Você está na página 1de 6

APOSTILA 06 - DOUTRINA DA TRINDADE

PÁGINA
INTRODUÇÃO
I, TRINDADE, O QUE É?
II, AS TRÊS PESSOAS DA TRINDADE E A COMPROVAÇÃO BÍBLICA DA SUA
DIVINDADE
II, 1, A DIVINDADE DO PAI
II, 2, A DIVINDADE DO FILHO
II, 2, A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO
III, A DISTINÇÃO ENTRE AS TRÊS PESSOAS DA TRINDADE
III, 1, A DISTINÇÃO ENTRE O PAI E O FILHO
III, 2, A DISTINÇÃO ENTRE O PAI E O ESPÍRITO SANTO
III, 3, A DISTINÇÃO ENTRE O FILHO E O ESPÍRITO SANTO
IV, A TRIUNIDADE DE DEUS
V, A TRINDADE NO ANTIGO E NO NOVO TESTAMENTO
VI, PRINCIPAL MINISTÉRIO DE CADA PESSOA DA TRINDADE, RELATIVO À
SALVAÇÃO ETERNA
VI, 1, O MINISTÉRIO DO PAI (DEUS) RELATIVO À SALVAÇÃO ETERNA
VI, 2, O MINISTÉRIO DO FILHO (JESUS CRISTO) RELATIVO À SALVAÇÃO ETERNA
VI, 3, O MINISTÉRIO DO ESPÍRITO SANTO RELATIVO À SALVAÇÃO ETERNA
VII, A TRINDADE EXEMPLIFICADA ESQUEMATICAMENTE
VIII, A TRINDADE COMPARADA À ÁGUA EM SEUS TRÊS ESTADOS
VIII, 1, A ÁGUA EM ESTADO SÓLIDO
VIII, 2, A ÁGUA EM ESTADO LÍQUIDO
VIII, 3, A ÁGUA EM ESTADO GASOSO
CONCLUSÃO
BIBLIOGRAFIA. 10

INTRODUÇÃO

Estudar, especificamente, sobre a doutrina cristã da trindade é, nada mais nada menos do
que, estudar sobre o ser criador, sustentador, e dirigente de todas as coisas, qual seja,
Deus.
Porém, o estudo doutrinário da divina trindade, nos mostra a revelação de Deus sobre o
seu modo trino de existir, manifestar e agir.
Estudemos, portanto, um pouco sobre o que a bíblia sagrada nos ensina sobre a trindade
para enriquecermos o nosso conhecimento sobre o causador e criador de todas as coisas,
sendo, por isso, indubitavelmente, o mais importante ser do universo, qual seja, Deus que
se revela e manifesta ao ser humano através de três pessoas distintas.

I, TRINDADE, O QUE É?
O minidicionário Aurélio define a trindade como:
01 - Na doutrina cristã, dogma da união de três pessoas distintas (o Pai, o Filho e o Espírito
Santo) em um só Deus: O mistério da Santíssima Trindade.

O conciso dicionário de teologia cristã nos diz:


01 - Referência à doutrina de que Deus é um e que existe eternamente em três pessoas.

Portanto, trindade é o termo usado, no cristianismo, para definir a manifestação e ação de


Deus através de três pessoas distintas.
Trindade é, por isso, a tríplice maneira de Deus se revelar.
Por mais que nos esforcemos e procuremos, em toda a bíblia sagrada, a palavra trindade,
jamais será encontrada.
Porém, tal constatação, não significa que a trindade não existe, ou que seja invenção de
alguma religião, denominação, igreja ou líder religioso, em particular.
Não há necessidade de fazermos muito esforço pessoal, para descobrirmos na bíblia
sagrada que Deus existe, se manifesta e age de modo tríplice.
O modo tríplice de Deus existir, se manifestar e agir, acontece através das três pessoas da
divina trindade, quais sejam:
01 - A pessoa divina do Pai.
02 - A pessoa divina do Filho.
03 - A pessoa divina do Espírito Santo.
É necessário estarmos total e, incansavelmente, atentos para jamais confundirmos ou
aceitarmos a mais remota insinuação ou a mínima possibilidade de que:
01 - A pessoa do Pai seja um Deus.
02 - A pessoa do Filho seja um segundo Deus.
03 - A pessoa do Espírito Santo seja um terceiro Deus.

Isso porque, dentro do cristianismo, que está comprometido com a verdade bíblica, só há
lugar para a aceitação da existência de um único
Deus, o qual é estudado na matéria doutrina cristã de Deus, e ainda que único, existe, se
revela, manifesta e age como e em trindade.
O termo trindade é, portanto, sem qualquer sombra de dúvida, o resultado do estudo,
criterioso e sistemático, da bíblia sagrada acerca de deus, a qual nos revela, claramente, a
divindade das três pessoas.
A primeira referência, clara, e insofismável sobre a trindade, encontrada na bíblia sagrada,
está no novo testamento, mais precisamente, no evangelho segundo Mateus 28.19.
Porém, já no antigo testamento, em Isaias 48.16 a mesma é mencionada.
Isaias 48.16, Chegai-vos a mim, ouvi isto: Não falei em segredo desde o princípio; desde o
tempo em que aquilo se fez eu estava ali, e agora o Senhor Deus me enviou a mim, e o
seu Espírito.
É verdade que na passagem bíblica de Isaías a segunda pessoa da trindade (a pessoa do
Filho) não está, claramente, explícita, porém,com certeza, não é necessário muito esforço
para verificarmos que o Filho está implícito.
Quanto a este versículo há um problema, qual seja, nem todas as bíblias dão esta mesma
tradução, por isso, haverá irmãos que não concordarão com esta tradução, nem que o
versículo é uma revelação da Trindade.

II, AS TRÊS PESSOAS DA TRINDADE E A COMPROVAÇÃO BÍBLICA DA SUA


DIVINDADE
É necessária a confirmação da revelação bíblica acerca da realidade das três pessoas da
trindade, assim como a divindade de cada uma, para nos firmarmos na gloriosa verdade
da existência da trindade.

II, 1, A DIVINDADE DO PAI


O Pai é Deus (João 6.27; Romanos 15.6; 1 Coríntios 8.6; 1 Pedro 1.2).
II, 2, A DIVINDADE DO FILHO
O Filho é Deus (João 1.1-3, 14, 20.28; Romanos 9.5; Colossenses 2.8-9; Hebreus 1.1-12;
2 Pedro 1.1; 1 João 5.20).

II, 2, A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO


O ESPÍRITO SANTO é DEUS, Atos 5.1-10, 21.11 (onisciente, um dos atributos naturais de
Deus), Atos 28.25-27; 1 João 5.7.

III, A DISTINÇÃO ENTRE AS TRÊS PESSOAS DA TRINDADE


As três pessoas da trindade são distintas entre si (João14.16-17, 26, 15.26).

III, 1, A DISTINÇÃO ENTRE O PAI E O FILHO


O Pai é distinto de Jesus Cristo (o Filho) e vice-versa (João 8.54, 14.10-13, 23-26, 16.16,
17:5; Colossenses 1.12-19).

III, 2, A DISTINÇÃO ENTRE O PAI E O ESPÍRITO SANTO


O Pai é distinto do Espírito Santo e vice-versa (João 14.16-17, 26, 15.26).

III, 3, A DISTINÇÃO ENTRE O FILHO E O ESPÍRITO SANTO


Jesus Cristo (o Filho) é distinto da pessoa do Espírito Santo e vice-versa (João 7.37-39,
14.26, 15.26, 16.7-15). Consolador, título dado ao Espírito Santo.

IV, A TRIUNIDADE DE DEUS


Triunidade é o modo de Deus existir em três pessoas distintas.
Portanto, a triunidade refere-se à existência de Deus em três pessoas distintas.
Ainda que as três pessoas da trindade sejam distintas entre si, sempre, estão e agem,
completamente, de pleno acordo com João 14.26, 15:26, 16.12-16; 1 João 5.1-7 (A Palavra
é o Verbo de João 1.1, 14).
A este fato se dá o nome de triunidade.

V, A TRINDADE NO ANTIGO E NO NOVO TESTAMENTO


Como vimos, pelas passagens bíblicas estudadas, a doutrina da trindade é clara no novo
testamento, porém, no antigo testamento não é bem assim.
No antigo testamento há algumas sugestões ou indícios sobre a trindade, como podemos
verificar nas próximas passagens bíblicas (Gênesis 1.26, 11:7; Isaias 6.8).
Porém, em Isaias 48.16, como já vimos, a visão da trindade é apresentada de modo muito
mais claro.
No Salmo 110.1, não vemos a idéia da Trindade, porém, vemos o salmista declarar uma
verdade que não poderá, jamais, ser desprezada quando do estudo sobre a trindade, qual
seja: “Disse o Senhor ao meu Senhor:
Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus
pés”. Para nós, o primeiro Senhor é sinônimo de Deus Pai e o segundo Senhor sinônimo de
Deus Filho.

VI, PRINCIPAL MINISTÉRIO DE CADA PESSOA DA TRINDADE, RELATIVO À


SALVAÇÃO ETERNA
O trabalho de cada pessoa da trindade é, na verdade, o trabalho de Deus, entretanto, no
tocante à salvação eterna, cada pessoa tem o seu ministério específico.
VI, 1, O MINISTÉRIO DO PAI (DEUS) RELATIVO À SALVAÇÃO ETERNA
Como já vimos, a doutrina da trindade não nos é claramente revelada no antigo
testamento, entretanto, pelas sugestões à trindade já estudadas.
01 - Em Gênesis 1.26, Deus diz: Façamos.
02 - Em Gênesis 11.7, Deus diz: Desçamos.
03 - Em Isaias 6.8, Deus pergunta: Quem há de ir por nós?

Nestas três passagens bíblicas vemos Deus tomando a iniciativa.


01, Em João 3.16 Deus, como Pai, também toma a iniciativa (Deus deu seu filho
unigênito).
02 - Em João 3.17 Deus, como Pai, também toma a iniciativa (Deus enviou seu filho
unigênito).
03 - Em João 14.16, Jesus Cristo diz que o Pai dará outro Consolador.

Em todas estas passagens bíblicas, vemos Deus e o Pai tomando as iniciativas.


Além do que em João 3.16-17 o próprio DEUS é PAI de JESUS CRISTO, pois
Deus deu seu filho.
Também em Romanos 15.6; 2 Coríntios 1.3, 11.31; Efésios1.3; 1 Pedro1.3, Deus é Pai de
Jesus Cristo. Portanto, concluímos a pessoa divina do pai se sinonimisa com Deus, nas
iniciativas e nas tomadas de decisões. no que concerne à salvação eterna, o ministério da
primeira pessoa da trindade, ou seja, do pai, é tomar a iniciativa de salvar eternamente o
ser humano (João 3.16-18).

VI, 2, O MINISTÉRIO DO FILHO (JESUS CRISTO) RELATIVO À SALVAÇÃO ETERNA


O principal ministério da segunda pessoa da trindade ou seja, do Filho, relativo à salvação
eterna do ser humano é a redenção, ou seja, a própria salvação eterna (João3:16-18;
Romanos 3.24; 5:8; 1 Coríntios 1.30; Efésios 1.7, 14; Colossenses 1.14; 1 Timóteo 2.6;
Hebreus 9.11-12).

VI, 3, O MINISTÉRIO DO ESPÍRITO SANTO RELATIVO À SALVAÇÃO ETERNA


O principal ministério da terceira pessoa da trindade, ou seja, do Espírito Santo, relativo à
salvação eterna, é a santificação (separação), a qual tem pelo menos dois aspectos.
01 - O homem que, antes da conversão genuína, pertencia ao diabo, após a conversão a
Jesus Cristo é separado e passa a pertencer a Deus, ou seja, é salvo eternamente (João
16.7-11; 2 Tessalonicenses 2.13; 1 Pedro 1.2).
02 - a separação, do homem já salvo, do pecado, ou seja, a santificação pessoal,
produzida através do correto entendimento palavra de Deus, e da obediência à mesma
(João 14.26, 16.12-15; 1 Coríntios 2.9-16). Para compreender mais clara e profundamente
cada uma das três pessoas da trindade é necessário fazer três estudos doutrinários, quais
sejam:

01 - A doutrina cristã de deus (já que o pai é sinônimo de Deus, teologia).


02 - a doutrina cristã de Jesus cristo (Cristologia).
03 - a doutrina cristã do espírito santo (Pneumatologia).

VII - A TRINDADE EXEMPLIFICADA ESQUEMATICAMENTE

temos a seguir um gráfico esclarecedor da trindade.


Para melhorar a nossa visão, concebamos a figura a seguir, não como plana, mas como
esférica.
Conclusões sobre a trindade baseadas nos estudos anteriores e neste gráfico.
01 - Cada pessoa da trindade é Deus.
02 - Cada pessoa da trindade é distinta, mas interligada às outras duas.
03 - A ação de cada pessoa da trindade é a ação de Deus.
Estrela que representa a ação emanifestação da onipotência de DEUS.

D.F.P.E.S
Círculo que representa a pessoa do Espírito Santo, distinto mas ligado ao Pai e ao Filho.
Setas que indicam o relacionamento inseparável entre as três pessoas da Trindade. Setas
que representam a ação de cada pessoa da Trindade. Deus, o âmago da Trindade. Círculo
que representa a pessoa do Pai, distinto mas ligado ao Filho e ao Espírito Santo. Círculo
que representa a pessoa do Filho, distinto mas ligado ao Pai e ao Espírito Santo.

VIII, A TRINDADE COMPARADA À ÁGUA EM SEUS TRÊS ESTADOS


Outra forma ilustrativa que nos pode ajudar a compreender a trindade é
a água em seus três estados, quais sejam:
1 - água em estado sólido.
2 - água em estado líquido.
3 - água em estado gasoso.
Cada estado da água tem sua finalidade específica.

VIII, 1, A ÁGUA EM ESTADO SÓLIDO


A água no estado sólido, aparece na natureza como gelo e como neve.
A água em estado sólido, sempre está com sua temperatura a zero graus centígrados ou
abaixo de zero graus centígrados.
Em virtude disso, a água em estado sólido é muito usada para resfriar e ou preservar
vários produtos, tais como peixe, carne, legumes,frutos, líquidos, tais como, refrigerantes,
etc, etc, etc.

VIII, 2, A ÁGUA EM ESTADO LÍQUIDO


A água em estado líquido é muito vista na natureza.
A água em estado líquido é usada para beber, quando potável, para
lavar, para irrigar, etc, etc, etc.
VIII, 3, A ÁGUA EM ESTADO GASOSO
A água em estado gasoso é vista principalmente nas nuvens, das quais procedem as
chuvas.
Assim é Deus, é um só, mas, age através de três pessoas divinas distintas, quais sejam, a
pessoa Divina do Pai, a pessoa Divina do Filho e a pessoa Divina do Espírito Santo.
Porém, muito cuidado, porque esta comparação não é referente ao aspecto físico de Deus.
É, apenas, uma comparação referente ao ministério de cada pessoa da trindade.
Outro cuidado importante.
A água pode mudar de estado, artificialmente.
Porém, quanto à trindade, Deus é imutável.
Por ser soberano, onipotente e imutável não há força humana, ou qualquer engenho,
criado pelo homem, que tenha poder para mudar artificialmente a essência da trindade.

CONCLUSÃO
Terminamos este estudo sucinto sobre a doutrina cristã da trindade, porém, cremos que
contém os ensinamentos básicos necessários ao crescimento no conhecimento da palavra
de Deus, sobre tão magno e glorioso assunto.
Nosso intuito é colocar no coração dos filhos de Deus as verdades sobre a doutrina cristã
da trindade, a qual, por incrível que pareça é, infelizmente, desmentida por alguns setores
religiosos, intitulados de cristãos.
Deus nos tem abençoado e muito, já que, pelo glorioso e maravilhoso ministério das três
pessoas divinas da santíssima trindade, em nosso favor, recebemos de Deus o, enorme e
glorioso, privilégio da salvação eterna.

BIBLIOGRAFIA

01 - BÍBLIA SAGRADA
Tradução, Almeida, João Ferreira de.
Edição corrigida e revisada fiel ao texto original.
Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, 1.994, 1.995, São Paulo, SP, Brasil.

02 - CONCISO DICIONÁRIO DE TEOLOGIA CRISTÃ


Erickson, Millard J.
JUERP, 1991, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

03 - DOUTRINAS, 1
Novas Edições Líderes Evangélicos.
1a Edição, 1979, São Paulo, SP, Brasil.

04 - ESBOÇO DE TEOLOGIA SISTEMÁTICA


Langston, A. B.
JUERP, 8a Edição, 1986, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

05 - MINIDICIONÁRIO AURÉLIO
Ferreira, Aurélio Buarque de Holanda.
Editora Nova Fronteira, 1a edição, 6a impressão, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.