Você está na página 1de 4

SISTEMA EDUCACIONAL AREIENSE

Nota: ________
4ª Atividade da 2ª Nota – 1º Bimestre – Português
(Gramática e interpretação)
Professor: Gilberto Batista da Silva
Data:
Ass: ____________ 22/03/2011
Aluno (a): ___________________________________________ 9º Ano
Q-01 – Veja o trecho da letra de "Te ver", do grupo mineiro Q-05 – Os períodos a seguir são compostos por coordenação.
Skank: Marque a sequencia correta.
"Te ver e não te querer • Só fiquei triste por você não ter viajado comigo.
é improvável, é impossível • Não fomos ao casamento; mandamos um presente.
Te ter e ter que esquecer • Nem comprei o protetor solar, nem fui à praia.
é insuportável, é dor incrível..." • A criança ora cantava, ora se punha a correr pela sala.
(Skank) • Meu pai foi trabalhar. Chovia pela manhã.
Comparando as duas frases abaixo podemos afirmar com certeza a) aditiva – assindética – explicativa – alternativa – assindética
que: b) conclusiva – conclusiva – aditiva – alternativa – assindética
c) explicativa – assindética – aditiva – alternativa – assindética
"Te ver e não te querer..." "Ele estuda e d) assindética – alternativa – adversativa – explicativa –
trabalha". explicativa
1ª Frase 2ª e) adversativa – aditiva – alternativa – explicativa – assindética
Frase
Q-06 – “Dê o melhor de si, que você conseguirá vencer seus
a) A conjunção “e” significa adição nas duas frases. desafios”. A oração sublinhada classifica-se como:
b) Nos dois casos, "e" pode ser substituído por “a medida que”.
c) Na 1ª frase, “e” tem sentido de adversidade, na outra de a) Oração Coordenada Sindética aditiva.
adição. b) Oração Coordenada Sindética Explicativa
d) As duas frases se complementam, mas têm sentido completo. c). Oração Coordenada Sindética conclusiva.
e) As duas frases são Orações Coordenadas Assindéticas. d) Oração Coordenada Sindética alternativa.
e) Oração Coordenada Sindética adversativa.
Q-02 – Sempre que vemos a conjunção "e" numa oração, vamos
logo dizendo que se trata de uma aditiva, que transmite a ideia Q-07 – O poema a seguir tem três orações coordenadas.
de soma. Mas será que o "e" é sempre usado para somar?
“A preta entrou na sala de jantar,
Marque abaixo a única frase na qual a conjunção está sendo
chegou-se à mesa rodeada de gente
usada no sentido de soma.
e falou baixinho à senhora.” (Machado de Assis)
a) Deus cura e o médico manda a conta.
b) Te ver e não te querer. Por ordem dos versos, a sequência correta das orações é:
c) O amor é grande e cabe no breve ato de beijar. a) sindética conclusiva – sindética explicativa e assindética
d) Seu quarto é pobre, e nada lhe falta. b) assindética – assindética e sindética explicativa
e) Pulei do banco e gritei de alegria c) assindética – sindética aditiva e assindética
Q-03 – Levando em consideração apenas a oração coordenada d) sindética adversativa – assindética e sindética aditiva.
sindética relacione as duas colunas, segundo a numeração e) assindética – assindética e sindética aditiva
abaixo. Q-08 – Una as orações a seguir tornando-as orações coordenadas
sindéticas.
1 = aditivas 2 = adversativa 3
= explicativa I – O lavrador abriu sulcos. Depositou as sementes.
4 = alternativa 5= conclusiva II – Ele preparou-se bem. Não passou no teste.
III – Tudo para ele era vencer. Perder.
IV – Dorme. Eu penso.
( ) Só fiquei triste por você não ter viajado comigo.
( ) Nem comprei o protetor solar, nem fui à praia. Marque a alternativa que melhor satisfaz a questão Q-08:
( ) Fiquei muito cansada, contudo me diverti
a) e – mas – ou – ora b) e – mas – ou – que c) mas
bastante.
– mas – que – ou
( ) Quer eu durma quer eu fique acordado, ficarei no
d) que – porque – como – pois e) mas – ora – porque – mas
quarto.
( ) Não comprei o protetor solar, mas mesmo assim Q-09 – Assinale a alternativa em que a oração coordenada em
fui à praia. destaque foi incorretamente analisada:
( ) Passei no vestibular, portanto irei comemorar.
( ) Ou uso o protetor solar, ou uso o óleo a) Volte cedo, pois iremos à festa. (Sindética Explicativa)
bronzeador. b) Viu o acidente e socorreu as vítimas. (Sindética Aditiva)
( ) Tomou muito sol, consequentemente ficou c) O professor fala muito, questiona bastante. (Assindética)
adoentada. d) Eu vou ao teatro porque gosto. (Sindética Conclusiva)
( ) Não só cantei como também dancei. e) Não correu nem brincou. (Sindética Aditiva)
( ) Não fui à praia pois queria descansar durante o
Q-10 – Analise as afirmações e marque a resposta correta.
Domingo.
I – As orações coordenadas classificam-se em assindéticas e
A sequencia correta é: sindéticas
II – A oração coordenada pode ser ligada por síndeto.
a) 3 – 1 – 2 – 4 – 2 – 5 – 4 – 5 – 1 – 3 III – A oração coordenada que não tem síndeto é chamada de
b) 4 – 1 – 3 – 3 – 2 – 5 – 4 – 5 – 1 – 2 sindética.
c) 2 – 3 – 2 – 4 – 1 – 5 – 4 – 5 – 3 – 1 IV – As orações coordenadas ligadas vírgulas são chamadas de
d) 5 – 1 – 1 – 5 – 2 – 3 – 3 – 4 – 2 – 4 sindéticas.
e) 1 – 2 – 3 – 4 – 5 – 5 – 4 – 3 – 2 – 1 V – As orações coordenadas ligadas entre si por conjunção são as
sindéticas.
Q-04 – Os períodos a seguir são compostos por coordenação
assindética. Excerto: a) I, III e V b) I, II e V c) II, IV e V d) II e III
e) I e IV
a) Joãozinho saiu logo, estava atrasado.
b) Meu pai foi trabalhar. Chovia pela manhã.
c) Não fomos ao casamento; mandamos um presente.
d) Cheguei, vi, mas não gostei.
RESPOSTAS
e) Estudei ontem; tenho prova na faculdade hoje. Q-01 (A) (B) (C) (D) (E)
f) Não tinha ninguém em casa. Entrei silenciosamente.

Q-02 (A) (B) (C) (D) (E)


SISTEMA EDUCACIONAL AREIENSE
Nota: ________
4ª Atividade da 2ª Nota – 1º Bimestre – Português
(Gramática e interpretação)
Professor: Gilberto Batista da Silva
Data:
Ass: ____________ 22/03/2011
Aluno (a): ___________________________________________ 9º Ano

Q-03 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-04 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-05 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-06 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-07 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-08 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-09 (A) (B) (C) (D) (E)

Q-10 (A) (B) (C) (D) (E)


SISTEMA EDUCACIONAL AREIENSE
Nota: ________
4ª Atividade da 2ª Nota – 1º Bimestre – Português
(Gramática e interpretação)
Professor: Gilberto Batista da Silva
Data:
Ass: ____________ 22/03/2011
Aluno (a): ___________________________________________ 9º Ano
d) fazer o leitor acreditar que isso não é comum.
Q-11. Entre seus livros mais conhecidos estão Laranja da
China, Mana Maria e Brás, Bexiga e Barra Funda. O Q-16. “Oficialmente, não é lugar onde se more, porém
escritor em questão é: eles moravam”. Segundo podemos deduzir da leitura do
a) Alcântara Machado texto “Debaixo da ponte”, as personagens da “estória”:
b) Machado de Assis a) são atendidas imediatamente pelas autoridades.
c) Oswald de Andrade b) não são reconhecidas socialmente pelas autoridades.
d) Mario de Andrade c) têm casas doadas pelo programa “Minha Casa, Minha
Q-12. Leia: Vida”.
d) quando identificadas, sempre são atendidas pelas
Embora não participe da Semana de Arte Moderna autoridades.
(1922), apoia as novas ideias, aproximando-se dos Leia atentamente os versos da música a seguir.
escritores Oswald de Andrade (1890 – 1954) e Mário de
Andrade (1893 – 1945) e do crítico Sérgio Milliet (1898 – Vaca Estrela e boi Fubá
1966). Pena Branca e Xavantinho – Composição: Patativa do Assaré
Em 1924, torna-se redator-chefe do Jornal do Seu doutô, me dê licença Aquela seca medonha
Commercio. Vai para Europa em 1925 e reúne as Pra minha história contá Fez tudo se atrapaiá
impressões de viagem em seu primeiro livro, Pathé- Hoje eu tô em terra Não nasceu capim no
Baby, publicado um ano depois. estranha campo
Seu envolvimento com as ideias modernistas e a É bem triste o meu pená Para o gado sustentá
imprensa leva-o a fundar, com o ensaísta Paulo Prado, a Eu já fui muito feliz O sertão se esturricô
revista Terra Roxa e Outras Terras; com Oswald de Vivendo no meu lugá Fez o açude secá
Andrade, a Revista de Antropofagia, em 1928, e com Eu tinha cavalo bão Morreu minha vaca
Paulo Prado e Mário de Andrade a Revista Nova, que Gostava de campear Estrela
dura de 1931 a 1932. Todo dia eu aboiava Se acabô meu Boi Fubá
Na porteira do curral Perdi tudo quanto eu
Estreia com o livro de conto, em 1927, que retrata a tinha
realidade de bairros de São Paula cuja presença de Êeeeiaaaa Nunca mais pude aboiá
imigrantes é marcante. Êeee vaca Estrela
Ôoooo boi Fubá Êeeeiaaaa
I – O texto refere-se aos imigrantes italianos da década de Êeee vaca Estrela
20. Eu sô filho do Nordeste Ôoooo boi Fubá
II – A informação de que Pathé-Baby foi o 1º livro deste Não nego meu naturá
autor está errada. Mas uma seca medonha Hoje nas terra do Sul
III – Diferente do que está escrito no texto, o autor em Me tangeu de lá prá cá Longe do torrão natal
Lá eu tinha o meu gadinho Quando vejo em minha
questão participou da Semana de Arte Moderna, inclusive
Não é bão nem imaginá frente
foi um dos organizadores. Minha linda vaca Estrela Uma boiada a passá
IV – Oswald de Andrade foi um dos promotores da Semana E o meu belo boi Fubá As águas corre nos óio
de Arte Moderna que aconteceu em 1922 em São Paulo. Quando era de tardinha Começo logo a chorá
V – A palavra ideias está grafada de forma errada segundo Eu começava aboiá Me lembro a vaca Estrela
o novo acordo ortográfico da língua portuguesa. Me lembro meu boi Fubá
Êeeeiaaaa Com sodade do Nordeste
Está (ão) correta (s) as afirmações: Êeee vaca Estrela Dá vontade de aboiá
Ôoooo boi Fubá
a) I, III e V b) I, IV e V c) I e IV d) I e Êeeeiaaaa
V Êeee vaca Estrela
Ôoooo boi Fubá
Q-13. No trecho “Em 1924, torna-se redator-chefe do
Jornal do Commercio”, a palavra e “commercio” está Q-17. Na poesia percebemos vários erros de ortografia se
grafada com dois “m” para indicar: formos seguir as regras da nossa gramática. Isso acontece
por quê?
a) adjetivos próprios
b) a ortografia da época a) no Nordeste ninguém sabe falar.
c) que o jornal era influente b) os intérpretes são semianalfabetos.
d) que trata-se de palavra italiana. c) o ser humano é comparado a animais.
d) a “oralidade” de parte do povo nordestino.
Q-14. Itabira do Mato Dentro é a cidade natal de um dos
mais expressivos escritores brasileiros. Estamos falando Q-18. “Hoje nas terras do Sul”, representa:
de:
a) o fim da seca no Nordeste e as enchentes do sul.
a) Alcântara Machado b) a ida do nordestino para o Sudeste do país.
b) Jorge Amado c) lugares melhores de viver na região Nordeste.
c) Carlos Drummond de Andrade d) a felicidade de estar bem de vida em outro lugar
d) Ferreira Gullar
Q-19. A seca expulsa as pessoas de uma região para
Q-15. De acordo com o texto “Debaixo da ponte”, de outra. Qual das alternativas abaixo melhor representa
Carlos Drummond de Andrade, págs. 46, 47 e 48 do livro, esta realidade.
ele apresenta uma crítica à situação dos moradores de
rua com bastante ironia. Ele faz isso para: a) “Morreu minha vaca Estrela, Se acabô meu Boi Fubá”
b) “Minha linda vaca Estrela, E o meu belo boi Fubá”
a) chocar o leitor e intensificar a crítica social. c) “Mas uma seca medonha, Me tangeu de lá prá cá”
b) divertir o leitor e causar risos. d) “Hoje nas terra do Sul, Longe do torrão natal”
c) mostrar algo que não existe (pessoas debaixo da ponte)
SISTEMA EDUCACIONAL AREIENSE
Nota: ________
4ª Atividade da 2ª Nota – 1º Bimestre – Português
(Gramática e interpretação)
Professor: Gilberto Batista da Silva
Data:
Ass: ____________ 22/03/2011
Aluno (a): ___________________________________________ 9º Ano
Q-20. As condições climáticas além de expulsar o
nordestino da sua terra natal, também lhe leva os bens
como a plantação, os animais e os amigos. Retire da
poesia pelo menos dois versos que comprovam esta
afirmação.
Morreu minha vaca Estrela / Perdi tudo quanto eu tinha