Você está na página 1de 3

Ministério da Educação

Universidade Tecnológica Federal do Paraná


Câmpus Londrina
Coordenação de Engenharia Mecânica
Prof. Dr.-Ing. Rodrigo Corrêa da Silva

Termodinâmica A
Lista de Exercícios 06
Objetivos:
i. Introduzir a primeira lei da Termodinâmica e os mecanismos de transferência de energia para sistemas
fechados envolvendo gases ideais e substâncias incompressíveis;
ii. Familiarizar o aluno com a propriedade calor específico;
iii. Resolver problemas abordando a primeira lei da Termodinâmica na forma de taxa.

1. Uma casa está sendo projetada para usar uma laje grossa de concreto como material de
armazenamento de energia térmica de origem solar. A laje tem 30 cm de espessura e a
área exposta ao sol é de 4 m x 6 m. Espera-se que a massa de concreto eleve sua
temperatura em 3 °C durante o período diurno. Quanto de energia para aquecimento estará
disponível no período noturno? Propriedades do concreto encontram-se nas tabelas
termodinâmicas.

2. Um automóvel, com massa de 1275 kg, se desloca a 60 km/h quando os freios são
acionados e a velocidade é reduzida rapidamente a 20 k/h. Considere que a massa das
pastilhas de freio é de 0,5 kg e os discos de aço do freio têm massa de 4,0 kg. Sabendo que
o calor específico das pastilhas é igual a 1,1 kJ/kgK, determine o aumento da temperatura
do conjunto pastilhas-discos de freio. Admita que as pastilhas e os discos estejam sempre
à mesma temperatura.Propriedades do aço encontram-se nas tabelas termodinâmicas.

3. Basicamente, motor de combustão interna é composto por um bloco de ferro fundido


(massa igual a 100 kg), cabeçotes de alumínio (massa igual a 20 kg) e partes diversas
fabricadas com aço (massa igual a 20 kg). Além disso, o motor contém 5 kg de óleo
lubrificante. Inicialmente, todos os componentes do motor e o óleo apresentam
temperatura igual a 20 °C. Sabendo que a transferência de calor líquida (combustão -
refrigeração) durante o regime permanente é 6000 kJ, determine a temperatura média dos
componentes do motor nesse regime de operação. Propriedades dos materiais encontram-
se nas tabelas termodinâmicas.

1
4. Determine a variação de energia interna específica para o CO2 quando este é aquecido de
600 K a 1200 K utilizando:
a) O valor de cv0 da tabela A.5;
b) O valor de cv0 avaliado com a equação da tabela A.6 para a temperatura média do
intervalo;
c) Os valores de energia interna apresentados na tabela A.8.
Discuta a precisão dos resultados obtidos.

5. Um gás ideal é aquecido de 500 K até 1500 K. Determine a variação da entalpia utilizando
o valor de cp0 da tabela A.5. Discuta a precisão dos resultados com relação aos valores da
tabela A.6 e/ou A.8 se o gás for:
a) Argônio
b) O2
c) CO2

6. Ar é aquecido de 300 K a 350 K a volume constante e você determinar o calor transferido


durante o processo por unidade de massa (1q2). Qual é o valor de 1q2 se a temperatura
aumenta de 1300 K a 1350 K? Utilize a tabela A.7 para encontrar os valores da energia
interna. Calcule também os valores de calor específico a volume constante para cada caso
e discuta a precisão dos resultados comparando com valor fornecido pela Tabela A.5.

7. Um tanque rígido com volume interno igual a 250 L contém gás metano a 500 K e
1500 kPa. O tanque é resfriado até 300 K. Determine a massa de metano contida no
tanque e o calor transferido no processo utilizando:
a) Equação de estado para gás ideal e a tabela A.5;
b) Equação de estado para gás ideal e a tabela A.6;
c) Tabelas do metano (Apêndice B)

8. Um conjunto cilindro-pistão inicialmente apresenta um volume interno igual a 0,01 m³ e


contém ar a 600 kPa e 290 K. O ar realiza um processo a pressão constante e realiza um
trabalho de 18 kJ. Determine a temperatura do ar no estado final e o calor transferido no
processo.

9. A figura abaixo mostra um conjunto cilindro-pistão com esbarro. O conjunto contém


0,5 kg de ar que, inicialmente, apresenta temperatura e pressão iguais a 1000 K e 2 MPa.
A atmosfera atua sobre o pistão e este tem massa não desprezível. O volume da câmara é
igual a 0,03 m³ quando ocorre o contato do pistão com o esbarro. O ar transfere calor para
o ambiente e a temperatura atinge 400 K. Determine o volume ocupado pelo ar e a pressão
interna no estado final desse processo. O pistão toca os esbarros no estado final?

10. Gás hélio se expande de 125 kPa, 350 K e 0,25 m³ até 100 kPa, politropicamente com
n=1,667. Qual é o calor trocado no processo?

2
11. Oxigênio a 300 kPa e 100 °C está em um dispositivo com um volume interno de 0,1 m³. O
oxigênio é então comprimido, num processo politrópico com expoente igual a 1,2, até que
a temperatura atinja 200 °C. Determine o calor transferido nesse processo utilizando:
a) Energia interna a partir da tabela A.8;
b) Calor específico a volume constante a partir da tabela A.5
c) Calor específico a volume constante a partir da tabela A.6

12. Argônio se expande de 10°C a 200 °C em um processo a pressão constante. Determine a


quantidade de calor específica transferida durante o processo.

13. Um conjunto cilindro-pistão-mola linear contém 1,5 kg de ar a 27 °C e 160 kPa. O ar é


então aquecido até 1000 °C. O volume interno da câmara no estado final é o dobro do
inicial. Determine o trabalho e o calor transferido no processo. Esboce o processo em um
diagrama P-v.

14. Uma panela com 1,2 kg de água a 20 °C é colocada num fogão que supre 1,25 kW de
potência à água. Qual é a taxa de aumento da temperatura em K/s? Quanto tempo
demorará até que a água atinja 100 °C?

15. Os aquecedores de uma nave espacial, de repente, falharam. Calor é transferido por
radiação para o espaço à razão de 100 kJ/h e os instrumentos elétricos dissipam 75 kJ/h.
Inicialmente, o ar está a 100 kPa e 25 °C e o volume do ar na nave é de 10 m³. Admitindo
que cv0 do ar seja constante (0,717 kJ/kgK), determine o tempo necessário para que a
temperatura do ar na nave atinja -20 °C.

Você também pode gostar