Você está na página 1de 3

1

TEXTO DE APOIO-INTRODUÇÃO A DOCUMENTAÇÃO

Elaborado por Óscar Zumbire

CENTROS DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO

Os Centros de Documentação e Informação

Os Centros de Documentação são considerados em sua definição estrita, como entidades


que reúnem em torno de uma especialidade bem determinada qualquer tipo de
documento, são em geral reproduções, em microforma ou não ou referências virtuais,
que originariamente poderiam ser tipificadas como documentos de Biblioteca, Arquivo
ou Museu (Bellotto, 2007:37). É a transposição das informações primárias para outros
recursos.

O surgimento do Centro de Documentação está relacionado com a explosão da


informação. Esta explosão da informação foi influenciada segundo Paes (2004), pelo
surto do progresso científico e tecnológico desencadeado a partir do século XIX; a
rápida mudança dos limites de vários campos do conhecimento e as diversas relações
estabelecidas entre elas, o aparecimento de novas especializações e profissões, a criação
de vários tipos de organizações, as actividades de pesquisa ultrapassando o murro das
universidades e inúmeros outros factores contribuíram significativamente para o
aumento da complexidade dos documentos. Tais factos geraram grande massa de
informações e novos tipos físicos de documentos, como relatórios técnicos, teses,
desenhos, fotografias, microfichas, microfilmes, filmes, diapositivos, discos, fitas
magnéticas e, mais recentemente, os produtos dos sistemas de computador -disquetes,
CD-ROM. A diversidade dos documentos provocou a evolução e o aperfeiçoamento das
técnicas de registo e análise dos documentos, a fim de poupar ao estudioso a perda de
tempo e o esforço inútil de, por carência de informações, resolver problemas já
solucionados ou repetir experiências que foram testadas anteriormente (Centro
Interamericano de Pesquisa e Documentação em Formação Profissional, 1970, citado
por Paes, 2004:16-17). É neste contexto que surge o Centro de Documentação.
2

Os Centros de Documentação têm por finalidade, armazenar, classificar, seleccionar e


disseminar toda a informação. A essência deixou de ser o documento, para ser a
informação em si mesma (Centro Interamericano de Pesquisa e Documentação em
Formação Profissional, 1970, citado por Paes, 2004:17). Para Bellotto (2007:36), a
finalidade dos Centros de Documentação é informar, com o objectivo cultural,
científico, funcional ou jurídico, conforme a natureza do material reproduzido ou
referenciado.

As características e a natureza dos acervos e o processamento técnico dos


documentos do Centro Documentação e Informação

Os Centros de Documentação, assim como as outras unidades documentais como


arquivo, biblioteca e museus convergem na sua missão de recuperar a informação para a
divulgação cultural, social, científica e tecnológica, e também para servir de testemunho
histórico e jurídico. Para Bellotto (2007:34), também constitui objectivo convergente
destas instituições, recolher, tratar, transferir, difundir informações.

Podemos afirmar que os Centros de Documentação são dependentes dos arquivos,


bibliotecas e museus visto que são o resultado do somatório destas três unidades
documentais, isto é, os Centros de Documentação contemplam no seu acervo, os
documentos produzidos nas bibliotecas, nos arquivos e nos museus. Alguns métodos de
processamento técnico adoptados são próprios das bibliotecas, dos arquivos e dos
museus, as primeiras unidades documentais a surgirem antes dos Centros de
Documentação. Há uma relação entre os Centros de Documentação e as bibliotecas,
arquivos e museus, pois convergem nos objectivos, partilham algumas técnicas de
processamento, o público-alvo ou usuário. A tabela que se segue apresenta de forma
mais elucidativa, as diferenças e as semelhanças entre os Centros de Documentação e os
arquivos, bibliotecas e museus.

9.2. Comparação entre Centro de Documentação, Arquivo, Biblioteca e Museu

Tabela n° 2: Comparação das características, da natureza dos acervos e do


processamento técnico dos Arquivos, Bibliotecas, Museus e Centros de Documentação
e Informação.

Arquivo Biblioteca Museu Centro de


Documentaçã
3

o
Tipo de Manuscritos, Manuscritos, Objectos Audiovisuais
suporte impressos, impressos, bi/tridimensionais ou virtual,
audiovisuais, audiovisuais, , exemplar único exemplar único
exemplar único exemplares ou múltiplo
múltiplos
Tipo de Fundos; Colecção; Colecção; Colecção;
conjunto documentos unidos documentos documentos documentos
pela proveniência unidos pelo unidos pelo unidos pelo
conteúdo conteúdo ou pela conteúdo
função
Produtor A máquina Actividade Actividade Actividade
administrativa humana humana; a humana
individual ou natureza
colectiva
Fins de Administrativos, Culturais, Culturais, Científicos
produção jurídicos, científicos, artísticos,
funcionais, legais técnicos, funcionais
artísticos,
educativos
Objectivo Provar, testemunhar Instruir, Informar, entreter Informar
informar
Entrada Passagem natural Compra, Compra, doação, Compra,
dos da fonte geradora doação, permuta doação,
document única permuta pesquisa
os
Processa Registo, arranjo, Tombamento, Tombamento, Tombamento,
mento descrição, guias, classificação, catalogação, classificação,
técnico inventários, catalogação, inventários, catalogação,
catálogos fichários catálogos fichários ou
computador
Público Administrador e Grande Grande público e Pesquisador
pesquisador público e pesquisador
pesquisador
Fonte: Bellotto (2007:43)

Você também pode gostar