Você está na página 1de 4

Capı́tulo 37 Relatividade

Transformação de Galileu(TG)

Transformação de coordenadas. Transformação de coordenadas.


0
0 0 x = x − ut
x = x + ut 0
0 y = y
y = y 0
0 z = z
z = z 0
0 t = t
t = t
0 0
d~r
Transformação de velocidades, ~v = d~r
. Transformação de velocidades, ~v = 0 .
dt dt
0
0 vx = vx − u
vx = vx + u 0
0 vy = vy
vy = vy 0
0 vz = vz
vz = vz

Princı́pio da relatividade de Galileo(PRG)

I “É impossı́vel detectar por meio de uma experiência mecânica o movimento de


um referencial inercial”.
I “As leis da mecânica são invariantes por uma transformação de Galileu”.
Mostre que a 2a Lei de Newton, escrita abaixo, é invariante por uma TG.
0
~ 0 = m d~v = −∇0 0 0
~ R = m d~v = −∇i
X X
F R i V (|~rj − ~ri |) ⇒ F V (|~rj − ~ri |)
dt 0 j
dt j

Capı́tulo 37 Relatividade
Transformação de Galileu(TG)

Considere duas partı́cula


P de carga q > 0 vista As mesmas partı́cula vista por um
P0
por um referencial, , em P repouso. referencial, , com velocidade constante
Em t = 0 e do referencial, , cada uma sofre ~u , em t = 0 sofre cada uma a força
~R = F
uma força resultante, F ~e = qE
~. resultante,
~0 = F
F ~0 + F~ 0 = qE~ 0 + q~u × B
~0 .
R e m

I Existe alguma inconsistência, F ~ 0 . A dinâmica é afetada por uma TG.


~ R 6= F
R
I Os fenômenos eletromagnéticos são descritos pelas Equações de Maxwell.
I Estas levam a uma equação de onda para os campos elétrico e magnético.
I Essas equações levam a uma velocidade da onda, v = c = √µ1  .
0 0

Mostre que a Eq. Onda não é invariante por TG.


0 1 ∂2ψ 1 ∂2ψ 2 ∂ψ 2
∇ 2ψ = ⇒ ∇2 ψ = + 2 (~u · ∇) + 2 (~u · ∇)(~u · ∇)ψ
v 2 ∂t 0 2 2
v ∂t 2 c ∂t c
Ondas Mecânicas: ok!
I A velocidade da onda depende da velocidade do meio de propagação.
I Existe um referencial privilegiado.
I É aquele que está em repouso em relação ao movimento do meio na qual a onda
se propaga.

Qual é o meio de propagação das ondas Eletromagnéticas?


Qual é o referencial privilegiado? O ÉTER !
Capı́tulo 37 Relatividade
Transformação de Galileu(TG)

Propriedades Estranhas:
I Não deveria possuir massa!(Onda EM no vácuo!)
q
B
I Elevada elasticidade! v =
ρ
= c = 3 × 108 m/s.
I É o referencial privilegiado das Ondas Eletromagnéticas.
I No entanto, não existia nenhuma comprovação experimental para a existência
do Éter.
Possı́veis soluções ao problema:

1. As equações de Maxwell não são apropriadas para explicar os fenômenos


eletromagnéticos.
2. Existe um referencial privilegiado, O Éter, e que em outros referenciais as
equações de Maxwell precisão de modificações.
3. As equações de Maxwell são invariantes por uma troca de referenciais e a TG
não é apropriada para descrever essa troca.

Capı́tulo 37 Relatividade
Transformação de Galileu(TG)

Possı́veis soluções ao problema:

1. As equações de Maxwell não são apropriadas para explicar os fenômenos


eletromagnéticos.
2. Existe um referencial privilegiado, O Éter, e que em outros referenciais as
equações de Maxwell precisão de modificações.
3. As equações de Maxwell são invariantes por uma troca de referenciais e a TG
não é apropriada para descrever essa troca.
A resposta correta é a 3)! No entanto, os fı́sicos foram a procura do Éter.
Três evidencias experimentais:

1. A experiência de Maxwell e Morley. (Deslocamento das franjas de interferência


não observado). A Terra deve arrastar o Éter.
2. Aberração da luz das estrelas(James Bradley-1725). Se a Terra arrastasse o Éter
não seria observado esse efeito.
3. Experiência de Fizeau-Fresnel. Sugere que o Éter não é arrastado.
Essas 3 experiências impossibilitam a existência do Éter.
Capı́tulo 37 Relatividade
Invariância das Leis Fı́sicas

Postulados da Relatividade Especial

1. As Leis da natureza, incluindo todos os fenômenos mecânicos e


eletromagnéticos, são os mesmos em todos os referenciais que se movem com
movimento uniforme relativo um ao outro.
2. A velocidade de luz no espaço vazio é a mesma em todos os sistemas de
referencia e é independente do corpo emissor.

Princı́pio da Correspondência
I Qualquer teoria nova proposta deve concordar com uma teoria antiga na
previsão dos fenômenos para os quais a teoria antiga fornece a previsão correta.

Com essas hipóteses qual é a transformação apropriada entre referenciais?

Capı́tulo 37 Relatividade
Invariância das Leis Fı́sicas

Transformação de Lorentz(TL)
A TL não pode mudar muito da TG, suponha que mude por uma constante γ.
Transformação de coordenadas de Lorentz.
0 0
x = γ(x + ut ) 0 0
0 t = γ(t + x u/c 2 )
x = γ(x − ut) 0 0
x = γ(x + ut )
0 0 0
Dos postulados de Einstein: x = ct e x = ct . y = y
0 0 0
ct = γ(ct + ut ) = γ(c + u)t 0
0
z = z
ct = γ(ct − ut) = γ(c − u)t
0
Eliminando t ou t , obtemos:
0
t = γ(t − xu/c 2 )
1 0
γ = p x = γ(x − ut)
1 − u 2 /c 2
0
y = y
0 0
Para obter t ou t , 0 0 z = z
t = γ[t + x u/c 2 ]
0
t = γ[t − xu/c 2 ]

Mostre que a Eq. Onda é invariante por TL.


Capı́tulo 37 Relatividade
Invariância das Leis Fı́sicas

Transformação de Lorentz(TL)

Transformação de coordenadas de Lorentz.

Conseqüências importantes da TL 0 0
t = γ(t + x u/c 2 )
1. Modificação do conceito de simultaneidade. x =
0
γ(x + ut )
0

2. Contração do espaço.
y = y
0

3. Dilatação do tempo. z = z
0

Mostre que a Eq. Onda é invariante por TL.


0
t = γ(t − xu/c 2 )
0
x = γ(x − ut)
0
y = y
0
z = z

Você também pode gostar