Professores, Aqui vocês encontrarão atividades de Língua Portuguesa para realizarem com os alunos em sala de aula ou nos laboratórios

de informática. Aproveitem esse espaço e também escreva as atividades que realizam e que são relevantes. Contamos com a colaboração de todos construindo uma rede de idéias! DINÂMICA DA MISTURA DAS HISTÓRIAS (É boa para produzir textos criativos) Peça os alunos que pensem, sem falar, numa história que gostam muito . Caso achem difícil sugira histórias da infância: chapeuzinho vermelho, os três porquinhos, Cinderela, Gato de botas... histórias de livros que leram, filmes que assistiram...Dê um tempinho para pensarem. Prepare 5 saquinhos que podem ser de pão ou plástico transparente escrito em cada um deles: personagem, lugares, ações, objetos e qualidades. Recorte vários papéis pequenos (tirinhas). Peça aos alunos para pensarem na história e escrever os personagens - dizer o que são personagens (pode ser:gato, velha, bruxa, lobo...) e escreva um personagem em cada pedacinho de papel e coloque no saquinho: PERSONAGEM. Escrevam o lugar ou lugares em que se passa a história -coloque no saquinho LUGARES e assim por diante. Explique que ações têm verbo: correu, atirou ... que objetos podem ser: vara de condão, chapéu de bruxa... E as qualidades são bondoso, malvado, belo....Depois misture todos os papéis nos seus devidos saquinhos e redistribua para os alunos. em grupo de 4 pessoas. De posse dos papéis eles devem formar uma nova história e você vai conferir se todos os papéis apareceram na história. Eles podem ler ou representar a nova história. DINÂMICA SOBRE A VÍRGULA A diferença que faz uma vírgula! Escreva a frase: "Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro à sua procura". Agora coloque a vírgula onde achar necessário... Veja os sentidos que darão e depois discuta com os alunos: - as mulheres geralmente colocam a vírgula após o substantivo "mulher"; - os homens colocam sempre a vírgula após a forma verbal "tem". O que uma simples vírgula pode fazer!!! HISTÓRIA DO CHAPEUZINHO VERMELHO Levantar coisas estranhas na história, que sentimos incomodados (o por trás do fato). Deixar os alunos pensarem para realizarem a releitura. Exemplos: uma mãe manda a filha sozinha para a floresta? O lobo indica um caminho diferente, mais perto e com flores. A mãe indica o caminho igual? O lobo convence... PERGUNTAS Realizar diferentes perguntas (umas 10), os alunos respondem e com as respostas eles devem elaborar um texto. Passa o texto para um colega e esse deve analisá-lo: a linguagem; a estrutura do texto e a originalidade. Podem ser perguntas como: o que você mais gosta de fazer; qual o seu grande sonho... ACENTUAÇÃO GRÁFICA: Escolher palavras com a mesma regra (por exemplo, várias palavras proparoxítonas). Não falar a regra. Pedir para os alunos separarem as sílabas. O aluno deverá analisar as palavras e tentar dizer qual a regra. Escolha, também, palavras em oposição: por exemplo: Itaú e urubu – pedir que analisem. Na primeira o u está sozinho, na segunda está com a consoante. Por oposições os alunos tentam entender as regras. SONS

forma farmacêutica e apresentação. Formar grupos e cada um mostra seu desenho. lata com feijão. inventar um remédio – cada um fará a sua bula. Os alunos devem transformá-la em uma boa notícia. Abre o leque e ler em conjunto o que virou. superdosagem. uso adulto e oral. exemplo: futebolite.) .. com umbigo e pelos na barriga. uma injustiça. Depois o professor mostra a história. Devem produzir texto usando as palavras indicadas (eles escolhem quais) e o tema surge da gravura. uma boca sorrindo com um dente só.). 4 patas e um rabo enorme. mas – palavras que dão conexão ao texto. redigindo uma outra manchete. caneta batendo na mesa.. Um corpo sem pescoço. um chifre que sai do centro da testa. BULAS DE REMÉDIO Levar bulas de remédio (ou pedir antecipadamente que cada aluno traga para a aula uma bula). Além disso.O professor traz diferentes objetos que fazem barulhos diferentes (vidro com arroz.. Para facilitar apresente dois personagens – esses devem ter nomes de barulho – e. informações técnica. contra-indicações. quando. Vai passando até acabarem as perguntas. em grupos. A composição: informações ao paciente. posologia. Os alunos deverão produzir um texto: inventar um nome de uma doença (neologismo). No entanto. Cada um lê e responde a pergunta no leque sem que os outros do grupo vejam. dando sequência Os alunos devem dizer como organizaram. folhas para amassar. DESENHO Divida os alunos em grupo e recorte pedaços de uma mesma história. Dinâmica do monstro Pedir que os alunos desenhem em um papel branco: uma cabeça grande com olhos esbugalhados. CONECTIVOS Escrever no quadro: Certa vez. Distribuir um leque com perguntas escondidas para cada grupo. um coisa ruim. Eles devem identificar na bula. tchaco. Cada um lê o seu pedaço e faz um desenho. os alunos apresentam a história. Produzir um texto em que todas as respostas de vem aparecer. sobranceiras grossas. que critérios utilizaram. com espaço para desenho. o aluno deve escrevê-lo (tchaco. Deixar gravuras para os alunos escolherem. Distribuir para os alunos manchetes de jornais (uma frase) que tenha notícia triste. Para o leque: QUEM ERA? DE ONDE VEIO? O QUE PRETENDIA? COM QUEM SE ENCONTROU? EM QUE SE TRANSFORMOU? POR QUEM FOI TRANSFORMADO? POR QUE FOI TRANSFORMADO? QUE RUMO TOMOU? Dinâmica para conhecer a turma: . (escreva no quadro): o nome fantasia. De repente. MÚSICA Com a música: “Notícias de jornal” ouvir e prestar atenção no significado das palavras. interpretar a música. precauções e advertências. nome próprio ativo. o celular tocando. indicações (nomes das doenças). Ao apresentar cada barulho. O grupo deve organizar a história lendo os pedaços. validade. Tarefa: fazer uma novela de rádio utilizando os barulhos. frasco com líquido.

põe. zá (VOLTA SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA) (Refrão que repete duas vezes). zigue (VOLTA SEU TOQUINHO DA DIREITA PARA O COLEGA DA ESQUERDA).. Podendo representar uma palavra mais fácil. 4º MODO: Faz a mesma sequência acima em pé executando com um pé. filmes que assistiram. Tira (LEVANTA O TOQUINHO). sem permitir que os outros vejam. Em seguida deve-se passar o papel para a pessoa da direita para que este represente em forma de mímicas. Dinâmica: história maluca 1) Peça os alunos que pensem.se acharem difícil sugira histórias da infância: chapeuzinho vermelho. Gato de botas. 5º MODO: Faz a mesma sequência acima com 2 toquinhos. o coordenador dá um novo comando: Cada pessoa deverá praticar a tarefa.. sem falar. mas canta-se em memória. com o colega da direita. exatamente como foi escolhida. Quando todos tiverem escolhido a tarefa.Tiro pela Culatra Você deve escrever uma tarefa para seu colega executar. zigue zá (Refrão que repete duas vezes) 1º MODO NORMAL: Os escravos de jó jogavam cachangá (PASSANDO SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA).Dê um tempinho para pensarem. histórias de livros que leram. os três porquinhos. Guerreiros com guerreiros fazem zigue (PASSANDO SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA). numa história que gostam muito . um para cada lado. 2º MODO: Faz a mesma sequência acima só para a esquerda 3º MODO: Faz a mesma sequência acima sem cantar em voz alta. Dinâmica para despertar a atenção: Dinâmica do "Escravos de Jó Em círculo. deixa o zé pereira ficar (APONTA PARA O TOQUINHO NA FRENTE E BALANÇA O DEDO). Dinâmica do "Substantivo Em círculo os participantes devem estar de posse de um pedaço de papel e caneta. dividíla e ajuntar com outra para explicar a real palavra escrita pelo participante. Cada um deve escrever um substantivo ou adjetivo ou qualquer estipulado pelo Coordenador. Tira. os escravos de jó jogavam cachangá.. Cinderela. deixa o zé pereira ficar. cada participante fica com um toquinho (ou qualquer objeto rígido). mas é proibido soltar qualquer tipo de som. Primeiro o Coordenador deve ter certeza de que todos sabem a letra da música que deve ser: Os escravos de jó jogavam cachangá. Guerreiros com guerreiros fazem zigue. põe (PÕE NA SUA FRENTE NA MESA). Prepare 5 saquinhos que podem ser de pão ou plástico transparente escrito em cada um deles: .. os escravos de jó jogavam cachangá (PASSANDO SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA).

fofocas. escrevendo uma pequena rima que inclua a frase escolhida.. ações. Quando o facilitador perceber que quem ficou no centro não está dando conta de segurar todos os problemas peça para que todos voltem ao . peguem a ficha com que mais se identificam. uma bexiga vazia para cada participante..Solicitar que os participantes expressem as razões de suas escolhas.... a habilidade de escutar. objetos e qualidades. Aos poucos o facilitador pedirá para alguns dos participantes deixarem sua bexiga no ar e sentarem. chapéu de bruxa. todos lêem a própria rima e justificam. Processamento: em subgrupos de 5 participantes solicitar que discutam: A comunicação foi . belo. Cada um deverá encher a sua bexiga e brincar com ela jogando-a para cima com as diversas partes do corpo. malvado.personagem. lugares. E as qualidades são bondoso.Solicitar que os participantes caminhem ao redor das fichas. tira de papel Procedimento: Formação em círculo. . Foi fácil se comunicar porque . anotarei em duas colunas no quadro as respostas às suas perguntas: O que você aprendeu? O que você ensinou? Enfocar a necessidade do auto-conhecimento para uma melhor interação.Espalhar fichas (com frases do conteúdo)no espaço central desse círculo.. Ainda perguntar: O que você pretende fazer no seu cotidiano com o que aprendeu aqui? Dinâmica: “dos problemas” Material: Bexiga.Turma em círculo. Dinâmica de avaliação: . etc. que objetos podem ser: vara de condão.. leiam todas. velha.Depois misture todos os papéis nos seus devidos saquinhos e redistribua para os alunos em grupo de 4 pessoas. Relato de sentimentos: Pedir ao grupo que relate os sentimentos vividos durante a atividade.. Generalização: Em grupo aberto. desinteresse. A comunicação se tornou difícil quando . intrigas... Recorte vários papéis pequenos (tirinhas). inimizade.. bruxa. com um tira de papel dentro (que terá uma palavra para o final da dinâmica) O o facilitador dirá para o grupo que aquelas bexigas são os problemas que enfretamos no nosso dia-a-dia(de acordo com a vivência de cada um). Explique que ações têm verbo: correu. atirou . competições. o respeito às diferenças individuais. os restantes continuam no jogo. depois com os outros participantes sem deixar a mesma cair... .. . Escrevam o lugar ou lugares em que se passa a história -coloque no saquinhos lugares e assim pr diante. Eles podem ler ou representar a nova história. No grupo aberto. lobo. a clareza de expressão fundamental e a percepção de quantas informações e conhecimentos circularam nesse tempo de interlocução do grupo. De posse dos papéis eles devem formar uma nova história e você vai conferir se todos os papéis apareceram na história..dizer o que são personagens ( pode: ser gato.) e escreva um personagem em cada pedacinho de papel e coloque no saquinho PERSONAGEM. Peça aos alunos para pensarem na história e escrever os personagens .

Podem ser perguntas como: o que você mais gosta de fazer. o celular tocando. também. mas – palavras que dão conexão ao texto. do espírito crítico e ver a realidade. da ética. Dicas de palavras ou melhores ingredientes:. Objetivo: perceber a importância da comunicação. solidariedade. tranquilidade. etc. frasco com líquido. tolerância. Dinâmicas de Língua Portuguesa • Assistir o filme. Abraços. 2) a quem saiu... paciência. palavras em oposição: por exemplo: Itaú e urubu – pedir que analisem. motivação. No entanto. Escrever no quadro: Certa vez. Além disso. lata com feijão. várias palavras proparoxítonas). crítica.. aceitação. um foi um grupo de funcionários de uma empresa de óculos de Franca.. O lobo convence. Na primeira o u está sozinho. Tarefa: fazer uma novela de rádio utilizando os barulhos. História do chapeuzinho vermelho: levantar coisas estranhas na história.). tchaco. Deixar gravuras para escolherem. casa. para cada aluno e em cada parte escrever. Escolha. que sentimos incomodados (o por trás do fato). Depois destas colocações.) . desenho animado.círculo e então ele pergunta: 1) a quem ficou no centro. das atitudes. humildade. folhas para amassar. a estrutura do texto e a originalidade. Devem produzir texto usando as palavras indicadas (eles escolhem quais) e o tema surge da gravura. os alunos apresentam a história. um a um deverão ler e fazer um comentário para o grupo. para mostrar que não é tão dificil resolvermos problemas quando estamos juntos.. O resultado foi maravilhoso ! Espero que gostem. os papéis que cada um desempenha na sociedade.amizade. variando a ordem. O professor traz diferentes objetos que fazem barulhos diferentes (vidro com arroz... Passa o texto para um colega e esse deve analisá-lo: a linguagem. qual o seu grande sonho. De repente. Exemplos: uma mãe manda a filha sozinha para a floresta? O lobo indica um caminho diferente. Deixar os alunos pensarem para realizarem a releitura. Pedir para os alunos separarem as sílabas. Realizar uma produção de texto que ressalte os valores na nossa sociedade. Uma folha dobrada em quatro partes. o que ele sentiu. confiança. o facilitador dará os ingredientes para todos os problemas.. diálogo. mais perto e com flores. cooperação. Os alunos não sabem que as palavras estão em ordem diferente. Ao apresentar cada barulho. prazer. Analisar as dificuldades e interferências na comunicação. troca. Eu tratabalhei esta dinâmica com dois grupos bem diferentes. Realizar diferentes perguntas (umas 10). quando.. Para facilitar apresente dois personagens – esses devem ter nomes de barulho – e. as palavras: céu. O aluno deverá analisar as palavras e tentar dizer qual a regra. A regra é que as quatro palavras devem aparecer no texto. o que aquela palavra significa para ele. caneta batendo na mesa. “Espanta tubarões” (1h e 20 min) e discutir a influência da mídia na formação de opinião. A mãe indica o caminho igual. Ele perdirá aos participantres que estorem as bexigas e peguem o seu papel com o seu ingrediente. apoio. aprendizado. Acentuação gráfica: escolher palavras com a mesma regra (por exemplo. Por oposições os alunos tentarem entender as regras. alegria. os alunos respondem e com as respostas eles devem elaborar um texto. • • • • • • . em grupos. o aluno deve escrevê-lo (tchaco. na segunda está com a consoante. sol e vento. e a outro de professoras do ensino infantil pré-escolar. Não falar a regra. (as palavras devem ser feitas de acordo com o seu objetivo. o que sentiu quando percebeu que estava ficando sobrecarregado.

um jornal escrito. fanático por copa do mundo. um coisa ruim. posologia. Os colegas não podem falar nenhuma palavra. exemplo: futebolite. uso adulto e oral. em grupo.) e cada um elabora uma pergunta sobre o tema. Montar um diálogo. Cada um ler o seu pedaço e faz um desenho. Um aluno deve fazer uma pergunta para o colega cuja resposta tenha a palavra mão. motorista de táxi. na seguinte situação: um comprador e um vendedor (alunos de dois a dois)... Os alunos. Uma fila recebe um papel com um tema (família. bem conhecido de todos). interpretar a música. A apresentação desse novo texto deve ser diferente: um jornal falado. ele estava namorando..” “Quando Deus te desenhou. devem por mímica tentar ajudá-lo. 3ª seus pais.. que critérios utilizaram. Ex: música “ando devagar porque não tive pressa. é dono de um fusca. como apresentam o produto. deverão produzir um texto juntando as duas. uma música. 45 anos. mora de aluguel. contraindicações. O humor muda . Colocar uma música por vez e eles devem. Perguntar: o que você deseja para o futuro? Divida os alunos em grupo e recorte pedaços de uma mesma história. validade. criança. Começa: um faz a pergunta e quem achar que a música pode ser resposta começa a cantar dando a resposta.. com espaço para desenho.. salário R$ 1. Música “Notícias de jornal” ouvir e prestar atenção no significado das palavras. (criar outros tipos). nome próprio ativo. inventar um remédio – cada um fará a sua bula. sou nervosa. redigindo uma outra manchete. sou antipático.00. precauções e advertências. Depois o professor mostra a história. Levar bulas de remédio (ou pedir antecipadamente que cada aluno traga para a aula uma bula). estudante e auxiliar de escritório. Formar duas filas: carteira de um lado e em frente carteiras do outro lado. Escolha um aluno de cada grupo e cole na testa dele. O outro. Distribuir para os aluno manchetes de jornais (uma frase) que tenha notícia triste.. Eles devem identificar na bula.. sem ele ver. sexo. casado.. um adjetivo.00 de salário. uma paródia (música). A composição: informações ao paciente. poderão apresentar rindo. dando seqüência Os alunos devem dizer como organizaram.200.. sou surda. Os alunos devem transformá-la em boa notícia. Exemplo: sou cego. A outra fila recebe pedaços de uma música (coloque o refrão. O indeciso: 26 anos.• • • • • • • • • Perguntar aos alunos: o que compraram essa semana? Por quê? Como pagou? Levar folhetos de propaganda de loja (Ex: Lojas Bahia) e pedir para os alunos analisarem: preços. Ex: a rua em que moro eu não posso entrar com o carro. (escreva no quadro): o nome fantasia. sou tímida. Uma folha dividida em quatro partes: na primeira parte desenhe como você enxerga seus avós maternos. uma injustiça. Levar duas notícias de jornal de um mesmo assunto. na 2ª seus avos paternos. como se estivesse gelado. O grupo deve organizar a história lendo os pedaços. chorando. sou engraçada. tem namorada. após cada música preencher o quadro. forma farmacêutica e apresentação. 4ªsuas qualidades e defeitos. Exemplo: comprador irresponsável: homem. como se estivesse pisando em algo muito quente. Uma pergunta. Depois pode-se pedir que junte os pedacinhos das músicas e fazer uma produção de texto.. Um dos alunos recebe um papel (o comprador) com suas características e o outro irá vender sem conhecer as características do comprador. Essa rua é? (pode usar qualquer palavra). pais de 3 filhos.. está chegando o dia dos namorados.. ao responder não poderá usar a palavra mão. Escolha cinco músicas que os alunos gostam de ritmos diferentes. Ou. Esse aluno deverá descobrir qual é o adjetivo com a ajuda dos colegas. Os alunos deverão produzir texto: inventar um nome de uma doença (neologismo). Cada um falará de sua própria vida a partir dos desenhos e lembranças. indicações (nomes das doenças). R$ 500. informações técnica. superdosagem.” . trabalho. o que está escrito.

Substantivo (lugar) 1 2 3 4 5 Verbo (ação) Adjetivo (clima) Advérbio (sentimento) Escreva uma página de um diário descrevendo com detalhes um dia com as características de uma das músicas acima. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful