Você está na página 1de 2

Disciplina: Sociologia Urbana

Professor: Fernando Scheeffer


Acadêmico: Lucas Paulo Tito Staloch
LISTA 3
1) Em que consiste a Sociologia política e qual a diferença em relação à Ciência
política?
R: Tradicionalmente, a ciência política busca estudar o funcionamento e os
caracteres do sistema político. Por isso, ela diferencia-se claramente da sociologia
que tem como objeto de estudo o sistema social, no sentido amplo da palavra.
Neste contexto, a sociologia política adota a orientação empírica da ciência
política, mas se diferencia dela na medida em que sua característica fundamental é
buscar entender o fenômeno político nas suas relações com o sistema social.
2) Que temas fazem parte da Sociologia política?
R: Sociologia política é o ramo da sociologia que reflete sobre o poder, o Estado e o
dever político. O enfoque da sociologia política recusa-se a isolar o mundo político
do conjunto da sociedade, o que não significa dizer que a esfera da política seja
apenas um reflexo derivado do que acontece no mundo social.
3) Qual a diferença entre o objeto da Filosofia política e as abordagens científicas
da política (Ciência política e Sociologia política)?
R: A distinção fundamental entre elas reside em seus diferentes métodos, ou seja,
nos diferentes olhares e perspectivas de análise que cada uma delas lança sobre o
objeto em questão. Desta forma, temos de um lado o "método filosófico" e de
outro, o "método científico"; ou seja, uma abordagem "filosófica" e uma
abordagem "científica" da realidade política. O elemento que distingue a ciência
em relação à filosofia é o fato de a primeira servir-se do "método experimental".
Em outros termos, o que demarca a ciência em relação à filosofia é o fato de que as
teorias científicas precisam ser validadas reportando-se à realidade empírica, ao
mundo dos acontecimentos e fenômenos. A validação empírica das teorias
científicas refere-se a que somente são consideradas verdadeiras as teorias que
forem confirmadas por evidências factuais.
4) Por que a Filosofia política é “normativa”, é regida pela ótica do “dever ser”, ao
passo que a Sociologia política busca uma abordagem descritiva?
R: Porque em outros termos, a abordagem filosófica busca indagar qual seria a
forma ideal de organizar o Estado e as relações de poder. Já a abordagem das
outras duas disciplinas é "descritiva". Isto quer dizer que elas buscam compreender
como se dão, de fato, as relações de poder, independente de considerações
baseadas em princípios ou valores. Nesta perspectiva, portanto, busca-se o estudo
do "ser" e não do “dever ser”.
5) Quais as três indagações fundamentais da reflexão política e em que consistem?

R: • O que é o poder? Trata-se da dimensão teórica da reflexão política. Aqui se


busca conceituar o fenômeno do poder em sua dimensão epistemológica, ou seja,
busca-se definir o conceito de poder e da própria política'.
• Quem exerce o poder? Trata-se da dimensão empírica ou mesmo concreta do
poder. O estudo do exercício do poder procura apontar de que modo ele está
distribuído na sociedade e principalmente nas instituições políticas, como o
governo, os partidos, as eleições, os movimentos sociais, etc.
• De que forma ele deve ser exercido? Trata-se da dimensão normativa ou ética da
reflexão política. Ao longo de sua história, o estudo da política sempre se
preocupou em responder qual seria a melhor forma de exercer o poder. A busca
por uma organização política ideal ou pelo menos aceitável também é uma das
tarefas fundamentais da reflexão política.
6) Questionamentos.
R: Sociologia Política, temos um entendimento amplo, e também vários
questionamentos amplos, a Política no nossa país, sempre foi um tema muito
polêmico e até mesmo repetitivo, estamos a anos, tentando através da democracia
do direto de votar, colocar governantes que façam o melhor pelo povo, mais o que
vemos é uma busca constante pelo poder e pouco pelo fazer, muitos já passaram
pelas cadeiras dos nossos legislativos e somente buscavam o enriquecimento
próprio, e não fazer as coisas pelo povo, desenvolver as cidades, buscar fazer com
que as coisas aconteçam de forma correta, como que a sociedade se desenvolva.
Precisamos de mudanças, precisamos que pessoas de caráter e com experiência
façam o diferente, governem pelo povo.