Você está na página 1de 117

Série

Manuais do

HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNICAMP

Manual de Processos de Trabalho do

AMBULATÓRIOS E PROCEDIMENTOS
ESPECIALIZADOS - DAMPE

MANUAL DE REFERÊNCIA AOS


AMBULATÓRIOS DO HC/UNICAMP

2ª edição

Campinas
2017

ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
FICHA CATALOGRÁFICA

Todos os direitos são reservados ao Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas - Unicamp.
Os manuais destinam-se à leitura online pela intranet ou por download. É permitida a utilização acadêmica
do manual, desde que citada a fonte e não seja para fins comerciais. O conteúdo dos textos publicados nos
manuais é de total responsabilidade dos autores. É proibida a impressão ou reprodução total ou parcial, por
qualquer meio ou sistema, sem prévio consentimento, ficando os infratores sujeitos às penas previstas em
lei (Código Penal. Decreto Lei 2848/40, Art. 297-298).

ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-2-
ÍNDICE

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL _______________________________________________________________ 9


AE.O1 – MISSÃO E OBJETIVOS DO AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS ____ 9
AE.O2 - MAPA DE RELACIONAMENTO FORNECEDOR / PROCESSO / CLIENTE _______________ 11
DAMPE – REFERÊNCIAS AMBULATORIAIS_____________________________________________________ 12
AE-AR.P1 – AMBULATÓRIO DE DOR ___________________________________________________ 12
01003- AMBULATÓRIO DE DOR CRÔNICA - CN _____________________________________________ 12
AE-AR.P2 – AMBULATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA____________________________ 13
01004 - AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA _____________________________________________________ 13
01005 - AV. PRE ANEST./OBESO ____________________________________________________________ 13
01006 - AV. PRE ANEST./CAT. CONGENITA E CORNEA _______________________________________ 13
01007 - AV. PRE ANES/OFT RETINA E CATARATA ADULTO ___________________________________ 13
01008 - AV. PRE ANEST./OFT ESTRABISMO _________________________________________________ 13
01009 - AV. PRE ANEST./OFT VIAS LACRIMAIS ______________________________________________ 13
01010 - AV. PRE ANEST./OFT PLASTICA E OUTROS __________________________________________ 13
01011 - AV. PRE ANEST./PLÁSTICA ESTETICA _______________________________________________ 13
01012 - AV. PRE ANEST./PLÁSTICA POS BARIATRICA ________________________________________ 13
01013 - AV. PRE ANEST/PLÁST.TRAUMA FACE URGENCIAS __________________________________ 13
01014 - AV. PRE ANEST/PLÁST. DEFORMID. CONGENITAS____________________________________ 13
01015 - AV. PRE ANEST/PLÁST.SEQ. DE QUEIMADURAS______________________________________ 13
01016 - AV. PRE ANEST./ORTOPEDIA JOELHO _______________________________________________ 13
01017 - AV. PRE ANEST./ORTOPEDIA OMBRO _______________________________________________ 13
01018 - AV. PRE ANEST./ORTOPEDIA QUADRIL______________________________________________ 13
01019 - AV. PRE ANEST./ORL OUVIDO ______________________________________________________ 13
01020 - AV. PRE ANEST./ORL GARGANTA___________________________________________________ 14
01022 - AV. PRE ANEST./ UROLOGIA – UROGINECO __________________________________________ 14
01023 - AV. PRE ANEST./ UROLOGIA INFERTILIDADE ________________________________________ 14
01024 - AV. PRE ANEST./URO LAPAROSCOPIA E CRIANÇA ___________________________________ 14
01026 - AV. PRE ANEST./ CISTOSCOPIA _____________________________________________________ 14
01027 - AV. PRE ANEST./ GASTROCIRURGIA ________________________________________________ 14
01028 - AV. PRE ANEST./ COCLEAR_________________________________________________________ 14
AE-AR.P3 – AMBULATÓRIO DE DISLIPIDEMIAS _________________________________________ 15
02001 - AMBULATÓRIO DE DISLIPIDEMIAS _________________________________________________ 15
AE-AR.P4 – AMBULATÓRIO DE CARDIOLOGIA __________________________________________ 16
03019 - AMBULATÓRIO DE CARDIO ISQUEMIA (04 vagas de 2ª M / DRS - 7) _____________________ 16
03020 - AMBULATÓRIO DE CARDIO VALVULAR (04 vagas de 6ª M / CROSS - 7) _________________ 16
03021- AMBULATÓRIO DE CARDIO HIPERTENSÃO (02 vagas de 3ª M / CROSS) __________________ 17
03023 - AMBULATÓRIO DE MIOCARDIOPATIA ______________________________________________ 17
03024 - AMBULATÓRIO DE CARDIO ARRITMIA (02 vagas de 5ª T / CROSS - 7)____________________ 17
03029 - HIPERTENSÃO RESISTENTE/ SECUNDÁRIA(02 vagas de 2ª T / DRS - 7) ___________________ 18
03034 - CARDIO - ELETROFISIOLOGIA (02 vagas de 3ª M / DRS - 7) _____________________________ 18
03042 - CARDIO - AVALIACAO DE MARCA PASSO (01 vagas de 3ª M / DRS - 7) ___________________ 18
03288 - CARDIO - CATETERISMO – ENFERMAGEM (03 vagas de 3ª M, 02 VAGAS DE 5ª T / CROSS) __ 19
AE-AR.P5 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CARDÍACA ____________________________________ 20
04009 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CARDÍACA (04 vagas de 6ª M / DRS - 7) __________________ 20
AE-AR.P6 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CABEÇA E PESCOÇO __________________________ 21
05005 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CABEÇA E PESCOÇO - TRIAGEM (04 vagas de 3ª M / DRS - 7) 21
AE-AR.P7 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA __________________________________ 22
07002 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA URO-NEFRO (03 vagas de 2ª T / DRS - 7)_______ 22
07006 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA GASTROENTEROLÓGICA __________________ 22
AE-AR.P8 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PLÁSTICA ____________________________________ 23
08013 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PLÁSTICA (06 vagas de 2ª e 5ª M / DRS - 7) ________________ 23
AE-AR.P9 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA TORÁCICA ____________________________________ 24
ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
09001- AMBULATÓRIO DE CIRURGIA TORÁCICA (06 vagas de 2ª T / DRS - 7) ____________________ 24
AE-AR.P10 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA VASCULAR __________________________________ 25
10007 - AMBULATÓRIO CIR. ENDOVASCULAR E ISQUEMIAS VISCERAIS (06 vagas de 6ª T / DRS - 7)
________________________________________________________________________________________ 25
10012 - AMBULATÓRIO CIRURGIA VASCULAR – CN (07 vagas de 3ª T / DRS - 7) _________________ 25
AE-AR.P11 – AMBULATÓRIO DE DERMATOLOGIA _______________________________________ 27
11017 - AMBULATÓRIO DE DERMATO PEDIATRIA CN (02 vagas de 5ª T / CROSS)_________________ 27
11019 - DERMATOLOGIA HANSENIASE - CN (01 vagas de 3ª T / DRS -7 ) _________________________ 27
11025 - AMBULATÓRIO DE DERMATOLOGIA TRIAGEM (03 vagas de 3ª e 5ª T / DRS - 7) ___________ 27
11028 - AMBULATÓRIO DE DERMATO VITILIGO (04 vagas de 6ª M/ DRS - 7) _____________________ 28
AE-AR.P12 - AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA _____________________________________ 29
12002 - AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA-TRIAGEM (03 vagas de 2ª T / CROSS)_____________ 29
AE-AR.P13 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIRURGIA______________________________________ 31
14011 - AMBULATÓRIO DE GASTRO CIRURGIA FÍGADO/HIPERTENSÃO PORTAL - 4ª T __________ 31
14012 - AMBULATÓRIO DE GASTRO CIRURGIA TRANSPLANTES HEPÁTICOS/CN (10 vagas de 4ª T /
CROSS) _________________________________________________________________________________ 31
14021 - AMBULATÓRIO DE GASTRO CIRURGIA PÂNCREAS/VIAS E VESICULA BILIARES – CN 6F (07
vagas de 6ª T / DRS - 7) _____________________________________________________________________ 32
14024 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIR - OBESIDADE SEVERA/CN-I (99 vagas de 4ª M / DRS - 7) ___ 32
14025 - AMBULATÓRIO DE ESÔFAGO/ESTÔMAGO/DUODENO/CN-2F (08 vagas de 2ª T / DRS - 7) ___ 32
14026 - CIR FIGADO/HIPERTENSAO PORTAL/4F TRIAGEM (15 VAGAS DE 4ªT / CROSS) __________ 33
14041 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIR - OBESIDADE SEVERA/CN-II ( 99 vagas de 4ª M / DRS - 7) __ 34
14042 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIR - OBESIDADE SEVERA/CN-III ( 99 vagas de 4ª M / DRS - 7) _ 34
14044 - AMBULATÓRIO DE ESÔFAGO/ESTÔMAGO/DUODENO – TUMORES – 2F (08 vagas de 2ª T ) _ 34
AE-AR.P14 – AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA _______________________________________ 36
15001 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA – TRATO GASTRINTESTINAL I (01 vagas - 4ª T / DRS - 7)
________________________________________________________________________________________ 36
15003 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA – DIARRÉIA CRÔNICA E D II ( 01 vaga de 2ª M / DRS - 7)
________________________________________________________________________________________ 37
15004 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA FÍGADO _______________________________________ 37
15013 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - FIGADO LESÕES FOCAIS _______________________ 38
15015 - AMBULATÓRIOS DE GASTROCLÍNICA - FÍGADO PÓS-INTERNAÇÃO ___________________ 39
15017 - AMBULATÓRIOS DE GASTROCLÍNICA HEPATITES CRÔNICAS VIRAIS (01 vagas de 4ª M / DRS
- 7) _____________________________________________________________________________________ 39
15026 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - PRÉ-TRANSPLANTE HEPÁTICO _________________ 39
15032 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA _______________ 40
15033 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - FÍGADO ESPECIAL ____________________________ 40
15036 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - HEPATITES CRÔNICAS TRATAMENTO __________ 40
15040 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLINICA - TRATO GASTRINTESTINAL II (01 vaga - 4ª T / DRS - 7)
________________________________________________________________________________________ 40
15041 - AMBULATÓRIO DE ESTEATOSE HEPÁTICA __________________________________________ 41
AE-AR.P15 – AMBULATÓRIO DE GENÉTICA ____________________________________________ 42
16012 - AMBULATÓRIO DE GENÉTICA – TRIAGEM (05 vagas de 5ª de M DRS - 7)_________________ 42
16018 - AMBULATÓRIO DE GENÉTICA – ONCOGENÉTICA (02 vagas de 4ª de T DRS - 7)___________ 43
16023 - AMBULATÓRIO DE GENÉTICA – DISPLASIAS ESQUELÉTICAS (01 vagas de 3ª T DRS - 7) PARA
2015 ____________________________________________________________________________________ 43
AE-AR.P16 – AMBULATÓRIO DE HEMATOLOGIA ________________________________________ 45
18001 - AMBULATÓRIO DE HEMATOLOGIA ________________________________________________ 45
18005 - AMBULATÓRIO DE HEMATO – TRIAGEM ( 05 vagas de 2ª; 3ª; 4ª; 5ª e 6ª M/ DRS - 7) _________ 45
AE-AR.P17 – AMBULATÓRIO DE IMUNOLOGIA CLÍNICA __________________________________ 47
19011- AMB. IMUNODEF PRIMARIA E AUTOIMUNIDADE - 4ª F ________________________________ 47
19014 - AMB. ASMA CONTROLADA – 4ª M __________________________________________________ 47
19015 - AMB. REACAO DROGA,URTICARIA ANGIODEMA - 5ª F (02 vagas de 5ª M / DRS - 7)________ 47
19018 - AMB. ASMA RINITE-6 ªF (03 vagas de 6ª M / DRS - 7)____________________________________ 47
19021 - AMB. ALERGIA PICADA DE ABELHA, VESPA, FORMIGA (3ª M) _________________________ 48
19023 - AMB. IMUNO - ALERGIAS ALIMENTARES (01 vaga de 4ª T / DRS - 7) _____________________ 48
AE-AR.P18 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA DO TRABALHO _______________________________ 49
20003 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA DO TRABALHO/CN (03 vagas de 2ª T, 03 vagas de 3ª T, 03
VAGAS 4ª M E 02 vagas de 6ª T / CROSS) _____________________________________________________ 49
ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-4-
AE-AR.P19 – AMBULATÓRIO TOXICOLOGIA ____________________________________________ 51
20004 - AMBULATÓRIO DE TOXICOLOGIA/CN (02 vagas de 3ª T / DRS - 7) _______________________ 51
AE-AR.P20 – AMBULATÓRIO DE MEDICINA INTERNA ____________________________________ 52
21002 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA INTERNA / CARDIO / GEDOCH _________________________ 52
21007 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA INTERNA / 3A - ESPECIALIZADO (05 vagas de 3ª T / DRS - 7) 52
AE-AR.P21 – AMBULATÓRIO DE MOLÉSTIAS INFECCIOSAS ______________________________ 54
23002 - MI - DST I / RETORNO ______________________________________________________________ 54
23011 - AMBULATÓRIO DE M. I. HEPATITES CRÔNICAS / CN (05 vagas de 3ª M / DRS - 7) _________ 54
EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS _________________________________________________________ 54
23013 - HD - PROTOCOLOS/DST ____________________________________________________________ 54
23018 - MI - MICOBACTERIOSES ___________________________________________________________ 55
23023 - HD - MOLÉSTIAS INFECCIOSAS GERAL / CN (02 vagas de 2ª ; 4ª e 6ª T / DRS - 7) ____________ 55
23024 - HD - M. I. HIV – TRIAGEM (03 vagas de 2ª; 3ª; 4ª; 5ª e 6ª M / DRS - 7)_______________________ 56
23026 - MI - HEPATITES/P.O. TRANSPLANTE HEPÁTICO ______________________________________ 56
23034 - AMBULATÓRIO MI-HEPATITES VIRAIS/CN ( 05 vagas de 4ª M DRS - 7) ___________________ 57
23036 - HD - MICOSES_____________________________________________________________________ 57
23037 - MI - NOVAS TERAPIAS EM HEPATITES VIRAIS _______________________________________ 57
23038 - MI - PRE TRANSPLANTE HEPÁTICO _________________________________________________ 58
23047 - HD - INFECCOES EM IMUNOSSUPRIMIDOS___________________________________________ 58
23048 - HD - MI/AIDS______________________________________________________________________ 58
23049 - HD - MI/CLINICA __________________________________________________________________ 59
23050 - HD - HEPATITES VIRAIS E AIDS/TRATAMENTO ______________________________________ 59
23051 - HD - MI/TEAPA ____________________________________________________________________ 59
23052 - HD - MI/NEURO INFECTO - CASO NOVO _____________________________________________ 60
AE-AR.P22 – AMBULATÓRIO DE NEFROLOGIA __________________________________________ 61
24007 - NEFRO - NEFROPATIA DIABETICA (05 vagas 4ª T / DRS - 7) _____________________________ 61
24029 - AMBULATÓRIO NEFRO - TRIAGEM (06 vagas de 6ª T / DRS - 7) __________________________ 61
AE-AR.P23 – AMBULATÓRIO DE NEUROLOGIA__________________________________________ 62
26025 - AMBULATÓRIO NEURO - DISTURBIO DO MOVIMENTO _______________________________ 62
26057 - AMBULATÓRIO NEURO - DISTONIA_________________________________________________ 62
26062 - AMBULATÓRIO DE NEUROLOGIA TRIAGEM (15 vagas de 2ª M e 15 vagas de 6ª M / DRS - 7) _ 62
AE-AR.P24 – AMBULATÓRIO DE ODONTOLOGIA________________________________________ 65
27001 - AMBULATÓRIO DE ODONTOLOGIA (01 vaga de 3ª M e 01 vaga de 6ª M / CROSS)____________ 65
AE-AR.P25 – AMBULATÓRIO DE OFTALMOLOGIA_______________________________________ 66
28031 - AMBULATÓRIO OFTALMO - CATARATA CN ( 15 vagas de 2ª e 6ª m / DRS - 7) ______________ 66
28058 - AMBULATÓRIO OFTALMO-SOG/ADULTO ( 08 vaga de 2ª, 4ª e 5ª M; 05 vagas de 3ª M; e 11 vagas
de 6ª M / DRS - 7) _________________________________________________________________________ 66
28079 - AMBULATÓRIO OFTALMO-SOG/INFANTIL (03 vaga de 2ª, 4ª e 5ª M; 01 vaga de 3ª M e 05 vagas de
6ª M / DRS - 7) ____________________________________________________________________________ 66
AMBULATÓRIO DE OFTALMOLOGIA - REFLEXO VERMELHO ( 02 vagas de 3ª M e 02 vagas de 4ª T /
CROSS) _________________________________________________________________________________ 67
AE-AR.P26 – AMBULATÓRIO DE ONCOLOGIA___________________________________________ 68
AE-AR.P27 – AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA ___________________________________________ 69
30003 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA – JOELHO – (03 vagas de 3ª M / CROSS) _________________ 69
30007 - AMBULATÓRIO DE TUMORES ÓSSEOS (05 vagas de 6ª M / CROSS) ______________________ 69
30008 - AMBULATÓRIO DE AMPUTADOS ___________________________________________________ 70
30009 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA DE QUADRIL ADULTO – (01 vaga de 6ª M / DRS - 7) ________ 71
30010 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA-MÃO _______________________________________________ 71
30011 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA DOENÇAS INFLAMATÓRIAS__________________________ 72
30013 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA PROC.ORTESES PRÓTESES ADULTO___________________ 73
30020 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA PROC.ORTESE PRÓTESE INFANTIL ____________________ 73
30047 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA PATOLOGIA DO PÉ TORTO CONGENITO INFANTIL (6ª T ) 73
30052 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA COLUNA ( 1 vaga de 5ª T / CROSS) _____________________ 74
30056 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA – PEDIÁTRICA GERAL TRIAGEM (03 vagas de 4ª M / CROSS)
________________________________________________________________________________________ 76
30058 - ORTOPEDIA - AMB. CIRURGIA DO PE / TRIAGEM (01 vaga de 3ª T / DRS - 7)_____________ 76
30059 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA ESPORTIVA (5 vagas de 2ª T / CROSS) ___________________ 77
30067 - ORT/RUPTURA AGUDA DE TENDAO DE AQUILES (10 vagas de 3ª T / DRS - 7) _____________ 77
AE-AR.P28 – AMBULATÓRIO DE OTORRINOLARINGOLOGIA ______________________________ 78
ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-5-
31003 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO PEDIATRIA (4ª T e 6ª T) ________________________________ 78
31008 - AMBULATÓRIO DE LARINGOLOGIA (2ª T) ___________________________________________ 79
31024 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO OCUPACIONAL ______________________________________ 80
31033 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO – TRIAGEM (5ª T) ____ 80
31037 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO CABEÇA E PESCOÇO/CN (10 vagas de 5ª M/DRS - 7)________ 81
31040 - AMBULATÓRIO DE OTOLOGIA _____________________________________________________ 82
31042 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO-AUDIOLOGIA CLINICA/ CN ___________________________ 83
31044 - AMBULATÓRIO DE OTOLOGIA NEUROSENSORIAL CN________________________________ 84
31045 - AMBULATÓRIO DE RINOSSINUSOLOGIA____________________________________________ 84
31046 - OTORRINO - AMBULATÓRIO SAÚDE AUDITIVA (10 vagas de 3ª M e 05 vagas 6ª M /DRS - 7) _ 85
31049 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO TRIAGEM (10 vagas de 2ª; 3ª; 4ª; 6ª M e T /DRS - 7) _________ 85
31058 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO BASE DE CRÂNIO ____________________________________ 85
31059 - AMBULATÓRIO DE ORL/CIRURGIA - CRÂNIO-MAXILO-FACIAL (02 vagas de 6ª M / DRS – 7) 86
31074 - AMBULATÓRIO ORL - RONCO E APNÉIA DO SONO ___________________________________ 86
31079 - AMBULATÓRIO FARINGO ESTOMATOLOGIA/CN (03 vagas de 6ª M / DRS – 7)_____________ 87
31082 - OTORRINO - OTOLOGIA TRIAGEM ( 03 vagas de 3ª T /DRS - 7)___________________________ 88
31085 - OTORRINO - RESP. BUCAL/TRIAGEM INFANTIL (10 vagas de 4ª feira M/DRS - 7) ___________ 88
31086 - OTORRINO - LARINGE TRIAGEM (05 vagas de 2ª feira T/DRS - 7) _________________________ 89
31088 - OTORRINO - PEDIATRIA / TRIAGEM (07 vagas de 4ª T /DRS - 7) __________________________ 90
31703 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO CAVIDADE ORAL LASER______________________________ 90
AE-AR.P29 – AMBULATÓRIO GERAL DE PEDIATRIA _____________________________________ 92
AMBULATÓRIO DE INTEGRAÇÃO DE ESPECIALIDADES PEDIÁTRICAS (AIEP) _________________ 92
AIEP - ENDOCRINOLOGIA (32035 e 32046 - 2ª M) _____________________________________________ 92
AIEP - REUMATOLOGIA (32035 e 32046 - 2ª M) _______________________________________________ 93
AIEP - CRESCIMENTO (32035 e 32046 - 3ª M) _________________________________________________ 93
AIEP - PNEUMOLOGIA (32035 e 32046 - 3ª e 5ª M) _____________________________________________ 93
AIEP - IMUNOLOGIA E ALERGIA (32073 e 32074 - 4ª T) ________________________________________ 94
AIEP - GASTROENTEROLOGIA (32035 e 32046 - 5ª M) _________________________________________ 95
AIEP - ADOLESCENTES (32035 e 32046 - 5ª M) ________________________________________________ 95
AIEP - INTEGRAÇÃO (32035 E 32046 - 6ª M) __________________________________________________ 96
AE-AR.P30 - AMBULATÓRIO DE ESPECIALIDADES DA PEDIATRIA _________________________ 97
32002 - CRESCIMENTO (3ª T - 01 VAGA DRS - 7) ______________________________________________ 97
32003 - ENDÓCRINO PEDIATRIA (5ª T), _____________________________________________________ 97
32049 - PEDIATRIA ENDOCRINO II (5ª M) E __________________________________________________ 97
32052 - ENDOCRINOLOGIA PEDIÁTRICA III (2ª M) ___________________________________________ 97
32005 - IMUNOLOGIA E ALERGIA (3ª M) ____________________________________________________ 98
32007 - NEFROLOGIA PEDIÁTRICA (6ª M - 01 VAGAS DRS -7)__________________________________ 99
32008 - PNEUMOLOGIA PEDIÁTRICA (6ª M - 01 VAGA DRS - 7) ________________________________ 99
32010 - REUMATOLOGIA (3ª M, 4ª e 5ª T ) __________________________________________________ 100
32013 - ADOLESCENTES (2ª T) ____________________________________________________________ 100
32014 - GASTROENTEROLOGIA (3ª e 5ª M) __________________________________________________ 101
32016 - IMUNODEFICIÊNCIA SECUNDÁRIA (3ª T, 5ª M) ______________________________________ 101
32018 - DIABETES (6ª M) _________________________________________________________________ 102
32033 - DIABETOLOGIA PEDIÁTRICA (2ª; 3ª; 4ª e 5ª M) _______________________________________ 102
32019 - LACTENTE CHIADOR (2ª T/ 01 VAGA DRS - 7)________________________________________ 102
32039 - INFECTOLOGIA PEDIÁTRICA (3ª T / 01 VAGA DRS - 7) ________________________________ 103
32045 - MUCOVISCIDOSE PEDIÁTRICA (3ª T) _______________________________________________ 103
32047 - HEPATOLOGIA PEDIÁTRICA I ( 6ª T)________________________________________________ 103
32064 - HEPATOLOGIA PEDIÁTRICA II (5ª T)________________________________________________ 103
32048 - HEPATOLOGICA PEDIÁTRICA TX (2ªM) _____________________________________________ 104
32061 - CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA II (3ª T - 02 VAGAS DRS -7) _____________________________ 104
32070 - CARDIO PEDIÁTRICA I (4ª M - 03 VAGAS DRS -7) ____________________________________ 104
32063 - IMUNODEFICIÊNCIA PRIMÁRIA PEDIÁTRICA (2ª M) _________________________________ 105
32066 - VCCA - VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE - (2ª T - 01 VAGAS DRS -7) 105
32067 - OBESIDADE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES (4ª T - 03 VAGAS DRS - 7) ______________ 106
32068 - IMUNODEFICIÊNCIA SECUNDÁRIA – EXPOSTOS (3ª T - 02 VAGA DRS -7) _______________ 106
32073 - PEDIATRIA CLINICA - CN / TARDE (4ª T - 06 VAGA DRS -7)____________________________ 106
32075 - IMUNODEFICIÊNCIA PRIMÁRIA E AUTO IMUNIDADE (6ª T - 04 VAGA DRS -7) __________ 106
32079 - PEDIATRIA - GENETICA - AIEP/CN ( 5ª T/ 01 VAGA DRS -7) ____________________________ 107
32275 - FONOAUDIOLOGIA PEDIÁTRICA (2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª M e T)_______________________________ 107
32297 – PEDIATRIA - PSICOLOGIA INFANTIL (6ª T) __________________________________________ 108
32298 – PEDIATRIA – DIABETES PSICOLOGIA (6ª M) ________________________________________ 108

ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-6-
AE-AR.P31 – AMBULATÓRIO DE PNEUMOLOGIA _______________________________________ 109
33011 - AMBULATÓRIO DE PNEUMOLOGIA (05 vagas de 3ª M; 05 vagas de 4ª T e 06 vagas de 6 ª M e 06
vagas T/ DRS - 7) _________________________________________________________________________ 109
33015 - PNEUMO - HIPERTENSAO PULMONAR (01 vaga de 4ª T/ DRS - 7) ________________________ 109
33016 - PNEUMO - NEOPLASIAS PULMONARES (04 vaga de 6ª T/ DRS - 7) ______________________ 109
AE-AR.P32 – AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA _______________________________________ 110
34001 - AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA GERAL I (05 vagas de 5ª T/ DRS-7)___________________ 110
34003 - AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA GERAL II (05 vagas de 3ª T / DRS - 7) ________________ 110
34004 - AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA - DOENCAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS (5ª M) __ 111
34007 - AMBULATÓRIO DE CÂNCER DE COLO RETAL ( 4ª T) ________________________________ 111
AE-AR.P33 – AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA _________________________________________ 112
36002 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA SUBESPECIALIDADES CN (01 vaga de 5ª T, de dezembro a
julho, e 02 vagas de agosto a novembro/ DRS - 7)________________________________________________ 112
36008 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA DE ADOLESCENTE CN (02 vagas de 4ª T / DRS - 7) _____ 112
36028 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA - ASPA - CN (01 vaga de 4ª M / DRS - 7) ________________ 112
36032 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA GERIATRICA E NEUROPSIQ (01 vaga de 2ª T / CROSS)__ 112
36036 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA INFANTIL CN (01 vaga de 5ª M / DRS - 7) _____________ 113
AE-AR.P34 – AMBULATÓRIO DE REUMATOLOGIA ______________________________________ 114
37005 - AMBULATÓRIO DE REUMATOLOGIA CASO NOVO I (06 vagas de 3ª T / CROSS) _________ 114
37007 - REUMATOLOGIA - ARTRITES REUMATOIDE (05 vagas de 5ª T /CROSS) _________________ 115
37701 - AMBULATÓRIO DE REUMATO - CAPILAROSCOPIA (3ª M) ____________________________ 115
AE-AR.P35 – AMBULATÓRIO DE UROLOGIA ___________________________________________ 116
38002 - AMBULATÓRIO DE URO IMPOTENCIA (04 vagas de 2ª M / DRS - 7) _____________________ 116
38003 - AMBULATÓRIO DE URO INFERTILIDADE (2ª M) _____________________________________ 116
38006 - AMBULATÓRIO URO - UROGINECOLOGIA ( 02 vagas de 4ª M / DRS-7) ___________________ 116
38010 - AMBULATÓRIO DE UROLOGIA PEDIÁTRICA (06 vagas de 4ª M / CROSS) ________________ 116
38013 - AMBULATÓRIO DE URO TRIAGEM (10 vagas de 5ª de M / DRS - 7) ______________________ 117

ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-7-
MANUAIS DE PROCESSOS DE TRABALHO E TÉCNICAS DE COMPETÊNCIA DE OUTRAS ÁREAS

Anatomia Patológica – anatomia_patologica.pdf


Arquivo Médico – sam.pdf
Centro Cirúrgico – centro_cirurgico.pdf
DSG - Hotelaria – hotelaria.pdf
DSG - SSPRT - Segurança, Portaria e Recepção – sspr.pdf
Enfermagem - Processos - enfermagem_processos.pdf
Enfermagem - Técnicas - enfermagem_tecnicas.pdf
Engenharia e Manutenção – engenharia.pdf
Epidemiologia Hospitalar – Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais – crie.pdf
Epidemiologia Hospitalar – Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – ccih.pdf
Epidemiologia Hospitalar – Hospital Sentinela – hs.pdf
Epidemiologia Hospitalar – Núcleo de Vigilância Epidemiológica – nve.pdf
Farmácia – farmacia.pdf
Nutrição e Dietética - nutricao.pdf
Patologia Clínica – patologia_clinica.pdf
Recursos Humanos – recursos_humanos.pdf
Serviço Social – s_social.pdf
Suprimentos – suprimentos.pdf

ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-8-
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS No: 003

Implantação Data:
20/03/2009 02/06/2014

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL AE.O1

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

AE.O1 – MISSÃO E OBJETIVOS DO AMBULATÓRIO E


PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS

MISSÃO
Ser uma estrutura integrada ao Sistema de Saúde, prestando assistência integral ao
paciente, desde o acolhimento e registro no Hospital de Clínicas, passando pelo
atendimento ambulatorial, agendamento, realização de procedimentos especializados, até
o processo de internação eletiva, visando um atendimento eficaz, em consonância com as
normas e diretrizes da Coordenação de Assistência do HC/UNICAMP

OBJETIVO
Estabelecer mecanismos ágeis e eficazes para a resolução de problemas inerentes às
atividades desenvolvidas nos ambulatórios, tanto no âmbito assistencial quanto no
administrativo, visando integrar as áreas médica, enfermagem, administrativa e outras, a
fim de assegurar um atendimento qualitativo ao paciente. Implementar processos de
trabalho e procedimentos que venham consolidar a eficiência e a qualidade dos serviços.

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
A área é composta pelos Ambulatórios, Procedimentos Especializados, Registro (Abertura
de Prontuários), Agendamento (consultas e procedimentos) e Internação Eletiva.
Conta no seu quadro em torno de 150 funcionários sendo diretores, supervisores,
profissionais administrativos, profissionais de enfermagem e dentistas.
Os médicos e demais profissionais que prestam atendimento nos ambulatórios e nos
procedimentos são ligados aos Departamentos da FCM e à Coordenadoria de Assistência
do HC.
Sua área física é composta nos Ambulatórios por 12 quadrantes, com 148 consultórios e
25 salas para procedimentos. São 37 especialidades médicas que atendem por volta de
550 subespecialidades e 100 ambulatórios não médicos (enfermagem, nutrição,
psicologia, assistência social, fonoaudiologia etc), e realiza em torno de 130
procedimentos ambulatoriais.
A área de Procedimentos Especializados é composta pela Broncoscopia, Procedimentos
Cardiológicos não Invasivos, Medicina Laser, Função Pulmonar, Laboratório de Vascular,
Eletroencefalografia e Eletroneuromiografia.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Miriam Rizziolli Santos, Susy Mary Barizon, Sonia Letícia S. Lorena
Responsável pela área Data: 02/06/2014 CCIH Data: 02/06/2014 SST Data: 02/06/2014
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
-9-
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS No: 003

Implantação Data:
20/03/2009 02/06/2014

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL AE.O1

Realiza em média 2000 agendamentos/dia (consultas e procedimentos), 150 aberturas de


prontuário/dia, 600 internações eletivas/mês, 20 mil consultas/mês sendo que os casos
novos representam aproximadamente 10% dessas consultas. Realiza ainda em torno de
2.500 procedimentos/mês a pacientes ambulatoriais e 1.200 procedimentos/mês a
pacientes internados.
O acesso é feito por meio da regulação da DRS VII, agendando os casos novos pela
Central de Vagas. As vagas oferecidas representam 70% dos casos novos atendidos,
sendo que os 30% restantes são destinados às interconsultas e a casos de interesse
científico. São atendidos ainda usuários provenientes da UER (Unidade de Emergência
Referenciada) e das unidades de internação.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Miriam Rizziolli Santos, Susy Mary Barizon, Sonia Letícia S. Lorena
Responsável pela área Data: 02/06/2014 CCIH Data: 02/06/2014 SST Data: 02/06/2014
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 10 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS No: 003

Implantação Data:
20/03/2009 02/06/2014

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL AE.O2

AE.O2 - MAPA DE RELACIONAMENTO FORNECEDOR / PROCESSO / CLIENTE


FORNECEDORES
FORNECEDORES FORNECEDORES
FORNECEDORES CLIENTES
CLIENTES CLIENTES
CLIENTES
PROCESSOS
PROCESSOS
EXTERNOS
EXTERNOS INTERNOS
INTERNOS INTERNOS
INTERNOS EXTERNOS
EXTERNOS
Agendamento
Agendamento da da Área Médica
Parecer/Assinatura consulta/
consulta/
Coordenadoria da Parecer/Assinatura (Especialidades/
procedimento
procedimento
Assistência Distribuição Profissionais)
Distribuição das
das salas
salas
de
de atendimento
atendimento
DRS VII Solicitação de agendamento para consulta (casos novos)
Repasse
Repasse do
do número
número de
de vagas
vagas disponíveis
disponíveis

Normatização REGISTRO DRS VII


Diretoria Clínica Legislação

AGENDAMENTO
Atendimento
Atendimento ––Consulta,
Consulta,Procedimentos
Procedimentos
Conselho Políticas
Especializados
Assistenciais Especializados ou
ou Internação
Internação Usuários do HC e
Administração
acompanhante

Solicitação de
Insere
Insere no
no
Agendamento para
Área Médica Consultas (casos novos , CONSULTA
sistema
sistemaaa
(Especialidades/ vaga médica, retorno) e internação
internação Unidades de
Profissionais) Procedimentos Internação
Especializados e
internação

Fornecimento PROCEDIMENTOS
SAM ESPECIALIZADOS
de prontuários

Relatórios
Relatórios
Materiais e
Almoxarifado Gerados
Gerados
medicamentos INTERNAÇÃO ELETIVA Estatística

Materiais
CME
esterelizados

Planilhas
Planilhas
Estatística

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Miriam Rizziolli Santos, Susy Mary Barizon, Sonia Letícia S. Lorena
Responsável pela área Data: 02/06/2014 CCIH Data: 02/06/2014 SST Data: 02/06/2014
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 11 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P1

DAMPE – REFERÊNCIAS AMBULATORIAIS

Observação
Os encaminhamentos deverão estar de acordo com os critérios solicitados pelas
especialidades, para a efetiva realização da consulta, a fim de não causar prejuízo ao
paciente, pois caso isto não ocorra este será reencaminhado a sua unidade de origem,
para adequação do reagendamento.

AE-AR.P1 – AMBULATÓRIO DE DOR

01003- AMBULATÓRIO DE DOR CRÔNICA - CN

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Tem como objetivo primário o atendimento de pacientes com dor oncológica:

• Todos os pacientes com dor oncológica serão atendidos desde que tenham
diagnóstico confirmado e estejam acompanhado pelos exames
complementares pertinentes.
• Somente serão atendidos no Ambulatório de Dor Crônica os pacientes com as
seguintes patologias não-oncológicas, desde que estejam em seguimento de
outra clinica ou ambulatório deste hospital:
o Herpes Zoster;
o Neuralgia Pós-Herpética;
o Neuralgia do Trigêmeo;
o Amputados: dor no coto / dor fantasma;
o Síndrome Dolorosa Regional Complexa tipos I e II.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 12 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS No: 001

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P2

AE-AR.P2 – AMBULATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA

01004 - AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Pacientes em preparo para ou com cirurgia eletiva já agendada.
NECESSÁRIOS PARA TODOS
Pedido de consulta com diagnóstico cirúrgico e cirurgia proposta legíveis e exames
complementares, conforme Tabela já distribuída, prontos e disponíveis. Não é possível
concluir a avaliação pré-anestésica sem estes exames.
Como em qualquer Ambulatório, é muito importante que o prontuário do paciente esteja
disponível.
Para menores de 18 anos ou para pacientes com déficit cognitivo é necessária a
presença de um acompanhante que seja seu representante legal.
Critério interno, exclusivo das vagas do Ambulatório de Avaliação Pré-Anestésica.
01005 - AV. PRE ANEST./OBESO
01006 - AV. PRE ANEST./CAT. CONGENITA E CORNEA
01007 - AV. PRE ANES/OFT RETINA E CATARATA ADULTO
01008 - AV. PRE ANEST./OFT ESTRABISMO
01009 - AV. PRE ANEST./OFT VIAS LACRIMAIS
01010 - AV. PRE ANEST./OFT PLASTICA E OUTROS
01011 - AV. PRE ANEST./PLÁSTICA ESTETICA
01012 - AV. PRE ANEST./PLÁSTICA POS BARIATRICA
01013 - AV. PRE ANEST/PLÁST.TRAUMA FACE URGENCIAS
01014 - AV. PRE ANEST/PLÁST. DEFORMID. CONGENITAS
01015 - AV. PRE ANEST/PLÁST.SEQ. DE QUEIMADURAS
01016 - AV. PRE ANEST./ORTOPEDIA JOELHO
01017 - AV. PRE ANEST./ORTOPEDIA OMBRO
01018 - AV. PRE ANEST./ORTOPEDIA QUADRIL
01019 - AV. PRE ANEST./ORL OUVIDO

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 13 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS No: 001

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P2

01020 - AV. PRE ANEST./ORL GARGANTA


01022 - AV. PRE ANEST./ UROLOGIA – UROGINECO
01023 - AV. PRE ANEST./ UROLOGIA INFERTILIDADE
01024 - AV. PRE ANEST./URO LAPAROSCOPIA E CRIANÇA
01026 - AV. PRE ANEST./ CISTOSCOPIA
01027 - AV. PRE ANEST./ GASTROCIRURGIA
01028 - AV. PRE ANEST./ COCLEAR

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 14 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P3

AE-AR.P3 – AMBULATÓRIO DE DISLIPIDEMIAS

02001 - AMBULATÓRIO DE DISLIPIDEMIAS

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Distúrbios do metabolismo dos lípides de difícil controle e suas complicações clínicas e
cardiovasculares em crianças, adolescentes, adulto e idosos como:

Dislipidemias primárias
Hipercolesterolemia isolada
Hipergliceridemia isolada
Hiperlipidemia mista: aumento de LDL-colesterol e reduçao de HDL-colesterol
Hiperquilomicronemia de início na infância ou na vida adulta
Disbetalipoproteinemia
Hipoalfalipoproteinemias e hipobetalipoproteinemias
Deficiências de lipoproteínas
Lipoproteínas anômalas

Dislipidemias secundárias
Obesidade ou sobrepeso com dislipidemia
Síndrome metabólica com dislipidemia
Alcoolismo e tabagismo com dislipidemia
Hipotireoidismo com dislipidemia
Diabetes e resistência à insulina com dislipidemia
Doenças renais agudas, crônicas e síndrome nefrótica com dislipidemia
Doenças hepáticas parenquimatosas e/ou obstrutivas com dislipidemia
Lipodistrofia com dislipidemia
SIDA com dislipidemia
Desnutrição com dislipidemia
Doenças reumatológicas com dislipidemia
Dislipidemias secundárias aos erros inatos do metabolismo
Outras hiperlipidemias não especificadas, inclusive as secundárias a
medicamentos diversos

NECESSÁRIO PARA O ENCAMINHAMENTO


Relatório médico com histórico e motivo do encaminhamento ao serviço terciário;

Exames
Perfil lipídico confirmado: colesterol total e frações, dosagem de triglicérides, e demais
exames que justificam o encaminhamento.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 15 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P4

AE-AR.P4 – AMBULATÓRIO DE CARDIOLOGIA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes com cardiopatias graves já diagnosticadas que precisem de seguimentos em
serviço terciário.

EXCLUSÃO
Pacientes sem diagnóstico, que apresentem RX e ECG normal, encaminhados para
afastar cardiopatias.

NECESSÁRIOS PARA TODOS OS AMBULATÓRIOS DE CARDIOLOGIA


Relatório médico com justificativa do encaminhamento ao serviço, Rx de Tórax e ECG.

03019 - AMBULATÓRIO DE CARDIO ISQUEMIA (04 vagas de 2ª M / DRS - 7)

• Doença isquêmica do coração (ECG alterado)


• Infarto agudo do miocárdio
• Infarto antigo do miocárdio
• Angina do peito
• Aterosclerose coronária
• Aneurisma do coração

03020 - AMBULATÓRIO DE CARDIO VALVULAR (04 vagas de 6ª M / CROSS - 7)

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS NESTE AMBULATÓRIO


• Pericardites
• Transtornos da válvula mitral
• Transtornos da válvula aórtica
• Transtornos da válvula tricúspide adquirido
• Transtornos da válvula pulmonar adquirido
• Aortopatias

Exames necessários
Ecocardiograma, RX e Eletrocardio

Idade: Qualquer idade.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 16 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P4

03021- AMBULATÓRIO DE CARDIO HIPERTENSÃO (02 vagas de 3ª M / CROSS)

• Pacientes com Hipertensão Arterial confirmada, que tenha um certo grau de


complexidade ou de difícil controle.
• Paciente Hipertenso jovem (qualquer paciente hipertenso com idade inferior a 35
anos)
• Pacientes que necessitem de investigação diagnóstica não especificada se malígna
ou benigna.

03023 - AMBULATÓRIO DE MIOCARDIOPATIA

• Cardiomiopatias- (alcoólica, Chagásica, nutricionais, metabólicas, hipertrófica


obstrutiva, secundária a outra patologia)
• Fibrose endomiocardica (endomiocardiofibrose)
• Fibroelastose endocárdica
• Miocardite não especificada
• Degeneração do miocárdio
• Doença cardiovascular não especificada
• Cardiomegalia
• Distúrbios funcionais conseqüentes a cirurgia cardíaca

03024 - AMBULATÓRIO DE CARDIO ARRITMIA (02 vagas de 5ª T / CROSS - 7)

• Arritmias complexas, de difícil controle ou falha terapêutica.


• Arritmias malígnas e que necessitem de tratamento invasivo - Síncope
• Bloqueio atrioventricular
• Hemibloqueio de ramo esquerdo
• Bloqueio de ramo direito
• Bloqueio de ramo não especificado
• Outros bloqueios cardíacos
• Excitação atrioventricular anômala-
• Taquicardia paroxistica supraventricular
• Taquicardia paroxistica ventricular
• Taquicardia paroxistica não especificada

EXCLUSÃO
• Arritmias simples (ESV isoladas e pareadas)

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 17 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P4

• Pacientes com marca-passo colocado em outro serviço para seguimento de marca-


passo.

03029 - HIPERTENSÃO RESISTENTE/ SECUNDÁRIA(02 vagas de 2ª T / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO: (Todos os critérios são necessário)


• Pacientes portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica não controlada com valores
de pressão arterial > 140X90 mmHg;
• Todos os pacientes devem estar em uso de mais de 3 (três) classes de anti-
hipertensivos por menos 4 (quatro) semanas;
• A aderência ao tratamento de ser comprovada.

EXCLUSÃO
• Inaderência ao tratamento;
• Insuficiência Renal estádio 4 ou 5 (Clearence de Creatinina < 30 ml/min/1,73 m2 );
• Insuficiência Cardíaca Classe Funcional III ou IV (Fração de ejeção < 50% ao
ecocardiograma);
• Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica estágio III ou IV (VEF 1.0/CVF < 75% pós-
prova broncodilatadora ou VEF 1.0 < 40% do previsto);
• Doenças inflamatórias sistêmicas crônicas.
• Neoplasia em tratamento;
• Cirrose hepática.

03034 - CARDIO - ELETROFISIOLOGIA (02 vagas de 3ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Este ambulatório é destinado para agendamento de pacientes aos quais foi solicitado a
realização de Estudos Eletrofisiológico Invasivo e/ou Ablação.

03042 - CARDIO - AVALIACAO DE MARCA PASSO (01 vagas de 3ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Destinados a pacientes já portadores de Marcapasso Cardíaco ou outros Dispositivos
Cardíacos Implantáveis que não realizam seguimento clinico Eletrônico dos mesmos. Os
encaminhamentos para avaliação de necessidade de implante de dispositivos cardíacos
deverão der direcionados ao ambulatório de Arritmologia (03024).
• O paciente deverá comparecer ao ambulatório munido dos exames médicos
relacionados ao marca-passo (eletrocardiograma, Holter, etc).
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 18 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P4

• O paciente deverá trazer a identificação do marca-passo (carteirinha de marca-


passo).

03288 - CARDIO - CATETERISMO – ENFERMAGEM (03 vagas de 3ª M, 02 VAGAS DE


5ª T / CROSS)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Todos os pacientes ambulatoriais deverão passar previamente pela consulta de
enfermagem, para checagem e orientações prévias ao exame.
• Para a consulta de enfermagem serão necessários os seguintes documentos:
o Resultado recente (último 3 meses) de exames laboratoriais (creatinina,
uréia, RNI,ECG e glicemia);
o Cartão SUS;
o RG;
o Comprovante de residência;
• Somente após consulta com a e enfermagem o procedimento médico solicitado
será agendado.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 19 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P5

AE-AR.P5 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CARDÍACA

04009 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CARDÍACA (04 vagas de 6ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Pacientes com cardiopatia já diagnosticada, com indicação cirúrgica, que já tenham
realizado os métodos diagnósticos exigidos.

Para todos os pacientes


Relatório médico com justificativa do encaminhamento ao serviço, eletrocardiograma, RX
de tórax, Hemograma, uréia, creatinina, sódio, potássio, glicemia de jejum e
coagulograma.

Cardiopatias valvulares
Ecocardiografia para todos os pacientes, cineangiocoronariográfica para os pacientes
com mais de 45 anos de idade (encaminhar com o CD do exame).

Cardiopatia isquêmica
Cineangiocoronariográfica com no máximo 1 ano de realização (encaminhar com o CD do
exame) e ecocardiografia.

Doenças da aorta
Ecocardiografia e angiotomografia da aorta (torácica e abdominal).

Cardiopatias congênitas em adultos


Ecocardiografia para todos os pacientes, cineangiocoronariográfica para os pacientes
com mais de 45 anos de idade (encaminhar com o CD do exame).

EXCLUSÃO
• Pacientes sem diagnóstico, que apresentem RX e ECG normal, encaminhados
para afastar cardiopatias e para acompanhamento clínico;
• Não encaminhar pacientes para realização de angioplastia coronariana ou só
para cateterismo diagnóstico.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 20 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P6

AE-AR.P6 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CABEÇA E PESCOÇO

05005 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA CABEÇA E PESCOÇO - TRIAGEM (04 vagas


de 3ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes c/ tumores malignos e benignos em região de cabeça e pescoço.
• Pacientes com tumores avançados que abranjam o âmbito da cirurgia geral
que necessitem avaliação de Cirurgião Oncológico e que requeiram tratamento
multimodal com Radioterapia e/ou Quimioterapia.
• Patologias malignas e benignas de vias aero-digestiva alta (naso-faringe; seios da
face; orifaringe hipofaringe; laringe; cavidade oral; região retro-cricóide;
esôfago cervical; glândulas salivares).
• Tumores malignos de pele com invasão craniana.
• Tumores malignos de pele em qualquer localização tais como: Carcinoma
basocelular; carcinoma epidermóide; melanoma.
• Sarcomas de partes moles em qualquer localização. ( malignos/ benignos )
• Melanomas em qualquer localização. ( malignos/ benignos)
• Tumores de Tireóide com indicação cirúrgica: somente sejam encaminhados
pacientes com diagnóstico de punção de tumor maligno ou suspeita de
malignidade.

EXCLUSÃO TEMPORÁRIA
Lesões benignas como: bócios ou cistos colóides, etc. devido ao grande número de
pacientes com essas lesões.

EXAMES NECESSÁRIOS
Todos os pacientes devem vir com diagnóstico comprovado por biópsia e com anátomo
patológico da lesão. As lâminas devem ser encaminhadas para revisão anátomo
patológica. Devem trazer Rx de Tórax PA e Perfil quando houver indicação assim como
Exame Endoscópico quando for necessário.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 21 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P7

AE-AR.P7 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA

07002 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA URO-NEFRO (03 vagas de 2ª T /


DRS - 7)

CRITÉRIOS DE INCLUSÃO
Crianças com patologias urológicas cirúrgicas :
• Rim multicístico
• Refluxo vésico uretral
• Válvula de uretra posterior
• Anomalia de junção uretero-pélvica
• Litíase urinária
• Obstruções urinárias
• Bexiga neurogênica
• Extrofia vesical
• Síndrome de Prune Belly
• Hipospadia

07006 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA GASTROENTEROLÓGICA

CRITÉRIOS DE INCLUSÃO
Crianças com patologias cirúrgicas do aparelho digestivo:
• Refluxo gástrico esofágico
• Má rotação intestinal
• Colecistopatia calculosa, cisto de colédoco, atresia de vias biliares
• Megacólon congênito
• Ânus Imperfurado

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 22 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P8

AE-AR.P8 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PLÁSTICA

08013 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA PLÁSTICA (06 vagas de 2ª e 5ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS DE INCLUSÃO
Pacientes encaminhados devem vir com relatório médico e indicação de encaminhamento
ao serviço terciário.
• Queimaduras;
• Seqüela de Queimaduras;
• Traumas Buco-Maxilo-Facial;
• Deformidades Congênitas da Face;
• Deformidades Congênitas Craniofaciais (Sd. de Crouzon, Sd. De Apertm, etc);
• Fissuras craniofaciais
• Tumores craniofaciais
• Fissuras Labiopalatais: (“Lábio Leporino” e “Goela de Lobo”);
• Deformidades Maxilo-mandibulares;
• Deformidades de Órbita;
• Deformidades da Orelha (microtia, anoti, criptotia, orelha de abano, etc);
• Tumores vasculares (Hemangiomas e Linfamagiomas) e malformações vasculares
(capilares, venosas, malformações arterio-venosas);
• Micrognatismo, Prognatismo e Cirurgia Ortognática;
• Tumores de Órbita ( mucocele, osteoma, displasia fibrosa óssea, displasia crânio-
diafisária, tumor de células gigantes, etc);
• Tumores de pele ( benignos / malignos - carcinoma basocelular, espinocelular e
mistos de qualquer localização );
• Cicatrizes, Quelóides;
• Deformidades nasais (traumática/ laterorrimias, rinofima, deformidades do dorso e
ponta nasal);
• Deformidades Órbito-palpebrais (ptose palpebral, blefarofimose, coloboma,
ectrópio);
• Ginecomastia;
• Deformidades das Mãos (Sindactilias, contraturas cicatriciais);
• Couro Cabeludo (alopecia);
• Reconstrução mamária pós-mastectomia.

CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO
Cirurgia pós-bariátricas (abdominoplastia, braquioplastia, cruroplastia) de pacientes que
não se submeteram á cirurgia bariátrica no Hospital de Clinicas da Unicamp.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 23 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P9

AE-AR.P9 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA TORÁCICA

09001- AMBULATÓRIO DE CIRURGIA TORÁCICA (06 vagas de 2ª T / DRS - 7)

CRITÉRIOS DE INCLUSÃO:
• Patologias cirúrgicas benignas e malignas do pulmão
• Patologias mediastinais ( para diagnóstico e terapêutica)
• Patologias cirúrgicas benignas e malignas da traquéia e brônquios
• Patologia pleurais (empiema e hemotórax complicados, derrames pleurais com
investigação prévia inconclusiva)
• Patologias e deformidades da parede torácica
• Patologias e malformações do diafragma
• Pacientes para realização de procedimentos especializados em Cirurgia Torácica
(broncoscopia rígida e flexível, pleuroscopia, mediastinoscopia)
• Patologias cirúrgicas benignas e malignas da tiróide

EXAMES NECESSÁRIOS
Rx de tórax e todos os exames já realizados que comprovem a indicação de
encaminhamento ao serviço terciário.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 24 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P10

AE-AR.P10 – AMBULATÓRIO DE CIRURGIA VASCULAR

10007 - AMBULATÓRIO CIR. ENDOVASCULAR E ISQUEMIAS VISCERAIS (06 vagas


de 6ª T / DRS - 7)

Os pacientes para este Ambulatório de Cirurgia Endovascular, virão do Ambulatório de


Cirurgia Vascular (10012) ou encaminhados pela DRS 7:
• Aneurisma > 6 cm e com impossibilidade de Cirurgia ABERTA;
• Isquemia Carotídeas com estenoses > 70% e comorbidades que impeçam
Cirurgias ABERTAS;
• Aneurismas Viscerais;
• Mal formação arteriovenosa indicada embolização;
• Isquemias Viscerais;
• Estenoses Venosas Centrais.

EXCLUSÃO
• Varizes, úlceras varicosas e hipertensão venosa crônica, a não ser que um
profissional justifique com história e exame físico o envio para uma avaliação e
orientação como interconsulta somente.
• Pacientes com sinais clinicamente comprovados de gangrena que não tem
indicação de revascularização.

10012 - AMBULATÓRIO CIRURGIA VASCULAR – CN (07 vagas de 3ª T / DRS - 7)

Pacientes que configuram emergências médicas e devem ser encaminhados à


Unidade de Emergência Referenciada:

• Aneurismas de aorta ou periféricos com dor ou outro sinal de ruptura.


• Obstruções arteriais agudas de qualquer natureza (embólica, trombótica ou
trauma) configuradas por dor intensa, perda de pulsos periféricos e alteração da
sensibilidade e/ou motricidade agudamente.
• Gangrenas úmidas ou infecção extensa dos membros, associadas a doença
vascular periférica.
• Acidentes vasculares cerebrais agudos (primeiro atendimento é feito pela
Neurologia).

Pacientes que devem ser encaminhados para consulta na terça-feira a tarde. Não
constituem urgência médica. Os doentes encaminhados por outros colegas

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 25 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P10

vasculares da região e que são de interesse pela gravidade do caso, serão


atendidos conforme agendamento.

• Aneurismas de aorta com diâmetro transverso maior do que 6 cm.


• Estenoses carotídeas maior do que 70% pelo ultra-som duplex.
• Gangrena seca em extremidades ou dor isquêmica em repouso.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 26 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P11

AE-AR.P11 – AMBULATÓRIO DE DERMATOLOGIA

11017 - AMBULATÓRIO DE DERMATO PEDIATRIA CN (02 vagas de 5ª T / CROSS)

Devem ser encaminhados Crianças e Adolescentes de até 16 anos com patologias de


pele que tenham indicação de encaminhamento ao serviço terciário. Podem ser
encaminhados por Pediatras, Dermatologistas ou Clínicos.

11019 - DERMATOLOGIA HANSENIASE - CN (01 vagas de 3ª T / DRS -7 )

Classificação Hanseníase (Tuberculóide, Dimorfa, Virchoviana)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Tratamento PQT ( Quantas doses e quais drogas);
• Baciloscopia pré tratamento;
• Motivo do encaminhamento (falha terapêutica, reação Hansênica, reação ao
tratamento e outros);
• Outros exames: resultado de Biópsia, etc;
• Avaliação dos contactantes;
• Nº do SINAN ( se possuir)

11025 - AMBULATÓRIO DE DERMATOLOGIA TRIAGEM (03 vagas de 3ª e 5ª T / DRS


- 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Todo paciente deve ser encaminhado por médico dermatologista da rede pública, de
serviços universitários ou privados, com indicação de encaminhamento ao serviço
terciário.
Tais encaminhamentos deverão relatar os exames prévios além das hipóteses
diagnósticas e condutas já adotadas.
As biópsias cutâneas já realizadas deverão ser acompanhadas de laudo anátomo
patológico e das lâminas para revisão.
NÃO SERÃO ACEITOS PACIENTES ENCAMINHADOS PELOS MÉDICOS CLÍNICOS
DA REDE BÁSICA

EXCLUSÃO
PACIENTES PARA RETIRADA DE TATUAGEM.
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 27 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P11

11028 - AMBULATÓRIO DE DERMATO VITILIGO (04 vagas de 6ª M/ DRS - 7)

Devem ser encaminhados Crianças e adultos com vitiligo. Podem ser encaminhados por
Pediatras, Dermatologistas ou Clínicos.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 28 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P12

AE-AR.P12 - AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes com diagnóstico ou hipótese diagnóstica de Endocrinopatia, com indicação de
encaminhamento ao serviço terciário para investigação e seguimento.

EXCLUSÃO
• Obesidade Exógena
• Diabéticos controlados apenas com dietas
• Diabéticos controlados com hipoglicemiantes orais, sem complicações.

EXAMES NECESSÁRIOS
• Relatório médico que justifique o encaminhamento
• Glicemia de jejum (todos)
• Glicosúria de 24 horas (aqueles que não usam insulina)
• Glicosúria fracionada (aqueles que usam insulina)
• Demais exames que foram realizados para indicar o encaminhamento

12002 - AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA-TRIAGEM (03 vagas de 2ª T /


CROSS)

• Pacientes diabéticos, já com resultados de glicemia de jejum e glicosúria (de 24


horas/ ou fracionada).
Observação:
Serão atendidos todos os pacientes com diabetes tipo 1 (insulino-dependentes), e
pacientes com diabetes tipo 2 que já apresentem complicações (os pacientes com
diabetes tipo 2 controlados com dietas e / ou hipoglicemiantes orais, que não
apresentam complicações, deverão continuar a ser atendidos em Postos de Saúde
Municipais).
• Acromegalia/Gigantismo
• Outras hiperfunções adenohipófise
• Panhipopituitarismo
• Nanismo hipofisário
• Diabetes insipidus
• Alterações hipofisárias iatrogênicas
• Síndrome de Cushing
• Adenoma da suprarrenal
• Insuficiência Adreno-cortical
• Hiperfunção de medula
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 29 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P12

• Hiperplasia congênita
• Carcinoma suprarrenal
• Bócio nodular atóxico
• Bócio Multinodular Tóxico
• Adenoma Tóxico
• Cisto tireóide
• Bócio difuso Atóxico
• Hipotireoidismo de difícil controle
• Tireoidite Aguda
• Hiperaldosteronismo
• Adenoma de paratireoide
• Carcinoma de Tireóide ( excluir os carcinomas menores que 0,8 cm ( papilífero ou
folicular), único ou sem linfonodo acometido)
• Tireoidite Hashimoto
• Tireoidite Subaguda
• Doença de GRAVES
• Galactorreia
• Síndrome hiperandrogênica
• Síndorme de Klinefelter
• Síndrome de Turner
• Hipoparatireoidismo
• Adenomatose endócrina múltipla
• Hiperlipemia mista
• Lipodistrofia
• Hipertrigliceridemia de difícil controle
• Insulinoma
• Insuficiência ovariana pós-ooforectomias
• Síndrome carcinoide
• Amenorréia
• Criptorquidia
• Hirsutismo
• Puberdade atrasada
• Puberdade precoce
• Tumor de testículo
• Ginecomastia
• Hipogonadismo
• Hiperfunção testicular
• Hemorragia
• Bócio por defeito de síntese

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 30 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P13

AE-AR.P13 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIRURGIA

14011 - AMBULATÓRIO DE GASTRO CIRURGIA FÍGADO/HIPERTENSÃO PORTAL -


4ª T

Pacientes com Esquistossomose Hepatoesplênica que já tenham apresentado


sangramento por Varizes de Esôfago ou por Gastropatia Hipertensiva.
Tumores hepáticos com indicação de cirurgia.

EXCLUSÃO
Este ambulatório não recebe doentes para investigação de hepatopatias, nem pacientes
com cirrose já diagnosticadas para investigação e seguimento. Os pacientes com
CIRROSE devem ser encaminhados ao ambulatório de FÍGADO (15004) da Gastroclínica
ou ao AMBULATÓRIO DE TRANSPLANTE HEPÁTICO, caso haja indicação (ver critérios
de encaminhamento ao ambulatório de transplante).

14012 - AMBULATÓRIO DE GASTRO CIRURGIA TRANSPLANTES HEPÁTICOS/CN


(10 vagas de 4ª T / CROSS)

Serão atendidos neste ambulatório pacientes com indicação de avaliação para inclusão
em lista de Transplante Hepátio, como:
• Pacientes com Cirrose Hepática de etiologia alcoólica, classe funcional B ou C na
classificação de Child - Pugh, em abstinência há pelo menos 06 meses, com
história de Peritonites ou Hemorragia Digestiva.
• Pacientes com Cirrose hepática classe funcional C na classificação de Child-Pugh
de qualquer etiologia
• Pacientes com Hemorragia Digestiva de repetição conseqüente à hipertensão
portal, não responsiva ao tratamento clínico (escleroterapia, propanolol),
independente da classificação de Child-Pugh.
• Pacientes com Cirrose e ascite refratária ao tratamento clínico.
• Pacientes com Cirrose e algum episódio de peritonite bacteriana espontânea.

OBSERVAÇÃO
Deverão ser encaminhados com relatório médico contendo descrição do quadro clínico,
evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço terciário.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 31 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P13

14021 - AMBULATÓRIO DE GASTRO CIRURGIA PÂNCREAS/VIAS E VESICULA


BILIARES – CN 6F (07 vagas de 6ª T / DRS - 7)

Pacientes com patologias de pâncreas NEOPLASIA MALIGNA (Câncer de Pâncreas /


Colédoco Distal e Papila Duodenal), vesícula e vias biliares que tenham indicação
cirúrgica, principalmente tumores.

Neste ambulatório não devem ser agendados casos de colecistite crônica calculosa
(pedra na vesícula), que devem ser encaminhados aos serviços secundários.

14024 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIR - OBESIDADE SEVERA/CN-I (99 vagas de 4ª


M / DRS - 7)

OBSERVAÇÃO
Abertura em datas especificas, mediante a solicitação do médico.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes com IMC maior que 40, com morbidades associadas.

14025 - AMBULATÓRIO DE ESÔFAGO/ESTÔMAGO/DUODENO/CN-2F (08 vagas de


2ª T / DRS - 7)

Serão atendidos PACIENTES PARA TRATAMENTO CIRÚRGICO DE PATOLOGIAS DE


ESÔFAGO, ESTÔMAGO E DUODENO, como:
• Neoplasias benignas e malignas do Esôfago ou de Estômago
• Megaesôfago chagásico / Acalasia
• Estenoses cáusticas de esôfago
• Estenoses pépticas do esôfago
• Esofagite de refluxo ou Hérnia Hiatal com indicação cirúrgica por intratabilidade
clínica ou complicações
• Divertículos esofágicos
• Úlceras gástricas ou duodenais que tenham indicação cirúrgica por
intratabilidade ou por complicações
• Outros transtornos gástricos pós-operatórios, como Dumping
• Úlcera de boca anastomótica

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 32 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P13

OBSERVAÇÕES:
1. Os doentes prèviamente operados de tumores malignos ou benignos do esôfago,
estômago e duodeno em outros Serviços ou Hospitais não são aceitos para
seguimento ambulatorial neste Ambulatório. Serão aceitos para consultas
ambulatoriais somente se houver indicação de reoperação. E nesta situação os
doentes deverão obrigatoriamente trazer por ocasião da consulta um relatório
detalhado e circunstanciado do médico que realizou a cirurgia, informando a técnica
cirúrgica realizada, acompanhado de resultados anátomo-patológicos, tomografia
computadorizada de tórax e abdomen (com contraste) e outros exames que indiquem
a necessidade de reoperação.
2. Os doentes prèviamente operados de doença do refluxo gastroesofágico (esofagite de
refluxo / hérnia hiatal) em outros Serviços ou Hospitais, sòmente serão aceitos para
consultas ambulatoriais se houver indicação de reoperação. E nesta situação os
doentes deverão obrigatoriamente trazer por ocasião da consulta um relatório
detalhado e circunstanciado do médico que realizou a cirurgia, informando a técnica
cirúrgica realizada.
3. Quanto às lesões ou tumores submucosos ou subepiteliais do esôfago, os doentes
obrigatoriamente deverão ser encaminhados com o exame denominado
ULTRASSONOGRAFIA ENDOSCÓPICA, bem como as biópsias da lesão, para serem
aceitos para atendimento ambulatorial. O Hospital das Clinicas e o Gastrocentro –
Unicamp não dispõem desse exame, o qual é realizado em outras Instituições /
Unidades de Saúde do Estado de São Paulo. Portanto, os Órgãos de Regulação
podem providenciar / referenciar a realização do exame.

EXCLUSÃO
DOR EPIGÁSTRICA para investigação;
VARIZES ESOFAGIANAS - estes pacientes devem ser encaminhados ao ambulatório de
gastroclínica fígado (15004) para investigação e acompanhamento da hepatopatia, ou ao
ambulatório de Hipertensão portal, quando houver indicação cirúrgica.

14026 - CIR FIGADO/HIPERTENSAO PORTAL/4F TRIAGEM (15 VAGAS DE 4ªT /


CROSS)

Pacientes com Esquistossomose Hepatoesplênica que já tenham apresentado


sangramento por Varizes de Esôfago ou por Gastropatia Hipertensiva. Tumores hepáticos
com indicação de cirurgia

EXCLUSÃO
Este ambulatório não recebe doentes para investigação de hepatopatias, nem pacientes
com cirrose já diagnosticadas para investigação e seguimento. Os pacientes com
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 33 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P13

CIRROSE devem ser encaminhados ao ambulatório de FÍGADO (15004) da Gastroclínica


ou ao AMBULATÓRIO DE TRANSPLANTE HEPÁTICO, caso haja indicação (ver critérios
de encaminhamento ao ambulatório de transplante).

14041 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIR - OBESIDADE SEVERA/CN-II ( 99 vagas de


4ª M / DRS - 7)

OBSERVAÇÃO
Abertura em datas especificas, mediante a solicitação do médico.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes com IMC maior que 40, com morbidades associadas.

14042 - AMBULATÓRIO DE GASTROCIR - OBESIDADE SEVERA/CN-III ( 99 vagas de


4ª M / DRS - 7)

OBSERVAÇÃO
Abertura em datas especificas, mediante a solicitação do médico.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes com IMC maior que 40, com morbidades associadas.

14044 - AMBULATÓRIO DE ESÔFAGO/ESTÔMAGO/DUODENO – TUMORES – 2F (08


vagas de 2ª T )

As vagas deste Ambulatório são exclusivamente vagas médicas, devendo ser agendados
mediante C.R.M. dos médicos responsáveis.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Os doentes devem ser portadores de tumores malignos e benignos do esôfago,
estômago e duodeno;
• Os doentes agendados deverão obrigatoriamente já terem previamente realizado
exames que são portadores de tumores nestes órgãos.

EXAMES NECESSÁRIOS
Endoscopia digestiva alta, seguido de biópsia e resultado de exames anátomo-patológico,
comprovando que o doente é portador de um tumor, maligno ou benigno. Os demais

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 34 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P13

exames necessários para estadiamento são: tomografia computadorizada do tórax e/ou


abdômen e ressonância magnética e PET-CT ou cintilografia em casos especiais.

EXCLUSÃO
Neste ambulatório não deverão ser agendados em hipótese alguma doentes com
“suspeita de tumor”, doentes que não apresentam os critérios acima e doentes com outras
doenças benignas.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 35 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P14

AE-AR.P14 – AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA

Todos os pacientes deverão vir encaminhados com relatório médico contendo descrição
do quadro clínico, evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao
serviço terciário.
OS CASOS CIRÚRGICOS E DE PROCTOLOGIA DEVEM SER ENCAMINHADOS AOS
AMBULATÓRIOS ESPECÍFICOS DA CIRURGIA.

OBSERVAÇÃO
Os casos com indicação de encaminhamento ao ambulatório de fígado devem ser
encaminhados ao ambulatório específico. Casos agendados em outros ambulatórios na
tentativa de adiantar a consulta serão devolvidos ao serviço de origem para
reagendamento adequado, pois são grupos diferentes no atendimento.

15001 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA – TRATO GASTRINTESTINAL I (01


vagas - 4ª T / DRS - 7)

Pacientes com Dispepsia que não apresentaram melhora após tratamento por 12
semanas com bloqueadores H2 ou inibidores de bomba de próton.
• Pacientes com diagnóstico de úlcera gástrica ou duodenal .
• Pacientes que tenham história de hemorragia digestiva, sem hepatopatias.
• Pacientes com dor epigástrica e que tenham história familiar de úlcera ou neoplasia
gástrica.
• Pacientes com queixas de refluxo gastroesofágico: regurgitação, pirose, disfagia,
odinofagia, vômitos, sintomas extra esofágicos sem melhora com tratamento
habitual.
• Pacientes com suspeita de Sìndrome do Intestino Irritável de difícil controle.
• Pacientes com queixas dispépticas que necessitem maior investigação.
• Pacientes com obstipação intestinal de difícil controle na rede básica.

EXAMES NECESSÁRIOS
Três exames protoparasitológicos negativos com intervalo de pelo menos uma semana
entre eles, EED ou Endoscopia digestiva.

OBSERVAÇÃO
Deverão ser encaminhados c/relatório médico contendo descrição do quadro clínico,
evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço terciário.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 36 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P14

15003 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA – DIARRÉIA CRÔNICA E D II ( 01 vaga


de 2ª M / DRS - 7)

• Pacientes com diarréia há mais de 15 dias (especialmente com desnutrição)


• Pacientes c/ enteroparasitoses de repetição (Giardia ou estrongilóide) e algum
outro sinal ou sintoma de deficiência imunológica.
• Paciente com Síndrome de má absorção;
• Paciente com Síndrome da alça cega;
• Paciente com suspeita de Doença Celíaca;
• Pacientes com diagnóstico ou suspeita de Pancreatite Crônica/Aguda;
• Pacientes diabéticos com diarréia crônica;
• Pacientes com diagnóstico ou exames que sugiram doença inflamatória intestinal;
• Pacientes com Retocolite Ulceratica ou Doença de Crohn, de difícil controle, sem
indicação cirúrgica no momento.

OBSERVAÇÃO
Os pacientes com indicação cirúrgica devem ser encaminhados ao ambulatório de
Doenças Inflamatórias da Proctologia.

EXAMES NECESSÁRIOS
Deverão ser encaminhados c/ relatório médico contendo descrição do quadro clínico,
evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço terciário.
Deverão trazer 03 (três) exames protoparasitológicos negativos com intervalos de pelo
menos uma semana entre eles.

15004 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA FÍGADO

Pacientes com Hepatopatia cuja investigação no serviço de origem não tenha sido
conclusiva ou mostrou indicação de patologia que tenha necessidade de seguimento em
serviço terciário.
• Pacientes com quadro de Hipertensão portal que necessitem de procedimentos
endoscópicos para profilaxia ou após sangramento digestivo;
• Icterícias de etiologia a esclarecer;
• Hepatites agudas;
• Pacientes com Aminotransferases elevadas sem definição diagnóstica após
investigação na rede básica;
• Hepatopatias por drogas ou tóxicas;
• Esteatose Hepática com elevação de transaminases. (esteato-hepatites);
• Síndrome de Budd-Chiari;

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 37 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P14

• Esquistossomose hepato-esplênica que necessite acompanhamento em serviço


terciário.

EXAMES NECESSÁRIOS
Exames de Função Hepática (transaminases, albumina, bilirrubinas, provas de
coagulação), Ecografia abdominal.

OBSERVAÇÃO
• O agendamento de casos novos para avaliação de indicação de Transplante
Hepático em pacientes com Meld > 15 deverá ser feito no Ambulatório de
Transplante Hepático da Gastrocirurgia ou da Gastroclínica.
• Deverão ser encaminhados com relatório médico contendo descrição do quadro
clínico, evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço
terciário.
• Paciente com cirrose hepática CHILD A, sem complicações deverão ser seguidos
na rede básica.

15013 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - FIGADO LESÕES FOCAIS

Pacientes com Imagem sugestiva ecográfica ou tomográfica de lesão focal hepática que
necessite melhor investigação (exceção: Metástases Hepáticas, que deverão ser
encaminhadas à oncologia para investigação de foco primário).
• Pacientes com suspeitas de Hemangiomas Hepáticos que necessitem elucidação.
• Pacientes hepatopatas ou não com suspeita de Hepatocarcinomas para avaliação
de conduta ou elucidação diagnóstica.

EXAMES NECESSÁRIOS
Função hepática, Coagulação, Ecografia Abdominal.

OBSERVAÇÃO
Deverão ser encaminhados c/ relatório médico contendo descrição do quadro clínico,
evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço terciário.

ESTES PACIENTES DEVEM SER ENCAMINHADOS PARA TRIAGEM NO


AMBULATÓRIO, ÀS SEXTAS FEIRAS ÀS 8h00 NO GASTROCENTRO, COM OS
EXAMES, POIS SERÃO AGENDADOS CONFORME A URGÊNCIA DO QUADRO E
DISPONIBILIDADE DE VAGAS.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 38 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P14

15015 - AMBULATÓRIOS DE GASTROCLÍNICA - FÍGADO PÓS-INTERNAÇÃO

• Este ambulatório se destina ao atendimento de pacientes que estavam internado


no HC-Unicamp na Gastroclínica ou eventualmente em outras unidades.
• O agendamento é feito pelos residentes da Gastroclínica após discussão do caso
com os assistentes e docentes da Disciplina.
• Não serão atendidos pacientes agendados sem a nossa autorização.

15017 - AMBULATÓRIOS DE GASTROCLÍNICA HEPATITES CRÔNICAS VIRAIS (01


vagas de 4ª M / DRS - 7)

• Pacientes com Hepatite crônica por vírus B;


• Pacientes com Hepatite crônica por vírus C, que tenham indicação de tratamento
(não serão aceitos pacientes com cirrose hepática descompensada);
• Pacientes com Hepatite crônica por vírus C que já tenham sido tratados com
interferon, ou com interferon e ribavirina sem resposta sustentada, para avaliação
de retratamento.

EXAMES NECESSÁRIOS
Função hepática, sorologias, coagulação, ecografia abdominal.

OBSERVAÇÃO
Deverão ser encaminhados com relatório médico contendo descrição do quadro clínico,
evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço terciário.

15026 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - PRÉ-TRANSPLANTE HEPÁTICO

• Pacientes com hepatopatia crônica com Meld > 15 ou outras indicações de


transplante hepático, como ascite refratária, carcinoma hepatocelular dentro dos
critérios de Milão.
• O paciente deve levar relatório detalhado da sua doença, exames realizados e será
agendado conforme disponibilidade de vagas.
• Pacientes graves, que estão internados em outros hospitais não devem ser
encaminhados para consulta ambulatorial.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 39 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P14

15032 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA

• Pacientes que necessitam de seguimento após episódio de hemorragia digestiva


alta.
• Paciente com hemorragia digestiva de sítio indeterminado.

15033 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - FÍGADO ESPECIAL

• Este ambulatório se destina ao atendimento de pacientes com doenças hepáticas


autoimunes, colestáticas e metabólicas.
• Pacientes encaminhados de outros serviços passarão por uma triagem, devendo
levar relatório médico, além dos exames realizados. Serão agendados conforme
necessidade e disponibilidade de vagas.

15036 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLÍNICA - HEPATITES CRÔNICAS


TRATAMENTO

• Pacientes com Hepatite B e C provenientes do código 15017, que estão realizando


tratamento medicamentoso específico em nosso serviço.

15040 - AMBULATÓRIO DE GASTROCLINICA - TRATO GASTRINTESTINAL II (01


vaga - 4ª T / DRS - 7)

Pacientes com Dispepsia que não apresentaram melhora após tratamento por 12
semanas com bloqueadores H2 ou inibidores de bomba de próton.
• Pacientes com diagnóstico de úlcera gástrica ou duodenal .
• Pacientes que tenham história de hemorragia digestiva, sem hepatopatias.
• Pacientes com dor epigástrica e que tenham história familiar de úlcera ou neoplasia
gástrica.
• Pacientes com queixas de refluxo gastroesofágico: regurgitação, pirose, disfagia,
odinofagia, vômitos, sintomas extra esofágicos sem melhora com tratamento
habitual.
• Pacientes com suspeita de Sìndrome do Intestino Irritável de difícil controle.
• Pacientes com queixas dispépticas que necessitem maior investigação.
• Pacientes com obstipação intestinal de difícil controle na rede básica.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 40 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P14

EXAMES NECESSÁRIOS
Três exames protoparasitológicos negativos com intervalo de pelo menos uma semana
entre eles, EED ou Endoscopia digestiva.

OBSERVAÇÂO
Deverão ser encaminhados c/relatório médico contendo descrição do quadro clínico,
evolução, exames já realizados e motivo do encaminhamento ao serviço terciário.

15041 - AMBULATÓRIO DE ESTEATOSE HEPÁTICA

• Pacientes com Esteatose hepática e esteato-hepatite não-alcoólica.


• O agendamento será feito pelos médicos da Disciplina de Gastroenterologia.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 41 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P15

AE-AR.P15 – AMBULATÓRIO DE GENÉTICA

OBSERVAÇÃO
1. O Serviço de Genética Clínica NÃO realiza investigação de paternidade por exame de
DNA. Nessa situação, favor consultar o IMESC (Instituto de Medicina Social e de
Criminologia de São Paulo) – rua Barra Funda, 824; 01152-000 São Paulo, SP; tel.
(11) 3821-1200 (www.imesc.sp.gov.br)
2. Para o caso de suspeita de doença genética, o serviço dispõe de diversos
ambulatórios de subespecialidade, cujo agendamento específico depende de
avaliação inicial no ambulatório de triagem.
3. O atendimento está vinculado ao programa de residência médica, de forma que pode
haver variação no número de vagas oferecidas a cada ano.

16012 - AMBULATÓRIO DE GENÉTICA – TRIAGEM (05 vagas de 5ª de M DRS - 7)

OBSERVAÇÃO
• Temporariamente, bloquearemos vagas de casos externos, devido à grande
lotação de pacientes em nossos ambulatórios. Além disso, os atendimentos
de gestantes e menores de um ano sem agendamento também estão
suspensos.

Atendimento às 5ª feiras pela manhã, com 15 vagas. Agendamento 10 Casos novos


internos e 05 vagas via Central Reguladora de Vagas da DRS 7.

Suspeita de doença geneticamente determinada nas seguintes situações:


• Inclui: malformações congênitas, sinais dismórficos, atraso no desenvolvimento
neuropsicomotor (ADNPM ou RDNPM) ou deficiência intelectual, deficiências
neurossensoriais, quadro sugestivo de doença geneticamente determinada
específica, erro inatos do metabolismo, doença metabólica.
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento; laudo de
exames previamente realizados
Distúrbios da diferenciação sexual
• Inclui: ambigüidade genital, genitália ambígua, intersexualidade, hermafroditismo,
síndrome de Turner, síndrome de Klinefelter, pseudohermafroditismo, esterilidade,
infertilidade.
• Exclui: travestismo, transsexualidade.
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento; laudo de
exames previamente realizados (pacientes já submetidos a cirurgia deverão trazer
o relatório completo dos procedimentos realizados e resultados de exames
anatomopatológicos).
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 42 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P15

• Observação: PRIORIDADE AOS RECÉM-NASCIDOS SEM REGISTRO CIVIL!


Ataxias hereditárias e Coréia de Huntigton
• Inclui: ataxias espinocerebelares, SCA, DRPLA, doença de Machado-Joseph,
ataxia de Friedreich, doença de Huntington (coreia de Huntington).
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento

Fissuras orofaciais
• Inclui: fenda/fissura labial, fenda/fissura labiopalatina (labiopalatal), fenda/fissura
palatina (palatal), fenda/fissura facial, “lábio leporino”
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento

Síndrome de Down
• Sinonímia: trissomia 21
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento

Aconselhamento genético
• Inclui: consanguinidade; antecedente familial de doença geneticamente
determinada.
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento

16018 - AMBULATÓRIO DE GENÉTICA – ONCOGENÉTICA (02 vagas de 4ª de T


DRS - 7)

Atendimento às quartas-feiras à tarde, com duas (02) vagas, via Central Reguladora de
Vagas da DRS 7.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Núcleo familiar com mais de dois (02) casos de câncer precoce na família.
• Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento

16023 - AMBULATÓRIO DE GENÉTICA – DISPLASIAS ESQUELÉTICAS (01 vagas de


3ª T DRS - 7) PARA 2015

Atendimento às terças-feiras à tarde, com uma (01) vagas, via Central Reguladora de
Vagas da DRS VII.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes com baixa estatura desproporcionada;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 43 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P15

• Pacientes com baixa estatura proporcional e já avaliados pelo ambulatório de


crescimento;
• Pacientes com malformação esqueléticas.

Requisitos para encaminhamento: justificativa do encaminhamento

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 44 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P16

AE-AR.P16 – AMBULATÓRIO DE HEMATOLOGIA

18001 - AMBULATÓRIO DE HEMATOLOGIA

18005 - AMBULATÓRIO DE HEMATO – TRIAGEM ( 05 vagas de 2ª; 3ª; 4ª; 5ª e 6ª M/


DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Hemostasia, Trombose venosa profunda
• Hemofilia B, Hemofilia A, Doença Von Willebrand
• Hemorragias não especificadas
• Hiperesplenismo
• Outros defeitos da coagulação
• Transtornos Hemorrágicos por anticoagulantes circulantes
• Trombocitopenia secundária
Neoplasias
• Linfoma de BURKITT
• Doença de HODGKIN
• Micose fungóide
• Histiocitose maligna
• Outros linfomas ( não HODGKIN)
• Mieloma múltiplo
• Leucemia linfóide crônica
• Leucemia mielóide aguda
• Leucemia mielóide crônica
• Leucemia aguda ( não classificada)
• Deficiência imunitária
• Agranulocitose
• Policitemia Secundária, policitemia vera, miolofibrose, brombocitomia essencial
Anemias/ hemoglobinopatias
• Anemia aplástica
• Anemia Falciforme
• Anemia ferropriva
• Anemia hemolítica autoimune
• Anemia hemolítica não-autoimune
• Anemia hemolítica por deficiência enzimática
• Anemia por deficiência de ácido fólico
• Anemia por deficiência de Vitamina B12
• Anemia de Doença Crônica
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 45 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P16

• Mielodisplasias
• Esfefocitóse hereditária
• Eliptocitóse hereditária
• Outras anemias hemolíticas hereditárias
• Talassemias

PACIENTE DEVE SER ENCAMINHADO COM RELATÓRIO MÉDICO E EXAMES


SOLICITADOS, PARA TRIAGEM NO HEMOCENTRO.
Hemograma completo + contagem de plaquetas
Anatomo-patológico com lâmina ou bloco de parafina (quando houver)
Raio X, ecografia e tomografia (quando necessitar e houver)
Coagulograma, dosagem de fatores e inibidores de coagulação, biologia molecular, PCR
e sequenciamento, imunofenotipagem, estudo de DNA e AgNOR (linfomas e LLC) se
houver.
Relatório completo, contando data do diagnóstico, exame físico ao diagnóstico, evolução
e tratamento realizado.

OBSERVAÇÃO
• Os casos de Oncologia Hematológica deverão ser encaminhados com relatório
detalhado, hemograma, lâmina ou bloco do material e Anátomo-patológico.
• Nos casos com indicação de transplante de medula óssea (TMO) o médico
assistente deverá obrigatoriamente entrar em contato, por telefone ou fax, para
discussão da indicação do TMO.
Telefones do HEMOCENTRO - (019) 3521.8483 / 3521 7795 / 3521.3511 / 3521.7944 /
3521.8523

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 46 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P17

AE-AR.P17 – AMBULATÓRIO DE IMUNOLOGIA CLÍNICA

19011- AMB. IMUNODEF PRIMARIA E AUTOIMUNIDADE - 4ª F

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Infecções de repetição;
• Baixos niveis de Imunoglobulina Sérica;
• Auto Anticorpos Séricos:
• Infecções Oportulistas com Pacientes sem HIV(+).

19014 - AMB. ASMA CONTROLADA – 4ª M

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Asma - Moderada - Grave;
• Rinite Grave;
• Outras Atopias.

19015 - AMB. REACAO DROGA,URTICARIA ANGIODEMA - 5ª F (02 vagas de 5ª M /


DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Agioedema de Repetição;
• Urticaria Crônica;
• Reações Adversas à Droga;

19018 - AMB. ASMA RINITE-6 ªF (03 vagas de 6ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Asma - Moderada - Grave;
• Rinite Grave;
• Outras Atopias.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 47 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P17

19021 - AMB. ALERGIA PICADA DE ABELHA, VESPA, FORMIGA (3ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes que necessitem de investigação e/ou tratamento das doenças relacionadas
abaixo e que não possam ser resolvidas ou pesquisadas na rede de saúde primária.
SEMPRE vir com relatório médico que justifique o encaminhamento.
• Doenças Alérgicas (Atópica):
• Rinite Alérgica
• Asma Brônquica
• Dermatite Atópica
• Conjuntivites Alérgicas
• Síndromes Auto-Imune e Transtornos do Mecanismo Imunitário
• Imunodeficiências Primária
• Urticária
• Angioedema
• Reações adversas a Drogas
• Alergia a Insetos
• Alergia Alimentar

19023 - AMB. IMUNO - ALERGIAS ALIMENTARES (01 vaga de 4ª T / DRS - 7)

Recebemos para o ambulatório de alergia alimentar os pacientes que preencherem pelo


menos 1 dos critérios para o encaminhamento.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Historia de sintomas sugestivos de alergia, os quais tenham relação temporal com
exposição alimentar especifico (início dos sintomas até 2 horas após ingestão do
alimento). Entende-se por sintomas sugestivos de alergias: urticária aguda,
angioedema, anafilaxia;
• Pacientes com suspeita de Esofagite eosinofílica: história de disfagia, impactação
alimentar ou doenças do refluxo refratária ao tratamento convencional;
• Pacientes com demartite atópica persistente sem período de remissão clínica
apesar de tratamento adequado + Hemograma, e dosagemde IgE;
• Alergia a leite de vaca;
• Alergia a camarão.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 48 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P18

AE-AR.P18 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA DO TRABALHO

20003 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA DO TRABALHO/CN (03 vagas de 2ª T, 03


vagas de 3ª T, 03 VAGAS 4ª M E 02 vagas de 6ª T / CROSS)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Casos clínicos com sinais e sintomas sugestivos de doença profissional ou relacionada
ao trabalho.
• Pneumoconiose (silicose / asbestose / outras )
• Asma ocupacional
• Outras pneumopatias secundárias ao trabalho
• Intoxicações por chumbo, mercúrio, cádmio, níquel, cromo e outros materiais
pesados.
• Intoxicações por solventes
• Perda Auditiva Induzida por Ruído
• Dermatoses secundárias ao trabalho
o ALERGIA
o LESÕES DE PELE
• Discrasias sanguíneas com exposição ocupacional a agentes químicos e/ou
físicos.
• Doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho
o LOMBALGIA,
o SINDROME DE TUNEL DO CARPO
o TENDINITES ( OMBRO, COTOVELO, PUNHO, ETC. )
• Outras doenças em se suspeite possível relação etiológica com o trabalho

EXAMES NECESSÁRIOS (de acordo com a patologia)


Radiografia de Tórax;
Hemograma;
Perfil Hepático (AST, ALT, FOSFATASE ALCALINA E GGT);
Audiometria;
Perfil Renal;
Radiografia do membro afetado + Ultrassonografia da região afetada e contralateral.
ATENÇÃO
Para todos os pacientes trazerem Carteiras Profissionais

EXCLUSÃO
• Intoxicações por Pesticidas ou Agrotóxicos – (Agendar no Ambulatório de
Toxicologia);
• Casos de Acidente de Trabalho ou sequela dos mesmos;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 49 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P18

• Casos necessitando apenas orientação legal ( não dispomos de advogados na


equipe ).

OBSERVAÇÃO
Todos os casos deverão vir com encaminhamento/pedido de atendimento de MÉDICO de
qualquer procedência.
Não Serão Atendidos casos com encaminhamentos diretos de leigos, como diretorias de
sindicato ou departamentos de pessoal de empresas, sem o aval do médico responsável
por essas instituições.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 50 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P19

AE-AR.P19 – AMBULATÓRIO TOXICOLOGIA

20004 - AMBULATÓRIO DE TOXICOLOGIA/CN (02 vagas de 3ª T / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Casos clínicos com sinais e sintomas suspeitos de intoxicações por produtos químicos de
uso industrial, praguicidas, domissanitários, medicamento, plantas e animais
peçonhentos.

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Intoxicações agudas e crônicas por produtos químicos em geral.
• Neuropatias secundárias a agentes tóxicos (centrais e periféricas)
• Distúrbios hematológicos (leucopenia, plaquetopenia) causados por produtos
químicos em geral.
• Intoxicações agudas e crônicas por praguicidas / agrotóxicos.
• Intoxicações por medicamentos.
• Acidentes com animais peçonhentos
• Intoxicações com domissanitários
• Reações adversas a farmaco e químicas

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 51 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P20

AE-AR.P20 – AMBULATÓRIO DE MEDICINA INTERNA

21002 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA INTERNA / CARDIO / GEDOCH

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Todos os casos de Doença de Chagas.

Observação
Os pacientes deverão trazer sorologia para Doença de Chagas, ECG, radiografias de
tórax e demais exames que já dispuserem.

21007 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA INTERNA / 3A - ESPECIALIZADO (05 vagas


de 3ª T / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


PACIENTES ADULTOS COM INDICAÇÃO DE ENCAMINHAMENTO AO SERVIÇO
TERCIÁRIO PARA INVESTIGAÇÃO E/OU SEGUIMENTO, COM:
• Todas patologias do adulto como: diabetes mellitus com complicações, hipertensão
arterial de difícil controle (primária ou secundária), obesidade e dislipidemias,
doenças tireoidianas, anemias de difícil controle ou para investigação, cardiopatias,
encaminhados da rede básica, do Pronto Socorro e das Especialidades do HC
(interconsultas) para diagnóstico, tratamento e acompanhamento clínico ou
avaliação pré-operatória.
• Pacientes geriátricos, com idade entre 60 e 80 anos, e pelo menos, uma das
características: dependência funcional, déficit cognitivo, depressão, imobilidade,
incontinência de esfíncteres, quedas, distúrbios do equilíbrio e/ou da marcha,
déficits moderado ou grave visual e/ou auditivo, perda de peso recente; ou idade
igual ou acima de 80 anos, independentemente da presença de patologias.
• Pacientes portadores de quadro clínico, porém sem diagnóstico definitivo, para
elucidação diagnóstica.
• Pacientes com síndrome Plurimetabólica: com diabetes, hipertensão arterial,
dislipidemia e obesidade de difícil controle. O paciente deve ter duas ou mais
destas patologias simultâneas para o encaminhamento.

EXCLUSÃO
Patologias unicamente ginecológicas, obstétricas, psiquiátricas, cirúrgicas, ortopédicas,
otorrino e oftalmológicas, neurológicas ou neurocirúrgicas.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 52 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P20

OBSERVAÇÃO
• Pacientes que receberam alta não serão novamente aceitos a não ser em casos
específicos como a ocorrência de outras doenças.
• O serviço que encaminhar o paciente deverá justificar o pedido de maneira clara e
objetiva, informando todos os procedimentos e exames anteriormente realizados.
• Não serão aceitos pedidos de encaminhamento como: “paciente poliqueixoso” ou “
deseja tratar-se na UNICAMP” ou encaminhamentos para outras especialidades
onde o paciente não foi aceito por falta de vaga. Estes casos serão
reencaminhados ao serviço de origem.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 53 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

AE-AR.P21 – AMBULATÓRIO DE MOLÉSTIAS INFECCIOSAS

23002 - MI - DST I / RETORNO

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente portador de HIV/AIDS ou outra doença sexualmente transmissível, de qualquer
etiologia.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes sem diagnóstico de infecção pelo HIV/AIDS (ou seja, apenas para triagem e
aconselhamento).

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Sorologia positiva para HIV, hepatite B, sífilis ou cultura positiva para Neisseria
gonorrhoeae, ou exame positivo para herpes simples ou Chlamydia.

23011 - AMBULATÓRIO DE M. I. HEPATITES CRÔNICAS / CN (05 vagas de 3ª M /


DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Sorologia positiva para VHC e Transaminases aumentadas;
• Hepatites crônicas diagnosticadas por biópsia hepática (independente de etiologia);
• Sorologia positiva para Hepatite B ( HBsAg (+) e anti HBc(+) ) e transaminases
aumentadas.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Hepatite alcoólica;
• Aumento exclusivo de Transaminase (ALT);
• Cirrose hepática.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Sorologia para hepatite B e C.

23013 - HD - PROTOCOLOS/DST

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente portador de HIV/AIDS.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 54 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes sem diagnóstico de infecção pelo HIV/AIDS (ou seja, apenas para triagem e
aconselhamento).

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Sorologia positiva para HIV.

23018 - MI - MICOBACTERIOSES

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes com tuberculose multidroga-resistente comprovada;
• Pacientes com teste rápido molecular para tuberculose com resistência à
rifampicina;
• Pacientes com micobactérias não tuberculosis;
• Pacientes com intolerência aos fármacos antimicobacterianos cujo manejo inicial
recomendado não foi bem sucedido.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Crianças;
• Pacientes com tratamento básico para tuberculose (rifampicina, isoniazida,
pirazinamida, etambutol);
• Pacientes internados em outras instituições;
• Pacientes com sinais de gravidade indicativos de internação (insuficiência
respiratória, alterações de nível de consciência, hemoptise franca);
• Pacientes com infecção pelo HIV/aids e doença ativa por MAC (Mycobacterium
avium complex).

23023 - HD - MOLÉSTIAS INFECCIOSAS GERAL / CN (02 vagas de 2ª ; 4ª e 6ª T /


DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes imunocompetentes que apresentarem as patologias abaixo:
• Tuberculose: pacientes sem resposta clínica ao tratamento, recidiva, reações
adversas ao Esquema Tríplice;
• Adenomegalia / hepatoesplenomegalia febril;
• Febre de origem indeterminada ( > 6 sem );
• Quadros febris agudos ( > 7 dias );
• Quadros exantemáticos;
• Toxoplasmose;
• Blastomicose;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 55 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

• Leishmaniose
• DST: uretrites (sexo masculino), condilomatose peniana;
• Hepatites virais agudas;
• Icterícia febril a esclarecer;
• Encaminhamento do Hemocentro:
o Sorologia positiva para sífilis.
o Sorologia positiva para HTLV.
o Sorologia positiva para Hepatite B: HBsAg reagente e anti-HBc reagente;
o Sorologia positiva para Hepatite C.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes apenas com aumento de ALT deverão ser encaminhados à rede pública,
serviço particular ou convênios para investigação.

23024 - HD - M. I. HIV – TRIAGEM (03 vagas de 2ª; 3ª; 4ª; 5ª e 6ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Se for do município de Campinas devem vir com referência do A.M.D.A;
• Se fora do município, com encaminhamento da rede do Serviço de origem;-
• Serão incluídos pacientes com patologia complexas (C3);
• Com necessidade de investigação diagnóstica.

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• HIV (+)

23026 - MI - HEPATITES/P.O. TRANSPLANTE HEPÁTICO

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente portador de cirrose hepática por hepatite viral crônica após realização de
transplante hepático e em acompanhajmento no ambulatório de transplante hepático da
Gastrocirurgia/Unicamp.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes não acompanhados no ambulatório de transplante hepático da
Gastrocirurgia/Unicamp

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Ter realizado transplante hepático no Serviço de Gastrocirurgia da Unicamp.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 56 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

23034 - AMBULATÓRIO MI-HEPATITES VIRAIS/CN ( 05 vagas de 4ª M DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


"Pacientes com Hepatites viral B ou C. No caso de cirose hepática pesente, somente
Child-pugh máximo A".

23036 - HD - MICOSES

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes com diagnóstico confirmado ou que necessitem investigação para
paracoccidiomicose, histoplasmose, criptococose, aspergilose, esporotricose ou outras
micoses sistêmicas em imunocompetentes ou imunossuprimidos não-HIV/aids.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Exames que comprovem as condições expressas nos "critérios de inclusão".

23037 - MI - NOVAS TERAPIAS EM HEPATITES VIRAIS

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente portador de hepatite viral crônica pelos virus C:
• Nunca tratados anteriormente;
• Com bopsia hepática com resultado F2 presente há mais de três anos;
• com HIV/aids, com qualquer grau de fibrose;
• Com manifestações extra-hepaticas com acometimento neurológico motor
incapacitante, porfiria cutânea, líquen plano grave com envolvimento de mucosa,
crioglobulinemia, glomerulonefrite, vasculites e poliarterite nodosa;
• Com sinais clínicos ou evidências ecográficas sugestivas de cirrose hepática
(varizes de esôfago, ascite, alterações da morfologia hepática compatíveis com
cirrose);
• Com insuficiência hepática e ausência de carcinoma hepatocelular,
independentemente da necessidade de transplante hepático;
• Com insuficiência renal crônica, púrpura trombocitopênica imunológica (PTI),
linfoma, gamapatia monoclonal, mieloma múltiplo e outras doenças hematológicas
malignas (cuidado com possíveis interações medicamentosas).

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes com cirrose hepática descompensada.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Exames que comprovem as condições expressas nos "critérios de inclusão".
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 57 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

23038 - MI - PRE TRANSPLANTE HEPÁTICO

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente portador de cirrose hepática por hepatite viral crônica, inscrito na lista de
transplantes da Unicamp, antes da realização de transplante hepático.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes não inscritos no programa de transplante hepático da Unicamp.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Encaminhamento do ambulatório de transplante hepático da Gastrocirurgia/Unicamp.

23047 - HD - INFECCOES EM IMUNOSSUPRIMIDOS

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes imunissuprimidos por qualquer causa (receptores de transplante de órgãos
sólidos ou de medula óssesa, uso de inibidores de fator de necrose tumoral,
quimioteraqpia ou de outros imunossupressores) com diagnóstico de infecções
oportunistas fúngicas ou virais, parasitárias ou bacterianas, micobacterianas.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Exames que comprovem o diagnóstico de infecção oportunista ou condição favorecedora
de sua ocorrência.

23048 - HD - MI/AIDS

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente portador de HIV/aids.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes sem diagnóstico de infecção pelo HIV/AIDS (ou seja, apenas para triagem e
aconselhamento).

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Sorologia positiva para HIV.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 58 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

23049 - HD - MI/CLINICA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Paciente provável portador de doença infecciosa aguda ou crônica que necessite
de investigação diagnóstica ambulatorial especializado, tais como (mas não se
restringindo a) síndrome febril aguda ou sub-aguda, hepatoesplenomegalia febril,
com ou sem linfonodomegalia, síndrome ictérica febril, síndrome consuptiva febril.
• Paciente com dignóstico de doença infecciosa aguda ou crônica que necessite de
acompanhamento ambulatorial especializado, tais como microbacterioses, micoses
endêmicas, micoses sistêmicas de origem hospitalar, doenças sexualmente
transmissíveis, infecções em pacientes imunossuprimidos de qualquer causa,
infecções bacterianas complicadas (excetoinfecções relacionadas a assistências a
saúde).

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes com infecções hospitalares adquiridas em outras unidades assistenciais que
não o HC-Unicamp, pacientes com osteomielite crônica ou qualquer outra condição que
necessite abordagem cirurgica, em consonância com a suspensão de atendimento
determinada pelas especialidades cirúrgicas.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Exames que comprovem as condições expressas nos "critérios de inclusão".

23050 - HD - HEPATITES VIRAIS E AIDS/TRATAMENTO

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente co-infectados pelo HIV e pelos vírus das hepatites B ou C.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Sorologia positiva para HIV e hepatites B e C.

23051 - HD - MI/TEAPA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes internados no Hospital de Clínicas da Unicamp em condições clínicas de alta
hospitalar e que necessitam completar tratamento antimicrobiano por via parenteral.
Encaminhamento interno das enfermarias do HC para o HC.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Pacientes internados em outras instituições que não as da Unicamp.
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 59 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 003

Implantação Data:
01/06/2015 15/09/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P21

• Pacientes com Ficha de Encaminhamento ao TEAPA incompleta.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Encaminhamento para o TEAPA corretamente preenchida, com todos os critérios
atendidos.

23052 - HD - MI/NEURO INFECTO - CASO NOVO

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Paciente com doenças infecciosa acometido de manifestação neurológica que necessite
de diagnóstico etiológico ou tratamento ambulatorial especializado.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


Pacientes com doenças neurológicas outras que não infecciosas, tais como migrânea
e/ou lombociatalgia, em pacientes com HIV/aids ou outras doenças infecciosas.

EXAMES / CONDIÇÕES EXIGIDAS


Tomografia de crânio ou coluna vertebral, ressonância de SNC, líquor completo.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge, Cecília Martins dos Santos Rossi e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 60 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P22

AE-AR.P22 – AMBULATÓRIO DE NEFROLOGIA

24007 - NEFRO - NEFROPATIA DIABETICA (05 vagas 4ª T / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:

• Pacientes diabéticos com proteinúria e/ou albuminúria. Portando, deverão ser


diabéticos e trazerem exames que demonstrem a presença de proteinúria e/ou
albuminúria

24029 - AMBULATÓRIO NEFRO - TRIAGEM (06 vagas de 6ª T / DRS - 7)

• Pacientes com perda da função renal, alteração de sedimento urinário, ou com


hipertensão arterial.
• Pacientes portadores de Insuficiência Renal Crônica em tratamento dialítico que
apresentem doadores vivo, maiores de 21 anos, com compatibilidade ABO (trazer
tipagem sanguínea do doador e receptor).
• Pacientes com diabetes mellitus tipo 1 ou 2 com sinais clínico-laboratoriais de
comprometimento renal (hipertensão arterial, proteinúria ou microalbuminúria,
perda da função renal.
• Pacientes com Litíase Renal (diagnóstico de calculose renal).

Exames necessários
Creatinina sérica e exame de urina, e RX simples de abdomen ou US renal (nos casos de
Litíase)

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 61 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P23

AE-AR.P23 – AMBULATÓRIO DE NEUROLOGIA

26025 - AMBULATÓRIO NEURO - DISTURBIO DO MOVIMENTO

26057 - AMBULATÓRIO NEURO - DISTONIA

Os Ambulatórios de Distonia e de Distúrbio do Movimento não receberão diretamente os


casos novos da rede. Todos os pacientes deverão ser encaminhados para TRIAGEM
DE NEUROLOGIA.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes com idade igual ou superior a 16 anos.
• Pacientes com parkinsonismo clínico.
• Pacientes portadores de coréia, distonias, tremor, tiques, balismo e ataxia.
• Pacientes com paraparesia espástica familiar, ou paraparesia espástica cuja
investigação inicial sugira patologia neurodegenerativa.
• Pacientes com distonias focais primárias (torcicolo, blefarospasmo,p ex) para
aplicação de toxina botulínica.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Pacientes com idade inferior a 16 anos.
• Pacientes com espasticidade, somente para aplicação de toxina botulínica.
• Pacientes portadores de mielopatias e mielorradiculopatias crônicas decorrentes de
trauma, tumores, insultos vasculares e infecções.
Os pacientes devem apresentar na consulta:
• Relatório médico detalhado com história clínica, exame físico, exame neurológico e
o motivo para o encaminhamento ao hospital terciário.
• Exames complementares, inclusive tomografia, de acordo com a suspeita clínica.

26062 - AMBULATÓRIO DE NEUROLOGIA TRIAGEM (15 vagas de 2ª M e 15 vagas


de 6ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA ENCAMINHAMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO DE


PACIENTES ENCAMINHADOS À NEUROLOGIA – HC UNICAMP

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Crianças portadoras de epilepsia, cefaléia e doenças neurológicas para
investigação.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 62 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P23

• Pacientes portadores de acidente vascular cerebral de etiologia não definida, com


menos de um ano de evolução.
• Pacientes portadores de síndromes demenciais.
• Pacientes portadores de doenças heredodegenerativas.
• Pacientes portadores de doenças desmielinizantes e inflamatórias.
• Pacientes portadores de doenças musculares, junção neuromuscular, doenças do
segundo neurônio motor e nervos periféricos.
• Pacientes portadores de epilepsia de difícil controle ou refratária ao tratamento
clínico.
• Pacientes adultos portadores de cefaléia e algias craniofaciais refratárias.
• Pacientes portadores de doenças do sistema extrapiramidal e transtornos da
motricidade –parkinsonismo, distonias, coréias, balismos, atetoses, tremores,
tiques e ataxia.
• Pacientes portadores de doenças que necessitem de tratamento neurocirúrgico,
comprovadas por investigação apropriada.
• Pacientes portadores de distonias focais primárias, candidatos à aplicação de
toxina botulínica tipo A com idade superior a 16 anos.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Pacientes portadores de doenças vasculares cerebrais de etiologia definida e/ou
com instalação superior a um ano.
• Pacientes portadores de síndromes vertiginosas periféricas.
• Pacientes portadores de mielopatias e mielorradiculopatias crônicas, decorrentes
de trauma, tumores, insultos vasculares e infecções.
• Pacientes portadores de polineuropatias secundárias a diabetes, alcoolismo,
hanseníase e neuropatias tóxico-carenciais.
• Pacientes portadores de hérnia de disco e hidrocefalia, já submetidos a tratamento
cirúrgico. Os operados no HC-Unicamp que necessitam reavaliação serão
atendidos normalmente.
• Pacientes candidatos à aplicação de toxina botulínica tipo A com idade inferior a 16
anos, portadores de mielopatias, mielorradiculopatias crônicas e espasticidade de
múltiplas etiologias.
• Crianças portadoras de distúrbios de aprendizagem, até 14 anos de idade, devem
apresentar os seus encaminhamentos ao Ambulatório de Neurologia do
HC/Unicamp – DISAPRE, 2º Andar, às 3ª ou 6ª feiras, Manhã/Tarde, para o
agendamento.
Observação: trazer certidão de nascimento e comprovante de endereço.

Os pacientes devem apresentar na consulta:


• Relatório médico detalhado com história clínica, exame físico, exame neurológico e
o motivo para o encaminhamento ao hospital terciário.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 63 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P23

• Exames complementares: Exames laboratoriais, imagens e laudos de radiografias,


tomografias, exames de ressonância magnética, eletrencefalograma - EEG,
eletroneuromiografia - ENMG e outros pertinentes, disponíveis na rede de saúde
pública, de acordo com a suspeita clínica.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 64 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P24

AE-AR.P24 – AMBULATÓRIO DE ODONTOLOGIA

27001 - AMBULATÓRIO DE ODONTOLOGIA (01 vaga de 3ª M e 01 vaga de 6ª M /


CROSS)

Pacientes devem sempre ser encaminhados pelos Odontologistas da Rede Básica de


Saúde com Radiografia Panorâmica em mãos, para os seguintes tratamentos:

ODONTOLOGIA HOSPITALAR

TRATAMENTO DE PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS


Pacientes com Retardo de Desenvolvimento Neuropsicomotor(ambulatorial, sob anestesia
local)
• Remoção de focos infecciosos;
• Cáries dentárias;
• Tratamento periodontal;
• Extrações de dentes decíduos;
• Extrações de dentes permanentes.

REQUISITOS PARA O ATENDIMENTO


Relatório clínico do médico responsável, relatando condições atuais e patologia de base.

NÃO REALIZAMOS
• Tratamento ortodôntico;
• Tratamento endodôntico;
• Tratamento estético;
• Reabilitação protética convencional;
• Implantes convencionais.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 65 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
09/02/2014 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P25

AE-AR.P25 – AMBULATÓRIO DE OFTALMOLOGIA

28031 - AMBULATÓRIO OFTALMO - CATARATA CN ( 15 vagas de 2ª e 6ª m / DRS -


7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


De acordo com o Sistema de atendimentos ao Paciente do Ambulatório de oftalmologia
do H.C./Unicamp, os mesmo só serão atendidos com encaminhamento contendo exame
oftalmológico completo, a saber:
Motivo do encaminhamento;
• Acuidade visual;
• Tonometria;
• Biomicroscopia;
• Fundo de Olho (direto e / ou indireto);
• Hipótese Diagnóstica.
Encaminhamento completo do oftalmologista, a consulta deve ser marcada pelo Município
de origem, através da Central de Vagas da DRS-7 - Campinas.

28058 - AMBULATÓRIO OFTALMO-SOG/ADULTO ( 08 vaga de 2ª, 4ª e 5ª M; 05


vagas de 3ª M; e 11 vagas de 6ª M / DRS - 7)

28079 - AMBULATÓRIO OFTALMO-SOG/INFANTIL (03 vaga de 2ª, 4ª e 5ª M; 01 vaga


de 3ª M e 05 vagas de 6ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Todos os pacientes serão atendidos mediante encaminhamento preenchido com exame
oftalmológico completo, hipótese diagnóstica e motivo claro do encaminhamento.
Áreas que não possuam estrutura para o encaminhamento desta forma, favor informar-se
antes de enviar o paciente pelo telefone 3521-7936.
Todos os pacientes serão atendidos na triagem e depois encaminhados aos ambulatórios
especializados, com exceção dos casos de catarata que já serão agendados no
ambulatório de CATARATA, se já tiverem este diagnóstico.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE
Crianças nascidas com 32 semanas ou menos de gestação, ou Com peso menor ou igual
a 1500g, ou Submetidas a oxigenioterapia por um período igual ou superior a 7 dias,
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 66 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
09/02/2014 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P25

devem ser encaminhadas ao HC às 3as feiras - 8:00 hs – para atendimento no


Ambulatório de Oftalmo-urgência.

EXCLUSÃO
Não deverão ser encaminhados casos de REFRAÇÃO.

AMBULATÓRIO DE OFTALMOLOGIA - REFLEXO VERMELHO ( 02 vagas de 3ª M e


02 vagas de 4ª T / CROSS)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Pacientes de até 6 meses de vida, encaminhados pelos serviços de oftalmologia dos
AMEs e Centro de Especialidades das regionais de Saúde: DRS VII - Campinas, DRS X -
Piracicaba e DRS XIV São João da Boa Vista.
Tais vagas atenderão ao Projeto do Reflexo Vermelho da Saúde do Estado de São Paulo.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 67 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
09/02/2014 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P26

AE-AR.P26 – AMBULATÓRIO DE ONCOLOGIA

VER MANUAL DE ONCOLOGIA, CAPÍTULO ONCO.P1. oncologia.pdf

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 68 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

AE-AR.P27 – AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA

30003 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA – JOELHO – (03 vagas de 3ª M / CROSS)

Todos os pacientes deverão ser encaminhados juntamente com radiografia em AP e


perfil, para tratamento cirurgico.

• Artrite Reumatóide
• Artrose
• Lesões do mecanismo extensor
• Lesão Meniscal
• Lesão ligamentar, LCA, LCP
• Ligamentos colaterais
• Osteonecrose de condilo femoral
• Deformidade angulares
• Fratura avulsão de joelho
• Sequelas de fratura do joelho
• Instabilidade femuro patelar
• Tendinites do joelho
• Espondilite anquilozante
• Menisco discoide
• Sinovite vilonodular
• Sequelas Hemofilia

30007 - AMBULATÓRIO DE TUMORES ÓSSEOS (05 vagas de 6ª M / CROSS)

Esse ambulatório destina-se ao tratamento de pacientes com tumores do aparelho


locomotor benignos e malignos. Os pacientes com tumores metastáticos só serão
aceitos quando encaminhados pelo serviço de oncologia, hematologia da UNICAMP.
Pacientes com tumores de tratamento não cirúrgico poderão ser contrarefenciados para
acompanhamento no serviço de origem.

EXCLUSÕES
• Pacientes que já fazem tratamento de câncer fora da UNICAMP.
• Pacientes com tumores na cabeça e pescoço.
• Tumores da parede torácica.
• Tumores de partes moles comprovadamente benignos (ex: lipomas, cistos
sinoviais, cistos de Baker)

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 69 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

Pacientes abaixo dos 14 anos com tumores comprovadamente MALIGNOS devem ser
encaminhados diretamente ao Instituto Boldrini.

O paciente deve vir para a triagem portando


Radiografias do osso ou do membro acometido e todos os exames complementares que
tiver realizado (ultra-sonografia, tomografia computadorizada, cintilografia óssea,
ressonância magnética e PET).

ATENÇÃO
Pacientes que já foram submetidos a tratamento cirúrgico ou a uma biópsia fora da
UNICAMP devem trazer laudo do exame anatomopatológico juntamente com as lâminas e
o bloco da amostra.

Patologias aceitas
• Tumores ósseos benignos em crianças e adultos de qualquer idade.
• Tumores ósseos malignos em pacientes acima dos 14 anos.
• Tumores malignos de partes moles nos membros superiores, membros inferiores e
musculatura dorsal em pacientes acima de 14 anos.
• Tumores de origem indeterminada (quando não se sabe se é benigno, maligno ou
metástase) que necessitam de aprofundamento de investigação em pacientes de
qualquer idade.

30008 - AMBULATÓRIO DE AMPUTADOS

É um ambulatório para demanda interna. Não tem vagas para a rede.

• Amputação ao nível da coxa (acima do joelho)


• Amputação ao nível da perna (abaixo do joelho)
• Amputação do pé
• Desarticulação coxofemoral
• Desarticulação do joelho
• Desarticulação do ombro
• Desarticulação do quarto anterior
• Amputação do braço
• Amputação do antebraço
• Desarticulação do punho
• Desarticulação do cotovelo
• Amputação ao nível da mão
• Hemipelvectomia

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 70 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

30009 - AMBULATÓRIO DE CIRURGIA DE QUADRIL ADULTO – (01 vaga de 6ª M /


DRS - 7)

Todos os pacientes deverão ser encaminhados juntamente com radiografia de Bacia em


AP e Perfil (FROF), bem como com Laudo / Relatório Médico com diagnóstico da
patologia ou da suspeita clínica.
Dúvidas: email caron@hc.unicamp.br
• Patologia degenerativa do quadril
• Artrose do quadril já operadas
• Artrose de quadril pós trauma
• Artrite pós displasias congênitas
• Artrose primária do quadril
• Artrose secundária do quadril
• Osteonecrose da cabeça do fêmur

30010 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA-MÃO

Todos os pacientes deverão ser encaminhados juntamente com radiografia em AP e


Perfil, eletroneuromiografia quando indicado (e possível de ser realizado) e relatório
médico justificando o encaminhamento ao serviço terciário.
• Fratura do(s) osso(s) do metacarpo (mão) - fechada
• Fratura Rádio e Cúbito - fechada
• Fratura Rádio e Cúbito Ext. Superior ou não especif – fechada
• Fratura Rádio e cúbito Ext. Inferior – fechada
• Luxação dedos da mão
• Luxação punho
• Artrite Reumatóide
• Rotura não traumática do tendão
• Ausência ou defeito de consolidação de fratura
• Cisto Ósseo
• Deformidade adquiridas do antebraço (exceto dedos)
• Fratura da (S/ falangels) da mão – aberta
• Fratura do(s) osso(s) do carpo da mão – aberta
• Fratura do(s) osso(s) do metacarpo (mão) – aberta
• Fratura Rádio e Cubito aberta
• Necrose Asséptica do osso
• Síndrome do canal do carpo
• Fratura da (S/ falangels) da mão – fechada
• Fratura do(s) osso(s) do carpo mão – fechada
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 71 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

• Lesão nervo mediano


• Lesão nervo radial
• Lesão nervo ulnar
• Lesão traumática múltiplo nervos
• Lesão traumática nervo radial
• Lesão traumática nervo ulnar (cubital)
• Neurite ou Radiculite Braquial
• Osteocondrose do membro Superior
• Paralisia cerebral Hemiplégica infantil
• Paralisia cerebral Hemiplégica
• Paralisia cerebral monoplégica

30011 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA DOENÇAS INFLAMATÓRIAS

Todos os pacientes deverão ser encaminhados juntamente com radiografia em AP e


Perfil, eletroneuromiografia quando indicado e possível de realizar, e relatório médico
justificando o encaminhamento ao serviço terciário

Doenças difusas do tecido conjuntivo como:


• Lupus eritematoso sistêmico;
• Esclerose sistêmica ( progressiva )
• Artropatias por disposição de cristais
• Artrite gotosa;
• Condrocalcinose devida a cristais de fosfato bicálcico;
• Outras artropatias por deposição de cristais;
• Artropatias por deposição de cristais, não especificadas;
• Artropatia associada a transtornos endócrinos e metabólicos;
• Artropatia associada a afecção gastrintestinais não infecciosas;
• Artropatia associada a transtornos hematológicos;
• Artropatia associada a transtornos dermatológicos;
• Artropatia associada a transtornos respiratórios;
• Artropatia associada a transtornos neurológicos;
• Artropatia associada a reação de hipersensibilidade;

Outras doenças sistêmicas com comprometimento articular:


• Artrite reumatóide com ou sem comprometimento visceral ou sistêmico;
• Poliartrite juvenil crônica;
• Artropatia pós-reumática crônica.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 72 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

30013 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA PROC.ORTESES PRÓTESES ADULTO

30020 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA PROC.ORTESE PRÓTESE INFANTIL

É um ambulatório para demanda interna. Não tem vagas para a rede.

OBSERVAÇÃO
Todos os pacientes deverão ser encaminhados dos ambulatórios do HC juntamente com
radiografia em AP e Perfil, eletroneuromiografia quando indicado e relatório médico
justificando o encaminhamento a este ambulatório.
• Paralisia cerebral infantil;
• Hemiplégica;
• Hemiplégica infantil;
• Entesopatias periféricas e síndromes afins;
• Outras afecções da região do ombro, não classificadas em outra parte;
• Entesopatias não especificadas
• Osteíte deformante e osteopatias associadas a outros transtornos classificada dos
ossos;
• Osteíte deformante sem menção de tumor ósseo;
• Deformidades adquiridas dos artelhos;
• Amputação de Membros superiores;
• Amputação de membros inferiores;
• Paralisia Infantil;
• Paralisia Cerebral;
• Pé Plano;
• Genu Valgo e Genuvaro;
• Mielomeningocele;
• Luxação Congênita de Quadril;
• Pé Cavo;
• Amputação congênita MI;
• Má Formação Congênita;
• Osteogênese Imperfeita;
• Distrofia Muscular.

30047 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA PATOLOGIA DO PÉ TORTO CONGENITO


INFANTIL (6ª T )

Paciente deve ser agendado no 30056, e será encaminhado a este ambulatório se houver
indicação.
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 73 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

OBSERVAÇÃO
Todos os pacientes deverão ser encaminhados juntamente com radiografia em AP e
Perfil, eletroneuromiografia quando indicado e relatório médico justificando o
encaminhamento ao serviço terciário.
• Pé torto congênito ( deformidade dos pés - varo )

30052 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA COLUNA ( 1 vaga de 5ª T / CROSS)

OBSERVAÇÃO
Todos Os Pacientes Deverão Ser Encaminhados Juntamente Com Radiografia Em Ap E
Perfil, Ressonância Magnética Ou Tomografia Computadorizada, Quando Indicado E
Relatório Médico De Ortopedista Justificando O Encaminhamento E Os Tratamentos
Previamente Realizados.

Patologias que podem ser encaminhadas a este ambulatório:


• Tuberculose dos ossos e das articulações, coluna vertebral;
• Tumores lombar;
• Espondilite ancilosante e outras espondilopatias inflamatórias;
• Espondilite ancilosante;
• Entesopatia da coluna vertebral;
• Sacrilite, não classificada em outra parte;
• Outras espondilites inflamatórias;
• Espondilopatias inflamatórias não especificadas;
• Espondilose e transtornos afins Espondilose cervical sem mielopatia;
• Espondilose cervical com mielopatia;
• Espondilose torácica sem mielopatia;
• Espondilose lombo-sacra sem mielopatia;
• Espondilose torácica ou lombar com mielopatia;
• Espondilose interespinhosa;
• Hiperostose vertebral ancilosante;
• Espondilopatia traumática;
• Espondilose de localização não especificada;
• Transtornos dos discos intervertebrais:
o Deslocamento de disco intervertebral sem mielopatia;
o Deslocamento de disco intervertebral torácico ou lombar sem mielopatia;
o Deslocamento de disco intervertebral;
o Escoliose Idiopática;
o Escoliose Neuro Muscular;
o Cifolescoliose Paralítica;
o Cifose e escoliose.
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 74 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

• Fratura da coluna vertebral sem menção de lesão da medula espinhal


o Cervical, fechada;
o Cervical, aberta;
o Dorsal (torácica), fechada;
o Dorsal (torácica), aberta;
o Lombar, fechada;
o Lombar, aberta;
o Sacro e cóccix, fechada;
o Sacro e cóccix, aberta;
o Não especificada, fechada;
o Não especificada, aberta.
• Fratura da coluna vertebral com lesão da medula espinhal
o Cervical, fechada;
o Cervical, aberta;
o Dorsal (torácica), fechada;
o Dorsal (torácica), aberta;
o Lombar, fechada;
o Lombar, aberta;
o Sacro e cóccix, fechada;
o Sacro e cóccix, aberta;
o Vértebra cervical, simples;
o Vértebra cervical, composta;
o Vértebra torácica e lombar, simples;
o Vértebra torácica e lombar, composta;
o Outras vértebras, simples;
o Outras vértebras, composta;
o Outras localizações, simples;
o Outras localizações, compostas;
o Múltiplas e mal definidas, simples;
o Múltiplas e mal definidas, composta;
• Lombo-sacra(o) (Articulação) (ligamento)
o Sacrílico (ligamento);
o Sacrospinhoso (ligamento);
o Sacrotuberoso (ligamento);
o Torácica;
o Lombar
o Sacral
o Cóccix
• Efeitos tardios de fratura de coluna vertebral e do tronco, sem mençãode lesão da
medula espinal

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 75 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

30056 - AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA – PEDIÁTRICA GERAL TRIAGEM (03 vagas


de 4ª M / CROSS)

• Osteogênese imperfeita;
• Fêmur curto congênito;
• Raquitismo;
• Torcicolo Congênito;
• Cisto Sinoval (Baker);
• Osteomielite Aguda e Seqüelas (exceto do quadril);
• Osteomielites e Pioartrites (exceto do quadril);
• Necrose Assépticas dos ossos do Pé (Osteocondroses);
• Pseudoartrose Congênito de Clavícula;
• Pseudoartrose Congênita da Tíbia;
• Pé Plano;
• Pé Talo Verticalizado;
• Barra Tarsal;
• Halux Valgus do Adolescente;
• Genu Valgo;
• Genu Varo;
• Pé Equino;
• Pé Calcâneo;
• Ausência Congênita de Tíbia;
• Ausência Congênita de Fíbula;
• Discrepância de comprimento dos membros inferiores;
• Luxação da Cabeça do Radio;
• Luxação Congênita do Joelho.

30058 - ORTOPEDIA - AMB. CIRURGIA DO PE / TRIAGEM (01 vaga de 3ª T / DRS - 7)

Patologias aceitas:
• Pé Plano Adquirido do Adulto ( Insuficiência do Tibial Posterior );
• Tendinopatias crônicas do Tendão de Aquiles;
• Rupturas agudas do Tendão de Aquiles;
• Lesões ligamentares do tornozelo
• Entorse de tornozelo;
• Hálux Valgo ( Joanete );
• Artroplastia do tornozelo;

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 76 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P27

30059 - AMBULATÓRIO DE MEDICINA ESPORTIVA (5 vagas de 2ª T / CROSS)

Público Alvo
Pacientes adultos e infantis federados e/ou praticantes de diversas atividades esportivas
(futebol, basquete, volei, artes marciais, tênis, musculação, ginástica rítmica, handebol,
ginástica de academia, etc), participantes regulares de competições esportivas.

Objetivo
Atendimento médico na área de medicina esportiva, ortopédica e fisioterápica das lesões
do sistema osteoarticular (joelho, ombro, quadril, pé, etc). secundária a trauma esportivo.

30067 - ORT/RUPTURA AGUDA DE TENDAO DE AQUILES (10 vagas de 3ª T / DRS -


7)

Público Alvo
Pacientes do Grupo de Cirurgia do Pé.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 77 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

AE-AR.P28 – AMBULATÓRIO DE OTORRINOLARINGOLOGIA

OBSERVAÇÃO
Os encaminhamentos deverão estar de acordo com os critérios solicitados pelas
especialidades,para a efetiva realização da consulta, a fim de não causar prejuízo ao
paciente, pois caso isto não ocorra este será reencaminhado a sua unidade de origem,
para adequação do reagendamento.

(*) PARA SER INSERIDO NO SERVIÇO DE OTORRINOLARINGOLOGIA

31003 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO PEDIATRIA (4ª T e 6ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes para continuidade de investigação e/ou tratamento das doenças relacionadas
abaixo e que não possam ser resolvidas ou pesquisadas na rede de saúde primária e
secundária (casos cirúrgicos simples). SEMPRE vir com relatório médico, que justifique o
encaminhamento, bem como com os exames já realizados.
Podem ser encaminhados ao serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com as
seguintes patologias:
• Hipertrofia AdenoTonsilar grau IV com Apnéia Noturna
• Lesões Crônicas (exofíticas, hemangiomatosas, verrucosas etc) da cavidade oral e
faringe
• Doenças Otorrinolaringológicas em pacientes Sindrômicos
• Malformações da Aparelho Auditivo
• Otites Médias Crônicas Perfuradas Simples e/ou Colesteatomatosas
• Surdez Infantil (neurossensorial)
• Malformações Laríngeas na Infância
• Tumores Benignos da Laringe na Infância
• Papilomatose Recorrente Respiratória da Laringe
• Tosse Crônica Diária (por + de 4 meses)
• Rinopatia Alérgica (critério ARIA persistente moderado ou grave)
• Rinosinusites Crônicas
• Malformações da Cavidade Nasal

Neste ambulatório não devem ser agendados casos de:


• Adenoidectomia e/ou Adenotonsilectomia de indicação relativa
• Tratamento clínico e/ou cirúrgico da Otite Média Secretora
• Rinopatia Alérgica Leve (critério ARIA)
• Para realização de Nasofibroscopia ORL

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 78 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

• Realizações de exames audiológicos de Audiometria, Impedânciometria, BERA e


EOA

31008 - AMBULATÓRIO DE LARINGOLOGIA (2ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação
de Laringologia, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente (mas não
exclusivamente) estes diagnósticos:

DISCIPLINA DE OTORRINOLARINGOLOGIA/HC-UNICAMP

Definição
Atendimento e tratamento de pacientes em qualquer faixa etária com queixas
relacionadas às funções laríngeas (respiração, fonação/voz e proteção das vias aéreas).
Patologias atendidas neste serviço:
• Tumores benignos de laringe (papilomas, granulomas, hemangiomas etc.);
• Laringites crônicas;
• Laringites agudas de repetição;
• Lesões fonotraumáticas – nódulos, pólipos, edema de Reinke;
• Paralisia de pregas vocais adquiridas ou congênitas;
• Alterações congênitas laringe: laringomalácia, cistos, laringoceles, paralisias
depregas vocais, hemangiomas subglóticos;
• Estenoses laríngeas adquiridas e congênitas;
• Alterações estruturais mínimas das pregas vocais;
• Leucoplasias e lesões inespecíficas da laringe;
• Doenças granulomatosas da laringe
• Traumas laríngeos.

Quadro Clínico
• Crianças com disfonia, dispnéia ou ruído respiratório (estridor) persistente ou
recorrente;
• Crianças e adultos traqueotomizadas ou suspeita clínica de obstrução laríngea
(estenose);
• Adultos com disfonia persistente há mais de 3 semanas ou recorrente;
• Adultos com dispnéia e estridor persistente ou recorrente.

Diagnostico e Tratamento
O diagnóstico ou suspeição deverá ser feita pelo otorrinolaringologista da rede básica de
saúde do município ou, no caso de pacientes traqueotomizados, ou com internações
recorrentes em decorrências de episódios respiratórios, pelo clínico geral ou pediatra
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 79 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

responsável desde que se enquadrem nos quadros clínicos descritos acima. Nestes
últimos casos o encaminhamento deverá vir acompanhado de histórico das internações
e procedimentos realizados.
O diagnóstico será realizado no HC-UNICAMP no setor de laringologia e o tratamento
idem. Caso o tratamento envolva essencialmente terapias funcionais (fonoterapia,
acompanhamento psicológico etc..) o paciente poderá ser reencaminhado à rede básica
com orientação ao especialista da rede para seguimento.

31024 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO OCUPACIONAL

• Acidente de trabalho com repercussão otorrinolaringoscópica


• Surdez profissional
• Trauma e sequelas de AC em Otorrinolaringologia

31033 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO –


TRIAGEM (5ª T)

Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação


de Tumores de Cabeça e Pescoço, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente
(mas não exclusivamente) estes diagnósticos.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes com tumores malignos e benignos em região de cabeça e pescoço.
• Neoplasias ou tumores malignos e benignos das vias aerodigestivas superiores:
laringe, pregas vocais, rinofaringe ou nasofaringe, orofaringe, hipofaringe, cavidade
oral, boca, nariz, cavidade nasal, seios paranasais, face e orelha;
• Neoplasias ou tumores benignos e malignos das glândulas salivares, glândulas
parótidas, submandibulares e outras em cabeça pescoço;
• Neoplasias ou tumores malignos ou benignos em pele na cabeça e pescoço,
• Massas ou metástases ou caroços no pescoço;
• Carcinoma basocelular, epidermóide e melanoma maligno em cabeça e pescoço;
• Neoplasia ou tumor benigno e maligno do pescoço e estrutura profunda da face;
• Neoplasia ou tumores malignos do ouvido, conduto auditivo;
• Anomalia congênitas da cabeça e pescoço;
• Patologias inflamatórias complexas ou crônicos das vias aerodigestivas superiores,
das glândulas salivares, estruturas profundas da face e das partes moles do
pescoço;
• Lesões granulomatosas em cabeça e pescoço;
• Lesões traumáticas da face e pescoço;
• Distúrbio da voz e da deglutição;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 80 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

• Rouquidão progressiva em fumantes e etilistas;


• Tumores nasais e de seios da face;
• Tumores benignos e malignos da tireóide, nódulos da tireóide;
• Adenoma de Glândula Para Tireóidea.

31037 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO CABEÇA E PESCOÇO/CN (10 vagas de 5ª


M/DRS - 7)

Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação


de Tumores de Cabeça e Pescoço, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente
(mas não exclusivamente) estes diagnósticos.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes com tumores malignos e benignos em região de cabeça e pescoço.
• Neoplasias ou tumores malignos e benignos das vias aerodigestivas superiores:
laringe, pregas vocais, rinofaringe ou nasofaringe, orofaringe, hipofaringe, cavidade
oral, boca, nariz, cavidade nasal, seios paranasais, face e orelha;
• Neoplasias ou tumores benignos e malignos das glândulas salivares, glândulas
parótidas, submandibulares e outras em cabeça pescoço;
• Neoplasias ou tumores malignos ou benignos em pele na cabeça e pescoço,
• Massas ou metástases ou caroços no pescoço;
• Carcinoma basocelular, epidermóide e melanoma maligno em cabeça e pescoço;
• Neoplasia ou tumor benigno e maligno do pescoço e estrutura profunda da face;
• Neoplasia ou tumores malignos do ouvido, conduto auditivo;
• Anomalia congênitas da cabeça e pescoço;
• Patologias inflamatórias complexas ou crônicos das vias aerodigestivas superiores,
das glândulas salivares, estruturas profundas da face e das partes moles do
pescoço;
• Lesões granulomatosas em cabeça e pescoço;
• Lesões traumáticas da face e pescoço;
• Distúrbio da voz e da deglutição;
• Rouquidão progressiva em fumantes e etilistas;
• Tumores nasais e de seios da face;
• Tumores benignos e malignos da tireóide, nódulos da tireóide;
• Adenoma de Glândula Para Tireóidea.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 81 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

31040 - AMBULATÓRIO DE OTOLOGIA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação
de otologia e audiologia, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente (mas não
exclusivamente) estes diagnósticos:
• Distúrbios relacionados com a audição, com tratamento cirúrgico ou não, a saber:
o Otite Média Crônica (todos os tipos)
o Hipoacusia (Surdez) Neurossensorial profunda bilateral
o Hipoacusia (Surdez) Neurossensorial profunda unilateral
o Hipoacusias (Surdez) Neurossensorial leves/moderada, uni ou bilaterais.
o Hipoacusias (Surdez) Condutivas ou mistas, leves/moderada, uni ou
bilaterais.
o Paragangliomas timpânicos e jugulo timpânicos
o Tumores do osso temporal e da base lateral do crânio, incluindo o ângulo
ponto cerebelar.
o Schawanoma vestibular
o Schawannoma facial
o Doenças genéticas relacionadas com perda da audição
o Fístulas liquóricas da base lateral do crânio
o Recém-nascidos que falharam na triagem auditiva neonatal universal
o Displasia fibrosa do osso temporal
o Pacientes com malformação de face que cursem com disacusias de
condução.
o Otosclerose (todos os tipos e em todos os graus)
o Surdez pós meningite
o Trauma do osso temporal
o Surdez Súbita
o Paralisia Facial
o Osteomas de conduto auditivo externo
o Fístula Perilinfática e ou fístulas da orelha interna
o Doenças da orelha interna e malformações da orelha interna
o Síndrome da Deiscência do canal semicircular superior)
o Pacientes que necessitem de corticoterapia intratimpânica ou tratamentos
intratimpânicos
o Neuropatia Auditiva
o Pacientes com indicação SUS de AASI (aparelho de amplificação sonora
individual)
• Surdez sensorioneural acompanhada de tontura e ou zumbido.

OBSERVAÇÃO

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 82 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

Os pacientes deverão trazer os exames já realizados mesmo que em outro serviço


(principalmente audiometria + imitanciometria, exame de tomografia computadorizada de
ouvidos e mastóides e ressonância nuclear magnética de ouvidos e mastóides).

31042 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO-AUDIOLOGIA CLINICA/ CN

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação
de otologia e audiologia, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente (mas não
exclusivamente) estes diagnósticos:
• Distúrbios relacionados com a audição, com tratamento cirúrgico ou não, a saber:
o Otite Média Crônica (todos os tipos)
o Hipoacusia (Surdez) Neurossensorial profunda bilateral
o Hipoacusia (Surdez) Neurossensorial profunda unilateral
o Hipoacusias (Surdez) Neurossensorial leves/moderada, uni ou bilaterais.
o Hipoacusias (Surdez) Condutivas ou mistas, leves/moderada, uni ou
bilaterais.
o Paragangliomas timpânicos e jugulo timpânicos
o Tumores do osso temporal e da base lateral do crânio, incluindo o ângulo
ponto cerebelar.
o Schawanoma vestibular
o Schawannoma facial
o Doenças genéticas relacionadas com perda da audição
o Fístulas liquóricas da base lateral do crânio
o Recém-nascidos que falharam na triagem auditiva neonatal universal
o Displasia fibrosa do osso temporal
o Pacientes com malformação de face que cursem com disacusias de
condução.
o Otosclerose (todos os tipos e em todos os graus)
o Surdez pós meningite
o Trauma do osso temporal
o Surdez Súbita
o Paralisia Facial
o Osteomas de conduto auditivo externo
o Fístula Perilinfática e ou fístulas da orelha interna
o Doenças da orelha interna e malformações da orelha interna
o Síndrome da Deiscência do canal semicircular superior)
o Pacientes que necessitem de corticoterapia intratimpânica ou tratamentos
intratimpânicos
o Neuropatia Auditiva
o Pacientes com indicação SUS de AASI (aparelho de amplificação sonora
individual)
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 83 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

• Surdez sensorioneural acompanhada de tontura e ou zumbido.


OBSERVAÇÃO
Os pacientes deverão trazer os exames já realizados mesmo que em outro serviço
(principalmente audiometria + imitanciometria, exame de tomografia computadorizada de
ouvidos e mastóides e ressonância nuclear magnética de ouvidos e mastóides).

31044 - AMBULATÓRIO DE OTOLOGIA NEUROSENSORIAL CN

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação
de otoneurologia, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente (mas não
exclusivamente) estes diagnósticos:

• Distúrbios do equilíbrio de causas vestibulares ou não, agudos e crônicos,


periféricas e centrais, a saber:
o Vertigem postural paroxística benigna;
o Doença ou Síndrome de Menière;
o Labirintopatias metabólicas, vasculares, tóxicas, tumorais, infecciosas,
traumáticas;
o Desequíbrio no idoso e na infância;
o Migrâneas vestibulares, cinetose;
o Síndromes cervicais propioceptivas e vasculares.
• Zumbido de origem otológica ou não
• Surdez sensorioneural acompanhada de tontura e ou zumbido
OBSERVAÇÃO
Os pacientes deverão trazer os exames já realizados mesmo que em outro serviço.

31045 - AMBULATÓRIO DE RINOSSINUSOLOGIA

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação
de rinossinusologia, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente (mas não
exclusivamente) estes diagnósticos:
• Desvio de septo nasal
• Hipertrofia cornetos
• Papilomatose nasal
• Sinusites crônicas
• Mucocele sinusal
• Papiloma invertido do nariz e seios paranasais
• Osteoma e displasia fibrosa rinossinusais
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 84 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

• Perfuração septal
• Cisto naso labial
• Polipose nasal
• Rinoliquorréia (Fistula liquórica para cavidade nasal)
• Crianças de 5 a 12 anos respiradoras bucais

31046 - OTORRINO - AMBULATÓRIO SAÚDE AUDITIVA (10 vagas de 3ª M e 05 vagas


6ª M /DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Perda de audição adquirida ou congênita que necessite de tratamento para
reabilitação auditiva cirúrgica ou não cirúrgica (*)
Exame solicitado
• Audiometria tonal (*)
• Audiometria vocal (*)
• Impedanciometria (*)

31049 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO TRIAGEM (10 vagas de 2ª; 3ª; 4ª; 6ª M e T


/DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se nas áreas de
Otorinolaringologia em GERAL. (*)

31058 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO BASE DE CRÂNIO

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Tumores de ouvido;
• Disacusia Neuro-sensoriais de causas desconhecidas;
• Paralisia Facial;
• Tumoraçãoes de andar médio facial (nariz e seios da face);
• Processos infecciosos acometendo ouvido e andar médio facial, com
comportamento não habitual;
• Tumores neurocirúrgicos com extensão ao ouvido e/ou andar médio facial, ou que
requeiram acesso otorrinolaringológico para sua ablação.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 85 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

31059 - AMBULATÓRIO DE ORL/CIRURGIA - CRÂNIO-MAXILO-FACIAL (02 vagas de


6ª M / DRS – 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação
de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente
(mas não exclusivamente) estes diagnósticos:
• Trauma crânio-maxilo-facial:
o Fratura de mandíbula;
o Fratura de maxila (lefort);
o Fraturas do complexo órbito-zigomático;
o Fraturas do complexo fronto-naso-etmoidal;
o Traumas faciais complexos.
• Sequelas do trauma facial:
o Cirurgia reconstrutora da face, especificamente após trauma. Cirurgias
faciais estéticas e malformações congênitas são tratadas em outro
ambulatório.
• Lesões císticas maxilo-mandibulares:
o Lesões císticas maxilo-mandibulares benignas, de origem dentária ou não e
cuja cirurgia exija a anestesia geral. Entre outras: ameloblastoma, tumor
queratocístico, cisto dentígero, etc. Neoplasias malignas são tratadas em
outro ambulatório.
• Distúrbios da Articulação temporomandibular – tratamento cirúrgico:
o Preferencialmente anquiloses ou outras alterações com indicação cirúrgica.
• Osteotomias estético-funcionais da face (ortognática) – disponibilidade de
vagas restritas:
o Pré-requisito essencial: possibilidade de realizar todo o tratamento
ortodôntico em outro serviço.

CRITÉRIO DE EXCLUSÃO
• Pacientes que já tenham iniciado seu tratamento ortodôntico;
• Cirurgias ortognáticas relacionadas ao ronco e apnéia são avaliadas em outro
ambulatório.

31074 - AMBULATÓRIO ORL - RONCO E APNÉIA DO SONO

Este ambulatório atende pacientes com diagnóstico enquadrando-se na área de atuação


de ronco e apneia do sono, conforme estabelecido pelo CFM, preferencialmente (mas não
exclusivamente) estes diagnósticos:
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 86 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes adultos:
• Roncopatia
• Apneia do Sono
• Sonolência Excessiva Diurna
• Usuários de CPAP.

31079 - AMBULATÓRIO FARINGO ESTOMATOLOGIA/CN (03 vagas de 6ª M / DRS –


7)

O ambulatório de faringo-estomatologia tem como objetivo o diagnóstico, a classificação e


o tratamento de patologias intrínsecas ao sistema estomatognático, bem como
manifestações orais decorrentes de distúrbios sistêmicos.

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO: Pacientes acima de 12 anos, com lesões em cavidade


oral/orofaringe da seguinte natureza:
• Doenças sistêmicas com manifestação em cavidade oral;
• Alterações morfológicas;
• Hemangiomas;
• Fibromas;
• Leucoplasias;
• Papilomas
• Hipertrofias gengivais;
• Lesões pré-malígnas, lesões pigmentadas;
• Sinéquias;
• Doenças ulcerativas e vésicobolhosas;
• Doenças hipertróficas, hiperplásicas e verrucosas;
• Lesões ósseas em mandíbula e maxila;
• Lesões em tecidos moles de cavidade oral/orofaringe.

Sialopatias:
o Sialadenite;
o Sialolitíase;
o Sialadenose;
o Xerostomia;
o Rânula;
o Mucocele;
o Parotidite;
o Tumores acinosos;
• Mucosites e Síndrome da Ardência Bucal;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 87 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

• Alterações morfofuncionais da língua.

Os pacientes deverão ser encaminhados por cirurgião-dentista ou médicos


otorrinolaringologistas ou clínicos da rede pública, com descrição de tratamentos já
realizados e hipótese diagnóstica.
Os pacientes também deverão portar, quando já realizados, as biópsias e os exames
de imagem com respectivos laudos.

NÃO SERÃO REALIZADOS PROCEDIMENTOS DE


• Reabilitação protética odontológica;
• Tratamento odontológico convencional de nenhuma especialidade.

31082 - OTORRINO - OTOLOGIA TRIAGEM ( 03 vagas de 3ª T /DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Trauma de Osso Temporal (*)

Afecções
• Tumores da Base Lateral do Cranio (*)
• Otite médio cronica (inclusive colestoatoma (*)
• Distúrbios de Equilíbrio (*)
• Perda de Audição (todas) (*)

Exame solicitado
• Audiometria / tonal (*)
• Audiometria / Vocal (*)
• Impedanciometria (*)

31085 - OTORRINO - RESP. BUCAL/TRIAGEM INFANTIL (10 vagas de 4ª feira M/DRS


- 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


Este ambulatório atende crianças de 05 a 12 anos, que respirem pela boca de dia ou a
noite, e que tenham dificuldade para respirar pelo nariz( ronco e apneias durante o sono).

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 88 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

31086 - OTORRINO - LARINGE TRIAGEM (05 vagas de 2ª feira T/DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO

Exame solicitado
• Nasofibriolaringologia (*)
• Telescopia óptica 70 graus rígida (*)

DISCIPLINA DE OTORRINOLARINGOLOGIA/HC-UNICAMP

Definição
Atendimento e tratamento de pacientes em qualquer faixa etária com queixas
relacionadas às funções laríngeas (respiração, fonação/voz e proteção das vias aéreas).
Patologias atendidas neste serviço:
• Tumores benignos de laringe (papilomas, granulomas, hemangiomas etc.);
• Laringites crônicas;
• Laringites agudas de repetição;
• Lesões fonotraumáticas – nódulos, pólipos, edema de Reinke;
• Paralisia de pregas vocais adquiridas ou congênitas;
• Alterações congênitas laringe: laringomalácia, cistos, laringoceles, paralisias
depregas vocais, hemangiomas subglóticos;
• Estenoses laríngeas adquiridas e congênitas;
• Alterações estruturais mínimas das pregas vocais;
• Leucoplasias e lesões inespecíficas da laringe;
• Doenças granulomatosas da laringe;
• Traumas laríngeos.

Quadro Clínico
• Crianças com disfonia, dispnéia ou ruído respiratório (estridor) persistente ou
recorrente;
• Crianças e adultos traqueotomizadas ou suspeita clínica de obstrução laríngea
(estenose);
• Adultos com disfonia persistente há mais de 3 semanas ou recorrente;
• Adultos com dispnéia e estridor persistente ou recorrente.

Diagnostico e Tratamento
O diagnóstico ou suspeição deverá ser feita pelo otorrinolaringologista da rede básica de
saúde do município ou, no caso de pacientes traqueotomizados, ou com internações
recorrentes em decorrências de episódios respiratórios, pelo clínico geral ou pediatra
responsável desde que se enquadrem nos quadros clínicos descritos acima. Nestes

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 89 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

últimos casos o encaminhamento deverá vir acompanhado de histórico das internações


e procedimentos realizados.

31088 - OTORRINO - PEDIATRIA / TRIAGEM (07 vagas de 4ª T /DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO

Pacinetes de 0 a 16 anos postadores de:

• Sídromes e/ ou alterações cranio-faciais com apnéia do sono (incluindo as


atresias de coana, fendas palato-labiais, microretrognatias);
• Síndromes e/ ou alterações cranio-faciais com infecções de vias aéreas de
repetição (tonsilites, otites, sinusites, laringites);
• Síndromes e/ ou alterações cranio-faciais com suspeita de disacusia;
• Disformia persistente por mais de 2 semanas ou recorrente;
• Traqueostomia e suspeita de estenose adquirida ou congênitsa da via aérea;
• Malformação congênitas de laringe (laringomalácia, paralisia de pregas vocais,
cistos saculares, laringoceles, estenoses congênita);
• Estenose laringe adquirida;
• Laringite de repetição;
• Estridor ou ruído respeiratório persistente ou recorrente;
• Sialoadenite de repetição;
• Otite média de repetição;
• Otite média crônica colesteatomatosa;
• Sinusite de respetição;
• Tonsilite de repetição associada a febre recorrente documentada;
• Tumorações de cabeça e pescoço (doenças inflamatórias crônicas, congênitas,
neoplasias);
• Atrasos na aquisição de linguagem.

Após triagem pelo setor especializado em otorrinopediatria os casos serão absorvidos


pelo setor de otorrinopediatria do HC UNICAMP conforme disponibilidade de vagas ou
reencaminhados com orientação especializada para a unidade básica de origem.

31703 - AMBULATÓRIO DE OTORRINO CAVIDADE ORAL LASER

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Hemangiomas;
• Fibromas de mucosa nasais;
• Leucoplasias;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 90 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P28

• Papilomas;
• Hipertrofias gengivais;
• Lesões pré-malígnas;
• Fibrose pós-cirurgia em assoalho da boca;
• Patologias da cavidade nasal: - sinéquias, hemangiomas, rinofima, patologias
inflamatórias, papilomas;
• Patologias de orofaringe e laringe: - papilomas, sinéquias, estenoses, pólipos,
leucoplasias, lesões pré malignas;
• Ronco.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 91 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P29

AE-AR.P29 – AMBULATÓRIO GERAL DE PEDIATRIA

AMBULATÓRIO DE INTEGRAÇÃO DE ESPECIALIDADES PEDIÁTRICAS (AIEP)

AIEP - ENDOCRINOLOGIA (32035 e 32046 - 2ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes entre 0 e 14 anos

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Baixa estatura;
• Alta estatura;
• Precocidade sexual;
• Retardo puberal;
• Doenças da tireóide, supra-renal e gônadas;

OBSERVAÇÃO
Deverão ser considerados urgência:
1. Os casos de suspeita de hipotireoidismo congênito (triagem neonatal ou crianças
abaixo de 1 ano de idade).
2. Os casos de pilificação pubiana precoce com sinais francos de virilização (acne,
hipertrofia muscular, engrossamento da voz).
3. Os casos de ambigüidade genital no recém nascido e/ou desidratação inexplicável
nos primeiros meses de vida.
Nas urgências ligar para 3521-7353 ou 3521-7646 no período da manhã e falar com um
dos residentes da especialidade

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


• Todos pacientes devem vir com encaminhamento médico.
• Trazer à consulta: dados prévios do crescimento, RX de punho e mão E para
avaliação da idade óssea, dados de crescimento e puberdade dos pais, alturas dos
pais e exames realizados anteriormente.

EXCLUSÃO
Não deverão ser encaminhados para a especialidade casos de OBESIDADE EXÓGENA E
DIABETES.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 92 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P29

AIEP - REUMATOLOGIA (32035 e 32046 - 2ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Patologias A Serem Atendidas:
• Artrites / artralgias crônicas (mais que 2 semanas);
• Febre reumática;
• Dores em membros (mais que 2 semanas).

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS:


• Hemograma, provas inflamatórias;
• ASLO, provas inflamatórias;
• Radiografias (2 posições)

OBSERVAÇÃO
Enviar os demais exames pertinentes ao problema já realizados.

EXCLUSÃO
Pacientes com patologias infecciosas (pioartrites, osteomielites).

AIEP - CRESCIMENTO (32035 e 32046 - 3ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS
• Baixa estatura ou deficiência de crescimento
• Alta estatura

EXAMES PRÉVIOS
LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS
• Todos os pacientes devem vir com encaminhamento médico, dados prévios do
crescimento e puberdade dos pais, alturas, idade óssea e exames realizados
anteriormente.

AIEP - PNEUMOLOGIA (32035 e 32046 - 3ª e 5ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados ao serviço crianças e adolescentes (até 14 anos) com as
seguintes características:

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 93 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P29

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Tosse diária (ou quase diária) por 3 meses; duas ou mais pneumonias no ultimo
ano; Sibilância ( no mínimo 7 dias no mês) por 3 meses no último ano; asma
persistente moderada ou grave;
• Radiografia de tórax com alteração persistente por 3 meses; mal formação
pulmonar; bronco displasia;
• Pacientes até 3 anos com pelo menos 3 episódios de chiado nos últimos 3 meses,
não associado a quadros virais; chiadores em que haja dificuldade de controle do
quadro; Sequelas da bronquiolite viral aguda ( persistência dos sintomas após 30
dias de evolução).

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Sorologia ELISA para HIV negativa em casos de pneumonia de repetição;
Trazer os resultados de exames já realizados, todas as radiografias anteriores e relatórios
médicos de internações prévias e do acompanhamento (OBRIGATÓRIO).

AIEP - IMUNOLOGIA E ALERGIA (32073 e 32074 - 4ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados ao serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com as
seguintes características:

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


Mais de duas pneumonias, otites , estomatites de repetição, monilíase, verrugas,
meningites onicomicoses, infecção sistêmica grave, diarréia crônica, citopenias,
linfopenias, leucopenias, neutropenias, linfonodomegalias, efeito adverso ao BCG ou
reação às vacinas de vírus atenuado, febre persistente e baixo ganho ponderal;
Asma grave entre 7 e 10 anos;
História familiar de óbito precoce nos familiares, casos semelhantes na família e
consanguinidade;
Dermatite atópica grave, conjuntivite alérgica, alergia a medicamentosa, rinite alérgica
persistente grave com alteração do sono, alergia alimentar, urticárias, alergia à picada de
insetos.

EXAMES PRÉVIOS
LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS: Sorologia ELISA para HIV negativa. Trazer os resultados
de exames já realizados, todas as radiografias anteriores e relatórios médicos de
internações prévias e do acompanhamento.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 94 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P29

AIEP - GASTROENTEROLOGIA (32035 e 32046 - 5ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes entre 0 e 14 anos

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Vômitos (suspeita de refluxo gastroesofágico);
• Hemorragia digestiva baixa;
• Dor abdominal recorrente;
• Constipação intestinal crônica funcional sem melhora com dieta adequada e uso de
laxante;
• Diarréia persistente e crônica.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


• Esofagograma;
o Encaminhar após descartar etiologia parasitária;
o Encaminhar após afastar parasitose intestinal e infecção urinária.

EXCLUSÃO
Colestase neonatal e icterícia com aumento da bilirrubina direta encaminhar direto para o
ambulatório de Hepatologia Pediátrica – 32047 ou 32064

AIEP - ADOLESCENTES (32035 e 32046 - 5ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Adolescentes (de 10 a 14 anos)

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


Retardo puberal e distúrbios do crescimento

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Curva de crescimento e Rx de idade óssea

EXCLUSÃO
Não deverão ser encaminhados para a especialidade casos de OBESIDADE EXÓGENA E
DIABETES.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 95 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P29

AIEP - INTEGRAÇÃO (32035 E 32046 - 6ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Patologias a serem atendidas
• Pneumo-Imunologia;
• Crescimento e Desenvolvimento;
• Gastroenterologia.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Todos pacientes devem vir com referência/contra-referência e com exames
laboratoriais/radiológicos de nível primário ou secundários realizados.

EXCLUSÃO
Não devem ser encaminhados pacientes que necessitem avaliação das seguintes
especialidades:
• Cirurgia;
• Hematologia;
• Ortopedia;
• Otorrinolaringologia;
• Oftalmologia;
• Nefrologia;
• Neurologia;
• Psiquiatria;
• Violência contra crianças e adolescentes;
• Cardiologia

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 96 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

AE-AR.P30 - AMBULATÓRIO DE ESPECIALIDADES DA PEDIATRIA

32002 - CRESCIMENTO (3ª T - 01 VAGA DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Poderão ser encaminhados pacientes com:

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Baixa estatura ou deficiência de crescimento;
• Alta estatura.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Todos pacientes devem vir com encaminhamento médico e dados prévios do
crescimento, puberdade e altura dos pais, idade óssea e exames realizados
anteriormente.

32003 - ENDÓCRINO PEDIATRIA (5ª T),

32049 - PEDIATRIA ENDOCRINO II (5ª M) E

32052 - ENDOCRINOLOGIA PEDIÁTRICA III (2ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
encaminhados para o AIEP - Endocrinologia.

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Baixa estatura
• Alta estatura
• Precocidade sexual
• Retardo puberal
• Doenças da tireóide, supra-renal e gônadas

OBSERVAÇÃO
Deverão ser considerados urgência:
• Os casos de suspeita de hipotireoidismo congênito (triagem neonatal ou crianças
abaixo de 1 ano de idade).

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 97 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

• Os casos de pilificação pubiana precoce com sinais francos de virilização (acne,


hipertrofia muscular, engrossamento da voz).
• Os casos de ambigüidade genital no recém nascido e/ou desidratação inexplicável
nos primeiros meses de vida.

Nas urgências ligar para 3521-7646 ou 3521-7353 no período da manhã e falar com um
dos residentes da especialidade.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

EXCLUSÃO
Não deverão ser encaminhados para a especialidade casos de OBESIDADE EXÓGENA E
DIABETES.

32005 - IMUNOLOGIA E ALERGIA (3ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
encaminhados para o AIEP – Imunologia e Alergia.
Podem ser encaminhadas ao serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com as
seguintes características:

PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS


• Duas ou mais pneumonias no ultimo ano;
• Quatro ou mais otites no último ano no ultimo ano;
• Estomatites de repetição ou moniliase por mais de dois meses;
• Abscessos de repetição ou éctima;
• Um episódio de infecção sistêmica grave (meningite, osteoartrite, septicemia,
peritonite);
• Infecções intestinais de repetição/diarréia crônica com parada do crescimento;
• Asma grave entre 7 e 10 anos, doenças do colágeno ou doença autoimune;
• Efeito adverso ao BCG e/ ou Infecção por micobactéria;
• Fenótipo clínico sugestivo de síndrome associada à imunodeficiência;
• História familiar de imunodeficiência;
• Infecções por agentes incomuns ou oportunistas;
• Pacientes acima de 3 anos com asma persistente moderada ou grave;
• Pacientes acima de 3 anos com pneumopatia crônica;
• Rinite alérgica persistente grave;
• Dermatite atópica;
• Conjuntivite alérgica;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 98 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

• Alergia alimentar;
• Alergia medicamentosa.

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO PEDIDOS/MÉDICOS


• Sorologia ELISA para HIV negativa;
• Trazer os resultados de exames já realizados e relatórios médicos de internações
prévias e do acompanhamento;
• Trazer radiografias anteriores.

32007 - NEFROLOGIA PEDIÁTRICA (6ª M - 01 VAGAS DRS -7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados para o serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com
qualquer patologia renal ou de trato urinário, inclusive litíase renal e raquitismo.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

32008 - PNEUMOLOGIA PEDIÁTRICA (6ª M - 01 VAGA DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados ao serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com as
seguintes características
• Tosse diária (ou quase diária) por 3 meses;
• Duas ou mais pneumonias no ultimo anos;
• Sibilância ( no mínimo 7 dias no mês) por 3 meses no último ano;
• Asma persistente moderada ou grave;
• Radiografia de tórax com alteração persistente por 3 meses;
• Mal formação pulmonar;
• Bronco displasia;
• Pacientes até 3 anos com pelo menos 3 episódios de chiado nos últimos 3 meses,
não associado a quadros virais;
• Chiadores em que haja dificuldade de controle do quadro;
• Seqüelas da bronquiolite viral aguda (persistência dos sintomas após 30 dias de
evolução).

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO PEDIDOS/MÉDICOS


Sorologia ELISA para HIV negativa em casos de pneumonia de repetição;
Trazer os resultados de exames já realizados, todas as radiografias anteriores e relatórios
médicos de internações prévias e do acompanhamento (OBRIGATÓRIO).
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 99 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

32010 - REUMATOLOGIA (3ª M, 4ª e 5ª T )

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
encaminhados para o AIEP - Reumatologia.
Podem ser encaminhados ao serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com as
seguintes características:

PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS


• Artrites / artralgias crônicas (mais que 2 semanas);
• Febre reumática; .
• Dores em membros (mais que 2 semanas).

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO PEDIDOS/MÉDICOS


• Hemograma;
• ASLO;
• Provas inflamatórias;
• Radiografias.
SEMPRE Enviar os demais exames pertinentes ao problema já realizados.

EXCLUSÃO
Pacientes com patologias infecciosas (pioartrites, osteomielites).

32013 - ADOLESCENTES (2ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
encaminhados para o AIEP - Adolescente.
Podem ser encaminhados ao serviço os adolescentes (de 10 a 18 anos).

PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS


• Retardo puberal, distúrbios do crescimento:
• Distúrbios metabólicos como resistência insulínica, síndrome plurimetábolica;
• Problemas relacionados á fase da Adolescência: processos de somatização,
depressão problemas com auto-imagem, ginecomastia;.
• Queixas relacionadas com a sexualidade, distúrbios do apetite (anorexia, bulemia);
• Distúrbios ósseos metabólicos e osteoporose;
• Patologias que não sejam as citadas acima e necessitarem de acompanhamento
terciário: entrar em contato com a médica responsável pelo ambulatório.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 100 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

EXAMES PRÉVIOS – LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

EXCLUSÃO
Não Deverão ser encaminhados para a especialidade casos de OBESIDADE EXÓGENA E
DIABETES.

32014 - GASTROENTEROLOGIA (3ª e 5ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
encaminhados para o AIEP – Gastroenterologia. Podem ser encaminhados para o
serviço pacientes entre 0 e 14 anos.

PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS


• Vômitos (suspeita de refluxo gastroesofágico);
• Hemorragia digestiva baixa;
• Dor abdominal recorrente;
• Constipação intestinal crônica funcional sem melhora com dieta adequada e uso de
laxante;
• Diarréia persistente e crônica.
• Pancreatites - Encaminhar somente para o ambulatório de 3ª. feira

EXAMES PRÉVIOS – LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Esofagograma;
Encaminhar após descartar etiologia parasitária e infecção urinária.

EXCLUSÃO
Colestase neonatal e icterícia com aumento da bilirrubina direta encaminhar direto para o
ambulatório de hepatologia pediátrica – às 6as. Feiras à tarde

32016 - IMUNODEFICIÊNCIA SECUNDÁRIA (3ª T, 5ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
encaminhados para o AIEP – Imunologia e Alergia. Podem ser encaminhados para o
serviço crianças e adolescentes (até 18 anos).
PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS
• Exposição perinatal ao HIV;
• Exposição acidental ao HIV;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 101 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

• Risco de exposição sexual ao HIV;


• Sorologia ELISA + para HIV;
• Suspeita clínica de exposição ao HIV.

EXAMES PRÉVIOS – LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

32018 - DIABETES (6ª M)

32033 - DIABETOLOGIA PEDIÁTRICA (2ª; 3ª; 4ª e 5ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes diabéticos com até 7 anos de idade.
Pacientes com mais idade deverão ser encaminhados a serviços secundários de
atendimento pediátrico para acompanhamento.
Agendar consulta com um dos médicos da especialidade no período da manhã - 3521-
7353 ou 3521-7646

PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS


• Diabetes mellitus tipo I.

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO/PEDIDOS MÉDICOS


Todos pacientes vir com encaminhamentos médicos.

32019 - LACTENTE CHIADOR (2ª T/ 01 VAGA DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados ao serviço crianças de até 3 anos:

PATOLOGIA A SEREM ATENDIDAS


• Pelo menos 3 episódios de chiado nos últimos 3 meses, não associado a quadros
virais;
• Pacientes chiadores em que haja dificuldade de controle do quadro;
• Mal formação pulmonar;
• Pneumopatia crônica.

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO/PEDIDOS MÉDICOS


Trazer todos os exames e relatórios médicos.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 102 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

32039 - INFECTOLOGIA PEDIÁTRICA (3ª T / 01 VAGA DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados ao serviço crianças com as seguintes patologias:
• Todos os casos de doenças infecto-contagiosas que necessitem de tratamento
e/ou acompanhamento (meningite bacteriana e viral);
• Pneumonia com ou sem complicações, osteoartrites bacterianas, dengue, febre
maculosa, doença arranhadura do gato, etc);
• Paracoccidioidomicose, Leishmaniose cutânea e visceral. Todas as formas de
Tuberculose;
• Infecções congênitas (lues, toxo, CMV);
• Síndrome linfoproliferativa febril; Doença de Kawasaki, , Febre de origem obscura.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

EXCLUSÃO
Infecção por HIV, hepatites A, B e C, infecção do trato urinário, hanseníase.

32045 - MUCOVISCIDOSE PEDIÁTRICA (3ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Triagem neonatal com 2 exames de IRT alterados;
• Qualquer paciente com pelo menos 1 exame de eletrólitos no suor alterado (Na
e/ou Cl >60mEq/L ou resultados duvidosos – Na e/ou Cl > 40mEq/L e < 60mEq/L.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

32047 - HEPATOLOGIA PEDIÁTRICA I ( 6ª T)

32064 - HEPATOLOGIA PEDIÁTRICA II (5ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos devem ser
marcados por telefone

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 103 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


Pacientes com colestase neonatal* (se Bilirrubina direta maior que 20% da bilirrubina
total), icterícia, doenças hepáticas crônicas, hepatites virais B e C, hepatite auto-imune,
hipertensão portal, varizes esofágicas e filho de mãe com hepatite B ou hepatite C.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


• Bilirrubinas, ALT, AST
• Pacientes com colestase neonatal devem ser encaminhados em regime de
urgência. Se não houver vaga na mesma semana (ambulatórios 32064 e 32047),
ligar no telefone (19) 35217646 e entrar em contato com os seguintes médicos:
Adriana (3ª M, 5ª M ou 6ª T), Ângela (5ª M e T), Roberta (5ª T) ou Gabriel (5ª. M ou
6ª T).

EXCLUSÃO
Hepatite A, exceto se tiver alteração no RNI

32048 - HEPATOLOGICA PEDIÁTRICA TX (2ªM)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos provem dos
ambulatórios da Gastroenterologia pediátrica

32061 - CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA II (3ª T - 02 VAGAS DRS -7)

32070 - CARDIO PEDIÁTRICA I (4ª M - 03 VAGAS DRS -7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Pacientes com antecedente de cardiopatia congênita
• Pacientes com febre reumática confirmada anteriormente.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 104 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

32063 - IMUNODEFICIÊNCIA PRIMÁRIA PEDIÁTRICA (2ª M)


CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO
Não há marcação direta de casos para este ambulatório os casos novos provem do AIEP.
Podem ser encaminhados para o serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com:

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• História de Infecções de Repetição como Pneumonias, sinusites, otites, abscessos
da pele ou de órgãos como fígado, pulmões, meningites, onicomicose e verrugas
persistentes, osteomielites múltiplas, encefalites. Uso freqüente de antibióticos;
• Reação ao BCG como BCGite. Asma grave e dermatite atópica grave;
• Manifestações de Diarréia crônica, baixo ganho pondo estatural, moniliases,
gengivites, estomatites;
• Manifestações de anemia, plaquetopenia, leucopenia, liunfopenia;
• Manifestações de linfonodomegalia, hepatoesplenomegalias.

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados;
• Documentar história de internações, evolução, uso de antibióticos, duração,
complicações e se houve ou não resolução dos quadros. Trazer todos os exames
realizados como hemogramas, culturas de secreção, sangue, biópsias e de
imagem;
• Verificar história de caso semelhante familiar, óbitos precoces, consangüinidade;
• Podem apresentar outras manifestações de autoimunidade como diabetes, artrites,
vasculites;
• As citopenias são freqüentes nas imunodeficiências.

32066 - VCCA - VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE - (2ª T - 01


VAGAS DRS -7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Idade:
• Sexo masculino: até 14 anos
• Sexo feminino até a menarca (se menarca encaminhar ao CAISM)

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


Crianças e adolescentes pré-púberes vítimas de violência (abuso) sexual agudo e/ou
crônicos.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Enviar os demais exames pertinentes ao problema já realizados.
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 105 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

EXCLUSÃO
Vítimas de outros tipos de violência doméstica como negligenciadas, violência física e
psicológica. Adolescentes púberes do sexo feminino e masculino maiores 14 anos

32067 - OBESIDADE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES (4ª T - 03 VAGAS DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Os atendimentos serão em crianças e adolescentes dos 03 anos aos 19 anos com o IMC
acima do percentil 95 das curvas do CDC 2000. A marcação devera ser feita diretamente
para o ambulatório e não no AIEP.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

32068 - IMUNODEFICIÊNCIA SECUNDÁRIA – EXPOSTOS (3ª T - 02 VAGA DRS -7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados para o serviço Recém nascidos e lactentes com exposição
perinatal ao HIV.

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

32073 - PEDIATRIA CLINICA - CN / TARDE (4ª T - 06 VAGA DRS -7)

32075 - IMUNODEFICIÊNCIA PRIMÁRIA E AUTO IMUNIDADE (6ª T - 04 VAGA DRS -7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Podem ser encaminhados para o serviço crianças e adolescentes (até 18 anos) com:

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• História de Infecções de Repetição como Pneumonias, sinusites, otites, abscessos
da pele ou de órgãos como fígado, pulmões, meningites, onicomicose e verrugas
persistentes, osteomielites múltiplas, encefalites. Uso freqüente de antibióticos;
• Reação ao BCG como BCGite. Asma grave e dermatite atópica grave;
• Manifestações de Diarréia crônica, baixo ganho pondo estatural, moniliases,
gengivites, estomatites;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 106 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

• Manifestações de anemia, plaquetopenia, leucopenia, liunfopenia;


• Manifestações de linfonodomegalia, hepatoesplenomegalias.

EXAMES PRÉVIOS – LAUDO/PEDIDOS MÉDICOS


• Resumo clínico e exames realizados;
• Documentar história de internações, evolução, uso de antibióticos, duração,
complicações e se houve ou não resolução dos quadros. Trazer todos os exames
realizados como hemogramas, culturas de secreção, sangue, biópsias e de
imagem;
• Verificar história de caso semelhante familiar, óbitos precoces, consangüinidade;
• Podem apresentar outras manifestações de autoimunidade como diabetes, artrites,
vasculites;
• As citopenias são frequentes nas imunodeficiências.

32079 - PEDIATRIA - GENETICA - AIEP/CN ( 5ª T/ 01 VAGA DRS -7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes entre 0 e 14 anos

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


Quadros de dimorfismos, acompanhados ou não de baixa ou alta estatura, com ou sem
retardo mental para avaliação de geneticista

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

EXCLUSÃO
Pacientes com retardo do desenvolvimento neuropsicomotor secundário a infecções
congênitas, anóxia neonatal e outras etiologias possivelmente não genéticas.

32275 - FONOAUDIOLOGIA PEDIÁTRICA (2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª M e T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS
• Atraso no desenvolvimento da fala e linguagem;
• Dificuldades para alimentação via oral;

EXAMES PRÉVIOS - LAUDOS/PEDIDOS MÉDICOS


Resumo clínico e exames realizados.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 107 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P30

EXCLUSÃO
Crianças portadoras de dificuldades relacionadas à Leitura/Escrita, encaminhar ao
Ambulatório de Distúrbios da Aprendizagem.

32297 – PEDIATRIA - PSICOLOGIA INFANTIL (6ª T)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes dos Ambulatórios ou Enfermaria da Pediatria HC/UNICAMP.

32298 – PEDIATRIA – DIABETES PSICOLOGIA (6ª M)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes do Ambulatório de Diabete Pediatria do HC/UNICAMP.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 108 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P31

AE-AR.P31 – AMBULATÓRIO DE PNEUMOLOGIA

33011 - AMBULATÓRIO DE PNEUMOLOGIA (05 vagas de 3ª M; 05 vagas de 4ª T e


06 vagas de 6 ª M e 06 vagas T/ DRS - 7)

Devem ser agendados preferencialmente pacientes portadores de doenças que evoluam


para Insuficiência Respiratória Crônica (DPOC grave, bronquiectasias, bronquiolites
associadas a doenças do colágeno, bronquiolites associadas a transplantes, doenças
intersticiais pulmonares, doenças neuro-musculares, deformidades toráxicas) – estes
devem ser agendados preferencialmente às 3as e 4as feiras.
Outras pneumopatias que necessitem de investigação ou acompanhamento em serviço
terciário.

Exames necessários obrigatoriamente


• Rx de tórax e história clínica.

33015 - PNEUMO - HIPERTENSAO PULMONAR (01 vaga de 4ª T/ DRS - 7)

Exames necessários obrigatoriamente


• Ecocardiograma recentes (máximo de 6 meses), com pressão na artéria pulmonar
acima de 35mm Hg.
• Rx de tórax e história clínica.

33016 - PNEUMO - NEOPLASIAS PULMONARES (04 vaga de 6ª T/ DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


• Casos cuja Hipótese Diagnóstica principal seja Cancer Primário de Pulmão.
• Deverá o paciente portar na primeira consulta chapa radiológica demonstrando o
probelma e não somente laudo radiologico. Se possisvel com tomografia de tórax
mas radiograma de torax já é o suficiente.
• O paciente devera vir em condições clinicas que suportem a invastigação e
tratamento.

EXCLUSÃO: não entram nestes critérios;


• Metástases nos Pulmões.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 109 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P32

AE-AR.P32 – AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA

34001 - AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA GERAL I (05 vagas de 5ª T/ DRS-7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


De preferência, os doentes deverão vir com confirmação diagnóstica, em virtude da
dificuldade de marcação de exames como Colonoscopias, Tomografias e outros em
nosso Serviço.
Não serão aceitos:
• Doentes com complicações cirúrgicas de procedimentos realizados em outros
Serviços;
• Doentes para seguimento de câncer, operados em outros Serviços ou com recidiva
do mesmo;
• Reconstrução de trânsito intestinal ou fechamento de ileostomias/colostomias de
doentes operados em outros Serviços. Estes só poderão ser aceitos mediante
comunicação e aceitação dos docentes responsáveis pelos Ambulatórios - telefone
(19) 35217615 com Drª Lourdes; Drª Raquel; Dr. Claúdio.

34003 - AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA GERAL II (05 vagas de 3ª T / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


De preferência, os doentes deverão vir com confirmação diagnóstica, em virtude da
dificuldade de marcação de exames como Colonoscopias, Tomografias e outros em
nosso Serviço.

Não serão aceitos:


• Doentes com complicações cirúrgicas de procedimentos realizados em outros
Serviços;
• Doentes para seguimento de câncer, operados em outros Serviços ou com recidiva
do mesmo;
• Reconstrução de trânsito intestinal ou fechamento de ileostomias/colostomias de
doentes operados em outros Serviços. Estes só poderão ser aceitos mediante
comunicação e aceitação dos docentes responsáveis pelos Ambulatórios - telefone
(19) 35217615 com Drª Lourdes; Drª Raquel; Dr. Claúdio.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 110 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P32

34004 - AMBULATÓRIO DE PROCTOLOGIA - DOENCAS INFLAMATÓRIAS


INTESTINAIS (5ª M)

Só devem ser agendados neste ambulatório os casos de retocolite ulcerativa ou doença


de crohn com diagnóstico confirmado, de preferência aqueles que tenham indicação
cirúrgica.
Os casos suspeitos de Doença Inflamatória Intestinal, mas para investigação, devem ser
encaminhados ao ambulatório 15003 da Gastroclínica.

34007 - AMBULATÓRIO DE CÂNCER DE COLO RETAL ( 4ª T)

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


CÂNCER COLO RETAL

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 111 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P33

AE-AR.P33 – AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA

36002 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA SUBESPECIALIDADES CN (01 vaga de 5ª


T, de dezembro a julho, e 02 vagas de agosto a novembro/ DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes adulto portadores de transtorno afetivo (bipolar, unipolar, entre outros),
transtorno obsessivo compulsivo, transtornos de ansiedade, transtornos de personalidade,
já avaliadas pela Unidade básica de Saúde.

36008 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA DE ADOLESCENTE CN (02 vagas de 4ª T /


DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Adolescentes de 13 a 18 anos apresentado: transtorno mental de gravidade ao menos
moderado para avaliação diagnóstica e tratamento

36028 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA - ASPA - CN (01 vaga de 4ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes maiores de 18 anos apresentando dependência de drogas lícitas e/ ou ilícitas.

36032 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA GERIATRICA E NEUROPSIQ (01 vaga de


2ª T / CROSS)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes, com suspeita de transtornos neurocognitivos (comprometimento cognitivo leve
ou demência).

Proposta
Fazer diagnóstico, iniciar o tratamento e retornar o paciente ao serviço de saúde de
origem para continuidade do tratamento.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 112 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P33

36036 - AMBULATÓRIO DE PSIQUIATRIA INFANTIL CN (01 vaga de 5ª M / DRS - 7)

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO;


Crianças de 0 a 12 anos apresentando: transtorno mental ao menos moderado para
avaliação diagnóstica e tratamento.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 113 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P33

AE-AR.P34 – AMBULATÓRIO DE REUMATOLOGIA

37005 - AMBULATÓRIO DE REUMATOLOGIA CASO NOVO I (06 vagas de 3ª T /


CROSS)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO


Pacientes portadores de doenças reumáticas de causa não ortopédica, encaminhados da
rede pública por reumatologistas, que necessitem de atendimento médico terciário.

PATOLOGIAS A SEREM ATENDIDAS


• Artrite reumatóide e outras poliartropatias inflamatórias;
• Artrite Reumatóide;
• Outras artrites reumatóides c/ comprometimento visceral ou sistêmico;
• Síndrome de Felty;
• Espondilite Anquilosante e outras espondiloartropatias;
• Artropatia na doença de Reiter e afecções correlatas;
• Espondilite Anquilosante;
• Outras Espondilopatias inflamatórias;
• Osteoartrite e Artrose-Exceto casos reconhecidamente ortopédicos (classe IV);
• Osteoartrose generalizada;
• Osteoartrose localizada, primária;
• Esclerodermia;
• Vasculite sistêmica;
• Angeite de Hipersensibilidade;
• Poliarterite Nodosa;
• Granulomatose de Wegener;
• Poliartrite Juvenil Crônica;
• Lúpus Eritematoso Sistêmico;
• Gota;
• Polimiosites e dermatopolimiosites;
• Dermatopolimiosites;
• Polimiosites;
• Doença de Behçet;
• Arterite Temporal;
• Polimialgia Reumática;
• Doença de Takayasu;
• Condrocalcinose Articular difusa;
• Síndrome Sjodren;
• Febre reumática;
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 114 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P33

• Febre reumática sem menção de comprometimento cardíaco;


• Endocardite reumática ativa;
• Coreia reumática com complicação cardíaca;
• Coreia reumática sem menção de complicação cardíaca.
Os encaminhamentos devem conter relatório completo com descrição pormenorizada do
quadro clínico e exames complementares para o diagnóstico.

37007 - REUMATOLOGIA - ARTRITES REUMATOIDE (05 vagas de 5ª T /CROSS)

Pacientes com quadros de ARTRITE REUMATÓIDE com ou sem comprometimento


visceral.

37701 - AMBULATÓRIO DE REUMATO - CAPILAROSCOPIA (3ª M)

Recomendação para realização do exame: não tirar as cutículas por trinta dias e retirar
os esmalte das unhas.

Quem pode solicitar o exame: médicos reumatologista e angiologista.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 115 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P35

AE-AR.P35 – AMBULATÓRIO DE UROLOGIA

38002 - AMBULATÓRIO DE URO IMPOTENCIA (04 vagas de 2ª M / DRS - 7)

• Impotência

38003 - AMBULATÓRIO DE URO INFERTILIDADE (2ª M)

• Infertilidade

38006 - AMBULATÓRIO URO - UROGINECOLOGIA ( 02 vagas de 4ª M / DRS-7)

CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO:


• Prolapso urogenital, que inclui aqueles da parede vaginal anterior (cistocele),
cúpula vaginal, prolapso uterino e de parede vaginal posterior (retocele);
• Disfunção miccional com resíduo pós miccional elevado em mulheres,
documentado por ultrassonografia;
• Incontinência urinária RECIDIVADA após tratamento cirúrgico prévio;
• Malformação do trato urinário feminino.

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO:


• Incontinência urinária primária, sem tratamento prévio;
• Infecção urinária recorrente;
• Disfunções miccionais sem causa anatômica documentada

38010 - AMBULATÓRIO DE UROLOGIA PEDIÁTRICA (06 vagas de 4ª M / CROSS)

Faixa Etária: 0 - 18 anos


• Tumores Renais na Infância
• Anomalia de Junção Pieloureteral
• Fimose
• Criptorquidea
• Genitália Ambígua
• Extrofia Vesical
• Estenose Uretral
Grupo responsável pela elaboração:
Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 116 -
Manual de Processos de Trabalho Revisão
AMBULATÓRIO E PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS Nº: 002

Implantação Data:
01/06/2015 10/04/2017

PROCESSOS DE TRABALHO OU PROTOCOLOS DE COMPETÊNCIA DA ÁREA AE-AR.P35

• Tumores Adrenais na Infância


• Litíase Urinária na Infância
• Refluxo Vésico Ureteral
• Válvula de Uretra Posterior
• Duplicidade Pielo Ureteral
• Hipospadia
• Epispadia
• Disfunções Miccionais
• Transplante Renal Pediátrico
• Bexiga Neurogênica
• Infecção Urinaria na criança
• Mega Ureter
• Hidronefrose
• Hidronefroseantenatal

38013 - AMBULATÓRIO DE URO TRIAGEM (10 vagas de 5ª de M / DRS - 7)

• Doenças sexualmente transmissíveis


• Litíase urinária
• Trauma gênito-urinário
• Tumores urológicos
• Bexiga neurogênica
• Uroginecologia
• Infecção urinária
• Doenças da próstata : benigna ou maligna
Os casos já devem estar acompanhados de estudo radiológico próprio para cada caso,
bem como exames laboratoriais, tais como urina I com bacterioscopia e PSA.
Observação: Agendar direto Uro Infertilidade, Impotência e Uropediatria

CRITÉRIOS PARA EXCLUSÃO


• Casos novos de Uretra.

Grupo responsável pela elaboração:


Maria Aparecida Pontes Jorge e Mércia Maria Rodrigues Motta
Responsável pela área Data: 10/04/2017 CCIH Data: 10/04/2017 SST Data: 10/04/2017
Nome: Maria Aparecida Pontes Jorge Nome: NÃO SE APLICA Nome: NÃO SE APLICA

Assinatura ASSINADO NO ORIGINAL Assinatura Assinatura


ISBN XXX.XX.XXXXX.XX-X
- 117 -

Você também pode gostar