Você está na página 1de 58

INDUSTRIALIZAÇÃO

REINO UNIDO – Berço da Revolução Industrial –


Fatores

Dominou a economia mundial até o final da 1ª Guerra

O avanço tecnológico da década de 1970 levou as


industrias inglesas a obsolescência

Década de 1980 e 1990 – emprego do neoliberalismo


ALEMANHA

Industrialização ocorreu de forma tardia


(após unificação em 1871)

Na ultima crise que atingiu os países


europeus, a Alemanha mostrou que sua
economia estava apoiada em bases solidas.

ÁREAS:
Eixo Reno-Ruhr- Região industrial mais
importante da Europa
Eixo Norte – Cidades portuárias

Ainda é evidente as desigualdades entre as


duas Alemanhas.
FRANÇA

Segundo país a se industrializar na


Europa

Apresenta carência de energia


elétrica

Dependente das termonucleares


ITÁLIA

Idade Média tradição comercial

Industrialização se fortaleceu após


unificação em 1871 e durante o
governo intervencionista fascista

Desde o renascimento, o norte é a


região mais desenvolvida (Vale do
Pó)
RUSSIA

Maior parte da atividade industrial


concentra-se na Rússia Europeia.

Dependência combustíveis fósseis e


outros recursos minerais.

Com o fim do socialismo muitas


empresas foram vendidas ao capital
estrangeiro
EUA: Formação territorial
Treze colônias – independências em 1776
EUA: Formação territorial
EUA: Formação territorial

Concessão de terras a pequenos fazendeiros (1862)


Após guerra da secessão intensificou ocupação do oeste (destino manifesto e
darwinismo social)
Formação territorial – Destino Manifesto
EUA: Economia
Potência econômica e militar
Fatores: colonização, recursos naturais, mercado consumidor interno e externo,
imigrantes, guerras mundiais, conferência de Bretton Woods, expansão do modo
de vida norte americano, etc.
EUA: Atividade industrial – Dispersão industrial em direção ao sul, sudeste e oeste

Regiões econômicas
Nordeste – Industrialização
mais antiga
Sul e sudeste – Setor
aeroespacial, petrolífero,
turismo (Florida) e culturais
tropicais
Meio oeste – Área agrícola
(planícies centrais)
Oeste – Pecuária extensiva de
corte
Costa oeste – Tecnopolo (Vale
do Silício) e fruticultura irrigada
CANADÁ
Apenas 12% das terras são aproveitadas pela agricultura
População concentra-se na porção meridional (cerca de 90%)
Aspectos físicos
Vegetação - Tundra, coníferas e florestas temperadas
Relevo
Porção Oeste - montanhas rochosas
Porção central – planícies e presença de pradarias
Porção leste – Planalto do Labrador (geologia antiga)
Aspectos humanos
País pouco populoso e pouco povoado
Colonizado por ingleses (40%) e franceses (27%)
Povos nativos tem reivindicado autonomia na parte norte (reservas minerais)
Estrutura etária – 64% adultos, 21% jovens e 15% idosos
A imigração é vista como uma forma de aumentar a população (imigração seleta)
Inuits
Aspectos econômicos
Fortemente dependente dos EUA
Setor primário representa 5% do PIB
Setor extrativista – coníferas (maior produtor de papel e celulose) e mineral
JAPÃO
Arquipélago vulcânico com mais de 3.000 ilhas
Litoral favorável – portos
Geologia recente – placas tectônicas – instabilidade
Tsunami 2011 – mais de 15.000 mortos
16% de planícies densamente ocupadas
Hidrografia composta por rios de pequena extensão mas com potencial hidrelétrico
Japão manteve-se fechado até a segunda metade do século XIX
A dinastia Meiji governou o Japão de 1868 a 1945
Meiji iniciou um programa de abertura e modernização do Japão
Meijji instituiu a escolaridade obrigatória

Criação dos Zaibatsus

Intervenção estatal

Absorção de tecnologias do ocidente

Criação da moeda e do banco nacional

Institucionalização da monarquia parlamentar


Meiji desenvolveu ações imperialistas
Entre 1937 a 1945 Japão anexou áreas do litoral da China e cometeram
atrocidades
Reconstrução do Japão pós segunda guerra

- Maior influência dos EUA


- Dissolução dos Zaibatsus (fim do monopólio). Em seu lugar foi criado o
keiretsus (grupo de empresários que colaboram entre si tendo como
líder uma grande empresa). É comum estarem articulados com grandes
bancos.
- Exército de auto defesa
- Determinou a laicidade do estado. Xintoismo deixou de ser a religião
oficial
- Recebeu recursos dos EUA (plano colombo)
- Menor gasto com exército, favoreceu o investimento em educação
- Forneceu armas nas guerras da Correia e Vietnã
Crise econômica japonesa

- Década de 1990, devido a especulação no setor imobiliário, a


economia japonesa entrou em crise. Mercado interno reduziu consumo
- Crise nos Tigres Asiáticos afetou o Japão
- Em 2003, a participação do Japão na invasão do Iraque gerou críticas
por parte da China
- Crise nos EUA (2008) e na Europa (2010/2011) reduziram
exportações japonesas

- Atualmente, a economia japonesa está mais dependente da Ásia e a


desaceleração econômica da China afetou diretamente sua economia.
Atividades econômicas

- Economia apoiada na indústria e serviços


- Na agropecuária, produz cerca de 78% dos produtos que consume
- Propriedade pequenas (1,4 hec em média)
- Trigo e arroz autossuficiente
- Pobre em recursos minerais
- Forte atividade pesqueira. A Poluição do litoral fez com que
embarcações maiores fossem para alto mar.
No Japão a carne Wagyu pode ser
encontrada por R$ 1.000,00. No Brasil
por R$ 500,00
https://globoplay.globo.com/v/2351234/
TIGRES ASÁTICOS
TIGRES ASIÁTICOS
Coreia do Sul, Taiwan, Cingapura e Hong Kong
A partir de 1960 passaram a apresentar elevado crescimento econômico decorrente
do período geopolítico da Guerra Fria
Coreia do Sul
Recebeu investimentos japoneses e norte americanos
Atualmente são grandes exportadores de componentes eletrônicos para
computadores, de automóveis, de navios e demais produtos eletrônicos.
Taiwan
Pertencia a China até a revolução socialista de 1949
China não reconhece sua independência
Desde 2008, China e Taiwan mantem um acordo de livre comercio
Hong Kong
Foi ocupada pela Inglaterra após a guerra do ópio (1839-1842)
Em 1997 foi devolvida a China assumindo o status de Região Administrativa
Especial, mantendo sua liberdade econômica
Em 2014 pessoas foram às ruas para pedirem eleições livres sem a interferência de
Pequim

Revolta do
guarda-
chuva
Cingapura (cidade estado)
Apresenta um importante setor portuário, movimentando um quinto dos contêineres
do mundo
Mantem uma política autoritária e controle da informação
O ato de jogar lixo nas ruas é punido com multa e trabalho voluntário
Aspectos gerais e industrialização
China: Aspectos físicos
Grande contraste entre a porção oeste e leste
A região oeste apresenta rios endorreicos que desaparecem ao atingir áreas
semiáridas
Clima na porção leste influenciado pelas monções
China Ocidental – planaltos desérticos, vazios demográficos, fluxos migratórios e
movimentos separatistas
China Oriental – planícies fluviais, clima úmido, alta densidade demográfica,
crescimento urbano-industrial
Aspecto humanos
Composto por 56 grupos étnicos, dos quais o grupo han é majoritário (92%)
População distribui-se de forma heterogênea

Urbanização
Em 2012 população urbana superou a rural
A população urbana adquiriu emprego e elevou a renda
Política do filho único reduziu
o crescimento populacional
de 2,6% (1970) para 0,4%
(2014)

Gerou desequilíbrio de
gênero

Em 2014 havia 116 meninos


para cada 100 meninas

Em 2015 governo chinês


permitiu o segundo filho
PRIMEIRAS DÉCADAS PÓS REVOLUÇÃO COMUNISTA CHINESA

- Revolução comunista – nacionalistas são derrotados e se refugiaram em Taiwan


- China adotou o modelo de socialismo soviético priorizando os investimentos no
setor industrial de base.
- A centralização e a inflexibilidade do governo comunista desarticularam o sistema
produtivo chinês acentuando a fome
- Década de 1960, governo chinês cortou relações com a URSS após detonação
de uma bomba nuclear chinesa em 1964
- Em 1966 houve a Revolução Cultural chinesa com perseguição aos opositores
ao sistema.
- Destruição de obras e livros que tivessem ligados a burguesia capitalista
Tibete
Conseguiu independência em 1913 com a expulsão das trocas chinesas
Em 1950 foi ocupado novamente por tropas chinesas
Em 2011 Dalai Lama renunciou ao cargo de primeiro ministro
Governo chinês procura incentivar a migração para o Tibete.
CHINA II (Mód. 85)
Industrias
Fatores favoráveis: matérias primas, mão de obra, mercado interno, fontes de
energias, incentivos fiscais, etc.

Após década de 1970 abertura econômica e criação das ZEEs em regiões


estratégicas.

Abertura econômica não foi acompanhada pela abertura politica


1971 China entrou na ONU, no lugar de Taiwan

Em 1978 foi iniciado a desmaoização

1997 Hong Kong é devolvido a China e 1999 foi a vez de Macau

2001 China ingressou na OMC

2003 entrou no seleto grupo das potencias especiais ao enviar uma missão tripulada
ao espaço.
Classe média cresce rapidamente

Nas cidades unidades habitacionais inflacionaram

China vem conquistando importante fatia do mercado da União Europeia, Japão e


Austrália

Crise econômica nos EUA e Europa levou o governo chinês a adquirir muitos
dólares visando evitar a valorização da moeda nacional
Problemas ambientais

Das 20 cidades mais poluídas do mundo, 16 estão na China.


- Desmatamento está provocando a desertificação
- Redução da agua potável devido ao esgotamento e a poluição
- Poluição atmosférica – o pais consome 47% do total de carvão consumido no
mundo.
- Chuvas ácidas.
Governo chinês mostra preocupação com o crescimento econômico e as
agressões ambientais
Assumiu compromissos na Cúpula do Clima de Paris
Faz investimento em energias renováveis
Agropecuária
Agricultura ainda é uma importante atividade na China

Modernização agrícola é recente e conta com a interferência do estado

Produção agrícola e agropecuário é alta em valores absolutos, porém em muitos


casos é insuficiente para a alimentar toda a sua população.

Exporta milho e arroz principalmente para o Japão e Coreia do Sul, porém 150
milhões passam fome .
INDIA
- Conquistou a independência em 1947
- Gerou fragmentação politica (Paquistão Ocidental – Índia – Paquistão
Oriental (Bangladesh)
- Conflito na Caxemira (Índia x Paquistão – ambos com energia nuclear)
ECONOMIA
- Desde o século XVI, devido ao seu comércio de especiarias, a Índia foi
invadida por portugueses, franceses, holandeses e ingleses
- Após independência, Índia adotou um modelo de substituição de
importação com forte protecionismo
- Industrialização não conseguiu acompanhar os avanços tecnológicos
- A partir de 1980, maior crescimento industrial com destaque ao setor
têxtil e siderúrgico
- Meados do século XX, visando combater a fome, Índia adotou métodos
da Revolução Verde.

- Vigora o sistema de plantation


- Agropecuária rudimentar
- Industrias tradicionais
- Tecnopolos (Bangalore)
- Exportador de serviços (telemarketing)
SISTEMA DE CASTAS

Sociedade: Embora abolida, o sistema de castas ainda vigora


AUSTRÁLIA
Com seus 7 686 850 km² quilômetros quadrados, tem uma área três vezes maior
que a Groenlândia, porém a maior parte dos geógrafos não a considera uma ilha.

Por sua grande dimensão, ela é considerada a porção continental da Oceania.


No entanto, é classificada pelo Governo Australiano como a maior ilha do mundo
e o menor continente.(https://pt.wikipedia.org)
AUSTRÁLIA
Aspectos históricos
- Século XVIII serviu como colônia penal. Logo depois chegaram colonos livres
Sentenciados foram usados como mão de obra servil
- Século XIX Austrália já tinha conquistado um razoável desenvolvimento
econômico
- Independência ocorreu em 1942 e atualmente o país apresenta uma monarquia
parlamentar
AUSTRÁLIA
- Economia alicerçada na exportação de commodities
- Dificuldade para se estruturar um rede de transporte que ligue toda o seu vasto território.
- Mantem boa relação comercial com China e Japão
- APEC pode estimular ainda mais o comercio internacional da Austrália

NOVA ZELANDIA
- Destaca-se pela qualidade de vida
- Assim como a Austrália, o setor primário representa importante papel econômico.

Você também pode gostar