Você está na página 1de 7

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS


PROGRAMA DE DISCIPLINA

Curso: História
Disciplina: História da América III – Gênese e Formação do Estado
Professores(as): Vera Lúcia Vieira (Prof. Dra.)
Semestre: 2º/2010 Período: 6º
Créditos: 4 Carga Horária: 68

I – Ementa 
Estudar a decomposição do Sistema Colonial, a fragmentação, a consolidação do Estado, as
Lutas Sociais e o Caudilhismo. Enfatizar também a produção cultural através das diferentes
linguagens, como colaboração na historicidade dos temas apresentados.

II – Objetivo 
Levar os alunos à reflexão sobre o processo de independência e criação do Estado Nacional
na América Latina, através de um instrumental teórico-informativo básico e leituras documentais de
época impressas, leituras historiográficas e apropriação de algumas linguagens que o historiador
utiliza como fonte.

III – Programa 
Tema: América Latina – Independência, Formação do Estado Nacional: Personagens Políticos e Disseminação

de Idéias.

UNIDADE I – Historia e historiografia sobre as independências

AGOSTO
05, 12, 19 e 26 (1º, 2º, 3º e 4º aulas)

1. FREITAS NETO, José A. de - O Brasil e a questão da latinidade. Continuamos olhando


para modelos europeus e evitando compreender os processos dos países hispânicos Folha
de São Paulo: Tendências e Debates. 25/04/2006, p. A3; leituras em sala

2. REIS, Daniel Aarão – OUTRAS MODENIDADES. Textos e propostas. Vol. I – Nuestra


América e EUA. RJ: FAPERJ, 2009, pg. 6 a 11.

3. BERBEL, Márcia Regina – Autonomia e soberania nacional às vésperas das independências


ibero-americanas (1810 a 1824). In: PAMPLONA, Marco e STUVEN, Ana Maria – Estado
e nação no Brasil e no Chile ao longo do século XIX, RJ: Garamond, 2010, pg. 29 a 40;
leituras em sala

4. CHAUNU, Pierre. História da América latina. São Paulo: Dif. Européia do Livro, 1964, pg.
57 a 66 (cap. 1- causas das independências); leituras em sala

1
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
PROGRAMA DE DISCIPLINA
5. PLA, Alberto. La burguesía nacional en América Latina. Buenos Aires: Biblioteca
fundamental del hombre moderno. 1971; pg. 41 a 55.

6. CARVALHO, Eugênio Resende de – Pensadores da America Latina: o movimento latino


americano de historia das idéias.
Introdução: pg. 17 a 20.
Conclusão: a dupla dimensão do movimento latino-americano de historia das idéias, pg.
101 a 109.

UNIDADE II – Ruputras e continuidades nos processos independentistas

SETEMBRO
02; 09; 16 (5º 6º, 7º aulas)

1. D’MARES, Arturo Sorhegui - La havana y la Nueva España. El mediterraneo americano y


la administración española en siglo XVIII. In: CARO, Jorge Enrique Elias. Los mil e un
Caribes, Colômbia:Univesidade del Madaglena, pg. 327 a 349.

2. SAFFORD, Frank - As origens da Independência da América Espanhola, in BETHELL,


idem, pg. 329 a 412.

3. BUSCHNELL, David – a independência da America do sul espanhola, in BETHELL,


Leslie. História da América Latina Vol. III: da Independência até 1870, SP: EDUSP, 2001,
pg. 119 a 186.

4. DONGHI, Tulio Halpherin – As origens da Independência da América Espanhola, in


BETHELL, Leslie, idem, pg. 277 a 328.

Ultima aula de agosto - Entrega da resenha do livro do. POMER, León – As independências
latino-americanas, São Paulo, Atual, 1985. (relacionar com os textos da unidade)

UNIDADE III – FORMAÇÕES ESTATAIS – ESPECIFICIDADES

SETEMBRO
23; 30 (8º, 9º aulas)  

1. D’MARES, Arturo Sorhegui - La havana y la Nueva España. El mediterraneo americano y


la administración española en siglo XVIII. In: CARO, Jorge Enrique Elias. Los mil e un
Caribes, Colômbia:Univesidade del Madaglena, pg. 327 a 349.

2. SAFFORD, Frank - As origens da Independência da América Espanhola, in BETHELL,


idem, pg. 329 a 412.

3. BUSCHNELL, David – a independência da America do sul espanhola, in BETHELL,


Leslie. História da América Latina Vol. III: da Independência até 1870, SP: EDUSP, 2001,
pg. 119 a 186.

2
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
PROGRAMA DE DISCIPLINA
4. DONGHI, Tulio Halpherin – As origens da Independência da América Espanhola, in
BETHELL, Leslie, idem, pg. 277 a 328.

5. OSCAR, Jesus Aguino – Historia das Sociedades americanas. RJ: Record, 2007.

Parte III, Unidade IV: Tomar armas para a libertação de meu país, pg. 206 a 222.
Parte IV, Unidade I: Interesses opostos dividem a America. O Pan-americanismo, pg. 229
a 240

OUTUBRO
07; 14; 21; 28 ­ (11º; 12º; 13º; 14º aulas)

Argentina e México
OSCAR, Jesus Aguino – Historia das Sociedades americanas. RJ: Record, 2007
Parte IV, Unidade IV: Sombrios acontecimentos envolvem-nos: a formação dos estados
pan-americanos, pg. 296 a 326 (caudilhismo, México, Argentina).

OLIVATO, Laíz – Dinâmica simbólica do movimento revolucionário de Hidalgo e Morales.


ANHLAC (CD) – julho de 2010.

Chile
SADER, Emir – Chile (1818 a 1990)- Da independência à redemocratização. SP:Brasiliense,
1991, pg. 7 a 86. (livro todo).

Caribe (América central)

CUBA –
DÍAZ, Manuel López - 1898 en CUBA: engaño y frustración. In: Cuadernos Cubanos de
Historia., nº 3, Instituto de Historia de Cuba, 2004, pg. 69 a 112.

TEIXEIRA, Rafael Sade – Didática da historia, historiografia e revolução cubana. ANHLAC


(CD) – julho de 2010.

Novembro
04; 11 - (15º e 16º aulas)

Peru e Bolívia
 
Colômbia, Equador e Venezuela

Última aula de outubro – síntese da historiografia e um dos capítulos do livro de CHUST,


Manuel y SERRANO (Eds), José Antonio. Debates sobre las independencias iberoamericanas.
Madrid: Col. Estudios Ahila, 2007.
Argentina - pg. 27 a 46
Uruguai - pg. 47 a 80
Paraguai - pg. 81 a 99
Peru – pg. 99 a 118
Chile – 119 a 142
Equador Bolívia (andinos) - pg. 159 a 200

3
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
PROGRAMA DE DISCIPLINA
Venezuela – pg. 221 a 236
Guatemala e El Salvador – pg. 237 a 254

Ultima aula de novembro – PROVA FINAL

BIBLIOGRAFIACOMPLEMENTAR 
LINCH, John – As Origens da Independência da América Espanhola, in BETHELL, Leslie.
História da América Latina Vol. III: da Independência até 1870, pg. 19 a 72.
PRADO, Maria Lígia – A Formação das Nações Latino-americanas, São Paulo, Atual, 1987.
PAMPLONA, Marco A. e MADER, Maria Elisa (org.). Revoluções de Independências e
nacionalismos nas Américas. Vol. 2 -Nova Espanha. São Paulo: Paz e Terra. Coleção Margens,
America Latina. pg. 7 a 47 (contexto); 119 a 167 (xenofobia e discurso político).
PAMPLONA, Marco A. e MADER, Maria Elisa (org.). Revoluções de Independências e
nacionalismos nas Américas. Vol. 1 - Região do Prata e Chile. São Paulo: Paz e Terra. Coleção
Margens, America Latina. pg. 9 a 25 (Contexto Europeu);
PAMPLONA, Marco A. e MADER, Maria Elisa (org.). Revoluções de Independências e
nacionalismos nas Américas. Vol. 1 - Região do Prata e Chile. São Paulo: Paz e Terra. Coleção
Margens, America Latina. pg. 27 a 55 (Uruguai); pg. 69 a 92 (Argentina); pg. 131 a 148 (Chile)
PAMPLONA, Marco A. e MADER, Maria Elisa (org.). Revoluções de Independências e
nacionalismos nas Américas. Vol. 3 - Nova Granada. São Paulo: Paz e Terra. Coleção Margens,
America Latina. pg. 21 a 66 (Colômbia – Nova Granada); pg. 109 a 134 (Venezuela); pg. 237 a
282 (Caribe - Cuba).
SANTOS, Luis Claudio Villafañe G.O Brasil entre a America e a Europa - o império e o
interamericanismo (do Congresso do Panamá à conferência de Washington). SP:UNESP, 2004.
Cap.: Introdução e nacionalismo e interacionalismo. pg. 21 a 68.
ALTMANN, Werner, México e Cuba. Revolução, nacionalismo: Política Externa. Rio Grande
do Sul: Editora Unisinos. 2002, pg. 13 a 28.

AMERICA LATINA PÓS –INDEPENDÊNCIA

CHAUNU, Pierre. História da América Latina. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1964. 2º 
parte: O desmoronamento do sistema. A independência da América Latina. pg. 57 a 80. 
CHAUNU, Pierre. História da América latina. São Paulo: Dif. Européia do livro. 1964, pg. 66 a
80 (cap. II – o desmoronamento); pg. 80 a 87 (cap. III – Panamá – O malogro de Bolívar).
CHAUNU, Pierre. História da América latina. São Paulo: Dif. Européia do livro. 1964, pg. 87 a
101 (cap. I 3º parte – as dificuldades políticas internas);
CHEVALIER, Francois. América Latina – de la indepencia a nuestros dias. Mx.: Fondo de
Cultura Economica. 1999. pg. 21 a 90 (situação dos recém estados Latino-americanos e uma
cronologia comparada); pg. 101 a 112 (cap. II 3º parte – a influência européia – imigrações e
imperialismo)

ALMEIRA, Jaime (org), Caminhos da história da América no 
Brasil. Tendências e debates de um campo historiográfico.  
Brasília: ANPHLAC, 1998, pg. pg.683 a 686. 
ARAS, Lina Maria Brandão de. Ensino e pesquisa em historia da America. In: ALMEIDA,
Jaime (org), Caminhos da história da América no Brasil. Tendências e debates de um campo
historiográfico. Brasília: ANPHLAC, 1998, pg.683 a 686.
4
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
PROGRAMA DE DISCIPLINA
BLANCARTE, Roberto. (Comp.) Cultura e identidad nacional. México: Fondo de Cultura
Economica. 1994.
COSTA, Antonio Luiz Monteiro Coelho da, Trinta séculos de luta. Há milênios, a reforma
agrária serve à construção da cidadania e da liberdade. In:
http://antonioluizcosta.sites.uol.com.br/LutaAgraria.htm;

GERASSI, John. Violência, revolução e mudança estrutural in: 
Revista Paz e Terra, nº 7, RJ.: Civil. Brasileira, 1968. pg. 193 a 
216. 

KARNAL, Leandro e outros. História dos Estados |Unidos – das 
origens ao século XXI. São Paulo: Editora Contexto. 2008. 
MALERBA, Jurandir. A história na America latina (ensaio de crítica historiográfica). Rio de
Janeiro: FGV. 2009.
KOSHIBA, Luís e PEREIRA, Denise Manzi. Américas, uma introdução histórica. São Paulo:
Editora Atual, 2007. (livro didático)

MORSE, Richard M. – História, in O Espelho de Próspero, Cultura e 
Idéias nas Américas, São Paulo, Cia. das Letras, 1988. 
PRADO, Maria Lígia coelho. América Latina no século XIX. Tramas, telas e textos. são Paulo:
EDUSP.1999.

ZEA, Leopoldo – Decir e Maldecir Em La Consciência Americana, 
in Nuestra América, México, Universidade Nacional Autônoma do 
México, 1981. 

 
SOBRE O PENSAMENTO POLÍTICO LATINO AMERICANO

IANNI, Octávio – Simon Bolívar, in PIVIDAL, Francisco ­ Bolívar: 
Pensamento Precursor do Antiimperialismo, São Paulo, HUCITEC, 
1983. 

SILVA, Dinair Andrade da. Autonomia e ocidentalismo: duas 
projeções internacionais da America latina em Martí e 
Sarmiento. In: ALMEIRA, Jaime (org), Caminhos da história da 
América no Brasil. Tendências e debates de um campo 
historiográfico.  Brasília: ANPHLAC, 1998, pg. 461 a 469. 
SILVA, Dinair Andrade da. Autonomia e ocidentalismo: duas projeções internacionais da
America latina em Martí e Sarmiento. In: ALMEIRA, Jaime (org), Caminhos da história da
América no Brasil.
5
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
PROGRAMA DE DISCIPLINA
BELLOTTO, Manoel Lelo e CORRÊA, Anna Maria Martinez. 
Bolívar e a Luta pela Independência da América: Ação e 
Pensamento Político, in Bolívar, São Paulo, Ática, 1983. 
ZEA, Leopoldo. Decir e Maldecir en la consciencia americana. MORSE, Richard M. História.
Bellotto, Manoel Lelo e Corrêa, Anna Maria Martinez – Bolívar e a Luta pela Independência da
América: Ação e Pensamento Político. Patrícia Pinheiro de Melo Imagens de Bolívar: Das
Guerras de Independência ao Chavismo. In: Liber Intellectus, Ano 2, Vol. 1, nº 3, julho de 2008.

FUNDAMENTOS DO PENSAMENTO POLÍTICO

Simon Bolívar. Carta de Jamaica, in Simon Bolívar, Política, Org. 
Manuel Lello Bellotto e Ana Maria Martinez Correia, São Paulo, 
Ed. Ática, 1983. 

Sarmiento, Domingos Facundo. Fragmentos de Texto (Facundo), in 
POMER, Leon (Org) Política. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 
1983 

Jose Marti – Política de Nuestra América, Siglo Veintiuno Editores, 
1977. 

José Carlos Mariátegui, Ideologia: O Problema das Raças na 
América Latina, in BELLOTTO, Manuel Lello e CORREIA, Ana 
Maria Martinez (Org.). Política, São Paulo, Ed. Ática, 1982. 

LITERATURA 

MÁRQUEZ, Gabriel Garcia– O General e Seu Labirinto, Rio de 
Janeiro, Record, 2000. 
COSTA, Flávio Moreira – Os melhores contos da América latina. Rio de Janeiro: Agir. 2008

CINEMA ­ Que Viva México – Direção: Eiseinstein. 

ARTE PICTÓRICA – México – Diego Rivera – O Muralismo. 

6
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
PROGRAMA DE DISCIPLINA
V ‐ Metodologia 
Aulas expositivas, utilização de audiovisuais, debates, prova escrita e trabalho em grupo.

VI – Avaliação 
1) Assiduidade e leitura dos textos;
2) Participação e contribuição nas discussões dos textos;
3) Prova Escrita.