Você está na página 1de 2

19/02/2021 Instituição Particular de Solidariedade Social – Wikipédia, a enciclopédia livre

Instituição Particular de Solidariedade


Social
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) em Portugal é uma instituição constituída


sem finalidade lucrativa, por iniciativa de particulares, com o objectivo de dar expressão organizada ao
dever moral de solidariedade e de justiça entre os indivíduos, com a condição de não serem
administradas pelo Estado ou por um corpo autárquico. As IPSS tiveram o seu Estatuto inicialmente
aprovado em 1983, pelo Decreto-Lei nº 119/83 de 25 de Fevereiro. Actualmente regem-se pelo Decreto-
Lei nº 172-A/2014, publicado a 14 de Novembro de 2014, que reviu o Estatuto inicial de 1983.[1]

Os objetivos destas instituições incluem:

Apoio a crianças e jovens;


Apoio à família;
Protecção dos cidadãos na velhice e invalidez e em todas as situações de falta ou diminuição de
meios de subsistência ou de capacidade para o trabalho;
Promoção e proteção da saúde, nomeadamente através da prestação de cuidados de medicina
preventiva, curativa e de reabilitação;
Educação e formação profissional dos cidadãos;
Resolução dos problemas habitacionais das populações.[2]

Na qualidade de entidades empregadoras as IPSS são obrigatoriamente inscritas na Segurança Social.

A inscrição é feita oficiosamente

Através dos elementos remetidos pela administração fiscal na data da participação de início do
exercício de atividade
Com base em ações de inspeção ou de fiscalização (no caso de entidades irregularmente
constituídas que tenham trabalhadores ao seu serviço).[3]

As entidades empregadoras podem beneficiar da:

Isenção do pagamento de contribuições, se celebrarem contrato de trabalho sem termo com:


Desempregados de muito longa duração
Trabalhadores ao seu serviço já vinculados por contrato de trabalho a termo
Reclusos em regime aberto.[3]

Redução da taxa contributiva, se celebrarem contrato de trabalho sem termo com:


Jovens à procura do 1.º emprego e desempregados de longa duração
Trabalhadores ao seu serviço já vinculados por contrato de trabalho a termo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Instituição_Particular_de_Solidariedade_Social 1/2
19/02/2021 Instituição Particular de Solidariedade Social – Wikipédia, a enciclopédia livre

Reclusos em regime aberto.[3]

Existe uma literatura acerca dos problemas de gestão das IPSS, nomeadametne a nivel da
subtentabilidade das IPSS. Parece que os problemas de substentablidade das IPSS parte de ter um
modelo de financiamento directo das IPSS[4]. O modelo de financiamento directo às instituições
incrementa a dependência de financiamento público, incentiva à desvalorização do papel do utente e
suscita situações de desvirtuamento da missão da instituição. Mas os modelos de financiamento do
utente também mostram problemas[4]

Referências
1. «Dueceira» (http://www.dueceira.pt/noticias.php?id=657). dueceira.pt. Consultado em 28 de janeiro
de 2016
2. «Identidade das IPSS - CASES» (http://www.cases.pt/ipss/identidade-das-ipss). cases.pt.
Consultado em 28 de janeiro de 2016
3. «Instituições particulares de solidariedade social - seg-social.pt» (http://www.seg-social.pt/ipss).
www.seg-social.pt. Consultado em 25 de abril de 2019
4. Silva, Sílvia; Santos, Natacha; Mota, Jorge; Martin, Jose Ignacio (2014). Sustentabilidade das
Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal (https://www.ideg.pt/wp-content/upload
s/Sustentabilidade-das-Institui%C3%A7%C3%B5es-Particulares-de-Solidariedade-Social.pdf) (PDF).
Aveiro: Edicação Propria

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Instituição_Particular_de_Solidariedade_Social&oldid=58600308"

Esta página foi editada pela última vez às 15h45min de 25 de junho de 2020.

Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da
Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Instituição_Particular_de_Solidariedade_Social 2/2

Você também pode gostar