Você está na página 1de 30

Eneagrama

©proibida reprodução parcial ou total


O QUE É O ENEGRAMA?

O eneagrama é uma ferramenta muito interessante de

autoconhecimento e crescimento pessoal e profissional,

porque além de ter a finalidade de identificar padrões de

comportamento enraizados em situações da infância,

mostra as ferramentas para você aprender a lidar com seus

desafios.

Ele foi descoberto na antiguidade. Introduzido pela

primeira vez no Ocidente, no início do século XX, com o

trabalho de George I. Gurdjieff.Basicamente, é uma figura

geométrica de nove pontas, composta por um círculo, um

triângulo e um hexade.

O eneagrama trabalha com 9 tipos de personalidade, ou

seja, 9 caminhos de desenvolvimento e os padrões de

personalidade. É importante entender que para identificar

o correto tipo de personalidade é fundamental que você

não se apegue ao comportamento, mas sim ao motivo que

te faz agir de determinada forma. Ou seja, para definirmos

o nosso tipo de personalidade, a paixão e a fixação

contam mais que os traços fixos do comportamento.

©proibida reprodução parcial ou total


©proibida reprodução parcial ou total
Para ficar mais fácil de entender sobre
esse assunto é importante que você
saiba alguns conceitos:

-Personalidade: Máscara/defesa
que adotamos como script de vida
acreditando que ela nos define.

- Consciência: é o nível de evolução que

aquela personalidade vai estar. O estado

inferior de consciência é chamado de

'personalidade' e o estado superior da

consciência é chamado de 'essência'.

Expandindo/trabalhando os
horizontes da personalidade podemos
reencontrar a nossa essência.

©proibida reprodução parcial ou total


Não se apegue a sua personalidade, pois o seu Ego
(personalidade) é construído a partir de tudo que você não

é. Não permita justificar suas atitudes por causa do seu

tipo de personalidade. Pelo contrário, entendendo seus

padrões de comportamento e seus pontos de desafio você

conseguirá tomar decisões mais assertivas.

Segundo o eneagrama, todo ser humano possui três

centros de inteligência: instintivo, racional e emocional. A

depender da sua personalidade você desenvolveu mais um

tipo de inteligência (dominante) e desenvolveu menos de

outro tipo de inteligência (reprimido).

Mas, se estivéssemos em essência não estaríamos mais

ligados a um desses centros, estaríamos equilibrados aos

três centros.

- Instintivo (vísceras): tipo 8, tipo 9

e tipo 1

- Racionais (mente): tipo 7, tipo 6

e tipo 5

- Emocionais (coração): tipo 4,

tipo 3 e tipo 2

©proibida reprodução parcial ou total


CARACTERÍSTICAS CENTRAIS

MENTAIS
- Análise;

- Planejamento;

- Linkar diferentes conhecimentos e áreas;

- Síntese;

- Observação;

- Pensa pouco sobre sentimentos,

- Medo e intolerância;

- Incertezas.

EMOCIONAIS
- Empáticos;

- Flexíveis;

- Capacidade de sentir;

- Se adaptam mais a cada cenário;

- Aprovação e reconhecimento externo;

- Rejeição e/ou abandono.

INSTINTIVOS
- Práticas;

- Concretas;

- Realizadoras;

- Ação (rápida);

- Responsabilidade;

- Julgadoras;

- Críticas;

- Inflexíveis;

- Radicais;

- Raiva.
©proibida reprodução parcial ou total
PONTOS DE DESAFIO

MENTAIS
- Sentir as emoções;

- Focar e se concentrar no que é importante;

- Saber lidar com o medo em situações imprevisíveis;

- Dificuldade de entrar em ação;

- Focar no presente;

EMOCIONAIS
- Dificuldade de olhar para dentro e se perguntar o que gosta,

o que faz sentido e o que eu quer;

- Contextualizar o lado emocional antes de tomar decisões;

- Saber lidar com o abandono e não aprovação;

- Dificuldade de se priorizar, se amar;

- Canalizar o poder de ação para si.

INSTINTIVOS
- Lidar com a raiva;

- Ser mais pacientes e tolerantes com o outro;

- Dificuldade de consolidar um aprendizado se não o exercer na

prática;

- Lidar com impulsividade;

- Dificuldade de entender as escolhas/opinião dos outros.

©proibida reprodução parcial ou total


Existe também um conceito de asas do eneagrama que diz que cada tipo

aprende com os tipos vizinhos. Por exemplo, o tipo 7 aprende com o tipo 8

a entrar em ação e aprende com o tipo 6 a ser mais cauteloso e analisar

os riscos.

a
sA

lF
e
c
h
a

Também existe o conceito de flechas, que é uma forma de evolução mais

abrangente do eneagrama. Essa forma de evolução do ego traz que cada tipo

tem uma flecha que vai em direção a outro tipo (ponto de resolução) e uma

flecha que vem em direção a ele (ponto de energização).

As abordagens mais recentes sobre o eneagrama falam que cada tipo pode

aprender com as duas flechas para transcenderem o ego. Além disso, existem

os subtipos do eneagrama, que são formados pela junção da personalidade e

dos instintos (motivações biológicas). Todos têm três tipos de instintos:

autopreservação, social e sexual.


O instinto da autopreservação está relacionado a ter o que precisa para

sobreviver, relacionado também a cuidados e hábitos.  O instinto social é o

instinto de está envolvido em grupos, de gostar de se relacionar com pessoas,

de ser um líder, de ser reconhecido.

E o instinto sexual que é o instinto mais relacionado a energia do um a um.É

importante identificar os níveis de predominância desses instintos, ou seja,

descobrir qual o instinto dominante (se sobressai no estado inconsciente),

instinto normal (aparece quando necessário) e o instinto rejeitado (menos

desenvolvido). 

Quanto mais esses instintos são trabalhados menos deficientes eles ficarão,

porém ainda vai haver um dominante. A repressão do instinto de

autopreservação gera falta de regra, organização, perseverança, limites e

estabilidade.A repressão do instinto social gera falta de engajamento,

generosidade,doação e compromisso social.

A repressão do instinto sexual gera falha de intensidade, entusiasmo, vigor e

vibração.A partir desse conhecimento, será possível enxergar como evoluir,

como ajudar você mesmo e as outras pessoas a como lidar com seus desafios e

ter uma comunicação mais eficiente.

©proibida reprodução parcial ou total


TIPO 8 – O PATRÃO

Paixão: luxúria (excesso, intensidade)


Fixação: vingança (dar o troco)
Virtude: inocência
Pessoas com a personalidade do tipo 8 tem a postura firme e combatente,

possuem uma expansão energética que dá a percepção de grandeza, passam a

imagem de poder, pois acreditam que o mundo só respeita os mais fortes.

São pessoas impactantes, impulsivos, excessivos, sem papas na língua, tem

medo de ser controlados, possuem um instintivo de justiça e de proteger as

pessoas mais indefesas.

Quer manter o controle de tudo e todos, e muitas vezes, não percebe o excesso

de intimidação que pode passar, podendo deixar as pessoas intimidadas e

constrangidas.

Tem dificuldade de lidar com situações que o magoa, pois tem tendência a

negar fragilidades e fraquezas, e sustenta a postura de um bom combatente.

São pessoas radicalistas, “8 ou 80”, “tudo ou nada”,  pois tem ao excesso, como

muito comida, muita bebida, drogas, sexos, etc.

Tem baixa tolerância à frustração. Se não satisfazem seus desejos, seja com

comida, com sexo ou com aquilo que lhes dá prazer, a raiva vem de forma

desenfreada.

Tem dificuldade de sentir o outro, pode ser mais insensível e quando consegue

vencer isso retorna com muita pureza, gentileza, suavidade. Acessando a

inocência e se desarmando.
O tipo 8 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 2, aprendendo a ser uma pessoa menos agressiva, mais gentil e

amorosa com os outros, se preocupando com as emoções e os sentimentos dos

outros e a cultivar melhor os relacionamentos.

E ponto de resolução no tipo 5 aprendendo a ter mais calma, refletir antes de

agir, ser menos impulsivo, atenuar os excessos e diminuir a necessidade de

controle. As características predominantes dos subtipos do tipo 8 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- Trabalhadora, mais fria, calculista, fala pouco;

- Tem poder de ação;

- Agressividade contida;

- Buscam ter dinheiro e condições suficientes para manter o seu bem-estar e o

bem-estar daqueles que os cercam;

- Materialistas;

- Estoque de comida ou reservas;

SOCIAL
- Muitas amizades;

- Se alia a pessoas fortes;

- Não aceita regras externas;

- Pode trocar amor por poder e prazer;

- Se houver desavença, podem negligenciar e rejeitar os amigos;

- Pode parecer cínico e áspero.

SEXUAL
- Impactantes, sufocantes, possessivos e impulsivos;

- Mais emotivo, chora fácil;

- Controle nas relações;

- Muita energia, atraca e competição de impacto;

- Senso de humor malicioso, gostam de ser “maus”;

- Muito amorosos e dedicados, porém o desejo pela intimidade é o que alimenta a

sua autoestima;

- Tipo 8 padrão
TIPO 9 - O MEDIADOR
Paixão: Preguiça (procrastinação/desengajamento)
Fixação: Indolência (anestesia)
Virtude: Ação certa
As pessoas com a personalidade do tipo 9 têm o perfil mais calmo, tranquilo,

sereno e dificilmente entram em atrito, pois acreditam que para serem

valorizados precisam estar em harmonia e concordar com os outros.

São pessoas de muita ação, mas geralmente a ação é voltada para o outro ou

para algo que não é tão importante no momento (se sabotam, se deixam para

depois).

Tem a preguiça como paixão, mas a preguiça não é falta de ação, e sim

procrastinação da ação certa, ou seja, das prioridades. Com isso, têm

dificuldade de começar do zero devido a procrastinação da ação certa.  São

pessoas teimosas, se distraem facilmente com a necessidade do ambiente,

possuem nível de tolerância alta e raiva demonstrada em pequenas pirraças;

Além disso, tem dificuldade de saberem o que desejam e buscam se anestesiar

para não fazer o que tem de ser feito, ou para não pensar no que precisar ser

pensando.

O tipo 9 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 3, aprendendo a ser protagonista, se valorizar, ter maior confiança em

si, voltar sua atenção e energia para si mesmo, aprender a aceitar elogios,

exercer a autopromoção positiva e se dedicar mais as suas prioridades.

E ponto de resolução no tipo 6, expressando sua opinião de forma clara, tendo

um posicionamento mais firme, saber dizer não e não ir “na onda” dos outros.
As características predominantes dos subtipos do tipo 9 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- Conforto, rotina, hábitos;

- Distrações;

- Se enche de tarefas para não lidar com conflitos ou não fazer o que é mais

importante;

- Gosta de ficar em casa;

- Vícios podem aparecer para anestesiar a ansiedade;

- Não querem ter sua paz de espírito perturbada e podem manter-se caladas

para evitar conflitos;

SOCIAL
- Precisa participar de grupos, movimentos para se ocupar e não

ter tempo de pensar nos conflitos;

- Não participa para aparecer e ser reconhecido e sim para fugir

das próprias demandas;

- Tornam-se dispersos e passam a ter dificuldade para concretizar

seus objetivos;

- Trabalha muito e desfoca a visão estereotipada do 9;

SEXUAL

- Relação de simbiose com o outro, perda de identidade;

- São extremamente românticas;

- O outro se torna o eixo das suas vidas;

- Buscam assumir as qualidades mais energéticas do outro, o que as

leva a gravitar em torno dos tipos mais agressivos.


TIPO 1 – O PERFECCIONISTA
Paixão: Ira
Fixação: Ressentimento
Virtude: Serenidade
As pessoas com a personalidade do tipo 1 acreditam que devem ser boas e

corretas para ser merecedoras, são pessoas altamente responsáveis, objetivas,

determinadas, caprichosas, críticas e estão sempre buscando a perfeição em

todas as situações. São autocríticas.

Quanto mais o crítico interno julga seus verdadeiros desejos, mais rigidez e

tensão se acumulam no corpo. As mandíbulas são cerradas, se sentindo incapaz

de pedir ajuda ou colocar a raiva para fora de alguma forma. Por terem um

fluxo de autocrítica alto, o feedback negativo de outras pessoas não é bem

recebido.

Apegados a regras e normas, as seguem mesmo que não concordem, pois “o

certo é o certo”. E sentem raiva quando os outros não seguem as regras. São

pessoas bem voltadas às tarefas, têm dificuldade de relaxar e não dão vazão

ao instinto do prazer.

Tem dificuldade em saber o que realmente querem, uma vez que estão focados

no que devem fazer. Além disso, tomar decisões gera conflito interno, uma vez

que existe o que se deseja verdadeiramente e o que deve ser feito, é como se

as duas coisas não pudessem andar juntas.

O tipo 1 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 7, aprendendo a flexibilizar o autocontrole e a autocrítica, ser mais

maleável, criativo, inovador, bem humorado, espontâneo, e entendendo que a

diversão/prazer/alegria é importante para superar o ressentimento de que

descansar é algo de errado. E ponto de resolução no tipo 4, aprendendo a

sentir mais, ter maior contato com o presente, ser mais flexível e atenuando o

autocontrole.
As características predominantes dos subtipos do tipo 1 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- O tipo 1 mais clássico;

- Perfeccionista, ansiosa, responsável, trabalhadora, autocrítica;

- Preocupada em fazer o que é certo;

- Atrito nas relações por excesso de organização;

- Se punem por não trabalharem tanto quanto acham que deveriam;

- O stress e a tensão estão atrelados aos conflitos internos de 8 ou 80,

SOCIAL
- Inadaptabilidade;

- Sempre em busca de“denunciar” aquilo que julgam errado e defender o

que julgam correto;

- Pode se tornar rígido com aquilo que acredita, não aceitando

diferentes pontos de vista;

- Precisa ser influente no grupo;

- Acredita ser normalmente melhor que as pessoas;

- Espera que o grupo aceite seus projetos, caso não, fica ressentido e sai

do grupo.

SEXUAL
- Quer aperfeiçoar o outro;

- Ciúme contido;

- Não atende seus desejos, pois acha que é errado;

- Nutrem altas expectativas em relação ao parceiro, familiares e

amigos,projetando suas convicções nas pessoas,


TIPO 2 – O DOADOR
Paixão: Orgulho
Fixação: Adulação
Virtude: Humildade
Pessoas com personalidade do tipo 2 são empáticas, carismáticas, envolventes,

atenciosas, generosas e sensíveis. Tem foco nas necessidades do outro, pois

acreditam que se atenderem as demandas emocionais das pessoas serão

importante, amados e reconhecidos. 

Ou seja, não servem os outros, muitas vezes, de forma genuína, mas por orgulho,

tendo em mente a ideia de que “não vivem sem mim”. Negam a necessidade de

pedir ajuda, mas gostam que reconheçam o que fazem pelo outro e gostam que

o outro faça por eles também.

Tem dificuldade de enxergar as próprias necessidades, uma vez que está

sempre atendendo ao desejo do outro, e com isso é propenso a gerar relações

de dependência se fazendo indispensáveis na vida das pessoas.

Muitas vezes, não sabe dizer não, podendo acumular muitas funções e gerar

sentimento de sobrecarga. Um padrão de comportamento desse tipo é se

moldar ao ambiente e as pessoas, e com isso tem dificuldade em saber qual o

seu verdadeiro eu, uma vez que demonstra a parte de si que agrada a

depender da pessoa.

O tipo 2 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 4, quando aprende a olhar mais para si, reconhecer suas necessidades

e carências, diminuir o orgulho, separar as suas emoções das emoções dos

outros e resgatar sua identidade. E ponto de resolução no tipo 8, aprendendo a

impor limites, a se posicionar de forma efetiva, ser mais generoso ao ajudar ao

próximo sem esperar em troca o reconhecimento/amor, ter menor dependência

de aprovação e  ser mais espontâneo e menos bajulador.


As características predominantes dos subtipos do tipo 2 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- Concentram-se em satisfazer as necessidades dos outros, tendo pouco

tempo e descanso para cuidar de si;

- Inconscientemente espera que os outros cuidem das suas necessidades

assim como cuida das deles, mas não reconhece;

- Tendência de egocentrismo;

- Vida muito dependente dos outros;

- Repressão das suas vontades pessoais.

SOCIAL
- Tem um desejo muito grande de ser querido e aceito por todos do seu

círculo social;

- Tenta se tornar indispensável para os líderes do grupo para terem suas

ambições alcançadas: “uma mão lava a outra”;

-Se molda o tempo todo para agradar de alguma forma;

- É o centro da família/grupo e assim mantém o controle de todos.

SEXUAL

- Viciados em intimidade;

- Empenham-se para conquistar as pessoas, principalmente se representarem

um desafio;

- Apreciam conversas a sós;

- A energia sexual mais forte do eneagrama, sendo representada através de

atenção e disposição para o outro;

- Entende o que o outro está precisando, atende e cria relação de

dependência;

- Se inseguros, pode se tornar ciumento e possessivo.


TIPO 3 – O VENCEDOR
Paixão: Vaidade
Fixação: Autoengano
Virtude: Veracidade
Pessoas com a personalidade do tipo 3 são competentes, eficientes,

entusiasmadas, objetivas, autoconfiantes, competitivas, manipuladoras,

workaholic e vaidosas.

Muitas vezes a vaidade não está ligada a bens materiais ou a estética, mas

pode está relacionada a ser uma referência, pois têm a necessidade de serem

protagonista. São pessoas orientadas para metas e focadas no trabalho, e

podem deixar de lado os sentimentos, por serem impacientes e acharem que

sentir é perder tempo (competição interna).

Vivem pela aparência, falam muito de si, mas na verdade são inseguros, e

querem que os outros validem todas as suas qualidades. Tem medo da crítica e

sentimento forte de inferioridade que muitas vezes é disfarçado pelo status.

São camaleões que podem se tornar o que o status lhes exigir e adotam a

imagem que mais atrai aprovação. Acreditam verdadeiramente nesta imagem.

Tem a capacidade de enganar os outros projetando uma imagem que faça com

que as pessoas acreditem em tudo o que dizem.

O tipo 3 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 6, quando se questiona: por que estou fazendo tanto?, quando aprende

a lidar com a baixa produtividade e aumento da qualidade, quando observa sua

mudança de comportamento de acordo com o meio que está e quando se

questiona: quem sou eu sem que eu seja o que esperam de mim? E ponto de

resolução no tipo 9, quando diminui o ritmo e o protagonismo, quando tem mais

paciência para agir na hora certa, quando ouve mais e tem mais atenção aos

outros.
As características predominantes dos subtipos do tipo 3 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- Calculista, frio, eficiente e prático;

- Segurança material;

- Mai preocupado com o resultado do que com a imagem;

- Workaholic;

- Sinais visíveis de riqueza;

- Ansiedade em relação ao futuro;

- Não assume a vaidade;

- Vaidade de ser o provedor material;

- Concentram-se na carreira deixando de lado os relacionamentos, a saúde e o lazer;

- Tentam esconder problemas de saúde e emocionais de si mesmos e dos outros:

SOCIAL
- Tipo 3 mais clássico;

- Busca prestigio, status, holofotes;

- Não aceitam sentir-se menos que o outro;

- Habilidade natural de se auto elogiar;

- Gasta energia para se adaptar e ser reconhecido;

- Personalidade forte e reativa;

- Se o sucesso almejado não é atingido ou não parece ser suficiente,

podem ir em busca dos seus objetivos de forma desonesta.

SEXUAL

- Enorme vontade de ser desejados, tanto sexualmente quanto social

e afetivamente;

- Camaleão;

- É o menos exibido, porém com a energia sexual (sexo) mais alta;

- Sua sedução tem como objetivo chamar a atenção para as suas

extraordinárias qualidades.
TIPO 4 – O ARTISTA
Paixão: Inveja (comparação com o outro, com o que não tem)
Fixação: Melancolia (apegado ao que falta)
Virtude: Equanimidade (gratidão pelo que tem)

As pessoas com a personalidade do tipo 4 são criativas, detalhistas, artísticas,

intensa, sensíveis, autênticos, dramáticos, romantizam as situações e tem a

tendência a levarem tudo para o lado pessoal.

Tem dificuldade de olhar para o presente, focam muito no passado, o que pode

gerar baixa autoestima, melancolia e uma sensação de que algo falta na vida.

Geralmente são pessoas com oscilação de humor e mudanças radicais de

emoções, ou estão muito felizes ou estão muito tristes. Pode haver pensamento

suicida, não que de fato possa se concretizar, é apenas um pensamento visto

como uma possibilidade se as coisas ficarem muito difíceis. Fogem da mesmice,

não se conforma com um estilo “comum”, buscam ter toque único e ser diferente

em algo.

São muito sensíveis às emoções dos outros, absorvendo os sentimentos dos

outros e tendo dificuldade de distinguir suas emoções das emoções dos outros.

O tipo 4 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 1 aprendendo a ter mais disciplina, maior atenção as tarefas do dia,

maior controle emocional, agir de forma organização e coerente e a valorizar o

tempo presente.

E ponto de resolução no tipo 2 aprendendo a ter mais atenção para o outro, se

comparar menos e  diminuição da sensação de abandono e insuficiência.


As características predominantes dos subtipos do tipo 4 são:

AUTOPRESERVAÇÃO

- Imprudente;

- Tendência masoquista, a mutilações e pensamentos suicidas;

- Coloca sua vida em risco para se sentir vivo e preservar a emoção;

- Sofre muito e por muito tempo e acha que isso é bom;

- Exótico e extravagante;

- Tende ao exagero: muita bebida, muita comida, como se isso fosse uma

compensação pela vida não vivida.

SOCIAL
- Tipo 4 clássico;

- Drama, melancolia;

- Sentimento de solidão porque não consegue se adequar ao grupo;

- Tendência a vitimizar suas emoções;

- Baixa autoestima;

- Vergonha de si mesmo, sente-se inadequado;

- Se sentem singulares tanto naquilo que de melhor tem para oferecer, quanto

na cruz considerada por eles, a mais pesada de carregar;

- Invejam os belos e bem sucedidos por terem muita vontade de ser como eles.

SEXUAL
- Passional, competitivo, explosivo, irônico, sem vergonha;

- Podem ser ciumentas e possessivas, pois querem ser a pessoa mais

importantes da vida do outro;

- Lutam por realizações que as tornem atraentes aos olhos dos outros e

sentem raiva de quem conquista tal objetivo;

- Quando se sente rejeitado pode se tornar agressivos;

- Chantagem emocional;

- Intensidade em tudo que faz


TIPO 5 – O OBSERVADOR
Paixão: Avareza (economia de tudo)
Fixação: Mesquinhez (controle de energia, espaço e tempo)
Virtude: Não apego

As pessoas com a personalidade do tipo 5 são especialistas, estudiosas,

reservadas, autossuficientes, analíticas, bons planejadores, precavidas,

equilibradas, respeitam o espaço do outros, tímidos, frios, calculistas e pensam

mais do que sentem.

Gostam de privacidade (isolamento físico e mental). São pessoas que

dificilmente descontrolam (avareza nos sentimentos), e não gostam de tensão e

demandas emocionais. Liberam seus sentimentos quando estão sozinhos, da

mesma forma que se energizam.

São sensíveis a interações, tem dificuldade de estabelecer contato com

pessoas e se apegam ao que tem para se sentirem completos de alguma

forma.  Dificuldade de entrar em ação porque o conforto é está estudando, se

aprofundando, analisando. Gostam de previsibilidade e não se sentem

confortáveis com surpresas, gostam de saber de antemão tudo o que irá

acontecer nos eventos do dia a dia para que possa planejar de que forma irá

agir. Tendência a compartimentalizar áreas da vida, pois garante sua

privacidade.

O tipo 5 tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 8 aprendendo a expandir sua energia e se mostrar para o mundo, a ser

mais sensorial e menos mental, ter maior conexão com o conflito positivo e

aumentar o potencial de liderança. E ponto de resolução no tipo 7 aprendendo

a ser mais desinibido, mais espontâneo e bem humorado, mais aventureiro e

conectado com as vida e sair do campo da imaginação e experimentar a

ideias.
As características predominantes dos subtipos do tipo 5 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- Tipo 5 clássico;

- Avarento de emoções;

- Isolamento/privacidade;

- Minimalista;

- Introspectivo;

- Mergulha no refúgio da mente para se desligar do contato interpessoal;

- Apego a tudo que pode garantir sua autonomia (dinheiro, espaço,

objetos).

- Especialista em algum assunto;

- Tendência a pouca ação;

- Tem dificuldade em expressar aquilo que sentem pelos outros;

SOCIAL
- Especialista, professor, referência;

- Reservado;

- Sabem entrosar-se e conquistar seu lugar, pois sabem da sua

qualificação;

- Tem ambição que o grupo vai reconhecer o seu conhecimento;

- Podem sentir-se incapazes de socializar senão mediante da sua

área de domínio;

SEXUAL
- Dificuldade de lidar com relacionamento;

- Medo de se expor, de ser invadido e não ser aceito;

- Existe uma dualidade entre o desejo de socializar e a insegurança quanto a sua

capacidade de fazê-lo;

- Mais afáveis e extrovertidas, mas podem surpreender com períodos longos de

afastamento;

- Se aproxima do outro por um assunto que ele domina para dominar a conversa;

- Mais sedutor e falando, porém não confia no seu poder de sedução.


TIPO 6 – O QUESTIONADOR
Paixão: Medo (das coisas darem errado)
Fixação: Covardia (duvidar de tudo)
Virtude: Coragem
As pessoas com a personalidade do tipo 6 são comprometidas, leais, prudentes,

cuidadosas, francas e questionadores. Podem ser medrosas, ansiosas,

preocupadas, inseguras e submissas.

A atenção vai para as coisas que podem dar errado, com isso constroem, na

sua mente, os piores cenários, passando uma imagem de pessimismo.  Projetam

seu medo para o externo desconfiando das intenções das pessoas e

acreditando que devem obter proteção e segurança em um mundo perigoso no

qual você não pode confiar.

O medo do pior que pode acontecer justifica o medo de tudo aquilo que é novo

e o tira da zona de conforto.

Duvidam do seu potencial de tomar decisões e fazer a coisa certa por si

mesmos, logo a aproximação do sucesso assusta, levando a histórias de

protelação e conclusão de projetos aos trancos e barrancos.

Podem se retrair em função de um medo (fóbicos) ou então enfrentá-lo de

forma agressiva (contrafóbico). Quanto mais medo interno, mais buscam no

externo o que pode estar errado, numa tentativa compulsiva de evitar contato

com seus verdadeiros sentimentos. Ou seja, é o tipo que tem mais dificuldade

de entrar em contato com a sua própria orientação interior.

Tem dificuldade em ter êxito nos seus projetos, pois tem na sua mente uma lista

interminável de objeções a sua realização pessoal/profissional. Prefere o

trabalho em grupo a trabalhar em um projeto que dependa apenas de si

mesmo.
O tipo 6 tem ponto de energização quando assume as melhores

características do tipo 9, ou seja quando   diminui a ansiedade, tem mais

calma e mais paciência, quando aprende a ser menos desconfiado e mais

receptivo.

E ponto de resolução no tipo 3, aprendendo a ter mais atitude e mais

confiança em si mesmo, rompendo com a ideia de sempre está se

questionando, aprendendo a valorizar suas conquistas, diminuindo a

procrastinação e entrando em ação.

As características predominantes dos subtipos do tipo 6 são:

AUTOPRESERVAÇÃO

- Responsável, meigo, acolhedor, assustado;

- Medo de se posicionar por não querer desagradar e gerar conflitos;

-Buscam relacionamentos seguros;

- Dificuldade de disfarçar carência e medo, pede incentivo e amparo;

- Segurança através de acumular, guardar, manter e proteger coisas e

bens;

- Nas fases mais inconscientes pode surgir paranoia e um

comportamento agressivo;

- Pode confundir com o tipo 2 ou o tipo 9


SOCIAL
- Perfil mais militante, durão, no entanto, internamente, há

insegurança, medo e ansiedade;

- Cumpridor do dever e legalista;

- Responsabilidade absoluta em tudo que assume;

- Cobra dos outros o cumprimento do dever;

- Gostam da sensação de fazer parte de algo maior: uma causa, um

trabalho em grupo, uma empresa;

- Quando a insegurança aparece, buscam pessoas que pensem da

mesma forma para afirmar sua insegurança;

- Pode confundir com o tipo 8 ou o tipo 1.

SEXUAL

- Cultivam força física, poder e atração para garantir a segurança e

esconder o medo;

- “Late muito, mas não morde.”

- Mascaram a insegurança através da força física ou beleza;

- Querem ter um parceiro forte e capaz, por isso o testam com

frequência;

- Quando a ansiedade aumenta podem se tornar depressivos e

imprevisíveis;

- Força masculina e feminina combinados: homens fortes e doces,

mulheres com força masculina de ação e resolução.

- Pode parecer com o tipo 3


TIPO 7 – O SONHADOR
Paixão: Gula (variedade)
Fixação: Planejamento
Virtude: Sobriedade (uma coisa de cada vez)
Pessoas com a personalidade do tipo 7 são bem humoradas, criativas,

corajosas, entusiasmadas, divertidas, otimistas, impulsivas, são anti-rotina, anti-

regras, argumentadoras, se interessam por muitos assuntos, autorreferentes

(falam bastante de si).

São pessoas movidas pelo prazer, desejam tudo ao mesmo tempo e múltiplas

experiências prazerosas. Acreditam que nunca devem desanimar e sempre

veem o lado positivo das situações, mesmo que esse pensamento positivo não

seja coerente com a realidade.

Buscam muitos estímulos no externo para evitar o contato com os seus reais

sentimentos e fogem das experiências de limitação, frustração, dor e

sofrimento.Tem dificuldade com compromissos, pois querem deixar múltiplas

opções em aberto.  Fechar possibilidades ou fazer 1 coisa de cada vez pode

trazer à tona o sentimento de privação.

São multitarefas, ou seja, se enchem de planos, muitas vezes fazem várias

coisas ao mesmo tempo, levando o foco para as coisas mais interessantes de

cada tarefa e escanteando as partes que julgam chatas. Desafio é focar e se

concentrar. Tem dificuldade e medo de ir afundo em qualquer coisa, o que

pode gerar um sentimento de insegurança por saber de vários assuntos, mas

não ser especialista em nada.

O tipo 7  tem ponto de energização quando assume as melhores características

do tipo 5, ou seja, quando aprender a ser menos superficial, a fazer o

movimento de olhar para dentro, a não fugir das atividades, a ter constância

nos projetos e atividades e a saber lidar com a dor e sofrimento.


E ponto de resolução no tipo 1, aprendendo a ser mais responsável, a ter

mais foco, mais disciplina, mais clarezas nas tarefas, concluir o que

começa e domar os prazeres.

As características predominantes dos subtipos do tipo 7 são:

AUTOPRESERVAÇÃO
- Defensores, garantir o seu (egoísmo), consumistas (principalmente

quando estão ansiosos);

- Prazer através de guardar as coisas e em estar em casa

(autopreservação);

- Apreciadores de bens materiais -> dispõe de várias opções;

- Fica ansioso quando sente que pode perder algo que queria;

- Podem ser grosseiros quando sentem que suas necessidades não

serão atendidas;

SOCIAL
- Animados e bem humorados;

- Cultivam grupos de amigos que compartilham dos mesmos pensamentos,

e podem abrir mão do seu prazer pelo prazer do grupo -> aceitação e

aprovação;

- Generosidade interesseira;

- Têm a agenda sempre cheia de compromissos, sempre deixando

alternativas, muito deles não acrescentam em nada, gerando inquietude 

em busca de uma fuga;

- Querem fazer parte de tudo e ao mesmo tempo tem medo de

compromissos;

- Sempre em busca de algo mais interessante e animador.


SEXUAL

- Tipo 7 clássico;

- Sonhador, idealista;

- Fascinação, intensidade, carisma;

- Vivem intensamente;

- Atraem com facilidade aqueles que considera interessante;

- Gula pura: sempre apaixonado pelo novo;

- Tem paixão por imaginar algo melhor que a realidade dolorosa;

- Idealiza o que é comum;

- Pensamento rápido pode trazer inquietude;

- Prazer e variedade através da energia sexual;

- Podem temer compromisso preferindo a paixão do início dos

relacionamentos ao dia a dia.

Conseguiu identificar seu tipo e subtipo?


Não é uma tarefa tão rápida! Preste
atenção em suas ações rotineiras, isso
pode ajudar a identificar com mais
facilidade.
Por fim, o eneagrama é uma ferramenta importante para o processo de

autoconhecimento e consequentemente para o processo de emagrecimento,

pois a partir dele é possível identificarmos padrões de comportamentos que se

repetem no nosso cotidiano e que se não estivermos atentos podemos viver no

piloto automático sem que tenhamos clareza do motivo pelo qual agimos dessa

forma e por que não conseguimos mudar esses comportamentos.

Trabalhando as motivações das nossas atitudes e enxergando os entraves que,

muitas vezes, nos paralisam e nos sabotam, podemos evoluir aprendendo a lidar

com esses desafios, e a partir daí estarmos conscientes das nossas atitudes e

sentimentos. Isso permite uma clareza de ação e de comunicação com nós

mesmos e com o mundo externo.

Espero que esse material te ajude!

@NUTJESSICARIBEIRO
WWW.NUTJESSICARIBEIRO.COM.BR
WWW.FACEBOOK.COM/NUTJESSICARIBEIRO
WWW.YOUTUBE.COM/NUTRICIONISTAJESSICARIBEIRO

©proibida reprodução parcial ou total

Você também pode gostar