Você está na página 1de 3

`

Revisão programada Termometria/ Dilatação térmica Prof. Áureo Dantas Data 23 / 02 / 2021
Aluno (a) Turma 2ª Série

1- Janeiro de 2001 foi um dos meses mais quentes dos últimos anos. Num certo dia de janeiro, a temperatura da cida-
de de Joinville, às 10 horas da manhã, era de 25°C; continuou subindo uniformemente até às 15 horas, quando alcan-
çou 40°C. Representando essa situação em um gráfico cartesiano, no qual a abscissa representa os tempos (em ho-
ras) e na ordenada à temperatura (em °C), obtém-se um segmento de reta AB. A equação da reta que contém esse
segmento é
a) T= -3.t - 5
b) T= 3.t + 3
c) T= -3.t - 3
d) T = 3.t - 5
e) T= 5.t - 3

2- Largamente utilizados na medicina, os termômetros clínicos de mercúrio relacionam o comprimento da coluna de


mercúrio com a temperatura. Sabendo-se que quando a coluna de mercúrio atinge 2,0 cm, a temperatura equivale a
34 oC e, quando atinge 14 cm, a temperatura equivale a 46 oC. Ao medir a temperatura de um paciente com esse ter-
mômetro, a coluna de mercúrio atingiu 8,0 cm. A alternativa correta que apresenta a temperatura do paciente, em
o
C, nessa medição é:
a) 36
b) 42
c) 38
d) 40

3- A temperatura, cuja indicação na escala Fahrenheit é 5 vezes maior que a da escala Celsius, é:
a) 50 °C.
b) 40 °C.
c) 30 °C.
d) 20 °C.
e) 10 °C.

4- Se um termômetro indica 99 °C no 2°ponto fixo e 1 °C no 1°ponto fixo, pode-se afirmar que a única indicação
correta será:
a) 50 °C.
b) 0 °C.
c) 20 °C.
d) nenhuma indicação.
e) 15 °C

5- Através de experimentos, biólogos observaram que a taxa de canto de grilos de uma determinada espécie estava
relacionada com a temperatura ambiente de uma maneira que poderia ser considerada linear. Experiências mostraram
que, a uma temperatura de 21º C, os grilos cantavam, em média, 120 vezes por minuto; e, a uma temperatura de 26º
C, os grilos cantavam, em média, 180 vezes por minuto. Considerando T a temperatura em graus Celsius e f a fre-
quência do número de vezes que os grilos cantavam por minuto, podemos representar a relação entre T e f por um
gráfico. Supondo que os grilos estivessem cantando, em média, 156 vezes por minuto, de acordo com o modelo suge-
rido nesta questão, estima-se que a temperatura, em °C deveria ser igual a
a) 24
b) 22
c) 25
d) 30
e) 23
6- Almir deve aquecer certa quantidade de água até 70°C. Após o início do processo, ele quebrou, acidentalmente, o
termômetro e teve que utilizar outro, graduado em fahrenheit. Nessa escala, o aquecimento deve parar em?
a) 102.
b) 126.
c) 142.
d) 158
e) 136

7- Um fazendeiro quer cercar com arame um terreno quadrado de lados 25 m e para isso adquire 100 m de fio. Fa-
zendo o cercado, o fazendeiro percebe que faltaram 2 cm de fio para a cerca ficar perfeita. Como não quer desperdi-
çar o material e seria impossível uma emenda no arame, o fazendeiro decide pensar em uma alternativa. Depois de
algumas horas, ele percebe que naquele dia a temperatura da cidade está mais baixa do que a média e decide fazer
cálculos para verificar se seria possível utilizar o fio num dia mais quente, já que ele estaria dilatado. Sabendo que o
acréscimo no comprimento do fio é proporcional ao seu comprimento inicial, ao seu coeficiente de dilatação linear e à
variação de temperatura sofrida, calcule o aumento de temperatura que deve ocorrer na cidade para que o fio
atinja o tamanho desejado. (Dado: a= 4.10-5 ºC-1).
a) 5
b) 12
c) 2,5
d) 40
e) 76

8- Um cientista está à procura de um material que tenha um coeficiente de dilatação alto. O objetivo dele é produzir
vigas desse material para utilizá-las como suportes para os telhados das casas. Assim, nos dias muito quentes, as
vigas dilatar-se-iam bastante, elevando o telhado e permitindo certa circulação de ar pela casa, refrescando o ambien-
te. Nos dias frios, as vigas encolheriam e o telhado abaixaria, não permitindo a circulação de ar. Após algumas experi-
ências, ele obteve um composto com o qual fez uma barra. Em seguida, o cientista mediu o comprimento L da barra
em função da temperatura T e obteve o gráfico a seguir:

Analisando o gráfico, é correto afirmar que o coeficiente de dilatação linear (a) do material produzido pelo
cientista vale:
a) 2.10-5 °C-1.
b) 3.10-3 °C-1.
c) 4.10-4 °C-1.
d) 5.10-6 °C-1.
e) 6.10-4°C-1.

9- A ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, é um dos maiores símbolos do estado de Santa Catarina, sendo uma das
maiores pontes pênseis do mundo. Teve sua construção iniciada em 14 de novembro de 1922 e foi inaugurada a 13
de maio de 1926. Sua estrutura em aço tem comprimento de aproximadamente 820 m a 20ºC. Durante um determina-
do ano, as temperaturas extremas no local foram 8ºC e 32ºC. Nesse período, a diferença entre o maior e o menor
comprimento da ponte, em metros, foi, aproximadamente, de:
Dado: a=12x10-6 ºC-1
a) 0,12
b) 0,31
c) 0,08
d) 0,20
e) 0,24
10- A figura mostra um balanço AB suspenso por fios, presos ao teto. Os fios têm coeficientes de dilatação linear
aA = 1,5. 10-5 ºC-1 e aB = 2,0. 10-5 ºC-1 e comprimentos LA e LB, respectivamente, na temperatura TO.
Considere LB= 72 cm e determine o comprimento LA, em cm, para que o balanço permaneça sempre na hori-
zontal (paralelo ao solo), em qualquer temperatura.

a) 96
b) 145
c) 120
d) 36
e) 50

Gabarito

1- D
2- D
3- E
4- A
5- A
6- D
7- A
8- E
9- E
10- A

Você também pode gostar