Você está na página 1de 54

CESUSC - Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina

FCSF - Faculdade de Ciências Sociais de Florianópolis

Rodovia SC 401, Km 10 – Santo Antonio de Lisboa


Florianópolis/SC – CEP 88050-001
Fone: (48) 3239-2600
www.cesusc.edu.br
cesusc@cesusc.edu.br

Prudente José Silveira Mello


PRESIDENTE DA MANTENEDORA

Cláudio Marlus Skora


DIRETOR GERAL DA FACULDADE

João Silveira
DIRETOR FINANCEIRO

Betina Inês Backes


COORDENADORA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Aline Regina Santos


COORDENADORA DE ESTÁGIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Fábio Lorensi do Canto


BIBLIOTECÁRIO

ELABORAÇÃO
Aline Regina Santos
Fábio Lorensi do Canto
Naira Tomiello

REVISÃO
Nilza Góes

CAPA
Alan Carvalho

Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina. Faculdade de Ciências


Sociais de Florianópolis. Curso de Graduação em Administração.
Coordenação de Estágios.

C737 Manual para elaboração trabalhos de conclusão de curso /Complexo


de Ensino Superior de Santa Catarina. Faculdade de Ciências Sociais de
Florianópolis. – Florianópolis: CESUSC, 2009. 56 f.

1. Metodologia científica. 2. Projetos de pesquisa. 3. Trabalhos


acadêmicos

CDD 001.47
APRESENTAÇÃO

A partir da necessária padronização da metodologia de apresentação dos


trabalhos acadêmicos do CESUSC, a Coordenação de Estágios do Curso de
Administração e a Biblioteca da Instituição desenvolveram este documento, com o
objetivo de fundamentar a orientação metodológica ao Corpo Docente e Discente,
no que se refere aos critérios para elaboração de Projetos de Pesquisa.
Como base normativa e fonte orientadora, utilizaram-se as
recomendações da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, através das
normas referentes à Informação e Documentação, bem como as práticas
metodológicas adotadas e consolidadas pela Faculdade. De forma prática e objetiva,
buscou-se compilar e detalhar os elementos obrigatórios exigidos pela Faculdade,
com relação à metodologia de elaboração de trabalhos acadêmicos.
Assim, este é o resultado de um trabalho envolvendo Professores e
Colaboradores da Instituição, visando, sobretudo, a excelência na prática da
metodologia de pesquisa na Faculdade. Ressalte-se que o presente trabalho não
pretende ter caráter definitivo, mas ampliar o debate sobre o tema, beneficiando toda
a comunidade acadêmica.
LISTA DE FIGURAS

Figura 1 Margens................................................................................................... 08
Figura 2 Tamanho do papel................................................................................... 09
Figura 3 Configurar parágrafo............................................................................... 10
Figura 4 Quebra de seção..................................................................................... 12
Figura 5 Desvincular as seções............................................................................. 12
Figura 6 Números de página................................................................................. 13
Figura 7 Formatar número de páginas.................................................................. 13
Figura 8 Fonte de número de página.................................................................... 13
Figura 9 Recuo de citação..................................................................................... 25
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO .........................................................................................................6

2 FORMATAÇÃO GERAL ..........................................................................................8


2.1 MARGENS E PAPEL ............................................................................................8
2.2 TIPO E TAMANHO DE FONTE.............................................................................9
2.3 ALINHAMENTO E RECUO DE PRIMEIRA LINHA DE PARÁGRAFO ..................9
2.4 ESPAÇAMENTO ENTRE LINHAS......................................................................10
2.5 DIVISÃO INTERNA DO TEXTO..........................................................................11
2.6 PAGINAÇÃO .......................................................................................................12

3 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS..............................................................................15
3.1 CAPA...................................................................................................................15
3.2 FOLHA DE ROSTO.............................................................................................15
3.3 FOLHA DE APROVAÇÃO...................................................................................15
3.4 ERRATA..............................................................................................................16
3.5 RESUMO.............................................................................................................16
3.6 LISTA DE ILUSTRAÇÕES ..................................................................................16
3.7 LISTA DE TABELAS ...........................................................................................17
3.8 LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS..........................................17
3.9 SUMÁRIO............................................................................................................17

4 ELEMENTOS TEXTUAIS ......................................................................................18


4.1 INTRODUÇÃO ....................................................................................................18
4.2 DESENVOLVIMENTO.........................................................................................19
4.3 CITAÇÕES ..........................................................................................................23
4.3.1 Citações diretas..............................................................................................23
4.3.2 Citação indireta ..............................................................................................27
4.4 SISTEMA AUTOR-DATA ....................................................................................27
4.5 NOTAS DE RODAPÉ ..........................................................................................30
4.5.1 Notas explicativas ..........................................................................................30
4.6 ILUSTRAÇÕES ...................................................................................................31
4.7 TABELAS ............................................................................................................32

5 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS..............................................................................33
5.1 REFERÊNCIAS...................................................................................................33
5.1.1 Elaboração das referências...........................................................................33
5.2 EXEMPLOS DE REFERÊNCIA...........................................................................38
5.4 APÊNDICES........................................................................................................40
5.5 ANEXOS .............................................................................................................40

REFERÊNCIAS.........................................................................................................41
APÊNDICE A.............................................................................................................42
APÊNDICE B.............................................................................................................43
APÊNDICE C.............................................................................................................44
APÊNDICE D.............................................................................................................45
APÊNDICE E.............................................................................................................46
APÊNDICE F.............................................................................................................47
APÊNDICE G.............................................................................................................48
APÊNDICE H.............................................................................................................49
APÊNDICE I...............................................................................................................50
ÍNDICE REMISSIVO..................................................................................................51
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 6

1 INTRODUÇÃO

A elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma das


etapas mais importantes de um curso de graduação. No curso de Administração da
Faculdade de Ciências Sociais de Florianópolis – FCSF, este processo se
desenvolve em quatro etapas. No Estágio Supervisionado I, o acadêmico elabora o
Perfil Organizacional, documento que apresenta a organização estudada.
Dando sequência, o acadêmico elabora para a disciplina Estágio
Supervisionado II o Diagnóstico Organizacional, documento desenvolvido com base
na metodologia aplicada no “Prêmio de Competitividade da Pequena e Média
Empresa”, tendo por objetivo avaliar a gestão da organização através da
identificação de pontos fortes e fracos.
Conhecer a organização objeto de estudo e suas principais deficiências
permite o aluno propor a realização de uma pesquisa que possa trazer benefícios
reais à organização estudada. Esta proposta é apresentada no Projeto de Pesquisa,
documento desenvolvido no Estágio Supervisionado III, sendo a proposta
posteriormente aplicada no Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, desenvolvido
para o Estágio Supervisionado IV.
Para a elaboração do Projeto de Pesquisa, diversos métodos e técnicas
de pesquisa desenvolvidos durante o curso são estudados. Também são abordados
os aspectos mais relevantes de um tema específico escolhido pelo acadêmico, tendo
por base o diagnóstico previamente realizado.
Além disso, na sua elaboração nos moldes de uma monografia, são
aperfeiçoadas algumas das habilidades fundamentais para o futuro exercício
profissional, entre as quais se destacam a capacidade de raciocínio e
argumentação, a utilização da linguagem técnica e científica, bem como a
criatividade e originalidade na escolha de áreas de iminente destaque acadêmico ou
que possibilitem a ampliação da atuação profissional.
Outra importante habilidade aperfeiçoada na elaboração de um Projeto de
Pesquisa se refere à aplicação do método científico e à organização do
conhecimento. É importante destacar que a utilização de metodologias adequadas à
pesquisa acadêmica é imprescindível em todas as etapas da pesquisa, desde a
escolha do tema até a defesa em banca.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 7

É necessário frisar, ainda, que o comprometimento do pesquisador quanto


à utilização dos métodos e técnicas adequados de pesquisa traz solidez à sua
argumentação, e o cuidado na apresentação gráfica representa o empenho com a
qualidade final do trabalho.
A partir disso, cabe à Faculdade, através de seus profissionais
responsáveis pelo ensino e orientação da metodologia, promover a qualidade de sua
produção acadêmica e científica, indo assim ao encontro da sua Missão Institucional,
focada na excelência de ensino e pesquisa em nível superior.
Dessa forma, é fundamental a elaboração de um documento formal para
descrever e explicar as exigências Institucionais referentes à normalização de
trabalhos de conclusão de curso, bem como servir de instrumento auxiliar para
avaliação dos mesmos.
O presente manual foi elaborado de acordo com as disposições da
Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT, através das normas referentes à
Informação e documentação, quais sejam:
NBR 14724:2005 - Trabalhos acadêmicos - Apresentação;
NBR 6023:2002 - Referências - elaboração;
NBR 6024:2003 - Numeração progressiva de documentos -
Procedimentos;
NBR 6027:2003 - Sumário - Procedimento;
NBR 6028:1990 - Resumos - Procedimento;
NBR 10520:2002 - Apresentação de citações em documentos.
Objetivando a utilização e aplicação prática deste Manual, a descrição
das principais etapas de formatação exigidas é seguida de exemplos práticos e
ilustrações de configuração do editor de texto Microsoft Word - compatível com MS
Office 2000, MS Office 2003, MS Office XP, etc.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 8

2 FORMATAÇÃO GERAL

Com base nas disposições gerais da NBR 14724:2005 – Norma de


apresentação de Trabalhos Acadêmicos - serão abordados, a seguir, os elementos
de formatação geral exigidos pela Instituição para elaboração de projetos de
pesquisa para o curso de Administração de Empresas. Objetivando facilitar a
compreensão e a utilização, a descrição de tais elementos é acompanhada de
imagens do editor de texto MS WORD.

2.1 MARGENS E PAPEL

As margens do trabalho devem seguir os seguintes parâmetros: margens


superior e esquerda 03 cm, e margens inferior e direita 02 cm. O formato do papel
para a impressão deve ser o retrato, ou seja, as folhas devem estar na vertical.

Figura 1 – Margens
Fonte - MS WORD

Para configurar corretamente as margens, clicar em “Arquivo” e


“Configurar página”, e selecionar as medidas correspondentes, conforme ilustra a
figura acima.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 9

Quanto ao tamanho do papel, deve ser utilizado o padrão A4 (210 x 297


mm), conforme a figura abaixo.

Figura 2 – Tamanho do papel


Fonte – MS WORD

2.2 TIPO E TAMANHO DE FONTE

Todo o trabalho deve ser digitado, utilizando-se como tipo de fonte o


ARIAL, e empregando os seguintes tamanhos:

Parte do trabalho Fonte


Títulos de seções 12
Texto geral 12
Citações 10
Legendas 10
Notas de rodapé 08

2.3 ALINHAMENTO E RECUO DE PRIMEIRA LINHA DE PARÁGRAFO

No corpo do texto deve ser utilizado o alinhamento justificado, com recuo


de 2 cm na primeira linha do parágrafo, conforme figura 3. Dessa forma, toda vez
que se inicia novo parágrafo, a primeira linha recua automaticamente.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 10

Figura 3 – Configurando o parágrafo


Fonte - MS WORD

Os títulos das seções dos elementos textuais (introdução,


desenvolvimento e conclusão) devem estar alinhados à esquerda, enquanto os que
não possuem numeração (sumário, resumo, listas de ilustrações, referências,
anexos) devem estar centralizados, com destaque em negrito e letras maiúsculas.
As referências são alinhadas à esquerda.

2.4 ESPAÇAMENTO ENTRE LINHAS

O espaçamento entre linhas deverá ser de 1,5 linha (figura 3), com
exceção da capa, folha de rosto e folha de aprovação, bem como citações diretas
longas, onde o espaçamento deverá ser simples. Nas citações diretas longas (com
recuo de 4 cm) no corpo do texto, deve-se evitar o espaço excessivo (ver exemplo
na pág. 20).
As notas de rodapé deverão ter espaço simples, assim como entre uma
linha e outra da mesma referência. Entre uma referência e outra, o espaçamento
deverá ser duplo.
O espaçamento entre o texto e os títulos das seções (seções primárias,
secundárias, terciárias, etc.) deverá ser de dois espaços de 1,5 linha, tanto antes,
quanto depois do título.
O quadro abaixo sintetiza as determinações em relação às medidas de
espaçamento do trabalho.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 11

Parte do trabalho Espaçamento


Capa, folha de rosto e folha de aprovação Simples
Texto geral 1,5 linha
Notas de rodapé Simples
Citações diretas longas Simples
Na referência Simples
Entre as referências Duplo
Entre o texto e o título de seção 2 X 1,5 linha

2.5 DIVISÃO INTERNA DO TEXTO

As divisões do texto abrangem seções primárias, (conhecidas como


capítulos) e secundárias, terciárias, quaternárias e quinárias, que são as subdivisões
de cada capítulo.
De acordo com a NBR 6024:2003, a numeração das seções deverá ser
progressiva, sendo que os números deverão estar alinhados à margem esquerda,
sem recuo, precedendo o título e dele separado por um espaço de caractere. Os
títulos das seções primárias devem iniciar em folha distinta, por serem as principais
divisões do trabalho.
Os títulos das seções deverão estar graficamente diferenciados entre si,
através da utilização do uso de letras maiúsculas, negrito e itálico. A numeração
inicia-se com a introdução e termina com a conclusão, conforme exemplo abaixo:

1 INTRODUÇÃO
Os títulos são diferenciados
2 ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA graficamente entre seções
de hierarquia diferentes e
2.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
iguais quando de mesma
2.1.1 Balanced Scorecard hierarquia.
2.1.1.1 Avaliação de resultados

É recomendado utilizar até, no máximo, a divisão quinária de seção. Se


for necessário ainda subdividir essa seção, devem-se utilizar alíneas (a, b, c, etc.).
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 12

Os elementos pré-textuais e pós-textuais são centralizados e não


recebem a numeração progressiva.

2.6 PAGINAÇÃO

A partir da folha de rosto, todas as folhas da monografia são contadas.


Contudo, somente a partir dos elementos textuais (ou seja, a introdução) é que os
números são inseridos explicitamente nas páginas.
Para configuração, é necessário, inicialmente, inserir uma quebra de
seção a partir da Introdução do trabalho. Para isso, clique em “Inserir”, “Quebra”,
marque a opção “Próxima página” e clique “OK”, conforme figura abaixo.

Figura 4 – Quebra de seção


Fonte - MS WORD

Posteriormente, é necessário desvincular as duas seções criadas. Para


isso vá em “Exibir”, “Cabeçalho e rodapé” e depois, clique no ícone “Mesmo que a
seção anterior”, destacado na figura a seguir.

Figura 5 – Desvincular as seções


Fonte - MS WORD
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 13

Para inserir o número de páginas, posicione o cursor na página da


Introdução, clique em “Inserir” e “Número de páginas”. Após, selecione a posição
“Início da página (cabeçalho)”, o alinhamento à “Direita” e marque a opção “Mostrar
número na 1ª página”. As figuras 6 e 7 ilustram as etapas necessárias para correta
configuração do número de páginas.

Figura 6 – Números de página


Fonte - MS WORD

Depois disso, clique em “Formatar”, selecione a opção “Iniciar em:” e


digite o algarismo correspondente à página da Introdução.

Figura 7 – Formatar número de página


Fonte - MS WORD

Para finalizar, é necessário ainda exibir o cabeçalho, selecionar o número


da página e mudar a fonte para ARIAL, conforme a figura 8.

Figura 8 – Fonte do número de página


Fonte - MS WORD
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 14

As etapas de formatação descritas referem-se aos elementos gerais de


apresentação gráfica de um trabalho acadêmico feito a partir do editor de texto MS
WORD.
No decorrer deste manual, serão explicados todos os elementos que
compõem um trabalho acadêmico, iniciando-se pelos elementos pré-textuais,
abordados a seguir.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 15

3 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

Os elementos pré-textuais são aqueles que precedem o texto principal do


trabalho: capa, folha de rosto, errata, folha de aprovação, resumo, lista de
ilustrações, lista de abreviaturas, siglas e símbolos e sumário.

3.1 CAPA

Trata-se do primeiro elemento pré-textual, de natureza obrigatória. Seus


elementos devem ser transcritos na seguinte ordem: nome da Instituição, nome do
autor, título da pesquisa, subtítulo (se houver), cidade da Instituição, mês e ano da
entrega da pesquisa (ver apêndice A).

3.2 FOLHA DE ROSTO

A folha de rosto é um elemento obrigatório e posterior à capa. Seus


elementos são: autor, título, subtítulo (se houver), um breve texto explicativo
contendo a natureza acadêmica da pesquisa (monografia, dissertação ou tese), o
objetivo (obtenção de grau acadêmico), a identificação da Instituição de Ensino, o
nome do professor orientador, o local (cidade) da Instituição e mês e ano da entrega
da pesquisa (ver apêndice B).

3.3 FOLHA DE APROVAÇÃO

Constitui um elemento de natureza obrigatória, que identifica a aprovação


do respectivo trabalho para a obtenção do grau pretendido. Possui como itens
essenciais: identificação do autor do trabalho, título e subtítulo do trabalho, natureza,
objetivo e nome da instituição a que está sendo submetido o trabalho, a indicação do
conceito ou a nota atribuída pela banca, o local e a data de aprovação, bem como a
identificação dos membros da banca examinadora (ver apêndice C).
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 16

3.4 ERRATA

A errata é um elemento opcional que dependerá da necessidade do


pesquisador em informar a banca sobre existência de erro na digitação, ou de
conteúdo na impressão da pesquisa. Após a defesa, na versão final do trabalho, o
conteúdo da errata é acrescido ao corpo do texto definitivo da pesquisa (ver
apêndice D).

3.5 RESUMO

O resumo é um elemento obrigatório, conforme dispõe a NBR


14724:2005. Não é mera enumeração de itens e subitens, mas a construção de um
texto lógico e conciso, com, no mínimo, 150 e, no máximo, 500 palavras. Logo após
o texto devem ser destacadas de três a cinco palavras–chave, que são descritores
do tema abordado e devem constar, obrigatoriamente, no texto do resumo.
O resumo, segundo a NBR 6028/2003, deve trazer o objetivo, método e
resultados da pesquisa, de forma sucinta, fornecendo ao leitor uma visão
panorâmica do assunto que vai ser tratado na monografia. Deve ser feito em um
único parágrafo, com espaçamento de 1,5 linha e sem recuo na primeira linha. A
redação deve ser em terceira pessoa. No apêndice E, é apresentado um modelo de
resumo atendendo às exigências descritas.

3.6 LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Trata-se de um elemento opcional que indicará todas as ilustrações


contidas no texto da pesquisa. Deve ser apresentada de acordo com a ordem das
ilustrações utilizadas no texto, tendo seu nome especificado (desenho, esquema,
fluxograma, figura, quadro e outros, seguido do número, o título atribuído e a página
em que se encontra no trabalho (ver apêndice F)). Deve ser elaborada uma lista
para cada tipo de ilustração utilizada no trabalho, como por exemplo, figuras,
gráficos, quadros ou imagens.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 17

3.7 LISTA DE TABELAS

Elemento opcional que indicará todas as tabelas contidas no trabalho.


Tabela é toda informação de caráter estatístico fornecida pelo autor. Deve ser
apresentada com a mesma formatação da Lista de ilustrações (ver apêndice G).

3.8 LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS

Lista de abreviaturas, siglas e símbolos são elementos opcionais e serão


utilizados conforme a natureza da pesquisa realizada pelo autor, devendo a lista de
cada elemento ser feita separadamente. Abreviaturas correspondem a um sistema
de referência de expressões utilizadas de forma recorrente, enquanto que a lista de
siglas se relaciona com siglas institucionais (ABNT, UFSC, por exemplo). Por fim, a
lista de símbolos convenciona símbolos utilizados no texto: @, %, $.

3.9 SUMÁRIO

É um elemento obrigatório, regulamentado pela NBR 6027:2003, com o


objetivo de fornecer uma visão geral do trabalho ao leitor, pois indicará somente os
capítulos (seções primárias) e suas divisões (seções secundárias, terciárias,
quaternárias e quinárias), bem como os elementos pós-textuais utilizados.
No sumário, deve-se obedecer à numeração progressiva utilizada no
corpo do texto, alinhada à esquerda, com o mesmo destaque gráfico da fonte
utilizada para cada seção no texto (Ver apêndice H).
Recomenda-se que o sumário seja feito em uma tabela com as linhas
ocultas.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 18

4 ELEMENTOS TEXTUAIS

Os elementos textuais compreendem a introdução, a caracterização do


local de estudo, a revisão teórica, os procedimentos metodológicos e o cronograma
da pesquisa. São redigidos em forma de texto e devem seguir, além das diretrizes
apresentadas neste manual, as normas gramaticais da língua portuguesa.

4.1 INTRODUÇÃO

A introdução é o elemento que oferece uma visão geral do tema a ser


pesquisado. No Projeto de Pesquisa do Curso de Administração a introdução deve
ser apresentada da seguinte forma:

1 INTRODUÇÃO

Normalmente o aluno, após o item “1 Introdução”, segue diretamente para o tópico “1.1
Contextualização...” sem algum texto explicativo. No entanto, é interessante que o aluno
apresente, de forma geral, a importância de seu tema de pesquisa. Não é necessário
aqui abordar o objetivo de pesquisa, definições ou dados numéricos sobre o assunto
estudado – deixe tais informações para os próximos tópicos Entretanto, podem ser
indicados item, os assuntos que serão abordados na sequência, tais como o tema,
problema e objetivos.

1.1 CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA E PROBLEMÁTICA

Neste item, o aluno deve descrever o que se pretende demonstrar e qual o motivo. Deve
procurar desenvolver o tema de uma perspectiva macro – como importância do tema,
até uma perspectiva micro – como a aplicação do tema na empresa estudada. O
desenvolvimento do texto deve ser um caminho natural à apresentação do problema de
pesquisa.

Não é necessário, neste ponto, exagerar em citações, porém recomendam-se algumas


que sustentem as afirmações feitas, bem como dados de mercado ou assuntos
relacionados que apoiem seus argumentos e demonstrem a relevância do tema.

O aluno deve apresentar o tema considerando o seu contexto geral, como o tema se
insere dentro área de conhecimento escolhida (perspectiva macro). Deve também
apresentá-lo considerando o seu contexto delimitado (perspectiva micro).

Pode-se informar como o tema tem sido abordado pelos principais autores, se é um
tema estudado com frequência ou se é apresentado de forma incipiente.

Outro ponto a ser abordado no item “1.1 Contextualização do Tema”, diz respeito às
oportunidades e problemas relacionados ao tema. O aluno pode indicar em que medida
a ausência de uma determinada abordagem prejudica, ou como a adoção eficiente da
mesma pode trazer benefícios à organização.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 19

A finalização deste item deve caminhar para uma breve apresentação da organização
em estudo (nome, ramo de negócio, tamanho), relacionando a situação da empresa aos
problemas delimitados.

1.1.1 Pergunta de pesquisa

A pergunta de pesquisa pode ser apresentada em item separado (como aqui se sugere)
ou ser apresentada no último parágrafo do item “1.1 Contextualização do tema e
problema”. Em qualquer um dos casos, a questão de pesquisa deve relacionar-se ao
tema apresentado. Relevante mencionar que o problema de pesquisa não deve resultar
em uma resposta do tipo “sim” ou “não”.

1.2 OBJETIVOS

Antes de apresentar os objetivos, deve-se mencionar a importância da definição dos


mesmos para o sucesso da pesquisa. Os objetivos são divididos em geral e específicos.

1.2.1 Objetivo geral

O objetivo geral é o propósito da pesquisa, o que se pretende atingir com a sua


realização. Deve ser elaborado um único objetivo, iniciando com verbo no infinitivo. Por
exemplo: “Elaborar um plano de cargos e salários para a empresa.” O objetivo geral é a
afirmação do problema de pesquisa.

1.2.2 Objetivos específicos


Os objetivos específicos são etapas necessárias para o alcance do objetivo geral. Este
item deve ser apresentado em tópicos, com a formulação de 3 a 5 objetivos específicos.
Assim como no caso do objetivo geral, os específicos devem iniciar com verbos no
infinitivo. Ex. Identificar o perfil dos funcionários.

4.2 DESENVOLVIMENTO

O desenvolvimento do Projeto de Pesquisa inicial com a “Caracterização


do Local de Estudo”, item 2, logo após a introdução. No item 3 é apresentada a
Revisão Teórica, seguido pelo item 4, Procedimentos Metodológicos. No quinto e
último item é apresentado o Cronograma com as atividades que serão desenvolvidas
no TCC.

2 CARACTERIZAÇÃO DO LOCAL DE ESTUDO

Escrever um parágrafo indicando o conteúdo abordado neste item.

2.1 PERFIL DA ORGANIZAÇÃO

Neste item, o aluno deve apresentar as informações mais relevantes levantadas no


Perfil Organizacional, desenvolvido para a disciplina Estágio I.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 20

2.2 DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL

Apresentar, de forma sintetizada, o resultado desenvolvido no Diagnóstico


Organizacional, para a disciplina Estágio II.

Importante: o item 2 “Caracterização do Local de Estudo” não deve ultrapassar 10


páginas.

Ao finalizar o item “2. CARACTERIZAÇÃO DO LOCAL DE ESTUDO”, o


acadêmico deve iniciar, em nova página, a revisão teórica. No Projeto de Pesquisa,
a Revisão Teórica é item de fundamental relevância, pois apresenta os
conhecimentos teóricos necessários para o desenvolvimento do projeto e,
posteriormente, do TCC.

3 REVISÃO TEÓRICA

Escrever um parágrafo indicando o conteúdo abordado neste item. Cabe destacar os


motivos para a escolha dos assuntos, relacionando-os com o tema de pesquisa. Os
assuntos principais devem ser apresentados, partindo da abordagem macro para a
abordagem micro, sendo destacados como no exemplo a seguir.

3.1 MARKETING

Os temas podem incluir subtópicos. É importante mencionar que o texto produzido deve
fazer uso de citações, sendo vetada a possibilidade de plágio.

3.2 MARKETING DE RELACIONAMENTO

Não há limite máximo ou mínimo de temas. Cada tópico desenvolvido pressupõe


seleção e leitura, bem como interpretação de obras referentes ao tema.

3.3 RETENÇÃO E FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES

Os temas podem incluir subtópicos. Sugere-se que o último assunto da revisão teórica
apresente uma revisão sobre o setor da economia da empresa em estudo. Ex.: 3.3
MERCADO HOTELEIRO EM SANTA CATARINA.

Importante: o item 3 “Revisão Teórica” deve apresentar, no mínimo, cerca de 30


páginas.

O próximo item, Procedimentos Metodológicos, deve-se apresentar o


delineamento científico da pesquisa.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 21

4 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Escrever um parágrafo indicando o conteúdo abordado neste item. No projeto de


pesquisa, todo o tempo verbal utilizado nos procedimentos metodológicos deve remeter-
se ao futuro.

4.1 DELINEAMENTO DA PESQUISA

Desenvolver texto que indique a classificação da pesquisa, que pode ser classificada de
diversas formas. Citam-se aqui algumas delas:
• Classificação quanto aos objetivos (ex. exploratória, descritiva, causal, etc.)
• Classificação quanto à abordagem (ex. quantitativa, qualitativa, quali-quanti)
• Classificação quanto ao procedimento da coleta de dados (ex. estudo de caso,
pesquisa ação etc.)

O aluno deve classificar a pesquisa que pretende desenvolver, embasando sua


argumentação em autores.

4.2 DEFINIÇÃO DE UNIVERSO E AMOSTRA

Neste item é importante definir os sujeitos de pesquisa, a que população os sujeitos


pertencem, devendo ser feita uma amostragem. Caso essa amostragem seja
probabilística, indicar a fórmula e número da amostra. Se não for probabilística, deverão
ser indicados os critérios de escolha. O aluno deve classificar a pesquisa que pretende
desenvolver, embasando sua argumentação em autores.

4.3 TÉCNICA E INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS

Neste item, o aluno deve explicar de que forma serão levantados os dados. De uma
maneira geral, os dados podem ser coletados através de observação, entrevista,
questionário, formulário ou pesquisa documental, sendo importante comentar as bases
que fundamentaram o desenvolvimento do instrumento de coleta. Caso o aluno tenha
desenvolvido roteiro de entrevista, questionário, formulário ou outro instrumento de
coleta, é indicado que o mesmo seja incluso em Apêndice.

4.4 PLANO DE TRATAMENTO DOS DADOS

O último item deve apresentar o modo como os dados serão tratados e interpretados.
Geralmente, essa etapa envolve análise, tabulação (se os dados forem de natureza
quantitativa) e categorização, entre outras formas de tratamento. Se forem utilizados
softwares como SPSS, Sphinx, Excel, os mesmos devem ser mencionados.

Após os Procedimentos Metodológicos, o aluno deve proceder a Análise


dos Dados e Interpretação dos Resultados. Neste item, o aluno deve apresentar os
dados coletados, não sendo necessário o uso embasamento teórico. Relevante
frisar que a apresentação dos resultados deve contemplar o alcance dos objetivos
específicos.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 22

5 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DOS DADOS E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS

Escrever um parágrafo indicando o conteúdo abordado neste item. Os subtópicos podem


ser divididos nos dados coletados. Ex. perfil dos entrevistados; hábitos de compra;
análise qualitativa, etc.

5.1 PERFIL DOS ENTREVISTADOS

Desenvolver texto que apresente dados referentes ao tópico em questão. Se for o caso,
faça uso de tabelas e gráficos. Em pesquisas qualitativas, especialmente se houver uso
de entrevista, não se deve transcrever toda a entrevista para o TCC. O indicado é
escrever a argumentação do entrevistado e apresentar trechos da entrevista que
comprovem o posicionamento indicado.

5.2 HÁBITOS DE COMPRA

Se houver gráficos e tabelas, será fundamental que as mesmas acompanhem texto


explicativo.

5.3 ANÁLISE QUALITATIVA

Dica: Quadros que sintetizem os dados coletados são ferramentas importantes na


apresentação dos dados.

Tendo apresentado os dados coletados e feita sua interpretação, o aluno


está apto a apresentar um plano, estratégias ou sugestões para o problema
identificado. Esta é a etapa que apresenta a colaboração do aluno e sua visão
gerencial, portanto, o detalhamento não é apenas indicado, mas também
necessário.

6 PROPOSIÇÃO DE UM PLANO OU ESTRATÉGIAS OU SUGESTÕES

Escrever um parágrafo indicando o conteúdo abordado neste item. Pode-se fazer uso de
subtópicos, se necessário.

O último elemento textual do trabalho é a conclusão. Neste item, o aluno


deve finalizar o trabalho apresentado, realizando uma ponte entre as teorias
apresentadas, os dados coletados e as sugestões feitas.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 23

7 CONCLUSÃO

Para escrever a conclusão, o aluno pode iniciar comentando sobre a relevância do


tema, especialmente para a empresa onde realizou o estudo, apresentando em seguida
o objetivo da pesquisa.

Cabe um breve comentário dos procedimentos metodológicos necessários para a


realização da pesquisa. Na seqüência, é interessante apresentar os principais
resultados da pesquisa e as sugestões feitas. Nesse momento, a conclusão fica mais
rica se confrontada com as teorias apresentadas.

Deixar claro as contribuições do estudo, bem como apresentar sugestões para futuras
pesquisas na área são formas comumente utilizadas para finalizar o trabalho.

No desenvolvimento do trabalho, o acadêmico deve procurar embasar


seus argumentos em citações, sejam diretas ou indiretas. A seguir são apresentadas
as formas corretas de realizar as citações.

4.3 CITAÇÕES

Fundamentalmente, as citações servem para esclarecer e confirmar uma


determinada informação, clareando o texto, seja pelo conteúdo da informação, seja
pela explicação de uma determinada idéia. A ABNT, através da NBR 10520:2002,
que determina os critérios para apresentação de citações em documentos,
estabelece duas formas de indicação da fonte citada pelo pesquisador: o sistema
autor-data e o sistema numérico. O sistema utilizado pelo Cesusc é o autor-data,
que será explicado no item 4.5.

4.3.1 Citações diretas

Citações diretas ou literais são aquelas em que há a transcrição fiel das


palavras usadas pelo autor da obra consultada. São utilizadas sempre que o texto
citado apresenta grande relevância para o tema que está sendo tratado. As citações
diretas, no entanto, exigem alguns cuidados em seu uso, tais como, evitar trechos
muito longos ou muitas vezes na mesma página, não citar o mesmo autor muitas
vezes e utilizar a metodologia adequada, conforme será apresentado a seguir.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 24

a) Citações diretas curtas

As citações diretas são consideradas curtas quando possuem menos de


três linhas. Nesse caso a transcrição poderá ser feita no próprio texto, utilizando-se
aspas duplas e indicando sempre a fonte de consulta utilizada. Exemplo:

“O objetivo das citações é sustentar, ilustrar ou esclarecer idéias do autor do


texto.”(SANTOS, 2000, p. 116).

b) Citações diretas longas

As citações longas são as transcrições literais de idéias de outros autores,


com mais de três linhas. Nesse caso, a citação deverá ser feita separadamente do
parágrafo e com o tamanho 10 de fonte. O recuo é de 04 centímetros à esquerda e
sem recuo na primeira linha. Nesse caso, não é preciso utilizar as aspas.

Entre o texto e a citação não deve


Exemplo: haver espaço!

A redação do texto
2 cm
é o momento da montagem do texto escrito a partir das informações
obtidas, organizadas segundo os objetivos do projeto. Redigir consiste
4 cm essencialmente em escrever um ‘texto pensado’, já produzido ao redor de
um objetivo, enriquecendo-o com detalhes anotados. É aqui que os
1 espaço simples objetivos do pesquisador transformam-se em capítulos para o leitor


Importante destacar que, segundo o autor, o texto deve ser sempre
estruturado a partir de seus objetivos.

Para configurar corretamente as citações diretas longas, selecione o


texto, clique em “Formatar”, “Parágrafo” e depois selecione o recuo esquerdo de 4
cm, sem nenhum recuo especial e espaçamento simples entre linhas, conforme a
figura abaixo. Ressalte-se que não deve haver espaços excessivos entre a citação e
o corpo do texto.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 25

Figura 9 – Formatando citações diretas longas


Fonte - MS WORD

c) Comentários à citação e supressão de texto

É possível inserir comentários em uma citação direta, os quais devem ser


inseridos no texto com o auxílio de colchetes. Da mesma forma, poderá ser feita
uma supressão de texto, que será representada por colchetes e reticências.
Exemplo:

“Segundo esta dimensão [funcional], não basta que, de um lado existam pessoas
com necessidades e desejos a serem satisfeitos e, de outro, empresas com
produtos e serviços [...], se não houver o processo de troca.”(MATTAR, 1999, p.
d) Incorreção de texto
21).

Para indicar incorreções no texto citado, geralmente da língua


portuguesa, utiliza-se a expressão “sic” entre colchetes imediatamente após a
incorreção. Conforme Ferreira (2006, p. 1851), sic é uma palavra latina
que se pospõe a uma citação, ou que nesta se intercala, entre parênteses
ou entre colchetes, para indicar que o texto original é bem assim, por errado
ou estranho que pareça.

e) Destaque

A fim de enfatizar palavras ou trechos da citação, deve-se destacá-los,


utilizando os recursos de negrito ou sublinhado, mantendo-se o padrão escolhido em
todo o trabalho. Para indicar a origem do destaque, utiliza-se a expressão “grifo
nosso”, conforme exemplo, ou quando o destaque é dado pelo próprio autor citado,
a expressão a ser utilizada é “grifo do autor”.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 26

Exemplo:

“Metodologia é uma preocupação instrumental. Trata das formas de se fazer


ciência, dos procedimentos, ferramentas e dos caminhos. A finalidade da ciência é
tratar a realidade teórica e praticamente.”(DEMO, 1985, p. 19, grifo nosso).

De acordo com Araújo (2003, p. 13, grifo do autor) “a ciência, o conhecimento


científico, seus métodos, suas explicações e, ainda, os resultados da pesquisa
aplicada, marcam nossa época.”

f) Citação de citação (apud)

Não é recomendado o uso de citação de citação. Utiliza-se apenas no


caso de obras de difícil acesso, estrangeiras e de publicação esgotada. Nesse caso,
emprega-se a expressão em Latim “apud”, que significa “citado por”. Exemplo:

Anderson (apud CAMPOS, 2004, p. 46) “define método científico como


g) Meios informais
aquele que é utilizado para descrever e explicar fenômenos, incorporando os
princípios da verificação empírica [...]”.

Quando a informação citada na pesquisa for obtida por meios informais,


ou seja, aulas, palestras, debates, conversas ou entrevistas, deve-se informar ao
leitor através da utilização de parênteses.
Caso a informação tenha sido obtida de forma oral, coloca-se a expressão
“informação verbal” entre parênteses. A utilização de informação verbal deve ser
limitada ao indispensável para o trabalho, pois não representa fonte passível de
verificação.

h) Citação em língua estrangeira

As citações em língua estrangeira deverão ser traduzidas no corpo do


texto e o original inserido em nota de rodapé. As citações nos rodapés não
necessitam de tradução.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 27

4.3.2 Citação indireta

A citação indireta ocorre quando a idéia do autor é transcrita com as


palavras do pesquisador. Pode ser de duas formas: paráfrase ou condensação. A
paráfrase é uma reprodução da idéia do autor com as palavras do pesquisador,
utilizando-se sinônimos e inversões de período e mantendo, aproximadamente, o
mesmo tamanho do texto original. Já a condensação consiste em uma síntese do
texto do autor, sendo igualmente a reprodução da idéia do autor com as palavras do
pesquisador, porém a condensação é menor que o texto do autor.
A citação indireta não exige a indicação do número da página, apenas a
ano de publicação, conforme o sistema autor-data, que será explicado no próximo
item. Exemplo:

Ao discorrer sobre a importância da informação para o Marketing, Mattar (1999)


afirma que o são diversas as informações para a tomada de decisão de marketing,
desta forma, quanto maior for o conhecimento da empresa sobre as informações
necessárias e disponíveis, maior a vantagem da mesma.

4.4 SISTEMA AUTOR-DATA

No sistema autor-data, a indicação da obra é feita no próprio texto, com a


indicação do sobrenome do autor, seguida do ano de publicação da obra e o número
da página onde se encontra o texto citado. Quando a fonte da indicação for em meio
eletrônico (Internet), e não houver divisão de páginas, a indicação não será
necessária.
O sistema autor-data poder ser utilizado no texto de duas formas
diferentes: a primeira consiste na indicação do sobrenome do autor no contexto da
frase, em letras normais, e apenas o ano e a página entre parênteses; a segunda
forma consiste em indicar entre parênteses no final da citação, o sobrenome do
autor em letras maiúsculas, seguido do ano de publicação da obra e da página.
Todos esses elementos são separados entre si por vírgula.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 28

Exemplos:

Segundo Vergara (1998, p. 12), “Método é um caminho, uma forma, uma lógica de
pensamento.”

Richardson (1999, p. 20), afirma que “o conceito de ciência está ligado ao método
científico.”

“O marketing enfatiza a importância de desenvolver e comercializar produtos e


serviços com base nos clientes [...]” (KOTLER; PETER, 2001, p. 93).

Caso não exista autor especificado, indica-se a instituição responsável


pela publicação. Exemplo:

(ABNT, 2000, p. 3)
(UFSC, 2005, p. 14)

a) Dois autores com o mesmo sobrenome

Se o ano de publicação das obras for diferente, pode ser mantido apenas
o sobrenome do autor; se o ano for o mesmo, devem ser indicados os prenomes dos
autores. Se persistir a coincidência, colocam-se os prenomes por extenso. Exemplo:

(BASTOS, L. R., 2002, p. 140) e ( BASTOS, C.R., 2002, p. 122)

b) Mesmo autor com várias obras

No caso da utilização de várias obras do mesmo autor, a diferenciação vai


ocorrer pelo ano de publicação das obras. Exemplo:

(ANDRADE, 2007, p. 32)


(ANDRADE, 2002, p. 115)

Caso o ano também seja o mesmo, acrescentam-se após ele e sem


espaço, letras minúsculas de acordo com a ordem alfabética que constar nas
referências. Exemplo:

(DRUCKER, 2001a, p. 54)


(DRUCKER, 2001b, p. 30)
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 29

c) Diferentes autores na citação

No caso de citações indiretas, em que idéias de vários autores sejam


citadas no mesmo parágrafo, indica-se entre parênteses, o sobrenome do autor em
letras maiúsculas separado por vírgula do ano de publicação da obra. A separação
entre os autores será através de ponto e vírgula. Exemplo:

(SOUZA, 1980; WOLKMER, 2000; DAHAL, 2001)

d) Obras com dois ou três autores

Em citações de obras com dois ou três autores, indicam-se todos eles no


texto. Caso a indicação de autor seja feita entre parênteses, separam-se os autores
por ponto e vírgula. Exemplos:

Conforme Oliveira, Antunes e Prado (1998, p. 236), “business intelligence é [...]”.


ou
“Business intelligence é [...]” (OLIVEIRA; ANTUNES; PRADO, 1998, p. 236).

d) Mais de três autores na citação

No caso da obra citada ter sido escrita por mais de três autores, indica-se
somente o primeiro autor seguido da expressão et al., que significa “e outros”.
Exemplo:

(MORIN et al., 1998, p. 34)

e) Numeração das páginas

A numeração das páginas que contêm as citações inseridas na pesquisa


deve ser colocada após o ano de publicação da obra. Caso sejam utilizadas mais de
uma página e as mesmas forem consecutivas, indica-se a primeira separada por um
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 30

hífen da última página utilizada na citação. Caso as páginas sejam alternadas,


devem ser indicadas e separadas por vírgulas. Exemplos:

Intervalo de páginas (p. 50-55)


Páginas alternadas (p. 2, 8, 10)

4.5 NOTAS DE RODAPÉ

Existem dois tipos de notas de rodapé: as explicativas e as de referência.


No CESUSC, o sistema adotado é o autor-data, não se utilizando, portanto, as notas
de rodapé para referências.

4.5.1 Notas explicativas

Servem para acrescentar elementos e dados complementares que não


são comportados no texto, e que são, portanto, inseridos em notas de rodapé. Essa
forma serve também para evitar o glossário, pois os elementos são conceituados em
nota de rodapé. A ABNT, através da NBR 10520:2002, regulamenta que as notas de
rodapé explicativas só podem ser utilizadas quando o pesquisador optar pelo
sistema de citação autor-data. Para inserir as noras de rodapé, clique em “Inserir”,
depois em “Referência” e escolha a opção “Notas de rodapé: no fim da página”.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 31

4.6 ILUSTRAÇÕES

As ilustrações compreendem qualquer elemento demonstrativo inserido


no texto, como desenhos, esquemas, gráficos, figuras, organogramas, mapas e
quadros, entre outros. Devem ter sua identificação, em fonte 10, na parte inferior da
ilustração, com a denominação do tipo de ilustração, o número de ordem em
algarismos arábicos, o respectivo título e/ou legenda explicativa e, logo abaixo, a
origem da fonte. Exemplos:

Gráfico 3 – População total no Brasil (1980 – 2000)


Fonte: IBGE (2007).

- Taxas de juros, câmbio e cotação de moedas;


- Valores de ações na Bolsa;
Econômico
- Custos de matéria prima;
- Valor final de produtos.
- Estabilidade política;
Político e legal - Legislação aplicável ao Setor;
- Questões sindicais;

- Responsabilidade sócio-ambiental;
Social - Impacto da empresa na comunidade;
- Cultura local e regional;
- Desenvolvimento dos concorrentes;
- Mudanças tecnológicas;
Competitivo
- Inovações de mercado;

Quadro 5 – Fatores ambientais da organização


Fonte: Adaptado de Peter (2005, p. 148).
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 32

DIRETOR GERAL

DIRETOR DE
DIRETOR RECURSOS DIRETOR DE
FINANCEIRO HUMANOS PRODUÇÃO

Figura 7 – Organograma da Direção da Empresa


Fonte: Regimento da Empresa (2008).

4.7 TABELAS

Tabelas são formas não textuais de apresentar informações. São


conjuntos de dados estatísticos sobre um determinado fenômeno apresentados de
forma sintetizada. Devem conter os mesmos elementos de identificação das
ilustrações, porém, o título ou legenda é apresentado na parte superior e a fonte dos
dados na parte inferior da tabela. Exemplo:

Tabela 1 – Crescimento do número de municípios por região do Brasil (1950-2001)


Número de 1950 1960 1970 1980 1990 1997 2001
municípios
Brasil 1.889 2.766 3.952 3.974 4.491 5.507 5.560
Norte 99 120 143 153 298 449 449
Nordeste 609 903 1.376 1.375 1.509 1.787 1.792
Sudeste 845 1.085 1.410 1.410 1.432 1.666 1.668
Sul 224 414 717 719 873 1.159 1.188
Centro-Oeste 112 244 306 317 379 446 463
Fonte: IBGE (2007).
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 33

5 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

Os elementos pós-textuais são aqueles que sucedem o texto, fornecendo


informações complementares e adicionais ao trabalho. Compreendem as referências
e os apêndices e anexos, se houverem.

5.1 REFERÊNCIAS

Referências é o conjunto de descrições que permitem identificar os


documentos utilizados na pesquisa, sejam eles impressos (livros, periódicos,
relatórios, trabalhos acadêmicos) ou eletrônicos (sites, CD-ROM’s, periódicos
eletrônicos). A NBR 6023:2002 estabelece os elementos a serem incluídos na
elaboração de referências, bem como a ordem a ser seguida e pontuação
necessária. Nas referências devem ser listados apenas e obrigatoriamente aqueles
documentos que foram utilizados e citados no desenvolvimento do trabalho.

5.1.1 Elaboração das referências

A seguir, serão descritas as normas exigidas para elaboração das


referências do projeto de pesquisa.

a) Apresentação

As referências devem ser apresentadas em ordem alfabética, alinhadas


à esquerda e não justificadas. O espaçamento entre as linhas da mesma referência
deverá ser simples, enquanto que o espaço entre uma referência e outra deverá ser
duplo.

b) Indicação do autor

As referências iniciam-se pelo sobrenome do autor em letras maiúsculas,


seguido de vírgula e dos prenomes do autor. Caso o autor possua diversos
prenomes, os mesmos poderão ser abreviados.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 34

Exemplos:

CARVALHO, Márcia Cunha Silva Araújo de.


CARVALHO, Márcia C. S. A. de.

c) Sobrenome composto e conhecido

Caso o sobrenome seja conhecido e composto, deve ser indicado de


forma completa em letras maiúsculas, seguido do prenome. Exemplo:

PONTES DE MIRANDA, Francisco.

d) Dois ou três autores

Na existência de dois ou três autores, os mesmos devem ser indicados na


referência e separados por ponto e vírgula. Exemplos:

CAPPELLETTI, Mauro; GARTH Bryant.


GAGLIANO, Lúcio; PAMPLONA, Rodrigo; ALVES, Pedro.

e) Mais de três autores

Existindo mais de três autores, utiliza-se a expressão “et al.” após o


prenome do autor. Exemplo:

WAMBIER, Luiz Rodrigues et al.

f) Organizador, coordenador, compilador

Quando forem utilizados todos os capítulos ou artigos existentes na obra,


indicam-se apenas o sobrenome e o prenome do coordenador ou organizador
seguido da sua abreviatura entre parênteses (Org., Coord.). Exemplos:
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 35

BOOG, Gustavo (Org.).


BECKER, Brian E. (Coord.).

g) Autor desconhecido

Se não for possível identificar o autor da obra, inicia-se a referência pelo


título, com a primeira palavra em letras maiúsculas. Exemplo:

GESTÃO de pessoas. Florianópolis: Conceito Editorial, 2007.

h) Atualização ou tradução da obra

No caso de utilização de obras traduzidas ou atualizadas, esses


elementos devem ser indicados pelas expressões: “tradução de” ou “atualização de”,
logo após o título da obra. Exemplo:

DWORKIN, Ronald. Uma questão de princípio. Tradução de Luís Carlos Borges.


São Paulo: Martins Fontes, 2000.

i) Obra de responsabilidade de um órgão

Quando a obra for de responsabilidade de um órgão, a referência deverá


ser iniciada pela indicação do respectivo órgão. Exemplo:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: apresentação


de referências. Rio de Janeiro, 2002.

j) Títulos e subtítulos

O título da obra deverá estar destacado e separado do subtítulo (sem


destaque) por dois pontos. Exemplo:

SOARES, Edvaldo. Metodologia Científica: lógica, epistemologia e normas. São


Paulo: Atlas, 2003.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 36

l) Edição

A edição deverá ser indicada, logo após o título, com o algarismo arábico
correspondente, um ponto final e a abreviatura “ed.” para edição. A primeira edição
não precisa ser indicada.
Exemplo:

BITTAR, Eduardo C. B. Metodologia da pesquisa jurídica: teoria e prática da


monografia para cursos de Direito. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

m) Número e página

Caso a referência seja de um periódico, deverão ser indicados o volume


(se houver) e o número específico do material, além do intervalo de páginas que
contêm o texto ou artigo utilizado. Abrevia-se a palavra “número” com a letra “n.”, o
volume (se houver) com a letra “v.”, e a página com a letra “p.”. Exemplo:

LIMA, Rodrigo C. de A. Estado, poder e natureza humana. Revista Discente,


Florianópolis, n. 2, p. 135-150, 2003.

n) Local

O local de publicação da obra utilizada deverá ser indicado na referência,


logo após a edição, seguido por dois pontos. Exemplo:

ECO, Umberto. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1983.

Caso não exista local definido, utilize a expressão “sine loco” abreviada e
entre colchetes [S.l]. Exemplo:

FERREIRA, Waldemar Martins. História do Direito brasileiro. [S.l.], Freitas


Bastos, 1952.

No caso de mais de um local, não há necessidade de indicar os dois,


apenas o que aparecer primeiro na obra.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 37

o) Editora

A editora deverá ser indicada logo após o local, sem a utilização da


expressão “editora”. No caso de não existir indicação da editora, utilize a expressão
“sine nomine” abreviada e entre colchetes [s.n.]. No caso de mais de uma editora,
separe-as por ponto e vírgula. Exemplo:

FALCÃO, Joaquim (Org.). Pesquisa científica e Direito. São Paulo: Saraiva,


2006.
Sem editora► [s.n.]
Mais de uma editora ► separar por ponto e vírgula.

p) Data

A data deverá ser identificada após a editora separada desta por vírgula.
Nos casos em que não houver certeza de data, serão utilizadas as indicações
abaixo listadas inseridas dentro de colchetes.

[2003 ou 2004] um ano ou outro


[1987?] data provável
[1964] data certa, mas não indicada na obra
[ca. 1986] data aproximada
[197-] década certa
[197-?] década provável
[19-] século certo

q) Repetição de entrada

Caso você utilize mais de uma obra do mesmo autor, não será necessário
repetir o seu sobrenome e prenome. Pode-se colocar um underline com
comprimento de seis espaços abaixo da primeira citação. Exemplo:

ALVES, Rubem. Filosofia da ciência. 12. ed. São Paulo: Edições Loyola,
2007.
1 espaço duplo!

_____. Entre a ciência e 1aespaço
sapiência:
duploo(2dilema
cm)! da educação. São Paulo:
Edições Loyola, 1999.

6 underlines!
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 38

5.2 EXEMPLOS DE REFERÊNCIA

Para facilitar a elaboração das referências, serão descritos abaixo, com


base na norma para elaboração de referências, NBR 6023:2002, os elementos
indispensáveis para cada tipo de material acompanhado de modelos de referências
para as principais fontes utilizadas em um trabalho acadêmico.

a) Livro

Os elementos indispensáveis são: autor(es), título, subtítulo (se houver),


edição, local de publicação, editora e ano de publicação.

MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de marketing: metodologia, planejamento. 5.


ed. São Paulo: Atlas, 1999.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de


metodologia científica. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1991.

b) Capítulo de livro

No caso de obras onde a autoria é atribuída a um organizador(es) ou


coordenador(es) e cada capítulo é escrito por um autor diferente (colaborador), deve
ser referenciado cada capítulo ou parte separadamente. Assim, a referência deve
conter o nome do autor do capítulo ou parte, o título do capítulo, a expressão “In:”,
seguida da referência completa da obra e o intervalo de páginas referente ao
capítulo.

QUINN, James B.; DOORLEY, Thomas L.; PAQUETTE, Penny C. Além de


produtos: estratégia baseada em serviços. In: MONTGOMERY, Cyntia A.;
PORTER, Michael E. (Orgs.). Estratégia: a busca da vantagem competitiva. 4. ed.
Rio de Janeiro: Campus, 1998.

c) Dicionário

As referências de dicionários devem conter os mesmos elementos de um


livro. Exemplo:

AULETE, Caldas. Dicionário contemporâneo da Língua Portuguesa. 3. ed.


Rio de Janeiro: Delta, 1980. 5 v.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 39

d) Artigo de Periódico

Elementos essenciais: autor e título do artigo, título do periódico


(destacado), local de publicação, numeração correspondente a número, volume e/ou
ano, intervalo de páginas do artigo e data ou intervalo de publicação. Exemplo:

CARVALHO, José Luis Felicio dos Santos de; MOTTA, Paulo Cesar de Mendonça.
Experiências em cenários temáticos de serviços. Revista de Administração de
Empresas – RAE, São Paulo, v. 42, p. 54 - 65, n. 2, abr./jun., 2002.

e) Norma Técnica

São elementos indispensáveis: orgão normalizador, título da norma,


subtítulo (se houver), número da norma, local e ano de publicação, volume ou
página (s).

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ISSO 9001: resumos.


Rio de Janeiro: ABNT, 2003. 3 p.

f) Monografia, dissertação e tese

Devem ser apresentados os seguintes elementos: autor, título, subtítulo


(se houver), ano de apresentação, número de folhas ou volumes (se houver),
categoria (Grau e área de concentração), instituição, local, e ano de publicação.

CARDOSO, Olga Regina. Foco da qualidade total de serviços no conceito do


produto ampliado. 1995. v. 1. 402 f. Tese (Doutorado em Engenharia de
Produção e Sistemas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis,
1995.

g) Evento

Incluem-se aqui os congressos, conferências, simpósios, workshops,


jornadas, colóquios, ente outros. Os elementos essenciais são: nome do evento,
número, ano e local de realização, título ou tema, local de publicação, editora, data
de publicação, número de páginas ou volume. Exemplo:
SEMINÁRIO DESAFIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, 1., 2004, Brasília. O
papel do gestor público no aperfeiçoamento do Estado brasileiro. Brasília:
ANESP, 2004. 1 DVD, color.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 40

h) Documentos em meio eletrônico

Para referenciar documentos obtidos por meio eletrônico (sites, portais e


revistas online, etc.), deve ser observado o tipo do documento, conforme exemplos
acima, e acrescentar o endereço eletrônico (URL) seguido da data de acesso (dia,
mês – abreviado até a terceira letra, exceto o mês de maio - e ano). Exemplos:

BORGES, Júlio Daio. Competitividade criativa. GV – Executivo, v. 4, n. 3,


ago./out. 2005. Disponível em: <http://www.rae.com.br/redirect.cfm?ID=3927>.
Acesso em: 05 mar. 2009.

DORNELAS, José. O que faz um empreendedor ter sucesso. In:


Empreendedorismo - Prof. José Dornelas. Disponível em
<http://www.josedornelas.com.br>. Acesso em: 16 fev. 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Código


Nacional de Atividades Econômicas. IBGE, 2006. - Disponível em:
<www.ibge.gov.br> . Acesso em 01 set. 2006.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC. O Plano de desenvolvimento da


educação: razões, princípios e programas. Disponível em:
<www.dominiopublico.gov.br>. Acesso em 02 ago. 2008.

5.4 APÊNDICES

São documentos elaborados pelo autor do trabalho, que buscam


complementar e/ou comprovar as idéias defendidas pelo pesquisador. Devem ser
incluídas, aqui, todas as informações complementares à pesquisa, obtidas através
dos questionários, entrevistas ou, até mesmo, formulários criados pelo autor.

5.5 ANEXOS

São os documentos que não foram elaborados pelo autor, mas por possuir
grande relevância para o trabalho, exigem a sua exibição, como, por exemplo,
relatórios técnicos, reprodução de documentos oficiais e imagens digitalizadas.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 41

REFERÊNCIAS

ALVES, Maria Bernadete Martins; ARRUDA, Susana M. de. Como fazer


referências: bibliográficas, eletrônicas e demais formas de documentos.
Florianópolis: UFSC, 2007. Disponível em: <http://www.bu.ufsc.br/>. Acesso em: 27
ago. 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6.023: informação e


documentação. Referências. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

_____. NBR 6024: numeração progressiva das seções de um documento. Rio de


Janeiro: ABNT, 2003.

_____. NBR 6027: sumário. Rio de Janeiro: ABNT, 2003.

_____. NBR 6028: resumos. Rio de Janeiro: ABNT 2003.

_____. NBR 10520: informação e documentos. Apresentação de citações em


documentos. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

_____. NBR 12225: títulos e lombadas. Rio de Janeiro: ABNT 1992.

_____. NBR 14724: informação e documentação. Trabalhos acadêmicos.


Apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2005.

IBGE. Normas de apresentação tabular. 3. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1993.


3 cm [APÊNDICE A - Modelo de capa] 42

COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA - CESUSC


FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLORIANÓPOLIS – FCSF
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

NOME DO AUTOR

TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO


3 cm 2 cm

Fonte 12
Letras maiúsculas
Negrito Esta linha corresponde
Espaçamento à margem!
simples

FLORIANÓPOLIS
AGOSTO 2009

2 cm
3 cm [APÊNDICE B - Modelo de folha de rosto] 43

Nome de autor

Fonte 12
Negrito

Título do Trabalho

Trabalho de Conclusão de Curso


apresentado ao Curso de Graduação em
Fonte 12 Administração da Faculdade de Ciências
Normal
Sociais de Florianópolis como requisito à
Espaçamento simples
obtenção do título de Bacharel em
Administração.

Orientador: Nome completo


3 cm 2 cm

Fonte 12
Negrito

Florianópolis
Agosto 2009

2 cm
3 cm
[APÊNDICE C - Modelo de folha de aprovação] 44

FOLHA DE APROVAÇÃO

Acadêmico:
Título do Trabalho:

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à disciplina de Estágio


Supervisionado IV do Curso de Graduação em Administração da Faculdade de
Ciências Sociais de Florianópolis, submetido à Banca Examinadora e considerado
APROVADO em __/__/___.

_____________________________________________________
MSc. Nome Completo
Orientador - Cesusc 2 cm
3 cm

_____________________________________________________
Esp. Nome Completo
Membro da Banca - Cesusc

_____________________________________________________
Dr. Nome Completo
Membro da Banca – Cesusc

2 cm
3 cm [APÊNDICE D – Modelo de errata] 45

ERRATA
¶ 2 espaços de 1,5 linha!

Folha Linha Onde se lê Leia-se
18 23 pessoas pessoal
20 41 orçamento orçamentária

3 cm 2 cm

2 cm
3 cm [APÊNDICE E - Modelo de resumo] 46

RESUMO
¶ 2 espaços de 1,5 linha!

Estabelece os critérios de padronização para elaboração de Projetos de Pesquisa da
disciplina de Estágio Supervisionado III, do Curso de Graduação em Administração
de Empresas da Faculdade de Ciências Sociais de Florianópolis. Apresenta de
forma prática e detalhada os elementos exigidos para normalização de trabalhos
acadêmicos, de acordo com as disposições estabelecidas nas normas referentes à
informação e documentação da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.
Descreve e ilustra cada etapa de formatação geral de um trabalho acadêmico
elaborado a partir do editor de texto Microsoft Word. Apresenta os elementos que
compõem um trabalho acadêmico e sua divisão em pré-textuais, textuais e pós-
textuais. Define, classifica e dá exemplos de citação em documentos. Descreve os
elementos essenciais para apresentação de referências, fornecendo exemplos para
cada tipo de material.

Palavras-chave: Projeto de Pesquisa. Administração de Empresas. Trabalhos
acadêmicos – normalização.

3 cm
2 cm
3 cm [APÊNDICE F - Modelo de lista de ilustrações] 47

Deve-se fazer uma lista para LISTA DE QUADROS


cada tipo de ilustração
(quadros, figuras, gráficos, etc) ¶ 2 espaços de 1,5 linha!

Quadro 1 - Competências do Administrador....................................................... 17
Quadro 2 - Fatores motivacionais nas empresas............................................... 18
Quadro 3 - Velhos paradigmas das empresas................................................... 21
Quadro 4 - Principais teorias administrativas..................................................... 25

3 cm 2 cm

2 cm
3 cm [APÊNDICE G - Modelo lista de tabelas] 48

LISTA DE TABELAS
¶ 2 espaços de 1,5 linha!

Tabela 1 - Pesquisas em Ciências Sociais nos últimos 5 anos.............................. 15
Tabela 2 - Pesquisas em Ciências Humanas nos últimos 5 anos.......................... 17
Tabela 3 - Número de artigos publicados por área do conhecimento em Santa
21
Catarina.................................................................................................
Tabela 4 - Mestres em Administração por região do Brasil.................................... 23
Tabela 5 - Doutores em Administração por região do Brasil.................................. 25

3 cm 2 cm

2 cm
[APÊNDICE H - Modelo de sumário] 49
O mesmo destaque
utilizado no texto
para os títulos! SUMÁRIO
¶ 2 espaços de 1,5 linha!

1 INTRODUÇÃO.......................................................................................... 10
2 CARATERIZAÇÃO DO LOCAL DE ESTUDO......................................... 12
2.1 PERFIL DA ORGANIZAÇÃO.................................................................... 16
2.2 DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL........................................................ 19
3 REVISÃO TEÓRICA................................................................................. 23
4 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS................................................. 27
4.1 DELINEAMENTO DA PESQUISA............................................................. 31
4.2 DEFINIÇÃO DO UNIVERSO E AMOSTRA DA PESQUISA..................... 33
4.3 TÉCNICA E INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS.......................... 35
4.3.1 Observação.............................................................................................. 37
4.3.2 Entrevista................................................................................................. 39
4.3.3 Questionário............................................................................................ 42
4.3.3.1 Pergunta fechada...................................................................................... 45
4.3.3.2 Pergunta aberta........................................................................................ 47 2 cm

5 CRONOGRAMA....................................................................................... 49
REFERENCIAS......................................................................................... 51
ANEXO A.................................................................................................. 54
APÊNDICE A............................................................................................ 58
3 cm [APÊNDICE I - Modelo de referências] 50

REFERÊNCIAS
¶ 2 espaços de 1,5 linha!

BRASIL. Lei complementar Nº 123, de 14 de dezembro de 2006. Institui o Estatuto
Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. Disponível em:
<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp123.htm>. Acesso em 10 jan.
2009.
As referências são alinhadas à esquerda!

CABRERA, L. C. de Queiroz. Visões tradicionais e modernas de empresa, trabalho e


pessoas. In: BOOG, Gustavo G.; BOOG, Madalena. Manual de gestão de pessoas
e equipes: estratégias e tendências. 3. ed. São Paulo: Gente, 2008. p. 47-58.

CARRIERI, Alexandre de Pádua; SARAIVA, Ernani Viana. A construção de


estratégias corporativas sob a perspectiva não determinística. RAE Eletrônica, v. 6,
v. 2, jul./dez. 2007. Disponível em: <http://www.rae.com.br>. Acesso em: 03 fev.
2009.
¶ 1 espaço duplo!

LOGÍSTICA empresarial: qual a relação entre as etapas do processo logístico e a


satisfação dos clientes?. Belo Horizonte: Gestão e Negócios, 2007. 1 DVD, color, 25
min.

MATTAR, Fauze Najib. Gestão de produtos, serviços, marcas e mercados. São


Paulo: Atlas, 2009.
6 Underlines!
______. Pesquisa de marketing: metodologia, planejamento. 6. ed. São Paulo:
Atlas, 2008. v. 1.

ROESCH, Sylvia Maria Azevedo. Projetos de estágio e de pesquisa em


Administração: guia para estágios, trabalhos de conclusão de curso, dissertações e
estudos de caso. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

SLACK, Nigel; CHAMBERS, Stuart; JOHNSTON; Robert. Administração da


produção. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

YUNES, Simone Hering de Queiroz. A abordagem qualitativa e suas possibilidades


na pesquisa em Organizações. RACE: Revista de Administração do Cesusc,
Florianópolis, n. 3, p. 39-56, jan./jun. 2008.
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 51

ÍNDICE REMISSIVO

Abreviaturas – 17
Abstract – ver Resumo - 16

Alíneas - 11

Alinhamento - 9

Anexo - 40

Apêndice - 40

Apud - 26

Autor-data – 27

Capa – 11, 15
Citações
Diretas curtas - 24
Diretas longas (com mais de três linhas) - 24
Indiretas - 27

Desenvolvimento – 19
Edição - 36
Errata – 16, 45

Espaçamento – 10, 11

Et al, 29

Figura – ver Ilustrações – 31


Folha de aprovação – 15, 44

Folha de rosto – 15, 43

Fonte - 9
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 52

Glossário - 29
Gráficos – ver Ilustrações- 31

Grifo do autor – 25, 26

Grifo nosso – 25, 26

Ilustrações – 7, 47
Incorreção (textos de citação incorretos) – 25

Índice - 51

Informação faltante – ver Referências – 35, 36, 37

Informação oral – ver Informação verbal – 26

Informação verbal – 26

Introdução – 6

Margem – 11
Negrito – 10, 11
Notas de rodapé – 09, 10, 11, 30

Numeração progressiva – ver Seção – 11

Páginação,
Numeração – 12

Palavras-chave – 46

Papel – 08

Parágrafo – 09

Quebra de seção – 12
Recuo – ver Parágrafo – 09, 10, 24

Referência – 33, 38, 50


Artigo de revista
CESUSC - Manual para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso de Administração 53

Impresso – 39
On-line – 40
Dicionário – 38
Dissertação – 39
Formatação da – 17
Informações faltantes nas – 35, 36, 37
Livro
Capítulo – 38
No todo – 38
Norma técnica – 39
Repetição de entrada - 37
Site – 40

Resumo – 16, 46

s. l. – 36
s. n. – 37

Seção
Quebra de – 12

Sic – ver Incorreção – 25

Siglas – 17

Símbolos – 17

Sistema autor-data – 27

Sumário – 17, 53

Supressão – 25

Tabelas – 17, 31, 48


Tradução – 35
Citação – 24
Resumo – ver Abstract - 16

Underline, ver REFERÊNCIA – Repetição de entrada – 37, 50