’cios ativos assistidos

- Exerc’cios ativos livres

- Alongamentos

- Mobiliza•‹o Articular

3 Ð TIPOS DE EXERCêCIOS PARA ADM:

¥ EXERCêCIO PASSIVO; Ž produzido por uma for•a externa, sem contra•‹o


muscular volunt‡ria.

¥ EXERCêCIO ATIVO-ASSISTIDO; Ž realizado voluntariamente e com ajuda do


terapeuta/aparelho.

¥ ATIVO-LIVRE: realizado voluntariamente, de maneira independente.


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta)
44
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO
Mara Claudia Ribeiro
Aula 00
0

ME RESPONDA
LÁ NO FÓRUM
!!!

PARA REFLETIR ....

QUAL A DIFEREN‚A FUNDAMENTAL ENTRE OS EXERCêCIOS PASSIVOS E ATIVOS ?


Cinesioterapia p/ TRTs (Fisioterapeuta) 45
45
www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

Você também pode gostar