Você está na página 1de 6

Memória Dicas.

• Repetição e associação: uma experiência que é repetida e associada com outras memórias
pode se torna uma memória de longo prazo. Esse é um dos pontos para diferenciar a
memória de longo prazo da memória de curto prazo.
• Isolamento: a memória não trabalha sozinha, ela é parte do cérebro e do corpo.
• Atento no bioritmo, ver o melhor momento para a memória. Anote a temperatura em três
momentos do dia, quando mais alta, maior consumo energia. Faça por uma semana e anote
os resultados.
• Plano ou programa para praticar a memória, aprender vários e use conforme a necessidade.
Usar o tempo em viagem ou livre para memorizar ou relembrar.

Técnicas: mais importante é criar uma imagem e associá-la.


• Organizar a informação recebida. Isso já faz o cérebro se colocar de modo ativo. Criar
uma moldura (framework), modelos e situações para colocar a informação recebida.
• Usar sentidos: ver detalhes como cor, som, voz das pessoas.
• Usar associação.
• Posição/local/situação usados: perdeu alguma coisa, refaça o caminho.
• Criando imagens: quanto mais detalhada, melhor. Passos para se criar uma boa imagem:
• Lembrando de nomes: associação de ideia. Usar imaginação e fixar isto na pessoa. Isso
pode ser usado para aprender uma língua estrangeira. Você também pode associar cores ao
gênero quando for aprender uma palavra, por exemplo, azul masculino, vermelho feminino.
• Imaginação: a primeira vez que escutar um nome, imediatamente crie uma imagem
associada a ele, use as associações que vem primeiro no seu cérebro (é a mais fácil
que sua memória encontrou para lembrar).
• Fixando imagem: use os princípios da criação da imagem, ver imagem acima.
• Técnica SLUG (acrônimo):


• Relembrando palavras e significado das palavras: acrônimo e letra fonética.
• Acrônimo: feito para lembrar de Listas. Pegue a primeira letra de cada item e
arrume elas de modo a formar uma palavra. Se a lista for muito grande, crie mais de
uma acrônimo para a lista. Pode também criar uma frase, onde a primeira letra
corresponde à palavra que se quer lembrar.
• Letra fonética: essa é para senhas ou sequência de letra. Aqui no alfabeto cada letra
tem que corresponder a algo concreto – então você teria que criar o próprio alfabeto,
por exemplo, A - abelha. Depois a sequência é enquadrada nesse alfabeto. Se pode
até criar uma história.

• Relembrando listas:
• Técnica das jornadas: colocar informações que precisam ser decoradas em locais
familiares. Coloca informações em caminhos que você conhece bem, pode ser na
casa, no caminho para o trabalho, para a faculdade, etc. Pode ser até com imaginação
depois de familiarizado com a técnica jornada, você vai criando toda uma história
com os elementos e os lugares. Importante criar imagens inusitadas para serem
memoráveis Aqui há uma relação entre os itens da lista e os lugares já conhecido
pelo meu cérebro. Espalha as informações e cria um caminho. Você pode criar
imagens dessa lista com os lugares que elas estão. Depois pela imaginação você pode
visitar os lugares que as listas estão.

• Relembrando números: rima de número e forma do sistema de número. Nos dois há a


ligação entre imagens e números e se cria uma história. Teste os dois métodos. Antes você
tem que criar as associações para cada número que vai do 0 ao 9.
• Rima de número: crie uma imagem para cada número de 0 a 9. Se cria uma
história para o número. Importante colocar as imagens numa ordem correta.
• Forma do sistema de número. Parecido com o anterior, mas a imagem criado
aqui é parecida com o número e não com o som, o aspecto visual que conta mais
do que o sonoro. Por exemplo, o 0 é uma bola.
0 - bola 6 – chinelo.
1 - Pódio 7 – língua.
2 - Barichello 8 – sinuca.
3 - Árvore 9 – cérebro.
4 – Carro.
5 – Mão

• Mapas mentais: método para expressar informação usando cor, imagem e palavras chaves
em uma estrutura que radia de um centro. Então sempre tem uma imagem central e depois
partem dela ramificações.
• Revisar aquilo que vê. Revisão periódica. A melhor momento é rever a informação é uma
hora depois do aprendizado inicial. Depois um dia depois, uma semana, um mês, três meses
e seis meses.

Você também pode gostar