Você está na página 1de 1

O cabelo irá começar a se desenvolver a partir do bulbo e da papila do folículo piloso.

Dentro
do bulbo piloso, que é conectado à papila, um amontoado de células se multiplica e se varia.
Algumas se enchem de melanina e constituem o córtex, o corpo do cabelo. Outras constroem
a base epitelial interna, e outras migram para o exterior e foram a base epitelial externa.

As células do córtex param de se multiplicar rapidamente, se alongam e se carregam de


queratina para formar a haste capilar. A fase de crescimento dura em média 4 anos, o cabelo
cresce cerca de um centímetro por mês, chamada de fase Anágena. A fase Catágena é o
período de regressão, o cabelo começa a morre. Dura em média três semanas. A fase Telógena
dura aproximadamente três meses e é onde o cabelo morto é empurrado por um novo fio
anágeno.

O cabelo é flexível e muito resistente, sua cutícula é constituída de 3 a 10 espessuras de


escamas de queratina, que forma uma barreira protetora contra as agressões. Sob as escamas
está o córtex, que dá ao cabelo as suas principais propriedades: elasticidade, resistência e
permeabilidade.

A beleza do cabelo depende do equilíbrio do couro cabeludo e particularmente da presença do


filme hidro lipídico, constituído de sebo e suor. Este filme ajuda a manter a elasticidade e
resistência da pele, lubrifica o cabelo que fica flexível e brilhante. Entretanto, o filme hidro
lipídico pode tornar-se excessivo quando, por causas hormonais, a glândula sebácea é
estimulada. Dessa maneira, o sebo irá deslizar pelo cabelo, dando um aspecto pesado, sujo e
por vezes pode irritar o couro cabeludo. Todavia, se o filme hidro lipídico for quase inexistente,
irá ressecar o couro cabeludo, dessa forma o cabelo perde a proteção, ficam secos,
embaraçam mais fácil e ficam opacos.

A boa saúde dos cabelos também depende do bom funcionamento do couro cabeludo, às
vezes ele pode ficar excessivamente sensível, por razões internas ou externas, as terminações
nervosas reagem e provocam coceiras, o cimento intercelular desidratado irá ocasionar uma
descamação além da quantidade normal e invisível de um couro cabeludo saudável. O couro
cabeludo também pode apresentar caspas, uma quantidade excessiva de microrganismos que
já são naturalmente presentes provoca o desequilíbrio de epiderme.

A despigmentação capilar, que pode ser influenciada pela idade, doenças ou fatores externos
se dá assim que a atividade da tirosinase cessa, ou seja, ela para de produzir melanina. Porém,
não é o único processo que pode alterar a cor dos fios. A coloração por oxidação pode alterar o
tom do cabelo para mais claro, ou para mais escuro.

Você também pode gostar