Você está na página 1de 8

as 3 Grandezas elétricas

Grandezas elétricas básicas: corrente, tensão, potência

Tensão e corrente são os conceitos mais básicos em eletricidade. Vamos


criar nossos primeiros modelos mentais para estas grandezas elétricas
básicas. Também falamos sobre potência, que é o que acontece quando
a tensão e a corrente agem juntas.

Carga
O conceito de eletricidade tem origem de uma observação da natureza,
nós observamos a força entre objetos que, como a gravidade, atua à
distância. A fonte dessa força recebeu o nome de carga. Uma coisa
notável sobre força elétrica é que é grande, bem maior que a força da
gravidade. Ao contrário da gravidade, no entanto, há dois tipos de
cargas elétricas. Tipos opostos de carga se atraem, e tipos iguais de
cargas se repelem. Gravidade só tem um tipo: sempre atrai, nunca
repele.

Condutores e isolantes
Condutores são feitos de átomos cujos os elétrons exteriores, ou de
valência, têm ligações relativamente fracas com seus núcleos, como
mostrado nessa ilustração de um átomo de cobre. Quando um grupo de
átomos de metal estão juntos, eles alegremente compartilham seus
elétrons da valência uns com os outros, criando um "enxame" de
elétrons não associados com um determinado núcleo. Uma força
elétrica bem pequena pode fazer o enxame de elétrons se mover. Cobre,
ouro, prata, e alumínio são bons condutores. A água salgada também.

Há também maus condutores. Tungstênio—um metal usado para


filamentos de lâmpadas—e carbono—em forma de diamante—são
relativamente maus condutores porque seus elétrons estão menos
propensos a ser mover.

Isolantes são materiais cujos os elétrons externos são firmemente


ligados aos seus núcleos. Forças elétricas modestas não são capazes de
livrá-los. Quando uma força elétrica é aplicada, as nuvens de elétrons
ao redor do átomo se estendem e se deformam em respostas a força,
mas os elétrons não se separam. Vidro, plástico, pedra e ar são isolantes.
Mesmo para isolantes, no entanto, a força elétrica pode ser grande o
suficiente para mandar elétrons para longe—isso é chamado de ruptura.
É isso que está acontecendo com moléculas de ar quando você vê uma
faísca.

Materiais Semicondutores estão entre isolantes e condutores. Eles


geralmente atuam como isolantes, mas nós podemos fazê-los agir como
condutores sob certas circunstâncias. O material semicondutor mais
conhecido é o silício (número atômico 141414). Nossa habilidade de
controlar finamente as propriedades isolantes e condutivas do silício
nos permite criar maravilhas modernas como computadores e celulares.
Os detalhes no nível atômico de como os dispositivos semicondutores
funcionam são governados pelas teorias da mecânica quântica.
Corrente
Corrente é o fluxo de carga.

Carga flui em uma corrente.


[Por que você disse isso duas vezes?]

Corrente é relatada como o número de cargas por unidade de tempo


passando através de uma seção. Imagine dividir em seções todo o
caminho através de um fio. Fique perto de uma seção e conte o número
de cargas passando através dela. Anote quantas cargas passaram através
da seção em um segundo. Nós designamos um sinal positivo para
corrente correspondente à direção que a carga positiva estaria se
movendo.

Já que corrente é a quantidade de carga passando por um certo limite


em uma quantidade de tempo fixa, ela pode ser expressa
matematicamente usando a seguinte equação:
i = \dfrac{dq}{dt}i=dtdqi, equals, start fraction, d, q, divided by,
d, t, end fraction
[O que o d significa?]

dd{dq}/{dt}d, q, slash, d, t
dd

dtd, tdddq/dtd, q, slash, d, tqqttdq/dtd, q, slash, d, t

dd\Deltadelta\Delta hdelta, h\Deltadelta1111dd

Em poucas palavras, isso é corrente.

Algumas observações sobre corrente

O que carrega corrente em um metal? Visto que elétrons são livres


para se mover em metais, o movimento dos elétrons compõe a corrente
em metais. Os núcleos positivos em átomos de metal são fixados no
lugar e não contribuem para a corrente. Apesar de elétrons terem uma
carga negativa e fazerem quase todo o trabalho na maioria dos circuitos
elétricos, nós ainda definimos a corrente positiva como a direção que
uma carga positiva se moveria. Essa é uma convenção histórica bem
velha.

A corrente pode ser carregada por cargas positivas? Sim. Há muitos


exemplos. Corrente é carregada por ambas cargas positivas e negativas
em água salgada: Se nós colocarmos sal de cozinha comum na água, ele
se transforma em um bom condutor. Sal de cozinha é cloreto de sódio,
NaCl. O sal dissolve na água, em íons flutuantes Na^++start superscript,
plus, end superscript e Cl^-−start superscript, minus, end superscript.
Ambos íons respondem a uma força elétrica e se movem através da
solução de água salgada, em direções opostas. Nesse caso, a corrente é
composta de átomos que se movem, íons positivos e íons negativos, não
só elétrons soltos. Dentro de nossos corpos, correntes elétricas são íons,
tanto positivos quanto negativos, que se movem. A mesma definição de
corrente funciona: conte o número de cargas passando em uma
quantidade de tempo determinada.

O que causa a corrente? Objetos carregados se movem em resposta à


forças elétricas e magnéticas. Essas forças vem de campos elétricos e
magnéticos, que por sua vez, vem da posição e movimento de outras
cargas.

Qual é a velocidade da corrente? Nós geralmente não falamos sobre


a velocidade da corrente. Responder a pergunta "Quão rápida é a
corrente fluindo?" requer um entendimento de um complexo fenômeno
físico e muitas vezes não é relevante. Corrente normalmente não é sobre
metros por segundo, é sobre carga por segundo. Mais frequentemente,
nós respondemos a questão "Qual a quantidade de corrente que está
fluindo?" o tempo todo.

Como falamos sobre corrente? Quando se discute corrente, termos


como através de e em fazem muito sentido. Corrente flui através de um
resistor; corrente flui em um fio. Se você ouve, "corrente sobre ...", isso
deverá soar estranho.

Tensão
Para obter nosso apoio em conceitos de tensão, vamos dar uma olhada
na analogia:

Tensão se assemelha à gravidade


Para uma massa mmm, uma mudança de altura hhh corresponde a uma
mudança de energia potencial, \Delta U = mg\Delta hΔU=mgΔhdelta,
U, equals, m, g, delta, h.

Para uma partícula carregada qqq, a tensão VVV corresponde a uma


mudança em energia potencial, \Delta U = qVΔU=qVdelta, U, equals,
q, V.

Tensão em um circuito elétrico é análoga ao produto de g\cdot \Delta


hg⋅Δhg, dot, delta, h. Onde ggg é a aceleração devido a gravidade
e \Delta hΔhdelta, h é a mudança de altura.

Uma bola no topo da colina está descendo. Quando está na metade do


caminho, perdeu metade da sua energia potencial.

Um elétron no topo de uma "colina" de tensão viaja "colina abaixo"


através de fios e elementos de um circuito. Ele perde sua energia
potencial, realizando trabalho ao longo do caminho. Quando o elétron
está na metade da descida, ele perdeu, ou "soltou", metade de sua
energia potencial.

Para a bola e o elétron, a viagem de descida da colina acontece


espontaneamente. A bola e o elétron se movem em direção a um estado
de energia mais baixa por si mesmos. Na viagem de descida, podem
haver coisas no caminho da bola, como árvores ou ursos para
ricocheteá-la. Para os elétrons, nós podemos guiá-los usando fios e
fazendo-os fluir através de componentes eletrônicos—projetos de
circuito— e fazer coisas interessantes ao longo do caminho.
[Por que usar uma analogia?]

[Limites dessa analogia]

[Eu ainda estou intrigado com a tensão]

Nós podemos expressar a tensão entre dois pontos matematicamente


como a mudança de energia experimentada por uma carga:

V = \dfrac{\Delta U}{q}V=qΔUV, equals, start fraction, delta,


U, divided by, q, end fraction

Em poucas palavras, é uma descrição intuitiva de tensão.

Potência
Potência é definida como a taxa de energia (\text UUU) que é
transformada ou transferida pelo tempo. Medimos a potência em
unidades de joules/second, também conhecido como watts.

(1 \,\text{watt} = 1\,\text{joule}/\text{second}1watt=1joule/second1,
space, w, a, t, t, equals, 1, space, j, o, u, l, e, slash, s, e, c, o, n, d)
\text{potência} = \dfrac{\text dU}{\text dt}poteˆncia=dtdU
Um circuito elétrico é capaz de transferir potência. Corrente é a taxa de
fluxo de carga, e tensão mede a energia transferida por unidade de
carga. Nós podemos inserir essas definições na equação para potência:
\text{potência} = \dfrac{\text dU}{\text dt} = \dfrac{\text
dU}{\text dq} \cdot \dfrac{\text dq}{\text dt} = v
\,ipoteˆncia=dtdU=dqdU⋅dtdq=vi
Potência elétrica é o produto de tensão pela corrente, em unidades de
watts.

Resumo
Esse modelos mentais para corrente e tensão nos permitirão começar a
trabalhar em todos os tipos interessantes de circuitos elétricos.

Se você quer ir além dessa intuição descritiva de tensão, você pode ler
mais disso em uma descrição matemática mais formal de potêncial
elétrico e tensão.

Você também pode gostar