Você está na página 1de 3

COLÉGIO MÚLTIPLO ENSINO

PROJETO DIA DO SOLDADO

ANO 2020-PERÍODO PANDEMIA


AULAS VIRTUAIS
PROJETO DIA DO SOLDADO
ENSINO FUNDAMENTAL I
No dia 25/08/2020 (Terça-feira)
Todas as professoras deverão espelhar um vídeo sobre o dia soldado encaminhado pela
coordenação pedagógica. Solicitar aos alunos que se possível vestir a camisa do Brasil, ou
qualquer outra camisa verde / amarela.

ENSINO FUNDAMENTAL I
*Os alunos do 1º ano deverão desenhar e pintar a bandeira do Brasil, em
seguida, escrever a frase da bandeira brasileira “ORDEM E PROGRESSO” em
seu caderno de desenho.

* Os alunos (do 2º aos 5º anos) deverão escrever no caderno de história o hino


NACIONAL brasileiro. O docente deverá orientá-los explicando o significado de
cada estrofe e falar sobre o autor do hino nacional brasileiro:

Hino Nacional Brasileiro/Compositor


Francisco Manuel da Silva
A letra é do crítico literário, poeta, professor e ensaísta Joaquim Osório Duque-Estrad (1870 – 1927)
A música foi produzida pelo compositor, maestro e professor Francisco Manuel da Silva (1795 –
1865).

Seguem abaixo a relação dos docentes responsáveis pela execução do roteiro acima
nos 4ºs e 5ºs anos:

4ºano A: Adriana
4ºano B: Wanessa
4ºano C: Robervânia
4ºano D: Adriana
5ºano A: Adriana
5ºano B: Wanessa
5ºano C: Jéssica
5ºano D: Elizangela
HINO NACIONAL BRASILEIRO
Primeira parte Segunda parte

Deitado eternamente em berço esplêndido,


Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
De um povo heroico o brado retumbante,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.
Do que a terra mais garrida
Se o penhor dessa igualdade
Teus risonhos, lindos campos têm mais
Conseguimos conquistar com braço forte,
flores,
Em teu seio, ó Liberdade,
"Nossos bosques têm mais vida",
Desafia o nosso peito a própria morte!
"Nossa vida" no teu seio "mais amores". (*)
Ó Pátria amada,
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido,
Brasil, de amor eterno seja símbolo
De amor e de esperança à terra desce,
O lábaro que ostentas estrelado,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
E diga o verde-louro dessa flâmula
A imagem do Cruzeiro resplandece.
- Paz no futuro e glória no passado.
Gigante pela própria natureza,
Mas se ergues da justiça a clava forte,
És belo, és forte, impávido colosso,
Verás que um filho teu não foge à luta,
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada
Terra adorada
Entre outras mil
Entre outras mil
És tu, Brasil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo
Dos filhos deste solo
És mãe gentil,
És mãe gentil,
Pátria amada,
Pátria amada,
Brasil!
Brasil!

Recife, 24 de agosto de 2020.