Você está na página 1de 296

2142

2152
2162
CA20 Combinar Adaptador
Cortina Cabeçalho

MANUAL DO OPERADOR

Código de peça 84331334


3rd edição Brazilian Portuguese
Outubro 2010
Substitui o código da peça 84175527
Conteúdo

1 INFORMAÇÕES GERAIS
Nota ao proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Nota ao proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Uso previsto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Identificação de produto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Prefácio - Ecologia e meio-ambiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-5
Gráficos de torque - Torques de aperto mínimos para montagem normal . . . . . . . . . . . . . . . . 1-6

2 INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA
Símbolo de alerta de segurança e definição de palavra de sinalização . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Instruções de precaução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Segurança pessoal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-7
Segurança pessoal - dispositivos de proteção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Batente do cilindro de bloqueio mecânico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-10
Adesivos de segurança - 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11
Adesivos de segurança - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-24

3 OPERAÇÕES DE TRANSPORTE
TRANSPORTE DE REMESSA
Plataforma de transporte Conversão da posição de campo para a de transporte . . . . 3-1
Plataforma de transporte conversão da posição de transporte para a posição de campo
da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-8
4 OPERAÇÕES DE TRABALHO
INFORMAÇÕES GERAIS
Tipos de leira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1
Dicas para preparar feno 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
HEADER SETUP
Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2142 e 2152 . . . . . . 4-5
Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2162 . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Configuração da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10
Variáveis de operação da plataforma - 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-13
Variáveis de operação da plataforma - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15
Corte acima do solo 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Corte acima do solo 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-23
Cortando no nível do solo 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-30
Cortando no nível do solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-33
Flutuação da plataforma 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-36
Flutuação da plataforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-37
Verificando a flutuação 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-38
Verificando a flutuação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-40
Ajuste de flutuação da plataforma normal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-43
Ajuste de flutuação da plataforma barra de corte no solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-45
Bloqueio de flutuação da asa 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-47
Flutuação da asa ajustes na articulação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-48
Ângulo da plataforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-49
Velocidade do molinete 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-51
Velocidade do molinete 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-52
Velocidade efetiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-53
Velocidade do corte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-54
Velocidade da faca . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-55
Altura do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-58
Posição do molinete avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-59
Ajustes mecânicos avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-60
Ajuste hidráulico avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-62
Passo do dente do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-72
Ajuste do came 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-73
Ajuste do came . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-77
Hastes do divisor de cultura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-79
Divisores de cultura Remoção da 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-80
Divisores de cultura Remoção da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-82
Divisores de cultura instalação da 2142 e da 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-84
Divisores de cultura Instalação da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-87
Defletor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-89
Plataforma nivelamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-91
Desconexão da barra de corte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-93
Sem-fim transversal superior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-94
Blindagens de extremidade articulação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-96
Blindagem da extremidade não articulada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-101

5 MANUTENÇÃO
INFORMAÇÕES GERAIS
Tampa da articulação de equilíbrio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Pontos de lubrificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
Localizações dos óleos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-17
Lubrificação da caixa de marchas de acionamento principal 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . 5-20
Lubrificação da caixa de marchas de acionamento principal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-21
Troca do lubrificante da caixa de engrenagens 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-22
Troca do lubrificante da caixa de engrenagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-24
Reservatório hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-26
Reservatório hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-29
Foice. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-32
Blindagens da foice. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-34
Ajuste dos protetores e dos limitadores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-35
Correia de acionamento da foice . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-38
Ajuste do adaptador - cortador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-40
Cortador da plataforma Ajuste de tensão do cortador lateral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-42
Cortador da plataforma Alinhamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-44
Cortador da plataforma Altura do deque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-46
Cortador da plataforma Altura do deque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-48
Molinete e acionamento do molinete - 2142 & 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-50
Medição da folga - 2142 - 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-51
Ajuste da folga. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-52
Folga até a barra de corte - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-54
Ajuste da folga Dente do molinete para barra de corte - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-56
Cenho do molinete - Ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-59
Centralização do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-61
Centralização do molinete 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-63
Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão - 2142 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-66
Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão da 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-69
Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-72
Flutuação da asa da plataforma - ajuste da trava . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-75
Ajuste de equilíbio da asa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-77
Articulação da asa ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-81
Flutuação da plataforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-84
Ajuste da corrente de acionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-88

GRÁFICO DE MANUTENÇÃO
Gráfico de manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-90
Programação de manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-91

ARMAZENAMENTO
Armazenamento da plataforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-93
Remoção do cortador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-94
Serviço de pré-temporada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-96

6 ESPECIFICAÇÕES
Especificações da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1
Especificações da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-5

7 ACESSÓRIOS
Controlador automático de altura da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Kit de reversão de lâmina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Indicador de flutuação/ângulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Inclinação hidráulica da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Barra de corte poly . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Sapatas ajustáveis com poly cover. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Kit de conversão da proteção do tronco. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Rodas do estabilizador/transporte. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Rodas do estabilizador/transporte. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Kit de dedo do molinete de colheita alojada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Kit de dedo do molinete de colheita alojada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Suportes de lâmina vertical. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Suportes de lâmina vertical. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Kit do sem-fim transversal superior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Kit do sem-fim transversal superior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Kit da proteção da extremidade do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Kit da proteção da extremidade do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Kit do retardador de rochas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Kit do retardador de rochas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Kit do divisor de arroz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Kit do divisor de arroz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Posicionador de avanço/recuo do molinete hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8

8 FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES
Registro de serviço - 1ªs 50 horas, cópia do cliente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1
Relatório de entrega - Cópia do proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2
Registro de serviço - 1ªs 50 horas, cópia do fornecedor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Relatório de entrega - Via do concessionário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

1 - INFORMAÇÕES GERAIS

1-1
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Nota ao proprietário
Neste manual há informações sobre as plataformas 2142 e 2152. Ele deve ser usado em conjunto com o manual do
operador da sua colheitadeira.
Leia cuidadosamente todo o material fornecido antes de tentar descarregar, montar ou usar a máquina.
Use este manual como sua primeira fonte de informação sobre a máquina. Seguindo as instruções fornecidas neste
manual, sua plataforma vai funcionar bem durante muitos anos. Se precisar de informações mais detalhadas sobre
manutenção, um manual de manutenção está disponível com seu concessionário.
Use o sumário e o índice para orientá-lo em áreas específicas. Estude o sumário para ficar familiarizado com a forma
como o material está organizado.
Mantenha este manual sempre à mão como referência
frequente e para passar para novos operadores e pro-
prietários. Uma caixa de armazenamento (1) para este
manual está localizada na blindagem da extremidade es-
querda da plataforma. Ligue para seu concessionário se
precisar de assistência, informações ou cópias adicionais
deste manual.

93102380 1

Nota ao proprietário
Neste manual há informações sobre a plataforma flexível com corte 2162 e o adaptador da colheitadeira CA20. Ele
deve ser usado em conjunto com o manual do operador da sua colheitadeira.
A plataforma flexível com corte 2162 é especialmente projetada como uma plataforma de “corte reto” e está equipada
para trabalhar bem em todas as condições de corte reto, seja cortando no nível do solo ou acima dele, e utiliza uma
estrutura flexível de três peças para acompanhar de perto o contorno do solo. O adaptador de colheitadeira CA20
permite que qualquer plataforma das séries 2142/2152 e 2162 seja facilmente anexada à colheitadeira específica.
Leia cuidadosamente todo o material fornecido antes de tentar descarregar, montar ou usar a máquina.
Use este manual como sua primeira fonte de informação sobre a máquina. Seguindo as instruções fornecidas neste
manual, sua plataforma vai funcionar bem durante muitos anos. Se precisar de informações mais detalhadas sobre
manutenção, um manual de manutenção está disponível com seu concessionário.
Use o sumário e o índice para orientá-lo em áreas específicas. Estude o sumário para ficar familiarizado com a forma
como o material está organizado.
Mantenha este manual sempre à mão como referência
frequente e para passar para novos operadores e pro-
prietários. Uma caixa de armazenamento (1) para este
manual está localizada na blindagem da extremidade es-
querda da plataforma. Ligue para seu concessionário se
precisar de assistência, informações ou cópias adicionais
deste manual.

93102380 1

1-2
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Uso previsto
As plataformas da colheitadeira CASE IH são projetadas para uso com colheitadeiras automotoras e são acionadas
por um motor a diesel integrado. As máquinas destinam-se a uso para fins agrícolas em terras cultivadas para colher
cereais, sementes pequenas, milho, grãos de soja etc. por meio de corte e recolhimento em faixa.

A velocidade e o desempenho da colheita podem depender de uma série de parâmetros limitantes, como as condi-
ções do tempo e do terreno, e a variedade e maturidade da cultura. Embora a máquina tenha sido projetada para
desempenhar suas funções na maioria das culturas e condições, pode haver uma série de combinações dos parâ-
metros acima, para as quais haverá uma forte degradação do desempenho da máquina ou de seus sistemas. Se
você perceber degradação do desempenho, entre em contato com o seu fornecedor CASE IH para obter ajuda. Ele
poderá ter informações úteis de melhorias ou ter um kit para melhorar o desempenho

USO PROIBIDO
Nenhuma peça ou acessório deve ser encaixado nesta máquina sem ter sido liberado pela CASE IH. Eles podem
afetar a operação da máquina, a segurança do usuário ou de outras pessoas, além das características de estabili-
dade ou de desgaste da máquina. Podem também invalidar a aprovação de homologação obtida para seu país e a
conformidade com as diretivas EC.
AVISO: NÃO use esta máquina para nenhuma outra finalidade, ou de nenhuma outra maneira, além daquelas descri-
tas no manual, nos adesivos ou em outras informações de segurança do produto fornecidas com a máquina. Esses
materiais definem o uso previsto da máquina.

Não use sua máquina para nenhuma outra finalidade além da pretendida pelo fabricante (mais adiante neste manual,
é fornecida uma lista de culturas combináveis) e fora de seus limites.

Limites da máquina:
• Declive para cima/para baixo/para o lado.
• Rendimento máximo: variável, dependendo da cultura, variedade, maturidade, umidade, potência do motor e
transmissão de energia.
• Características de fluxo de cultura: variável, dependendo da cultura, variedade, maturidade, umidade.
• Velocidade de colheita máxima: variável, dependendo da cultura, variedade, maturidade, umidade, perda de
grãos, potência do motor e transmissão de energia.

1-3
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Identificação de produto
Modelo e número de identificação do pro-
duto
Anote o número do modelo, o número de identificação do produto e o ano do modelo da plataforma, a opção de
roda estabilizadora/transporte de velocidade lenta (se instalada) e o adaptador da colheitadeira nas linhas abaixo:
• -
Modelo da plataforma __________nr. de identificação
do produto_____________ano____.
A placa do número de identificação do produto (1)
está localizada na chapa esquerda, perto do motor de
acionamento da faca.
• -

RR06F004 1

Modelo do adaptador________nr. de identificação do


produto______________ano____
A placa do número de identificação do produto (1) está
localizada na estrutura acima da caixa de câmbio do
acionamento principal.
• -

93102429 2

Nr. de identificação do produto da opção da


roda estabilizadora/transporte de velocidade
lenta________________ano____
A placa do número de identificação do produto está
localizada no tubo do pivô da roda esquerda.
• -

1-4
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Prefácio - Ecologia e meio-ambiente


Terra, ar e água são fatores vitais para a agricultura e para a vida em geral. Quando as leis ainda não regulamentam
o tratamento de algumas substâncias exigidas por tecnologias avançadas, o senso comum deve governar o uso e a
eliminação de produtos de natureza química e petroquímica.
AVISO: A seguir algumas recomendações que podem ser úteis:

• Familiarize-se e tenha certeza que compreende a legislação referente aplicável em seu país.
• Quando não houver legislação, obtenha informações junto aos fornecedores de óleos, filtros, baterias, combustí-
veis, anticongelantes, agentes de limpeza, etc. com relação aos efeitos desses produtos no homem e na natureza
e como armazenar em segurança, usar e eliminar essas substâncias.
• Consultores agrícolas, em muitos casos, também serão capazes de ajudá-los.

CONSELHOS ÚTEIS
• Evite encher os tanques usando latas ou sistemas de distribuição de combustível com pressurização inadequada
que podem causar derramamentos consideráveis.
• Em geral, evite contato da pele com todos os combustíveis, óleos, ácidos, solventes, etc. A maioria deles contém
substâncias que podem ser prejudiciais à sua saúde.
• Os óleos modernos contêm aditivos. Não queime combustíveis contaminados e/ou óleos descartados em siste-
mas comuns de aquecimento.
• Evite derramamento quando estiver esvaziando misturas de líquido de arrefecimento do motor, óleo do motor, da
caixa de câmbio, hidráulico, etc. Não misture fluidos de freio drenados ou óleos com lubrificantes. Armazene-os
em segurança até que possam ser jogados fora de uma forma adequada de modo a cumprir com as legislações
locais e recursos disponíveis.
• As misturas modernas de líquido de arrefecimento, ou seja, anticongelantes e outros aditivos devem ser trocados
a cada dois anos. Não devem ser despejados no solo, mas devem ser coletados e eliminados adequadamente.
• Não abra o sistema de ar-condicionado. Ele contém gazes que não devem ser liberados na atmosfera. Ser
revendedor CASE IH ou o especialista em ar-condicionado tem um extrator especial para essa finalidade e farão
a recarga do sistema adequadamente.
• Conserte imediatamente os vazamentos ou defeitos no sistema hidráulico ou de arrefecimento do motor.
• Não aumente a pressão em um circuito pressurizado, pois isso pode levar à falha do componente.
• Proteja as mangueiras durante a solda, pois os resíduos de solda que penetram podem queimar uma mangueira
ou enfraquecê-la, permitindo a perda de óleo, líquido de arrefecimento, etc.

1-5
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Gráficos de torque - Torques de aperto mínimos para montagem normal


PEÇAS MÉTRICAS NÃO FLANGEADAS
TAM. PORCA AU- PORCA AU-
NOMI- TOFRE- TOFRE-
NAL NANTE CL. NANTE
8 COM PA- CL.10 COM
RAFUSO PARAFUSO
PARAFUSO CLASSE 8,8 e PARAFUSO CLASSE 10.9 CLASSE 8.8 CLASSE
PORCA CLASSE 8 e PORCA CLASSE 10 10.9

NÃO REVESTIDO NÃO REVESTIDO


REVESTIDO C/ZnCr REVESTIDO C/ZnCr

2.2 N·m (19 lb 2.9 N·m (26 lb 3.2 N·m (28 lb 4.2 N·m (37 lb 2.9 N·m (26 lb
M4 2 N·m (18 lb in)
in) in) in) in) in)
4.5 N·m (40 lb 5.9 N·m (52 lb 6.4 N·m (57 lb 8.5 N·m (75 lb 5.8 N·m (51 lb
M5 4 N·m (36 lb in)
in) in) in) in) in)
7.5 N·m (66 lb 10 N·m (89 lb 11 N·m (96 lb 15 N·m (128 lb 6.8 N·m (60 lb 10 N·m (89 lb
M6
in) in) in) in) in) in)
18 N·m (163 lb 25 N·m (217 lb 26 N·m (234 lb 35 N·m (311 lb 17 N·m (151 lb 24 N·m (212 lb
M8
in) in) in) in) in) in)
49 N·m (36 lb 70 N·m (51 lb 33 N·m (25 lb 48 N·m (35 lb
M10 37 N·m (27 lb ft) 52 N·m (38 lb ft)
ft) ft) ft) ft)
85 N·m (63 lb 121 N·m (90 lb 58 N·m (43 lb 83 N·m (61 lb
M12 64 N·m (47 lb ft) 91 N·m (67 lb ft)
ft) ft) ft) ft)
158 N·m (116 lb 210 N·m (155 225 N·m (166 lb 301 N·m (222 143 N·m (106 lb 205 N·m (151 lb
M16
ft) lb ft) ft) lb ft) ft) ft)
319 N·m (235 lb 425 N·m (313 440 N·m (325 lb 587 N·m (433 290 N·m (214 lb 400 N·m (295 lb
M20
ft) lb ft) ft) lb ft) ft) ft)
551 N·m (410 lb 735 N·m (500 762 N·m (560 lb 1016 N·m (750 501 N·m (370 lb 693 N·m (510 lb
M24
ft) lb ft) ft) lb ft) ft) ft)

NOTA: Especificações de torque de peças M4 a M8 são


exibidas em libra-polegada. Especificações de torque de
peças M10 a M24 são exibidas em libra-pés.

1-6
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

PEÇAS MÉTRICAS FLANGEADAS


TAM. PARAFUSO CLASSE 8,8 e PARAFUSO CLASSE 10.9 PORCA AU- PORCA AU-
NOMI- PORCA CLASSE 8 e PORCA CLASSE 10 TOFRE- TOFRE-
NAL NANTE CL. NANTE
8 COM PA- CL.10 COM
RAFUSO PARAFUSO
CLASSE 8.8 CLASSE
10.9

NÃO REVESTIDO NÃO REVESTIDO


REVESTIDO C/ZnCr REVESTIDO C/ZnCr

2.4 N·m (21 lb 3.2 N·m (28 lb 3.5 N·m (31 lb 4.6 N·m (41 lb 2.2 N·m (19 lb 3.1 N·m (27 lb
M4
in) in) in) in) in) in)
4.9 N·m (43 lb 6.5 N·m (58 lb 7.0 N·m (62 lb 9.4 N·m (83 lb 4.4 N·m (39 lb 6.4 N·m (57 lb
M5
in) in) in) in) in) in)
8.3 N·m (73 lb 11 N·m (96 lb 12 N·m (105 lb 16 N·m (141 lb 7.5 N·m (66 lb 11 N·m (96 lb
M6
in) in) in) in) in) in)
20 N·m (179 lb 27 N·m (240 lb 29 N·m (257 lb 39 N·m (343 lb 18 N·m (163 lb 27 N·m (240 lb
M8
in) in) in) in) in) in)
54 N·m (40 lb 77 N·m (56 lb
M10 40 N·m (30 lb ft) 57 N·m (42 lb ft) 37 N·m (27 lb ft) 53 N·m (39 lb ft)
ft) ft)
93 N·m (69 lb 100 N·m (74 lb 134 N·m (98 lb
M12 70 N·m (52 lb ft) 63 N·m (47 lb ft) 91 N·m (67 lb ft)
ft) ft) ft)
174 N·m (128 lb 231 N·m (171 248 N·m (183 lb 331 N·m (244 158 N·m (116 lb 226 N·m (167 lb
M16
ft) lb ft) ft) lb ft) ft) ft)
350 N·m (259 lb 467 N·m (345 484 N·m (357 lb 645 N·m (476 318 N·m (235 lb 440 N·m (325 lb
M20
ft) lb ft) ft) lb ft) ft) ft)
607 N·m (447 lb 809 N·m (597 838 N·m (618 lb 1118 N·m (824 552 N·m (407 lb
M24
ft) lb ft) ft) lb ft) ft)

IDENTIFICAÇÃO

Parafusos sextavados e parafusos, classes


5.6 e superior

20083680 1

1. Identificação do fabricante 2. Classe de propriedade

1-7
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Porcas autofrenantes e porcas sextavadas


métricas, classes 05 e superior

20083681 2

1. Identificação do fabricante 3. Marca de relógio da classe de propriedade e identifi-


2. Classe de propriedade cação do fabricante (opcional), i.e. marcas 60 ° sepa-
radas indicam propriedades Classe 10 e marcas 120
° separadas indicam Classe 8.

PEÇAS NÃO FLANGEADAS EM POLEGADAS


PORCA AU- PORCA AU-
TOFRE- TOFRE-
TAMANHO PORCA e PARAFUSO PORCA e PARAFUSO
NANTE GrB NANTE GrC
NOMINAL GRAU 5 SAE GRAU 8 SAE
C/ PARA- C/ PARA-
FUSO Gr5 FUSO Gr8

SEM RE- SEM RE-


REVES-
VESTI- VESTI- REVES-
TIDO
MENTO ou MENTO ou TIDO
C/ZnCr
REVES- REVES- C/ZnCr
DOU-
TIDO COM TIDO COM DOURADO
RADO
PRATA PRATA
8 N·m (71 lb 11 N·m (97 lb 12 N·m (106 16 N·m (142 12.2 N·m (109 lb
1/4 8.5 N·m (75 lb in)
in) in) lb in) lb in) in)
17 N·m (150 23 N·m (204 24 N·m (212 32 N·m (283 17.5 N·m (155 lb 25 N·m (220 lb
5/16
lb in) lb in) lb in) lb in) in) in)
30 N·m (22 lb 40 N·m (30 43 N·m (31 lb 57 N·m (42 lb
3/8 31 N·m (23 lb ft) 44 N·m (33 lb ft)
ft) lb ft) ft) ft)
48 N·m (36 lb 65 N·m (48 68 N·m (50 lb 91 N·m (67 lb
7/16 50 N·m (37 lb ft) 71 N·m (53 lb ft)
ft) lb ft) ft) ft)
74 N·m (54 lb 98 N·m (73 104 N·m (77 139 N·m (103
1/2 76 N·m (56 lb ft) 108 N·m (80 lb ft)
ft) lb ft) lb ft) lb ft)
107 N·m (79 142 N·m (105 150 N·m (111 201 N·m (148 156 N·m (115 lb
9/16 111 N·m (82 lb ft)
lb ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft)
147 N·m (108 196 N·m (145 208 N·m (153 277 N·m (204 153 N·m (113 lb 215 N·m (159 lb
5/8
lb ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)
261 N·m (193 348 N·m (257 369 N·m (272 491 N·m (362 271 N·m (200 lb 383 N·m (282 lb
3/4
lb ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)
420 N·m (310 561 N·m (413 594 N·m (438 791 N·m (584 437 N·m (323 lb 617 N·m (455 lb
7/8
lb ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)
630 N·m (465 841 N·m (620 890 N·m (656 1187 N·m 654 N·m (483 lb 924 N·m (681 lb
1
lb ft) lb ft) lb ft) (875 lb ft) ft) ft)

NOTA: Para unidades imperiais, 1/4 in e 5/16 in especi- gada. 3/8 in até 1 in especificações de torque de peças
ficações de torque de peças são exibidas em libra-pole- são exibidas em libra-pé.

1-8
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

PEÇAS FLANGEADAS EM POLEGADAS


PORCA AU- PORCA AU-
TAMA-
TOFRE- TOFRE-
NHO PORCA e PARAFUSO PORCA e PARAFUSO
NANTE GrF NANTE GrG
NOMI- GRAU 5 SAE GRAU 8 SAE
C/ PARA- C/ PARA-
NAL
FUSO Gr5 FUSO Gr8

SEM RE-
SEM RE-
VESTI-
VESTI- REVESTIDO REVESTIDO
MENTO ou
MENTO ou C/ZnCr C/ZnCr
REVES-
REVESTIDO DOURADO DOURADO
TIDO COM
COM PRATA
PRATA
12 N·m (106 lb 13 N·m (115 lb 17 N·m (150 lb 12 N·m (106 lb
1/4 9 N·m (80 lb in) 8 N·m (71 lb in)
in) in) in) in)
19 N·m (168 lb 25 N·m (221 lb 26 N·m (230 lb 35 N·m (310 lb 17 N·m (150 lb 24 N·m (212 lb
5/16
in) in) in) in) in) in)
44 N·m (33 lb 47 N·m (35 lb 63 N·m (46 lb
3/8 33 N·m (25 lb ft) 30 N·m (22 lb ft) 43 N·m (32 lb ft)
ft) ft) ft)
71 N·m (52 lb 75 N·m (55 lb 100 N·m (74 lb
7/16 53 N·m (39 lb ft) 48 N·m (35 lb ft) 68 N·m (50 lb ft)
ft) ft) ft)
108 N·m (80 lb 115 N·m (85 lb 153 N·m (113 104 N·m (77 lb
1/2 81 N·m (60 lb ft) 74 N·m (55 lb ft)
ft) ft) lb ft) ft)
117 N·m (86 lb 156 N·m (115 165 N·m (122 221 N·m (163 157 N·m (116 lb
9/16 106 N·m (78 lb ft)
ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft)
162 N·m (119 lb 216 N·m (159 228 N·m (168 304 N·m (225 147 N·m (108 lb 207 N·m (153 lb
5/8
ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)
287 N·m (212 lb 383 N·m (282 405 N·m (299 541 N·m (399 261 N·m (193 lb 369 N·m (272 lb
3/4
ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)
462 N·m (341 lb 617 N·m (455 653 N·m (482 871 N·m (642 421 N·m (311 lb 594 N·m (438 lb
7/8
ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)
693 N·m (512 lb 925 N·m (682 979 N·m (722 1305 N·m (963 631 N·m (465 lb 890 N·m (656 lb
1
ft) lb ft) lb ft) lb ft) ft) ft)

IDENTIFICAÇÃO

Porcas de giro livre e parafusos em polega-


das

20083682 3
Exemplos de marcas de grau

Identificação do grau SAE


1 Grau 2 - Sem marcas 4 Porca Grau 2 - Sem marcas
2 Grau 5 - Três marcas 5 Porca Grau 5 - Marcas 120 ° Separada
3 Grau 8 - Cinco marcas 6 Porca Grau 8 - Marcas 60 ° Separada

1-9
1 - INFORMAÇÕES GERAIS

Porcas autofrenantes em polegadas, Toda Identificação do grau


em metal (três métodos opcionais) Grau Método de Método de Método de
marcação de marcação marcação
canto (1) plana (2) de relógio
(3)
Grau Sem entalhes Sem marca Sem marcas
A
Grau Um entalhe Letra B Três marcas
B circunferencial
Grau Dois entalhes Letra C Seis marcas
C circunferenciais

20090268 4

1 - 10
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA
Símbolo de alerta de segurança e definição de palavra de sinalização

Segurança pessoal

Este é o símbolo de alerta de segurança. É usado para alertá-lo de potenciais riscos de lesões
pessoais. Obedeça a todas as mensagens de segurança que acompanham esse símbolo para
evitar possíveis ferimentos ou morte.

Por todo este manual e nos adesivos da máquina, você encontrará as palavras sinalizadoras PERIGO, ADVER-
TÊNCIA E CUIDADO seguidas por instruções especiais. Essas precauções destinam-se à sua segurança pessoal
e daqueles que trabalham junto com você.

Leia e entenda todas as mensagens de segurança deste manual antes de operar ou fazer manutenção na máquina.

PERIGO indica uma situação de perigo que, se não evitada, irá resultar em morte ou ferimentos graves. A
cor associada a PERIGO é VERMELHO.

ADVERTÊNCIA indica uma situação de perigo que, se não evitada, poderá resultar em morte ou ferimentos
graves. A cor associada a ADVERTÊNCIA é LARANJA.

CUIDADO, usado com o símbolo de alerta de segurança, indica uma situação de perigo que, se não evitada,
pode resultar em ferimentos leves ou moderados. A cor associada a CUIDADO é AMARELO.

O NÃO CUMPRIMENTO DAS MENSAGENS DE PERIGO, ADVERTÊNCIA, E CUIDADO


PODE RESULTAR EM MORTE OU FERIMENTOS GRAVES.

Segurança da máquina
AVISO: Aviso indica uma situação que, se não evitada, pode resultar em dano à máquina ou à propriedade. A
associada a Aviso é AZUL.

Em todo este manual, você encontrará a palavra Aviso seguida de instruções especiais para evitar danos à máquina
ou à propriedade. A palavra Aviso é usada para tratar de práticas não relacionadas à segurança pessoal.

Informações
NOTA: Nota indica uma informação adicional que esclarece etapas, procedimentos ou outra informação neste ma-
nual.

Em todo este manual, você encontrará a palavra Nota seguida de informações adicionais sobre uma etapa, sobre
um procedimento ou sobre outra informação neste manual. A palavra Nota não se destina a tratar de segurança
pessoal ou danos à propriedade.

2-1
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Instruções de precaução
Aviso importante aos operadores 5. Sempre mantenha crianças afastadas e fora da má-
quina.
A máquina também pode estar equipada com uma pro-
teção especial ou demais dispositivos em conformidade 6. Ninguém deverá estar apoiado nas escadas de
com a legislação local. Alguns dispositivos de proteção acesso quando a máquina estiver em movimento.
ou segurança exigem uso contínuo pelo operador. 7. Ao conduzir em vias públicas, observe os regulamen-
tos de trânsito, adapte sua velocidade às condições
Verifique a legislação local quanto ao uso desta máquina. da estrada e do tráfego e certifique-se de que todas
as luzes e outros mecanismos de segurança da má-
Prevenção de acidentes quina (se forem necessários) estejam devidamente
encaixados e funcionando. Ao conduzir em estradas,
Com sua ajuda, é possível evitar acidentes em ambientes o tanque graneleiro deve estar vazio. Certifique-se de
agrícolas. que o tubo de descarregamento esteja travado na sua
posição de fechamento.
Nenhum programa de prevenção de acidentes pode ser
bem sucedido sem a sincera cooperação da pessoa di- 8. Ao conduzir em vias públicas, certifique-se de que
retamente responsável pela operação do equipamento. ambos os pedais de freio estejam travados juntos.
9. Ao conduzir em vias públicas, certifique-se de que os
Ler relatórios de acidentes de todo o país é convencer-se sinais de advertência e perigo estejam instalados na
de que um grande número de acidentes pode ser evitado parte dianteira e traseira da máquina e use as luzes
somente pelo operador, que deve prever o resultado e giratórias alaranjadas (se existentes) para indicar que
tomar uma atitude antes que o acidente aconteça. o veículo tem dimensões anormais e está se movendo
em marcha lenta.
É comum dizer que "O melhor tipo de dispositivo de se-
gurança é um operador cuidadoso que, com responsabi- 10. Para evitar o tombamento da máquina, evite frear
lidade e maturidade, pode salvar mais vidas e membros abruptamente.
do que qualquer programa de prevenção de acidentes 11. Não exceda 20 km/h (12.5 mph) ao conduzir em de-
que não tenha total adesão". clives. Se necessário, reduza a marcha antes de ini-
ciar a descida.
Mais adiante neste capítulo é apresentada uma lista das
precauções de segurança mais importantes. 12. Nunca conduza em alta velocidade em áreas com pre-
sença de muitas pessoas.
Leia-as devagar e siga as instruções. E, sobretudo, seja 13. Evite fazer curvas em alta velocidade.
cuidadoso!
14. Ao conduzir em vias públicas, seja com a plataforma
Algumas ilustrações neste manual poderão mostrar as de grãos carregada em um reboque e presa à parte
proteções de segurança abertas ou removidas para me- traseira da máquina, ou com a plataforma de grãos
lhor ilustrar um determinado recurso ou regulagem. ainda presa à máquina (desde que permitido pela le-
gislação local), sempre tenha em mente as dimen-
Feche ou substitua todas as proteções antes de operar a sões.
máquina. 15. Antes de operar a máquina, certifique-se de que todas
as proteções de segurança estejam instaladas.
Segurança geral e operacional
16. Verifique o torque das porcas das rodas conforme de-
A maioria dos acidentes com máquinas agrícolas pode scrito em MANUTENÇÃO.
ser evitada pela observância de algumas precauções de 17. Não entre no tanque graneleiro enquanto o motor da
segurança simples. máquina estiver funcionando. Com o motor desli-
1. A máquina só deverá ser usada por operador habili- gado, use um pedaço de pau para limpar o sem-fim de
tado e familiarizado com todos os controles e técnicas descarregamento do tanque graneleiro caso o mesmo
de colheita em terras cultiváveis, com inclinações de fique obstruído. Tome especial cuidado para não ser
no máximo 26 % ( 15 °) em aclives e declives. puxado para dentro do tanque graneleiro caso seja
necessário realizar a desobstrução do sem-fim.
2. Não permita a presença de ninguém na máquina, a
não ser o operador. 18. Não tente limpar, lubrificar ou fazer qualquer regula-
gem na máquina enquanto a mesma estiver em mo-
3. Antes de ligar o motor, certifique-se de que não haja vimento ou enquanto o motor estiver funcionando.
ninguém perto da máquina.
19. Nunca deixe a plataforma do operador sem antes de-
4. Avise as pessoas próximas ao local soando a buzina sengatar o mecanismo de transmissão da máquina,
várias vezes. baixar a plataforma de grãos, desligar o motor, acio-
nar o freio de estacionamento e remover a chave da
ignição.
2-2
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

20. Não trabalhe sob a plataforma de grãos da máquina a • Verifique periodicamente a presença de vazamentos
não ser que ela esteja seguramente travada e/ou que ou danos no sistema hidráulico. Verifique a presença
a trava de segurança da plataforma de grãos esteja de:
engatada. Vazamentos nas conexões da mangueira ou na

21. Não trabalhe ao redor da máquina com roupas largas mangueira.
e soltas que possam agarrar nas partes móveis. Mangueiras e/ou conexões danificadas.

22. Afaste as mãos das partes móveis da máquina. Mangueiras dobradas, esmagadas, achatadas,

23. Mantenha o extintor de incêndio a fácil alcance do com bolhas endurecidas, trincadas por calor, cha-
operador. Substitua-o por um tipo similar de extintor muscadas, torcidas, moles ou frouxas.
ou faça sua inspeção ou recarga após cada utilização Conexões corroídas ou danificadas.

e/ou a data de validade.
• Vazamento em portas.
24. Não pise sobre as extensões e tampas do tanque gra-
neleiro nem no teto da cabine. • Excesso de sujeira e resíduos em torno das man-
gueiras e/ou conexões.
25. A poeira proveniente da máquina pode causar a
doença do "pulmão do fazendeiro". E pode também • Danos ou ausência de braçadeiras de retenção,
conter resíduos prejudiciais provenientes de pul- proteções, anteparos etc.
verização. Mantenha a porta e a janela da cabine • NÃO pise em cima nem use mangueiras como de-
fechadas durante a operação. Use uma máscara graus. NÃO puxe nem aplique forças externas às
contra poeira ao limpar a poeira e os detritos acumu- mangueiras. A mangueira poderá falhar e causar le-
lados na máquina. sões.
• Afaste todas as pessoas da área de trabalho. Meca-
Segurança do sistema hidráulico nismos controlados por energia dos fluidos podem ser
O vazamento de óleo hidráulico sob pressão pode pe- perigosos em caso de falha da mangueira. Pode ha-

netrar na pele e causar infecção ou outros ferimentos. ver queda de mecanismos suspensos sobre o chão,
Para evitar lesões pessoais: falha na direção da máquina, etc.

Libere toda a pressão antes de desconectar as • Afaste-se de conjuntos de mangueira pressurizados



linhas de fluidos. que tenham arrebentado. As conexões da mangueira
podem soltar-se e ser lançadas sob alta velocidade.
• Antes de aplicar pressão, verifique se todas as co- Mangueiras soltas podem se revolver com grande
nexões estão apertadas e os componentes estão força.
em boas condições.
• O fluido hidráulico pode atingir altas temperaturas.
• Nunca use as mãos para verificar vazamentos Deixe o fluido esfriar antes de fazer qualquer manu-
suspeitos sob pressão. Use um pedaço de pape- tenção no sistema.
lão ou madeira para esse fim.
• O fluido que escapa sob pressão pode formar nuvens
• Em caso de ferimentos provocados por vaza- ou um fino jato que podem acender-se ou explodir
mento de fluidos, procure por ajuda médica quando em contato com uma fonte de ignição.
imediatamente.
• A vida útil da mangueira pode ser reduzida por vibra-
• As mangueiras e conexões hidráulicas da máquina ção. Certifique-se de que todas as braçadeiras e/ou
atendem especificações de engenharia referentes a dispositivos de retenção estejam presos.
uma determinada função. Ao substituir mangueiras
ou conexões danificadas, arrebentadas ou desgasta- • As condições ambientais podem provocar a deterio-
das, use somente peças de serviço autorizadas pelo ração da mangueira e das conexões. Inspecione as
fabricante. mangueiras hidráulicas periodicamente. Substitua
mangueiras e conexões gastas ou danificadas.
• O cuidado é essencial na instalação de mangueiras
hidráulicas: Exigências de segurança para sistemas e
• Antes de iniciar o procedimento de instalação, a
componentes de energia do fluido - Compo-
pressão deve ser liberada. nentes hidráulicos - (padrão europeu PR EN
• NÃO dobre nem torça a mangueira para que não 982)
ocorram falhas.
Direcione a mangueira corretamente. Os conjuntos de mangueiras flexíveis não devem ser fa-

bricados com mangueiras que já foram usadas anterior-
• Peça a um técnico hidráulico certificado para fazer mente como parte de um conjunto de mangueiras.
a instalação da mangueira.
Remova o ar do sistema hidráulico após a instala- Não soldar a tubulação hidráulica.

ção de qualquer componente hidráulico.
Se as mangueiras flexíveis ou a tubulação estiverem da-
nificadas, substitua-as imediatamente.
2-3
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

É proibido modificar um acumulador hidráulico por meio possa escapar, antes de remover a tampa por com-
de usinagem, soldagem ou qualquer outro meio. pleto. Afaste-se da abertura do radiador devido à
possibilidade de respingos quentes provenientes do
Antes de remover os acumuladores hidráulicos para ma- líquido de arrefecimento.
nutenção, a pressão líquida nos acumuladores deve ser
6. Nunca adicione água fria ao radiador quando o
reduzida a zero.
mesmo estiver quente. A não-observância a essas
A verificação da pressão nos acumuladores hidráulicos instruções pode resultar em graves lesões pessoais
deve ser realizada usando o método recomendado pelo provenientes de líquido de arrefecimento quente
fabricante do acumulador. ou esguichos de vapor e/ou danos ao sistema de
arrefecimento ou motor.
Deve-se tomar cuidado para não exceder a pressão má- 7. O anticongelante contém monoetilenoglicol e outros
xima permitida do acumulador. Após qualquer verificação produtos químicos tóxicos, se ingeridos, e podem ser
ou regulagem não deverá haver vazamento de gás. absorvidos em quantidades tóxicas através de con-
tato repetido ou prolongado com a pele. Siga as pre-
Perigo de morte por eletrocussão! cauções a seguir ao trabalhar com anticongelante:

Preste especial atenção às linhas de energia suspensas. 8. Não ingira anticongelante. Se houver ingestão aci-
Certifique-se de que a máquina tenha vão livre suficiente dental de anticongelante, busque assistência médica
para passar em todos os sentidos (considerando tam- imediatamente.
bém quando a mesma estiver com componentes suspen- 9. Mantenha o anticongelante em recipientes lacrados
sos ou abertos). Pense também na(s) antena(s) de rádio e fora do alcance de crianças, animais e animais de
ou em qualquer outro acessório ou peça de fábrica que estimação.
possa ter sido adicionado posteriormente.
10. Verifique periodicamente o líquido de arrefecimento
Caso ocorra qualquer contato entre a máquina e uma do motor e as mangueiras do aquecedor para ver se
linha de energia elétrica, tome as seguintes precauções: há sinais de desgaste, deterioração, seções fracas e
interrompa imediatamente o movimento da máquina, vazamentos para evitar situações perigosas e possí-
desligue o motor e acione o freio manual ou de estacio- veis lesões causadas por um líquido de arrefecimento
namento. quente.
11. O óleo combustível do sistema de injeção está sob
Verifique se é possível sair da cabine ou de sua atual po- alta pressão e pode penetrar na pele. Pessoas des-
sição com segurança, sem contato direto com fios elétri- qualificadas não devem remover nem tentar ajustar
cos. Em caso negativo, fique em sua posição e chame a bomba de injeção de combustível, injetores, bicos
por socorro. Se for possível sair de sua posição sem to- nem qualquer outra peça do sistema de injeção de
car fios, pule do último degrau ou da posição de apoio combustível. A não-observância dessas instruções
para que não haja nenhum contato entre qualquer parte pode resultar em lesões graves. Se houver ingestão
de seu corpo e o chão, em momento algum. Não toque de combustível através da pele, busque assistência
a máquina depois disso, até que a transmissão de ener- médica imediatamente.
gia para as linhas tenha sido cortada. Se pessoas se
aproximarem da máquina, alerte-as para não tocarem na 12. Tome bastante cuidado para evitar contato com óleo
máquina, mas solicitarem à empresa de energia elétrica quente proveniente do motor. Se o óleo do motor es-
o corte de energia para as linhas de transmissão. tiver extremamente quente, deixe-o esfriar até atingir
uma temperatura moderadamente morna para que se
possa fazer uma remoção segura.
Segurança do motor
13. Não segure o filtro de óleo quente com as mãos des-
1. Mantenha a área da máquina isenta de poeira, palha protegidas.
e refugos para impedir a possibilidade de incêndio. 14. O contato contínuo e prolongado com óleo de motor
2. Nunca deixe a máquina ligada em marcha lenta em usado por causar câncer de pele. Proteja sua pele
áreas fechadas, pois pode haver acúmulo de gases usando luvas plásticas reforçadas. Em caso de con-
prejudiciais provenientes do escapamento. tato do óleo com a pele, lave-a imediatamente com
água e sabão.
3. Use um dispositivo adequado para proteção auditiva,
tais como abafadores ou protetores auriculares, caso
você se exponha a ruídos incômodos. Segurança do combustível diesel
4. O sistema de arrefecimento opera sob pressão con- 1. Em circunstância alguma deverá haver adição de ga-
trolada pela tampa do radiador. É perigoso remover a solina, álcool ou combustíveis misturados ao com-
tampa enquanto o motor estiver quente. bustível diesel. Essa combinações podem aumentar
5. Desligue o motor e espere até que ele esteja frio. o risco de incêndio ou de explosão. Em recipientes
Mesmo assim, tenha cuidado ao remover a tampa. fechados, tais como tanques de combustível, essas
Cubra a tampa com um pedaço de pano e gire-a len- misturas são mais explosivas que a gasolina pura.
tamente até a primeira parada para que a pressão Não utilize essas misturas.

2-4
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

2. Nunca remova a tampa do tanque de combustível • Use proteção para os olhos quando estiver traba-
com o motor funcionando ou quente. Reabasteça a lhando próximo a baterias.
máquina somente quando o motor estiver desligado. Use proteção para os olhos e luvas se for remover os

Não fume nem use qualquer forma de chama aberta bujões da tampa da bateria.
ao reabastecer ou estar próximo a tanques de com-
bustível. • Providencie algum tipo de ventilação quando estiver
carregando ou usando em espaços fechados.
3. Ao abastecer o tanque, mantenha controle sobre o
bico do tubo de enchimento de combustível. • Certifique-se de que os bujões do respiro estejam cor-
retamente instalados e apertados.
4. Não encha o tanque de combustível até sua capaci-
dade total. Deixe sobrar espaço para expansão. Se o eletrólito entrar em contato com a pele ou os olhos,
5. Limpe imediatamente qualquer combustível derra- ou for ingerido, tome as seguintes providências:
mado. • Pele: Enxágue com água fria.
6. Sempre aperte com firmeza a tampa do tanque de • Olhos: Enxágue com água fria durante 10 minutos e
combustível. busque assistência médica imediatamente.
7. Se a tampa original do tanque de combustível for • Ingestão: Chame um médico imediatamente.
perdida, substitua-a por uma tampa CASE IH. Uma
tampa de marca não-aprovada pode não ser segura.
Prevenção contra incêndios e explosões
8. Mantenha os equipamentos limpos e sob a devida
manutenção. • Devido à natureza inflamável dos materiais de co-
lheita encontrados, o risco de incêndio é alto. Esse
9. Não conduza os equipamentos próximo a fogos aber-
risco pode ser minimizado através da frequente
tos.
remoção de material de colheita acumulado na má-
10. Nunca use combustível para fins de limpeza. quina e da verificação de componentes da máquina
superaquecidos. Se aparecerem vazamentos de
Segurança da bateria óleo, aperte novamente os parafusos ou substitua as
juntas, conforme a necessidade.
ADVERTÊNCIA
• Remova qualquer lixo ou resíduo da máquina, todos
Perigo de explosão! os dias. Verifique principalmente a área do motor e o
Baterias emitem gases explosivos. Sempre sistema de escapamento.
ventile quando usá-las em uma área fechada
ou quando estiver carregando. Mantenha a • Faíscas ou chamas podem causar a explosão do gás
bateria longe de faíscas, fumaças a céu aberto hidrogênio da bateria. Para evitar explosões, faça o
e outras fontes de ignição. seguinte:
A não observância desses procedimentos po- • Ao desconectar os cabos da bateria, desconecte
derá resultar em morte ou lesões graves. primeiro o cabo negativo (▬); ao conectar os ca-
W0369A
bos da bateria, conecte o cabo negativo (▬) por
último.
ADVERTÊNCIA
• Ao conectar cabos de ligação para dar partida no
O ácido da bateria causa queimaduras. As ba- motor, use o procedimento mostrado neste ma-
terias contêm ácido sulfúrico. nual (consulte Conexões de Baterias Auxiliares
O eletrólito da bateria contém ácido sulfúrico. neste manual).
O contato com a pele e com os olhos pode
• Não crie um curto-circuito nos bornes da bateria
resultar em graves irritações e queimaduras.
com objetos de metal.
Sempre use luvas à prova de respingos e rou-
pas de proteção (luvas e aventais). Lave as • Não solde, esmerilhe, nem fume perto de uma ba-
mãos após o manuseio. teria.
A não observância desses procedimentos po- Faíscas provenientes do sistema elétrico ou do esca-

derá resultar em morte ou lesões graves. pamento do motor podem causar explosão ou incên-
W0120A

dio. Antes de operar esta máquina em áreas com pós


As precauções essenciais apresentadas abaixo devem ou vapores inflamáveis, use uma boa ventilação para
ser observadas: remover esses pós ou vapores inflamáveis.

Não use chama aberta para verificar o nível de eletró- • Use solventes de limpeza não-inflamáveis para limpar

litos. Mantenha distância de faíscas, chamas e cigar- as peças.
ros acesos. • Um incêndio pode causar morte ou lesões. Sempre
Não produza faíscas com os prendedores dos cabos tenha um extintor de incêndio próximo da máquina, ou

quando estiver carregando a bateria ou ligando o mo- dentro da mesma. Certifique-se de que os extintores
tor com uma bateria escrava. de incêndio tenham manutenção adequada, segundo
as instruções do fabricante.
2-5
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

• Se o extintor de incêndio tiver sido usado, sempre Rodas e pneus


faça sua recarga ou substituição antes de operar a
máquina. A vida e o desempenho dos pneus dependem muito da
manutenção da pressão correta. Mantenha os pneus
• Mantenha o sistema de arrefecimento limpo e o nível inflados com as pressões indicadas nas ESPECIFICA-
correto de líquido de arrefecimento. ÇÕES.
• NÃO guarde pedaços de pano oleosos nem materiais
inflamáveis na máquina. Verifique o torque das porcas das rodas diariamente du-
rante a primeira semana de operação e, depois disso,
• O combustível do motor pode causar explosões ou
semanalmente.
incêndio. Não abasteça o tanque de combustível com
o motor em funcionamento, se estiver próximo a um O torque das porcas das rodas é fornecido em ESPECI-
fogo aberto ou se estiver soldando, fumando, etc. FICAÇÕES.
• Se a máquina apresentar vazamento hidráulico, de
óleo ou de combustível, sempre conserte o vaza- Sempre que estiver preparando o macaco para levantar
mento e limpe a área antes de operar. a máquina, estacione-a em superfície nivelada e firme e
calce o pneu de tração oposto ao lado a ser levantado,
• Verifique a presença de conexões frouxas ou isola- tanto na frente como atrás.
mento corroído no sistema elétrico. Conserte ou sub-
stitua as peças frouxas ou danificadas.
• Antes de soldar ou usar o maçarico na máquina, limpe
a área a ser reparada.

2-6
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Segurança pessoal

ADVERTÊNCIA
Desengate a TDF, desligue o motor e retire a chave. Espere que todo o movimento cesse antes de sair da
posição do operador. Nunca ajuste, lubrifique, limpe ou desconecte a máquina com o motor em funciona-
mento. A não-observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou ferimentos graves.
M1181

Antes de prestar manutenção na máquina, coloque uma etiqueta de NÃO OPERAR no painel de instrumentos.

321_4614 1
ETIQUETA NÃO OPERAR

A. (1) Não operar.


B. (2) Não remover.
C. (3) Ver outro lado.
D. (4) Assinado por.
E. (5) Razão

A etiqueta NÃO OPERAR pode ser obtida com o seu fornecedor CASE IH.

2-7
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Segurança pessoal - dispositivos de proteção


Bloqueio do cilindro de elevação

ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

O cilindro esquerdo (1) do alimentador é dotado de um


bloqueio do cilindro de levantamento (2) que deve ser
baixado sobre a haste do cilindro para impedir o abaixa-
mento acidental da plataforma.

86094054 1

Para engatar ou desengatar o bloqueio do cilindro de le-


vantamento da plataforma, é necessário levantar o ali-
mentador até sua altura máxima.
Para isso, proceda da seguinte forma:
Mova o alimentador para cima pressionando o lado po-
sitivo do interruptor oscilante usado para regular a altura
da plataforma (1) (consulte também o CASE IH Manual do
operador da colheitadeira), localizado na alavanca multi-
funcional, até que a plataforma pare próximo de sua altura
máxima.
AVISO: As plataformas com altura ajustável do molinete
podem se aproximar muito do para-brisa da cabine
quando a plataforma estiver erguida. Tenha cuidado ao
erguer a plataforma até sua altura máxima.

56063210 2

2-8
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Coloque o bloqueio do cilindro de levantamento (1) sobre


a haste do cilindro (2).

86094054 3

AVISO: Não use o bloqueio do cilindro de levantamento tiver trafegando em vias públicas; do contrário, podem
da plataforma como apoio para a plataforma quando es- ocorrer danos ao cilindro.
Quando não estiver em uso, o bloqueio do cilindro de le-
vantamento (1) deverá ser recolhido com a trava de segu-
rança do batente (2) presa ao orifício de armazenamento
(3).

50030334 4

2-9
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Batente do cilindro de bloqueio mecânico


Sua plataforma CASE IH vem equipada com travas do
cilindro de elevação do molinete (1).

Para engatá-las:
• Use o interruptor de posição do molinete da colheita-
deira e eleve o braço do molinete completamente.
• Vire a trava (1) para baixo, por cima do eixo do cilindro
(2).
NOTA: Não use a colheitadeira para abaixar o moli-
nete sobre as travas. Podem ocorrer danos aos cilin-
dros.

33085307 1

Para armazenar as travas na posição desengatada:


• Eleve o molinete para a posição mais alta.
• Eleve a trava para a posição de armazenamento (1).
• Abaixe o molinete para a altura desejada.

83085314A 2

2 - 10
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Adesivos de segurança - 2142 e 2152


Os seguintes sinais de segurança são colocados em sua máquina como guia para sua segurança e para aqueles
que trabalham com você. Caminhe ao redor da máquina e observe o conteúdo e a localização desses sinais de
segurança antes de operar a máquina.

Mantenha os sinais de segurança limpos e legíveis. Limpe os sinais de segurança com um pano macio, água, e um
detergente suave. Não use solvente, gasolina ou outro produto químico áspero. Os solventes, a gasolina e outros
produtos químicos fortes podem danificar ou remover os sinais de segurança.

Substitua todos os sinais de segurança que estejam danificados, cobertos com tinta, ilegíveis ou faltando. Se um
sinal de segurança estiver em uma peça que foi substituída, certifique-se de que o sinal de segurança seja instalado
na peça nova. Consulte seu revendedor para obter novos sinais de segurança.

Os sinais de segurança que exibem o símbolo "Ler Manual do Operador"


destinam-se a orientar o operador a consultar o Manual do Operador para obter
mais informações sobre a manutenção, ajustes ou procedimentos para áreas
específicas da máquina. Quando um sinal de segurança exibir este símbolo,
consulte a página apropriada do manual do operador.

93103407 1
Traseiro

2 - 11
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

93103405 2
Direito

93103404 3

2 - 12
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174682

174682 4

(1) Sem-fim transversal superior.

93102407 5

(2) Sem-fim transversal superior.

93102408 6

2 - 13
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174684

174684 7

(1) Faca vertical esquerda e direita.

93102410 8

Quantidade 2
Inglês: 113482

113482 9

(1) As duas extremidades da plataforma.

RR06F004 10

2 - 14
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 113482

113482 9

(2) As duas extremidades da plataforma - 2152 - 20 pés.

93102431 11

Quantidade 4 ou 2
Inglês: 184371

184371 12

(1) Duas extremidades - faca dupla, extremidade


esquerda - faca simples.

RR06F004 13

2 - 15
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 4 ou 2
Inglês: 184371

184371 12

(2) Duas extremidades - faca dupla, extremidade


esquerda - faca simples.

93102424 14

Quantidade 2
Inglês: 174436

174436 15

(1) As duas extremidades da plataforma.

RR06F004 16

2 - 16
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 1
Inglês: 194521

194521A 17

(1) Conjunto da transmissão

93102420 18

Quantidade 1 ou 2
Inglês: 174474

174474 19

(1) Tubo de retorno - 2152 - 45 pés.

93102392 20

2 - 17
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 1 ou 2
Inglês: 174474

174474 19

(2) Tubo de retorno - 2152 - 20 pés.

93102431 21

(3) Tubo de retorno nas duas extremidades 2142, 2152,


- 30, 35, 40 pés.

93102391 22

(4) Tubo de retorno - duas extremidades 2152 - 25 pés.

93102391 23

2 - 18
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2 ou 3
Inglês: 174434

174434 24

(1) Tubo de retorno - duas extremidades 2152 - 45 pés.

93102392 25

(2) Tubo de retorno e deques 2152 - 20 pés.

93102431 26

(3) Tubo de retorno e deques.

93102475 27

2 - 19
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2 ou 3
Inglês: 174434

174434 24

(4) Tubo de retorno nas duas extremidades 2142, 2152 -


30, 35, 40 pés.

93102391 28

(5) Tubo de retorno - duas extremidades 2152 - 25 pés.

93102391 29

2 - 20
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 1, 2 ou 3
Inglês: 174432

174432 30

(2) Tubo de retorno 2152 - 45 pés.

93102392 31

(3) Tubo de retorno - somente molinete duplo - 2142,


2152 - 30, 35, 40 pés.

93102391 32

(4) Braço do molinete esquerdo e direito - 2152

93102427 33

2 - 21
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 1, 2 ou 3
Inglês: 174432

174432 30

(5) Braço do molinete esquerdo e direito - 2142

93102393 34

Quantidade 2
Inglês: 174632

174632 35

(1) Braços do molinete

93102424 36

2 - 22
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174632

174632 35

(2) Braços do molinete 2152

93102427 37

(3) Braços do molinete 2142

93102393 38

(4) Braços do molinete 2142

93102390A 39

2 - 23
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Adesivos de segurança - 2162


Os seguintes sinais de segurança são colocados em sua máquina como guia para sua segurança e para aqueles
que trabalham com você. Caminhe ao redor da máquina e observe o conteúdo e a localização desses sinais de
segurança antes de operar a máquina.

Mantenha os sinais de segurança limpos e legíveis. Limpe os sinais de segurança com um pano macio, água, e um
detergente suave. Não use solvente, gasolina ou outro produto químico áspero. Os solventes, a gasolina e outros
produtos químicos fortes podem danificar ou remover os sinais de segurança.

Substitua todos os sinais de segurança que estejam danificados, cobertos com tinta, ilegíveis ou faltando. Se um
sinal de segurança estiver em uma peça que foi substituída, certifique-se de que o sinal de segurança seja instalado
na peça nova. Consulte seu revendedor para obter novos sinais de segurança.

Os sinais de segurança que exibem o símbolo "Ler Manual do Operador"


destinam-se a orientar o operador a consultar o Manual do Operador para obter
mais informações sobre a manutenção, ajustes ou procedimentos para áreas
específicas da máquina. Quando um sinal de segurança exibir este símbolo,
consulte a página apropriada do manual do operador.

93103407 1
Traseiro

2 - 24
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

93103405 2
Direito

93103404 3

2 - 25
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174682

174682 4

(1) Sem-fim transversal superior.

93102407 5

(2) Sem-fim transversal superior.

93102408 6

2 - 26
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174684

174684 7

(1) Faca vertical esquerda e direita.

93102410 8

Quantidade 2
Inglês: 113482

113482 9

(1) As duas extremidades da plataforma.

RR06F004 10

2 - 27
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2 ou 4
Inglês: 184371

184371 11

(1) Duas extremidades - faca dupla, extremidade


esquerda - faca simples.

RR06F004 12

(2) Duas extremidades - faca dupla, extremidade


esquerda - faca simples.

93102424 13

2 - 28
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174436

174436 14

(1) As duas extremidades da plataforma.

RR06F004 15

Quantidade 1
Inglês: 194521

194521A 16

(1) Conjunto da transmissão

93102420 17

2 - 29
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 1
Inglês: 174474

174474 18

(1) Tubo de retorno - 2162

93102425 19

Quantidade 5
Inglês: 174434

174434 20

(1) Tubo de retorno - duas extremidades 2162.

93102425 21

2 - 30
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 5
Inglês: 174434

174434 20

(4) Tubo de retorno e deques.

93102475 22

Quantidade 3
Inglês: 174432

174432 23

(1) Tubo de retorno 2162

93102425 24

2 - 31
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 3
Inglês: 174432

174432 23

(4) Braço do molinete esquerdo e direito - 2162

93102427 25

Quantidade 2
Inglês: 174632

174632 26

(1) Braços do molinete

93102424 27

2 - 32
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Quantidade 2
Inglês: 174632

174632 26

(2) Braços do molinete 2162

93102427 28

2 - 33
2 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

2 - 34
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE
TRANSPORTE DE REMESSA

Plataforma de transporte Conversão da posição de campo para a de


transporte
PERIGO CUIDADO
Perigo de esmagamento! Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plata- As rodas cairão quando você liberar o meca-
forma sempre faça o seguinte: desengate o nismo. Fique longe das rodas e libere o me-
mecanismo de debulha, erga a plataforma à canismo com muito cuidado.
sua altura máxima, aplique o freio de esta- A não observância desses procedimentos po-
cionamento e pare o motor. Coloque a trava derá resultar em lesões leves ou moderadas.
C0060A
de segurança da plataforma sobre a haste do
cilindro.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

Erga inteiramente a plataforma e continue como segue:

Rodas esquerdas para o transporte


1. Retire o pino de segurança (1).

RR07H083 1

3-1
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

2. Puxe a alça de travamento (1) e desengate a articula-


ção (2) da orelha (3) para abaixar as rodas.

RR07H083 2

3. Coloque o conjunto da suspensão no local totalmente


para cima (1) na perna e abaixe a alça (2) até o trava-
mento.

93102411 3

4. Retire o pino (1) do armazenamento na parte superior


da perna.

RR06E047 4

3-2
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

5. Mova e gire as rodas no sentido horário para que a


orelha (1) fique virada para frente.

93102406 5

6. Insira o pino (1) e gire-o para travar.

RR06E047 6

7. Localize a barra de reboque (1) no eixo e empurre con-


tra a trava (2) até que os pinos da barra se encaixem
nos ganchos (3).

RR07H081 7

3-3
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

8. Verifique se a trava (1) se engatou na barra de rebo-


que.

RR07H081 8

9. Instale o pino da forquilha (1) e prenda com o contra-


pino.

RR07H081 9

10. Conecte o bujão (1) para as luzes.

RR06E047 10

3-4
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

Rodas direitas para transportar


1. Nas rodas na extremidade direita da plataforma, retire
o pino do grampo (1) da trava.

93102377B 11

2. Erga a trava (1), desengate o eixo direito e abaixe até


o solo.

93102377B 12

3. Puxe cuidadosamente a alavanca (1) para liberar a


mola e deixar a roda tocar o solo.

RR06E157 13

4. Erga a roda e a articulação com a alça (1) e posicione


a articulação na segunda ranhura a partir de baixo.

93102377B 14

3-5
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

5. Abaixe a alavanca (1) até travar.

93102377B 15

6. Retire o pino (1) e instale em (2) para prender a arti-


culação. Gire o pino (1) até travar.

93102377 16

7. Para posicionar a roda esquerda (1), puxe o pino (2),


gire a roda no sentido anti-horário e trave novamente
com o pino (2).

93102377 17

8. No pino direito (1), gire a roda no sentido horário e


trave com o pino (1).

RR06E157 18

3-6
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

9. Gire o eixo direito (1) até a parte dianteira da plata-


forma.

RR06E156 19

10. Retire o pino (1), erga o apoio (2) até a posição vertical
e reinsira o pino (1).

RR06E052 20

AVISO: Garanta que o pino (1) engate no tubo do eixo.

11. Gire a escora (2) para a posição e insira-a na ranhura


(3) por trás da barra de corte.

93102383A 21

12. Posicione a escora de forma que o pino (1) engate no


orifício no suporte (2).

93102383A 22

3-7
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

Plataforma de transporte conversão da posição de transporte para a


posição de campo da 2162
É possível rebocar as plataformas atrás da colheitadeira
ou com a opção do transporte de baixa velocidade/roda
estabilizadora, ou em um transportador. Consulte os ma-
nuais do operador da colheitadeira ou seu concessioná-
rio.
1. Calce os pneus para impedir que a plataforma role e
se desengate do veículo de reboque.
Remova a barra de reboque da seguinte forma:
2. Desconecte o conector de fiação (1) na barra do re-
boque.

RR06E144 1

3. Remova o pino (1) da barra do reboque e desmonte a


seção de avanço (2) da seção de recuo (3).

RR06E144 2

4. Desconecte o conector de fiação (1) da roda dianteira.

RR06E047 3

3-8
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

5. Remova o pino da forquilha (1) e guarde-o para insta-


lar posteriormente.

RR07H081 4

6. Empurre a trava (1) e levante a barra de reboque (2)


do gancho. Solte a trava.

RR07H081 5

Armazene a barra de reboque na plataforma da seguinte


forma:
7. Coloque a extremidade maior de uma seção da barra
de reboque no berço (1) no tubo traseiro da plata-
forma.

93102423 6

8. Fixe a extremidade da forquilha da barra de reboque


no suporte (1) na folha de extremidade com o pino de
engate (2). Prenda com o contrapino.

93102404 7

3-9
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

9. Instale a tira de borracha (1) no berço.

93102423 8

Da mesma forma, posicione a outra seção da barra de


reboque no berço na outra extremidade da plataforma.
10. Prenda a extremidade do tubo no suporte (1) com o
pino da forquilha (2). Prenda com o contrapino.

93102405 9

11. Instale a tira de borracha (1) no berço.

93102423 10

12. Fixe a plataforma à unidade motorizada. Consulte o


manual do operador da colheitadeira.
AVISO: Carregar a barra de reboque na plataforma irá
afetar a flutuação principal da plataforma em todas as
plataformas e o equilíbrio das asas na plataforma flexível
com draper 2162. Consulte a flutuação da asa da plata-
forma e a flutuação da plataforma para obter os procedi-
mentos de ajuste.

3 - 10
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

Rodas dianteiras para o campo


PERIGO
Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plata-
forma sempre faça o seguinte: desengate o
mecanismo de debulha, erga a plataforma à
sua altura máxima, aplique o freio de esta-
cionamento e pare o motor. Coloque a trava
de segurança da plataforma sobre a haste do
cilindro.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

1. Levante a plataforma totalmente.


2. Gire o conjunto de rodas de forma que as rodas fiquem
alinhadas com a estrutura inferior.
3. Remova o pino (1) e puxe o conjunto de rodas para a
parte traseira da plataforma. Armazene o pino (2) no
orifício na parte superior da perna.

RR07H085 11

93102409 12

3 - 11
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

4. Puxe a alavanca (1) para soltar e abaixar a articula-


ção.

RR06E049 13

5. Alinhe o gancho de elevação (1) com a aba (2) e le-


vante o conjunto de rodas para engatá-lo no pino no
gancho. Verifique se a trava (3) está engatada.

RR07H083 14

6. Instale o pino da forquilha (1) e prenda com o contra-


pino.

RR07H083 15

3 - 12
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

7. Levante o conjunto de rodas até a altura desejada e


deslize a articulação (1) para dentro do compartimento
correto no suporte vertical.

RR06E049 16

8. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

RR06E049 17

Rodas traseiras no campo


1. Puxe o pino (1) na roda esquerda, gire a roda no sen-
tido horário e trave com o pino (1).

RR06E050 18

3 - 13
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

2. Remova o pino em (1). Armazene o pino em (2) con-


forme mostrado.

RR06E051 19

3. Puxe a alavanca (1) para liberar.

RR06E051 20

4. Levante a roda até a altura desejada e engate o canal


de suporte no compartimento (1) no suporte superior.

RR06E051 21

3 - 14
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

5. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

RR06E051 22

6. Na roda da barra de corte direita, puxe o pino (1) no


esteio (2), desengate o braço da barra de corte e baixe
o braço contra o eixo (3).

93102383A 23

7. Remova o pino (1), abaixe o suporte (2) no eixo e


insira novamente o pino no suporte.

93102383A 24

8. Gire o eixo no sentido horário até a parte traseira da


plataforma.
9. Puxe o pino (1) na roda direita, gire a roda no sen-
tido anti-horário até a posição mostrada e trave com
o pino.

RR06E157 25

3 - 15
3 - OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

10. Remova o contrapino (1) da trava. (2)

93102377B 26

11. Levante a roda, levante a trava (1) e engate a aba (2)


no eixo esquerdo. Verifique se a trava está fechada.

93102377B 27

12. Prenda a trava com o contrapino (1).

93102377B 28

AVISO: Verifique se as rodas estão travadas e se a ala-


vanca está na posição travada.

3 - 16
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO
INFORMAÇÕES GERAIS

Tipos de leira
Há três critérios básicos pelos quais a qualidade de uma • Boa condição climática - uma leira bem-formada que
leira é medida: apoia as plataformas no solo e mantém juntas em condi-
• Distribuição do peso - plataformas e fardos distribuídos ções extremas de tempo.
uniformemente em toda a largura da leira.
• Boa cura - uma leira aberta e frouxa para secagem me-
lhor.

Tipo de leira Descrição Distribuição do Cura Condição Orientações


peso climática de ajuste da
máquina *
Paralelo Os Ótimo Ótimo Ótimo Velocidade
enfardamentos média de corte.
são paralelos Ângulo médio da
à leira e às plataforma.
plataformas
uniformemente
distribuídas em
toda a largura da
leira. Essa leira
pode ser formada
por entrega no
centro ou na
extremidade.
45 ° diagonal As pontas do Ruim Regular Ruim Velocidade baixa
enfardamento do molinete.
são alinhadas Passo do dente
em uma borda e menos agressivo.
as plataformas A cultura está
são ao longo da inclinada.
borda opost, 45
° perpendicular à
leira. Essa leira
pode ser formada
pela entrega final
ou centralizada se
a cultura estiver
caindo para um
lado.

4-1
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Tipo de leira Descrição Distribuição do Cura Condição Orientações


peso climática de ajuste da
máquina *
75 ° diagonal Os Regular Ótimo Regular Velocidade baixa
enfardamentos do molinete.
estão mais Passo do dente
próximos ao menos agressivo.
paralelo do que A cultura está
a leira de 45 °. inclinada.
As pontas do
enfardamento
estão alinhadas
ao longo de
uma borda com
as plataformas
opostas, 75 °
perpendicular à
leira. Essa leira
pode ser formada
pela entrega final
ou centralizada se
a cultura estiver
caindo para um
lado.

* Ajustes da máquina na velocidade efetiva fixa.

4-2
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Dicas para preparar feno 2152


Cura inclinação para o norte. Se o feno estiver enfardado e
cortado, pense em enfardar os campos voltados para
Um processo de cura rápido vai manter a qualidade o sul e cortar os campos voltados para o norte.
máxima porque:
• Quando a umidade relativa estiver alta, a taxa de eva-
• 5 % de proteína é perdida para cada dia que o feno poração será baixa e o feno secará mais lentamente.
fica no solo.
• Caso não haja vento, o ar saturado fica preso ao redor
• Quanto mais cedo o feno cortado for retirado, mais da leira. Rastelar ou espalhar vai expor o feno a ar
cedo se iniciará o próximo cultivo. mais fresco, menos saturado.

• Deixar a leira da forma mais ampla e estreita possível • Também é recomendado cortar feno perpendicular à
proporciona um processo de cura mais rápido. direção dos ventos predominantes.

• O feno curado deve ser enfardado o mais rápido pos-


sível.
Configuração da leira
• Recomenda-se que uma leira com as seguintes ca-
Umidade do solo racterísticas seja produzida.

• Em solo úmido, a regra geral de "ampla e estreita" • Consulte a configuração da plataforma para obter de-
não se aplica. Uma leira mais estreita vai secar mais talhes sobre como ajustar a plataforma.
rapidamente que o feno deixado em solo úmido.
Configuração Vantagem
Quando o solo estiver mais úmido do que o feno, a umi- Alta e macia O movimento do ar através
dade do solo é absorvida pelo feno acima dele. Deter- da leira é mais importante
mine o nível de umidade do solo antes de cortar. Use um para o processo de cura
testador de umidade ou estime o nível: que a luz do sol direta.
Formação consistente, Permite um fluxo
Nível - % Umidade Condição sem cachos homogêneo de material
Molhado Mais de 45 O solo está para a enfardadeira,
lamacento picador, etc, e permite
Úmido 25-45 Mostra pegadas uma secagem ainda
Seco Menos de 25 A superfície está maior.
empoeirada Distribuição homogênea Resulta em fardos
de material através da leira homogêneos e
Se o solo estiver úmido devido à irrigação, aguarde consistentes para

até a umidade do solo ficar abaixo de 45 %. minimizar os problemas
de manipulação e
• Se o solo estiver úmido devido a chuvas constantes, empilhagem.
corte quando o clima permitir e deixe o feno no solo Condicionada de forma Evita danos excessivos às
úmido até ele secar com o nível de umidade do solo. adequada folhas.
• O feno cortado vai secar até o nível de umidade do
solo abaixo do qual ele seca, portanto pense em mo- Dirigir sobre as leiras
ver a leira para um solo mais seco.
• Dirigir sobre leiras cortadas pode prolongar o tempo
Clima e topografia de secagem em um dia inteiro em feno que não será
rastelado.
• Corte o máximo de feno possível até o meio-dia,
• Caso seja viável, coloque proteções de formação para
quando as condições de secagem são as melhores.
uma leira que possa ser estendida.
• Os campos com inclinação para o sul têm até 100 %
mais exposição ao calor do sol que os campos com
NOTA: Dirigir sobre leiras em colheitas de alta produtivi-
dade pode ser inevitável caso seja necessária uma leira
de largura total.

Rastelar e espalhar nenhuma vantagem em rastelar ou espalhar se o solo


abaixo da leira estiver seco.
• Rastelar e espalhar acelera a secagem; entretanto,
• Devem ser viradas grandes leiras em solos úmidos
os benefícios devem ser analisados em relação às
quando atingem 40 - 50 % de umidade.
perdas adicionais de folhas resultantes. Há pouca ou

4-3
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

• O feno não deve ser rastelado nem espalhado com que a água escape e evapore mais rapidamente. En-
menos de 25 % de umidade ou excessivas perdas de tretanto, o feno tratado em solo úmido também vai ab-
produtividade ocorrerão. sorver a umidade do solo mais rapidamente.
• Antes de decidir usar um agente de secagem, os cus-
Agentes químicos de secagem tos e benefícios relacionados à sua área devem ser
comparados cuidadosamente.
• Os agentes de secagem do feno funcionam remo-
vendo a cera das superfícies de legumes, permitindo

4-4
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

HEADER SETUP

Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2142


e 2152
ADVERTÊNCIA PERIGO
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes Perigo de esmagamento!
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar As travas de segurança incorporadas ao sis-
serviços na máquina. tema de erguimento da plataforma travam a
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate plataforma na posição erguida. Engate as tra-
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os vas de segurança nos dois lados antes de tra-
acessórios até o chão, ou erga e engate todas balhar sob uma plataforma suspensa.
as travas de segurança. 4. Desligue o motor. A não observância desses procedimentos po-
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a derá resultar em morte ou lesões graves.
D0029A
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

AVISO: Para evitar danos aos braços do suporte do moli-


nete, não transporte a plataforma com as escoras do mo-
linete engatadas.

As escoras do molinete estão localizadas em cada braço


de suporte do molinete. Para engatar os suportes do
molinete, consulte as ilustrações e proceda da seguinte
forma:

Plataforma 2142
1. Levante o molinete até a altura máxima.
2. Mova as escoras (1) até a posição engatada.

93102426 1

3. Baixe o molinete até as escoras entrarem em contato


com as estruturas da extremidade.
NOTA: Mantenha o parafuso de articulação (1) adequa-
damente apertado de forma que a escora permaneça na
posição armazenada quando não estiver em uso, mas
possa entretanto ser engatada manualmente.

93102426 2

4-5
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Para desengatar as escoras do molinete, levante o moli-


nete, empurre as escoras do braço (1) de volta contra o
braço do molinete.

93102426 3

Plataformas 2152
1. Levante o molinete até a altura máxima.
2. Mova as escoras (1) até a posição engatada.
NOTA: Mantenha o parafuso de articulação (2) adequa-
damente apertado de forma que a escora permaneça na
posição armazenada quando não estiver em uso, mas
possa entretanto ser engatada manualmente.

RR06E028 4

4-6
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. No braço do molinete central nas plataformas do moli-


nete de separação, mova a trava (1) até a posição interna
para engatar o pino (2) sob a escora.

93104593 5

RR06E030 6

4. Baixe o molinete até as escoras entrarem em contato


com as estruturas da extremidade.
5. Para desengatar as escoras do molinete, levante o
molinete, empurre as escoras externas do braço (1) de
volta contra o braço do molinete.

RR06E028 7

6. Para plataformas de molinete de separação, mova a


trava (1) para a posição externa.

93104593 8

4-7
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2162


ADVERTÊNCIA PERIGO
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes Perigo de esmagamento!
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar As travas de segurança incorporadas ao sis-
serviços na máquina. tema de erguimento da plataforma travam a
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate plataforma na posição erguida. Engate as tra-
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os vas de segurança nos dois lados antes de tra-
acessórios até o chão, ou erga e engate todas balhar sob uma plataforma suspensa.
as travas de segurança. 4. Desligue o motor. A não observância desses procedimentos po-
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a derá resultar em morte ou lesões graves.
D0029A
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

AVISO: Para evitar danos aos braços do suporte do moli-


nete, não transporte a plataforma com as escoras do mo-
linete engatadas.

As escoras do molinete estão localizadas em cada braço


de suporte do molinete. Para engatar os suportes do
molinete, consulte as ilustrações e proceda da seguinte
forma:

Plataformas 2162
1. Levante o molinete até a altura máxima.
2. Mova as escoras (1) até a posição engatada.
NOTA: Mantenha o parafuso de articulação (2) adequa-
damente apertado de forma que a escora permaneça na
posição armazenada quando não estiver em uso, mas
possa entretanto ser engatada manualmente.

RR06E028 1

4-8
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. No braço do molinete central nas plataformas do moli-


nete de separação, mova a trava (1) até a posição interna
para engatar o pino (2) sob a escora.

93104594 2

RR06E030 3

4. Baixe o molinete até as escoras entrarem em contato


com as estruturas da extremidade.
5. Para desengatar as escoras do molinete, levante o
molinete, empurre as escoras externas do braço (1) de
volta contra o braço do molinete.

RR06E028 4

6. Para plataformas de molinete de separação, mova a


trava (1) para a posição externa.

93104594 5

4-9
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Configuração da plataforma
A tabela a seguir é fornecida como guia para ajustar 4. Localize o ajuste mais adequado para o molinete.
o molinete de coleta e a plataforma. Podem ser feitos 5. Consulte o gráfico para ver os ajustes do molinete.
ajustes diferentes dos sugeridos para que seja possível
adequar a máquina a várias colheitas e condições não
incluídas na tabela. Para usar a tabela, proceda da Exemplo; na tabela - canola, deixe corte longo, colheita
seguinte forma: pesada. Selecione o ajuste B. No gráfico (próxima pá-
1. Determine o tipo de colheita a ser cortada. gina) - coloque o came em 2, posicione o molinete em 3
ou 4 e corte com ângulos de plataformas variadas para
2. Determine o comprimento desejado do restolho. atender a diversas condições de colheitas.
3. Determine a condição da colheita.

Tipo de RESTOLHO CONFIGURAÇÃO RECOMENDADA DA MÁQUINA Notas


colheita
Tipo de RESTOLHO CONDIÇÃO DA COLHEITA Notas
colheita
Tipo de RESTOLHO LEVE NORMAL PESADO ALOJADA Notas
colheita
Cereais 10 - 20 cm (4 - E A B D ou G a, b, c, d
8 in)
25+ cm (10+ F A B D ou G a, b, c, d
in)
Terra C A A A a

Alfafa 25+ cm (10+ E A A ou C - a


in)

Canola 25+ cm (10+ F A B ou H D a, b, c


in)

Forragem Terra A A ou J J - a

Arroz 25+ cm (10+ F A G G a, b, c, d


in)

• Ajuste o molinete para frente de modo a ficar próximo • Pode ser necessário puxar o molinete para trás para
do chão ou quando a inclinação da plataforma for para evitar encaroçamentos ou obstruções na barra de
trás. Dedos/dentes irão cavar o solo em posições corte em colheitas mais finas.
extremas de avanço do molinete – ajuste as sapatas A capacidade mínima de carga de colheita (área mí-

ou o ângulo da plataforma para compensar. Ajuste nima de exposição do cortador entre o molinete e
o molinete para trás de modo a afastá-lo do chão ou a chapa traseira) ocorre com o molinete na posição
quando a inclinação da plataforma for para frente. mais avançada.
• A inclinação da plataforma pode ser aumentada para A capacidade máxima de carga de colheita (área mí-

aproximar o molinete do solo ou diminuída para levar nima de exposição do cortador entre o molinete e
o molinete para longe do solo enquanto mantém o a chapa traseira) ocorre com o molinete na posição
fluxo do material nos cortadores. mais recuada.
• Para deixar uma quantia máxima de restolho para trás A velocidade da ponta dos dedos/dentes na barra de

em uma colheita assentada, erga a plataforma, mas corte se torna mais alta que a velocidade do molinete
aumente a inclinação da plataforma para manter o em ajustes do came mais altas, devido à natureza
molinete próximo do solo. Posicione o molinete to- da ação do came. Consulte o gráfico de ajustes do
talmente para frente. molinete.

4 - 10
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

REFERÊN- NÚ- NÚMERO ÂN- PADRÃO DO DEDO DO MOLINETE


CIA DO MERO DE DE PO- GULO DA
AJUSTE DO AJUSTE SIÇÃO PLATA-
MOLINETE DO CAME DO MO- FORMA
(ganho LINETE
de velo-
cidade do
dedo)
A 2 6 ou 7 Meio
(20%)

RH06E319 1

B 2 3 ou 4 Variável
(20%)

RH06E317 2

C 3 6 ou 7 Meio
(30%)

RH06E318 3

4 - 11
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

REFERÊN- NÚMERO NÚMERO ÂNGULO PADRÃO DO DEDO DO MOLINETE


CIA DO DE DE PO- DA PLA-
AJUSTE DO AJUSTE SIÇÃO TA-
MOLINETE DO CAME DO MO- FORMA
(ganho de LINETE
velocidade
do dedo)
D 3 3 ou 4 Variável
(30%)

RH06E314 4

E 4 6 ou 7 Meio
(35%)

RH06E320 5

F 4 2 ou 3 Variável
(35%)

RH06E313 6

4 - 12
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

REFERÊN- NÚ- NÚMERO ÂNGULO PADRÃO DO DEDO DO MOLINETE


CIA DO MERO DE DE PO- DA PLA-
AJUSTE DO AJUSTE SIÇÃO TA-
MOLINETE DO CAME DO MO- FORMA
(ganho LINETE
de velo-
cidade do
dedo)
G 4 1 Máximo
(35%)

RH06E315 7

H 4 1 Variável
(35%)

RH06E316 8

J 1 6 ou 7 Meio
(0)

RH06E321 9

Variáveis de operação da plataforma - 2142 e 2152


O funcionamento satisfatório da plataforma em todas as situações exige a realização de ajustes adequados para
garantir o ajuste às várias culturas e condições.
A operação correta reduz a perda da colheita e permite o corte de mais hectares. Além disso, ajustes adequados e
manutenção oportuna vão aumentar o tempo de serviço que você tem com a máquina.

4 - 13
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

As variáveis listadas abaixo e detalhadas nas páginas a seguir vão afetar o desempenho da máquina. Rapidamente
você se tornará um especialista no ajuste da máquina para obter os resultados desejados.

Variável Seção
Altura de corte 4-16, 4-30
Flutuação da plataforma 4-36, 4-38, 4-43, 4-45, 4-48
Ângulo da plataforma 4-49
Velocidade do molinete 4-51
Velocidade efetiva 4-53
Velocidade do corte 4-54
Velocidade da faca 4-55
Altura do molinete 4-58
Posição de avanço/recuo 4-59, 4-60, 4-62
do molinete
Passo do dente 4-72, 4-73
Divisores de cultura e 4-79, 4-80 e 4-84.
hastes

4 - 14
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Variáveis de operação da plataforma - 2162


O funcionamento satisfatório da plataforma em todas as situações exige a realização de ajustes adequados para
garantir o ajuste às várias culturas e condições.
A operação correta reduz a perda da colheita e permite o corte de mais hectares. Além disso, ajustes adequados e
manutenção oportuna vão aumentar o tempo de serviço que você tem com a máquina.
As variáveis listadas abaixo e detalhadas nas páginas a seguir vão afetar o desempenho da máquina. Rapidamente
você se tornará um especialista no ajuste da máquina para obter os resultados desejados.

Variável Seção
Altura de corte 4-23, 4-33
Flutuação da plataforma 4-37, 4-40, 4-43, 4-45, 4-48
Ângulo da plataforma 4-49
Velocidade do molinete 4-52
Velocidade efetiva 4-53
Velocidade do corte 4-54
Velocidade da faca 4-55
Altura do molinete 4-58
Posição de avanço/recuo 4-59, 4-60, 4-62
do molinete
Passo do dente 4-72, 4-73
Divisores de cultura e 4-79, 4-82 e 4-87.
hastes

4 - 15
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Corte acima do solo 2142 e 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

As séries 2142 e 2152 de plataformas de corte são pro-


jetadas para permitir que um operador corte a colheita
acima do solo a uma altura do restolho desejada, ou corte
a colheita no nível do solo com a plataforma no solo. A
altura de corte varia, dependendo se é utilizado enleira-
mento ou corte reto, qual é o tipo de colheita, etc. Con-
sulte informações sobre enleiramento.
A altura de corte é controlada através de uma combina-
ção de ajuste do cilindro de elevação da plataforma e um
sistema de rodas do estabilizador ou um sistema de ro-
das do estabilizador/transporte de baixa velocidade. O
sistema de rodas do estabilizador em ambas as opções
foi projetado para minimizar a vibração nas extremidades
da plataforma e pode ser usado para “flutuar” as platafor-
mas para obter uma altura de corte homogênea ao cortar
grãos de cereais acima do nível do solo. O sistema pode
fornecer uma altura de corte extremamente homogênea e
reduzir enormemente a fadiga do operador. Os dois siste-
mas somente estão disponíveis nas plataformas 9 m (30
ft), 11 m (35 ft), 12 m (40 ft), e 14 m (45 ft). A configu-
ração correta exige ‘equilibrar’ a quantidade de peso da
plataforma carregado pela flutuação principal e as rodas
do estabilizador.
1. Levante a plataforma de forma que as rodas do esta-
bilizador saiam do solo. Desligue o motor e remova a
chave.
2. Verifique se a flutuação principal está funcionando
corretamente. Verifique a flutuação da plataforma.
3. Configure as rodas do estabilizador, se instaladas, da
seguinte forma: Caso contrário, continue com a etapa
4.
AVISO: Não use o sistema de rodas do estabilizador para
o controle da altura da plataforma se sua plataforma foi
fabricada antes de 2007. Isso poderia resultar em danos
ao sistema de suspensão das rodas.
AVISO: A alavanca deve estar sob tensão, especialmente
quando as rodas estiverem no solo. Antes de fazer os
ajustes, levante a plataforma para que as rodas fiquem
acima do solo.

1. Suporte o peso da roda levantando levemente com


uma mão. Puxe a alavanca (1) para cima para liberar a
trava.

RR07H063 1

4 - 16
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2. Levante a roda com a alça (1) e engate o canal de


suporte dentro da ranhura central (2) no suporte superior.

RR07H063 2

3. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

RR07H063 3

4. Baixe a plataforma até a altura de corte desejada


usando os controles da colheitadeira, e verifique o com-
primento da mola conforme mostrado. Ajuste novamente
conforme necessário para alcançar a faixa.

4 - 17
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

AVISO: A operação contínua com compressão excessiva


da mola (isto é, comprimento da mola mais curto que 295
mm (12 in) (1) pode resultar em danos ao sistema de
suspensão.

RR07H073A 4

5. Configure as rodas do estabilizador/transporte de


baixa velocidade, se instalado, da seguinte forma:
Caso contrário, continue com a etapa 7.
Ajuste as rodas direitas da seguinte forma:
6. Remova o contrapino (1) do trinco.

93102377B 5

4 - 18
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

7. Desengate o trinco (1) e levante a roda direita para


fora do gancho e coloque no solo conforme mostrado.
Isso reduz o peso do conjunto e facilita o ajuste da
posição da roda.

93102377B 6

8. Suporte o peso da roda esquerda levantando leve-


mente com uma mão. Puxe a alavanca (1) para cima
para liberar a trava.

93102377B 7

9. Levante a roda esquerda até a altura desejada e en-


gate o canal de suporte no compartimento (1) no su-
porte superior.

93102377B 8

10. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

93102377B 9

4 - 19
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

11. Levante a roda do lado direito de volta para a posição


de campo e verifique se o trinco (1) está engatado.

93102377B 10

12. Prenda a trava com o contrapino (1).

93102377B 11

Ajuste as rodas esquerdas da seguinte forma:


13. Suporte o peso da roda levantando levemente com
uma mão. Puxe a alavanca (1) para cima para liberar
a trava.

RR06E049 12

14. Levante as rodas até a altura desejada e engate o ca-


nal de suporte no compartimento (1) no suporte supe-
rior.

RR06E049 13

4 - 20
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

15. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

RR06E049 14

16. Baixe a plataforma até a altura de corte desejada


usando os controles da colheitadeira, e verifique o
indicador de carga conforme mostrado abaixo. Ajuste
novamente conforme necessário para alcançar a
faixa mostrada.
AVISO: A operação contínua com compressão excessiva
da mola (isto é, indicador de carga com leitura acima de
nº 4) pode resultar em danos ao sistema de suspensão.

RR07H074 15

4 - 21
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

17. Ajuste o ângulo da plataforma até o ângulo de traba-


lho desejado através dos controles de ângulo da pla-
taforma das máquinas. Se o ângulo não for crítico,
configure-o na posição intermediária.
18. Use o ahhc da colheitadeira para manter a altura de
corte automaticamente. Consulte o manual do opera-
dor da sua colheitadeira e as instruções do ahhc para
obter detalhes.
NOTA: Os ajustes de ângulo da plataforma ou o controle
de pressão do solo do ahhc devem ser usados para ajus-
tes de altura de corte realizados durante o processo.

4 - 22
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Corte acima do solo 2162


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

As séries 2162 de plataformas de cortadores são projeta-


das para permitir que um operador corte a colheita acima
do solo a uma altura do restolho desejada, ou corte a co-
lheita no nível do solo com a plataforma no solo. A altura
de corte varia, dependendo se é utilizado enleiramento
ou corte reto, qual é o tipo de colheita, etc. Consulte in-
formações sobre enleiramento.
A altura de corte é controlada através de uma combina-
ção de ajuste do cilindro de elevação da plataforma e um
sistema de rodas do estabilizador ou um sistema de ro-
das do estabilizador/transporte de baixa velocidade. O
sistema de rodas do estabilizador em ambas as opções
foi projetado para minimizar a vibração nas extremidades
da plataforma e pode ser usado para “flutuar” as platafor-
mas para obter uma altura de corte homogênea ao cortar
grãos de cereais acima do nível do solo. O sistema pode
fornecer uma altura de corte extremamente homogênea e
reduzir enormemente a fadiga do operador. Os dois siste-
mas somente estão disponíveis nas plataformas 9 m (30
ft), 11 m (35 ft), 12 m (40 ft), e 14 m (45 ft). A configu-
ração correta exige ‘equilibrar’ a quantidade de peso da
plataforma carregado pela flutuação principal e as rodas
do estabilizador.
1. Levante a plataforma de forma que as rodas do esta-
bilizador saiam do solo. Desligue o motor e remova a
chave.
2. Verifique se a flutuação principal está funcionando
corretamente. Verifique a flutuação da plataforma.
3. Configure as rodas do estabilizador, se instaladas, da
seguinte forma: Caso contrário, continue com a etapa
4.
AVISO: Não use o sistema de rodas do estabilizador para
o controle da altura da plataforma se sua plataforma foi
fabricada antes de 2007. Isso poderia resultar em danos
ao sistema de suspensão das rodas.
NOTA: A alavanca deve estar sob tensão, especialmente
quando as rodas estiverem no solo. Antes de fazer os
ajustes, levante a plataforma para que as rodas fiquem
acima do solo.

1. Suporte o peso da roda levantando levemente com


uma mão. Puxe a alavanca (1) para cima para liberar a
trava.

RR07H063 1

4 - 23
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2. Levante a roda com a alça (1) e engate o canal de


suporte dentro da ranhura central (2) no suporte superior.

RR07H063 2

3. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

RR07H063 3

4. Baixe a plataforma até a altura de corte desejada


usando os controles da colheitadeira, e verifique o com-
primento da mola conforme mostrado. Ajuste novamente
conforme necessário para alcançar a faixa.

4 - 24
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

AVISO: A operação contínua com compressão excessiva


da mola (isto é, comprimento da mola mais curto que 295
mm (12 in) (1) pode resultar em danos ao sistema de
suspensão.

RR07H073A 4

5. Configure as rodas do estabilizador/transporte de


baixa velocidade, se instalado, da seguinte forma:
Caso contrário, continue com a etapa 7.
Ajuste as rodas direitas da seguinte forma:
6. Remova o contrapino (1) do trinco.

93102377B 5

4 - 25
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

7. Desengate o trinco (1) e levante a roda direita para


fora do gancho e coloque no solo conforme mostrado.
Isso reduz o peso do conjunto e facilita o ajuste da
posição da roda.

93102377B 6

8. Suporte o peso da roda esquerda levantando leve-


mente com uma mão. Puxe a alavanca (1) para cima
para liberar a trava.

93102377B 7

9. Levante a roda esquerda até a altura desejada e en-


gate o canal de suporte no compartimento (1) no su-
porte superior.

93102377B 8

10. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

93102377B 9

4 - 26
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

11. Levante a roda do lado direito de volta para a posição


de campo e verifique se o trinco (1) está engatado.

93102377B 10

12. Prenda a trava com o contrapino (1).

93102377B 11

Ajuste as rodas esquerdas da seguinte forma:


13. Suporte o peso da roda levantando levemente com
uma mão. Puxe a alavanca (1) para cima para liberar
a trava.

RR06E049 12

14. Levante as rodas até a altura desejada e engate o ca-


nal de suporte no compartimento (1) no suporte supe-
rior.

RR06E049 13

4 - 27
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

15. Pressione a alavanca (1) para baixo para travar.

RR06E049 14

16. Baixe a plataforma até a altura de corte desejada


usando os controles da colheitadeira, e verifique o
indicador de carga conforme mostrado abaixo. Ajuste
novamente conforme necessário para alcançar a
faixa mostrada.
AVISO: A operação contínua com compressão excessiva
da mola (isto é, indicador de carga com leitura acima de
nº 4) pode resultar em danos ao sistema de suspensão.

RR07H074 15

4 - 28
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

17. Ajuste o ângulo da plataforma até o ângulo de traba-


lho desejado através dos controles de ângulo da pla-
taforma das máquinas. Se o ângulo não for crítico,
configure-o na posição intermediária.
18. Use o ahhc da colheitadeira para manter a altura de
corte automaticamente. Consulte o manual do opera-
dor da sua colheitadeira e as instruções do ahhc para
obter detalhes.
NOTA: Os ajustes de ângulo da plataforma ou o controle
de pressão do solo do ahhc devem ser usados para ajus-
tes de altura de corte realizados durante o processo.

4 - 29
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Cortando no nível do solo 2142 e 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

As séries 2142 e 2152 de plataformas de corte são pro-


jetadas para permitir que um operador corte a colheita
acima do solo a uma altura do restolho desejada, ou corte
a colheita no nível do solo com a plataforma no solo. A
altura de corte varia, dependendo se é utilizado enleira-
mento ou corte reto, qual é o tipo de colheita, etc. Con-
sulte informações sobre enleiramento.

Corte no nível do solo


O corte no nível do solo é controlado por meio de uma
combinação de sapatas, ângulo da plataforma e ajuste
de flutuação, e não pelos cilindros de elevação da pla-
taforma. Fazer com que a plataforma se "desloque" nas
sapatas permite que a articulação de flutuação flutue a
plataforma sobre obstáculos e acompanhe o contorno do
solo, em vez de suportar a plataforma com o cilindro.
Abaixar as sapatas ou diminuir o ângulo da plataforma
aumenta a altura do corte. Isso pode ser desejável em
condições pedregosas, para reduzir os danos aos com-
ponentes de corte. Além disso, um comprimento maior
de restolho ajuda o material a secar mais rapidamente.
Levantar as sapatas e aumentar o ângulo da plataforma
permite que a colheita seja “raspada”.
Ajuste a plataforma da seguinte forma:
1. Levante totalmente as rodas do estabilizador, ou as
rodas do transporte de baixa velocidade, se instala-
das. Consulte a seção anterior.
2. Levante totalmente a plataforma, engate os batentes
do cilindro de elevação, desligue o motor e remova a
chave.
Para obter a altura de corte desejada, ajuste as sapatas
como segue:

Sapatas externas
1. Remova o contrapino (1) em cada sapata (2).

RR07H072 1

4 - 30
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2. Segure a sapata e remova o pino (1) desengatando a


estrutura e, em seguida, puxando-a no sentido contrário
à sapata.

RR07H072 2

3. Levante ou baixe a sapata até a posição desejada


usando os furos no suporte como guia.
4. Reinstale o pino (1), engate na estrutura e prenda com
o contrapino (2).

RR07H072 3

Sapatas internas
1. Remova o contrapino (1).

RR06E146 4

2. Segure a sapata (1) e remova o pino (2) puxando-o


para baixo para desengatar a estrutura e, em seguida,
puxando no sentido contrário à sapata.

RR06E146 5

4 - 31
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. Levante ou abaixe a sapata (1) até a posição desejada


usando os orifícios no suporte (2) como guia.

RR06E146 6

4. Reinsira o pino (1), engate-o na estrutura e prenda


com o contrapino (2).

RR06E146 7

5. Verifique se as sapatas estão ajustadas na mesma


posição.
6. Ajuste o ângulo da plataforma até a posição de traba-
lho desejada usando os controles de ângulo da pla-
taforma. Se o ângulo não for crítico, configure-o na
posição intermediária.
7. Verifique a flutuação da plataforma conforme descrito
na seção seguinte.

4 - 32
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Cortando no nível do solo


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

As séries 2162 de plataformas de cortadores são projeta-


das para permitir que um operador corte a colheita acima
do solo a uma altura do restolho desejada, ou corte a co-
lheita no nível do solo com a plataforma no solo. A altura
de corte varia, dependendo se é utilizado enleiramento
ou corte reto, qual é o tipo de colheita etc. Consulte infor-
mações sobre enleiramento.

Corte no nível do solo


O corte no nível do solo é controlado por meio de uma
combinação de sapatas, ângulo da plataforma e ajuste
de flutuação, e não pelos cilindros de elevação da pla-
taforma. Fazer com que a plataforma se "desloque" nas
sapatas permite que a articulação de flutuação flutue a
plataforma sobre obstáculos e acompanhe o contorno do
solo, em vez de suportar a plataforma com o cilindro.
Abaixar as sapatas ou diminuir o ângulo da plataforma
aumenta a altura do corte. Isso pode ser desejável em
condições pedregosas, para reduzir os danos aos com-
ponentes de corte. Além disso, um comprimento maior
de restolho ajuda o material a secar mais rapidamente.
Levantar as sapatas e aumentar o ângulo da plataforma
permite que a colheita seja “raspada”.
Ajuste a plataforma da seguinte forma:
1. Levante totalmente as rodas do estabilizador, ou as
rodas do transporte de baixa velocidade, se instala-
das. Consulte a seção anterior.
2. Levante totalmente a plataforma, engate os batentes
do cilindro de elevação, desligue o motor e remova a
chave.
Para obter a altura de corte desejada, ajuste as sapatas
como segue:

4 - 33
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Sapatas externas
1. Remova o contrapino (1) em cada sapata (2).

RR07H072 1

2. Segure a sapata e remova o pino (1) desengatando a


estrutura e, em seguida, puxando-a no sentido contrário
à sapata.

RR07H072 2

3. Levante ou baixe a sapata até a posição desejada


usando os furos no suporte como guia.
4. Reinstale o pino (1), engate na estrutura e prenda com
o contrapino (2).

RR07H072 3

Sapatas internas
1. Remova o contrapino (1).

RR06E146 4

4 - 34
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2. Segure a sapata (1) e remova o pino (2) puxando-o


para baixo para desengatar a estrutura e, em seguida,
puxando no sentido contrário à sapata.

RR06E146 5

3. Levante ou abaixe a sapata (1) até a posição desejada


usando os orifícios no suporte (2) como guia.

RR06E146 6

4. Reinsira o pino (1), engate-o na estrutura e prenda


com o contrapino (2).

RR06E146 7

5. Verifique se as sapatas estão ajustadas na mesma


posição.
6. Ajuste o ângulo da plataforma até a posição de traba-
lho desejada usando os controles de ângulo da pla-
taforma. Se o ângulo não for crítico, configure-o na
posição intermediária.
7. Verifique a flutuação da plataforma conforme descrito
na seção seguinte.

4 - 35
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Flutuação da plataforma 2142 e 2152


As plataformas de colheitadeira 2142 e 2152 terão melhor
desempenho com mínimo peso adicional na plataforma,
sob condições normais. Verifique as flutuações a seguir:

Travas da flutuação principal


A flutuação principal da plataforma trava (1) e (2); trave e
destrave o sistema de flutuação da plataforma.

RR07H141 1

AVISO: Deve-se engatar as travas da flutuação principal


quando a plataforma estiver sendo transportada com o
adaptador anexo de forma que não haja movimento re-
lativo entre o adaptador e a plataforma durante o trans-
porte. Também deve-se travar as travas de flutuação du-
rante a desconexão da colheitadeira para permitir que a
carcaça do alimentador solte o adaptador. Existem duas
travas, uma em cada lado do adaptador.

1. Desengate as travas de flutuação principais movendo


o trinco (1) no sentido contrário ao adaptador e mo-
vendo a alavanca (2) em cada trava para a posição
mais baixa. Nesta posição, a plataforma está destra-
vada e pode flutuar em relação ao adaptador. RR06J013 2

2. Mova a alavanca (1) para cima até a posição mais alta


para engatar as travas da flutuação principal. Nesta
posição, a plataforma não pode se mover em relação
ao adaptador.

RR06J013 3

4 - 36
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Flutuação da plataforma
As plataformas de colheitadeira 2162 terão melhor de-
sempenho com mínimo peso adicional na plataforma, sob
condições normais. Verifique as flutuações a seguir:

Travas da flutuação principal


A flutuação principal da plataforma trava (1) e (2); trave e
destrave o sistema de flutuação da plataforma.

RR07H141 1

AVISO: Deve-se engatar as travas da flutuação principal


quando a plataforma estiver sendo transportada com o
adaptador anexo de forma que não haja movimento re-
lativo entre o adaptador e a plataforma durante o trans-
porte. Também deve-se travar as travas de flutuação du-
rante a desconexão da colheitadeira para permitir que a
carcaça do alimentador solte o adaptador. Existem duas
travas, uma em cada lado do adaptador.

1. Desengate as travas de flutuação principais movendo


o trinco (1) no sentido contrário ao adaptador e mo-
vendo a alavanca (2) em cada trava para a posição
mais baixa. Nesta posição, a plataforma está destra-
vada e pode flutuar em relação ao adaptador. RR06J013 2

2. Mova a alavanca (1) para cima até a posição mais alta


para engatar as travas da flutuação principal. Nesta
posição, a plataforma não pode se mover em relação
ao adaptador.

RR06J013 3

4 - 37
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Verificando a flutuação 2142 e 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Se ajustar a flutuação principal da plataforma flexível


com cortador 2162, certifique-se de que as travas de
flutuação de ambas as asas estejam engatadas (1).

RH07G138 1

2. Certifique-se de que as alavancas de travamento de


flutuação da plataforma estejam para baixo (destrava-
das). (1).

RR06J013 2

3. Configure a articulação central até a faixa intermediá-


ria (b para c (1) no indicador de flutuação/ângulo, se
instalado). Ajuste a barra de corte a 150 - 250 mm (6 -
10 in) (2) acima do solo. Desligue a ignição e remova
a chave.

RR06J054 3

4 - 38
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Se a plataforma estiver equipada com rodas do esta-


bilizador ou rodas do transporte de baixa velocidade,
levante-as acima do solo conforme a seguir, de forma
que elas sejam suportadas pela plataforma.
5. Levante a plataforma na altura da escora diagonal tra-
seira (1) ou do tubo de retorno. A plataforma deve mo-
ver para cima com aproximadamente 334 N (75 lb) de
força e, em seguida, retornar à posição original.

RR08K017 4

NOTA: Verifique o movimento das alavancas em cotovelo


na base do adaptador. Elas devem mover para frente
quando a plataforma é levantada e, em seguida, retornar
à posição original.

6. Se for necessário força excessiva, o ajuste de flutua-


ção está muito baixo. Se a plataforma não retornar à
posição original, o ajuste de flutuação está muito alto.
Consulte informações sobre como ajustar a flutuação
da plataforma – normal, ou como ajustar a flutuação
da plataforma – barra de corte no solo.

93102430 5

AVISO: Para evitar quebra frequente dos componentes


da foice, furos no solo ou acúmulo de solo na barra de
corte em condições de umidade, deve-se ajustar a flutua-
ção da plataforma do modo mais leve possível sem cau-
sar vibração em excesso. Quando o ajuste da plataforma
é leve, pode ser necessário usar uma velocidade efetiva
mais baixa para evitar vibração em excesso e um corte
mal feito.
NOTA: É possível usar as rodas do estabilizador em con-
junto com a flutuação principal para minimizar a vibração
nas extremidades da plataforma e controlar a altura do
corte ao cortar acima do nível do solo. Consulte informa-
ções sobre a altura de corte para obter detalhes.
NOTA: Caso não seja possível obter a flutuação ade-
quada da plataforma por meio de todos os ajustes dis-
poníveis, uma mola opcional para serviços pesados está
disponível. Ela inclui uma mola interna. Consulte o con-
cessionário ou o catálogo de peças para obter informa-
ções sobre como fazer o pedido.

4 - 39
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Verificando a flutuação
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Se ajustar a flutuação principal da plataforma flexível


com cortador 2162, certifique-se de que as travas de
flutuação de ambas as asas estejam engatadas (1).

RH07G138 1

2. Certifique-se de que as alavancas de travamento de


flutuação da plataforma estejam para baixo (destrava-
das). (1).

RR06J013 2

4 - 40
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. Configure a articulação central até a faixa intermediá-


ria (b para c (1) no indicador de flutuação/ângulo, se
instalado). Ajuste a barra de corte a 150 - 250 mm (6 -
10 in) (2) acima do solo. Desligue a ignição e remova
a chave.

RR06J054 3

4. Se a plataforma estiver equipada com rodas do esta-


bilizador ou rodas do transporte de baixa velocidade,
levante-as acima do solo conforme a seguir, de forma
que elas sejam suportadas pela plataforma.
5. Levante a plataforma na altura da escora diagonal tra-
seira (1) ou do tubo de retorno. A plataforma deve mo-
ver para cima com aproximadamente 334 N (75 lb) de
força e, em seguida, retornar à posição original.

RR08K017 4

NOTA: Verifique o movimento das alavancas em cotovelo


na base do adaptador. Elas devem mover para frente
quando a plataforma é levantada e, em seguida, retornar
à posição original.

6. Se for necessário força excessiva, o ajuste de flutua-


ção está muito baixo. Se a plataforma não retornar à
posição original, o ajuste de flutuação está muito alto.
Consulte informações sobre como ajustar a flutuação
da plataforma – normal, ou como ajustar a flutuação
da plataforma – barra de corte no solo.

93102430 5

4 - 41
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

AVISO: Para evitar quebra frequente dos componentes


da foice, furos no solo ou acúmulo de solo na barra de
corte em condições de umidade, deve-se ajustar a flutua-
ção da plataforma do modo mais leve possível sem cau-
sar vibração em excesso. Quando o ajuste da plataforma
é leve, pode ser necessário usar uma velocidade efetiva
mais baixa para evitar vibração em excesso e um corte
mal feito.
NOTA: É possível usar as rodas do estabilizador em con-
junto com a flutuação principal para minimizar a vibração
nas extremidades da plataforma e controlar a altura do
corte ao cortar acima do nível do solo. Consulte informa-
ções sobre a altura de corte para obter detalhes.
NOTA: Caso não seja possível obter a flutuação ade-
quada da plataforma por meio de todos os ajustes dis-
poníveis, uma mola opcional para serviços pesados está
disponível. Ela inclui uma mola interna. Consulte o con-
cessionário ou o catálogo de peças para obter informa-
ções sobre como fazer o pedido.

4 - 42
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajuste de flutuação da plataforma normal


1. Se ajustar a flutuação da plataforma flexível com dra-
per 2162, certifique-se de que as travas de flutuação de
ambas as asas estejam engatadas.

RH07G138 1

2. Certifique-se de que as alavancas de flutuação da pla-


taforma estejam para baixo (destravadas).

RR06J013 2

3. Aperte os parafusos (1) no lado direito e (2) no lado


esquerdo do adaptador para aumentar a flutuação (isso
faz com que a plataforma fique mais leve).

RR06J180 3

93102422 4

4 - 43
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Solte os parafusos (1) no lado direito e (2) esquerdo


do adaptador para diminuir a flutuação (aumenta o peso
da plataforma).

RR06J180 5

RR06J180 6

AVISO: Gire cada par de parafusos em quantidades equi-


valentes.

5. A flutuação é ajustada de forma correta quando:


• para faca simples de 9 m (30 ft), 11 m (35 ft) e 12 m
(40 ft): os dois lados da plataforma são ajustados com o
mesmo peso (aprox. 334 N (75 lb) de força.
• para faca dupla de 12 m (40 ft) e 14 m (45 ft): o lado
direito é um pouco mais pesado (afrouxe os parafusos do
regulador do lado direito (1) em duas voltas).

RR06J180 7

AVISO: O ajuste correto da flutuação de acordo com as


informações acima é fundamental para manter o equilí-
brio correto da asa ao cortar no nível do solo.

4 - 44
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajuste de flutuação da plataforma barra de corte no solo


Ajuste a flutuação da plataforma como segue ao trabalhar
com a barra de corte no solo.
1. Configure a articulação central até a faixa intermediária
(b para c no indicador de flutuação/ângulo (1), se insta-
lado).

RR06J054 1

2. Ajuste a flutuação com os parafusos apropriados (1)


no lado esquerdo e (2) no lado direito, para que a arruela
(3) atrás da porca de parada (4) fique frouxa, e depois
retire os parafusos de ajuste (1) e (2) duas voltas.

93102422 2

RR06J180 3

93102467 4

4 - 45
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

RR06J013 5

3. Ajuste a altura do alojamento do alimentador enquanto


observa o indicador de flutuação (1) para definir a força
inferior da barra de corte (normalmente 2 no indicador).
Abaixe a altura do alojamento do alimentador para au-
mentar a pressão no solo (diminuir a flutuação). A leitura
do indicador vai aumentar.

RR06J054 6

NOTA: A instalação do acessório do controlador automá-


tico de altura da plataforma é recomendada para o corte
no solo, se a colheitadeira estiver equipada para criar in-
terface com ele.

4. Ao cortar no solo, ajuste o ângulo da plataforma para


obter a altura desejada de restolho. Ahhc indica "a" para
o ângulo mais fundo/restolho mais alto, "d" para o ângulo
mais íngreme/restolho mais baixo.
5. Em campos com muitas pedras, ajuste as sapatas para
erguer as proteções ao operar no ângulo da plataforma
mais plano para diminuir a escavação de pedras.
6. Aumente a altura da plataforma ou diminua o ângulo
da plataforma para minimizar a movimentação de solo.
NOTA: As mudanças no ângulo da plataforma e na posi-
ção de avanço/recuo do molinete são afetam significati-
vamente a flutuação da plataforma (força inferior).

4 - 46
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Bloqueio de flutuação da asa 2162


A plataforma flexível com corte 2162 é projetada para
operar com a barra de corte no nível do solo. As três se-
ções se movem de forma independente para acompanhar
o contorno do solo. Neste modo, a trava de flutuação da
asa está destravada.
A plataforma flexível com corte também pode ser operada
como uma plataforma rígida com a barra de corte reta.
Uma aplicação típica é com os cereais ao cortar acima
do nível do solo. Neste modo, a trava de flutuação da
asa está travada.
Trave e destrave a flutuação da asa da seguinte forma:
1. Para operar com flutuação da asa, coloque a alavanca
da mola (1) no compartimento inferior para destravar.
RH07G139 1

2. Para operar sem flutuação da asa (barra de corte rí-


gida), coloque a alavanca da mola (1) no compartimento
superior para travar.

RH07G138 2

3. Se a articulação da trava (1) não desengatar, levante


e baixe a plataforma, altere o ângulo da plataforma, ou
dirija a colheitadeira para causar o movimento da asa que
deve fazer com que ela seja desengatada.

RR06M007 3

4. A asa também pode ser movida usando-se a chave (1)


fornecida e aplicando-se torque no parafuso (2). A chave
está armazenada na perna da plataforma, logo abaixo da
trava de flutuação da asa.

RR06M007 4

4 - 47
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Flutuação da asa ajustes na articulação


A flutuação da asa foi ajustada na fábrica, mas os ajustes
a seguir podem ser necessários para melhor operação da
plataforma flexível com draper 2162:
• Equilíbrio da asa
• Endireitamento da barra de corte no modo de trava-
mento
• Faixa flexível da asa
Consulte informações sobre a flutuação da asa da pla-
taforma para obter detalhes sobre como realizar esses
ajustes. Consulte: 5-75.

4 - 48
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ângulo da plataforma
O ângulo da plataforma é o ângulo entre os cortadores e o
solo, podendo ser ajustável para acomodar as condições
de colheita e/ou do tipo de solo. O ângulo de proteção
é semelhante ao ângulo da plataforma, que é o ângulo
entre a superfície superior de proteção e o solo. Consulte
a ilustração.

Articulação central mais curta (1)


Ângulo de proteção (2) ângulo da plataforma (3).

RR06E141C 1

Articulação central mais longa (1)


Ângulo de proteção (2) ângulo da plataforma (3).

RR06E141D 2

Recomendam-se ângulos de plataforma mais planos


para as condições normais da colheita e para solos
pedregosos porque minimiza a quebra da seção da foice
e reduz a cavação do solo ou o acúmulo na barra de
corte em condições molhadas.
Recomendam-se ângulos mais íngremes em culturas
"caídas" para uma melhor ação de elevação, ou para um
corte próximo ao solo, como ocorre no feno. Consulte o
passo do dente do molinete e a posição de avanço/recuo
do molinete para ver os detalhes de ajuste. Consulte
4-72. Consulte 4-59. Consulte 4-60. Consulte 4-62. O
ângulo da plataforma também afeta o tipo de leira que
é feita. Consulte o enleiramento. Escolha um ângulo
que maximize o desempenho para suas condições de
colheita e campo.
A tabela a seguir resume o intervalo de ajuste:

4 - 49
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Largura Ângulo de corte Ângulo de proteção Largura Ângulo de corte Ângulo de proteção
da plata- da plata-
forma forma
15 N/D N/D 40 13.0 - 18.4 ° 2.0 - 7.4 °
20 13.0 - 18.4 ° 7.0 - 12.4 ° 45 13.0 - 18.4 ° 2.0 - 7.4 °
25 13.0 - 18.4 ° 7.0 - 12.4 °
30 13.0° - 18.4° ° 2.0 - 7.4 ° Ajuste do ângulo
35 13.0 - 18.4 ° 2.0 - 7.4 °
O ângulo da plataforma varia ao se ajustar o comprimento
do elo central superior (mecânico ou hidráulico) entre o
adaptador da colheitadeira e a plataforma. Consulte o
"ângulo da plataforma" no manual do operador da colhei-
tadeira para ver os detalhes de ajuste.

4 - 50
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Velocidade do molinete 2152


A velocidade do molinete afeta a alimentação da cultura
para dentro da foice e nos drapers, bem como a suavi-
dade e a homogeneidade da cultura fornecida. Operar o
molinete muito rapidamente ou muito lentamente em re-
lação à velocidade efetiva pode causar aglomeração. Na
velocidade correta, os discos do molinete devem parecer
estarem sendo conduzidos pelo solo. Se eles parecem
estar deslizando em relação ao solo, o molinete está gi-
rando muito lentamente. Se eles parecem girar exces-
sivamente em relação ao solo, a velocidade do molinete
pode estar muito alta.
Em culturas verticais, o molinete deve estar à mesma ve-
locidade efetiva ou um pouco acima, varrendo a cultura
através da foice. Culturas horizontais ou culturas que es-
tejam se inclinando no sentido contrário à barra de corte
exigem uma maior velocidade do molinete em relação à
velocidade efetiva. Isso pode ser obtido aumentando a
velocidade do molinete, diminuindo a velocidade efetiva,
ou fazendo ambos.
O despedaçamento excessivo dos grãos ou cultura no
tubo de retorno da plataforma pode ser uma indicação
de que a velocidade do molinete está muito alta. Veloci-
dades excessivas do molinete podem causar o desgaste
indesejado dos componentes do molinete e carga desne-
cessária no acionamento do molinete, resultando em um
movimento desigual do molinete. Normalmente, moline-
tes de 9 blocos podem funcionar de forma eficaz em ve-
locidades mais baixas, minimizando a perda da colheita
em culturas com tendência a despedaçamento.
A velocidade do molinete pode ser ajustada através dos
controles na cabine da colheitadeira. Consulte “veloci-
dade do molinete” no manual do operador da sua colhei-
tadeira para obter detalhes sobre o ajuste.

Rodas dentadas opcionais de acionamento


do molinete – somente 2152
Sistema Colheita- Aplicação Roda den-
hidráulico deira tada de
da máquina aciona-
mento
Todos Todos Padrão 19 dentes
13.79 - 14.48 Série Case Colher arroz 10 dentes
MPa (2000 - 2300, 2500.
2100 psi)
20.68 MPa Case IH Colher arroz 14 dentes
(3000 psi) 7010, 8010.
Baixo fluxo - Colher grãos 21 dentes
abaixo de 42 leves acima
l/min (11 US de 16 km/h
gpm)gpm (10 mph)
Todas as rodas dentadas estão disponíveis como uma
opção à roda dentada instalada de fábrica. Consulte o
departamento de peças do seu revendedor para fazer o
pedido de rodas dentadas. Consulte informações sobre
rodas dentadas de acionamento do molinete para obter
os detalhes de instalação.

4 - 51
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Velocidade do molinete 2162


A velocidade do molinete afeta a alimentação da cultura
para dentro da foice e nos drapers, bem como a suavi-
dade e a homogeneidade da cultura fornecida. Operar o
molinete muito rapidamente ou muito lentamente em re-
lação à velocidade efetiva pode causar aglomeração. Na
velocidade correta, os discos do molinete devem parecer
estarem sendo conduzidos pelo solo. Se eles parecem
estar deslizando em relação ao solo, o molinete está gi-
rando muito lentamente. Se eles parecem girar exces-
sivamente em relação ao solo, a velocidade do molinete
pode estar muito alta.
Em culturas verticais, o molinete deve estar à mesma ve-
locidade efetiva ou um pouco acima, varrendo a cultura
através da foice. Culturas horizontais ou culturas que es-
tejam se inclinando no sentido contrário à barra de corte
exigem uma maior velocidade do molinete em relação à
velocidade efetiva. Isso pode ser obtido aumentando a
velocidade do molinete, diminuindo a velocidade efetiva,
ou fazendo ambos.
O despedaçamento excessivo dos grãos ou cultura no
tubo de retorno da plataforma pode ser uma indicação
de que a velocidade do molinete está muito alta. Veloci-
dades excessivas do molinete podem causar o desgaste
indesejado dos componentes do molinete e carga desne-
cessária no acionamento do molinete, resultando em um
movimento desigual do molinete. Normalmente, moline-
tes de 9 blocos podem funcionar de forma eficaz em ve-
locidades mais baixas, minimizando a perda da colheita
em culturas com tendência a despedaçamento.
A velocidade do molinete pode ser ajustada através dos
controles na cabine da colheitadeira. Consulte “veloci-
dade do molinete” no manual do operador da sua colhei-
tadeira para obter detalhes sobre o ajuste.

Rodas dentadas opcionais de acionamento


do molinete – somente 2162
Sistema Colheita- Aplicação Roda den-
hidráulico deira tada de
da máquina aciona-
mento
Todos Todos Padrão 19 dentes
13.79 - 14.48 Série Case Colher arroz 10 dentes
MPa (2000 - 2300, 2500.
2100 psi)
20.68 MPa Case IH Colher arroz 14 dentes
(3000 psi) 7010, 8010.
Baixo fluxo - Colher grãos 21 dentes
abaixo de 42 leves acima
l/min (11 US de 16 km/h
gpm)gpm (10 mph)
Todas as rodas dentadas estão disponíveis como uma
opção à roda dentada instalada de fábrica. Consulte o
departamento de peças do seu revendedor para fazer o
pedido de rodas dentadas. Consulte informações sobre
rodas dentadas de acionamento do molinete para obter
os detalhes de instalação.

4 - 52
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Velocidade efetiva
A velocidade efetiva deve ser tal que a foice possa cortar
a colheita com suavidade e limpeza, garantindo a entrega
desejada de material para a abertura. O excesso de velo-
cidade efetiva resulta em corte "esfarrapado". Consulte o
enleiramento para ver os efeitos da velocidade de avanço
na formação da leira.
Em culturas difíceis de cortar, como linho, reduza a velo-
cidade efetiva para reduzir as cargas nos componentes
e acionamentos de corte. Ao cortar culturas muito leves
como feijões comestíveis, a velocidade efetiva talvez pre-
cise ser reduzida para permitir que o molinete pegue as
plantas pequenas e curtas. Comece com 4.8 - 5.8 km/h
(3 - 3.6 mph) e ajuste conforme necessário.
Velocidades mais altas exigem ajustes de flutuação mai-
ores para impedir trepidação excessiva. Isso vai resultar
em maiores danos ao componente de corte.
Na maioria dos casos, à medida que aumenta a veloci-
dade efetiva, a velocidade de corte e do molinete deve
maior para que a máquina vença o material extra.
O gráfico abaixo indica a relação entre a velocidade efe-
tiva e a área de corte para os sete tamanhos de plata-
forma.
Exemplo mostrado:
Com uma velocidade efetiva de 9.7 km/h (6.0 mph) com
uma plataforma de 25 ft, a área de corte em uma hora
seria de aproximadamente 7.3 ha (18.0 ac).

RH06E328 1

4 - 53
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Velocidade do corte
1. A velocidade dos cortadores laterais/da plataforma (1)
é ajustada no controle de fluxo no adaptador da colhei-
tadeira.

93102398A 1

2. Gire o botão (1) quatro voltas a partir da posição fe-


chada, e depois ajuste a velocidade de corte para con-
seguir uma boa alimentação de colheita no cortador
do adaptador. Uma velocidade excessiva vai reduzir
a vida útil do cortador.

RR06J068 2

NOTA: Se não for possível obter uma velocidade sufici-


ente do cortador, uma causa possível é a baixa pressão
de alívio. Consulte o manual de serviço técnico para ve-
rificar e ajustar a pressão de alívio.
3. O cortador de alimentação do adaptador (1) é contro-
lado pela bomba hidráulica montada do adaptador. A
velocidade é ajustada em fábrica e não pode ser mo-
dificada.

93102398A 3

4 - 54
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Velocidade da faca
O acionamento da foice da plataforma é realizado pela
bomba hidráulica montada do adaptador. A velocidade
de acionamento da foice é ajustada em fábrica para com-
binar com a velocidade nominal do alojamento do alimen-
tador da sua colheitadeira.
AVISO: Para ver os alojamentos do alimentador de velo-
cidade variável, esse será o ajuste mínimo de velocidade.
Se desejar operar o alojamento do alimentador variável
com uma velocidade maior do que a mínima, o fluxo com
o motor de acionamento da foice deve ser reduzido para
impedir o excesso de velocidade, o que poderia resultar
em falha prematura da foice. Se for necessário ajustar,
entre em contato com seu revendedor ou consulte o ma-
nual técnico do adaptador da colheitadeira CA20.

Orientações de velocidade da faca


Consulte os gráficos a seguir para ver as orientações so-
bre as velocidades recomendadas da faca para uma cul-
tura em particular. É fornecido um gráfico para cada ta-
manho de plataforma ou intervalo de tamanhos, e se a
plataforma é uma máquina de faca única ou dupla. Con-
sulte os exemplos depois de cada gráfico.

93104623A 1

NOTA: exemplo: o grupo de corte A colhe a 8 km/h (5


mph) com faca única – use velocidade de faca 595 - 645
RPM (1.420 e 1.470 spm).

4 - 55
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

93104622A 2

NOTA: exemplo: o grupo de corte A ou B colhe a 8 km/h


(5 mph) com duas facas – use velocidade de faca de
aprox. 680 rpm (1.360 spm).

93104621A 3

NOTA: exemplo: linho de corte a 8 km/h (5 mph) com


faca única – use velocidade de faca entre 600 e 650 rpm
(1.200 e 1.300 spm).

4 - 56
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

RH06E333B 4

NOTA: exemplo: linho de corte a 13.7 km/h (8.5 mph)


com faca única – use velocidade de faca entre 595 e 645
rpm (1.190 e 1.290 spm).
NOTA: Próximo à velocidade máxima da faca única por
12 m (40 ft), o que pode causar corte esfarrapado. Máqui-
nas com duas facas oferecem maior velocidade de faca
e corte mais limpo.

4 - 57
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Altura do molinete
Dependendo da altura da colheita, ajuste a altura do mo-
linete para carregar o material através da foice e até os
cortadores. Opere os componentes hidráulicos da colhei-
tadeira como necessário. Consulte também a posição de
avanço/recuo do molinete.

Gráfico de altura do molinete


Condição da colheita Posição do molinete
Colher arroz Para baixo (também
aumenta a velocidade do
molinete e/ou o ajuste do
came)
Posição espessa ou Para cima
pesada
NOTA: As indicações de que o molinete pode estar muito
baixo são perda de colheita sobre o tubo posterior da pla-
taforma, perturbação da colheita nos cortadores causada
pelos dedos do molinete ou o fato de a colheita estar
sendo empurrada para baixo pelos tubos de dentes.
AVISO: Mantenha uma folga adequada para impedir que
os dedos entrem em contato com a foice ou com o solo.
Verifique a folga do molinete até a barra de corte. Con-
sulte: 5-54. Consulte: 5-56.

4 - 58
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Posição do molinete avanço/Recuo


Constatou-se que a posição do molinete é um fator
essencial na hora de obter bons resultados em
condições adversas. A posição do molinete é ajustada
em fábrica para garantir uma cultura de posição reta
média e pode ser ajustada para frente e para trás para
as diferentes condições da colheita.
• Para colheitas com posição reta, centralize o molinete
sobre a barra de corte (4-5 no medidor).
• Para as colheitas que estão deitadas, enroscadas ou
inclinadas, pode ser necessário mover o molinete para
frente da barra de corte (para um número inferior no
medidor).
AVISO: Quando se encontrar dificuldade para erguer as
colheitas deitadas, comece ajustando o ângulo da plata-
forma para uma posição mais íngreme. Isso inclina toda a
combinação do molinete/foice/cortador e em geral o pro-
blema está resolvido. Consulte "ângulo da plataforma"
no manual do operador da colheitadeira para ver os de-
talhes de ajuste. Ajuste a posição do molinete apenas se
os ajustes no ângulo da plataforma não forem satisfató-
rios.
É fornecido um adesivo de medição (1) no braço de su-
porte direito do molinete para identificar a posição dese-
jada. A borda posterior do disco do came do molinete é
o indicador do medidor.

RR06E041 1

NOTA: Em culturas difíceis de colher, como arroz, ou em


culturas muito enredadas que exijam um completo repo-
sicionamento para frente do cilindro, o passo do dente do
molinete pode ser ajustado para fornecer uma colocação
adequada da colheita nos cortadores. Consulte o passo
do dente do molinete para ver os detalhes de ajuste.
AVISO: A operação com o molinete muito para frente
pode fazer com que os dedos entrem em contato com
o solo antes da barra de corte. Abaixe as sapatas de
proteção ou ajuste a inclinação da plataforma conforme
necessário ao operar o molinete nesta posição; do con-
trário, vai ocorrer dano aos dedos.

4 - 59
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajustes mecânicos avanço/Recuo


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Abaixe ou levante o molinete para que os braços de


apoio fiquem na horizontal.
2. Retire o pino (1) em cada braço de suporte.

RR06E105 1

3. Usando uma chave de 15/16 in no parafuso (1), gire


a roda dentada dentro do braço do molinete para des-
lizá-lo até a posição desejada. Se o molinete emperra
nos braços pelo desalinhamento, mova em incremen-
tos menores (dois orifícios por vez).

RR06E105 2

4 - 60
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Reinstale o pino (1). Certifique-se de que o mesmo


orifício seja usado em cada braço.

RR06E105 3

5. Verifique se o molinete está uniformemente ajustado.


6. Verifique a folga do molinete até a barra de corte após
fazer alterações na configuração do came. Consulte
informações sobre a folga do molinete até a barra
de corte para obter os procedimentos de medição e
ajuste. Consulte: 5-54.

4 - 61
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajuste hidráulico avanço/Recuo


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Selecione o modo de ajuste de avanço/recuo na


chave seletora na cabine (se aplicável).
2. Opere o sistema hidráulico para mover o molinete até
a posição desejada, novamente usando o medidor
como referência.
3. Verifique a folga do molinete até a barra de corte após
fazer alterações na configuração do came. Consulte
as informações sobre a folga do molinete até a barra
de corte para obter os procedimentos de medição e
ajuste.

Posição do cilindro de avanço/recuo


O molinete pode ser movido aproximadamente nove
polegadas para trás ao se reposicionar os cilindros nos
braços. Isso pode ser desejável ao se colher canola em
linha reta.
1. Posicione o molinete de forma que os braços de apoio
fiquem na horizontal.
Reposicione o cilindro do braço central (molinete duplo)
como segue:
Braço central - recuo:
1. Retire o parafuso e a porca (1), e os quatro parafusos
(2), dois de cada lado, que prendem a blindagem da
mangueira (3) no braço central (aplicável apenas ao
molinete duplo).

RR06E042 1

4 - 62
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2. Afaste a blindagem da mangueira e as mangueiras do


cilindro.
3. Retire os parafusos (1) que prendem a placa de su-
porte de recuo (2) e retire-a.

RR06E042 2

No braço central - dianteiro:


1. Retire os parafusos (1) para que a placa de suporte
dianteira (2) esteja livre para se movimentar para
cima.

RR06E043 3

RH08K003 4

4 - 63
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2. Erga a extremidade de recuo do cilindro para fora do


conjunto do suporte e retraia o cilindro, de forma que
o encaixe da porta central do cilindro (1) engate no
conjunto do apoio.
NOTA: Pode ser necessário afrouxar um encaixe da
mangueira para permitir a extensão ou retração da
haste do cilindro. Tenha certeza de reapertar o en-
caixe depois da instalação do cilindro.

RH08K003 5

3. Reinstale a placa de suporte dianteira (1) com parafu-


sos (2).

RH08K003 6

RR06E043 7

4 - 64
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Reposicione as mangueiras e reinstale a blindagem


(1) com os parafusos (2).

RR06E042 8

5. Posicione as mangueiras dentro da blindagem e ins-


tale o parafuso e a porca (1).

RR06E042 9

6. Reinstale a placa de suporte de recuo (1) com os pa-


rafusos (2).

RR06E042 10

4 - 65
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Reposicione o cilindro do braço direito (molinete duplo)


como segue:
No braço direito - molinete duplo:
1. Retire os parafusos (1) que prendem a placa (2) e
retire-a.

RR07H080 11

2. Retire os parafusos (1) para que o apoio dianteiro (2)


esteja livre para se mover para cima.

RR06E045 12

3. Erga a extremidade de recuo do cilindro para fora do


conjunto do suporte e retraia o cilindro, de forma que
o encaixe da porta central do cilindro (1) engate no
conjunto do apoio.
NOTA: Pode ser necessário afrouxar um encaixe da man-
gueira para permitir a extensão ou retração da haste do
cilindro. Tenha certeza de reapertar o encaixe depois da
instalação do cilindro.

RH08K003 13

4 - 66
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Reinstale as placas (1) e (2) com os parafusos (3) e


(4) respectivamente.

RR07H080 14

RR06E045 15

Reposicione o cilindro do braço direito (molinete simples)


como segue:
1. Retire o parafuso e a porca (1), os quatro parafusos
(2), dois de cada lado, que prendem a blindagem da
mangueira (3).

RR06E042 16

2. Afaste a blindagem da mangueira e as mangueiras do


cilindro.

4 - 67
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. Retire os parafusos (1) que prendem a placa de su-


porte de recuo (2) e retire a placa.

RR06E042 17

4. Retire os parafusos (1) para que o apoio dianteiro (2)


esteja livre para se mover para cima.

RR06E046 18

5. Erga a extremidade de recuo do cilindro para fora do


conjunto do suporte e retraia o cilindro, de forma que
o encaixe da porta central do cilindro (1) engate no
conjunto do apoio.
NOTA: Pode ser necessário afrouxar um encaixe da man-
gueira para permitir a extensão ou retração da haste do
cilindro. Tenha certeza de reapertar o encaixe depois da
instalação do cilindro.

RH08K003 19

4 - 68
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

6. Reinstale as placas (1) e (2) com os parafusos (3) e


(4) respectivamente.

RR06E046 20

RR06E042 21

7. Reposicione as mangueiras e reinstale a blindagem


(1) com os parafusos (2).

RR06E042 22

4 - 69
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

8. Posicione as mangueiras dentro da blindagem e ins-


tale o parafuso e a porca (1).

RR06E042 23

Reposicione o cilindro do braço esquerdo (molinete


duplo e simples) como segue:
1. Afrouxe o encaixe (1) para permitir que ele gire
quando o cilindro for reposicionado.

93104639 24

2. Retire o parafuso (1), a porca e o espaçador (2) que


prendem o cilindro no braço do molinete.

93104639 25

3. Estenda o cilindro para que o orifício de montagem se


alinhe com o novo local (1), como mostrado.
NOTA: Pode ser necessário afrouxar um encaixe da man-
gueira para permitir a extensão ou retração da haste do
cilindro. Tenha certeza de reapertar o encaixe depois da
instalação do cilindro.

93104639 26

4 - 70
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Reinstale o parafuso (1) e a porca com o espaçador


(2).

93104639 27

5. Aperte o encaixe.
6. Verifique a folga do molinete até a placa traseira, o
sem-fim transversal superior (se instalado) e as esco-
ras do molinete.
7. Ajuste o passo do dente do molinete, se necessário.
Consulte o passo do dente do molinete, ou a folga do
molinete até a barra de corte, para ver o procedimento
de ajuste. Consulte: 4-72. Consulte: 5-54. Consulte:
5-56.

4 - 71
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Passo do dente do molinete


AVISO: A seguir há a descrição do conceito e das ori- nete na posição de avanço, o ângulo do came deve ser
entações operacionais do molinete de coleta. Leia com aumentado para forçar a colheita a passar pela borda tra-
atenção antes de operar a máquina. seira da barra de corte. Se a colheita estiver sendo espa-
lhada ou o fluxo nos cortadores for prejudicado, o ângulo
Conceito do came pode ser diminuído.
• Posições do came 3 e 4 – Usado principalmente para
O molinete de coleta foi projetado para fazer a coleta deixar um restolho longo. Permite que o molinete avance
em culturas achatadas e muito assentadas. Nem sem- para frente e erga a colheita pela faca e em direção aos
pre será necessário aumentar o passo do dente (ajuste cortadores. Quanto mais para frente estiver o molinete,
do came maior) para fazer a coleta em colheitas que es- maior poderá ser o ângulo do came. O came 4 seria
tão assentadas, mas em geral os ajustes do came são usado com o molinete totalmente para frente, a fim de
usados para determinar como a cultura chegará nos cor- deixar o máximo de restolho nas colheitas assentadas.
tadores. Esse ajuste garante uma velocidade da ponta do dedo
A posição dos dedos em relação ao solo (passo do dente) aproximadamente 30 % maior do que a velocidade do
não é significativamente afetada pelo ajuste de came. molinete.
Por exemplo, o intervalo de posição do came é 33 °, mas • Posição do came 4, ângulo da plataforma no máximo
o intervalo correspondente de passo do dedo é de ape- e molinete totalmente para frente - Fornece o valor má-
nas 5 ° no ponto mais baixo da rotação do molinete. Para ximo de alcance do molinete abaixo da barra de corte
um melhor desempenho, use o ajuste mínimo do came para coletar as colheitas assentadas e dá uma veloci-
que vai entregar a colheita depois da borda traseira da dade na ponta do dedo de aproximadamente 35 % mais
barra de corte e para os cortadores. rápido do que a velocidade do molinete. A altura de corte
é ajustada em aproximadamente 203 mm (8 in) para dei-
Diretrizes operacionais xar uma quantidade significativa de restolho. Em mate-
riais úmidos como arroz, é possível dobrar a velocidade
A seguir é destacada a função de cada ajuste de came, efetiva porque a quantidade de material que está sendo
incluindo orientações para o ajuste em várias condições cortada é menor.
de colheita. Os números de ajuste podem ser vistos
NOTA: Ajustes altos do came, com a posição de avanço/
acima da ranhura no disco do came. Consulte o ajuste
recuo do molinete em 4-5, diminuem gravemente a ca-
do came.
pacidade de corte porque o molinete atrapalha o fluxo de
• Posição do came 1 - Garante o fluxo de colheita mais
colheita nos cortadores. Os dedos ainda estão envolvi-
uniforme para os cortadores sem espalhar ou atrapalhar
dos na colheita, que está se movendo pelos cortadores.
o material. Deixa a colheita cair perto da barra de corte e
Recomendam-se ajustes altos de came apenas com o
funciona melhor com a barra de corte no solo. Não enca-
molinete em ajustes completos para frente ou próximos
minhará a colheita para depois da barra de corte quando
a isso.
esta for erguida do solo e o molinete for empurrado para
frente. Inicialmente, ajuste a velocidade do molinete exa- AVISO: A distância do molinete à barra de corte sem-
tamente igual à velocidade efetiva. pre deve ser verificada depois dos ajustes realizados no
• Posição do came 2 - Posição inicial recomendada para passo do dente do molinete e na posição do molinete.
a maioria das colheitas e condições. Esse ajuste garante Verifique a folga do molinete até a barra de corte.
uma velocidade da ponta do dedo aproximadamente 20
% maior do que a velocidade do molinete. Se a colheita Para ver informações detalhadas de ajuste do molinete,
tiver a tendência de parar na barra de corte com o moli- consulte o ajuste da plataforma.

4 - 72
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajuste do came 2142 e 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

2152
1. Usando uma chave ¾ in, gire o pino da trava do
came (1) no sentido anti-horário para liberar o disco
do came.

93104596 1

AVISO: Virar o pino até a extremidade da rampa vai travar


o pino na posição desengatada. Vire o pino no sentido
horário para destravá-lo e prender o came na posição
correta antes de operar a máquina.

2. Use a chave no parafuso (1) para girar o disco do


came de forma que o pino da trava fique alinhado com
o orifício desejado (1 a 4) no (2) no disco do came.

93104596 2

3. Vire o pino da trava (1) no sentido horário para engatar


e travar o disco do came.

93104596 3

4. Em um molinete duplo, repita o processo no outro


braço onde o segundo came se encontra.

4 - 73
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2142
1. Afrouxe o parafuso (1) na braçadeira que prende o
disco do came ao braço do molinete.

RH08K004 4

2. Afrouxe o parafuso (1) no compartimento do came e


gire o came no sentido horário de forma que o para-
fuso desengate o batente do came (2).

RH08K005 5

4 - 74
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. Remova o parafuso (1) do disco do came.

RH08K005 6

4. Gire o disco do came até a posição desejada (use a


chave na cabeça do parafuso (1) se necessário).

RH08K004 7

5. Insira a cabeça do parafuso no compartimento nume-


rado e gire o disco do came de forma que o parafuso
engate o batente do came.

4 - 75
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

6. Aperte o parafuso do batente do came (1).

RH08K005 8

7. Aperte o parafuso de fixação (1).

RH08K004 9

8. Verifique a folga do molinete até a barra de corte após


fazer alterações na configuração do came. Consulte
informações sobre a folga do molinete até a barra
de corte para obter os procedimentos de medição e
ajuste.

4 - 76
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajuste do came
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

2162
1. Usando uma chave ¾ in, gire o pino da trava do
came (1) no sentido anti-horário para liberar o disco
do came.

93104596 1

AVISO: Virar o pino até a extremidade da rampa vai travar


o pino na posição desengatada. Vire o pino no sentido
horário para destravá-lo e prender o came na posição
correta antes de operar a máquina.

2. Use a chave no parafuso (1) para girar o disco do


came de forma que o pino da trava fique alinhado com
o orifício desejado (1 a 4) no (2) no disco do came.

93104596 2

3. Vire o pino da trava (1) no sentido horário para engatar


e travar o disco do came.

93104596 3

4 - 77
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Em um molinete duplo, repita o processo no outro


braço onde o segundo came se encontra.

4 - 78
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Hastes do divisor de cultura


As hastes do divisor podem ser removidas. As hastes
são adequadas quando a cultura exige colheitas baixas,
enquanto as extremidades pontiagudas do divisor de cul-
tura removível são melhores em colheitas verticais. Veja
o gráfico abaixo para obter a haste recomendada para di-
versas colheitas.

Com hastes do divisor Sem hastes do divisor


Cereal alojado Cereais verticais
Ervilha Feijões comestíveis
Lentilha Soja
Canola Arroz
Forragem de inverno Milo
Sorgo
Linho
Alfafa
Semente de forragem
Soja
Remova as hastes do divisor da seguinte forma:
1. Afrouxe o parafuso (1) e remova a haste (2).

RR06E034 1

2. Armazene ambas as hastes (1) no lado interno da fo-


lha da extremidade direita.

RR06E033 2

4 - 79
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Divisores de cultura Remoção da 2142 e 2152


PERIGO
Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plata-
forma sempre faça o seguinte: desengate o
mecanismo de debulha, erga a plataforma à
sua altura máxima, aplique o freio de esta-
cionamento e pare o motor. Coloque a trava
de segurança da plataforma sobre a haste do
cilindro.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

Os divisores de cultura podem ser removidos para ade-


quar à instalação de uma lâmina vertical em cada extre-
midade da plataforma, e para diminuir a largura de trans-
porte.

2152
1. Levante a plataforma e engate os bloqueios do cilin-
dro de elevação. Consulte o manual de operação da
colheitadeira.
2. Abra as blindagens da extremidade da plataforma.
Consulte informações sobre blindagens de extremi-
dade.
3. Levante a alavanca de segurança (1).

93102421 1

4. Segure o divisor (1), pressione a alavanca (2) para


abrir a trava e baixar o divisor.

93102421 2

4 - 80
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

5. Levante o divisor para fora da folha da extremidade.


6. Coloque o pino (1) no divisor no orifício da folha da
extremidade. Levante o divisor e coloque as abas (2)
no divisor dentro do suporte na folha da extremidade.
Certifique-se de que as abas engatam no suporte.

RR07H076 3

7. Feche a proteção da extremidade da plataforma.

2142
1. Levante a plataforma e engate os bloqueios do cilin-
dro de elevação. Consulte o manual de operação da
colheitadeira.
2. Abra a blindagem da extremidade da plataforma.
Consulte informações sobre a blindagem da extremi-
dade.
3. Remova o parafuso (1), a arruela de pressão e a ar-
ruela lisa e baixe o divisor (2).

RR07H077 4

4. Levante o divisor para fora da folha da extremidade.


5. Feche a proteção da extremidade da plataforma.

4 - 81
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Divisores de cultura Remoção da 2162


PERIGO
Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plata-
forma sempre faça o seguinte: desengate o
mecanismo de debulha, erga a plataforma à
sua altura máxima, aplique o freio de esta-
cionamento e pare o motor. Coloque a trava
de segurança da plataforma sobre a haste do
cilindro.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

Os divisores de cultura podem ser removidos para ade-


quar à instalação de uma lâmina vertical em cada extre-
midade da plataforma, e para diminuir a largura de trans-
porte.

2162
1. Levante a plataforma e engate os bloqueios do cilin-
dro de elevação. Consulte o manual de operação da
colheitadeira.
2. Abra as blindagens da extremidade da plataforma.
Consulte informações sobre blindagens de extremi-
dade.
3. Levante a alavanca de segurança (1).

93102421 1

4. Segure o divisor (1), pressione a alavanca (2) para


abrir a trava e baixar o divisor.

93102421 2

4 - 82
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

5. Levante o divisor para fora da folha da extremidade.


6. Coloque o pino (1) no divisor no orifício da folha da
extremidade. Levante o divisor e coloque as abas (2)
no divisor dentro do suporte na folha da extremidade.
Certifique-se de que as abas engatam no suporte.

RR07H076 3

7. Feche a proteção da extremidade da plataforma.

4 - 83
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Divisores de cultura instalação da 2142 e da 2152


1. Abra a blindagem da extremidade da plataforma.
2. No local de armazenamento do divisor, levante o divi-
sor para desengatar as abas (1) na extremidade infe-
rior e, em seguida, baixe-o levemente para desenga-
tar o pino (2) da folha da extremidade.

RR07H076 1

3. Posicione o divisor de cultura conforme mostrado co-


locando as abas (1) nos orifícios na folha da extremi-
dade.

RR07H079 2

4 - 84
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Levante para frente a extremidade do divisor até o


pino (1) na parte superior do divisor engatar e fechar
a trava (2).

RR07H079 3

93102421 4

5. Pressione a alavanca de segurança (1) para baixo


para travar o pino na trava.

93102421 5

6. Verifique se o divisor não se move lateralmente.


Ajuste os parafusos (1) conforme necessário para
apertar o divisor e remover a folga lateral ao puxar na
ponta do divisor.
7. Feche a proteção da extremidade.

RR06E131 6

4 - 85
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

2142
1. Abra a blindagem da extremidade.
2. Posicione o divisor de colheita colocando as abas (1)
nos orifícios na folha da extremidade.

RR07H079 7

3. Levante para frente a extremidade do divisor e instale


o parafuso (1), a arruela de pressão e uma arruela lisa.
Aperte o parafuso.

RR07H077 8

4. Verifique se o divisor não se move lateralmente.


Ajuste os parafusos (1) conforme necessário para
apertar o divisor e remover a folga lateral ao puxar na
ponta do divisor.

RR06E131 9

5. Feche a proteção da extremidade.

4 - 86
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Divisores de cultura Instalação da 2162


1. Abra a blindagem da extremidade da plataforma.
2. No local de armazenamento do divisor, levante o divi-
sor para desengatar as abas (1) na extremidade infe-
rior e, em seguida, baixe-o levemente para desenga-
tar o pino (2) da folha da extremidade.

RR07H076 1

3. Posicione o divisor de cultura conforme mostrado co-


locando as abas (1) nos orifícios na folha da extremi-
dade.

RR07H079 2

4 - 87
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Levante para frente a extremidade do divisor até o


pino (1) na parte superior do divisor engatar e fechar
a trava (2).

RR07H079 3

93102421 4

5. Pressione a alavanca de segurança (1) para baixo


para travar o pino na trava.

93102421 5

6. Verifique se o divisor não se move lateralmente.


Ajuste os parafusos (1) conforme necessário para
apertar o divisor e remover a folga lateral ao puxar na
ponta do divisor.

RR06E131 6

7. Feche a proteção da extremidade.


4 - 88
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Defletor
As plataformas de faca única 2152 são equipadas com
defletores de borracha que estão fixados no lado interno
das folhas de extremidade para impedir que o material
caia pelo espaço entre a folha e o cortador. Em alguns
casos, o material fica nos defletores e não cai sobre o
cortador. Substitua o defletor atual por um mais estreito,
ou retrabalhe o defletor atual.

Substituição do defletor
1. Retire os três parafusos franceses (1) que prendem
a extremidade posterior do defletor existente (2) na
estrutura por trás da chapa traseira.

93104636 1

2. Remova os sete rebites (1) ao longo da blindagem da


extremidade e retire o defletor.

93104637 2

3. Posicione o novo defletor (1) no suporte da folha da


extremidade e prenda com os sete rebites (2).

93104638 3

4 - 89
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Recoloque os três parafusos franceses (1) na extre-


midade posterior do defletor.

93104636 4

4 - 90
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Plataforma nivelamento
O adaptador é ajustado na fábrica para fornecer o nível
adequado para a plataforma e em geral não deve exigir
ajuste. Se a plataforma não estiver nivelada, realize as
seguintes verificações antes de ajustar as articulações de
nivelamento.
AVISO: As molas de oscilação do adaptador não são usa-
das para nivelar a plataforma.
• Verifique a pressão dos pneus da colheitadeira.
• Verifique se o alojamento do alimentador da colheita-
deira está nivelado. Consulte o manual de operação
da colheitadeira.
• Verifique se a parte superior do adaptador está nive-
lada com o eixo da colheitadeira.
Faça ajustes finos no nivelamento da plataforma, como
segue:
1. Estacione a colheitadeira em chão nivelado.
2. Verifique se a trava de oscilação está desengatada (a
plataforma pode se mover).
3. Verifique e regule o ajuste de oscilação. Consulte a
oscilação da plataforma.
4. Ajuste a plataforma com aproximadamente 150 mm
(6 in) de distância do solo e verifique se a articulação
de oscilação está encostada nos batentes inferiores.
Observe a extremidade alta e baixa da plataforma.
5. Ajuste o nível com a porca (1) em cada trava de osci- RR06J013 1
lação, como segue. Use pequenos ajustes (1/4 a 1/2
de volta) e regule cada lado igualmente, mas em dire-
ções opostas

4 - 91
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

NOTA: O parafuso de ajuste (1) não exige afrouxamento


para ajustes de até ½ volta da porca (2).

93102467 2

RR06J013 3

1. Gire o lado inferior da porca no sentido horário para


levantar a plataforma.
2. Gire o lado superior da porca no sentido anti-horário
para abaixar a plataforma.
NOTA: O ajuste de mais de duas voltas em qualquer di-
reção pode afetar desfavoravelmente a oscilação da pla-
taforma. Sempre tenha certeza de que haja uma folga
mínima de 2 - 3 mm (0.08 - 0.12 in) entre a estrutura (1)
e a parte posterior da alavanca angular (2), como mos-
trado.

93102430 4

NOTA: A oscilação não exige ajuste após o nivelamento


da plataforma.

4 - 92
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Desconexão da barra de corte


5. Engate as travas do cilindro de elevação da plata-
ADVERTÊNCIA forma.
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
ADVERTÊNCIA
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina. Perigo de corte!
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate Sempre mantenha as mãos afastadas da área
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os entre as proteções e a foice. SEMPRE use lu-
acessórios até o chão, ou erga e engate todas vas reforçadas ao manusear foices ou ao tra-
as travas de segurança. 4. Desligue o motor. balhar próximo a elas.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a A não observância desses procedimentos po-
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até derá resultar em morte ou lesões graves.
W0421A
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po- 6. Limpe a barra de corte com a mão.
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A
NOTA: Se a obstrução da foice persistir, consulte a reso-
lução de problemas.
1. Pare o movimento para frente da máquina e desen-
gate as unidades da plataforma. Adaptador de desobstrução
2. Com a plataforma no chão, recue vários passos e en-
gate a embreagem de acionamento da plataforma. 1. Pare o movimento para frente da máquina e desen-
gate as unidades da plataforma.
AVISO: Não abaixe o molinete rotativo inferior em uma
2. Erga a plataforma levemente acima do solo e levante
barra de corte bloqueada ou os componentes do molinete
o molinete.
serão danificados.
3. Ative o controle de acionamento do reverso da pla-
3. Se o bujão não soltar, desengate a embreagem de taforma na colheitadeira e engate o acionamento da
acionamento da plataforma e erga a plataforma intei- plataforma.
ramente.
4. Quando sair a obstrução, desengate o acionamento
4. Desligue o motor, retire a chave e engate o freio de da plataforma e desative a chave do reverso.
estacionamento.
5. Reengate o acionamento da plataforma.

4 - 93
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Sem-fim transversal superior

93102439 1

Plataformas de molinete duplo


O sem-fim transversal ajuda a fornecer colheitas extre-
mamente volumosas através da plataforma sobre a leira
ou dentro da colheitadeira.
As barras removíveis do batedor ajudam a fornecer
material através da abertura da plataforma, mas, se
ocorrer enrolamento, as barras do batedor podem ser
removidas como segue:
1. Retire os parafusos (1) que prendem as barras (2) e
os grampos (3) nos tubos do sem-fim e retire as barras
e os grampos.

93104633 2

Para reinstalar as barras do batedor:


1. Localize uma barra do batedor (1) com um conjunto
de braçadeiras (2) no tubo do sem-fim e prenda sem
apertar com parafuso de carreto (3) e porca. A cabeça
do parafuso deve ficar virada para a rotação do sem-
fim.

93104633 3

2. Localize os conjuntos de braçadeiras restantes no


tubo e prenda sem apertar na barra do batedor com
parafusos de carreto e porcas. As cabeças do para-
fuso devem ficar viradas para a rotação do sem-fim.
3. Posicione a segunda barra do batedor nos grampos e
prenda com parafusos de carreto e porcas.
4. Aperte os parafusos.

4 - 94
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Plataformas de um molinete
O sem-fim transversal ajuda a fornecer colheitas extre-
mamente volumosas através da plataforma sobre a leira
ou dentro da colheitadeira.
As barras removíveis do batedor ajudam a fornecer
material através da abertura da plataforma, mas, se
ocorrer enrolamento, as barras do batedor podem ser
removidas como segue:
1. Retire os parafusos (1) que prendem as barras (2) e
os grampos (3) nos tubos do sem-fim e retire as barras
e os grampos.

93104635 4

Para reinstalar as barras do batedor:


1. Localize uma barra do batedor (1) com um conjunto
de braçadeiras (2) no tubo do sem-fim e prenda sem
apertar com parafuso de carreto (3) e porca. A cabeça
do parafuso deve ficar virada para a rotação do sem-
fim.
2. Localize os conjuntos de braçadeiras restantes no
tubo e prenda sem apertar na barra do batedor com
parafusos de carreto e porcas. As cabeças do para-
fuso devem ficar viradas para a rotação do sem-fim.
3. Posicione a segunda barra do batedor nos grampos e
prenda com parafusos de carreto e porcas.
93104635 5
4. Aperte os parafusos.

4 - 95
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Blindagens de extremidade articulação


As plataformas de faca única são ajustadas em uma pro-
teção da extremidade com articulação na extremidade
esquerda da plataforma para um fácil acesso ao aciona-
mento da plataforma. A extremidade direita não é articu-
lada, mas ainda é removível.
As plataformas da faca dupla são ajustadas com prote-
ções de extremidade articuladas nas duas extremidades
da plataforma.
1. Para abrir a proteção de extremidade articulada, pres-
sione contra a trava na abertura em (1) no lado interno
da folha da extremidade.

RR06F004 1

2. Afaste a proteção da plataforma e oscile-a para fora e


para trás por trás da folha da extremidade externa até
que a trava (1) engate no gancho na folha da extremi-
dade.

93102415 2

4 - 96
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. Para fechar a proteção, erga a trava (1) e oscile a


proteção para frente até que a parte dianteira engate
no divisor de colheita (2).

93102415 3

93102412 4

4. Empurre a proteção (trava oposta) (1) até encaixar.

93104630 5

Ajustes
AVISO: As folhas da extremidade plásticas estão sujei-
tas à expansão ou à contração dependendo das grandes
variações de temperatura. O pino da trava e a dobradiça
podem ser ajustados para compensar as mudanças di-
mensionais.

1. Abra a proteção do acionamento.


2. Afrouxe os parafusos (1) no apoio.

93102414 6

4 - 97
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

3. Afrouxe os parafusos (1) no conjunto de trava (2).

RR07H086 7

4. Ajuste a proteção para atingir a distância "X", a dis-


tância entre a extremidade dianteira da proteção (1) e
a estrutura da plataforma (2) de acordo com o gráfico
a seguir.

93102413 8

Temperatura Distância "x"


Grau - °C (- °F) - mm (- in)
-4 (25) 28 (1.1)
7 (45) 24 (1.0)
18 (65) 20 (0.79)
29 (85) 16 (0.64)
41 (105) 12 (0.5)
52 (125) 8 (0.32)
63 (145) 4 (0.16)
89 (165) 0

4 - 98
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

5. Aperte os parafusos (1) e (2).

93102414 9

RR07H086 10

6. Para obter um encaixe entre a extremidade posterior


da proteção e a estrutura da plataforma, afrouxe os
parafusos (1) e ajuste a trava (2) para reposicionar a
proteção.

RR07H087 11

4 - 99
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

7. Afrouxe os parafusos (1) no apoio da proteção de ex-


tremidade e ajuste a proteção para se alinhar com a
folha da extremidade, como mostrado acima.

93102414 12

8. Aperte os parafusos (1) e (2).

RR07H087 13

93102414 14

9. Feche a proteção da extremidade.

4 - 100
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Blindagem da extremidade não articulada


1. Para retirar a blindagem da extremidade, pressione
contra a trava na abertura em (1) no lado interno da
folha da extremidade.

RR06F004 1

2. Erga a blindagem; puxe para fora e para trás para


retirar a proteção.
3. Para instalar a proteção, localize a extremidade dian-
teira no divisor de colheita (1) e posicione a proteção
sobre a folha da extremidade. O pino (2) na parte su-
perior da folha de extremidade deve engatar na pro-
teção.

RR06E054 2

4. Empurre a proteção (trava oposta) (1) até encaixar.

93104630 3

4 - 101
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

Ajustes
AVISO: As folhas da extremidade plásticas estão sujeitas
à expansão ou à contração dependendo das grandes va-
riações de temperatura. O pino de travamento pode ser
ajustado para compensar as mudanças dimensionais.

1. Retire a proteção da extremidade.


2. Afrouxe os parafusos (1) no conjunto de trava (2).

RR07H086 4

3. Ajuste o conjunto do pino (1) para atingir a distância


"X" de espaço entre a extremidade dianteira da prote-
ção (2) e a estrutura da plataforma (3) de acordo com
o gráfico a seguir.

RR07H086 5

93102413 6

Temperatura Distância "x"


Graus C. - °C (- °F) - mm (- in)
-4 (25) 28 (1.1)
7 (45) 24 (1.0)
18 (65) 20 (0.79)
29 (85) 16 (0.64)
41 (105) 12 (0.5)
52 (125) 8 (0.32)
63 (145) 4 (0.16)
89 (165) 0

4 - 102
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

4. Aperte os parafusos (1) e (2).

93102414 7

RR07H086 8

5. Para obter um encaixe entre a extremidade posterior


da proteção e a estrutura da plataforma, afrouxe os
parafusos (1) e ajuste a trava (2) para reposicionar a
proteção.

RR07H087 9

4 - 103
4 - OPERAÇÕES DE TRABALHO

6. Aperte os parafusos (1).

RR07H087 10

4 - 104
5 - MANUTENÇÃO

5 - MANUTENÇÃO
INFORMAÇÕES GERAIS

Tampa da articulação de equilíbrio


- (Somente plataforma flexível com cortador
2162)
Para retirar as tampas de articulação de equilíbrio (1):
1. Retire o parafuso (2) e erga a extremidade da tampa
para fora.

RR06E149 1

2. Gire para cima até que a extremidade interna possa


ser retirada.

RR06E148 2

3. Para instalar a tampa, coloque a extremidade interna


sobre a articulação e atrás da barra do indicador (1).

RR06E147 3

5-1
5 - MANUTENÇÃO

4. Abaixe a tampa até que ela esteja presa e contra o


tubo da plataforma.
5. Instale o parafuso (1).

RR06E149 4

5-2
5 - MANUTENÇÃO

Pontos de lubrificação
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Os pontos de engraxamento são marcados na máquina


por adesivos (1) mostrando a engraxadeira (2) e o inter-
valo (3) em horas de operação. Registre as horas de ope-
ração e use a "lista de verificação de manutenção" para
manter um registro da manutenção agendada. Consulte
o cronograma de manutenção. Consulte: 5-90 e 5-91.

RH06G004A 1

Procedimento de engraxamento
1. Limpe a graxeira com um pano limpo antes de engra-
xar para evitar a inserção de sujeira e areia.
2. Injete a graxa através do encaixe com a engraxadeira,
até que a graxa saia pelo encaixe, exceto onde indi-
cado.
3. Deixe o excesso de graxa no encaixe para eliminar a
sujeira.
4. Substitua os encaixes frouxos ou quebrados imedia-
tamente.
5. Se o encaixe não vai receber a graxa, retire e limpe
completamente. Também limpe a passagem do lubri-
ficante. Substitua o encaixe, se necessário.

Pontos de lubrificação
Consulte as ilustrações a seguir para identificar os vários
locais que exigem lubrificação.
AVISO: Intervalos de lubrificação do rolamento do moli-
nete – 500 horas. ou uma vez por temporada, o que ocor-
rer primeiro.

93102388 2

5-3
5 - MANUTENÇÃO

Corrente de acionamento do molinete (local (1)) Exibido


molinete duplo – Molinete simples é similar

RR06E108 3

Rolamento central do molinete (local (2)) Somente moli-


nete duplo.

93102479 4

Rolamento esquerdo do eixo do molinete (local (3)).

RR06E059 5

5-4
5 - MANUTENÇÃO

Molinete universal (local (4)).

RR06E057A 6

Rolamento direito do eixo do molinete (local (5)).


AVISO: A junta em U tem uma cruz de lubrificação es-
tendida e um kit de rolamento. Pare de engraxar quando
ficar difícil ou se a junta em U parar de receber graxa. A
lubrificação exagerada danificará a junta em U. De seis
a oito bombas são suficientes no primeiro engraxamento
(em fábrica). Diminua o intervalo de engraxamento à me-
dida que as juntas em U se desgastam, exigindo mais do
que seis bombas.
AVISO: Intervalos de lubrificação - 250 horas ou uma vez
por temporada, o que ocorrer primeiro.

RR06E056 7

Dois locais nas rodas esquerdas (1) e (2).

RR06E049 8

5-5
5 - MANUTENÇÃO

Lado esquerdo - local (1) do pivô da roda.

RR06E032 9

Lado direito - dois locais no eixo da roda (1) e (2).

RR06E060 10

Rodas direitas (1).

RR06E061 11

5-6
5 - MANUTENÇÃO

Dois locais nos rolamentos da roda nos dois lados (1) e


(2).

RR06E062 12

RR06E115 13

Local (1) do pivô da estrutura/roda nos dois lados.

93102455 14

5-7
5 - MANUTENÇÃO

Articulação flexível (2) (somente plataforma flexível) nos


dois lados.

93102463 15

AVISO: Para impedir engripamento e/ou o desgaste ex-


cessivo causado pelo pressionamento da foice nas blin-
dagens, não engraxe demais. Se forem necessárias mais
de seis a oito bombas da engraxadeira para encher a ca-
vidade, substitua a vedação na cabeça da foice.
AVISO: Verifique se há sinais de aquecimento excessivo
nas primeiras blindagens depois do engraxamento. Se
necessário, alivie a pressão pressionando a esfera de re-
tenção na graxeira.
Cabeça da foice
faca única (3).
AVISO: A faca dupla tem dois locais.

RR06E134 16

5-8
5 - MANUTENÇÃO

93102474 17

Rolamento do acionamento da faca – (1) (ambos os la-


dos)

93102462 18

Eixo do acionamento da faca – (2) (ambos os lados)


15 bombas no mínimo.

RR06E123 19

5-9
5 - MANUTENÇÃO

Sem-fim transversal superior - local (1).

93102396 20

Sem-fim transversal superior - 2 locais (1).

93102403 21

Sem-fim transversal superior - 2 locais (1).

93102400 22

NOTA: Desempenho de pressão extrema de alta tempe-


ratura (ep2) CASE IH NLGI NO. 2 MULTI-PURPOSE LITHIUM
EP GREASE com no máximo 1 %. de bissulfeto de molib-
dênio (nlgi nível 2). Base de lítio (1).

93102461A 23

5 - 10
5 - MANUTENÇÃO

RR06M013 24

Rolamento do sem-fim (1).

RR06J078 25

Corrente de transmissão do sem-fim (2).

RR06J070 26

5 - 11
5 - MANUTENÇÃO

Caixa de câmbio principal (3).

RR06J021 27

Rolete da engrenagem intermediária (4).

RR06J167 28

Pivô do amortecedor de vibração nos dois lados (5).

RR06M008 29

Acionamento do sem-fim - eixo (6)

RR06M015 30

5 - 12
5 - MANUTENÇÃO

NOTA: Desempenho de pressão extrema de alta tempe-


ratura (ep2) CASE IH NLGI NO. 2 MULTI-PURPOSE LITHIUM
EP GREASE com no máximo 1 %. de bissulfeto de molib-
dênio (nlgi nível 2). Base de lítio.

RH06G004A 31

RR06M017 32

Pivô do sem-fim - ambos os lados (1).

93102459 33

Rolamento do sem-fim (2).

93102457 34

5 - 13
5 - MANUTENÇÃO

Dois locais no regulador de flutuação, (3) nos dois lados.

RR06M017A 35

Rolamento do rolete de acionamento (4).

RR06M012 36

NOTA: Desempenho de pressão extrema de alta tempe-


ratura (ep2) CASE IH NLGI NO. 2 MULTI-PURPOSE LITHIUM
EP GREASE com no máximo 1 %. de bissulfeto de molib-
dênio (nlgi nível 2). Base de lítio (1)

93102461A 37

5 - 14
5 - MANUTENÇÃO

RR06M010 38

Junta de deslizamento da linha de acionamento (1) 10


% de graxa de molibdênio MOLY LUBE é recomendada
apenas para a junta de deslizamento do eixo da linha de
acionamento.

RR06J030 39

Acionamento universal - 2 locais (2).

RR06J021 40

5 - 15
5 - MANUTENÇÃO

Blindagem - 2 locais (3).

RR06J029 41

Pivô de oscilação - 2 locais (4).

RR06J009 42

5 - 16
5 - MANUTENÇÃO

Localizações dos óleos


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Consulte as ilustrações a seguir para identificar os vários


locais que exigem lubrificação.
Lubrifique com lubrificante spray de múltipla finalidade
CNH B505503 DRY SILICONE AEROSOL SPRAY (1).

RR06E136 1

Engraxe a foice diariamente, exceto em solos arenosos.

RH98M081 2

5 - 17
5 - MANUTENÇÃO

Caixa de oscilação (verifique o nível do óleo com a parte


superior horizontal da caixa de oscilação) (1)

RR06E069 3

Mantenha o nível do óleo entre o orifício inferior e a ex-


tremidade da vareta de nível (1).

RR06E070A 4

Lubrificação da corrente de transmissão do


sem-fim
Lubrifique a corrente de transmissão do sem-fim a cada
100 horas. Pode-se fazer isso com o adaptador anexado
à colheitadeira, mas é mais fácil se o adaptador estiver
desacoplado. Consulte a ilustração a seguir e proceda
como segue:
1. Afrouxe a porca (1), retire a presilha (2) e a tampa (3).

93102435 5

5 - 18
5 - MANUTENÇÃO

2. Aplique bastante graxa na correia.

RR06J070 6

3. Reinstale a tampa (1) com a presilha (2) e aperte a


porca (3).

93102435 7

5 - 19
5 - MANUTENÇÃO

Lubrificação da caixa de marchas de acionamento principal 2142 e 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Verifique o nível do óleo


Verifique o nível de óleo a cada 100 horas conforme a
seguir:
1. Coloque a barra de corte na posição de trabalho.
2. Remova o bujão de drenagem (1). O nível deve estar
abaixo do orifício de drenagem.
3. Verifique se o bujão tem acúmulo de limalhas e limpe
se necessário.
4. Substitua o bujão de drenagem e adicione óleo se
necessário.

RR07D012 1

Adicionando óleo
1. Abaixe a barra de corte até o chão. A caixa de câmbio
deve estar na posição de trabalho.
2. Remova o bujão de drenagem (1) e o bujão de enchi-
mento (2).

RR07D012 2

3. Coloque óleo CASE AKCELA 135H EP GEAR LUBE


SAE 85W-140 em (1) até sair pelo orifício de drena-
gem (2).
4. Recoloque o bujão de drenagem e o bocal de enchi-
mento.

RR07D012 3

5 - 20
5 - MANUTENÇÃO

Lubrificação da caixa de marchas de acionamento principal


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Verifique o nível do óleo


Verifique o nível de óleo a cada 100 horas conforme a
seguir:
1. Coloque a barra de corte na posição de trabalho.
2. Remova o bujão de drenagem (1). O nível deve estar
abaixo do orifício de drenagem.
3. Verifique se o bujão tem acúmulo de limalhas e limpe
se necessário.
4. Substitua o bujão de drenagem e adicione óleo se
necessário.

RR07D012 1

Adicionando óleo
1. Abaixe a barra de corte até o chão. A caixa de câmbio
deve estar na posição de trabalho.
2. Remova o bujão de drenagem (1) e o bujão de enchi-
mento (2).

RR07D012 2

3. Coloque óleo CASE AKCELA 135H EP GEAR LUBE


SAE 85W-140 em (1) até sair pelo orifício de drena-
gem (2).
4. Recoloque o bujão de drenagem e o bocal de enchi-
mento.

RR07D012 3

5 - 21
5 - MANUTENÇÃO

Troca do lubrificante da caixa de engrenagens 2142 e 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

NOTA: Troque o lubrificante da caixa de câmbio do acio-


namento principal depois das primeiras 50 horas de ope-
ração e a cada 1.000 horas (ou três anos) depois disso.
Para trocar o lubrificante da caixa de câmbio, proceda
como segue:
1. Abaixe a barra de corte até o chão.
2. Posicione o dreno da caixa de câmbio no ponto mais
baixo, como segue:
1. Retire o parafuso (1) que prende a escora (2) na
caixa de câmbio e abaixe a escora, afastando-a da
caixa.

93102418 1

3. Afrouxe a porca (1) e retire o parafuso da ranhura da


posição de trabalho.

RR06J011 2

4. Gire a caixa de câmbio para dentro da plataforma, até


que o dreno (1) fique no ponto mais baixo.

RR07D012 3

5 - 22
5 - MANUTENÇÃO

5. Coloque um recipiente adequado (aprox. 4 l (1 US


gal)) sob o dreno na caixa de câmbio para coletar o
óleo.
6. Retire o bujão de drenagem (1) e o bocal de enchi-
mento (2) e deixe o óleo sair.

RR07D012 4

7. Reposicione a caixa de câmbio até a posição de tra-


balho e aperte o parafuso (1).

RR06J011 5

8. Reinstale a escora (1).

93102418 6

9. Coloque CASE AKCELA 135H EP GEAR LUBE SAE


85W-140 em (1) até sair pelo orifício de drenagem (2).
A caixa de câmbio comporta aproximadamente 2.5 l
(5 US pt).
10. Recoloque o bujão de drenagem e o bocal de enchi-
mento.

RR07D012 7

5 - 23
5 - MANUTENÇÃO

Troca do lubrificante da caixa de engrenagens


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

NOTA: Troque o lubrificante da caixa de câmbio do acio-


namento principal depois das primeiras 50 horas de ope-
ração e a cada 1.000 horas (ou três anos) depois disso.
Para trocar o lubrificante da caixa de câmbio, proceda
como segue:
1. Abaixe a barra de corte até o chão.
2. Posicione o dreno da caixa de câmbio no ponto mais
baixo, como segue:
1. Retire o parafuso (1) que prende a escora (2) na
caixa de câmbio e abaixe a escora, afastando-a da
caixa.

93102418 1

3. Afrouxe a porca (1) e retire o parafuso da ranhura da


posição de trabalho.

RR06J011 2

4. Gire a caixa de câmbio para dentro da plataforma, até


que o dreno (1) fique no ponto mais baixo.

RR07D012 3

5 - 24
5 - MANUTENÇÃO

5. Coloque um recipiente adequado (aprox. 4 l (1 US


gal)) sob o dreno na caixa de câmbio para coletar o
óleo.
6. Retire o bujão de drenagem (1) e o bocal de enchi-
mento (2) e deixe o óleo sair.

RR07D012 4

7. Reposicione a caixa de câmbio até a posição de tra-


balho e aperte o parafuso (1).

RR06J011 5

8. Reinstale a escora (1).

93102418 6

9. Coloque CASE AKCELA 135H EP GEAR LUBE SAE


85W-140 em (1) até sair pelo orifício de drenagem (2).
A caixa de câmbio comporta aproximadamente 2.5 l
(5 US pt).
10. Recoloque o bujão de drenagem e o bocal de enchi-
mento.

RR07D012 7

5 - 25
5 - MANUTENÇÃO

Reservatório hidráulico
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Nível do óleo
O sistema hidráulico do adaptador da sua colheitadeira
fornece óleo para o corte da plataforma e para os aciona-
mentos da faca assim como para o corte do alimentador
do adaptador. O sistema hidráulico do molinete é forne-
cido com a colheitadeira.

Reservatório
A estrutura do adaptador é usada como reservatório.
Consulte os fluidos e lubrificantes recomendados para o
óleo adequado.
Verifique o nível de óleo a cada 25 horas nos visores (1) e
(2) com a barra de corte quase tocando o chão. Verifique
com o óleo frio e com a ligação central retraída.

RH08M001 1

5 - 26
5 - MANUTENÇÃO

Nominal – terreno normal:


• Mantenha o nível de modo que o visor inferior (1) fique
cheio e o visor superior (2) vazio.

RH08M002R 2

Máximo – terreno montanhoso:


• Mantenha o nível de modo que o visor (1) fique cheio
e o visor (2) fique cheio até a metade.

RH08M002R 3

5 - 27
5 - MANUTENÇÃO

Mínimo – superfície nivelada:


• Para declives de 6 ° ou menos, o nível do óleo deve
ser mantido ligeiramente abaixo do desejado. Mante-
nha o nível de modo que o visor (1) fique pela metade
ou acima.
AVISO: Quando a temperatura do ambiente está acima
de 35 °C (95 °F), para evitar extravasamento no respira-
dor sob temperaturas de operação, pode ser necessário
abaixar o nível do óleo ligeiramente.

RH08M002R 4

Adicionando óleo hidráulico


1. Gire a tampa de enchimento (1) no sentido anti-horário
até que ela se solte e remova a tampa.
2. Adicione óleo CASE AKCELA NO. 1 ENGINE OIL
SAE 15W-40 quente (temperatura ambiente) até o ní-
vel solicitado. Consulte os fluidos e lubrificantes reco-
mendados para o óleo adequado.
NOTA: O óleo aquecido (temperatura ambiente) irá
fluir através da tela melhor que óleo frio. Não remova
a tela.
3. Reinstale a tampa de enchimento. Aperte manual-
mente.
93104619 5

5 - 28
5 - MANUTENÇÃO

Reservatório hidráulico
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Nível do óleo
O sistema hidráulico do adaptador da sua colheitadeira
fornece óleo para o corte da plataforma e para os aciona-
mentos da faca assim como para o corte do alimentador
do adaptador. O sistema hidráulico do molinete é forne-
cido com a colheitadeira.

Reservatório
A estrutura do adaptador é usada como reservatório.
Consulte os fluidos e lubrificantes recomendados para o
óleo adequado.
Verifique o nível de óleo a cada 25 horas nos visores (1) e
(2) com a barra de corte quase tocando o chão. Verifique
com o óleo frio e com a ligação central retraída.

RH08M001 1

5 - 29
5 - MANUTENÇÃO

Nominal – terreno normal:


• Mantenha o nível de modo que o visor inferior (1) fique
cheio e o visor superior (2) vazio.

RH08M002R 2

Máximo – terreno montanhoso:


• Mantenha o nível de modo que o visor (1) fique cheio
e o visor (2) fique cheio até a metade.

RH08M002R 3

5 - 30
5 - MANUTENÇÃO

Mínimo – superfície nivelada:


• Para declives de 6 ° ou menos, o nível do óleo deve
ser mantido ligeiramente abaixo do desejado. Mante-
nha o nível de modo que o visor (1) fique pela metade
ou acima.
NOTA: Quando a temperatura do ambiente está acima
de 35 °C (95 °F), para evitar extravasamento no respira-
dor sob temperaturas de operação, pode ser necessário
abaixar o nível do óleo ligeiramente.

RH08M002R 4

Adicionando óleo hidráulico


1. Gire a tampa de enchimento (1) no sentido anti-horário
até que ela se solte e remova a tampa.
2. Adicione óleo CASE AKCELA NO. 1 ENGINE OIL
SAE 15W-40 quente (temperatura ambiente) até o ní-
vel solicitado. Consulte os fluidos e lubrificantes reco-
mendados para o óleo adequado.
NOTA: O óleo aquecido (temperatura ambiente) irá
fluir através da tela melhor que óleo frio. Não remova
a tela.
3. Reinstale a tampa de enchimento. Aperte manual-
mente.
93104619 5

5 - 31
5 - MANUTENÇÃO

Foice
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

ADVERTÊNCIA
Perigo com a faca!
Tome cuidado ao manusear componentes afiados. Sempre use o Equipamento de Proteção Individual
(EPI) adequado, incluindo luvas grossas.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0274A

Seções da foice
Verifique diariamente se as seções estão firmemente
aparafusadas na parte traseira da foice e se não estão
desgastadas ou quebradas. As seções danificadas ou
desgastadas deixam plantas não cortadas para trás. As
seções serrilhadas grossas duram mais do que as serri-
lhadas finas em condições de sujeira e areia. As seções
serrilhadas finas têm melhor desempenho em forragens
de talos finos e plantas que contêm mais talos fibrosos.
É possível substituir uma seção da foice quebrada ou
desgastada sem a remoção da foice da barra de corte.

RH06G010 1

Substitua a seção da foice conforme as instruções a


seguir:
1. Remova as porcas de pressão (1).
NOTA: Bata na foice o necessário para expô-la.

RR06E166 2

5 - 32
5 - MANUTENÇÃO

2. Remova as barras (1) e erga a seção da foice para


fora da faca.
AVISO: Não misture seções leves e pesadas na
mesma foice.

RR06E166 3

3. Limpe a sujeira da parte de trás da foice e posicione


a nova seção da foice na faca.
4. Reposicione as barras (1) e instale as porcas de pres-
são (2).
5. Aperte as porcas com torque de 9.5 N·m (7.0 lb ft).

RR06E166 4

5 - 33
5 - MANUTENÇÃO

Blindagens da foice
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Verifique diariamente se as proteções estão alinhadas de modo a obter o corte adequado entre a seção da foice e a
proteção. As seções da foice devem entrar em contato com a superfície de cada proteção.

Ajuste da proteção
Para alinhar as proteções, proceda como segue:
1. Para ajustar as pontas da proteção para cima, posi-
cione a ferramenta (1) e depois erga até (2).
NOTA: A ferramenta de "endireitamento" da proteção
está disponível junto ao concessionário.

93102395 1

1. Para ajustar as pontas para baixo, posicione a ferra-


menta (1) e depois empurre para baixo até (2).
NOTA: Se houver problemas para cortar materiais enros-
cados ou com haste fina, substitua as proteções inferio-
res por proteções de tronco e instale um fixador da foice
em cada proteção. Se for difícil cortar o material, instale
as proteções de tronco com proteção superior e a placa
de ajuste. Há um kit de conversão da proteção de tronco
disponível junto ao concessionário. Consulte o kit de con-
versão de proteção de tronco.

93102394 2

5 - 34
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste dos protetores e dos limitadores


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

ADVERTÊNCIA
Perigo com a faca!
Tome cuidado ao manusear componentes afiados. Sempre use o Equipamento de Proteção Individual
(EPI) adequado, incluindo luvas grossas.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0274A

Fixações da foice
Verifique diariamente se as fixações da foice estão ajus-
tadas para impedir que as seções levantem as proteções,
mas ainda permitem que a foice deslize sem engripar.
NOTA: Alinhe as proteções antes de ajustar as fixações.

Indicação de ajustes da proteção


Para ajustar a folga entre a fixação e a foice para as
proteções típicas apontadas, consulte a ilustração
abaixo e proceda como segue:
1. Gire os parafusos de ajuste (1). Usando o calibre de
lâminas, a folga entre a fixação e a seção de lâminas
deve ser de 0.1 - 0.6 mm (0.004 - 0.024 in).
NOTA: Para fazer ajustes maiores, pode ser necessá-
rio afrouxar as porcas (2), girar o parafuso de ajuste
(1) e depois reapertar as porcas (2).

RR06E166 1

Para a proteção central, consulte a ilustração abaixo e


proceda como segue:
1. Aperte as porcas (1) com torque de 46 N·m (35 lb ft).

RR06M006 2

5 - 35
5 - MANUTENÇÃO

2. Gire os parafusos de ajuste (1). Para ajustar a folga


da fixação até a seção da foice, use um calibre de
lâminas. A folga deve ser de 0.1 - 0.4 mm (0.004 -
0.016 in) na ponta da guia e de 0.1 - 1.0 mm (0.004 -
0.040 in) na parte posterior da guia.

RR06M006 3

3. Aperte as porcas (1) com torque de 72 N·m (53 lb ft).


4. Depois de ajustar todas as fixações, opere a plata-
forma em baixa velocidade do motor e verifique se há
ruídos devido à folga insuficiente. Essa folga insufici-
ente também resultará em sobreaquecimento da foice
e das proteções. Reajuste conforme necessário.

RR06M006 4

Ajuste da proteção de tronco


Para ajustar a folga entre a fixação e a foice para todas
as proteções de tronco, consulte a ilustração abaixo e
proceda como segue:
1. Aperte as porcas (1) com torque de 46 N·m (35 lb ft).

RR07H093 5

2. Gire os parafusos de ajuste (1). Usando o calibre de


lâminas, a folga da fixação até a seção da foice deve
ser de 0.1 - 0.4 mm (0.004 - 0.016 in) na ponta da
guia, e de 0.1 - 1.0 mm (0.004 - 0.040 in) na parte de
trás da guia.

RR07H093 6

5 - 36
5 - MANUTENÇÃO

3. Aperte as porcas (1) com torque de 72 N·m (53 lb ft).

RR07H093 7

5 - 37
5 - MANUTENÇÃO

Correia de acionamento da foice


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Esta seção se aplica a plataformas com faca simples e


plataformas com faca dupla de 12 m (40 ft) e 14 m (45 ft)
com acionamento sem agendamento.
Ajuste da tensão
1. Abra a proteção da extremidade.
2. Solte dois parafusos (1) na braçadeira de montagem
de acionamento da foice.
AVISO: Para prolongar a vida útil do acionamento e da
correia, não aperte a correia excessivamente.

RR07M013 1

3. Gire o parafuso de ajuste (1) para mover o motor de


acionamento até que uma força de 80 N (20 lb) desvie
a correia (2) em 18 mm (0.75 in) em médio alcance.

RR07M013 2

5 - 38
5 - MANUTENÇÃO

4. Aperte a contraporca (1) e os parafusos (2) na braça-


deira de montagem do acionamento.
AVISO: Reajuste a tensão da nova correia após um
breve período em funcionamento (cerca de 5 horas).

RR07M013 3

5 - 39
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste do adaptador - cortador


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

A tensão do cortador deve ser o suficiente para evitar


deslizamento e manter o cortador sem curvar abaixo da
barra de corte. Ajuste a tensão do cortador conforme a
seguir:

1. Verifique se a guia do cortador (esteira de borracha


na parte de baixo do cortador) está adequadamente
engatada na ranhura do rolete de acionamento e se
o rolete da engrenagem intermediária está entre as
guias.
2. Solte a contraporca (1).

93102449 1

3. Segure a porca (1) com uma chave e gire o parafuso


(2) no sentido horário para aumentar a tensão.

93102449 2

4. A tensão está correta quando o retentor (1) está nive-


lado com o suporte (2) e o parafuso (3) está livre.
NOTA: Ajuste os dois lados com valores iguais.

93102450 3

5 - 40
5 - MANUTENÇÃO

5. Aperte a contraporca (1).

93102450 4

5 - 41
5 - MANUTENÇÃO

Cortador da plataforma Ajuste de tensão do cortador lateral


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Eleve a plataforma e desligue o motor. Engate as


escoras de elevação da plataforma.
1. Verifique se a guia do cortador (esteira de borracha
na parte de baixo do cortador) está adequadamente
engatada na ranhura do rolete de acionamento e se
o rolete da engrenagem intermediária está entre as
guias.
2. A tensão do cortador deve ser o suficiente para evitar
deslizamento e manter o cortador sem curvar abaixo
da barra de corte. A barra branca (1) deve estar a
meio caminho da janela.

Ajuste até que a barra esteja a meio caminho da janela. 93102465 1

Ajuste a tensão do cortador conforme a seguir:


1. Gire o parafuso (1) no sentido horário (apertar).

93102442 2

A barra indicadora branca (1) se move para o lado interno,


em direção ao parafuso (2), indicando que o cortador está
apertando.

Ajuste até que a barra esteja a meio caminho da janela.

93102465 3

5 - 42
5 - MANUTENÇÃO

2. Gire o parafuso (1) no sentido anti-horário (soltar).

93102442 4

A barra indicadora branca (1) se move para o lado externo


para longe do parafuso (2) indicando que o cortador está
soltando

Ajuste até que a barra esteja a meio caminho da janela.


AVISO: Para evitar falha prematura do cortador, dos ro-
letes do cortador e/ou dos componentes de aperto, opere
somente com a tensão ajustada de modo que a barra
branca esteja visível.
Além disso, para evitar que o cortador cave sujeira, verifi-
que se o cortador está apertado o suficiente para não cair
abaixo do ponto onde a barra de corte entra em contato
com o chão. 93102465 5

5 - 43
5 - MANUTENÇÃO

Cortador da plataforma Alinhamento


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

PERIGO
Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plata-
forma sempre faça o seguinte: desengate o
mecanismo de debulha, erga a plataforma à
sua altura máxima, aplique o freio de esta-
cionamento e pare o motor. Coloque a trava
de segurança da plataforma sobre a haste do
cilindro.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

Cada plataforma do cortador tem um rolete fixo e um ro-


lete acionado por mola. O rolete acionado por mola fica
na mesma extremidade da plataforma que o tensionador
do cortador. Os dois roletes podem ser alinhados por has-
tes de ajuste, de forma que o cortador caminhe adequa-
damente nos roletes.
Se o cortador estiver caminhando incorretamente, faça
os seguintes ajustes nos roletes:

RH06E309 1

CAMINHO LOCALIZAÇÃO DO AT AJUSTE MÉTODO


Para trás Rolete de acionamento AUMENTAR (X) Aperte a porca "C"
Para frente Rolete de acionamento DIMINUIR (X) Afrouxe a porca "C"
Para trás Rolete da engrenagem AUMENTAR (Y) Aperte a porca "F"
intermediária
Para frente Rolete da engrenagem DIMINUIR (Y) Afrouxe a porca "F"
intermediária

5 - 44
5 - MANUTENÇÃO

Afrouxe as porcas (1) e a contraporca (2) na haste de


ajuste, e gire a porca de ajuste (3) para ajustar o rolete
de acionamento "x".

RR07H102 2

RR07H103 3

1. Afrouxe a porca (1) e a contraporca (2) na haste de


ajuste e gire a porca de ajuste (3) para ajustar o rolete
da engrenagem intermediária "y".
2. Se o cortador não caminhar na extremidade do ro-
lete da engrenagem intermediária, o rolete de aciona-
mento provavelmente não se alinhará na plataforma.
Ajuste o rolete de acionamento e em seguida a engre-
nagem intermediária.

93102443 4

NOTA: Repita o processo para cada deque de corte.

5 - 45
5 - MANUTENÇÃO

Cortador da plataforma Altura do deque


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

PERIGO
Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plataforma sempre faça o seguinte: desengate o mecanismo de
debulha, erga a plataforma à sua altura máxima, aplique o freio de estacionamento e pare o motor.
Coloque a trava de segurança da plataforma sobre a haste do cilindro.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

Para evitar que o material entre nos cortadores e na barra


de corte, mantenha a altura do deque de tal modo que o
cortador corra logo abaixo da barra de corte com espaço
máximo de 1.0 mm (0.03 in), ou com o cortador desviado
ligeiramente para baixo, até 1.5 mm (0.06 in), para criar
uma vedação. A ilustração (1) mostra o ajuste sem o
cortador.

2142 2152
3 - 4 mm (0.12 - 0.16 in) 7 - 8 mm (0.27 - 0.31 in)
(2) (2)

NOTA: A medida é feita nos suportes com a plataforma


em posição de trabalho e os deques deslizados total-
mente à frente.

RH06E343 1

Ajuste conforme a seguir:


1. Solte a tensão nos cortadores. Consulte o ajuste de
tensão no cortador. Consulte: 5-42.
2. Erga o cortador para cima na borda frontal após a
barra de corte.
3. Solte as duas porcas de pressão (1) (quatro, se for um
cortador contínuo), somente meia volta no suporte do
deque (2). Há de dois a quatro suportes por deque,
dependendo do tamanho da plataforma.

93102466 2

5 - 46
5 - MANUTENÇÃO

4. Aparafuse o deque (1) no deque inferior próximo aos


suportes para atingir o ajuste recomendado acima.
Aparafuse o suporte (2) usando uma punção para ele-
var o deque na mesma altura do suporte.

RH06E343 3

5. Aperte a ferragem do suporte do deque.


6. Aplique tensão nos cortadores. Consulte o ajuste de
tensão no cortador. Consulte 5-42.

5 - 47
5 - MANUTENÇÃO

Cortador da plataforma Altura do deque


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

PERIGO
Perigo de esmagamento!
Antes de entrar na área embaixo da plataforma sempre faça o seguinte: desengate o mecanismo de
debulha, erga a plataforma à sua altura máxima, aplique o freio de estacionamento e pare o motor.
Coloque a trava de segurança da plataforma sobre a haste do cilindro.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
D0012A

Para evitar que o material entre nos cortadores e na barra


de corte, mantenha a altura do deque de tal modo que o
cortador corra logo abaixo da barra de corte com espaço
máximo de 1.0 mm (0.03 in), ou com o cortador desviado
ligeiramente para baixo, até 1.5 mm (0.06 in), para criar
uma vedação. A ilustração (1) mostra o ajuste sem o
cortador.

2162
7 - 8 mm (0.27 - 0.31 in)
(2)

NOTA: A medida é feita nos suportes com a plataforma


em posição de trabalho e os deques deslizados total-
mente à frente.

RH06E343 1

Ajuste conforme a seguir:


1. Solte a tensão nos cortadores. Consulte o ajuste de
tensão no cortador. Consulte: 5-42.
2. Erga o cortador para cima na borda frontal após a
barra de corte.
3. Solte as duas porcas de pressão (1) (quatro, se for um
cortador contínuo), somente meia volta no suporte do
deque (2). Há de dois a quatro suportes por deque,
dependendo do tamanho da plataforma.

93102466 2

5 - 48
5 - MANUTENÇÃO

4. Aparafuse o deque (1) no deque inferior próximo aos


suportes para atingir o ajuste recomendado acima.
Aparafuse o suporte (2) usando uma punção para ele-
var o deque na mesma altura do suporte.

RH06E343 3

5. Aperte a ferragem do suporte do deque.


6. Aplique tensão nos cortadores. Consulte o ajuste de
tensão no cortador. Consulte: 5-42.

5 - 49
5 - MANUTENÇÃO

Molinete e acionamento do molinete - 2142 & 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

As folgas do dedo até a proteção/barra de corte (X) com


o molinete totalmente abaixado variam de acordo com a
largura da plataforma e são como segue. Veja a ilustra-
ção.

Plataforma (’X’) +/- 3 mm (0.12 in) nas folhas das


extremidades
Plataforma Molinete único Molinete duplo
15 ft 20 mm (0.78 in) -
20 ft -
25 ft 25 mm (1.00 in) -
30 ft 45 mm (1.77 in) 20 mm (0.78 in)
35 ft 60 mm (2.36 in) 20 mm (0.78 in)
40 ft - 20 mm (0.78 in)
45 ft - 20 mm (0.78 in) RH03A024 1

5 - 50
5 - MANUTENÇÃO

Medição da folga - 2142 - 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Para ajustar, proceda da seguinte forma:


1. Erga a plataforma, engate os batentes do cilindro de
elevação da plataforma e abaixe a plataforma sobre
os batentes.
2. Abaixe inteiramente o molinete.
3. Ajuste a posição de avanço/recuo do molinete de
modo que a extremidade do disco do came fique
aproximadamente entre 4 e 5 (1) no adesivo do braço.

RR06E041 1

4. Gire o molinete manualmente para determinar qual


dedo está mais perto da barra de corte (em 300 mm
(12 in)) das blindagens da extremidade.
5. Flexione os dedos novamente (1) para verificar a folga
(X). Consulte o gráfico para ver as folgas permitidas.

(X) +/- 3 mm (0.12 in) (X) +/- 3 mm (0.12 in)


nas blindagens da nos setores perto do
extremidade acionamento no braço
central
0,78 pol (20 mm) 1,56 pol (40 mm)

NOTA: O molinete foi ajustado na fábrica para fornecer


mais folga no centro do que nas extremidades (cenho)
para compensar sua flexão.
RH03A024 2

6. Verifique todos os possíveis pontos de contato en-


tre os pontos (1) e (2). Dependendo da posição de
avanço/recuo do molinete, a distância mínima pode
ocorrer no protetor do dente, no retentor ou na barra
de corte.
7. Se for necessário ajustar, consulte a seção a seguir.
Consulte: 5-52.

RH03A024 3

5 - 51
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste da folga
- Molinete - 2142, 2152

ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Garanta que o molinete esteja na posição mais baixa.

Ajuste os braços externos como segue:


1. Afrouxe o parafuso (1).

RR06E112 1

2. Gire a haste do cilindro (1) no sentido anti-horário para


levantar o molinete e aumentar a distância até a barra
de corte, ou no sentido horário para diminuir.

RR06E112 2

5 - 52
5 - MANUTENÇÃO

3. Aperte o parafuso (1).

Repita do lado contrário.

RR06E112 3

Para molinetes divididos (apenas 2152), ajuste o braço


central como segue:
1. Afrouxe a porca (1) e gire-a (2) no sentido horário para
erguer o molinete e aumentar a distância até a barra
de corte, ou no sentido anti-horário para diminuir.

93102478 4

2. 2. Aperte a porca (1).

93102478 5

5 - 53
5 - MANUTENÇÃO

Folga até a barra de corte - 2162


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

A folga mínima do dedo até a blindagem/barra de corte


com os molinetes totalmente abaixados é 20 mm (0.78
in) +/- 3 mm (0.12 in), medidos nas duas extremidades
de cada molinete, e nos locais flexíveis da barra de corte
com a plataforma no modo de "cenho" completo.
1. Levante a plataforma e coloque dois blocos 150 mm
(6 in) na parte interna dos pontos flexíveis da asa (1).

93104613B 1

2. Abaixe totalmente a plataforma, permitindo a flexibili-


zação em modo totalmente recolhido. Molinete (1), 6
locais de medição (2), nível do solo (3), blocos de 6
polegadas (4), barra de corte (5).

93104613B 2

3. Ajuste a posição de avanço/recuo do molinete de


modo que a extremidade do disco do came fique
aproximadamente entre 4 e 5 (1) no adesivo do braço.

RR06E041 3

5 - 54
5 - MANUTENÇÃO

1. Meça a folga nas extremidades de cada molinete.


NOTA: O molinete foi ajustado na fábrica para forne-
cer mais folga no centro do que nas extremidades (ce-
nho) para compensar sua flexão.
2. Meça a folga nos dois locais flexíveis.
3. Verifique todos os possíveis pontos de contato en-
tre os pontos (1) e (2). Dependendo da posição de
avanço/recuo do molinete, a distância mínima pode
ocorrer no protetor do dente, no retentor ou na barra
de corte.

Consulte a seção a seguir para o procedimento de ajuste.


Consulte: 5-56.
RH03A024 4

5 - 55
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste da folga Dente do molinete para barra de corte - 2162


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
serviços na máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
acessórios até o chão, ou erga e engate todas
as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
que a máquina pare completamente.
A não observância desses procedimentos po-
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Levante a plataforma e coloque dois blocos 150 mm


(6 in) na parte interna dos pontos flexíveis da asa (1).

93104613B 1

2. Abaixe totalmente a plataforma, permitindo a flexibili-


zação em modo totalmente recolhido.
3. Ajuste a posição de avanço/recuo do molinete de
modo que a extremidade do disco do came fique
aproximadamente entre 4 e 5 (1) no adesivo do braço.

RR06E041 2

4. Meça os dedos até a distância da barra de corte (X)


nas extremidades de cada molinete.
NOTA: O molinete foi ajustado na fábrica para forne-
cer mais folga no centro do que nas extremidades (ce-
nho) para compensar sua flexão.

RH03A024 3

5 - 56
5 - MANUTENÇÃO

5. Meça os dedos até a distância da barra de corte (X)


nos dois locais flexíveis (1).

RH03A024 4

93104613B 5

6. Verifique todos os possíveis pontos de contato en-


tre os pontos (1) e (2). Dependendo da posição de
avanço/recuo do molinete, a distância mínima pode
ocorrer no protetor do dente, no retentor ou na barra
de corte.

RH03A024 6

Se necessário, ajuste os braços externos para alterar a


distância nas extremidades da barra de corte, conforme
a seguir:
1. Afrouxe o parafuso (1). Gire a haste do cilindro (2)
no sentido anti-horário para levantar o molinete e au-
mentar a distância até a barra de corte, ou no sentido
horário para diminuir.

RR06E112 7

5 - 57
5 - MANUTENÇÃO

2. Aperte o parafuso (1).


3. Repita do lado contrário.

RR06E112 8

Ajuste o braço central para alterar a distância no centro


da barra de corte e nos locais flexíveis, conforme a
seguir:
1. Afrouxe a porca (1).

93102478 9

2. Gire a porca (1) no sentido anti-horário para levantar o


molinete e aumentar a distância para a barra de corte
ou no sentido horário para diminuir.

93102478 10

3. Aperte a porca (1).

93102478 11

5 - 58
5 - MANUTENÇÃO

Cenho do molinete - Ajuste


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

O molinete foi ajustado na fábrica para fornecer mais


folga no centro do que nas extremidades (cenho) para
compensar sua flexão. O cenho é ajustado reposicio-
nando-se a ferragem que conecta os braços do tubo do
dedo do molinete nos discos. O ajuste do cenho com-
pensa a flexão do molinete.
NOTA: O perfil do cenho deve ser medido antes da des-
montagem do molinete para manutenção, uma vez que o
perfil pode receber serviço depois da remontagem.
1. Posicione o molinete sobre a barra de corte (4-5 no
medidor). Essa posição fornece uma folga adequada
em todas as posições de avanço/recuo do molinete.
Consulte a posição de avanço/recuo do molinete.
2. Faça uma medição em cada local do disco do molinete
em todos os tubos do molinete.
Ajuste o perfil como segue:
1. Inicie com o disco do molinete o mais próximo possível
do centro da plataforma e proceda até as extremida-
des.
2. Remova os parafusos (1).

RR06E155 1

5 - 59
5 - MANUTENÇÃO

3. Solte o parafuso (1) e ajuste o braço (2) até que se


obtenha a medição desejada entre o tubo do molinete
e a barra de corte.
NOTA: Deixe que os tubos do molinete façam uma
curva natural e posicione a ferragem de forma correta.

RR06E155 2

4. Reinstale os parafusos (1) nos orifícios alinhados e


aperte.

RR06E155 3

5 - 60
5 - MANUTENÇÃO

Centralização do molinete
Molinetes divididos

ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Plataformas divididas do molinete


Os molinetes devem ser centralizados entre as folhas
finais; para ajustar, proceda como segue:
1. Afrouxe o parafuso (1) em cada escora (2).

RR06E110 1

2. Avance a extremidade do braço de suporte central do


molinete (1) de forma lateral conforme o necessário,
para centralizar os dois molinetes.

RR06E110 2

5 - 61
5 - MANUTENÇÃO

3. Aperte os parafusos (1) uniformemente e aplique um


torque de 359 N·m (265 lb ft).

RR06E110 3

5 - 62
5 - MANUTENÇÃO

Centralização do molinete 2142 e 2152


Molinetes únicos

ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Plataformas com molinete único - 2142


O molinete deve ser centralizado entre as folhas finais;
para ajustar, proceda como segue:
1. Afrouxe o parafuso (1) na escora (2), nas duas extre-
midades do molinete.

RR07M025 1

2. Avance a extremidade do braço de suporte do moli-


nete (1) de forma lateral conforme o necessário, para
centralizar o molinete.

RR07M025 2

5 - 63
5 - MANUTENÇÃO

3. Aperte o parafuso (1) e aplique um torque de 359 N·m


(265 lb ft).

RR07M025 3

Plataformas com molinete único - 2152


O molinete deve ser centralizado entre as folhas finais;
para ajustar, proceda como segue:
1. Afrouxe o parafuso (1) na escora (2), nas duas extre-
midades do molinete.

RR06E111 4

5 - 64
5 - MANUTENÇÃO

2. Avance a extremidade do braço de suporte do moli-


nete (1) de forma lateral conforme o necessário, para
centralizar o molinete.

RR06E111 5

3. Aperte os parafusos (1) uniformemente e aplique um


torque de 359 N·m (265 lb ft).

RR06E111 6

5 - 65
5 - MANUTENÇÃO

Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão - 2142


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Abaixe a plataforma, eleve o molinete e engate as


esporas do molinete.
2. Remova seis parafusos (1) e a tampa (2).

RR07H109 1

3. A tensão na corrente deve ser tal que a força manual


desvie a corrente 3 mm (0.12 in) em médio alcance
(1).

RR07H110 2

5 - 66
5 - MANUTENÇÃO

4. Para ajustar a tensão, solte quatro parafusos (1).

RR07H110 3

5. Deslize o motor e a montagem do motor (1) até que a


tensão requerida seja atingida.

RR07H110 4

5 - 67
5 - MANUTENÇÃO

6. Aperte os parafusos (1) com um torque de 102 N·m


(75 lb ft).
7. Reinstale a tampa de acionamento.

RR07H110 5

5 - 68
5 - MANUTENÇÃO

Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão da 2152


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Abaixe a plataforma, eleve o molinete e engate as


esporas do molinete
2. Em plataformas com molinete duplo, o acionamento
está localizado na articulação do molinete central. Re-
mova a tampa do acionamento (1) removendo os sete
parafusos (2) e os dois parafusos (3). A tampa sai em
dois pedaços.

RR06E108 1

3. Em plataformas de molinete único, o acionamento


está localizado na articulação externa direita. Re-
mova a tampa de uma única peça (1) removendo os
quatro parafusos (2).

RR07H108 2

5 - 69
5 - MANUTENÇÃO

4. A tensão na corrente deve ser tal que a força manual


desvia a corrente 3 mm (0.12 in) em médio-alcance
(1).

93102481A 3

Ajuste conforme a seguir:


1. Solte os seis parafusos (1) na montagem do motor.

93102481A 4

2. Deslize o motor (1) e a montagem do motor (2) até


que a tensão requerida seja atingida.

93102480 5

3. Aperte os parafusos (1) com um torque de 102 N·m


(75 lb ft).

93102481A 6

5 - 70
5 - MANUTENÇÃO

4. Reinstale a(s) tampa(s) de acionamento.


NOTA: Em plataformas com molinetes duplos, ins-
tale os parafusos (1) depois que as duas metades da
tampa tenham sido posicionadas.

RR06E108 7

5 - 71
5 - MANUTENÇÃO

Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão da 2162


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

1. Abaixe a plataforma, eleve o molinete e engate as


esporas do molinete.
2. Em plataformas com molinete duplo, o acionamento
está localizado na articulação do molinete central. Re-
mova a tampa do acionamento (1) removendo os sete
parafusos (2) e os dois parafusos (3). A tampa sai em
dois pedaços.

RR06E108 1

3. A tensão na corrente deve ser tal que a força manual


desvia a corrente 3 mm (0.12 in) em médio-alcance
(1).

93102481A 2

5 - 72
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste conforme a seguir:


1. Solte os seis parafusos (1) na montagem do motor.

93102481A 3

2. Deslize o motor (1) e a montagem do motor (2) até


que a tensão requerida seja atingida.

93102480 4

3. Aperte os parafusos (1) com um torque de 102 N·m


(75 lb ft).

93102481A 5

5 - 73
5 - MANUTENÇÃO

4. Reinstale a(s) tampa(s) de acionamento.


NOTA: Em plataformas com molinetes duplos, ins-
tale os parafusos (1) depois que as duas metades da
tampa tenham sido posicionadas.

RR06E108 6

5 - 74
5 - MANUTENÇÃO

Flutuação da asa da plataforma - ajuste da trava


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Se a barra de corte não estiver reta quando as asas


estiverem no modo de bloqueio, proceda como segue:
1. Retire o parafuso e a tampa articulada na lateral que
precisa de ajuste.
2. Mova a alavanca (1) para destravar a flutuação da asa
e abaixar a posição de desbloqueio (2).

93104607 1

3. Apoie a plataforma de forma que a barra de corte fi-


que reta, abaixando até o nível do solo ou em blocos
nivelados.
4. Mova a alavanca (1) até a posição de bloqueio supe-
rior (2) para bloquear a flutuação da asa.

93104607 2

5. Afrouxe as porcas (1) e (2), e ajuste de forma que a


articulação de travamento (3) se mova livremente para
fora e para dentro da posição superior de bloqueio.

93104607 3

5 - 75
5 - MANUTENÇÃO

6. Aperte as porcas (1) e (2) contra o espaçador com


torque de 200 N·m (150 lb ft).
7. Substitua a tampa de articulação.
8. Se uma asa tiver a tendência de estar em posição de
"sorriso" ou "cenho", o equilíbrio da asa talvez precise
de ajuste. Consulte o equilíbrio da asa. Consulte:
5-77. Do contrário, proceda até o ajuste da articulação
da asa. Consulte: 5-81.

93104607 4

5 - 76
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste de equilíbio da asa


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Se uma asa tiver a tendência de estar em posição de


"sorriso" ou "cenho", o equilíbrio da asa talvez precise
de ajuste. Verifique e faça o equilíbrio das asas da
plataforma como segue:
1. Estenda o cilindro hidráulico do ângulo da plataforma
(ou a articulação mecânica) até 50 mm (2 in) a partir
da posição totalmente retraída.
2. Erga a plataforma até que a barra de corte esteja a
152 - 254 mm (6 - 10 in) do solo.
3. Desligue o motor e remova a chave.
4. Verifique se as molas de acabamento (1) estão conec-
tadas ao adaptador e à plataforma CA20 da colheita- 93102452 1
deira.
5. Mova as rodas de transporte/estabilização para que
sejam suportadas pela plataforma. Consulte informa-
ções sobre a altura de corte.
6. Retire o parafuso e a tampa articulada na lateral que
precisa de ajuste.
7. Mova a alavanca da mola (1) até a posição inferior
para destravar a flutuação da asa.

RR07M166 2

8. Retire a tampa da articulação. Consulte a seção da


tampa da articulação.
9. Retome a chave (1) da perna da plataforma.

93104609 3

5 - 77
5 - MANUTENÇÃO

10. Prenda no parafuso (1) na articulação.

RR07M166 4

11. Mova cada asa para cima e para baixo com a chave
(1) para determinar a tendência da asa como "sorriso"
ou como "cenho". O equilíbrio é ajustado quando é
necessário o mesmo esforço para mover a alavanca
em cotovelo (asa) para cima ou para baixo, ou a asa
tende a se alinhar com a barra de corte central.

93104609 5

Se houver a necessidade de ajustes, proceda da seguinte


maneira:

Se a asa tiver a tendência de "sorrir" (ficar para cima):


12. Afrouxe o parafuso da braçadeira (1) e gire o parafuso
de tração (2) no sentido anti-horário para mover a for-
quilha (3) para dentro e reduzir o "sorriso".

93104605 6

Se a asa tiver a tendência de "franzir" (ficar para baixo):


13. Afrouxe o parafuso da braçadeira (1) e gire o parafuso
de tração (2) no sentido horário para mover a forquilha
(3) para fora e reduzir o "cenho".

93104605 7

5 - 78
5 - MANUTENÇÃO

14. Aperte o parafuso da braçadeira (1).


NOTA: Se a barra de corte não estiver reta quando as
asas estiverem no modo travado, serão necessários
novos ajustes. Consulte o ajuste de travamento de
flutuação da asa. Consulte: 5-75. Se o movimento
para cima e para baixo das asas for diferente, repita
as etapas 1 e 2.

93104605 8

NOTA: Como auxílio para o ajuste, o adesivo (1) loca-


liza-se na articulação superior (3) da asa esquerda.

93102440 9

93104607 10

NOTA: Como auxílio para o ajuste, o adesivo (2) loca-


liza-se na articulação superior (4) da asa direita.

93102441 11

93104608 12

5 - 79
5 - MANUTENÇÃO

Asa esquerda. As asas tendem a ’franzir’ (ficar para


baixo); mova a forquilha (1) para a parte externa para
’desfranzir’ a asa. A asa tende a ’desfranzir’ (ficar para
cima); mova a forquilha (1) para a parte interna para ’fran-
zir’ a asa.

93104605 13

Asa direita. A asa tende a ’desfranzir’ (ficar para cima);


mova a forquilha (1) para a parte interna para ’franzir’ a
asa. As asas tendem a ’franzir’ (ficar para baixo); mova a
forquilha (1) para a parte externa para ’desfranzir’ a asa.

93104605 14

15. Substitua a tampa e a chave da articulação (1) no local


de armazenamento na perna da plataforma.

93104609 15

5 - 80
5 - MANUTENÇÃO

Articulação da asa ajuste


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Se o movimento vertical da asa para cima ou para baixo


não for igual, consulte as instruções a seguir para ajustar
a articulação da asa:
1. Verifique se a barra de corte está reta quando as asas
estiverem no modo de travamento.
2. Apoie a plataforma de forma que a barra de corte fi-
que reta, abaixando até o nível do solo ou em blocos
nivelados.
3. Retire o parafuso e a tampa articulada na lateral que
precisa de ajuste.
Com a barra de corte reta, verifique se existem as duas
condições a seguir:

Condição 1: a borda inferior da alavanca em cotovelo (1)


está paralela com a borda inferior da articulação superior
(2).

93104606 1

Condição 2: a parte superior da articulação de equilíbrio


(1) está alinhada com a faixa de adesivo branco (2) em
12 mm (0.5 in).
NOTA: Se estiver faltando um adesivo, verifique se a di-
mensão é de 80 mm (3.1 in) +/- 12 mm (0.5 in).

93104603 2

5 - 81
5 - MANUTENÇÃO

Se não existirem as condições acima, realize os seguin-


tes ajustes:

Condição 1: destrave as porcas (1) e gire o parafuso (2)


até que as bordas fiquem paralelas. Trave as porcas (1).

93104600 3

Condição 2: destrave a contraporca (1) e gire o elo de


compressão (2) até que a articulação de equilíbrio (3) e o
adesivo (4) estejam alinhados, ou a dimensão seja obtida.
Trave a porca (1).

93104604 4

93104603 5

5 - 82
5 - MANUTENÇÃO

NOTA: Um ajuste pode corrigir as duas condições. Por


exemplo, se a borda inferior da alavanca em cotovelo (1)
apontar para baixo, e a parte superior da articulação de
equilíbrio (2) ficar muito para baixo, o ajuste do parafuso
da articulação superior (3) também vai melhorar o alinha-
mento da articulação de equilíbrio (2) com a tira do ade-
sivo (4).

93104606 6

93104603 7

93104600 8

f. Substitua a tampa de articulação.

5 - 83
5 - MANUTENÇÃO

Flutuação da plataforma
ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Com um mínimo de peso extra, a plataforma exibirá me-


lhor desempenho sob condições normais. Verifique as
flutuações a seguir:

Travas da flutuação principal


AVISO: Deve-se engatar as travas da flutuação principal
quando a plataforma estiver sendo transportada com o
adaptador anexo de forma que não haja movimento re-
lativo entre o adaptador e a plataforma durante o trans-
porte. Também deve-se travar as travas de flutuação du-
rante a desconexão da colheitadeira para permitir que a
carcaça do alimentador solte o adaptador. Existem duas
travas, uma em cada lado do adaptador.
1. Mova o trinco no sentido contrário ao adaptador (1)
e mova a alavanca (2) em cada trava para a posição
mais baixa (3) para desengatar as travas da flutuação
principal . Nesta posição, a plataforma está destra-
vada e pode flutuar em relação ao adaptador.

RR07H141 1

RR06J013 2

5 - 84
5 - MANUTENÇÃO

2. Mova a alavanca (1) para cima até a posição mais alta


para engatar as travas da flutuação principal. Nesta
posição, a plataforma não pode se mover em relação
ao adaptador.

RR06J013 3

Verificação e ajuste da flutuação


Ajuste da flutuação principal da plataforma flexível com
cortador:
1. Garanta que as duas travas de flutuação da asa (1)
estejam engatadas.

RH07G138 4

2. Certifique-se de que as alavancas de flutuação da pla-


taforma (1) estejam para baixo (destravadas).

RR06J013 5

5 - 85
5 - MANUTENÇÃO

3. Ajuste a articulação central até a faixa intermediária


(b para c (1) no indicador de oscilação/ângulo, se ins-
talado).
4. Ajuste a barra de corte a 150 - 250 mm (6 - 10 in)
acima do solo.

RR06J054 6

5. Se a plataforma estiver equipada com rodas do esta-


bilizador ou rodas do transporte de baixa velocidade,
levante-as acima do solo de forma que elas sejam su-
portadas pela plataforma.

RR08K017 7

5 - 86
5 - MANUTENÇÃO

6. Levante a plataforma na altura da escora diagonal tra-


seira (1) ou do tubo de retorno. A plataforma deve mo-
ver para cima com aproximadamente 101.7 N·m (75
lb ft) de força e, em seguida, retornar à posição origi-
nal.
NOTA: Verifique o movimento das alavancas em co-
tovelo na base do adaptador. Elas devem mover para
frente quando a plataforma é levantada e, em seguida,
retornar à posição original.
7. Caso seja necessário força em excesso ou a plata-
forma não retorne à posição original, será preciso
ajustar a flutuação. Consulte para ajustar a flutuação
da plataforma - normal, 4-43 ou ajuste da flutuação
da plataforma – barra de corte no solo 4-45.
RR08K017 8
AVISO: Para evitar quebra frequente dos componentes
da foice, furos no solo ou acúmulo de solo na barra de
corte em condições de umidade, deve-se ajustar a flutua-
ção da plataforma do modo mais leve possível sem cau-
sar vibração em excesso. Quando o ajuste da plataforma
é leve, pode ser necessário usar uma velocidade efetiva
mais baixa para evitar vibração em excesso e um corte
mal feito.
NOTA: É possível usar as rodas do estabilizador em con-
junto com a flutuação principal para minimizar a vibração
nas extremidades da plataforma e controlar a altura do
corte ao cortar acima do nível do solo. Consulte informa-
ções sobre a altura de corte para obter detalhes.
NOTA: Caso não seja possível obter a flutuação ade-
quada da plataforma por meio de todos os ajustes dis-
poníveis, uma mola opcional para serviços pesados está
disponível. Consulte o concessionário ou o catálogo de
peças para obter informações sobre como fazer o pedido.

5 - 87
5 - MANUTENÇÃO

Ajuste da corrente de acionamento


ADVERTÊNCIA
Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes de lubrificar, fazer a manutenção ou executar serviços na
máquina.
1. Desative todas as transmissões. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os aces-
sórios até o chão, ou erga e engate todas as travas de segurança. 4. Desligue o motor. 5. Retire a
chave da ignição. 6. Desligue a chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até que a máquina pare
completamente.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Uma roda dentada no eixo de entrada de propulsão prin-


cipal da colheitadeira aciona outro eixo para o sem-fim.
Para ajustar a tensão na corrente na caixa de câmbio
principal, proceda como segue:
1. Remova o bujão do bocal de enchimento (1).

RR07D012 1

2. Remova a mola (1) e a proteção (2) de dentro da porta


do bocal de enchimento.

RR06M002 2

5 - 88
5 - MANUTENÇÃO

3. Usando um soquete de 19 mm (0.75 in), aplique ao


parafuso dentro do orifício de enchimento um torque
de 27.1 N·m (20 lb ft) e depois solte o parafuso 1¼
de volta.
4. Substitua a proteção (1), a mola (2) e o bujão do bocal
de enchimento (3).

RR06M002 3

RR07D012 4

5 - 89
5 - MANUTENÇÃO

GRÁFICO DE MANUTENÇÃO

Gráfico de manutenção
PERIGO ADVERTÊNCIA
Perigo de esmagamento! Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
Sempre engate as travas do cilindro de ele- de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
vação do molinete e as travas de elevação da serviços na máquina.
plataforma antes de trabalhar sob ou próximo 1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
a um molinete erguido. Não confie no sistema o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
hidráulico do enleirador como apoio. Ruptu- acessórios até o chão, ou erga e engate todas
ras ou vazamentos em qualquer parte do sis- as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
tema farão com que a mesa abaixe caso os 5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
blocos estejam posicionados de forma errada. chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
A não observância desses procedimentos po- que a máquina pare completamente.
derá resultar em morte ou lesões graves. A não observância desses procedimentos po-
D0047A
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Sob condições operacionais normais, siga esta pro-


gramação de manutenção. Sob condições extremas,
deve-se realizar manutenção mais frequentemente.

A cada 10 horas ou A cada 50 horas ou


Itens de manutenção De forma sazonal
diariamente semanalmente
Verifique se os dentes do molinete estão
X
retos ou danificados
Verifique as seções da faca e as proteções X
Verifique a tensão do cortador X
Remova o acúmulo de material X
Faça a manutenção da lubrificação X X
Verifique a tração do cortador AR
Inspecione e aperte as ferragens X

5 - 90
5 - MANUTENÇÃO

Programação de manutenção
PERIGO ADVERTÊNCIA
Perigo de esmagamento! Evite lesões! Sempre faça o seguinte antes
Sempre engate as travas do cilindro de ele- de lubrificar, fazer a manutenção ou executar
vação do molinete e as travas de elevação da serviços na máquina.
plataforma antes de trabalhar sob ou próximo 1. Desative todas as transmissões. 2. Engate
a um molinete erguido. Não confie no sistema o freio de estacionamento. 3. Abaixe todos os
hidráulico do enleirador como apoio. Ruptu- acessórios até o chão, ou erga e engate todas
ras ou vazamentos em qualquer parte do sis- as travas de segurança. 4. Desligue o motor.
tema farão com que a mesa abaixe caso os 5. Retire a chave da ignição. 6. Desligue a
blocos estejam posicionados de forma errada. chave da bateria, se instalada. 7. Aguarde até
A não observância desses procedimentos po- que a máquina pare completamente.
derá resultar em morte ou lesões graves. A não observância desses procedimentos po-
D0047A
derá resultar em morte ou lesões graves.
W0047A

Item Intervalo
Rolamentos do molinete Graxa a cada 10 horas
Acionamentos da faca Graxa a cada 50 horas
Rolamentos da roda Reembalar a cada ano
Faca Se a faca estiver colando, lave com água primeiramente.
Como alternativa, lave com diesel.
Rodas do medidor A cada 10 horas

Acionamentos da faca
Aplique uma medida de graxa a cada 50 horas nos pontos
(1) e (2).

10997853N 1

Rolamentos do molinete
Aplique dez medidas de graxa a cada 10 horas no ponto
(1), nos lados esquerdo e direito do molinete.

50006887N 2

5 - 91
5 - MANUTENÇÃO

Caster das rodas do medidor


Aplique dez medidas de graxa a cada 10 horas no ponto
(1).

56055711 3

56061883N 4

(1) Graxa (6) Acionamento do Molinete


(2) Molinete (7) Tubo da mola
(3) Graxa (apenas para molinete dividido) (8) Tubo da mola
(4) Molinete (9) Graxa do acionamento da faca (2 locais)
(5) Graxa (10)Roda do medidor de graxa

5 - 92
5 - MANUTENÇÃO

ARMAZENAMENTO

Armazenamento da plataforma
CUIDADO
Produtos químicos perigosos!
Nunca use gasolina, nafta nem outros materiais voláteis para fazer a limpeza. Esses materiais são
tóxicos e/ou inflamáveis.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em lesões leves ou moderadas.
C0061A

ADVERTÊNCIA
Perigo de corte!
Cubra a barra de corte e as proteções da foice para evitar danos por contato acidental.
A não observância desses procedimentos poderá resultar em morte ou lesões graves.
W0458A

NOTA: Faça o seguinte no final de cada temporada de operação:


1. Limpe completamente a plataforma.
2. Armazene a máquina em um local seco e protegido,
se possível. Se armazenado ao ar-livre, sempre cu-
bra com uma lona à prova d’água ou outro material
de proteção.
3. Se a máquina for armazenada ao ar livre, retire os
cortadores e guarde em local escuro e seco. 5-94 .
NOTA: Se os cortadores não forem retirados, guarde a
plataforma com a barra de corte abaixada para que a água/
neve não se acumule nos cortadores. Esse acúmulo de
peso acrescenta um estresse excessivo nos cortadores e
na plataforma
4. Abaixe a plataforma sobre os blocos para manter a
barra de corte acima do solo.
5. Abaixe o molinete inteiramente. Se armazenada ao
ar livre, amarre o molinete na estrutura para impedir
a rotação causada pelo vento.
6. Pinte novamente todas as superfícies pintadas gas-
tas ou lascadas para impedir que enferruje.
7. Afrouxe as correias de acionamento.
8. Lubrifique a plataforma inteiramente, deixando bas-
tante graxa nos encaixes para manter a umidade
fora dos rolamentos. Aplique graxa nas roscas ex-
postas, nas hastes do cilindro e nas superfícies desli-
zantes dos componentes. Engraxe os componentes
da foice para impedir ferrugem.
9. Verifique se há componentes gastos ou quebrados
e conserte ou solicite substituição de sua concessio-
nária. A atenção imediata a esses itens vai econo-
mizar tempo e esforço no começo da próxima tem-
porada.
10. Substitua ou aperte qualquer ferragem frouxa ou fal-
tando. Consulte os valores de torque. Consulte 1-6.

5 - 93
5 - MANUTENÇÃO

Remoção do cortador
NOTA: Se uma cabeça coletora de grãos estiver conectada à colheitadeira. Coloque o molinete na sua posição mais
baixa e o máximo possível para trás.
Para remover a cabeça coletora, use o seguinte
procedimento:
1. Acoplamento(s) do sistema de acionamento da ca-
beça coletora (1).

50041635 1

2. Conexão elétrica (1) prender novamente no suporte


(2).

50041635 2

3. Acoplador hidráulico de liberação rápida: Empurre a


trava (1) e levante a alavanca (2). Retire o bloco de
distribuição do sistema hidráulico, feche a tampa e
engate o bloco de distribuição do sistema hidráulico
(3) na placa (4).

50041635 3

5 - 94
5 - MANUTENÇÃO

4. Solte a trava da alavanca de liberação rápida (1) e


puxe a alavanca para trás (2).
5. Posicione a cabeça coletora em uma superfície plana
ou em uma carreta.
6. Com o motor funcionando em ponto morto, baixe o
alojamento do alimentador para soltá-lo da cabeça co-
letora e, em seguida, mova a colheitadeira para trás.

50041633 4

NOTA: Consulte o manual do operador específico para o tipo de cabeça coletora conectada à sua colheitadeira.

5 - 95
5 - MANUTENÇÃO

Serviço de pré-temporada
Verificação de pré-temporada
1. Ajuste a tensão nas correias de acionamento. Con-
sulte a seção de correias propulsoras da foice. Con-
sulte: 5-38.
2. Realize uma manutenção anual. Consulte o manual
de serviço para ver a programação de manutenção.

5 - 96
6 - ESPECIFICAÇÕES

6 - ESPECIFICAÇÕES
Especificações da plataforma
GERAL
MODELO DA PLATAFORMA 2142/2152 2142/2152 2152 2152
TAMANHO DA PLATAFORMA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 14 m (45
ft) ft)45 PÉS
Largura Transporte 2438 mm (96 in)
(recuo total
do molinete)
Campo 8003 mm 9527 mm 11051 mm 12575 mm 14099 mm
(315 in) (375 in) (435 in) (495 in) (555 in)
Compri- Transporte 2142, 2152 Não aplicável 12845 mm 13907 mm 15278 mm 16040 mm
mento (com dois (506 in) (548 in) (601 in) (631 in)
polos)
Altura – Transporte 2464 mm (97 in)
Plataforma de base com 2142 1589 kg 1884 kg 2134 kg Não aplicável
faixa de altura estimada (3503 lb) (4154 lb) (4705 lb)
– sem adaptador 2152 1589 - 1907 - 2134 - 2451 - 2815 kg
1861 kg 2315 kg 2588 kg 2633 kg (6206 lb)
(3503 - (4204 - (4705 - (5404 -
4103 lb) 5104 lb) 5706 lb) 5805 lb)

BARRA DE CORTE
MODELO DA 2142/2152 2142/2152 2152 2152
PLATAFORMA
TAMANHO DA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
PLATAFORMA
Largura 7620 mm 9144 mm 10668 mm 12192 mm 13716 mm
(300 in) (360 in) (420 in) (480 in) (540 in)
Altura de Articulação 32 mm (1 in) abaixo do 20 mm (1 in) abaixo do chão – 1340 mm (53 in) acima
corte da central mais chão – 1328 mm (52 in)
plataforma curta acima
Articulação 117 mm (5 in) abaixo do 105 mm (4 in) abaixo do chão – 1204 mm (47 in) acima
central mais chão – 1192 mm (47 in)
longa acima
Ângulo de proteção (barra 7 - 12 ° 2 - 7.4 °
de corte no chão)

6-1
6 - ESPECIFICAÇÕES

FOICE
MODELO DA PLATAFORMA 2142/2152 2142/2152 2152 2152
TAMANHO DA PLATAFORMA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
Tipo de acionamento SK Motor hidráulico/Correia "C"/Caixa de oscilação (MD) de serviço pesado
DK (exceto Motor hidráulico/Duas correias de sincronização Dois motores hidráulicos
2142) "B"/Duas caixas de oscilação (MD) de serviço para correias "C", sem
pesado sincronização com as
caixas de oscilação
(MD) de serviço pesado
Velocidade da foice SK 1200 cursos por minuto Não
aplicável
DK 1380 cursos por minuto
Curso 76 mm (3 in)
Seções – Cortado ou 14 9/14 9
Sobresserrilhado sólido
e aparafusado
(serrações/pol)
Proteções Apontado 2142 Apontado/Em caixa de metal rígido/folha de Não
e prende- metal/parafuso de ajuste aplicável
dores 2152 Em caixa de metal rígido ou tratado com o dobro de calor/folha de
metal/parafuso de ajuste
Tronco (exceto 2142) Folha de Não aplicável
metal ou
HD forjado

TRANSPORTADOR E PLATAFORMAS
MODELO DA PLATAFORMA 2142/2152 2142/2152 2152 2152
TAMANHO DA PLATAFORMA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
Acionamento do corte Sistema hidráulico
Largura do corte 1057 mm (42 in)
Velocidade do corte 75 - 141 m/min (246 - 463 ft/min)
Abertura de Largura 2142 1870 mm (74 in) Não
entrega aplicável
2152 1870 mm (74 in)
Altura 945 - 1058 mm (37 - 42 in)
Ângulo de corte (barra 2142 & 13.0 - 18.4 °
de corte no chão) 2152

MOLINETE
MODELO DA 2142/2152 2142/2152 2152 2152
PLATAFORMA
TAMANHO DA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
PLATAFORMA
Acionamento Hidráulico do fornecimento de óleo hidráulico da colheitadeira
Velocidade 0 - 67 RPM
Quantidade de tubos de 5/6/9 5/6 5
dente
Diâmetro efetivo do 1650 mm (65 in)
molinete
Intervalo de raio da ponta 766 - 800 mm (30 - 31 in)
do dedo
Tipo do dedo Plástico Padrão
Plástico 2152 opcional 9 m (30 ft) 2152 DK -
para serviço opcional
pesado
Espaçamento do dedo 152.4 mm (6 in)

6-2
6 - ESPECIFICAÇÕES

SEM-FIM TRANSVERSAL SUPERIOR


MODELO 2142/2152 2142/2152 2152 2152
DA PLATA-
FORMA
TAMANHO 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
DA PLATA-
FORMA
Diâmetro 305 mm (12 in)
externo
Peso 87 kg (192 lb) 100 kg (220 lb) 113 kg (249 lb) 127 kg (280 lb) 140 kg (309 lb)

RODAS DO ESTABILIZADOR
MODELO 2142/2152 2142/2152 2152 2152
DA PLATA-
FORMA
TAMANHO 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
DA PLATA-
FORMA
Tamanho Não aplicável ST205/75R-15
Pressão Não aplicável Intervalo de carga E - 552 kPa (80 psi)
Intervalo de carga D - 448 kPa (65 psi)
Peso Não aplicável 91 kg (201 lb)

ADAPTADOR DA COLHEITADEIRA
MODELO DA 2142/2152 2142/2152 2152 2152
PLATAFORMA
TAMANHO DA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
PLATAFORMA
Largura 3835 mm (151 in)
Comprimento 1778 mm (70 in)
Altura 1270 mm (50 in)
Peso 930 kg (2050 lb)
Transmissão principal Bomba do pistão acionada da colheitadeira e bomba de engrenagem através da
caixa de câmbio
Capacidade da bomba de 2.5 l (5 US pt)
engrenagem
Sem-fim Acionamento Corrente
Tipo Sem-fim - 356 mm (14 in) com
102 mm (4 in)Hélice
Velocidade 150 RPM (depende da colheitadeira)
Corte de Acionamento Motor hidráulico da bomba acionada da colheitadeira
alimentação Tipo Tecido de poliéster revestido de borracha com autorrastreamento com lâminas de
borracha
Largura 2000 mm (79 in)
Velocidade 107 - 122 m/min (351 - 400 ft/min)
Capacidade do reservatório 60 l (16 US gal)
Pressão máxima de 24132 kPa (3500 psi)Bomba do pistão, 25510 kPa (3700 psi) bomba de engrenagem
operação
Filtro 10 mícrons, Nº 151975
Bomba de acionamento de 16.5 cm³ (1 in³) Bomba de engrenagem
corte da plataforma
Bomba de acionamento da 29.5 - 44.2 cm³ (2 - 3 in³) Bomba do pistão
foice
Oscilação da plataforma do 178 - 203 mm (7 - 8 in) Vertical, rotação de 4 °
adaptador

6-3
6 - ESPECIFICAÇÕES

MODELO DA 2142/2152 2142/2152 2152 2152


PLATAFORMA
TAMANHO DA 8 m (25 ft) 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft) 14 m (45 ft)
PLATAFORMA
Controle de ângulo da Mecânico ou
plataforma Hidráulico do fornecimento de óleo hidráulico da colheitadeira
(com válvula do solenoide para alternar para a inclinação da plataforma/para
frente-para trás do molinete)
Requisito da colheitadeira Classe 5 ou superior

6-4
6 - ESPECIFICAÇÕES

Especificações da plataforma
GERAL
MODELO DA PLATAFORMA 2162 2162
TAMANHO DA PLATAFORMA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
Largura Transporte (recuo 2438 mm (96 in)
total do molinete)
com adaptador
CA20
Campo 9527 mm (375 11051 mm 12575 mm
in) (435 in) (495 in)
Comprimento Transporte
(com dois 2162 Não aplicável 13029 mm 14141 mm 15278 mm
polos) (513 in) (557 in) (601 in)
Altura – Transporte 2464 mm (97 in)
Plataforma de base com faixa
de altura estimada – sem
adaptador 2162 Não aplicável 2202 kg (4855 2384 kg (5256 2588 - 2979 kg
lb) lb) (5706 - 6568
lb)

BARRA DE CORTE
MODELO DA PLATAFORMA 2162 2162
TAMANHO DA PLATAFORMA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
Largura 9144 mm (360 in) 10668 mm (420 in) 12192 mm (480 in)
Altura de corte da Articulação central 20 mm (1 in) abaixo do chão – 1340 mm (53 in) acima
plataforma mais curta
Articulação central 105 mm (4 in) abaixo do chão – 1204 mm (47 in) acima
mais longa
Ângulo de proteção (barra de corte no chão) 2 - 7.4 °

6-5
6 - ESPECIFICAÇÕES

FOICE
MODELO DA PLATAFORMA 2162 2162
TAMANHO DA PLATAFORMA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
Tipo de acionamento SK Motor hidráulico/Correia "C"/Caixa de oscilação (MD) de serviço
pesado
DK Motor hidráulico/Duas correias de sincronização Dois motores
"B"/Duas caixas de oscilação (MD) de serviço hidráulicos
pesado para correias
"C", sem
sincronização
com as caixas
de oscilação
(MD) de
serviço pesado
Velocidade da foice SK 1200 cursos por minuto
DK 1380 cursos por minuto
Curso 76 mm (3 in)
Seções – Sobresserrilhado e Cortado ou 14 9/14 9
aparafusado (serrações/pol) sólido
Proteções e Apontado
prendedores
2162 Não aplicável Tratado com o dobro de calor/folha de
metal/parafuso de ajuste
Tronco Não aplicável

TRANSPORTADOR E PLATAFORMAS
MODELO DA PLATAFORMA 2162 2162
TAMANHO DA PLATAFORMA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
Acionamento do corte Sistema hidráulico
Largura do corte 1057 mm (42 in)
Velocidade do corte 75 - 141 m/min (246 - 463 ft/min)
Abertura de Largura
entrega
2162 1870 mm (74 in)
Altura 945 - 1058 mm (37 - 42 in)
Ângulo de corte (barra de corte
no chão) 2162 14.0 - 19.4 °

MOLINETE
MODELO DA PLATAFORMA 2162 2162
TAMANHO DA PLATAFORMA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
Acionamento Hidráulico do fornecimento de óleo hidráulico da colheitadeira
Velocidade 0 - 67 RPM
Quantidade de tubos de dente 5/6 5
Diâmetro efetivo do molinete 1650 mm (65 in)
Intervalo de raio da ponta do dedo 766 - 800 mm (30 - 31 in)
Tipo do dedo Plástico
Plástico para -
serviço pesado
Espaçamento do dedo 152.4 mm (6 in)

6-6
6 - ESPECIFICAÇÕES

SEM-FIM TRANSVERSAL SUPERIOR


MODELO DA 2162 2162
PLATAFORMA
TAMANHO DA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
PLATAFORMA
Diâmetro externo 305 mm (12 in)
Peso 100 kg (220 lb) 113 kg (249 lb) 127 kg (280 lb)

RODAS DO ESTABILIZADOR
MODELO DA 2162 2162
PLATAFORMA
TAMANHO DA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
PLATAFORMA
Tamanho ST205/75R-15
Pressão Intervalo de carga E - 552 kPa (80 psi)
Intervalo de carga D - 448 kPa (65 psi)
Peso 91 kg (201 lb)

ADAPTADOR DA COLHEITADEIRA
MODELO DA PLATAFORMA 2162 2162
TAMANHO DA PLATAFORMA 9 m (30 ft) 11 m (35 ft) 12 m (40 ft)
Largura 3835 mm (151 in)
Comprimento 1778 mm (70 in)
Altura 1270 mm (50 in)
Peso 930 kg (2050 lb)
Transmissão principal Bomba do pistão acionada da colheitadeira e bomba de engrenagem
através da caixa de câmbio
Capacidade da bomba de 2.5 l (5 US pt)
engrenagem
Sem-fim Acionamento Corrente
Tipo Sem-fim - 356 mm (14 in) com
102 mm (4 in)Hélice
Velocidade 150 RPM (depende da colheitadeira)
Corte de Acionamento Motor hidráulico da bomba acionada da colheitadeira
alimentação Tipo Tecido de poliéster revestido de borracha com autorrastreamento com
lâminas de borracha
Largura 2000 mm (79 in)
Velocidade 107 - 122 m/min (351 - 400 ft/min)
Capacidade do reservatório 60 l (16 US gal)
Pressão máxima de operação 24132 kPa (3500 psi)Bomba do pistão, 25510 kPa (3700 psi) bomba de
engrenagem
Filtro 10 mícrons, Nº 151975
Bomba de acionamento de corte da 16.5 cm³ (1 in³) Bomba de engrenagem
plataforma
Bomba de acionamento da foice 29.5 - 44.2 cm³ (2 - 3 in³) Bomba do pistão
Oscilação da plataforma do 178 - 203 mm (7 - 8 in) Vertical, rotação de 4 °
adaptador
Controle de ângulo da plataforma Mecânico ou
Hidráulico do fornecimento de óleo hidráulico da colheitadeira
(com válvula do solenoide para alternar para a inclinação da plataforma/para
frente-para trás do molinete)
Requisito da colheitadeira Classe 5 ou superior

6-7
6 - ESPECIFICAÇÕES

6-8
7 - ACESSÓRIOS

7 - ACESSÓRIOS
Controlador automático de altura da plataforma
Para uso em conjunto com a opção (1) de controle auto-
mático de altura da plataforma de corte. Este acessório
inclui um potenciômetro (2) que envia um sinal para a co-
lheitadeira para permitir manter uma altura de corte con-
sistente e uma flutuação ideal do adaptador enquanto a
plataforma acompanha o contorno do solo. As ferragens
de fixação, chicotes elétricos e instruções de instalação
estão incluídos.

RR06J054 1

93104611 2

Kit de reversão de lâmina


Disponível como acessório para uso com plataformas da
colheitadeira. O kit de reversão acopla-se aos compo-
nentes hidráulicos do adaptador CA20 e permite que o
acionamento da lâmina da plataforma seja invertido, au-
xiliando no desacoplamento da lâmina. As instruções de
instalação e ajuste estão incluídas no kit.

7-1
7 - ACESSÓRIOS

Indicador de flutuação/ângulo
Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. Este anexo indica ao operador o ajuste
de flutuação e o ajuste do ângulo da plataforma (1)
através do sistema da articulação superior hidráulica. As
ferragens de fixação, chicotes elétricos e instruções de
instalação estão incluídos.

RR06J054 1

Inclinação hidráulica da plataforma


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. Este sistema permite a alteração do ân-
gulo da plataforma a partir do console do operador sem
precisar parar a máquina.

RR07H075 1

Barra de corte poly


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. Elas são recomendadas para corte no
nível do solo onde o solo adere ao aço.

93102476 1

7-2
7 - ACESSÓRIOS

Sapatas ajustáveis com poly cover


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. Elas são recomendadas para corte no
nível do solo.

RR06E146 1

Kit de conversão da proteção do tronco


As proteções do tronco, que vêm com guias superiores e
sapatas de ajuste, foram projetadas para cortar colheitas
duras. As instruções de instalação e ajuste estão incluí-
das no kit.

RR06E158 1

7-3
7 - ACESSÓRIOS

Rodas do estabilizador/transporte
Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152 de tamanhos selecionados. As rodas do
estabilizador/transporte ajudam a estabilizar a plata-
forma em condições do campo que fariam com que a
plataforma vibrasse resultando em uma altura de corte
desigual. As rodas se convertem no modo de transporte
para permitir que a plataforma seja rebocada em uma
velocidade baixa.

93104602 1

93104599 2

Rodas do estabilizador/transporte
Disponível como acessório para uso com plataformas fle-
xíveis de corte 2162 de tamanhos selecionados. As rodas
do estabilizador/transporte ajudam a estabilizar a plata-
forma em condições do campo que fariam com que a pla-
taforma vibrasse resultando em uma altura de corte desi-
gual. As rodas se convertem no modo de transporte para
permitir que a plataforma seja rebocada em uma veloci-
dade baixa.

93104602 1

93104599 2

7-4
7 - ACESSÓRIOS

Kit de dedo do molinete de colheita alojada


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. Os dedos de aço se anexam às extre-
midades de cada barra dentada e ajudam a limpar o
material em colheitas pesadas, difíceis de cortar. São
necessários dois kits para modificar cada barra de um
molinete de 6 blocos.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102451 1

Kit de dedo do molinete de colheita alojada


Disponível como acessório para uso com plataformas fle-
xíveis de corte 2162. Os dedos de aço se anexam às
extremidades de cada barra dentada e ajudam a limpar o
material em colheitas pesadas, difíceis de cortar. São ne-
cessários dois kits para modificar cada barra de um moli-
nete de 6 blocos.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102451 1

Suportes de lâmina vertical


Os suportes de lâmina vertical permitem a instalação de
foices verticais em ambas as extremidades das platafor-
mas 2142 e 2152. Consulte seu concessionário para ob-
ter mais detalhes.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102410 1

7-5
7 - ACESSÓRIOS

Suportes de lâmina vertical


Os suportes de lâmina vertical permitem a instalação de
foices orientadas verticalmente em ambas as extremida-
des das plataformas 2162. Consulte seu concessionário
para obter mais detalhes.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102410 1

Kit do sem-fim transversal superior


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. O sem-fim transversal ajuda a fornecer co-
lheitas extremamente volumosas através da plataforma
sobre a leira ou dentro da colheitadeira.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102439 1

Kit do sem-fim transversal superior


Disponível como acessório para uso com plataformas fle-
xíveis de corte 2162. O sem-fim transversal ajuda a for-
necer colheitas extremamente volumosas através da pla-
taforma sobre a leira ou dentro da colheitadeira.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102439 1

7-6
7 - ACESSÓRIOS

Kit da proteção da extremidade do molinete


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. As blindagens de aço se anexam às
extremidades do molinete e ajudam a limpar o material
em colheitas pesadas, difíceis de cortar.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102448 1

Kit da proteção da extremidade do molinete


Disponível como acessório para uso com plataformas fle-
xíveis de corte 2162. As blindagens de aço se anexam
às extremidades do molinete e ajudam a limpar o mate-
rial em colheitas pesadas, difíceis de cortar.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93102448 1

Kit do retardador de rochas


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. O kit do retardador de pedras impede que
elas rolem sobre a barra de corte e sobre os drapers.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93104597 1

7-7
7 - ACESSÓRIOS

Kit do retardador de rochas


Disponível como acessório para uso com plataformas fle-
xíveis de corte 2162. O kit do retardador de pedras im-
pede que elas rolem sobre a barra de corte e sobre os
drapers.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

93104597 1

Kit do divisor de arroz


Disponível como acessório para uso com plataformas
2142 e 2152. Os divisores de arroz se anexam às folhas
de extremidade do lado esquerdo e direito, e realizam a
mesma função em colheitas de arroz altas e enroladas
que equipamentos padrão de divisores de cultura.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

RH08K006 1

Kit do divisor de arroz


Disponível como acessório para uso com plataformas fle-
xíveis de corte 2162. Os divisores de arroz se anexam às
folhas de extremidade do lado esquerdo e direito, e reali-
zam a mesma função em colheitas de arroz altas e enro-
ladas que equipamentos padrão de divisores de cultura.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

RH08K006 1

7-8
7 - ACESSÓRIOS

Posicionador de avanço/recuo do molinete hidráulico


Disponível para plataformas que não foram equipadas em
fábrica com a opção de avanço/recuo do molinete hidráu-
lico. A opção de avanço/recuo hidráulico permite que o
operador controle a posição de avanço/recuo do molinete
a partir da cabine.
As instruções de instalação e ajuste estão incluídas no
kit.

RH08K003 1

7-9
7 - ACESSÓRIOS

7 - 10
8 - FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES

8 - FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES
Registro de serviço - 1ªs 50 horas, cópia do cliente
VERIFICAR E AJUSTE, CONFORME NECESSÁRIO

1. Realizar serviço de graxeira de 50 9. Verificar nível do óleo hidráulico


horas

2. Verificar torques e porcas da roda 10. Verificar todas as tensões da corrente e da correia

3. Verificar juntas esféricas da direção 11. Lubrificar todas as correntes

4. Verificar/limpar condensador do 12. Verificar nível do refrigerante (tanque de derivação)


ar-condicionado

5. Verificar pressão dos pneus 13. Verificar nível do fluido de freio

6. Verificar nível do eletrólito nas baterias 14. Limpar filtro de ar da cabine

7. Verificar nível do óleo do motor 15. Verificar nível de combustível

8. Verificar nível de fluido da caixa de 16. Drenar água do separador/pré-filtro de água do sistema
câmbio da TDF de combustível

A INSPEÇÃO FOI REALIZADA

Nº MODELO DA Nº SERIAL DA
MÁQUINA MÁQUINA

ASSINATURA DO ASSINATURA DO
PROPRIETÁRIO FORNECEDOR

DATA: DATA:

8-1
8 - FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES

Relatório de entrega - Cópia do proprietário


Data de entrega

Nome do
proprietário

Endereço

Nome do fornecedor

Endereço

Unidade: Modelo Número de Identificação do


Produto

Motor: Modelo Número de Identificação do


Produto

Anexo: Modelo Número de Identificação do


Produto

Modelo Número de Identificação do


Produto

Modelo Número de Identificação do


Produto

Usando o manual do operador como guia, foram fornecidas instruções conforme


indicado pelas marcas de verificação.

( ) Precauções e prática de segurança


( ) Pontos e cronograma de lubrificação
( ) Áreas de manutenção, ajustes e cronograma
( ) Ajustes de campo para várias condições de cultura
( ) Operação
( ) Uso de equipamentos opcionais
( ) Serviço de pré-temporada
( ) Serviço de final de temporada
( ) Uso adequado do manual do operador
( ) Manual do operador dado ao cliente
( ) Todas as proteções de segurança foram instaladas

Assinatura do representante do
fornecedor

"Fui instruído nos recursos de operação, manutenção e segurança desta máquina, conforme detalhado no
manual do operador."

Assinatura do
proprietário

8-2
FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES - 8

Registro de serviço - 1ªs 50 horas, cópia do fornecedor


VERIFICAR E AJUSTE, CONFORME NECESSÁRIO

1. Realizar serviço de graxeira de 50 9. Verificar nível do óleo hidráulico


horas

2. Verificar torques e porcas da roda 10. Verificar todas as tensões da corrente e da correia

3. Verificar juntas esféricas da direção 11. Lubrificar todas as correntes

4. Verificar/limpar condensador do 12. Verificar nível do refrigerante (tanque de derivação)


ar-condicionado

5. Verificar pressão dos pneus 13. Verificar nível do fluido de freio

6. Verificar nível do eletrólito nas baterias 14. Limpar filtro de ar da cabine

7. Verificar nível do óleo do motor 15. Verificar nível de combustível

8. Verificar nível de fluido da caixa de 16. Drenar água do separador/pré-filtro de água do sistema
câmbio da TDF de combustível

A INSPEÇÃO FOI REALIZADA

Nº MODELO DA Nº SERIAL DA
MÁQUINA MÁQUINA

ASSINATURA DO ASSINATURA DO
PROPRIETÁRIO FORNECEDOR

DATA: DATA:

8-3
FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES - 8

8-4
FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES - 8

Relatório de entrega - Via do concessionário


Data de entrega

Nome do
proprietário

Endereço

Nome do
concessionário

Endereço

Unidade: Modelo Número de identificação do


produto

Motor: Modelo Número de identificação do


produto

Acessório: Modelo Número de identificação do


produto

Modelo Número de identificação do


produto

Modelo Número de identificação do


produto

Use o manual do operador como um guia. As instruções foram dadas conforme indicado
pelas marcas de verificação.

( ) Precauções e prática de segurança


( ) Pontos de lubrificação e cronograma de lubrificação
( ) Áreas, ajustes e cronograma de manutenção
( ) Ajustes de campo para condições de colheita diferentes
( ) Operação
( ) Uso de equipamento opcional
( ) Manutenção antes da temporada de uso
( ) Manutenção ao final da temporada
( ) Uso correto do manual do operador
( ) Manual do operador dado ao cliente
( ) Todas as proteções de segurança estão instaladas

Assinatura do representante do
concessionário

"Recebi orientações sobre como operar, fazer a manutenção e sobre as características de segurança desta
máquina de acordo as instruções do manual do operador."

Assinatura do
proprietário

8-5
FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES - 8

8-6
Índice

ACESSÓRIOS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Barra de corte poly. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Controlador automático de altura da plataforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Inclinação hidráulica da plataforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Indicador de flutuação/ângulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Kit da proteção da extremidade do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Kit da proteção da extremidade do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Kit de conversão da proteção do tronco. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Kit de dedo do molinete de colheita alojada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Kit de dedo do molinete de colheita alojada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Kit de reversão de lâmina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Kit do divisor de arroz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Kit do divisor de arroz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Kit do retardador de rochas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Kit do retardador de rochas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Kit do sem-fim transversal superior. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Kit do sem-fim transversal superior. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Posicionador de avanço/recuo do molinete hidráulico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Rodas do estabilizador/transporte. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Rodas do estabilizador/transporte. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Sapatas ajustáveis com poly cover . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Suportes de lâmina vertical . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Suportes de lâmina vertical . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5

ARMAZENAMENTO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-93
Armazenamento da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-93
Remoção do cortador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-94
Serviço de pré-temporada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-96

ESPECIFICAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1
Especificações da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1
Especificações da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-5

FORMULÁRIOS E DECLARAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1


Registro de serviço - 1ªs 50 horas, cópia do cliente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1
Registro de serviço - 1ªs 50 horas, cópia do fornecedor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Relatório de entrega - Cópia do proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2
Relatório de entrega - Via do concessionário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5

HEADER SETUP . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5


Ajuste de flutuação da plataforma barra de corte no solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-45
Ajuste de flutuação da plataforma normal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-43
Ajuste do came . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-77
Ajuste do came 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-73
Ajuste hidráulico avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-62
Ajustes mecânicos avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-60
Altura do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-58
Ângulo da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-49
Blindagem da extremidade não articulada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-101
Blindagens de extremidade articulação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-96
Bloqueio de flutuação da asa 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-47
Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5
Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Configuração da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10
Cortando no nível do solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-33
Cortando no nível do solo 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-30
Corte acima do solo 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Corte acima do solo 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-23
Defletor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-89
Desconexão da barra de corte. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-93
Divisores de cultura instalação da 2142 e da 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-84
Divisores de cultura Instalação da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-87
Divisores de cultura Remoção da 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-80
Divisores de cultura Remoção da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-82
Flutuação da asa ajustes na articulação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-48
Flutuação da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-37
Flutuação da plataforma 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-36
Hastes do divisor de cultura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-79
Passo do dente do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-72
Plataforma nivelamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-91
Posição do molinete avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-59
Sem-fim transversal superior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-94
Variáveis de operação da plataforma - 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-13
Variáveis de operação da plataforma - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15
Velocidade da faca. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-55
Velocidade do corte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-54
Velocidade do molinete 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-51
Velocidade do molinete 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-52
Velocidade efetiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-53
Verificando a flutuação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-40
Verificando a flutuação 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-38

INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1


Adesivos de segurança - 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11
Adesivos de segurança - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-24
Batente do cilindro de bloqueio mecânico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-10
Instruções de precaução. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Segurança pessoal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-7
Segurança pessoal - dispositivos de proteção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Símbolo de alerta de segurança e definição de palavra de sinalização . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1

INFORMAÇÕES GERAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1


Gráficos de torque - Torques de aperto mínimos para montagem normal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-6
Identificação de produto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Nota ao proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Nota ao proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Prefácio - Ecologia e meio-ambiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-5
Uso previsto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3

MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão - 2142 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-66
Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão da 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-69
Acionamento da corrente do molinete - ajuste da tensão da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-72
Ajuste da corrente de acionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-88
Ajuste da folga . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-52
Ajuste da folga Dente do molinete para barra de corte - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-56
Ajuste de equilíbio da asa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-77
Ajuste do adaptador - cortador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-40
Ajuste dos protetores e dos limitadores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-35
Armazenamento da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-93
Articulação da asa ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-81
Blindagens da foice . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-34
Cenho do molinete - Ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-59
Centralização do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-61
Centralização do molinete 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-63
Correia de acionamento da foice. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-38
Cortador da plataforma Ajuste de tensão do cortador lateral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-42
Cortador da plataforma Alinhamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-44
Cortador da plataforma Altura do deque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-46
Cortador da plataforma Altura do deque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-48
Flutuação da asa da plataforma - ajuste da trava . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-75
Flutuação da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-84
Foice. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-32
Folga até a barra de corte - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-54
Gráfico de manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-90
Localizações dos óleos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-17
Lubrificação da caixa de marchas de acionamento principal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-21
Lubrificação da caixa de marchas de acionamento principal 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-20
Medição da folga - 2142 - 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-51
Molinete e acionamento do molinete - 2142 & 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-50
Pontos de lubrificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
Programação de manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-91
Remoção do cortador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-94
Reservatório hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-26
Reservatório hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-29
Serviço de pré-temporada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-96
Tampa da articulação de equilíbrio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Troca do lubrificante da caixa de engrenagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-24
Troca do lubrificante da caixa de engrenagens 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-22

OPERAÇÕES DE TRABALHO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1


Ajuste de flutuação da plataforma barra de corte no solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-45
Ajuste de flutuação da plataforma normal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-43
Ajuste do came . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-77
Ajuste do came 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-73
Ajuste hidráulico avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-62
Ajustes mecânicos avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-60
Altura do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-58
Ângulo da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-49
Blindagem da extremidade não articulada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-101
Blindagens de extremidade articulação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-96
Bloqueio de flutuação da asa 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-47
Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5
Bloqueios do cilindro de elevação Bloqueios das plataformas 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Configuração da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10
Cortando no nível do solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-33
Cortando no nível do solo 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-30
Corte acima do solo 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Corte acima do solo 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-23
Defletor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-89
Desconexão da barra de corte. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-93
Dicas para preparar feno 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Divisores de cultura instalação da 2142 e da 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-84
Divisores de cultura Instalação da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-87
Divisores de cultura Remoção da 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-80
Divisores de cultura Remoção da 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-82
Flutuação da asa ajustes na articulação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-48
Flutuação da plataforma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-37
Flutuação da plataforma 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-36
Hastes do divisor de cultura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-79
Passo do dente do molinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-72
Plataforma nivelamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-91
Posição do molinete avanço/Recuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-59
Sem-fim transversal superior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-94
Tipos de leira. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1
Variáveis de operação da plataforma - 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-13
Variáveis de operação da plataforma - 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15
Velocidade da faca. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-55
Velocidade do corte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-54
Velocidade do molinete 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-51
Velocidade do molinete 2162 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-52
Velocidade efetiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-53
Verificando a flutuação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-40
Verificando a flutuação 2142 e 2152 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-38

OPERAÇÕES DE TRANSPORTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1


Plataforma de transporte Conversão da posição de campo para a de transporte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Plataforma de transporte conversão da posição de transporte para a posição de campo da 2162 . . . . . . . . . 3-8

TRANSPORTE DE REMESSA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1


Plataforma de transporte Conversão da posição de campo para a de transporte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Plataforma de transporte conversão da posição de transporte para a posição de campo da 2162 . . . . . . . . . 3-8
Selo da concessionária

A CNH AMERICA LLC se reserva o direito de fazer melhorias no projeto e alterações nas especificações a qualquer
tempo sem notificação e sem incorrer em qualquer obrigação de instalação nas unidades vendidas anteriormente.
As especificações, descrições e material ilustrativo aqui contidos refletem nosso conhecimento na data da publicação
e estão sujeitos à alterações sem notificação.

A disponibilidade de alguns modelos e versões de equipamentos variam de acordo com o país no qual o equipamento
está sendo utilizado. Para obter informações exatas sobre qualquer produto em particular, entre em
contato com o seu revendedor Case IH.

Impresso nos E.U.A.

Direitos autorais © 2010 CNH AMERICA LLC. Todos os direitos reservados.


Case IH é uma marca comercial registrada de CNH AMERICA LLC.
Racine Wisconsin 53404 E.U.A.

Você também pode gostar