Você está na página 1de 47

Prof.

Angela Dias
Fisioterapeuta CREFITO 91767-F Curso de Capacitação
em Reabilitação
Especialização em Fisioterapia Neurofuncional,
Visual On-line
Reabilitação Visual e Ortóptica 54h

AULA 10

A acomodação e Organização:

seus transtornos
Conhecimento Integrado
Assessoria Empresarial ltda
 Acomodação
 Definição
 É uma função ocular que tem
como finalidade prover o
ajustamento focal do sistema
óptico ocular e a nitidez das
imagens formadas sobre a retina.
O mecanismo é automático,
embora possa ser também
voluntariamente modulado.
(BICAS, 2014)
Fonte: http://catarinaantunesdesign.blogspot.com.br/
Estruturas oculares da acomodação

 Estruturas Primárias
 Cristalino,
 Ligamentos suspensores
 Músculo ciliar.

 estruturas Secundárias:
 Músculos retos mediais
(convergência)
 Pupila (miose)

 Poder de dioptria do cristalino é entre 16


e 20dp esféricas Fonte: Flickr.com
Fonte: Oftalmologia-online
Mecanismo fisiológico

 Mudança no cristalino – aumento de sua


curvatura e anteriorização da superfície anterior

 Contração do músculo ciliar e relaxamento dos


ligamentos suspensores – inervação autônoma
pelo sistema nervoso parassimpático (resposta
reflexa pela falta de nitidez das imagens)

 Movimento de convergência proximal –


músculos retos mediais. Influência sobre o
equilíbrio oculomotor e a binocularidade. Cinsinesia
com a pupila.

 Miose – reação ao ponto próximo de fixação. Fonte: http://optometriabrasilinfo.blogspot.com/

Aumento da profundidade do foco na retina.



Neurofisiologia da Acomodação
 Necessita de duas vias:
 Via aferente: retino-genículo-cortical
(via de entrada)
 Via eferente: SNC → núcleo visceral
parassimpático (oculomotor) → anel
de zinn → gâglio ciliar (sinapse) →
músculo ciliar (acomodação) →
músculo esfíncter da pupila (miose) →
Convergência.

 Longe para perto – Acomodação “positiva”

 Perto para longe - Acomodação “negativa”.

Fonte: SlidePlay er.com.br



Tipos de acomodação
• Com ausência de estímulo
acomodativo, em repouso,
Tônica residual, Relacionada com a
miopia noturna.

• Provocada pela sensação de


Proximal proximidade. Sensação
psicológica

• Estimulada por dioptrias


Por prismáticas na indução da
convergência convergência. Depende da
relação CA/A

• Resposta involuntária automática


Reflexa ao embaçamento. Tríade
inervacional da fixação.
Fonte: docplayer.com.br
 Tríade da acomodação

 Reação pupilar sincinética a visão de perto –

 1. Acomodação (mudança da curvatura do cristalino), que


permite colocar o ponto sobre a retina.
 2. Convergência dos olhos (movimento disjuntivo simétrico)
que assegura a fusão das imagens retinianas.
 3. Miose (constricção pupilar), que reduz as aberrações
devidas às mudanças do cristalino.
(DANTAS, 2005)
Controle Feedback
 de
Borramento
acomodação

Mecanismo de Ajustar o
acomodação foco

Mecanismo Centro
cortical
Ajustar a
Mecanismo
do da visão
de perto
Mesencéfalo
pupilar pupila

Reflexo
de Perto
Mecanismo de Ajustar a
convergência convergência

Controle Disparidade
da
convergência Feedback
(DANTAS, 2005)
 Acomodação e Estrabismo
 Estrabismos ocasionados por problemas acomodativos
 Esotropia acomodativa: Desvio convergente causado por uma quebra da relação
entre a acomodação fisiológica e a convergência acomodativa.
 Causas:
 Normalmente por uma hipermetropia entre +2,00 e +7,00 dioptrias
esféricas. São tratadas com uso dos óculos com lentes esféricas positivas
máximas aceitáveis.
 Altas miopias que levam a um excesso de acomodação e excesso de
convergência
 Exotropia “acomodativa”. Desvios divergentes causados por altas ametropias
 Altas miopias com ambliopias por anisometropias
 Altas hipermetropias (acima de +7,00), provocada por falta de acomodação
Estrabismo e Acomodação

Fonte:
https://www.s
emanticschol
Fonte: ar.org/paper/
https://www.oftalm Neurological
ologiahigienopolis.
com/

Fonte:
http://www.ijo.i
n/viewimage.a
sp?img=Indian Fonte:
JOphthalmol https://www.sgh.c
om.sg/news/patie
nt-care

Amplitude de acomodação

 Definição
 É o espaço máximo do
poder da acomodação
visual; mede a diferença
entre a leitura mais distante
e a mais próxima focando
um texto com nitidez ou de
maneira mais adequada.
Determina a capacidade de
acomodação para manter a
imagem nítida um objeto.

Transtornos de
acomodação

Hipofunção acomodativa
 Função acomodativa inferior a necessidade: Principal
sintoma é o aparecimento de visão embaçada para perto.
Dificuldade em clarear as imagens com lentes negativas.

 2,00D menor que o valor esperado para a idade

 Insuficiência acomodativa

 Etiologias:
 Enfermidades oculares primárias
 Disfunções sistêmicas gerais
 Disfunções neurológicas
Insuficiência  Alguns tipos de fármacos
acomodativa
 Tratamento
 Adição de lentes positivas (presbiopia) e
pleóptica com lentes negativas

Acomodação É a etapa inicial da


mal insuficiência acomodativa
sustentada

Fadiga acomodativa –
cansaço visual na leitura
por pouco tempo

AA pode estar normal



Hiperfunção acomodativa
 Função acomodativa superior à necessidade (excesso do
sistema visual). Sintoma principal é a sensação de visão
embaçada de longe. Dificuldade em clarear as imagens com
lentes positivas.
 Excesso acomodativo

 Espasmos acomodativo

Dificuldades em todas as tarefas que

exigem relaxamento da acomodação

Falha na flexibilidade acomodativa

Excesso Astenopia

Acomodativo
Tratamento:

Pleóptica com lentes positivas


Inflexibilidade acomodativa
 Resposta acomodativa correta, porém não é mantida por
muito tempo. O sintoma principal é cansaço visual nas
atividades de perto por longo tempo
 Fadiga acomodativa.

 Tratamento
 Pleóptica alternando lentes positivas com negativas

 Dificuldade de mudar a focalização de


uma distância a outra

 AA pode estar normal – mas não ajuda


na troca do foco nas distâncias
Fadiga solicitadas
Acomodativa  Astenopias nas tarefas de perto

 Dificuldade de concentração nas


tarefas de perto

 Queixas duradouras e crônicas


Espasmos

do reflexo de acomodação
Falsa miopia
 Surge como consequência do estresse visual prolongado: uso
excessivo de computador, leitura constante e pequenos
trabalhos visuais de perto prolongados.
 Esotropia com acomodação e convergência excessiva
 Miose
 Visão borrada para longe
 Tratamento
 Pleóptica com lentes positivas
 Médico (colírio)

Paralisia de acomodação
 Relacionada a problemas sistêmicos e/ou neurológicos como:
uso de droga (atropina); tóxica; doenças do sistema nervoso
central; diabetes; traumas oculares e lesões paralíticas do olho.
Pode ser uni ou bilateral.
 Fotofobia
 Visão borrada para perto
 Visão de longe normal

Pupila midriática
Paralisia do músculo ciliar
PPC retrocede – remoto
Visão de longe pode ficar normal
Paralisia de

acomodação Tratamento
Tratar a causa base
Reabilitação Visual
Em alguns casos, prescrição de
lentes esféricas positivas

Amplitudes de
Acomodação
AA

Definição

 É o espaço máximo do poder da acomodação visual;


Mede a diferença entre a leitura mais distante e a
mais próxima focando um texto com nitidez ou de
maneira mais adequada. Determina a capacidade de
acomodação para manter a imagem nítida um
objeto.
Avaliação

da função acomodativa

 Faz parte da avaliação da


motilidade ocular
 Funções visuais

 Acuidade visual longe e


perto
 Amplitude acomodativa

 Funções motoras e
sensoriais

EMO
 MATERIAIS E EQUIPAMENTOS PARA AVALIAÇÃO

 Optotipos: adulto e infantil


 Caixa de prismas isolados
 Réguas de prismas horizontais
 Estereoteste: Lang ou Titmus
 Lanterna pontual (luz branca ou
amarela)
 Targetas
 Óculos e lanterna de Luzes de
Worth
 Régua de esquiascopia
 Oclusor
 Lentes estriadas de Maddox
 Placa de olho dominante
 Ficha de avaliação
 Métodos de aproximação – Donders
 Usando a tabela de perto, uma linha acima da melhor acuidade visual,
vai aproximando a tabela dos olhos, lendo, até que fique borrada.
Mede-se a distância do barramento em cm e converte em dioptrias
utilizando a forma 100/distância de borramento. Pode ser realizada
também com a régua de PPA (ponto próximo de acomodação).

AA = 100
Distância de
borramento da leitura

Método Sheard

• Usando a tabela de perto, uma linha acima da melhor acuidade


visual, a uma distância focal(DF) de 33, 40 ou 50 cm – monocular
(anotar qual DF foi usada)
• Adicionam-se lentes negativas lentamente (de 0,50 em 0,50 D)
com a régua de esquiascopia
• Paciente relata quando vê borrado (quando não consegue mais lê).

• AA= último valor da lente negativa que conseguiu ler + o valor da


compensação da distância utilizada (ver tabela abaixo)

Amplitudes Acomodativas - AA

Tratamento dos transtornos


acomodativos

 Melhorar a eficiência do sistema visual
monocular e binocular
 Normalizar a amplitude acomodativa
Tratamento dos  Eliminar os sintomas de desconforto
distúrbios de visuais nas leituras
convergência e
 Normalizar as habilidades monocular e
acomodação binocular
 Normalizar as habilidades associadas às
objetivos gerais vergências
 Integrar a habilidade acomodativa com a
motilidade ocular.
Objetivos específicos

 Diagnosticar a causa dos transtornos através da avaliação


 Medidas da AVL e AVP
 Medida da amplitude acomodativa – AA

 Corrigir o erro refrativo (se necessário)


 Deve vir para o tratamento só após o exame de refração e exames oftalmológicos
complementares

 Eliminar os aspectos ambientais negativos relacionados ao transtorno


 Pouca iluminação
 Posturas
 Estresse visual – trabalho visual excessivo

Tratamento
 Tempo e duração
 No consultório – 2 ou 3 vezes por semana, em média de dois ou
três meses ou até completar entre 10 e 12 sessões.
 Em casa (voluntário) treinamento nos dias em que não vai ao
consultório
 Após o término do tratamento em consultório, o paciente deve
manter os exercícios caseiros por um ano.

Iniciar sempre pelo problema principal:
Vergencial, Acomodativo ou Misto.

Realizar nas três etapas de tratamento:


Monocular, Biocular e Binocular.
Observações
gerais Primeiro: Melhorar a função, estabilizá-la e
automatizá-la.
para um bom
resultado Segunda fase: dá equilíbrios a todas as
funções

Terceira fase: integrar todas as funções


Fases do tratamento
Monocular

 Exercícios feitos com Tampão


pirata
 Cartas de Hart
 Bola de marsden
 Prismas soltos
 Lentes soltas
 Flippers
 Círculos concêntrico
 Targeta
 Cordão de brock
 Exercícios monoculares


Biocular

Exercícios antissupressivos
(com filtros):
• Vectogramas coloridos
(anaglifos e tanaglifos) fixo e
móveis
• Cartas de fusão binocular
salva-vidas
• Bola de Marsden
verde/vermelha
• Barra de leitura

Exercícios antissupressivos
(sem filtros):
• Queiroscópio
• Estereoscópio
• Separador de remi
• Cartela de barriles de 10 pontos
Exercícios

Bioculares




Biocular

Binocular
 Os dois olhos recebem imagens semelhantes para fundir - O mais
importante, pois as vergência devem ser sempre binocular:
 Corda de brock;
 vareta de bolas;
 Cartas de barriles
 cartas de visão binocular;
 varetas de bolinhas;
 régua de prismas horizontais;
 vectogramas polarizados;
 círculos excêntricos;
 régua de abertura.
 Orientar a ergonomia postural e ambiental.
 Binocular
 Binocular



Tabela de tratamento da acomodação
 Tabela dos transtornos de acomodação: sinais, sintomas e tratamento
Acomodação Disfunção da Sinais e sintomas Tratamento
acomodação
Insuficiência Visão borrada Adição de lentes
Hipofunção Fadiga Cefaleia positivas (presbiopia) e
Paralisia Evita-se a atividade de pleóptica com lentes
esforço visual para perto negativas
Midríase (paralisia)
Excesso Visão borrada Pleóptica com lentes
Hiperfunção Espasmos Cefaleia positivas
Fotofobia Médico (colírio)
Miose
Inflexibilidade Visão flutuante Pleóptica alternando
Inflexibilidade Cefaleia lentes positivas com
Astenopia negativas
Hiperemia
Referências

Werner, Leonardo; Trindade, Fernando; Pereira, Frederico; Werner, Liliana. Fisiologia da


acomodação e presbiopia. Arq. Bras. Oftalmol. 63(6), dezembro/2000.
Bicas HEA. Tolerância acomodativa. In: Refratometria Ocular. HEA Bicas, AA Alves, R Uras,
eds. Cultura Médica: Rio de Janeiro, 2005, pp.147-9.
Strominger, Mitchell B. Diagnóstico Rápido em Oftalmologia: Oftalmologia Pediátrica e
Estrabismo. Di Livros Editora Ltda. Rio de Janeiro. 2010
Guitel, Vilmário A. Acomodação e o desconforto da visão. 2016.
http://opticanet.com.br/secao/colunaseartigos/9825/a-acomodacao-e-o-desconforto-de-visao
Montoya, Macela C. Fundamentos em entrenamiento visual. Apuntes de Clase. Faculdade
de Ciências de la Salud. Bogotá D. C. 2012
SCHEIMAN, M.; WICK, B. Clinical Management of Binocular Vision: Heterophoric,
Accommodative, and Eye Movenent Disoders. 4th ed. Lippincott Williams & Wilkins, Wolters
Kluwer. Philadelphia. 2014