Você está na página 1de 12

Avaliação Psicológica

doMONTranstorno
TUE de
Déficit de Atenção e
Hiperatividade

THU
Aula 01 - Conceitualizando o TDA(H)

- Critérios diagnósticos
- Características cognitivas e
comportamentais
- TDA(H)'s: Seus tipos
- Cuidados clínicos do psicólogo ao
avaliar hipótese diagnóstica de TDA(H).
FRI

Instrutora:
Sara Bonates Ramos
CRP 01/19038
bonates.psi@gmail.com
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

O QUE É TDA(H) ?
ESSA SIGLA SIGNIFICA TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E
HIPERATIVIDADE.

PORÉM...

O Transtorno de Déficit de Atenção não necessariamente vem sempre


acompanhado do H (hiperatividade). Pode se caracterizar
essencialmente pelo prejuízo nos processos atencionais.

DSM V

Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM V), o


TDA(H) é uma patologia enquadrada dentro dos Transtornos do
Neurodesenvolvimento.

Mas o que seria isso ?

Um transtorno do Neurodesenvolvimento caracteriza-se por alguns pontos


específicos:

- Referem-se à um grupo de condições com início no período do


desenvolvimento.
- Os déficts geralmente acarretam prejuízos antes do ingresso escolar,
afetando o funcionamento pessoal, social, acadêmico ou profissional.
- Os déficts podem se apresentar em funções muito específicas de
aprendizagem ou funções executivas, até prejuízos globais em habilidades
sociais ou inteligência.
- É frequente a ocorrência de mais de um transtorno do neurodesenvolvimento
(comorbidades).
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

Pelo DSM V então, observamos os seguintes critérios diagnósticos:

- Padrão persistente de desatenção e/ou


hiperatividade/impulsividade observado, que acaba por interferir no
comportamento e desenvolvimento da CriAd.

- Estes sintomas são presentes antes dos 12 anos de idade.

- Sintomas presentes em dois ou mais ambientes (escola, lar, curso


extracurricular, residência de parentes/amigos...)

- Evidências claras de que estes sintomas afetam o funcionamento


social, acadêmico e profissional.

- Sintomas não ocorrem exclusivamente durante o curso de outro


transtorno já diagnosticado (ansiedade, abstinência de substância,
episódio psicótico, etc). 
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

TA OK, MAS QUE SINTOMAS PERSISTENTES SÃO ESSES ?


AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

O que lembrar sobre isso

É necessário que se observe ao menos 6 sintomas para


se afirmar dentro do critério diagnóstico;
Estes 6 sintomas devem necessariamente terem sido
observados nos últimos 6 meses;
São sintomas que afetam a rotina da criança;
São sintomas observados antes dos 12 anos;
São sintomas que não se explicam por outros fatores, se
for o caso, o psicólogo deve analisar cuidadosamente se
estes fatores interferem.
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

Como posso observar (cognitivamente e comportamentalmente) isso


no consultório ?

Bem, podemos colocar primeiramente que não se trata de uma


avaliação rápida com diagnóstico instantâneo, esse é nosso primeiro
cuidado ! Aqui pode surgir a necessidade de também lidar com a
ansiedade dos pais.

Vamos observar em consultório o comportamento da CriAd no


momento lúdico, conversa sobre a vida dele e durante a realização
das tarefas (testes psicológicos).

Para desatenção, observamos (e podemos/devemos confirmar


suspeitas com pais e professores:

- divagação nas tarefas;


- dificuldade em manter o foco (prestar atenção) no que foi proposto
ou na nossa conversa;
- falta de persistência (avaliar com cuidado questões de auto estima e
motivação aqui também);
- desorganização.

Para hiperatividade/impulsividade:

- agitação motora;
- dificuldade em aguardar que o outro termine para que então mexa
em algo ou fale algo;
- dificuldade no controle inibitório (lembram do teste do
marshmallow ? Se não, confira aqui: https://www.youtube.com/watch?
v=9AGvVbKo_Ao);

Além disso, podemos observar uma memória de curto prazo


fraca nessa criança, afinal, se não estava prestando atenção,
como iria se lembrar do que foi apresentado à ela, não é mesmo ?
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

Atenção !

Não podemos esquecer que esse tipo de


observação comportamental
necessariamente engloba o
estabelecimento de um bom vínculo e uma
condição emocional o mais neutra
possível durante as sessões ! Para se
observar com clareza, o paciente deve
estar confortável.
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

TIPOS DE TDA(H) ?? COMO ASSIM ?


Aqui falamos dos subtipos, fique tranquilo pois é bem intuitivo:

-Do tipo combinado: Quando tanto os critérios de desatenção quanto de


hiperatividade/impulsividade são preenchidos nos últimos 6 meses.

- Do tipo predominantemente desatento: Quando apenas os critérios de


desatenção são preenchidos nos últimos 6 meses.

- Do tipo predominantemente hiperativo/impulsivo: Quando apenas os


critérios de hiperatividade/impulsividade são preenchidos nos últimos 6
meses.

Estes sintomas devem ser especificados:

- Leve: Poucos sintomas além dos 6 necessários para o diagnóstico, com


pequenos prejuízos.
- Moderado: Sintomas ou prejuízos funcionais entre o leve e o grave.
- Grave: Muitos sintomas além dos 6 necessários para o diagnóstico !!!
Com manifestação acentuada e grandes prejuízos na vida do paciente.

Boas notícias !!!


A situação do paciente pode ser de remissão. Sim !
Existe remissão no TDA(H), mas para afirmar
isso, devemos acompanhar o paciente durante um
tempo. O que ajuda na remissão ?
Treino/Reabilitação Cognitiva ;)
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

COMO CHEGAM OS PAIS AO CONSULTÓRIO ?


Quando trata-se de um paciente novo, como chegam estes pais ao
consultório ?

Geralmente os pais chegam ansiosos, frustrados e preocupados com o


filho.

É importante que haja orientação aos pais durante o processo, caso seja
psicoterapia associada à avaliação, e ainda que seja somente para fins de
avaliação, haja o acolhimento e psicoeducação destes pais.

A preocupação dos pais geralmente vai além do desempenho escolar,


uma vez que a CriAd com TDA(H) geralmente vêm com comportamento
disruptivo. Trata-se de uma CriAd descrita muitas vezes como desastrada,
que age sem pensar, interrompe adultos, não consegue ficar quieta em
momentos cruciais como no culto, quando visita o pai no trabalho, no
cinema...em adolescentes, pode haver comportamento antissocial e
baixa autoestima.
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

Sendo assim...

Vejam só a importância do profissional da


Psicologia, não somente na avaliação ou
treino cognitivo, mas em psicoterapia é
fundamental !!!
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

Comorbidades

Transtorno Opositor Desafiante (TOD);

Transtorno de Conduta;

Transtornos Específicos de Aprendizagem.

Estes achados reforçam a necessidade do profissional


de Psicologia com atuação em psicoterapia e
orientação aos pais com pacientes TDA(H)'s.

Além do psicólogo, podemos citar como profissionais


essenciais, os psicopedagogos, fonoaudiológos,
neurologistas e psiquiatras. Estes profissionais podem
atuar de forma a contribuir para o diagnóstico
diferencial e investigar possíveis comorbidades, além
de prosseguir com tratamento em bbusca da
diminuição de sintomas e qualidade de vida do
paciente.
AVALIAÇÃO NEUROPSI. DO TDA(H)

Por hoje é só, pessoal !


Nos vemos na próxima aula, sobre
instrumentos neuropsicológicos
utiliados na avaliação do TDA(H).

É expressamente proibida a reprodução deste


material, seja de forma parcial ou total;
conforme lei 9.610/98 (sobre
Direitos Autorais). Plágio é crime com pena
prevista em lei!

Você também pode gostar