Você está na página 1de 1

A partir do Sec.

IX ocorreu de forma significativa um movimento de exportação de


escravos através do tráfico negreiro. Vale observar que o mundo desde o imperio
romano conhece a escravidao e o tráfico humano.
Na história mundial a exportação e comércio de escravos provenientes do
continente Africano, representa por vários aspectos um fenômeno único de
amplitude geográfica e econômica muito extensa. De fato nao e possivel avaliar de
forma exata o papel historico e mundial do tráfico de escravos na Africa e por isso
algumas extimativas sao feitas.
Em 1492 a economia da Europa ocidental era subdesenvolvida pala agricultura de
subsistência e o trabalho artesanal eram as atividades dominantes. Porém antes da
chegada de Colombo ao Novo Mundo, a Europa ocidental passou por algumas
mudanças estruturais assim algumas importantes mudanças foram introduzidas na
sociedade.
No primeiro período, a economia e a sociedade da região atlântica ainda não
possuíam estruturas que eram necessárias para que as forças presentes no
mercado assumissem totalmente o sistema econômico único capaz de dividir
funções e lucros entre seus membros. Sobretudo a importação de metais preciosos
como o ouro e a prata eram trazidos das colônias America espanholas, pois iam
diminuindo cada vez mais com a medida que o tráfico negreiro crescia. A expansão
econômica da Europa estava ligada ao crescimento das importações de ouro e
prata que era trazido das Américas, as importações de metal diminuíram e a
expansão demográfica acabou por reduzir, enquanto as sociedades da época
ajustavam seu comportamento às novas perspectivas econômicas.
O comércio através do transporte marítimo foi algo muito influente na época,
enquanto escravos africanos eram trazidos da África para as Américas produtos
agrícolas e metais preciosos eram enviados das Américas para Europa Ocidental.
Antes da chegada de Colombo países da América latina e das Antilhas possuíam
um regime econômico não desenvolvido. Como possuía uma pequena densidade
populacional, isso acabou por prejudicar o desenvolvimento das trocas e a divisão
do trabalho, como regiões mais povoadas acabavam por ser distantes de regiões
menos povoadas, isso dificultava a comunicação entre elas, limitando assim o
comércio.
Dados mostram que antes da chegada dos Europeus no continente africano, as
sociedades africanas estavam envolvidas em grandes processos de transformação
tanto social quanto econômica. O surgimento de um imenso deserto entre a África
negra e os territórios do Mediterraneo e Oriente Médio acabou por limitar as trocas
comerciais com o restante do mundo.
Quando os negros africanos forma retirados de seu pais a forca e trazidos para as
Americas, no momento em que o continente visava seu desenvolvimento interno e
externo, visando desenvolver sua producao, isso justifica o atraso da Africa no plano
economico.